A História

  • http://www.facebook.com/fabio.dib.9 Fabio Dib

    Junte-se a Nós! Cada vez mais o Fluminense precisa de seus torcedores sócios do clube. Venha para o Fluminense, participe da Flusócio, seja mais uma voz ativa neste processo. Saudações Tricolores

  • http://Website WAGNERFLUZÃO

    AOS AMIGOS DO BLOG.

    FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DO MEU AMIGO FABIO DIB.

    VENHA PARA O FLUMINENSE , POIS SENDO SÓCIO , VOCÊ AJUDA O SEU CLUBE A CRESCER MAIS E MAIS A CADA DIA.

    SAUDAÇÕES TRICOLORES,

    WAGNERFLUZÃO.

  • http://Website Caique Berto

    The Who neles !!!

    Who do we think we are?

    “Grandes são os outros, o Fluminense é enorme” já disse o Profeta.
    E cada um de nós nunca que será maior que todos nós !!

    Vamos em frente, prá frente !!!

    De SJCampos, SP
    ST4+1

    PS: SC com 2 filhos SF

  • http://www.facebook.com/carlos.tricolor.54 Carlos Tricolor

    Flusócio 10 Anos – Porque o FLUMINENSE somos todos nós!!!!

    Timeline da Flusócio nestes 10 anos, conteúdo que estava exibido em um painel grande na noite de festa de comemoração no Bar dos Guerreiros:

    1999 – Embrião. No que pode ser considerado o embrião da Flusócio, um grupo de torcedores do Fluminense que se associou ao clube em seu pior momento histórico, com intenção de tentar fazer algo para ajudar a instituição, foi apelidado de Patos Novos, por não terem histórico no clube, exceto como torcedores de arquibancada. Apesar de alguns utilizarem a denominação pejorativamente, o grupo adotou a insígnia. O pequeno grupo cresceu em importância e acabou tomando parte da chapa única da reeleição de David Fischel, em 2001, chegando assim ao Conselho Deliberativo para o triênio de 2002 a 2004.

    2003 – Fundação. Com o insucesso da segunda administração Fischel, o grupo dos antigos Patos Novos, com adesão de outros sócios alinhados com suas ideias, fartos do descaso reinante e que sonhavam com o fortalecimento do futebol do clube, idealizaram a criação de um grupo composto exclusivamente por sócios e torcedores interessados, com intuito de incentivar a associação e discutir propostas para recolocar a instituição na posição de vanguarda que ela teve por toda a sua história e que perdeu após diversas administrações ineptas. O grupo foi fundado como fórum de e-mails em 27 de fevereiro e batizado de Flusócio.

    2004 – Vida política. Primeira participação em eleição no Fluminense, ainda apenas como grupo de discussão, porém integrado à vida política do clube. Houve a tentativa de lançar um candidato, Gustavo Marins , mas como à essa altura faltavam apenas três meses para o pleito e foi a quinta candidatura a ser lançada, não foi possível completar a chapa. O grupo recusou proposta para aderir à candidatura de Roberto Horcades, apesar de ter recebido oferta de dezenas de cadeiras no Conselho Deliberativo. Os integrantes, em sua grande maioria, decidiram pelo voto em Paulo Mozart, mas Horcades, sucessor de Fischel, foi eleito para o triênio de 2005 a 2007.

    2006 – Grupo político. Em 11 de outubro os integrantes decidiram tornar a Flusócio um grupo político formal no Fluminense. Foram iniciados os trabalhos visando definir o apoio a um candidato com força suficiente para evitar a reeleição de Roberto Horcades. Iniciados contatos com várias pessoas do mundo tricolor, que poderiam ser bons nomes para disputar a presidência do clube. Entre elas Peter Siemsen.

    2007 – Peter candidato. Peter Siemsen concordou em ser candidato.
    Votação interna decidiu que esse nome era o mais alinhado com as ideias da Flusócio. Com a adesão de outros grupos políticos do clube, foi criada a chapa FUF (Fluminense Unido e Forte). Em campanha memorável, contra a máquina da administração do clube, Peter obteve votação expressiva (631 votos) mas Horcades foi reeleito, com 901 votos, para o triênio de 2008 a 2010. No entanto a chapa de apoio a Peter conquistou 15 cadeiras no Conselho Deliberativo, sendo 4 delas ocupadas por flusócios. Era a primeira participação oficial do grupo no Conselho. Estava deflagrada a luta para a eleição seguinte.

    2008 – Na internet. Em 11 de março foi lançado o blog da Flusócio. O canal tornou-se o principal instrumento de pressão contra a caótica administração do clube. Tornou-se referência no mundo tricolor, passou a pautar a imprensa e foi o primeiro órgão a “gritar” contra a vergonhosa farra dos ingressos ocorrida às vésperas da decisão da Libertadores. Neste ano também foi publicado e distribuído em jogos do Maracanã o jornal O Tricolor, que continha as propostas da Flusócio para a administração e viabilização do clube. O grupo organizou-se em várias células, de acordo com a experiência profissional e pessoal dos integrantes. Células de marketing, jurídica, administração, social, futebol, esportes olímpicos, planejamento estratégico, etc. Em dezembro foi criado o CR (Comitê de Representação), formado por pessoas eleitas pelo grupo para o representarem em discussões políticas e outros eventos.

    2009 – Cidadania Tricolor. O foco do ano foi a campanha de associação em massa. Estava clara a necessidade de trazer o torcedor para dentro do clube, fazê-lo participar da vida política de sua paixão. Era o clamor pela cidadania tricolor. A Flusócio criou o SATT (Serviço de Atendimento ao Torcedor Tricolor), especialmente para atender o torcedor do Fluminense interessado em se associar. A campanha foi sucesso absoluto, tendo como resultado a adesão de aproximadamente 1200 novos sócios.

    2010 – Peter novamente. A Flusócio lançou novamente Peter Siemsen, que apresentava propostas mais condizentes com o Fluminense que o grupo desejava. Lutando novamente contra a máquina administrativa do clube, com Roberto Horcades tendo declarado apoio incondicional ao candidato Julio Bueno, Peter obteve vitória consagradora nas eleições de novembro, tendo recebido 1726 votos, 67,5% dos votos válidos, elegendo-se presidente para o triênio de 2011 a 2013 e garantindo assim, para sua chapa, a totalidade das cadeiras do Conselho Deliberativo, com quase 60 delas ocupadas por integrantes da Flusócio.

    2012 – Realizações. Integrantes da Flusócio atuaram na linha de frente para criar a nova sala de troféus, que já é referência como ponto cultural da cidade do Rio de Janeiro. O grupo foi fundamental na idealização e criação do pacote-futebol, que tornou mais atrativo para o torcedor tornar-se sócio do clube. No que pode ser considerada uma segunda campanha de associação em massa, a Flusócio foi o principal grupo de apoio ao projeto sócio-futebol, que envolveu reforma estatutária e foi aprovado pelos sócios em histórica assembleia geral no dia 10 de novembro. A categoria Sócio-Futebol tornou-se sucesso imediato, com adesão de mais de 5000 novos sócios, aumentando significativamente a receita do clube.

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=635592746454790&set=a.178382888842447.50444.100000122127275&type=3&theater

  • http://Website Alcides BC Barros

    O trabalho do Grupo Flusócio está apenas começando. Ainda há muito o que fazer pelo nosso clube. A mais importante é a mudança de mentalidade de que além de clube de futebol somos uma marca importante comercialmente e assim deveremos ser administrados.