Uma escolha de caminhos

escolha

A gestão Pedro Abad tem propósitos firmes e alinhados com a construção de um Fluminense forte e sustentável. Nesses 6 primeiros meses, suas ações têm se pautado em torno desses propósitos, sem populismo ou preocupações com a imagem no curto prazo. Tal postura se materializa em todas as áreas. Mas fica mais visível no futebol.

A torcida, acostumada há mais de uma década de um parceiro forte, naturalmente cobra reforços de nome. Mas a evidente necessidade de adequação da folha de pagamentos à realidade de receitas exige firmeza. E graças a essa firmeza, o Fluminense vem abrindo espaço para jovens que dificilmente teriam chances em outros tempos.

Mas não é só no futebol. O trabalho em equipe tem sido a tônica em várias áreas, sem distinção de grupo político, para todos aqueles dispostos a trabalhar em prol do Fluminense. Nas finanças. Na reorganização da governança do clube. E, como não poderia deixar de ser, na busca de uma solução ser a casa do Fluminense. Mais que um compromisso de campanha, isso é uma questão estratégica para o futuro do clube.

Não há espaço pra erros. A escolha certa será fundamental para o futuro do Fluminense. E, para que isso ocorra, não há espaço para personalismo. Há muita gente boa e com capacidade disposta a trabalhar.

Seremos sempre gratos ao Sr. Pedro Antonio por todo seu empenho e esforço financeiro pessoal na construção do Centro de Treinamentos, onde tomou a maioria das decisões executivas e liderou o projeto praticamente sozinho. Ele de fato merece ter seu nome no empreendimento para sempre.

Mas um estádio é diferente, exige debate pois as variáveis são muito mais complexas. Fatores como localização e tamanho do terreno, capacidade, logística, acústica, ângulo de inclinação das arquibancadas, proximidade do gramado, posicionamento da torcida visitante, modelo de investimento, custo de construção e operação são decisivos para que tenhamos uma solução definitiva, algo que vá direcionar a identidade e grandeza do Flu pelos próximos 100 anos.

A Flusócio reafirma seu apoio ao Presidente Pedro Abad e seguirá firme na busca pela união do clube em torno do seu futuro.

202 Comentários em Uma escolha de caminhos

  1. Allan Matheson
    28 de junho de 2017 at 18:03 (1 ano ago)

    Extremamente grato ao Pedro Antônio.
    Mas não podemos nos abalar com isso.
    Espero que ele reflita e veja que todos nós queremos o bem do Fluminense independente de personalismos e atropelos.

    Que ele esfrie a cabeça e volte tranquilo.

    E vamos seguir em frente.

  2. Lucas Mansur
    28 de junho de 2017 at 18:05 (1 ano ago)

    Se não fosse o “Personalismo” do Pedro Antônio, a diretoria estaria até agora estudando um local para fazer o CT. Nem preciso dizer que a obra nem teria começado né!?

    Tem hora que o ideal é sentar, debater, decidir e fazer. O projeto do Pedro Antônio era extremamente viável se comparado com todos os demais. Não confundam RJ com SP, aonde investidores batem na porta. O Flamengo que tem muito mais apelo está tendo dificuldades com isso, imagina o Fluminense que nem um patrocínio master consegue?!

    A verdade é que a diretoria tem receio de escolher, de decidir, nisso quer agradar todos para não arcar com qualquer responsabilidade. Nossa torcida precisa de um caldeirão!! Se prefiro um de 40 mil lugares?! Com certeza. Mas a chance dele ser viável é infinitamente inferior do de 22 mil, justamente por não ter uma estrutura para usar como base.

    Voltamos a estaca ZERO e perdemos o grande “fazedor” que havia na diretoria. O único que não ficava apenas dando opinião e fazia. Agora vamos começar com as histórias de “fazer estudos” que é claramente um “enrola torcedor para fugir da responsabilidade”.

    Sinto que no fundo, tudo se trata de politicagem. O Pedro Antônio levantando esse CT estaria com as suas mãos na próxima eleição, obviamente, isso não agrada a “banca dos opinadores”!!

    Eu DUVIDO alguém, de qualquer grupo político que seja, ter um projeto viável a ponto de não depender de parcerias na casa dos centenas de milhões. Querem opinar no dos outros, mas NINGUÉM pega e faz.

    Agora vamos jogar amanhã pela Sul-Americana para 15 mil pagantes num estádio de 70 que mal provocará pressão no adversário.

  3. Daniel Bastos
    28 de junho de 2017 at 18:07 (1 ano ago)

    Quanto ao PÁ. Obrigado, mas tchau. O Flu é maior que seu ego.
    Quanto ao estádio. Defendo um estádio com capacidade suficiente para jogarmos as fases de jogos internacionais, ,final, deixaríamos para o Maracanã, mas não sei o custo.
    Além da ideia das vendas de cadeiras “cativas” dadas, poderíamos vender camarotes e o namewrit, só isso já teríamos um bom valor.

  4. waldo
    28 de junho de 2017 at 18:20 (1 ano ago)

    Uma coisa é muito clara, o Abad que é um fiscal de renda, funcionário público e não teve competência, inteligência emocional, nem grandeza para lidar com um homem dinâmico e realizador como o Pedro Antonio.
    A diferença de ritmo e capacidade é uma aberração.
    O pior de tudo é que o Abad, um ilustre desconhecido deste grupo xiita, não se elegeria sem o apoio de PA.
    Logo ficou muito feio a ingratidão e incompetencia de gestão do ABAD; perder seu melhor recurso no inicio do mandado.
    Votei no Abad pelo apoio do PA e estarei com o Pedro Antonio em 2019.
    Só espero que o clube resista até lá.

  5. Marcelo Teixeira
    28 de junho de 2017 at 18:23 (1 ano ago)

    É exatamente isso! Eu não escreveria melhor!

    St

  6. waldo
    28 de junho de 2017 at 18:25 (1 ano ago)

    A propósito, que gestão firme é esta?
    Não fazem nada.
    Fica o Abel reclamando que não tem elenco e o Torres, Veiga e Abad falando que tem que vender jogador, desvalorizando previamente o patrimônio do clube.

  7. Marcelo Teixeira
    28 de junho de 2017 at 18:30 (1 ano ago)

    Gostaria de lembrar que o Pedro Abad fez algumas promessas em campanha. Não aa conseguiu cumprir. Como time forte e um jogador pra ser idolo! Agora estão prometendo um estadio pra 40.000 pessoas ate dezembro de 2019.

    Alguem acredita? É uma pergunta séria! Não é brincadeira não. Porque eu particularmente não tenho motivos pra acreditar. Tenho motivo pra apoiar sempre. Mas a unica coisa de tamanho investimento que saiu do papel nos ultimos 20 anos foi o ct. Antes disso so xerem.

    St

  8. Willy H
    28 de junho de 2017 at 18:33 (1 ano ago)

    A fogueira das vaidades ardendo no meu, no nosso, Fluzão!
    Se o PA virar, e fizer, oposição, essa gestão não sai do lugar,tal a sua aprovação com o torcedor. E o Abad com índice de rejeição a lá Temer.
    Sempre é tempo de conciliação. O Fluminense precisa de todos nós.

  9. Juliano F Pacheco
    28 de junho de 2017 at 18:37 (1 ano ago)

    “Para a fase de grupos, a capacidade mínima é de 10 mil lugares, enquanto nas oitavas e nas quartas sobe para 20 mil, e nas semi para 30 mil. Na final pede-se estádios com 40 mil lugares ou que tenham recebido partidas das Eliminatórias, Copa do Mundo ou Copa América.”

    Baseando-se no regulamento da Conmebol para partidas da Libertadores, um estádio com 40 mil lugares, ou até menos, é suficiente.

    Ah, só pra constar… esses lugares não precisam ser necessariamente sentados, existem vários estádios com geral. O mais famoso sendo a Bombonera.

    https://www.foxsports.com.br/news/295138-veja-o-regulamento-da-nova-conmebol-libertadores-bridgestone-2017

  10. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 18:39 (1 ano ago)

    Eu não acredito Marcelo.
    Não porque ache que o Abad não queira, mas pelas pessoas que o cercam. E quando digo quem o cerca, não me refiro a Flusócio, da qual Abad faz parte, me refiro aos escorpiões, aqueles que fingem ser amigos, mas que no momento que lhes convém, te enfiam o ferrão nas costa sem te dar chance de se defender.
    Eles já rebaixaram o clube pra terceira e contrataram Toninho el Bíblico, ninguém em sã consciência pode crer que esse tipo de gente tenha competência e capacidade pra construir um estádio. Só os trouxas acham que enganam a torcida tricolor.
    Flusócio, Flusócio, antes das eleições esses aracnídeos massacravam vcs na web, vendo que não ganhariam nada resolveram pedir ajuda a vocês pra atravessar o Rio, cuidado que no meio do caminho a ferroada pode vir.
    Já repararam que na internet só o grupo Flusócio está sendo hostilizado pela demissão do PA. Os que queriam o homem longe desde sempre não estão sendo criticados. A culpa e ônus estão indo só pra vocês e lá na frente isso pode cair mal.
    Mandaram embora o cara mais capacitado pra fazer um estádio, meu Deus!!!

  11. Juliano F Pacheco
    28 de junho de 2017 at 18:40 (1 ano ago)

    PERFEITO.

  12. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 18:47 (1 ano ago)

    Muito menos na hora de IMPLORAR pelo apoio na campanha presidencial.

  13. Claudio Rodrigues
    28 de junho de 2017 at 19:01 (1 ano ago)

    Ok. Espero que o Abel não se torne a próxima vítima do “profissionalismo” da gestão. É outro que as vezes fala muito, mas segura o rojão que é esse time.

    O PA segurava o rojão estrutural, CT inacabado e Projeto estádio próprio. Espero ver os dois concluídos e pagos na gestão atual.

    Isto é profissionalismo.

    Saudações Tricolores!

  14. Valmir Carvalho da Silva
    28 de junho de 2017 at 19:03 (1 ano ago)

    Que conversa furada. Quando o cara fez o CT não era centralizador. Quando apoiou o Abad na eleição , também não. Que burrada. Perdemos um empreendedor com capacidade de fazer por mera vaidade. Tudo poderia ser resolvido se houvesse boa vontade por parte da direção. Sinceramente, perdi até a vontade de ir ao Maraca amanhã. Sinto- me traído por essa diretoria. Torço muito, mas sinto que a possibilidade de construção do nosso estádio infelizmente se foi. Triste…… Ainda conseguiram a proeza de irritar quase que de forma unânime o torcedor Tricolor.

  15. Flavio Chammas
    28 de junho de 2017 at 19:05 (1 ano ago)

    Senhores

    Ânimos pra lá de exaltados.

    Por primeiro sou fã do PAntonio, por tudo o que fez, fui e sou favorável a seu nome no CT, assim como devemos sempre agradecer ao CBarros por tudo o que fez, mas isto não os transforma em donos do clube.

    A INSTITUIÇÃO FLUMINENSE DEVE ESTAR ACIMA DE TUDO E TODOS.

    Vejo falar em estadio próprio desde os primórdios aqui do blog.

    Como se fosse estalar de dedos e pronto.

    Sou sim favorável a termos, mas vamos aos exemplos mais atuais.

    Começo pelo porco paulista, que fez, de todos os que conheço, o melhor negócio.

    A sua arena tem peculiaridade interessante pela localização, acesso fácil a pé, centralidade, e POR NÃO TER ESTACIONAMENTO NEM ACESSO FÁCIL DE VEÍCULOS É UM CASO ESPECIALÍSSIMO, pois permite a realização de shows, que garantiram à construtora um bom retorno financeiro.

    SUA TORCIDA GARANTE CASA 90% OCUPADA EM TODOS , REPITO, TODOS OS JOGOS.

    Tirando a exceção, vamos aos demais, e mesmo em SPaulo, temos o Pacaembu acéfalo e a Arena dos gambás, que apesar de todas as benesses, quase quebrou o time, que vem passando sufoco para sobreviver, como nós, e ainda contando com o apoio da Globo.

    Indo para o sul temos as arenas do Grêmio e Inter, que vem causando transtornos financeiros, apesar de todo o apoio da mídia e dos órgãos governamentais e firmas da região.

    Subindo um pouco, arena do patético, que recebeu grana de governos via copa do mundo e outros, sendo um clube de dono, que manda e desmanda(Petraglia), e cheio de dividas também.

    Em Minas, vejam as confusões de Horto e Mineirão, com grana de governo via copa.

    Parando por aqui, mas tem mais, volto a nós e nosso desejo.

    Temos amanha uma sul-americana, o time vem bem, vamos de Maracanã e vai dar os 15 mil de sempre(Prejuízo, pagaremos para jogar), e querem falar em campo para 40/50 mil?

    Vejo falar em cativa, em parcelas, bem longas, e vamos que se consiga vender 5.000.

    Em qualquer estádio, são 5.000 ingressos a menos, então num de 20.000, só teremos 15.000 para vender, pois o resto não gerara´receita.

    SERÁ QUE RESOLVE?

    Não tenho opinião formada, a não ser que devemos fazer, MAS QUANDO PUDERMOS.

    SERÁ QUE VALE A PENA SE ENDIVIDAR MAIS E DEPOIS NÃO TER TIME PARA JOGAR NO SEU ESTÁDIO?

    Em relação ao caso atual(demissão PA), entendo que a hierarquia é fundamental em qualquer organização que se preze, e temos que convir, que os termos e a forma usados, não condizem com nosso clube, nem com respeito aos poderes constituídos.

    Entendo que os “bombeiros de plantão” devem buscar entendimento, VISANDO TODOS À INSTITUIÇÃO FLUMINENSE.

    CABEÇA FRIA AMIGOS.

    AMANHÃ TEM JOGO, FUTEBOL É NOSSA PAIXÃO.

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS.

  16. Alexandre Said Delvaux
    28 de junho de 2017 at 19:06 (1 ano ago)

    Eu acho que seria possível uma solução menos radical pelo próprio FLUMINENSE, mas a vida continua. Nunca vamos saber a verdadeira história, além disto é razoável esperar uma reaproximação entre as partes.

  17. Marcelo Teixeira
    28 de junho de 2017 at 19:13 (1 ano ago)

    Vou no jogo. Mas bateu muito desanimo tb! São essas e outras q afastam cada vez mais o torcedor.

    St

  18. Marcelo Teixeira
    28 de junho de 2017 at 19:19 (1 ano ago)

    Lá na frente, esses mesmos estarão contra o abad e apoiando uma eleição do PA!

    Eu so espero que esse estadio saia do papel urgente! Mas sinto que em novembro de 2019 vão anunciar que ja tem o terreno e que tem um patrocinio master engatilhado. Td muito bem encaminhado…

  19. Marcelo Teixeira
    28 de junho de 2017 at 19:27 (1 ano ago)

    Ouvi ,durante as eleições, muito se falar em reaproximação com o torcedor. Que ele era o bem maior do clube. E mais uma vez o torcedor é pisado. Sem piedade.

  20. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 19:31 (1 ano ago)

    Quem comandará as obras do CT agora??? E o projeto, vai ser o mesmo ou vão mudar??? Espero que não deixem de fazer o terceiro campo colocando naquele espaço uma merda qualquer.
    CT só com 2 campos seria o cúmulo da mediocridade.

  21. Fernando Reis
    28 de junho de 2017 at 19:35 (1 ano ago)

    Flávio
    Amanhã tem jogo e tem mais um baita prejuízo.
    Um presidente deve dar um norte e delegar tarefas aos que podem cumpri-las.
    A proposta de PA era de um estádio menor, custeado com recursos externos e com lucro dos jogos para o Flu.
    ‘Hierarquia’ presidencialista demanda um cabeça que conhece a quem delega funções. Que conhece as probabilidades de efetivação do que é delegado. Gente grande deve saber lidar com gente grande. Deve se cercar dos melhores e que podem efetivamente tocar o crescimento do Flu.
    PA está no Clube há sete anos. Descobriram agora a personalidade dele, depois do apoio e dos abraços eleitorais.
    Se não tem estofo para lidar com uma situação dessa, não terá para lidar com situações realmente complicadas. Se não consegue decidir nem o tamanho do estádio que quer, não tem condições de levantá-lo.

  22. Nildo Arantes
    28 de junho de 2017 at 19:44 (1 ano ago)

    Só quando a galinha criar dentes.

  23. Wladimir
    28 de junho de 2017 at 19:49 (1 ano ago)

    Eu lhes pergunto uma coisa: Quem vazou a informação primeiro ? Não foi o Pedro Antonio, este foi procurado após o vazamento pela NETFLU. Então lhes pergunto, esta pessoa foi demitida ? Não que eu saiba.

    Isso foi portanto alguma armadilha pro PA se queimar ? Esta estória está toda mal contada.

    Todas estas “variáveis complexas” mencionadas acima não existem no projeto ? Ótimo. Bastaria o Abad vir a público e dizer que estavam faltando todas estas variáveis e que a decisão seria tomada quando tivessem todas estas variáveis a mão. Chamava o PA dizia pra ele o porque de não ter tomado a decisão pois faltava X, Y e Z. Reiterava a necessidade de não dar mais entrevistas sobre este tema até ter uma decisão final e ponto. Acabou o problema. Bola pra frente, assunto encerrado. Da forma que foi feito ficou muito ruim pro Abad. Passa a impressão que estão dando um cala boca no cara e que não vão fazer nada. Discursos a torcida já ouviu muitos. Ação mesmo foram poucos que ousaram fazer. PA foi um destes.

    Pra que criar esta crise? E por outro lado que falta de visão. Não visualizavam o que geraria de problema. Em vez de solucionar, piora ? Quando tá pegando fogo, alguém joga gasolina pra resolver ?

    Amigos, tenham humildade de rever os seus erros, quaisquer que sejam, no plano profissional ou até pessoal e se tornarão pessoas melhores.

  24. Nildo Arantes
    28 de junho de 2017 at 19:52 (1 ano ago)

    Fica com teu Abad e por consequência diminua o FLUMINENSE.

  25. José Alberto Bernardes
    28 de junho de 2017 at 19:59 (1 ano ago)

    Um dos maiores tricolores de todos os tempos,no que diz respeito ao dinamismo e visão de futuro,não poderia ter sido exonerado dessa forma!Faltou habilidade!Um amigo abaixo cita que Abel da seus pitacos e seria justo demiti-lo?Gosto muito do trabalho do presidente Abad mas,no caso,maus conselheiros devem ter exigido ,a bem da hierarquia,a demissão desse grande tricolor…Lamentável!Delírio total na mídia framenguista!Será que ninguém aí no Fluminense leu a Arte da Guerra?Se Pedro Antônio botou a boca no trombone,é porque percebeu que o MEDO estava determinando a questão….Com MEDO amigos,nada de grandioso se constrói….Alguém já concebeu Winston Churchill morrendo de medo de Hitler?E se o medo predominasse,alguma vez o homem teria ido a Lua?Se deixasse por conta de uns medrosos,o CT ainda seria um simples terreno cheio de Mato doado pela prefeitura do Rio…Graças à coragem do sr Pedro Antônio temos um CT moderno….Ou eu tô falando alguma besteira!!!????

  26. Claudio
    28 de junho de 2017 at 20:00 (1 ano ago)

    correção:
    isso nós ouvimos da gestão horcades, que disse lá atrás que o Flu teria um CT novo. “acordaremos fora de Laranjeiras”..algo assim.

    enquanto isso, entregaram em 2011 um clube com Xerém destruída e sem CT.

    a gestão Peter passou um tempo estudando sim, verdade, negociando terreno com a prefeitura, mas no fim entregou o clube com Xerém excelente e um CT executado, com ótimo projeto.

    infelizmente, muita gente tem memória curta…e se esquece que foram muitas gestões que prometeram CT mas quem fez foi a gestão Peter.

    assim como no caso do estádio, Fluminense passou 50, 60 anos sentado em cima do Maracanã, mas parece agora que a culpa por não ter um estádio é do cara que acabou de entrar em 2017, e não dos 50 anos anteriores.

  27. MARCO ANTONIO DA SILVA
    28 de junho de 2017 at 20:03 (1 ano ago)

    essa briga toda por estadio,segunda parcial pra amanha 8500,pra que estadio se a torcida nao comparece,nao se associa?

  28. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 20:08 (1 ano ago)

    Por isso que digo pra tomar cuidado com os falsos amigos, com os escorpiões.
    Eles minam a gestão e depois largam ela na estrada dizendo que nada têm a ver com o que de ruim está acontecendo.
    A melhor forma de fazer isso é tirando do clube aqueles que podem melhorá-lo e depois chegar lá como possível candidato, PA era um desses. Corajoso e empreendedor ele clocaria esse estádio de pé, assim como começou o CT, mas os medíocres, os falsos aliados, os ex oposição, trataram de chorar e tirar o cara do caminho, mas lá na frente essa conta chega, prevejo as ferroadas dos escorpiões e as jogadas pra galera.
    Olha aí a Flusócio nas redes sociais levando a culpa sozinha do que fizeram com o PA, não é teoria da conspiração, abram a mente e verão que faz sentido.
    Ah, manda os MRs e esperanças da vida mostrarem o que têm de projeto, Pedro Antônio mostrou o seu, mostrou que era viável e quase sem custos para o clube.
    Quero ver eles mostrarem que têm algo.

  29. Rossi40
    28 de junho de 2017 at 20:11 (1 ano ago)

    O Pedro que todos querem é o que saiu e não o que ficou!

  30. Rodrigo Baroni
    28 de junho de 2017 at 20:12 (1 ano ago)

    Exatamente!!!!

    Quem vazou o projeto ao NETFLU?????????

  31. Vagner Marcolino
    28 de junho de 2017 at 20:23 (1 ano ago)

    Como eu disse anteriormente, é preciso preservar uma hierarquia e pelo visto o PA à excedeu. Obviamente seria melhor uma solução mais conciliadora, uma repreensão ao PA ou qualquer coisa do tipo. Mas muito de nós não vivemos o dia dia do clube. Eu pelo menos não vivo. Logo, é difícil saber se era possível contornar a situação. É ruim para nós. Perder alguém com o PA é uma grande perda. Não sei se irreparável. Mas não é por isso que devemos perder a fé na atual administração, pelo menos na minha visão.
    Independentemente de quem é a culpa é inegável que a situação financeira do clube é drástica. E mesmo assim temos um time que dá alegria de torcer. Diferentemente do ano passado que rolou dinheiro até do bueiro. Temos um projeto delineado no futebol com jogadores da base, jogadores com qualidades por sinal. Lembro-me que neste mesmo canal muitos questionavam a capacidade dos jogadores formados em Xerém. Por que eles não eram aproveitados? E etc. Eis aí a resposta. Se formos menos passionais veremos que não estamos tão ruim como muitos pregam.
    Acredito que estamos no caminho. O fla a três anos atrás ao estabelecer essa mesma política de austeridade e governança sofreu e muito, mas agora colhe os frutos do que plantaram.
    Então, tenhamos um pouco de fé.

  32. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 20:27 (1 ano ago)

    Falta motivação.
    Comece uma campanha pra se fazer um estádio e vc verá explodir o número de sócios.
    Só a contratação do R. Gaúcho nos deu mais de 40 mil, essas coisas atraem o torcedor.
    Estádio representa grandeza, com ela a galera vem, sem contar que uma casa própria fideliza-se o torcedor.
    Enquanto o torcedor se sentir desprestigiado, ele não irá.

  33. Marcelo Marujo
    28 de junho de 2017 at 20:28 (1 ano ago)

    Antiga e atual diretoria quer nos afastar de vez , erram tempo inteiro.. e a Flusocio nada vai fazer…quando cair para segunda divisão .. tá bom ..,

  34. Sergio Binda
    28 de junho de 2017 at 20:28 (1 ano ago)

    Perfeito… o Giulite Coutinho fica de ótimo tamanho!!!

  35. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 20:31 (1 ano ago)

    Foram os escorpiões, pode ter certeza.
    Percebam, aos poucos eles vão minando a gestão, o pior é que tem gente que acha que eles são amigos.
    Essas pragas vão afundar o Flu.

  36. Wladimir
    28 de junho de 2017 at 20:57 (1 ano ago)

    Sobre o texto acima, traduzindo.

    A Gestão Abad tem compromisso com a austeridade financeira. (Ok, concordo.)

    Essa austeridade financeira levou a cortes no futebol. (Por isso, temos um time mediano e que se salva graças ao trabalho de base da gestão Peter.)

    Estão reorganizando a parte administrativa do Clube. (Que de fato sempre foi muito ruim!)

    Pensam em ter um estádio para o flu pois isto é estratégico. (Ok, tb acho!)

    Nesta administração não há espaço para personalismos. (Tudo bem, mas deveriam ter pensado nisto antes de pedir o apoio do PA. Pois sem a sua vontade e personalidade forte não teríamos o CT. Simples assim. Teríamos o terreno que foi muito bem negociado pelo Peter, mas só o terreno assim como Vasco e Botafogo tem um terreno. Aliás, com risco de devolução pois o acordo era a construção até a Olimpíada).

    Um estádio é diferente, exige debate pois as variáveis são muito mais complexas. (Esta parte do texto me incomoda, pois quando começa com esse negócio de debate e muitas opiniões a coisa não sai. Pra mim precisa ter as informações e alguém que decida, bata o martelo. Se ficar com esse negócio de e se… e se…. Não sai. Simples assim. Tem que decidir. Foi eleito pra isso. Não existe projeto perfeito. Em laranjeiras não vai sair. É tombado, tem trânsito, associação de moradores, etc. Esquece. Pode fazer outra coisa shopping, ginásio, etc. Mas estádio esquece. Quem propõe isso está querendo dar nó no processo. Se todos os ventos estão a favor de um projeto é ele mesmo. Tem que subir no bonde e ir em frente. Projeto barato e autofinanciável ? Quais às dúvidas ? Quais os empecilhos ?
    Me lembro que na gestão do Peter o negócio do terreno também vazou. Aliás vazava tudo. Mas foi em frente. Ninguém foi demitido por vazamento. Esta estória quanto mais se fala nela mais feio fica pro Abad.)

    Não é de se esperar que a Flusócio retirasse o apoio do Abad por um evento como esse. Seria surreal. Mas o fato de mencionar que continua apoiando já passa a impressão de que foi um erro da gestão. Se fosse uma notícia tipo Abad contrata o Neymar, não colocaria o texto, “reafirmamos nosso apoio…”

    Espero que vcs entendam que opino para ajudar. Fui eleitor do Peter e do Abad em todas as eleições, mas observo que os grandes erros ficam marcados muitas vezes até mais do que os grandes acertos. Cito por exemplo a saída mal explicada do Fred que sempre é lembrada nas conversas de torcedores.

    A coisa não está boa amigos, sem dinheiro, sem patrocínio, com todos os problemas existentes não afastem os bons. Mantenham os craques, demitam os perebas!

  37. MARCO ANTONIO DA SILVA
    28 de junho de 2017 at 20:59 (1 ano ago)

    eu vou por esse time que me representa,de sem vergonha nao tem nada,sem vergonha era o flunimed que tomou de 5 do am.natal

  38. vivianne
    28 de junho de 2017 at 21:09 (1 ano ago)

    Nao posso crer q a saida do PA tenha sido por causa de uma entrevista e o projeto de estádio.
    Esta claro q foi uma questão de vaidade e disputa política apenas isso, imagina o PA viabilizou o CT, agora viabilizaria um estádio, alguém tem duvida q seria o presidente do flu no futuro?
    E incrível, o atual presidente mal comecou o mandato e ja tem gente pensando em eleição futura, e o pior q nem culpar a oposição podem dessa vez.
    So sei de uma coisa o Abad deve ter uma carta na manga muito grande porque agora passa ter a obrigação alem de cumprir o q ja havia prometido, passa agora tb ter q entregar um estádio.
    So nao entendo uma coisa e gostaria q alguém possa me responder, dar uma entrevista falando de um projeto de um estadio e cobrar uma posição mais corajosa do clube nao pode, mais aprovar contas e defender um presidente q deixou mais de 80 milhões de déficit isso pode?
    Bem, creio q devem saber o q estão fazendo, minha parte vou continuar fazendo q e apoiar.
    Porque como ja falei aqui outras vezes a verdade sempre aparece, lembram das historia da estabilidade das finanças da gestao anterior?
    Vamos aguardar e esperar os resultados.

  39. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 21:13 (1 ano ago)

    Estou muito desmotivado, sinceramente não esperava isso.
    O pior é saber que nos próximos 3 anos, NÃO SAIRÁ ESTÁDIO, além de que o futuro do CT é incerto, nem sabemos se ele será finalizado e se for, não sabemos se será como planejado inicialmente.
    espero que o fio vire, em favor do Flu.

  40. Tadeu Malvão
    28 de junho de 2017 at 21:22 (1 ano ago)

    Parabéns por afastarem o maior trunfo dessa diretoria. A fogueira das vaidades no FFC cresce dia dia. Usar PA para exemplo foi um grande erro. De uma vez só, conseguiram a antipatia da torcida e provavelmente fecharam o ciclo da Flusocio no clube. Acho que uma falha de conduta poderia ser contornada internamente sem a necessidade da perda de um aliado do peso de PA. O sr. Presidente tem razão em dizer que o FFC é maior que qualquer pessoa, mas sabemos que existem pessoas menores que outras, para deixar claro não me refiro a estatura.

    Saber o que é correto e não o fazer é falta de coragem.
    Confúcio

  41. Claudio Souza
    28 de junho de 2017 at 21:23 (1 ano ago)

    Wladimir,

    Eu só gostaria de saber como nós, aqui de fora, apenas com os pontos de vista do PA, expostos em meios de comunicação que não primam pela precisão da informação, podemos afirmar que o projeto dele era viável e, mais ainda, o melhor para o Fluminense ?

    ST

  42. Vagner Marcolino
    28 de junho de 2017 at 21:33 (1 ano ago)

    Davi, qual motivação é necessária? Sempre há uma desculpa.
    Uma hora é o time, outro é o estádio, em outro é falta de jogador de referências e etc.
    Sempre tem uma desculpa.
    Há um plano de sócio. Ele não serve. Reclamam que não há mais o plano que garante 100% de desconto. O plano existia em menos de seis meses quantos aderiram?
    No Engenhão quase ninguém ia porque o estádio era longe ou difícil de chegar. Não sei de onde tiraram isso, mas …
    O Maracanã está aí. Diretoria bancando o estádio e cadê a torcida.
    Vamos voltar para Mesquita e haverá a mesma desculpas de sempre.
    A verdade é que o torcedor do Flu só gosta de ir ao estádio em decisão. Fora isso não vai.
    Essa conversa de que se houver estádio o torcedor irá é conversa. O torcedor do fla não tem estádio, sofre de quase os mesmos problemas e aonde o fla joga o torcedor está. Seja em Volta Redonda, Bangú, ilha, Engenhão e etc.
    O torcedor do Flu precisa fazer uma reflexão sobre o que significa torcer.

  43. Lucas Mansur
    28 de junho de 2017 at 21:34 (1 ano ago)

    Que fez o CT foi o Pedro Antonio, Cláudio.

    Se não fosse com o dinheiro dele, até hoje estaríamos nas Laranjeiras. Não tiro o mérito do Peter como presidente, mas sabemos quem foi O CARA do Centro de Treinamento.

    Não é questão de memória curta, tanto que a a reforma estrutural de Xerém ocorreu em 2011, no primeiro ano de gestão. Ou seja, quando quis fazer, fez. O CT só foi possível, repito, por conta do PA.

  44. Alexandre Said Delvaux
    28 de junho de 2017 at 21:36 (1 ano ago)

    Só falta agora um grupo iniciar uma greve de fome em holocausto à vítima dos inquisidores…Não sei como avaliar isso.

  45. Claudio Souza
    28 de junho de 2017 at 21:38 (1 ano ago)

    Respeito muito a opinião de muitos colegas aqui. Com vários deles, inclusive, debati, mas acho que a coisa tomou um rumo complicado.

    PA está colhendo os frutos de todos os passos metodicamente pensados que deu.

    Aproveitou-se do seu inegável legado e da consequente popularidade para manipular a opinião dos mais apaixonados e foi alçado à condição de santo.

    Com religião, não se brinca (nem se debate, porque crenças são imunes à razão; cegam).

    A gratidão virou salvo-conduto para qualquer ato, inclusive tomar a posse do clube para si, se deixarem. As pessoas não querem profissionalismo, querem mecenato, querem um messias, soluções fáceis para seus anseios.

    Como já escrevi, o tempo dirá quem tem razão. Apesar de condenar as atitudes do PA, talvez seu projeto seja mesmo o melhor e estejamos perdendo uma boa janela de oportunidades. Por outro lado, ninguém garante que a diretoria, futuramente, não possa realizar algo muito melhor, já que só tem 6 meses de administração.

    Fato é que não cairei na tentação fácil de tomar partido ou condenar qualquer lado sabendo das coisas apenas de maneira superficial.

    ST

  46. Jorge Eduardo
    28 de junho de 2017 at 21:40 (1 ano ago)

    Se o que está escrito no Globo for verdade, a Flusocio e o atual presidente estarão com os dias contados no comando do clube.

    Uma atitude política muiito infeliz, atingindo um Sr que já demonstrou todo o amor que tem pelo clube, sendo o principal responsável pela construção do CT, e uma figura muito querida pela nossa torcida.

    https://m.oglobo.globo.com/esportes/2017/06/28/2276-pedro-antonio-diz-que-flu-vetou-estadio-para-nao-se-indispor-com-fla

  47. Alexandre Said Delvaux
    28 de junho de 2017 at 21:45 (1 ano ago)

    O engraçado é que muitos que detonaram o CT, a forma como ele foi construído, a maneira de trabalhar do P. A. e agora estão comovidos e revoltados com a saída dele. São caras de pau.

  48. Gabriel Ferreira Sartório
    28 de junho de 2017 at 21:57 (1 ano ago)

    Teve prisão de vice-presidente de certo clube que deu muito menos ibope na mídia do que uma entrevista sobre estádio de futebol.

    É pra repensar o que o discurso midiático tem feito na formação de nossas opiniões, tanto da torcida quanto da diretoria.

    Obvio que as atuais crises políticas existem dentro do clube e que os canais de comunicação prestam um verdadeiro desserviço.

    Grande parte da torcida é movida por paixão e tende a acreditar nos meios de comunicação, isso não é exclusividade do futebol, acontece em diversos assuntos.

    Também é verdade que a diretoria tem cedido a pressão da mídia na mesma proporção. Demitir por conta de entrevista? Planejamento estratégico exposto? Difícil acreditar.

    ST

  49. Alexandre Said Delvaux
    28 de junho de 2017 at 22:10 (1 ano ago)

    Concordo. De qualquer modo, faltou habilidade.

  50. Alexandre Said Delvaux
    28 de junho de 2017 at 22:12 (1 ano ago)

    Você pode provar isto?

  51. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:15 (1 ano ago)

    É justamente no torcedor que a gestão está pensando. Na garantia de que haverá um Fluminense para o qual sempre torcer. Sem demagogia. Sem mecenas. Essa era a cartilha de outros candidatos.

  52. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:23 (1 ano ago)

    Você deve achar que os tais 100 milhões (que o Pedro Antônio diz no chute, pois não há qualquer cálculo já feito) vão sair do bolso dele? Engana-se. Sairá do Flu. Mais cedo ou mais tarde. Se você acha inteligente gastar essa grana num estádio de 22 mil, tudo bem, direito seu.

    “Pegar e fazer” de modo irresponsável, ainda bem que na atual gestão do Flu ninguém faz.

    No mais, podemos continuar debatendo amanhã no Maraca.

  53. Rodrigo Baroni
    28 de junho de 2017 at 22:24 (1 ano ago)

    Sabemos que o grupo flusocio é composto por muitos membros, parece que mais de 100 pessoas.

    Pois, em sendo verdade o relatado, tratem de eliminar as maçãs podres deste cesto, com urgência!!!!

    E nem falo do ABAD. Falo talvez de pessoas que nem saibamos os seus nomes próprios.

    E não nos esqueçamos de como agiu no poder um ex membro da flusocio, Mario Bittencourt. Só fez lambança!!!!!!!!! AFASTEM AS MAÇÃS PODRES !!!!!!!!

  54. Marcelo Tricolor
    28 de junho de 2017 at 22:25 (1 ano ago)

    Sinceramente…

    Essa explicação me fez relembrar o Rolando Lero, sensacional personagem da Escolinha do Professor Raimundo.

    E o pior de tudo é a tática Avestruz, lançada por Peter no fatídico caso da Lusa, e agora copiada.

    Por 3 anos li que Peter estava sanando as dívidas.

    Mais do mesmo.

  55. Flavio Chammas
    28 de junho de 2017 at 22:27 (1 ano ago)

    Senhores

    Vou me repetir, já postei antes.

    Os que não gostam de me ler, barra de rolagem, me ofender não resolve.

    Posto pouco, mas com base em fatos e criterios, não por achismo ou apoiar alguém.

    EU APOIO O FLUMINENSE

    Dão como certo o “estádio/arena”, falam até que sem custos para o clube.

    Vivem em outro mundo?

    Almoço grátis onde tem?

    Caiam na real, existe um sonho do PAntonio, e que depende de muitas alternativas, de muito dinheiro, enfim n situações.

    E falam aqui como se fosse estalar os dedos e tudo pronto?

    Menos, gente menos, enxerguem nossa situação real

    Não colocamos 20.000 em qualquer jogo bom e querem estádio para 40/50 mil?

    Sabem os custos de manutenção de um desses?

    Para jogar dois a tres jogos com atrativo por mes?

    Caiam na real, Edson Passos ta de bom tamanho para o que somos no momento.

    Vamos refazer tudo, pagar contas, e aí sim se fala em estadio próprio.

    Uma crise babaca desta era tudo que não precisávamos, e a mídia flapress mais nossa oposição vão se fartar.

  56. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:29 (1 ano ago)

    Eu prezo muito pelo meu dinheirinho.

    Eu, comprar cadeira cativa num estádio de 20 mil pra precisar comprar ingresso numa final de Libertadores? Nunquinha.

    Um empresário investir naming rights num estádio que terá Flu X Macaé e na hora de um Flu X Boca ser no Maraca? É ruim, hein?

    Bom, quem quiser comprar a ideia do Pedro Antônio, que compre.

  57. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:33 (1 ano ago)

    Olha que o Pedro Antônio poderá precisar do apoio da Flusócio…

  58. Marcelo Tricolor
    28 de junho de 2017 at 22:33 (1 ano ago)

    Mediocridade nunca foi sinônimo de Fluminense.

  59. Marcelo Tricolor
    28 de junho de 2017 at 22:33 (1 ano ago)

    Melhor voltar para o futebol.

    Mascarenhas, como vc jogou muito bem, fez gol, arrancou elogios, volte para o sub 20, para o jogo importantíssimo com a Ponte.

    “Quando acabar o maluco sou eu”
    (Raul Seixas)

  60. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:36 (1 ano ago)

    Faça as contas. 22 mil, número de partida. Tira 10% para os visitantes. Outros 10% de gratuidades. Outro tanto que não pode ser vendido por segurança. O que sobra o Flu pode comercializar. Isso em jogos que não forem finais de torneios importantes.

    Quem está diminuindo o Fluminense mesmo?

  61. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:38 (1 ano ago)

    Ele não queria ser vice-presidente, decerto…

  62. Rodrigo Costa
    28 de junho de 2017 at 22:41 (1 ano ago)

    Se for verdade essa notícia de que desistiram de construir um estádio no parque olímpico para não se indispor com o flamengo, na boa, essa será a pá de cal de vocês. Não ganharão nenhuma eleição pelos próximos 100 anos.

  63. Valmir Carvalho da Silva
    28 de junho de 2017 at 22:41 (1 ano ago)

    Exonerar o Pedro Antônio foi uma burrada enorme apesar de alguns poucos, nesse espaço, ainda se esforçar a defender o que não tem defesa. Se for verdade que o Pedro Antônio disse na entrevista agora à pouco, que a direção deu pra trás porque não quer se indispor com os mulambos, aí é o fim do mundo.

  64. José Carlos F. da Costa
    28 de junho de 2017 at 22:42 (1 ano ago)

    Li até um ponto e cansei. Triste ver a quantidade de gente que não quer o Flu andando pelas próprias pernas, mas escorado em falsos mecenas e demagogos de verdade.

  65. Davi Carvalho
    28 de junho de 2017 at 22:44 (1 ano ago)

    A motivação , creio eu, é investir na história do clube, naquilo que ele tem. Percebeu como os crowdfounding das festas dão certo???
    Tem que chamar a torcida, criar uma forma de ter um grande jogador, o galo arrumou um super mercado e contratou Fred.
    Cara , a construção do CT motivava o torcedor, no Instagram víamos isso direto, a construção de um estádio sempre chama atenção.
    Sobre ser sócio, te digo que virei após a derrota para o Liverpool. Vi que o clube precisava e fui lá me associar.
    Não ter casa própria, sem patrocínio, sem contratações, sem o plano de sócio que todos querem…..
    Vc acha que assim vão ter 50 mil no Maracanã amanhã???
    Precisamos de ações que satisfaçam a torcida, só exaltar Xerém já é algo esgotado.
    Vc cita EP, fui lá ano passado e me amarrei, pretendo voltar esse ano, estádio raiz, sobre o framerda eu te digo, até uns 3 anos atrás eles jogavam até pra público de 2 ou 3 mil mulambos, bandeira foi lá e investiu, fomentou os desdentados e hoje tá aí muito bem.
    Os tricolores vão voltar quando tiver ações que o chamem mais, só falar de Xerém já está defasado.

  66. Sergio Binda
    28 de junho de 2017 at 22:46 (1 ano ago)

    Amanhã tem jogo importantíssimo!!! Quantos vamos colocar no estádio? Precisamos fazer o resultado aqui!!!

    Estádio de futebol? Por enquanto o Giulite está de bom tamanho.

    ST

  67. Marcelo Marujo
    28 de junho de 2017 at 22:47 (1 ano ago)

    Querem apequenar o flu… muito bla bla e pouca ação e ainda vem cometendo muitos erros no futebol há vários anos…não são do ramo.. chamem quem conhece.. antes da desgraça dos anos 90 voltarem .. tenho 50 anos e sofri demais consegui transformar meus três filhos em tricolor.. íamos a todos jogos.. mas desse jeito fica difícil.,,, …sem ídolos.. sem estádio.. sem patrocínio.. e i cara que pie dinheiro e faz Ct vices manam embora..é muita incompetência..,não sou de nenhum
    Grupo político.. Sou tricolor de coração.,,e as falsas promessas de campanha…como ficam…

  68. F. Malamace
    28 de junho de 2017 at 22:48 (1 ano ago)

    Qualquer clube do mundo aceita “mecenas” e lucra financeiramente e/ou esportivamente com isso. Só no Fluminense que mecenas não serve!

    Vai entender …

  69. Marcelo Marujo
    28 de junho de 2017 at 22:48 (1 ano ago)

    Desculpem erros de digitação, mAs muito irritado..ST

  70. Fabio DB
    28 de junho de 2017 at 23:02 (1 ano ago)

    “São precisos dois anos para aprender a falar e sessenta para aprender a calar” …. Hemingway.

    “Cala-te ou então diz coisas que valham mais que o silêncio” …. Pitágoras

    “Quanto menos os homens pensam, mais eles falam”…. Montesquieu.

    Atendendo aos mestres acima, o melhor é me calar.

    ST

  71. Cesar Moreira
    28 de junho de 2017 at 23:05 (1 ano ago)

    Vc falou em afastar o torcedor? Há quatro anos eu toco nesse ponto.
    O Peter fez de tudo pra anestesiar a torcida. Não defendia a instituição, tocou o Fred das Laranjeiras, contratou um monte de perebas jogando dinheiro no lixo, achava goleadas contra times pequenos normais, …
    Quando acabou seu mandato me senti aliviado.
    Mas até agora … Clube sem patrocínio, sem ídolos, sem ganhar nada, imagem desgastada, esperança numa parceria com um time que não conseguiu sair da Série B da Eslováquia!!

    E se não encaixa meio time vindo da base…

  72. Cesar Moreira
    28 de junho de 2017 at 23:08 (1 ano ago)

    O CT tb parecia sonho de um lunático, mas o PA arregaçou as mangas e colocou o sonho em prática.
    Edson Passos tá de bom tamanho?
    E o que o Peter iniciou está sendo levado à risca: Cada dia apequenam mais o Fluminense…

  73. Sandro Pereira
    28 de junho de 2017 at 23:10 (1 ano ago)

    Prezados, PAntonio será candidato no próximo pleito e com certeza oposição. Enquanto isso, vejamos quais são as ideias do Abad para estádio….mas algo palpável e não fictício para ganhar votos (Abad e MB fieram isso). Muitos desdobramentos ocorrerão na política tricolor a partir de hj. Essa demonização do PAntonio não me pareceu inteligente, seja por parte da situação ou da oposição. ST.

  74. Cesar Moreira
    28 de junho de 2017 at 23:10 (1 ano ago)

    Começar? Estão apequenando há quatro anos!!

  75. Rodrigo Costa
    28 de junho de 2017 at 23:37 (1 ano ago)

    Capacidade suficiente para aumentar o sócio torcedor, aumentar a captação de renda através do nome do estádio e da bilheteria, melhorar os resultados em campo que, consequentemente, atrairia patrocínio e mais adesões ao sócio futebol…entre outros. Com certeza um estádio de 18 mil não resolveria todos os nossos problemas, mas boa parte dele, sim!

  76. vivianne
    28 de junho de 2017 at 23:40 (1 ano ago)

    Engraçado, estou ficando maluca, lendo coisas q nao existem, ou estou vendo pessoas q a menos de 1 ano usavam o fato do PA estar ao lado da atual gestão na época candidato Abad como trunfo e certeza de credibilidade agora vir aqui atacar o cara?
    Espero sinceramente q o presidente venha a público dizer claramente q o projeto do estádio nao é viável por qualquer motivo, menos por nao querer se indispor com os mulambos.
    Isso tem q ser mentira, porque se por um acaso for verdade, nem horcades seria capaz de tamanha façanha!!!
    Aguardando resposta e desmentido do presidente.
    OBS: nao sei quais foram os estrategistas políticos do presidente para conduzir tao mal essa situação, só sei q deram para a oposição aquilo q ela nao tinha um candidato.
    Abad, vc e grande parte da flusocio são bem intencionados mais vou te falar o q acho do atual momento interno do Flu com uma história:
    O entao presidente Getulio em visita a uma cidade do interior chegou perto de um desses cablocos humildes e disse
    – O senhor nao veio me cumprimentar, nao gosta de mim?
    Respondeu o cabloco com muita sabedoria
    – Presidente, do Sinhô eu gosto, mais o q adianta o caçador ser bom se a cachorrada nao presta.
    Pensa nisso flusocio e Abad!!!

  77. Claudio Souza
    28 de junho de 2017 at 23:46 (1 ano ago)

    Desculpe-me pela pergunta, mas a santificação é ?

    ST

  78. Marcelo Teixeira
    29 de junho de 2017 at 0:15 (1 ano ago)

    Dificil explicar essas coisas. Pior é ler alguns dizendo que o giulite coutinho esta de bom tamanho. Me assusta. Parecem não saber o tamanho do Fluminense.

    St

  79. Jorge Eduardo
    29 de junho de 2017 at 0:17 (1 ano ago)

    Perfeito.

  80. andre fahr
    29 de junho de 2017 at 0:18 (1 ano ago)

    O projeto do estádio que o PA queria construir teria 20.000 de capacidade. Quem falou em estádio para 40.000 foi o Abad.
    Acho que você se confundiu um pouco…

  81. Marcelo Teixeira
    29 de junho de 2017 at 0:19 (1 ano ago)

    O terceiro campo não será personificado. Talvez seja triangular ou redondo…kkkk

  82. Marcelo Teixeira
    29 de junho de 2017 at 0:22 (1 ano ago)

    Essa gestão mostrou que não se importa com o que a torcida pensa.

    Ate novembro de 2019 teremos um estadio pra 40.000 pessoas sem ajuda da torcida. Mais uma promessa. Vamos aguardar e cobrar.

    St

  83. Rogério Barbieri
    29 de junho de 2017 at 0:23 (1 ano ago)

    Por quantos anos veremos o Ninho do Urubu na Ilha?

    O quê faz o Flamengo na Ilha?

    Uma única coisa….. esvaziar o Maracanã.

    Se o Fluminense passar a não mais jogar no Maracanã, o quê acontecerá com um dos mais famosos estádios do mundo?

    Se o Fluminense decidir pular fora do Maracanã para passar a usar o Estádio do América como o Flamengo usa o Ninho do Urubu, o Maracanã ficará insustentável e inviável.

    Advinha qual será super herói brasileiro, que a preço de banana, voltará para dar vida ao Maracanã?

    Nada acontece por acaso.

    O Fluminense deveria aproveitar esse momento, pelo qual o Flamengo decidiu ir para o Ninho do Urubu, para assumir o Maracanã em novas condições comerciais, tendo em vista a péssima revisão de contrato promovida, que antes nos privava de prejuízos.

  84. Marcus vinicius Pires
    29 de junho de 2017 at 0:23 (1 ano ago)

    Lucas. O dinheiro do CT, a grande maioria, veio do próprio Fluminense, com a venda de jogadores.

  85. andre fahr
    29 de junho de 2017 at 0:24 (1 ano ago)

    Qual a sua sugestão sr. Delvaux?
    Poderia nos indicar um caminho?

  86. Jorge Eduardo
    29 de junho de 2017 at 0:30 (1 ano ago)

    Desde 2013 é assim, poucos acertos e muitos erros… nesse período a melhor empreitada foi o CT, que não seria possível sem o PA… e agora rifam o cara por dar uma entrevista falando sobre a possibilidade de iniciarmos a construção do nosso estádio, que é fundamental para a sobrevivência do nosso clube, sem gastos absurdos, numa área muito boa.

    Também preferia um estádio para 40 mil, mas 22 mil já seria excelente e poderíamos jogar várias partidas lá e ainda arrecadar dinheiro com shows de música, naming rights, publicidade, etc.

  87. Mauro Carvalho - SP
    29 de junho de 2017 at 0:42 (1 ano ago)

    clap, clap, clap

  88. Mauro Carvalho - SP
    29 de junho de 2017 at 0:43 (1 ano ago)

    Que cagada fizeram.
    O cara tem peito para fazer – e mostrou isso no CT.
    Sair da pasmaceira, do lero-lero e agir para agigantar nosso clube.
    Triste.

  89. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 0:55 (1 ano ago)

    Bom, sem querer tomar partido de A ou B, é nítido que a repercussão do afastamento do Pedro Antonio foi a pior possível.

    Sem querer entrar no mérito de personalismo, até porque, onde me é possível enxergar, nunca houve um comportamento personalista da parte dele, Pedro Antonio representava um sopro de ousadia, criatividade e capacidade de concretização de ideias na direção do clube.

    Não estou dizendo que não haja competência ou capacidade de realização na atual direção, mas há de se convir que o discurso e a prática até o momento são de conformismo com a crise, com a falta de dinheiro, com a torcida que não comparece etc…

    Talvez por isso a saída do Pedro Antonio tenha repercutido tanto. A direção do Fluminense vai ter que cortar um dobrado para provar o contrário ao torcedor.

    A começar pela inversão de sentido dessa frase do post: “Mas a evidente necessidade de adequação da folha de pagamentos à realidade de receitas exige firmeza”.

    Que tal trocar para: “É evidente a necessidade de geração de receitas para atender a uma folha de pagamentos que esteja de acordo com a grandeza do clube”.

    Cabe à direção, que tanto se preparou para este momento, gerar as receitas necessárias para manter o Fluminense gigante.

    Que as pessoas boas e com capacidade de trabalho apareçam e digam por que o projeto do Pedro Antonio não era bom e apresentem, então, o que acham ser bom para o Fluminense.

    O que era ruim? O local? Não me parece. O aproveitamento de estruturas do Parque Olímpico? Também não me parece. A capacidade do estádio? Pode ser, mas esta é uma questão passível de debates e mudanças. A proposta do estádio – se estádio raiz ou estádio gourmet? Isso, de fato, é um dado importante, mas que pode ser discutido e modificado.

    A questão é, se a proposta dele não era boa, qual é a proposta do Fluminense? Isso precisa ser dito com toda a transparência possível. Imagino que o torcedor esteja pensando da seguinte forma: se mandaram embora o cara que estava fazendo, que apresentem então uma outra proposta.

    Igual a questão do patrocínio master. É preciso clareza. Qual foi a proposta da Caixa? O clube considerou baixa? E quais foram as condições impostas pela Caixa que o clube não aceitou? Alguém aqui no blog sabe responder essas questões com objetividade?

    O mercado não está bom? Se não está bom, como manter o valor da nossa camisa nesse cenário? Talvez não fosse melhor se adequar ao cenário atual, captar a receita possível neste momento, e, com a recuperação da economia, rever o valor da camisa e dos contratos?

    Meus amigos da Flusócio, vocês geraram muitas expectativas em parte da torcida e dos sócios que os conduziram à presidência do Fluminense. As pessoas querem ver mais do que “adequação à realidade”, querem ver a transformação da realidade.

    O sentimento com o afastamento do Pedro Antonio é de que ficamos mais fracos, mais para adequação do que para transformação.

    Amanhã tem jogo, estarei no Maracanã com minha esposa. Ingressos já carregados na carteirinha, vou pra torcer, vou pra gritar, eu sou do clube tantas vezes campeão. Vamos Fluzão! Vamos ganhar!

  90. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 1:03 (1 ano ago)

    Pra mim mecenas serve se quiser entregar o dinheiro dele pro clube gerir e administrar. Aí beleza. Banca o artista, mas deixa ele pintar o que quiser.

    Agora, bancar e dizer o que o artista tem que pintar, aí não dá. Quer escolher o tamanho da tela, as tintas, as cores e o que o artista pinta? Isso era o que o Celso Barros fazia com o Fluminense. E isso eu sou absolutamente contrário, para o meu clube isso não serve. Ninguém está acima do Fluminense.

    Penso, no entanto, que o caso Pedro Antonio é bem diferente do caso patológico do Celso Barros. Não acho que o PA seja personalista ou mecenas. Talvez tenha um viés meio “trator”, típico dos grandes realizadores, mas longe de ser mecenas ou personalista, na minha modesta visão.

  91. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 1:06 (1 ano ago)

    Sergio, boa pergunta, quantos vamos colocar no estádio? Como a diretoria do clube trabalhou esse jogo? Valor dos ingressos, divulgação e chamamento da torcida, promoções, bom ambiente no clube etc…

  92. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 1:55 (1 ano ago)

    Alexandre, pega muito mal ter na VP de Finanças o filho do Julio Bueno, que foi secretário de fazenda do ex-governador e atual presidiário, Sergio Cabral, atualmente assessor especial do governador Pezão, que foi vice do presidiário, também acusado de corrupção e com o mandato cassado pelo TRE, governando sob recurso.

    Além do que, a quadrilha do Sergio Cabral faliu o Estado do Rio de Janeiro, em uma combinação de corrupção e gestão temerária. Só nos resta esperar que o filho não tenha absolutamente nada a ver com o pai.

  93. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 2:04 (1 ano ago)

    Claudio, que a diretoria do Fluminense apresente então um projeto viável e que seja o melhor para o Fluminense.

  94. Tricolor Verdadeiro
    29 de junho de 2017 at 2:42 (1 ano ago)

    “Quem cala, consente” … Um brasileiro qualquer.

    Reconhecer e admitir os erros, além de pedir desculpas, é muito mais indigno, né? É preferível e mais cômodo se esconder do que dar o braço a torcer.

  95. Armando Castanheira
    29 de junho de 2017 at 4:56 (1 ano ago)

    Isso é que é lucidez, o resto é paisagem. Parabéns.

  96. Danilo Jeolas
    29 de junho de 2017 at 6:07 (1 ano ago)

    Mas a proposta de menor custo era a do Pedro Antônio.

    Na ânsia de defender mais uma vez o grupo, você se confundiu.

  97. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    29 de junho de 2017 at 6:30 (1 ano ago)

    Cronologia da crise no link abaixo!!

    Ânimos exaltados, maioria da torcida inconformada, eleição somente em 2019, mas segue o jogo, é a vida.

    Muito trabalho de reconstrução, orçamento com deficit real de R$ 120 milhões !!

    Somente para esclarecer quem tem razão, só o tempo !!

    Hora do silêncio e hoje tem jogo.

    Ave FFC !!

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/mais-do-que-um-estadio-ultimato-a-abad-e-desgaste-interno-derrubam-pedro-antonio.ghtml

  98. Leonardo Vieira
    29 de junho de 2017 at 6:43 (1 ano ago)

    Quem vazou os patrocínios? Manda embora! Pedro Antônio – Torcida Tricolor está com você.

  99. Sandro Pereira
    29 de junho de 2017 at 6:47 (1 ano ago)

    Prezado Cláudio, a santificação e idolatria tb não são inteligentes. Mas como sócio e torcedor, penso que estrategicamente não foi a melhor saída. É apenas uma opinião superficial, visto que não participo da política (nauseante) do clube. ST

  100. Anderson Montenegro
    29 de junho de 2017 at 7:56 (1 ano ago)

    Um servidor publico, outro empreendedor. Nao existe melhor ou pior mas sim cabecas diferentes!! Quem é servidor publico ou empreendedor vai entender as entrelinhas. Cada um no seu quadrado!!

  101. leandro coimbra
    29 de junho de 2017 at 8:26 (1 ano ago)

    Pela alegria das demais torcidas e da imprensa pela saída do Pedro Antonio e pela enorme repercussão negativa dentro da nossa torcida o que vemos é mais um tiro no pé. Chega de vaidades e distribuição de cargos dentro do Flu.

  102. Alexandre Said Delvaux
    29 de junho de 2017 at 8:34 (1 ano ago)

    Luiz, com o respeito que você merece, por que se referir ao crf como “o maior rival”?

  103. Fernando Ventura Jr.
    29 de junho de 2017 at 9:24 (1 ano ago)

    Não acredito que a Flusócio se colocou contra o estádio por medo do Flamengo. Deve haver algum mal entendido nessa história toda.

  104. Fabio DB
    29 de junho de 2017 at 9:26 (1 ano ago)

    “Cala-te ou então diz coisas que valham mais que o silêncio” …. Pitágoras

  105. Fernando Ventura Jr.
    29 de junho de 2017 at 9:30 (1 ano ago)

    Concordo com você, Viviane. Que haja alguma razão decente que não o receio de magoar o co-irmão. Por duas vezes, vi o sr. Marcelo Penha e quase cobro dele o que faz na federação, pois é como se não tivéssemos representante lá.

  106. Fernando Ventura Jr.
    29 de junho de 2017 at 9:32 (1 ano ago)

    Exatamente. Os dirigentes tem que ser menos vaidosos e fazer o seu trabalho sem alarde. Mais tarde, quando tudo der certo, pode aparecer nos flashes dos jornalistas para massagear o ego.

  107. Alexandre Said Delvaux
    29 de junho de 2017 at 9:52 (1 ano ago)

    Cão danado, todos a ele… críticas no netflu ao fato de o CT ainda utilizar, “depois de nove meses”, gerador etc…
    O lixo do urubu funcionou com banheiro químico e containers durante anos e …já o uso de gerador no CTPA é motivo de crítica. Pois é, os jornalistas sabem para quem escrevem. São babacas, oportunistas, aproveitadores etc. Espero que a Torcida do FLUMINENSE separe bem as coisas e não se transforme em matéria-prima para esses caras.

  108. Sylvio Montenegro
    29 de junho de 2017 at 11:25 (1 ano ago)

    Discordo Anderson. Essa dicotomia é falsa. Fruto de uma ideologia que visa enaltecer o privado e desmerecer o público. A família Odebrecht é empreendedora, os donos das demais grandes empreiteiras são empreendedores, os proprietários da JBS também são empreendedores.

    Empreendedores, corruptos, que crescem e vivem de benesses do setor público. A gestão do Maracanã é privada e não deixa de ser uma bosta. Existem pessoas com visão e empreendedoras nos dois setores, público e privado.

    Continuo achando que seria melhor contar com o Pedro Antonio, pelo perfil realizador que ainda não vejo na gestão. Mas se ele não quer que auditem os custos do CT, ou se não aceita discutir o projeto do estádio, se resolve fazer pose de prima-dona e menino mimado, como Celso Barros fazia, aí é outra história.

    De toda forma, a direção do clube agora carrega o peso de apontar alternativa melhor. Tanto no caso do estádio, quanto no caso do patrocínio master.

  109. Flavio Chammas
    29 de junho de 2017 at 11:55 (1 ano ago)

    Senhores

    Repito comentario do explosão:

    “Pedro Antonio poupa Abad, mas detona a Flusócio
    JUN 28, 2017por LEANDRO ALVESem NOTÍCIAS pedro-abad-peter-siemsen-pedro-antoni
    Desligado do cargo de Vice-Presidente de Projetos Especiais do Fluminense, Pedro Antônio fez duras críticas à Flusócio, principal grupo político de apoio ao presidente Pedro Abad. O ex-dirigente, no entanto, poupou o atual mandatário do clube das Laranjeiras:

    – Esse grupo (Flusócio) se movimenta no que há de pior na política. Não sou contra a política, desde que seja feita em benefício do clube. Mas ela não está sendo usada pelo bem do Fluminense. Ali há muita politicagem. Eles falam muito e não fazem nada. Mas isso não se aplica ao Abad. Refiro-me aos outros que fazem parte deste grupo – detonou o ex-dirigente do Fluminense.”

    Com a palavra a Flusocio.

    TUDO QUE NÃO PRECISÁVAMOS, CRISE INTERNA, A MÍDIA FLAPRESS E A OPOSIÇÃO VÃO SE FARTAR.

    TOMARA QUE O ABEL SEGURE A BARRA.

    QUANDO FALAVA AQUI DE POLITICAGEM FIU EXECRADO, E AGORA VEJO UM MONTE DE VIUVAS AQUI, COMO MUDAM OS TEMPOS

  110. Alexandre Said Delvaux
    29 de junho de 2017 at 12:22 (1 ano ago)

    Cláudio, vc pode me passar o seu e-mail?
    alexandre@censanet.com.br

  111. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 13:17 (1 ano ago)

    O time é bom, elenco não.
    Indiscutivelmente essas coisas com o PA deixa a torcida puta, as redes socias são termômetros, veja lá se ela anda satisfeita.
    O tricolor não tem que se contentar com qualquer merda.

  112. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 13:18 (1 ano ago)

    Mas bastava ele apoiar outro e tchau….

  113. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 13:21 (1 ano ago)

    Assunto estádio vaza em primeira mão ao netflu.
    Assunto patrocínio master vaza em primeira mão ao netflu.
    Assunto Maranhão/aluguel do engenhão vaza em primeira mão ao netflu.
    Flusócio, tem escorpião dando ferroada em vocês, estocadas aos poucos, abram os olhos enquanto é tempo.

  114. Wladimir
    29 de junho de 2017 at 13:33 (1 ano ago)

    Bom amigo, ele já provou que sabe realizar. Quanto a isso não há dúvida. Não existe projeto alternativo, pois os outros são completamente inviáveis ou caros demais pra um time falido. Este estádio seria o mais barato que poderíamos conseguir em uma área excelente, possivelmente autofinanciável. Quer mais o que ?
    Hoje temos a notícia de que não queriam porque iam se indispor com o Flamengo. Isso seria um estado de subserviência inaceitável. Qual é a verdade afinal ?
    No final das contas o problema não é esse. Foi criada uma crise desnecessária por pura falta de habilidade política do mandatário. Criticavam o Peter e estão fazendo pior!
    Cadê o filho do Julio Bueno ? Será que não foi ele que vazou ? Ou foi algum dos outros aliados de ocasião que estão no fundo querendo queimar a administração ?
    Só notícia ruim! Desde o início do ano. Só negativa. Sem patrocínio. A administração anterior gastou tudo. Não consegue nenhuma receita nova. Sistema de associação continua igual. O único cara com uma idéia boa sai. A única notícia boa, que conforme ele disse está estudando há dois anos. Dois anos!!!! Isso não é tempo suficiente para avaliar todos os ângulos da questão ? Vão ficar prometendo estádio quantos anos ? Vão vir com mais um projeto inviável que não sai do papel nunca ? Laranjeiras para enganar os bobos ? Aquele terreno que o Peter apresentou cercado de invasões. Um pântano que custaria uma fortuna para aterrar e sem infraestrutura nenhuma. Vai chegar ao final desta administração e não vai sair nada, como sempre.

  115. Julio Cesar
    29 de junho de 2017 at 13:34 (1 ano ago)

    Acho que as eleiçoes de 2019 já começaram…

  116. Rodrigo Tardin
    29 de junho de 2017 at 13:57 (1 ano ago)

    O PA tirou do papel SOZINHO, o que nenhuma gestão ou grupo conseguiu
    fazer pelo Fluminense em toda a sua história: um CENTRO DE TREINAMENTO!

    Acho que isso apenas já deveria dar credibilidade e autonomia para o cara perseguir o projeto do estádio.

    O que me causa revolta é um grupo / gestão que NADA REALIZA e TUDO FALA tirar de cena a ÚNICA pessoa que provou capacidade e disposição para realizar o que nenhuma pessoa ou grupo consegue.

    Essa gestão e esse grupo estão se mostrando uma fonte interminável de discursos vazios, justificativas conformista e incompetência crônica.

    Em tempo: um estádio, ainda que com defeitos, é melhor que NENHUM ESTÁDIO.

  117. José Alberto Bernardes
    29 de junho de 2017 at 13:57 (1 ano ago)

    Belíssimo comentário….Eu também já fiz aqui nesse blog algumas vezes essa mesma pergunta sobre a CAIXA….A resposta foi um ensurdecedor SILÊNCIO!NINGUÉM me respondeu….Essas atitudes(no caso,não atitude)que deixa a gente chateado….Não merecemos uma simples explicação sobre um não patrocínio?

  118. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 14:01 (1 ano ago)

    Realmente, se for verdade, é pra se matar.
    Não tem como ser verídico algo tão abjeto.

  119. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 14:10 (1 ano ago)

    O pior é que tem torcedor que acha mesmo que esses caras vão construir estádio, estão nem aí pela saída do PA achando que sem ele teremos algo melhor, um estádio pra 40 mil.kkkkkkk
    Mal sabem que com a saída do velho não teremos nada, creio até que o término do CT possa estar comprometido.
    Esperem, o tempo mostrará como foi ruim a saída do único empreendedor da equipe, porque nos grupelhos só têm aquela gente que tá lá há anos e nada de bom fez.

  120. Augusto Guimaraens Cavalcanti
    29 de junho de 2017 at 14:13 (1 ano ago)

    Tento não comentar política por aqui, só sobre futebol, mas está difícil….Enfim, alguém já comentou por aqui que o Sornoza e o Wendel são os 2 únicos jogadores inegociáveis deste time e a coluna dorsal para o ano que vem…penso que é isso, se tiver que vender alguém que seja o Richarlison (pois temos o Wellington Silva no lugar). Espero ver o Mascarenhas hoje na lateral-esquerda e uma boa vitória porque a sul-americana é o título que a torcida tanto deseja e traria uma calma no caldeirão político também…

  121. Vagner Marcolino
    29 de junho de 2017 at 14:14 (1 ano ago)

    Davi, em nenhum momento eu disse que era desnecessário qualquer investimento. Apenas disse que falta de estádio próprio não é motivo para o torcedor comparecer ao estádio.
    É óbvio que falta muita coisa, que há muito a ser feito. Mas elencar problema se não o resolve. É necessário ações, que muitas das vezes não são simples. Como por exemplo: estádio.
    E como eu disse anteriormente os mulambos não tem estádio os torcedores deixam de ir? Outra coisa a média de torcedores do fla nunca foi de 3 mil. Você está enganado.
    Você falou da construção do CT. O torcedor foi ao estádio por causa disso?
    Eu não estou discutindo os problemas, mas o comparecimento do torcedor ao estádio. E ao meu ver, falta dos pontos elencados não são motivos para o torcedor deixar de ir ao estádio.

  122. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 14:17 (1 ano ago)

    Cláudio, eu só não concordo com você, porque você ainda deposita alguma esperança de ver estádio na mão dessa galera.
    Cara, não seja pueril, você acredita mesmo que aqueles que já nos rebaixou, que sequer sabiam contratar um jogador, vão ter cacife pra fazer algo como um estádio???
    Acorda pra realidade cara, entenda de vez que o ÚNICO com essa capacidade era o PA, com a saída dele não temos mais cacife pra levantar essa empreitada pela falta de know-how das pessoas envolvidas.

  123. vivianne
    29 de junho de 2017 at 14:19 (1 ano ago)

    Agora vamos pensar no jogo, continuo achando q tinha q disputar sul americana com time alternativo, nao temos elenco, br deveria ser prioridade total, temos time pra g6, mais já q foi decidido força máxima vamos a luta!!!

  124. Rodrigo Baroni
    29 de junho de 2017 at 14:25 (1 ano ago)

    Neste lixo de país, o BOM é isolado mesmo.
    Quem faz por onde e executa de fato, quem fiscaliza e corrige, é CHUTADO pelos políticos burocratas, que só falam, e NADA FAZEM…
    ESTE É o Brasil dos 513 !!!!!!!!!!!! É o retrato do Brafuzil !!!!!!!!!!!!!!!!!!
    E ainda somos obrigados a ler e escutar uns caras que nunca fizeram NADA pelo Fluminense esculachando o PA…
    E desde já, digo que não me refiro a nenhum frequentador deste blog que é favorável a saída do PA, pois aqui, em regra, somos todos tão somente meros torcedores e sócios e palpiteiros, e não políticos. Me refiro a estes caras de MR21, Esperança blablabla, e aos cabeças da flusócio que fritaram o PA, caso isto realmente tenha ocorrido como ele disse, que inclusive poupa o ABAD, e etcetc.
    Os políticos tricolores nem passam mais por aqui… e ainda bem que não passam, pois são umas porcarias de políticos…
    MAS, QUEM VAI AO MARACANÃ HOJE AÍ !!!!!!???????? TORÇO POR 3X0 !!!!!!!!!!!!!!

  125. Rodrigo Baroni
    29 de junho de 2017 at 14:26 (1 ano ago)

    Eu acredito e confio muito mais no PA, do que em alguns nomes destes citados acima !!!! Mas muuuuuuuuuuuito mais !!!!!!!

  126. joão
    29 de junho de 2017 at 14:26 (1 ano ago)

    Sim, mas sem esqecer que a mulambada vai querer entrar no negócio, que pode baratear a manutenção.

    O Maracanã é dividido em 9 partes, porque não criar um setor popular, valorizar a primeira fileira e variar o preço dos setores inferiores para o superiores ?

    Porquê não facilitar e aumentar os pontos de venda? Qualquer banca de jornal, farmácia ou caixa eletrônico edava etc poderia vender, basta um código de barra ou cartao de credito para entrar no estádio. Por que pagar 2 reais na confecção de cada ingresso se podemos pagar 2 centavos ?

    Tem um monte de subcelebridade com cache barato no instagran. Meninas bonitas, formadoras de opinião e tricolores no estadio.. com certeza passarão no seu grupo de whatts app ou na sua timeline, e vc vai se ver de fora dessa festa com outros olhos…

    Enfim, tem milhares de coisas que podem ser ajustadas para o Maracanã voltar a ser a casa do torcedor e ao mesmo tempo ser muito lucrativo. O fluminense precisa de vontade e liberdade ou independência para fazer esses ajustes sem uma queda de braço com a concessionária.

  127. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 14:39 (1 ano ago)

    Vivi ( se me permite) eu acho que a Sula é uma boa chance de ganhar algo esse ano, muitos times fracos no meio, só o curintia e o fRa são complicados de verdade, de resto tudo no mesmo nível.
    Vi Fuerza Amarilla versus Santa Fé, dois timecos. Defensa y Justicia é só um time porradeiro, a maioria tá nesse nível.
    Com Sornoza de volta acho que dá pra levar.

  128. Davi Carvalho
    29 de junho de 2017 at 14:40 (1 ano ago)

    Masca não vai, jogou no sub-20 ontem.

  129. Fabio DB
    29 de junho de 2017 at 15:09 (1 ano ago)

    E vc está fazendo o que? Além de me patrulhar escondido por trás de um codinome arrogante? Aliás volte p o blog do Garcez onde vc pode sac/#@!ar o FFC e ser aplaudido por sua turma.

  130. Flavio Henrique
    29 de junho de 2017 at 15:54 (1 ano ago)

    Essa direção quer equilibrar o clube cortando despesas. Isso não é errado mas, o FUNDAMENTAL É GERAR RECEITAS.

    Notem que o tema obtenção de receitas é pouco falado. Se repete à exaustão o tópico reduzir custos. Isso é até esperado, nosso presidente é um auditor.

    O FLU precisa de empreendedores no comando. Gente que pense grande. Que aumente o fluxo de caixa. Tenha visão de MKT.Tenho isso cada dia mais claro dentro de mim.

    Honestamente não vejo nada disso hoje em dia. Pessoas bem intencionadas, mas sem essa visão. Espero estar errado.

    Não entendam isso como uma crítica política. Até mesmo porque quero distância disso ai…

  131. Lincoln
    29 de junho de 2017 at 16:10 (1 ano ago)

    Verdade!

  132. Lincoln
    29 de junho de 2017 at 16:14 (1 ano ago)

    Gostaria de uma explicação do porque o projeto do estádio não é viável?

  133. Claudio Souza
    29 de junho de 2017 at 16:44 (1 ano ago)

    Creio que a maioria aqui já tenha lido essa matéria :

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/mais-do-que-um-estadio-ultimato-a-abad-e-desgaste-interno-derrubam-pedro-antonio.ghtml

    Ela põe por terra uma série de suposições precipitadas feitas ontem, no calor das emoções, após a destituição do PA.

    Como eu havia dito, PA não me parece nenhum santo e nem a diretoria uma confraria de demônios.

    Apesar de todas as suas virtudes como empreendedor, PA é descrito como uma pessoa de difícil trato, avessa a controles e a um modelo mais profissional e participativo nas decisões.

    Cada um que faça seu juízo de valor.

    ST

  134. Douglas Lira
    29 de junho de 2017 at 17:17 (1 ano ago)

    Kkkkkkkk verdade!

  135. Douglas Lira
    29 de junho de 2017 at 17:22 (1 ano ago)

    Vocês alavancaram o nome do Pedro Antônio… Deram um tiro nos próprios pés!
    Hoje vocês tem a maioria cerca de 90% da torcida tricolor ao lado do Pedro Antônio… Nao sabem fazer política… Pensam que sabe! Mas na verdade não sabem… Isso poderia ser conversado entre todos! Vocês botaram de lado um cara diferente, com uma visão acima da de vocês… Agora aguentem as consequências… A torcida ta unida ao Lado do PA, aguardem hoje nas arwuibamcadas , e aguentem a pressão que vocês arrumaram.

  136. Julio Cesar
    29 de junho de 2017 at 17:50 (1 ano ago)

    Abad errou mesmo Jorge Henrique, e me parece que existem membros aqui do Flusocio que andam dando ferroadas via redes sociais no PA. Lamentável.

  137. Rodrigo Costa
    29 de junho de 2017 at 17:56 (1 ano ago)

    Entendi sua colocação.
    Mas nesse caso, o Maracanã ficaria apenas para jogos de grande apelo, assim como o Atlético Mg faz com o Mineirão e os mulambos vêem fazendo com Ilha. Um estádio acima dessa capacidade tem um custo altíssimo, não sei se vale a aposta, mas enfim, talvez valha a aposta.

  138. Flavio Chammas
    29 de junho de 2017 at 18:49 (1 ano ago)

    SENHORES

    CAIXA ALTA, O TEXTO É LONGO, MAS MOSTRA MUITOS ASPECTOS DE UMA SITUAÇÃO QUE PRECISAVA SER RESOLVIDA.

    LEIAM COM ATENÇÃO, E MESMO AGRADECENDO MUITO AO PANTONIO, ASSIM COMO AO CBARROS, ENTENDO QUE A INSTITUIÇÃO TEM QUE SER PRESERVADA E ESTAR ACIMA DE TODOS.

    ME CAUSA ESTRANHEZA QUE TODOS OS GRUPOS DO FLUMINENSE HIPOTECARAM APOIO AO ABAD SOBRE A DEMISSÃO OCORRIDA, POIS MOSTRA QUE SÓ HÁ UM CERTO E TODOS OS DEMAIS ERRADOS?

    “Mais do que um estádio: ultimato a Abad e desgaste interno derrubam Pedro Antonio

    Foi muito mais do que o projeto de estádio. Pedro Antonio Ribeiro da Silva, o homem que viabilizou o CT e sonhava em construir a casa própria do Fluminense, caiu por uma série de fatores. Os principais: um ultimato ao presidente Pedro Abad e o desgaste interno.

    O GloboEsporte.com lista 10 tópicos que explicam a crise no Tricolor. Um resumo da passagem do dirigente, no clube desde 2013, por convite do então presidente Peter Siemsen. Confira.

    Antes da crise, a amizade

    Pedro Abad e Pedro Antonio tinham boa relação. Construída a partir da campanha eleitoral do ano passado. Na época, aliás, o então candidato disse a Pedro Antonio que este escolheria o cargo que quisesse na futura na gestão. Pedro Antonio sinalizou a opção pelo futebol. A negociação para a contratação de Abel Braga, com ampla atuação dele, deu pinta de que o departamento teria dono. Preferiu manter o posto de vice de projetos especiais. Abad, ao menos, ficou satisfeito: o manteve ao seu lado.

    Abad reluta, mas desgaste mina Pedro Antonio

    Mesmo pressionado internamente a demitir Pedro Antonio, Abad tentou até o último dia manter o dirigente em seu cargo. Após o vazamento do projeto do estádio ao GloboEsporte.com, o presidente ainda encontrou o então vice duas vezes.

    Na primeira, em um jantar na noite de segunda-feira, os dois discordaram sobre a arena no Parque Olímpico. O mandatário pediu que não houvesse mais declarações à imprensa. Pedro Antonio concordou. No dia seguinte, à tarde, o subordinado foi a um programa da TV Bandeirantes e não aliviou nas críticas. Horas depois, Abad ainda se reuniu mais uma vez com Pedro Antonio, mas não houve entendimento.

    O presidente, então, reuniu uma espécie de “comitê de crise” nas Laranjeiras. Só ali, na noite de terça-feira, decidiu pela demissão.

    Tudo começou com consultoria e posterior isolamento

    A chegada da Ernst & Young para realizar um projeto de governança no Fluminense foi o primeiro episódio do isolamento de Pedro Antonio. O dirigente nunca foi a favor da contratação da consultoria.

    O relatório inicial da empresa deixou claro que um choque de gestão seria implementado. Centralizador, Pedro Antonio decidia tudo sobre o CT. Não se adequou aos pedidos da empresa. Durante o ano, se somaram produtos sem nota fiscal, atrasos na entrega de documentos e gastos não justificados. O alto custo de manutenção do local na Barra, que depende de gerador para ter energia elétrica e caminhão pipa para ter água, precisaria ser reduzido. O que não ocorreu na gestão de Pedro Antonio.

    Projeto é questionado, dirigente dá ultimato

    Pedro Antonio é descrito por ser persistente e teimoso. Ele não aceitou críticas e sugestões ao seu projeto de estádio, que não teve total apoio no Conselho Diretor. Não se tratava apenas da capacidade.

    Membros da direção questionaram custos, previsão de gastos, planejamento logístico, arquitetura e viabilidade financeira da obra. O dirigente não ouviu, retrucou. Ao mesmo tempo, um projeto de outro grupo ganhou força: mais aberto a sugestões, com capacidade para cerca de 40 mil pessoas e no estilo caldeirão.

    Contrariado, Pedro Antonio bateu pé. Em conversa com Abad, chegou a dizer:

    – Ou é do meu jeito, ou não terá obra nenhuma.

    O presidente não cedeu e seguiu tentando negociar por ajustes. Pedro Antonio recusou e externou os detalhes à imprensa. Veio a crise.

    Teve também muita picuinha

    Pedro Antonio sempre teve o mesmo estilo. Dizia o que pensava, o que achava certo. A qualquer um. Suas posições eram encaradas por pessoas do clube como picuinhas. Exemplo: no começo do ano, o então vice reclamou que alguns jogadores usavam a piscina do CT sem tomar ducha. Em um último caso, envolvendo Gustavo Scarpa, levou o descontentamento até Abad.

    O presidente, também procurado por pessoas do futebol, solicitou que Pedro Antonio parasse. Resultado: o então vice tirou férias e viajou aos Estados Unidos. Outro caso: a sala de Abelão, até pouco tempo, era uma das únicas que não tinha persiana. O treinador pediu a instalação, para ter privacidade. Pedro Antonio entendia não haver necessidade dada a pouca luminosidade. A solução encontrada foi aplicar uma película nos vidros da janela. Mais um: a sala de uso da imprensa no CT não foi inaugurada, pois Pedro Antonio não gostou das fotos escolhidas para decorar o local.

    Os embates com o marketing

    Pedro Antonio sempre foi um crítico do trabalho do marketing, desde a gestão Peter. Entendia que o departamento dava pouco resultado. Viabilizou o acerto com a Viton 44, patrocinadora que substituiu a Unimed ao final de 2014. Mais: mostrou a camisa com a nova logomarca no Conselho Deliberativo sem o aval do marketing.

    O ex-vice entendia também que o marketing nunca havia criado uma campanha para arrecadação de recursos ao CT – uma modalidade no plano de sócios seria lançada posteriormente. Por isso, idealizou a troca de camisas da Adidas por cotas de R$ 200 de interessados a colaborar com a construção. Foi contrário à instalação de placas de publicidade no CT por muito tempo: achava que a região, por ter muito vento, exigia outro tipo de publicidade.

    Vetou ideia do departamento em usar placas grandes para esconder o entulho. O Flu, então, desrespeitou contratos de exposição de marcas. Durante a obra, o site do CT nunca foi para o ar. Agora, sem Pedro Antonio, se tem a certeza de que as coisas irão acontecer.

    A comissão sobre CT esvaziada

    Ao anunciar a construção do CT, ao final de 2015, o então presidente Peter passou a ser questionado por conselheiros. A obra não estava no orçamento. Sem dinheiro, o clube firmou um contrato com Pedro Antonio: o dirigente faria empréstimo e, se quisesse, cobraria juros. Vinculado à Taxa Selic mais 2%. Ao mês. Pelo acordo, deveria receber em até 90 dias após cada empréstimo.

    Quase sempre foi ressarcido com atraso, nunca cobrou os juros a que tinha direito. Para controlar a relação, Pedro Antonio sugeriu a criação de uma comissão no Conselho Deliberativo. O conselheiro Sergio Poggi a presidia. Tinha 14 membros, mas apenas três participaram efetivamente. Alguns documentos nunca foram apresentados por Pedro Antonio, que mostrava descontentamento com questionamentos. Ele repetia “não pedi auditoria”.

    Ao final de 2016, com a troca de legislatura, a comissão foi encerrada. Um relatório foi feito, porém, nunca lido no Conselho. Há queixas de que Pedro Antonio marcava as reuniões em dias de semana e horário comercial. Com propósito de esvaziá-la.

    O cheque da discórdia

    Não é segredo para ninguém a difícil situação financeira vivida pelo Fluminense. Ao assumir a presidência, Pedro Abad viu os cofres mais combalidos do que esperava, e a gestão apertou os cintos. Obrigações como comissões, salários e direitos de imagem atrasaram. Além disso, o clube também passou a ter em Pedro Antonio um grande credor.

    Com muitas contas a pagar, a diretoria deu um cheque de R$ 479 mil ao vice-presidente de Projetos Especiais. Ele recusou.

    – Não quero esmola. Para pagar isso, nem precisa.

    Dívida persiste

    Pelo acordo, inicialmente, o limite do empréstimo era R$ 4 milhões. Foi aumentado posteriormente a R$ 7 milhões. A obra do CT quase parou. A construção da rua de acesso ficou inviabilizada por falta de verba. Recentemente, o Flu pagou R$ 1,5 milhão. A dívida atual é de R$ 5,5 milhões. Pedro Antonio, em outros casos, sempre ajudou o Flu. Pagou à vista R$ 480 mil de uma dívida com a Receita Federal e R$ 2 milhões para a compra de 10% dos direitos de Gerson. Já ressarcidos.

    E o futuro?

    Pedro Abad não deu detalhes do futuro. O cargo de vice de projetos especiais deve ser extinto. O Flu não acredita que Pedro Antonio vá à Justiça cobrar a dívida. Mas há uma certeza: ele será candidato à presidência em 2019.”

  139. Claudio Rodrigues
    29 de junho de 2017 at 18:58 (1 ano ago)

    Prezados,

    Agora, pensando com mais calma, e mesmo achando errada a atitude da direção em exonerar o PA, agradeço aos senhores pela manutenção deste espaço democrático onde podemos nos comunicar diretamente com o grupo e expor o nosso descontentamento.

    Creio que, passado o pior momento, os senhores possam voltar a conversar com o PA e aparar as arestas. Podemos e devemos alinhar o melhor de cada um em prol do Fluminense FC.

    Não podemos prescindir de homens empreendedores no Fluminense, esta é a nossa verdadeira vocação: pioneirismo com organização e disciplina, características notórias do Pedro Antônio também.

    Muito obrigado.
    Saudações Tricolores!

  140. Gilberto Cabral
    29 de junho de 2017 at 19:22 (1 ano ago)

    Penso da mesma forma!
    Obrigado
    ST

  141. Hamilton Mattos
    29 de junho de 2017 at 19:33 (1 ano ago)

    O que eu acho muito estranho é que, tudo que acontece no Fluminense, vira um disse me disse e ninguém assume a responsabilidade de informar o que realmente está acontecendo. Esta semana li um comentário sobre a verdade do que aconteceu no caso “Portuguesa e Flamengo” em 2013. Claro que a diretoria sabia dos fatos, mas por algum interesse ou covardia, se omitiu e nós pagamos o pato. O caso Fred foi outra coisa mal contada que tivemos que engolir. Agora, o presidente exonera o vice Pedro Antônio e dá explicações através de redes sociais. Embora eu não tenha a vivência do dia dia no clube, me parece que por tudo que ele fez em tão pouco tempo pelo clube, merecia ser tratado com mais tolerância e respeito.
    Ficarei aguardando notícias sobre o nosso “estádio”.

  142. Rodrigo
    29 de junho de 2017 at 19:54 (1 ano ago)

    Alguém entendeu pq o Abel tirou o Mascarenhas do jogo de hj? Ele jogou ontem. Sub-20 virou prioridade?
    Entendi nada. Vamos de Léo Pelé, enquanto o Mascarenhas é “punido” por ter jogado bem e é afastado do time.
    Simplesmente não existe explicação aceitável pra isso.
    Mais uma das lambanças do Flu.

  143. Claudio Souza
    29 de junho de 2017 at 20:09 (1 ano ago)

    O que considero sintomático é o fato de o grupo político do qual PA fazia parte ter ficado do lado do Abad.

    ST

  144. Claudio Souza
    29 de junho de 2017 at 20:12 (1 ano ago)

    Ninguém disse que não é viavel. Apenas a diretoria achava que ele não era o mais adequado.

    Segundo a matéria do Globoesporte, houve tentativas de melhorá-lo através de sugestões de outras pessoas, mas o PA não aceitava discutir nada a respeito.

    ST

  145. MAXGRAF GRÁFICA
    29 de junho de 2017 at 20:54 (1 ano ago)

    “Mas um estádio é diferente, exige debate….” Exige também coragem.

  146. Nildo Arantes
    29 de junho de 2017 at 20:56 (1 ano ago)

    Segundo todos os Torcedores e a própria Flusócio a Globo é Flamerda, portanto querem resguardar o Presidente covarde que pipocou quanto ao Estádio pro Flamerda.

  147. Nildo Arantes
    29 de junho de 2017 at 20:57 (1 ano ago)

    Segundo todos os Torcedores e a própria Flusócio a Globo é Flamerda, portanto querem resguardar o Presidente covarde que pipocou quanto ao Estádio pro Flamerda. Precisa desenhar?

  148. Flavio Henrique
    29 de junho de 2017 at 21:33 (1 ano ago)

    Chego agora no Maraca, vindo de SP e vejo ele vazio….

    O que foi feito com o meu Fluminense?????

  149. Rogério Barbieri
    29 de junho de 2017 at 22:03 (1 ano ago)

    Se 15 apenas mil pagantes estavam no jogo de hoje pela Sul-Americana a culpa não é do Maracanã, muito menos do torcedor.

    Para criar o novo programa Sócio Torcedor (no incrível ano de 2013) os preços dos ingressos foram dobrados para poder criar as condições que induzissem o torcedor a se associar para não ser um super otário de pagar o dobro. Ele fica apenas na condição de otário por pagar a metade.

    Além disso, paga mais um ingresso para estacionar o carro num local longíquo e inseguro.

    Obriga todos os torcedores frequentadores do Maracanã a pagar todos os consumíveis em dinheiro para poder garantir às empresas que compõe o consórcio acesso a dinheiro vivo para movimentar caixa 2 de campanha política ou outros fins ilícitos.

    Entre 2007 e 2010, qual era a média de ocupação da torcida do Fluminense no Maracanã?

    É este período que tem que ser estudado.

    O nosso fracasso não aconteceu por acaso.

    Aconteceu porque a programação foi feita para atender os outros clubes.

    O esvaziamento dos grandes nomes e jogadores do Fluminense, presentes nesse período, era parte necessária dessa estratégia de diminuir a presença dos fantásticos torcedores do Fluminense que vinham ensinando os demais torcedores o quê deve ser feito dentro e fora do estádio.

    O quê o sistema precisava fazer para provocar o esvaziamento dos grandes jogadores do Fluminense?

    Vamos ver quem conseguirá acertar????

    Óbvio, o sistema precisava acabar com a relação entre o financiador (patrocinador) do Fluminense e o próprio Fluminense. Assim, sem acesso ao alto volume de dinheiro do patrocinador quem sairia do Fluminense? Os melhores jogadores.

    Ah, em contrapartida, vamos pensar e lembrar, do outro lado, qual empresa veio com um caminhão de dinheiro investir num determinado clube?

    Essa empresa queria ficar concorrendo com o tal patrocinador do Fluminense?

    Bom, para isso, um incrível conjunto de fatores conjugaram o alinhamento entre os planetas Saturno, Júpiter e Marte, que associados com o signo de capricórnio montado em cima de câncer, provocou tudo o que era necessário para o Fluminense enfraquecer, como desejo do inocente sistema que comanda o futebol do País mais lindo e divino do mundo, aonde a lisura e ética são a base da consciência humana.

    Então, lembrando que, nada acontece por acaso, entendemos que o que esvazia o Maracanã nos jogos do Flu não é o Maracanã.

  150. Claudio Souza
    29 de junho de 2017 at 22:34 (1 ano ago)

    Léo certamente vem treinando cruzamentos. Nesse primeiro tempo acertou todos.

    Quero ver o que os que estão doido pra queimá-lo vão falar agora.

    ST

  151. luiz
    29 de junho de 2017 at 22:46 (1 ano ago)

    Pelo menos eu assim considero o crf.
    Acompanho futebol há algum tempo (mais de 40 anos) e vivenciei por exemplo a alteração da supremacia no RJ, a imprensa, Sistema Globo, fazendo tudo em favor deles etcetc.
    A propósito, vc acompanhou a época da criação da FAF, capitaneada pelo Walter Clark ?
    Acompanhou gestão de Kleber Leite naquela Presidência?
    Poderia ficar horas justificando minha afirmativa. ..
    Abs

  152. luiz
    29 de junho de 2017 at 22:52 (1 ano ago)

    Apenas acrescentando: Outro motivo que me referi a maior rival é o fato de não pronunciar o nome deles.
    Abs

  153. Jefferson Alvares
    29 de junho de 2017 at 23:17 (1 ano ago)

    Prezado Claudio,

    Concordo!

    Uma covardia o que tentam fazer com este garoto.

    Um menino ainda, que não se omite, tem raça, já fez bons jogos, mas que naturalmente ainda vai oscilar.

    ST

  154. eduardo garcia lopes
    29 de junho de 2017 at 23:50 (1 ano ago)

    Contra os bambis acertou 2 bons cruzamentos que quase redundaram em gols

  155. Alexandre MPS
    29 de junho de 2017 at 23:56 (1 ano ago)

    Que bom ver o Fluminense em campo e vencendo com autoridade. Melhor ainda esquecer, mesmo brevemente, essa porcaria de politicagem e conflitos internos, os quais não trazem nada de útil para o clube e a torcida. Que essas crises desnecessárias fiquem bem longe e não contaminem os jogadores.

    A lamentar o público de apenas 15 mil no Maracanã, por diversos fatores que estamos cansados de saber e também não vale a pena ficar discutindo, se ninguém apresentar soluções para melhorar isso.

    ST

  156. Alexandre Said Delvaux
    30 de junho de 2017 at 0:02 (1 ano ago)

    O crf jogou ontem, não sei o público, mas não deve ter sido grande. O FLU jogou hoje, terminou a partida. As entrevistas só trataram de possíveis transferências, os comentários davam a entender que o time jogou muito mal. Resumindo: esses caras só ficarão felizes quando destruírem o FLUMINENSE.

  157. Claudio Souza
    30 de junho de 2017 at 0:04 (1 ano ago)

    Que viagem !!

  158. Claudio Souza
    30 de junho de 2017 at 0:05 (1 ano ago)

    Não jogou nada.

  159. Davi Carvalho
    30 de junho de 2017 at 0:10 (1 ano ago)

    Time jogou bagaraio.
    Gostei da atuação ofensiva a movimentação desse time é mortal, a zaga está se firmando, Reginaldo muito bem.
    Calazans é muito bom, nem parece que Sornoza faz mais falta, ótimo jogador esse garoto, Welington melhor que contra o SP.
    Achei que ainda cabia mais um.
    Wendel saindo por menos de cem milhões de reais é um crime.
    Foi como eu disse hoje, a sula é fundamental esse ano, tem times fracos, só fRa e curintia são adversários mais cascudos, de resto nem os argentinos são tão perigosos assim. Dá pra ganhar.

  160. cydar60
    30 de junho de 2017 at 0:22 (1 ano ago)

    Ainda bem que a crise foi deixada longe do time.
    Essa é uma das vantagens de se ter um CT.
    Pode-se blindar o time e fazê-lo ficar longe da efervescência política que sempre costuma haver nesses momentos delicados.
    Excelente vitória que veio junta a uma atuação maravilhosa de todo o time.
    Estão todos de parabéns e deixamos encaminhada a classificação para a próxima fase.
    Que os ânimos sejam serenados e que se resolva o mais rápido possível esse problemaço criado no cerne da administração.

    ST

  161. Pedro Henrique
    30 de junho de 2017 at 0:24 (1 ano ago)

    Com um preço mais baixo, teríamos botado mais de 30 mil.

  162. Sergio Binda
    30 de junho de 2017 at 1:21 (1 ano ago)

    Vitória com autoridade!! Calazans joga fácil e cresce muito quando flutua na intermediária adversária, principalmente quando joga pela esquerda.

    Wendel sem comentários!! O Ceifador marca gol pra kct… jogador muito importante para o time.

    Scarpa melhorou em relação aos últimos jogos!

    ST

  163. Ricardo Ferreira
    30 de junho de 2017 at 7:21 (1 ano ago)

    NEEEENNNNNNNNNSSSSSSSEEEEEEEEE!!

    Bendita vitória!

    10! Nota 10! Pra todo mundo!

    Inclusive para mestre Abel…por não inventar…hahahaha!!
    Os abeletes pira. Uhauhauha!! Olha a esportiva, hein.

    Ficamos até desacostumados com um trio de arbitragem de bom nível, isento, sem trapalhadas, sobretudo contra o Fluminense.

    Como é importante não levar gol nos primeiros 15 minutos.
    São Abel ( haha ) precisa incutir nos jogadores, E EM SI PRÓPRIO, que é necessário, indispensável observar o adversário, qq um, nos minutos iniciais, sem abdicar de atacar.

    O próximo!

  164. Fábio Barbosa de Araújo
    30 de junho de 2017 at 8:33 (1 ano ago)

    Uma pergunta séria (sem ironia): o projeto de estádio no Parque Olímpico morreu ou ainda tem chances de ser lá?

    Digo a localização (que é excelente) não a maquete do PA em si.

  165. gilson junior
    30 de junho de 2017 at 8:37 (1 ano ago)

    Mais uma vez a inépcia desse Abad atrapalha o Flu. Pedro Antônio era o ÚNICO a fazer algo de relevante no Flu e estava a frente de um projeto ambicioso. Mas a vaidade de não ser o protagonista do estádio falou mais alto. Postura PERSONALISTA E ARROGANTE desse péssimo presidente que temos. Mais: torcedor, NÃO QUER SABER DE AUSTERIDADES E ORÇAMENTOS EQUILIBRADOS. QUER TITULOS E ÍDOLOS.

  166. Marcelo Tricolor
    30 de junho de 2017 at 8:59 (1 ano ago)

    Vcs tem que parar com esse mimimi.
    Eu estou doido pra que o Leo queime a minha língua.

    Igual o Ceifador fez .

    Eu não quero ter razão, quero que o Fluminense me faça feliz.

    ST

  167. Marcelo Tricolor
    30 de junho de 2017 at 9:01 (1 ano ago)

    Tricolor,
    Ninguém tenta fazer nada.

    Estava péssimo.
    Melhorou nos dois últimos jogos.

    Parabéns.

    Mas o Calazans na lateral rende 100x mais.

    ST

  168. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 10:57 (1 ano ago)

    4×0 indiscutível e excelente. Poderia ter sido até mais tal a superioridade.

    Time muito bem postado taticamente em campo e jogando de forma agressiva 95% do tempo. As falhas que surgiram não tem jeito pois o meio campo tem dificuldades da marcação pelas características dos jogadores e a precipitação da juventude.

    Praticamente todo mundo jogou bem. Wendel com atuação e golaço incrível (aliás o salto do goleiro deles que quase pegou o chute também foi algo incrível…nossos goleiros jamais chegariam próximos da bola pois pouco saem do lugar) e Ceifador jogando muito(outro contundido, que fase!!) junto com Calazans (muito bom !!demais).

    PALMAS! ST

  169. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 11:09 (1 ano ago)

    Abad tem tido uma postura correta e responsável. Não existe perfeição. O caso “Pedro Antonio” demanda melhor entendimento e tempo para uma análise mais abalizada. Quem tem lido com cuidado as diversas reportagens e entrevistas, sem “farofa”, tem notado que não existiu uma postura “santa” do lado no PA.

    E se um tal torcedor, na sua visão, não se interessa por “austeridade” e “orçamento equilibrado”, então ele não pensa, é um irracional e precisa do Abad e de uma gestão profissional para ajudá-lo.

    Os sócios e outros tricolores com um mínimo de responsabilidade tem interesse e votaram no Abad para ser campeão com dignidade e por longo tempo. E não na base da farra que não dura mais do que um verão

    ST

  170. Alexandre Said Delvaux
    30 de junho de 2017 at 11:52 (1 ano ago)

    O foco vai mudando ao sabor dos acontecimentos. O cara é “inepto”, mas o torcedor não quer saber de austeridade. É personalista, no entanto se empenha pelo orçamento equilibrado. Faz muito sentido….

  171. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 12:14 (1 ano ago)

    É de chorar.
    ST

  172. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 12:34 (1 ano ago)

    Estão falando agora no Wendel na seleção.

    Tem o Scarpa endeusado e voltando a forma, tem o Wellington Silva que em forma joga nível seleção, tem o Orejuela e o Sornoza nível (com justiça) na seleção do Equador, agora tem o Dourado como o maior artilheiro do Brasil com 22 gols, tem nego se matando pelo Richarlison ……… tem o Calazans entusiasmando a torcida.. tem o Henrique em grande forma na zaga como no passado que o levou a seleção…. tem o Douglas que espantava a todos pela qualidade até sentir sérios problemas e cair de produção… tem um monte de moleque na fila.

    Rapaz, imagina se nosso elenco não fosse “tão fraco” … se “fraco como é” todo mundo fala………. …….e detalhe: é o 3o. lugar no percentual de pontos planejados no brasileiro…

    Esse é o “elenco fraco” … imagina se esse elenco fosse “bom”???…… rsrssrsrsrs

    ST

  173. Flavio Chammas
    30 de junho de 2017 at 13:22 (1 ano ago)

    Perda de tempo, vamos apoiar o certo, o restante não sabe de nada, não tem conhecimento do prejuizo que pode causar uma administração que deixe de pagar, pois até rebaixamento cabe.

  174. Paulo Cavalheiro
    30 de junho de 2017 at 13:39 (1 ano ago)

    Perfeito.

  175. Alexandre Said Delvaux
    30 de junho de 2017 at 14:06 (1 ano ago)

    Concordo com você: é dar murro em ponta de faca.

  176. Mário RJ
    30 de junho de 2017 at 14:18 (1 ano ago)

    Pô, Fabio,

    Faltou o Reginaldo… Desde que teve sequência, só em uma parte do jogo contra o São Paulo ele teve alguma dificuldade… No mais, uma puta segurança na defesa, nas antecipações, na bola aérea (defensiva e ofensiva), na saída de jogo… Já havia gostado dele nas primeiras atuações, ainda pelo estadual… Mas agora pegou confiança…

    Mais um que se firma… E era a quinta opção no início do ano…

    Registro ainda que o Mascarenhas se apresentou bem e deixou expectativa para um futuro próximo, e que o próprio Leo subiu o nível de suas atuações… Aliás, vaiar o Leo é uma bobagem em dose dupla: primeiro porque é injusto elegê-lo como vilão, mesmo quando não vai bem; e segundo porque nitidamente ele sente muito essa pressão exagerada e perde a confiança… É jovem…

    Quanto ao Dourado, fico até com vergonha de pensar que o elenquei em uma lista de ‘dispensados’ no início do ano (risos)… Fui ceifado (risos)… O cara se mata em campo, marca bagarai a saída de bola do adversário, faz gol em quase todas as partidas, não perde pênalti nem na lua e ainda possui a comemoração de gol mais foda da história do futebol (risos)… E ontem ainda distribuiu canetas… O moleque aqui em casa, 08 anos, se amarra no ‘corte’ do Ceifador… Muito maneiro!!!

    Quanto ao elenco, concordo com você…Mas trabalhar com calma em duas ou três contratações nos qualificarão ainda mais… Sem pressa… Sem urgência… Um meia, um zagueiro e um lateral direito cairiam bem (risos)…

    Trabalhando bem a base e com um time estruturado, duas ou três contratações por ano serão o suficiente…

    Agora, temos também que observar a janela europeia… Para o(s) que saír(em), será preciso reposição imediata…

    Saudações Tricolores!!!

  177. Aluisio Silva
    30 de junho de 2017 at 14:33 (1 ano ago)

    Mascarado ao extremo.
    Tinha de ver alguns jogos do Zidane prá aprender sobre eficiência e genialidade juntos. Ah, mas ele não é gênio… rsss, apenas um Balotelli e olhe lá.

  178. Fábio Barbosa de Araújo
    30 de junho de 2017 at 14:37 (1 ano ago)

    Se for naquele terreno anunciado no lançamento da candidatura do Abad, será péssimo. A localização é ruim, a segurança é problemática e o acesso pior ainda. Ali não adianta erguer nem o estádio mais bonito e moderno do país que não vai adiantar.

  179. Fábio Barbosa de Araújo
    30 de junho de 2017 at 14:40 (1 ano ago)

    Tenho essa mesma preocupação. Alguns discordam da capacidade de 18 a 22 mil, mas o fato é que historicamente nossa torcida não tem colocado muito mais gente que isso a não ser em jogos excepcionais . Particularmente até acho que poderíamos chegar até 30 mil, mas mais que isso é desperdício.

    Além disso, a localização no Parque Olímpico seria excelente: ali tem estacionamento e acesso por BRT, além de se tratar de uma área de fácil policiamento (mais segura) e em que a torcida pode se “espalhar” antes do jogo em torno do estádio, sem medo de trânsito.

  180. Pedro Henrique
    30 de junho de 2017 at 15:09 (1 ano ago)

    O time é bom, mas o elenco é curto

  181. Pedro Henrique
    30 de junho de 2017 at 15:10 (1 ano ago)

    Ele é diferenciado. Não podem vendê-lo nesse ano de jeito nenhum. Jogador capaz de nos trazer títulos GRANDES.

  182. Claudio Souza
    30 de junho de 2017 at 15:10 (1 ano ago)

    Não gasto mais meu sal com peixe podre. Ignore.

    ST

  183. Pedro Henrique
    30 de junho de 2017 at 15:12 (1 ano ago)

    Sim, mas sem acomodação com meio de tabela. O Fluminense é gigante.

  184. Claudio Souza
    30 de junho de 2017 at 15:12 (1 ano ago)

    Pois é. Nem o grupo político do qual ele fazia parte ficou do lado dele. Isso diz muito. Mas o povo gosta é de reclamar, gosta de guru, messias, mecenas, enfim. Gostam de alguém que os conduza como gado. Pensar dói.

    ST

  185. Pedro Henrique
    30 de junho de 2017 at 15:16 (1 ano ago)

    30 é o ideal. 10 A 20 É MUITO pouco. Com um programa de sócio-torcedor melhor, podemos colocar mais do que isso. Nossa média em 2010 antes de fecharem o Maracanã era acima de 30 mil

  186. Alexandre Said Delvaux
    30 de junho de 2017 at 16:24 (1 ano ago)

    Concordo. Mas, como dizia meu pai, às vezes é bom bater na cangalha para o burro entender. Mas o melhor mesmo é ignorar.

  187. Alexandre Said Delvaux
    30 de junho de 2017 at 16:35 (1 ano ago)

    Pois eu não considero assim e discordo quando algum vascaíno ou botafoguense se refere ao crf como maior rival, por um motivo simples. Por isto, acho que referir-se a qualquer adversário do FLUMINENSE como maior rival é supervalorizar o rival e um desrespeito ao próprio FLUMINENSE e às torcidas dos outros rivais. Uma falsa polarização que não interessa ao FLUMINENSE. Já ouvi vascaínos dizendo que não se importam em perder para ninguém, menos para o crf, justamente porque em determinado momento, forçaram a barra para uma polarização. Entendo que o Tricolores devem criticar sempre quando se referirem a qualquer clube como maior rival do FLUMINENSE.

  188. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 20:25 (1 ano ago)

    Concordo com tudo (e goleiro!) Mario e faço justiça ao Reginaldo no meu novo comentário no post seguinte.
    ST

  189. Fabio DB
    30 de junho de 2017 at 20:27 (1 ano ago)

    Concordo Pedro …. mas a teoria de elenco ruim e de não termos recebido reforços (“apenas o Lucas?!?!) em 2017 é incorreta.
    ST

  190. Marcos Rodrigues
    30 de junho de 2017 at 22:55 (1 ano ago)

    Disse tudo meu Amigo!!! Atitudes dizem mais que Mil palavras!!! O PA fez, mostrou dedicação, inteligência, e sabia todos os caminhos para fazer uma grande obra em tempo recorde. Nunca houve no Fluminense um vice presidente de Infraestruturas. E ainda colocou dinheiro dele!!! Somente ele tem credencial para falar de ct, estádio, etc, porque não ficou de conversa fiada. Fez.

  191. Alexandre Said Delvaux
    1 de julho de 2017 at 17:46 (1 ano ago)

    Os caras só fazem perguntas com enfoque negativo. E te digo mais, à medida que o time avançar eles tentam desestabilizar o ambiente. Só espero que os dirigentes não ajudem esses caras com alguma “surpresa”. O VP de Futebol resolveu falar…putz!

    Sds Tricolores

  192. José Carlos F. da Costa
    2 de julho de 2017 at 1:21 (1 ano ago)

    Alguém vai investir em Naming Rights num estádio que será usado apenas para Flu X Brasil de Pelotas, Flu X Juventude, Flu X Duque de Caxias etc, e na hora de um Flu X Olimpia ser no Maracanã…

    Alguém vai comprar sócio-futebol, camarote ou cadeira perpétua num estádio com as mesmas características…

    O Flu, num estádio pra 22 mil pessoas, teria 20 mil aprovadas pela segurança, bombeiros etc. Tira 10% dos 20 que sobraram para os visitantes. Outros 10% para gratuidades. Outros 10% são camarotes, cadeiras especiais, tribuna etc. Sobraria quanto para o Flu comercializar e efetivamente faturar?

    Por que você acha que o urubu põe os ingressos na Ilha a 200 reais?

    Essa opção definitivamente eu não quero. Mas é seu direito achá-la inteligente, que atende aos nossos interesses etc.

  193. José Carlos F. da Costa
    2 de julho de 2017 at 1:25 (1 ano ago)

    Se ele apoiasse…

    Se aquela bola tivesse entrado…

    Se…

  194. José Carlos F. da Costa
    2 de julho de 2017 at 1:32 (1 ano ago)

    Ir pra fila de ingresso sendo sócio e tendo gratuidade pela idade é o quê, senão “jogar pra galera”? Isso também atende pelo nome de demagogia.

    Incrível como tanta gente acha que Pedro Antônio “deu” o CT. Facilitou condições, é fato, mas o preço disso foi não aceitar opinião de ninguém.

    Tudo no Flu hoje tem sustentabilidade ambiental, exceto o CT. Adivinha por causa de quem, que não aceitava palpite de quem quer que fosse?

  195. José Carlos F. da Costa
    2 de julho de 2017 at 1:33 (1 ano ago)

    Para nossa reeleição…

  196. Lucas Mansur
    2 de julho de 2017 at 17:50 (1 ano ago)

    Alguém vai investir 600 Milhões em um estádio de 40 mil para o Fluminense?! Reforço, não confundam SP com RJ. A população do RJ é 3 vezes menor do que a de SP e financeiramente falando, bem inferior.

    Estamos debatendo, acima de idealismos, um projeto de viabilidade. O Flamengo, repito, está tendo enormes dificuldades de encontrar parceiros e possui muito mais visibilidade que a gente para fazer um estádio ser rentável. A gente não consegue sequer um patrocínio master para pagar 15 Mi, vamos encontrar um investidor disposto a arcar com 40 vezes esse valor?!

    Não é ser pessimista, mas realista. E se havia alguma chance, ela foi demitida no começo da semana.

    Sobre o de 22 Mil, entendo o seu receio e da maioria, porém vejo o Flamengo ganhar do SP hoje na Arena da Ilha num baita caldeirão personalizado, enquanto o Fluminense parece jogar para fantasmas no Maracanã como foi na Quinta. Aí lá vamos nós para Edson Passos, que to com respeito, evita o nosso prejuízo, mas tá longe de ser chamada de casa.

    Quero um projeto viável, que possa ser erguido e útil, não um baseado em algo que sabe-se lá como transformaremos em realidade.

    Para finalizar minha participação, vi o Atlético Mineiro ganhar uma Libertadores em um estádio para 22 mil, deixando de atuar apenas a final no Mineirão (Nos últimos 40 anos, jogamos apenas UMA partida que necessitasse de um estádio de tal porte). E afirmo com toda certeza: O independência foi o motivo do título, ganhou apenas partidas lá.

  197. Rodrigo Macedo
    6 de julho de 2017 at 23:35 (1 ano ago)

    Henrique e Reginaldo falharam muito nos dois últimos jogos do BR… Nossa zaga não consegue manter uma regularidade

  198. José Carlos F. da Costa
    26 de julho de 2017 at 12:02 (1 ano ago)

    Experimente ficar um dia sem água depois me conta.

Deixe um Comentário