Agora é decisão!

wellington-silva-fla-flu

Após escalar o time reserva no empate por 1 x 1 contra o Brasil-RS, resultado que classificou o Flu para as quartas de final da Copa da Primeira Liga, a equipe comandada por Abel Braga agora foca todas suas atenções para o Fla x Flu decisivo do próximo domingo.

Como se não bastasse o fato do campeonato carioca deste ano ser definido no clássico mais expressivo do futebol brasileiro, um jogo que paralisa o país, o Flu ainda vai para a primeira partida com o time titular menos desgastado que o adversário, que teve partida duríssima no meio de semana em Curitiba, pela Libertadores.

Informamos que os jogos da semana passada não tiveram nenhum incidente de violência, muito provavelmente por causa do grande contingente de policiais atuando nas partidas Flu 3 x 0 Vasco e Fla 2 x 1 Botafogo. A cada 50 metros nos arredores e ruas próximas via-se policiais postados, muitas vezes com cavalos. A circulação de torcedores foi muito tranquila no sábado para Flu x Vasco, antes e depois da partida.

A torcida tricolor precisa se fazer presente em ambas as partidas da finalíssima, pois o que acontecer nestes jogos será lembrado por toda a história. Nenhum torcedor de sofá ajudará o Flu a ser campeão, mas certamente ele será decisivo se for ao estádio.

Todos os tricolores precisam entender a importância do momento decisivo contra o rival, as premiações que estão em jogo no caso de título, e também a questão que envolve a gestão do Maracanã, onde os adversários tentam colar em nós, de forma oportunista, a pecha de “time sem público”.

Orientamos nosso torcedor a comprar seu ingresso no Setor Sul, onde ficará concentrada a nossa torcida, para que possamos todos juntos empurrar o Fluminense rumo à conquista de uma grande vitória.

A venda antecipada de ingressos para o Fla x Flu segue a todo vapor, bem como o checkin para sócios. Clique aqui para conferir todas as informações oficiais.

#VemProJogo

O Maracanã e os argumentos do Flu

Abad1Uma sensacional vitória por 3 x 0 no clássico contra o Vasco, o segundo massacre contra o mesmo adversário neste ano, nos colocou na final do campeonato carioca com todos os méritos. O ótimo desempenho ofensivo, a mão firme do comandante Abel Braga e uma equipe de jovens que honra a camisa durante os 90 minutos serão nossos maiores trunfos nos dois Fla x Flus que vão parar o Brasil, como nos velhos tempos.

Mas além da decisão que se aproxima dentro de campo, existe outra em curso e tão importante quanto fora dele: a questão do Maracanã. Neste fim de semana, o Presidente tricolor Pedro Abad se manifestou sobre o assunto em duas ótimas entrevistas, concedidas ao jornal O Globo e ao site GloboEsporte.com (clique nos links para conferir as entrevistas na íntegra). Reforçamos aqui as palavras do nosso Presidente, e destacamos os trechos mais importantes, que vinham passando despercebidos pela opinião pública:

“É muito mais interessante, para todas as partes, que a concessão se mantenha de pé. É a que menos traz riscos judiciais, é melhor financeiramente ao Estado e ao próprio futebol do Rio. Não é bom o Maracanã ficar tanto tempo parado por conta de nova licitação. Seria um tempo de indefinição muito grande que cairia na conta do próprio Estado, que arcaria com os custos. Dada a situação financeira, com falta de pagamento a funcionários, ter mais este gasto é um peso ao contribuinte.”

“Já há decisão do TCE determinando que qualquer valor que ela (Odebrecht) venha a receber pela venda (da concessão) está previamente arrestado. Então, ela não recebe nada. E também não deixa de ser responsabilizada por eventuais fraudes. Além disso, a transferência seria a uma empresa (Lagardère) que, no caso, foi a segunda colocada (no primeiro processo licitatório) e que foi prejudicada por essa eventual fraude. E ela não apresentou nada que a desabonasse no sentido de assumir.”

“Não vejo como empecilho (sobre a insegurança jurídica da concessão atual). Já existe um termo aditivo pronto para ser assinado pelo novo adquirente. Então basta o governo e o novo adquirente o assinarem que o equilíbrio financeiro estará automaticamente recomposto.”

“A gente tem que entender que o Maracanã é do povo. Ele não pode ser de um clube só. E as regras de utilização devem ser definidas pelo poder público. Não cabe ao Fluminense decidir como e por quanto Vasco, Botafogo ou Flamengo vão jogar. Da mesma forma que nenhum deles pode ter esse poder. Mas, naturalmente, o Fluminense vai buscar seus direitos caso a perda do contrato se dê por culpa do Estado ou da antiga concessionária.”

“Não é bem assim (sobre a indenização que o Flu pode pleitear na Justiça). O que acontece é que quem dá causa à extinção (do contrato) vira responsável. Se for por motivo de força maior, não há indenização. Mas, se for por fraude, quem deu causa a ela responde, sim, pela multa.”

“A gente tem visto nas redes sociais membros da diretoria do Flamengo, como o vice-administrativo, falando que ele deveria ter sozinho a gestão (do Maracanã). Inclusive tendo cogitado a mudança do nome, por mais que a gente saiba que ele é tombado. É extremamente preocupante. A gente espera que o Maracanã continue sendo de todos, sem depender do capricho de uma diretoria em ceder o estádio. Por isso defendemos que uma empresa tome conta, para não haver paixão clubística.”

“- A gente tem visto nas redes sociais o vice-presidente administrativo do Flamengo falar claramente que a gestão tem de ser 100% do Flamengo. Isso demonstra o quão individual é a posição do Flamengo. Eu discordo totalmente. Acho que o Maracanã é dos quatro grandes. Todo mundo tem de poder jogar. E não cabe a um clube determinar quais são as condições que um outro vai jogar. Nem o Fluminense, nem o Vasco, nem o Botafogo e nem o Flamengo.”

“O Maracanã foi construído com dinheiro público. Mais de R$ 1,5 bilhão. Não tem sentido que um clube sozinho tenha a gerência dele”

“É o natural (francesa Lagardere assumir). Tem uma empresa que está disposta a tocar o Maracanã de imediato e continuar a operação. O Flamengo sempre esteve do lado da GL/CSM, entendendo que era melhor. E quando essa empresa desistiu imediatamente, partiu para a ideia de nova licitação e comandar. Não é que o Flamengo prefira nova licitação. Ele prefere ficar sozinho com o Maracanã e isso, naturalmente, não concordo.”

“Vamos analisar juridicamente os motivos da eventual rescisão dessa concessão (caso venha a acontecer). E, certamente, alguém vai responder por isso. Não acredito que vá acontecer. O Fluminense vai lutar pelos seus direitos e vai incomodar bastante quem deu causa a essa rescisão.”

Não há mais nada a acrescentar, a não ser a convocação para que o torcedor carioca permaneça atento à questão do Maracanã como cidadão e contribuinte, e também para que os tricolores defendam os interesses do Fluminense em todos os fóruns que tiverem acesso, assim como fez o nosso mandatário nestas entrevistas esclarecedoras, que tem ótimos argumentos.

Não vão nos tirar o Maracanã “no grito”, com articulação de bastidores ou na pressão através de canais de mídia, transformando o Fluminense num mero inquilino.

Todos aos Fla x Flus! #SomosFluminense #VemProJogo

Clássico decisivo, #VemProJogo

FluxVascoApós a ótima vitória por 3 x 0 sobre o Goiás, que garantiu o Flu nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Tricolor tem nova decisão neste sábado às 19h.

Durante a semana, a diretoria agiu com firmeza e conseguiu na Justiça Desportiva a marcação do clássico para o Maracanã, com a torcida tricolor garantida no setor Sul, que é nosso por contrato. Convocamos nosso torcedor a fazer sua parte e lotar o nosso lado nas arquibancadas.

Apesar da aparente fragilidade do outrora valorizado campeonato estadual, a partida contra o Vasco vale muito em termos de rivalidade, prestígio esportivo e também por motivos financeiros, pois o campeão estadual vai abocanhar cerca de R$ 3,5 milhões em premiações. O empate serve para o Flu avançar à finalíssima.

Atenção: o adversário não topou descontos superiores à 50% para os sócios de ambas as equipes, então todos os membros do programa Sócio Futebol e sócios do Fluminense que possuem Pacote Futebol terão descontos de 50% aplicado no valor dos ingressos independente da categoria e apenas no setor Sul. A venda ocorrerá através do Portal do Sócio e o ingresso carregará automaticamente na carteira.

Importante: checkin e vendas online só ocorrerão até dia 21/4, sexta-feira, às 19h. Após isso, apenas nos pontos de venda físicos. Esse corte é devido à necessidade de realizar a carga dos que fizeram checkin nas roletas do Maracanã, para que suas carteirinhas sejam lidas como ingresso no dia do jogo.

Importante perceber que a enfadonha necessidade de trocar o voucher comprado online pelo ingresso físico, algo que não ocorre nem em cinemas, também é uma outra limitação do estádio que foi reconstruído e pensado apenas num padrão FIFA, onde todos chegam com seus ingressos físicos comprados com bastante antecedência e não há sequer venda de bilhetes no dia da partida. Infelizmente, a tecnologia usada no estádio não é uma escolha do Fluminense, mas sim do Consórcio Maracanã.

Confira aqui todas as informações oficiais sobre venda antecipada.

Vem pro jogo! O Flu precisa muito do seu torcedor nestas semanas decisivas.

Rumo às Oitavas da Copa do Brasil

FluxGoias

Contando com a força da sua torcida, o Fluminense decidiu levar para o Maracanã o jogo contra o Goiás, dia 19, quarta-feira, às 21h45, valendo vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Os sócios já podem fazer o check-in através do endereço http://www.sociofutebol.com/ingresso e a venda geral começa nesta quinta (13/04), mesma data da partida de ida no Serra Dourada, onde a presença da torcida tricolor também promete ser massiva, com inúmeras caravanas partindo de Brasília e região.

Após a estreia na Copa Sul-Americana, a diretoria já havia sinalizado que estudaria utilizar novamente o Maracanã. A presença do torcedor, que registrou o maior público da rodada de abertura da competição, além da linda festa nas arquibancadas, foram motivos mais que suficientes para a diretoria optar outra vez pela abertura do estádio, novamente com preços populares: R$40 (inteira) e R$20 (meia) nos setores Norte e Sul.

Lembramos que a contrapartida do torcedor será fundamental para a viabilidade do Maraca como grande palco do Time de Guerreiros em 2017, pois com este preço dos ingressos são necessários pelo menos 25 mil pagantes para que os custos de operação sejam superados. Convocamos nossa torcida a comprar o ingresso antecipadamente, motivar os amigos e já começar a se preparar para fazer mais uma vez a diferença nas arquibancadas.

Clique aqui para conferir todas as informações oficiais sobre venda antecipada, postos de venda física, venda online e afins.

Vem aí a Flu Fest 2017!

Desde 2015, o Fluminense descontinuou uma antiga tradição, a do Baile de Gala, evento que infelizmente vinha trazendo prejuízo para o caixa do clube, e deu uma nova roupagem para a festa de aniversário, com financiamento coletivo por parte do torcedor. A cada ano, a celebração vem amadurecendo, ganhando novidades, e em 2017 não poderia ser diferente: desta vez o livro oficial remeterá ao titulo mundial de 1952, e o show ao vivo será do tricolor Paulo Ricardo.

O crowdfunding lançado pelo clube traz inúmeras recompensas que podem atrair torcedores de todos os bolsos. De R$ 10 a R$ 1.000, o tricolor pode participar de algum modo da Flu Fest. A partir de R$ 200, o colaborador ganhará um convite para a festa à noite no Salão Nobre, com vagas limitadas.

A Flusócio mais uma vez vai participar em peso da campanha. Acesse http://www.flufest.com.br e faça a sua contribuição para esse projeto institucional, tocado pelo Flu-Memória, que respeita cada centavo investido por nosso torcedor e acima de tudo enaltece a história gloriosa de nosso Fluminense.

1 2 3 189