Super Fim de Semana do Sócio-Torcedor

Super fds

Caro Tricolor, a instabilidade do time realmente chateia, mas os jogadores passam, treinadores passam e a instituição fica.

O fato de haver prioridade de compra em todos os jogos, desconto de 50% nos ingressos dos jogos do Flu como mandante e voto para Presidente já são suficientes para valer à pena se tornar sócio do Clube que você ama pela merreca de R$29,90 mensais.

Mas ainda existe uma rede de descontos constante nos estabelecimentos conveniados pela rede “Por Um Futebol Melhor”. São várias marcas, milhares de produtos e serviços participantes.

Mas se nem assim você se decidiu ainda, segue mais um fator motivador: o super fim de semana do Sócio torcedor, onde você, sócio do Fluminense em qualquer categoria, pode comprar 3 produtos e pagar apenas 2, dentre todos os participantes, em todos os supermercados conveniados da rede. Além disso, tem 20% de desconto na Netshoes, 30% de desconto nos itens do site http://www.emporiodacerveja.com.br e muitos outros.

Repare que, dependendo do seu padrão de consumo nos dias 27/09 e 28/09, a mensalidade de vários meses pode sair de graça apenas com os descontos deste fim de semana. Seja sócio agora, a tempo de aproveitar todas estas ofertas!

Walter precisa se ajudar

Walter obeso

A foto deste post foi publicada nesta semana nas redes sociais, por um determinado jogador tricolor. Espanta a todos o tamanho do Walter, o descaso com o próprio peso, com a própria carreira.

Walter tecnicamente é craque, atuou em inúmeras seleções de base onde era o principal jogador, aquele considerado o mais promissor. Foi negociado ainda novo pra Europa, com fama de grande talento. No ano passado foi um dos destaques da temporada atuando pelo Goiás.

Mas infelizmente não há como uma atleta profissional atuar bem com esta forma física. É caso de afastamento até recuperar a forma, ou pelo menos até chegar a algo próximo disso, como aconteceu no início de 2014.

O Fluminense precisa elaborar um plano de recuperação deste atleta, para o qual foi feito um alto investimento: atualmente o Clube detém 25% dos direitos econômicos do jogador, adquiridos junto ao Porto FC.

Antes de querer ajudar o Flu em campo, Walter precisa ajudar a si mesmo. Depende mais dele do que do Clube e da torcida.

Irritante

comemoracao-vitoria-get

O script do jogo que presenciamos nesta quarta feira é conhecido: o Flu sai na frente no placar e joga bem no primeiro tempo e naufraga clamorosamente após o intervalo.

Em Salvador, o time abriu o placar em bela finalização de Cícero, uma contratação realmente importante e eficiente neste ano. O Flu controlava o jogo e era pouco ameaçado pelo Vitória, adversário que até então somava apenas 18 pontos, 3 deles contra nós, no Maracanã.

Passou o intervalo e os temores dos tricolores pelo retrospecto no campeonato se confirmaram: o Flu se retraiu, as substituições foram muito ruins e o adversário, na base da velocidade – uma deficiência CRÔNICA do nosso time -, fez 3 gols e fechou a partida num lamentável 3 x 1.

Embora seja injusto pegar alguém como único destaque negativo, nesta noite Henrique foi péssimo. Errou um passe bobo que culminou no escanteio do gol de empate, quando subiu com o atacante em vão, deixou o meio da área desguarnecido no segundo gol e falhou com Bruno no terceiro. Vale lembrar que Marlon, nosso melhor zagueiro recentemente, foi barrado após boa atuação contra o Palmeiras e entrou apenas no fim do segundo tempo.

Estamos bem perto do G4, mas o sentimento a cada derrota deste time caríssimo é sempre de frustração para a torcida, que dorme com a sensação de que poderíamos ter feito muito mais.

Preocupação com a arbitragem

Anderson Daronco

Saiu a arbitragem dos jogos do Flu durante esta semana. Para a partida contra o Vitória-BA, o trio será paulista: apita Thiago Duarte Peixoto (SP), mesmo com Corinthians e São Paulo na disputa direta com o Flu por uma vaga no G4. Mas nos jogos destes rivais diretos, apitam um capixaba e um paraense, respectivamente. Ambos desconhecidos.

Para o Fla x Flu do domingo, enfim teremos um árbitro não carioca, o que felizmente afasta a possibilidade de Marcelo Lima Henrique, Índio e outros manjados do “padrão FERJ”. Mas o árbitro será o gaúcho Anderson Daronco (RS), aquele mesmo que não anotou penalti escandaloso em Wagner no último Fluminense 3 x 3 Cruzeiro. Sem contar que os clubes gaúchos também são rivais diretos do Fluminense na disputa pelo G4.

Nos impressiona a falta de tato da CBF, pra dizer o mínimo. É inacreditável que, em nossos jogos, o “sorteio” permita este tipo de problema, apesar do campeonato brasileiro ter possibilidade de escalar árbitros de pelo menos umas 15 federações diferentes.

1 2 3 84