Rumo ao G6! #AbraceOFlu

FluxVas

Uma ótima vitória por 2 x 1 sobre o Atlético-MG era a centelha que faltava para o Flu colar no G6 e entrar de vez na briga por vaga na Libertadores, um objetivo que se torna a cada dia mais possível.

Com grande atuação e os dois gols marcados na partida, o atacante Henrique Dourado chegou a 26 na temporada, bateu seu recorde pessoal e reassumiu a artilharia do campeonato brasileiro, com 12 gols. O meia Gustavo Scarpa também assumiu a liderança da competição no quesito assistências.

A confiança de todos em vôos mais altos aumenta com a chegada de alguns reforços e o retorno próximo de alguns jogadores importantes que estão em longa inatividade por contusões, tais como Sornoza, Douglas e Reginaldo.

Em paralelo, a campanha de engajamento #AbraceOFlu segue como sucesso absoluto de adesões de novos sócios 100% e upgrades em planos de sócios antigos. A repercussão segue ótima entre os torcedores e o Flu criou um FAQ para responder às dúvidas mais frequentes.

No próximo sábado, no ótimo horário das 16h, o Flu enfrentará o Vasco no Maracanã com expectativa de casa cheia. O rival terá apenas 10% da carga dos ingressos.

Todas as informações sobre checkin e venda antecipada já estão divulgadas no site oficial do Fluminense. A modalidade de e-ticket está mantida.

#VemProJogo
#JuntosSomosFortes
#SejaSocio
#AbraceOFlu

  • Davi Carvalho

    Não irei porque vou trabalhar sábado, mas eu não curto ir em clássicos, muita violência.
    Mas acho que quem puder irá, pois a vitória vai dar um up na galera, além do que a vontade de se vingar do primeiro turno é grande.

  • eduardo garcia lopes

    Hora da revanche

    Temos mais time e ambiente favorável

    esses 3 pontos serão importantes

  • ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN

    Muita felicidade com o esforço do time e as últimas iniciativas do clube para facilitar o acesso do torcedor aos estádios e ao programa sócio torcedor.
    Sábado é obrigação a Torcida Tricolor levar no mínimo 40.000 torcedores ao Maracanã no Clássico dos Gigantes para corresponder a todo esse esforço.

  • Leonardo Vieira

    Time jogou bem ontem.

  • eduardo garcia lopes

    Com a volta de alguns lesionados; acredito em melhor sorte neste 2* turno; já que o Wendell não será vendido até o fim do ano

    Vamos nos preparar para a LA

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Com a palavra a torcida.

    Mesmo reconhecendo um dia de clima atípico, noite, frio, batidas policiais na cidade, ficamos nisso?

    “Saiba qual foi a renda e o público de Fluminense x Atlético-MG no Maracanã
    Torcida não compareceu em peso ao estádio na partida da segunda-feira

    O Fluminense venceu o Atlético-MG por 2 a 1 na noite de segunda-feira.

    O público no Maracanã, no entanto, não foi dos melhores.

    Apenas 10.412 presentes, dos quais eram 9.248 pagantes.
    A renda do jogo foi de R$ R$ 237.240,00.

    Pelo baixo público, o Fluminense, que anunciou o Maracanã como casa até o fim do ano, deverá voltar a ter prejuízo, pois a diretoria, na figura do presidente Pedro Abad, já havia informado que precisa de 21 mil pagantes no estádio para evitar ficar no vermelho.”

    Não ha time que resista sem receita.

    Ai tem que vender ativo para fechar as contas.

    Tem plano de 100% no sócio.

  • Igor Carvalho

    Excelente ponto de vista. Boa!!!

  • Andre fz

    Mas já vão vender o Wendel?? não vao deixar ele nem ser campeão brasileiro e da sula???

  • Marcelo Tricolor

    Nenhuma revelação do Fluminense consegue jogar duas temporadas.
    Começou a se destacar, oferecem igual ambulante da Uruguaiana.

    Daqui a dois meses, mesma conversa, precisamos vender mais uma promessa para pagar Marquinho e outros…

    Ainda reclamam da torcida, com esse mimimi.
    Torcedor tricolor não é burro e nem cego.

    Quando o time parece que vai chegar…
    Vamos vender…
    Pra pagar salários absurdos para veteranos em fim de carreira.
    E a culpa é da situação. Não da oposição.

    Pra quê título da Sula?
    Pra quê G4?

    O importante é a austeridade financeira pregada desde o primeiro mandato de Peter.

    Gosto.de falar do jogo.
    Mas é muita falta de planejamento, e principalmente, pensar como clube grande.

  • Sylvio Montenegro

    Ingresso carregado na carteira de sócio. Agora é vencer os padeiros e afundar a nau. Diretoria de parabéns pelos 10% para o CRVG. Na minha opinião, todo clássico com mando nosso deveria ser assim.

    Sábado de sol às 16 horas. É dia de bom público e aumentar a nossa média, que atualmente é a oitava do campeonato, à frente de Santos, Cruzeiro, Atl-MG, Vasco e Botafogo. E isso jogando algumas partidas em Edson Passos.

    A torcida é soberana, não deve ser criticada até porque não existe “a torcida”, pois ela é composta de milhões de tricolores que são diferentes e pensam de forma diferente.

    Cada tricolor reage de forma diferente às vitórias, empates e derrotas. Reage de forma diferente às ações da diretoria. Como reagirão os torcedores, por exemplo, ao anúncio da negociação de mais um jovem valor às vésperas de um clássico local? Em um elenco que carece de bons valores, os que se destacam estão indo embora. O enfraquecimento do elenco impacta diretamente nas possibilidades do time e no ânimo do torcedor.

    Se não tivessem arregado para o consórcio por diversas vezes, hoje não precisaria de 21 mil pagantes para evitar ficar no vermelho ao jogar no Maracanã.

    Talvez a situação do orçamento 2017 também estivesse melhor se tivéssemos um patrocínio master. A Caixa serve, ainda que temporariamente em tempos de crise, para os outros três grandes do Rio, menos para a gente.

    Então, não dá para colocar a responsabilidade nas costas da torcida, que é difusa.

    É uma imensa responsabilidade dirigir um clube gigante como o Fluminense.

    • Marcelo Teixeira

      Sempre equilobrado! Parabéns!

  • Jorge Eduardo

    Se for verdade bola fora do Abad, vender para um dos mais ricos clubes do mundo por essa miséria, apenas 10 mil, 2/3 da multa.

    Não era nem para vender, mas se vender tem que ser no mínimo o dobro disso, estão se tornando especialistas em vender sempre abaixo da multa… o Douglas do Wasco, que tbm é bom jogador saiu por 15, e joga menos que o Wendel.

    https://www.netflu.com.br/porto-oferece-mais-porem-destino-de-wendel-deve-ser-o-psg-veja-os-valores/

    • Sergio Binda

      Jorge,

      Tem algo estranho nesta reportagem. Desde que prorrogou o contrato do jogador para 2020, o Fluminense detém 90% do Wendel. Na matéria falam em 70%.

      Outra coisa que me soa estranho é negociar o jogador por um valor inferior ao oferecido pelo Porto. Não me parece lógico e este tipo de raciocínio não bate com a maneira que esta diretoria conduz suas negociações. Vamos aguardar pois novas notícias irão ocorrer para esclarecer os fatos.

      ST

      • Jorge Eduardo

        Concordo mas não me surpreende, fizemos vendas recentes por valores incompatíveis com o que valem e sem muita explicação: BB, Marlon e Richarlison saíram em negócios muito prejudiciais ao Flu, só quem ganha são os outros.

    • Adriano Manteiga

      Douglas do Vasco (que não é exemplo) saiu por 12Mio€. Quase o mesmo valor do Richarlison, que foi MUITO mal vendido.

      Aqui na Europa tavam noticiando interesse até da Inter e do Milan no Richarlison. E ainda que não fosse verdade, sabemos que ele tava muito bem cotado no mercado europeu. Tinha muito mais destaque que o Douglas e além disso é atacante, ou seja, era pra ter saído por no mínimo uns 5 Mio € ou até mesmo 10 Mio € a mais que o Douglas. Esse é o valor de mercado mínimo e atual que os clubes europeus pagam pra essas jovens promessas de ataque do mercado brasileiro.

      Foi muito desespero pra vender
      Por que não esticamos a corda até o final da janela se sabíamos que tinham no mínimo 2 clubes atrás dele? Por que vender assim logo no começo da janela? Se esperássemos mais umas 3 semanas o clube entraria em colapso?

      Enfim, o Richarlison agora é passado, infelizmente a m… já foi feita.

      Agora o Wendell…
      Parece que vamos vender mais uma vez por um valor abaixo do mercado. E com ainda menos tempo de profissional que o Richarlison.

      Mas uma das promessas de campanha do Abad não era vender nossas promessas só depois que dessem retorno técnico?

      Outra promessa de campanha não era repor as vendas? Vamos repor com quem? Richard, o tal contrapeso? Reserva da 2a ou 3a Divisão do Campeonato Paulista?

      E depois não querem que a torcida reclame. Fazem todo o contrário do que prometem e quem reclama é chato ou da oposição. É brincadeira hein.

      • Jorge Eduardo

        Concordo 100% e já me decepcionei muito com essas vendas, precisamos de dinheiro, mas se continuar assim vamos ficar cada vez mais enfraquecidos, o time vai piorando e os empresários e clubes vão sempre oferecer migalhas pois sabem que faremos negócio por menos do valor da multa.

  • Ricardo Ferreira

    https://uploads.disquscdn.com/images/46be00b913baf849b97bb3580fc116c084a3576d7f3bb423df2ba2eda6eabf89.jpg

    PPPOOOOOOOOORRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

    Este tem que ser o espírito pra sábado!

    Matar a presa!

    Sem mimimi. Esquece papo de três pontos, de campeonato, de venda de jogador e o karalho a quatro!

    Isso fica pra depois.

    Vamos lotar o Maraca e exigir essa vitória.
    É isso aí Abel & cia.
    Ganhar ou ganhar!

    Vamu pra dentro Fluzão!!

  • Ricardo Ferreira

    Num breve momento em que vcs pararem de pensar na guerra de sábado, dá uma lida nisso aqui.
    Muita atenção no último parágrafo.

    http://dnaesporte.no.comunidades.net/fundamentos-taticos-no-futebol

  • Feliciano Lins

    Bom dia
    Incrível como as notícias ruins vazam no Flu em semana de alegria.
    Tomara que o Abad tenha a mesma coragem que tem para falar das dívidas para falar também das negociações de todas, inclusive dos garotos que estavam em Portugal.
    Lembrando que o Douglas do Wasco foi vendido por 13 milhões de Euros
    E que sobre algo para terminar CT.
    ST

  • Waldomiro J. Silva Filho

    Espero, sinceramente, que as notícias que circulam na imprensa sejam apenas especulações, pois apenas uma direção amadora faria negócios assim.

    Em um dia a torcida recobra seu entusiasmo com um time que foi dilapidado ao longo de três anos, no outro dia nos vemos na mesma posição das Ponte Pretas e Náuticos da vida, fadados a serem um quitanda que vende “tudo de bom e barato” para abastecer os melhores e poderosos.

    Imaginemos que seja necessário vender um grande jogador ou uma grande revelação: façamos negócio como os grandes times, não como fazem os times pequenos.

    Nosso rival, o Flamengo, só vendeu o Vinícius porque; (a) contratou muito bem, tem titulares para a posição e ele é um reserva e (b) vendeu por um preço vantajoso para todos e não apenas para os empresários (como parece ser o caso de Wendel: só os empresários, que vão embolsar seus alguns milhões para comprar seus carros importados e casas de luxo).

    O Fluminense é grande, não o façam pequeno.

    • Sergio Binda

      Calma… vamos aguardar… Nosso rival gastou milhões, contratou o Conca que não joga e está dois pontos na nossa frente (sendo que já jogou duas vezes com o lanterna do campeonato). Negociou o Vinicius e o Jorge também…

      Não é novidade que teríamos de vender mais de um jogador…

      ST

  • Rodrigo

    Agora de manhã falei com dois tricolores que desistiram de ir ao jogo após saber da “entrega” (isso não é venda) do Wendel.
    Argumento deles: pra quê se animar com o time se a diretoria vai vendendo os melhores a preço de banana?
    Eu estarei lá no Maraca pq sou teimoso, mas q faz sentido, faz.
    Não adianta “Abrace o Flu”, se a própria diretoria sabota o entusiasmo.

  • Marcelo Teixeira

    Parece brincadeira, mas numa semana que a autoestima do clube e da torcida começa a dar um levante, vem essas noticias do Wendel. Precisamos aguardar de fato, mas quase sempre o que sai na globo.com por reporteres que cobrem o clube no dia a dia, é verdade. Entendo que a torcida começa a compreender o momento. Entende necessidade de venda, mas não entende mentira. Na venda do Richarlison, houve uma mentira. O caso dos 10%. Espero que agora seja exposta só a verdade. Enquanto não houver 100% de transparência, será muito dificil ter 100% de apoio da torcida. As coisas melhoraram e nao tenho dúvidas disso. Mas ainda falta. Queria entender também qual a real função do Marcelo Teixeira. Vejo o clube se profissionalizando e indo no caminho que esperávamos. Mas essa parte do organograma do futebol ainda tá confusa. O Marcelo Teixeira viaja pra negociar o jogador? Isso faz parte da função dele? É um negociador? É realmente uma pergunta séria. As vezes parece um pouco confuso. O vice de futebol disse que o wendel não teria nem papo por mrnos de 15 milhoes de euros. Achamos pouco. O criticamos. E agora vão vender por 10 milhoes de euros?

    Será que vocês conseguem se colocar no lugar do torcedor comum, que é a razão do Flu existir, e entender como ele se sente ao ler essas contradições? Acham que isso gera confiança nele de se associar e ajudar o clube?

    Torço pra que esse valor de 10 milhoes de euros seja mentira. E diferente do richarlison, percentual numa futira venda valera nada, pois o PSG HJ é comprador. Só vende quem nao da certo.

    E depois do que os caras pagaram pelo neymar a vista, aceitar parcelamento só pode ser sacanagem.

    St

    • Sergio Binda

      Concodo que o que sai no Globo, geralmente se concretiza, mas repare que ao mesmo tempo que a matéria comenta o aumento de nossa participação de 70 para 90%, a mesma nada fala em valores envolvidos na negociação.

      Vamos aguardar…

      ST

      • Marcelo Teixeira

        Com certeza! Meu comentário foi construtivo. Não sei o nível de importância dos nossos debates aqui pra diretoria. Mas acho que num geral temos bons representantes da torcida aqui e de como tudo é visto aos olhos dela. De fora é sempre mais facil analisar, do que com problema na mão. Mas definitivamente nesses valores será um pessimo negocio, especialmente levando em conta que temos 90%. Algo raro no Fluminense. E sempre gosto de lembrar. Peter queria vender o w nem por 6 milhoes de euros em janeiro de 2012 na volta do figueirense. Assim como fez com o Biro biro. Por pressão da torcida, não vendeu. Ganhamos o carioca e o brasileiro de 2012. E o mesmo foi vendido 1 ano depois por 10 milhoes de euros. Quase o dobro. Então é bom ouvir a torcida também.

        St

        • Sergio Binda

          Sem dúvida e espero que realmente leiam, pois há opiniões e sugestões interessantíssimas por aqui e trata – se do blog de quem está na liderança do clube…

          ST

          • Marcelo Teixeira

            Isso aí. Abraço Sérgio!

    • Jorge Eduardo

      O Fluminense é um dos clubes mais vencedores do futebol brasileiro, a torcida está acostumada a títulos e a ter times competitivos… somos um clube que deveria prezar em manter os melhores e se reforçar… essa crise uma contribuição muito grande da segunda gestão do Peter e dos mandatários anteriores, que dilapidaram o patrimônio do Flu. Vender nossos melhores jogadores por valores abaixo do que valem é dilapidar o nosso patrimônio e enfraquecer o nosso time… decepcionante e carece de explicações.

  • Alexandre Said Delvaux

    Quantos dos que reclamam de uma eventual transferência do Wendell são sócios do FLUMINENSE?

  • Marcelo Teixeira

    Em tempo….sábado 16:00 e bela tarde de sol, lugar de tricolor é no maraca! St

    Obs: migração pro novo plano foi muito facil. Tudo funcionando a contento. Patabens aos envolvidos! Estamos no caminho!

    St

  • Sergio Binda

    Muito bacana este artigo e todo grande time de uma grande conquista nossa está associado a um camisa 9 fazedor de gols!!

    http://www.panoramatricolor.com.br/a-lendaria-camisa-9-do-fluminense-por-paulo-rocha/

    ST

    • Paulo Fernandes

      Pois é, Sérgio. Levantamos esse assunto ontem. Muito legal.

      • Sergio Binda

        Isso aí Paulo… Você que falou do Flavio cobrando falta, veja o vídeo abaixo…

        https://youtu.be/I-MTnq4M-Zg

        ST

        • Rodrigo Baroni

          Que golaaaaaaaaço!!!!!

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Se o Abad e o diretor realmente viajaram, não soubemos e nem a mídia, pois não houve nenhuma noticia.

    Se a mídia soube, certamente foi por meio dos empresários, que tem o maior interesse em vender ( e faturar as comissões), até como já demonstraram antes(lembrando que o jogador também mostrou interesse em ir)

    Se realmente foram, e trataram do negócio, que divulguem, principalmente preço.

    Se conseguirem receber e manter pelo menos até o final do ano, acho bom.

    Não sou favorável a vender ninguém, mas a realidade é que os empresários investem, e querem fazer os ativos renderem.

    Quando o jogador quer ir, ninguém segura(até o Neymar foi).

    O que temos que fazer é acertar as pendencias para não sermos obrigados a vender, mesmo não querendo.

    Faz parte do momento atual, e não adianta ficarem criticando e cobrando time , se não colocamos nem 20.000 no maraca.

    Nossa situação é de dependência total de vender ativos(jogadores) e nos adaptarmos ao que temos no momento, mas repensando toda a administração anterior e dividas herdadas, sem fazer novas(como pregam alguns aqui sobre mandar embora jogadores com contrato em vigor) pois uma hora a conta chega, como chegou agora, nos obrigando a vender os ativos.

    • Marcelo Teixeira

      Não faz um mês e você defendia jogo duro com o wendel e seu empresario. Disse que só deveria negociar pela multa. Concordo que quando o jogador quer ir, é dificil segurar. O neymar que vc citou foi um otimo exemplo: saiu pela multa e a vista.

      Nao sou desses que acham que deve sair pela multa e ponto final. Mas sou dos que acham que se deve fazer bom negocio. E menos de 15 milhoes de euros num jogador que ja vingou, que temos 90% ( coisa rara no Flu) e que poderia ser a resolução dos problemas financeiros do clube, é simplesmente um valor ridículo. Ainda sim acho baixo.

      St

      • Rodrigo Gutemberg

        Ah o cinismo aqui impera geral. E mais, por que viajar ? Não é o clube interessado que envia emissários ? Pois parece que o Abad é que está oferecendo o jogador. Então é lógico que o preço não será bom. E dane-se os resultados no futebol e o retorno técnico. Que absurdo ! Estão acabando com o Fluminense.

        • Flavio Chammas

          Não debato com deseducados, e acusações devem ser provadas.

  • Marcelo Teixeira

    A sensação é que jogam pra sentir a temperatura e como será recebido. Por isso temos que criticar e reclamar sim. Cado contrario, parece que a torcida concorda e esta td bem.

    St

  • Sergio Binda

    É o que dizem …

  • Sergio Binda

    Agora já estão falando que o Wendel ficaria até meados do ano que vem… ou seja, há muita especulação e pontos abertos nesta história. Ninguém sabe se são 10, 15 ou 20 milhões.

    Neste momento é importante que nos foquemos no jogo de sábado e enchamos o Maracanã. Vai ser vergonhoso os padeiros terem 10% da carga, colocarem 4 mil pessoas e os nosso lado ter 10 mil com 90% da carga.

    Por sinal… será outro jogo duríssimo. Se o Zé Ricardo entrar no Vasco ficará ainda pior. Desde que este cara assumiu o Urubu, nós nunca vencemos ele. Foram duas derrotas e tres empates.

    ST

    • Nelson

      Fluminense 2×1 no BR2016 na Arena das Dunas.
      O técnico já era o Zé Ricardo.

  • Alexandre Said Delvaux

    Onde está escrito isto?

  • Alexandre Said Delvaux

    Fala muito…

  • Alexandre Said Delvaux

    Se o FLUMINENSE tivesse 40.000 ou 50.000 sócios adimplentes talvez pudesse bancar algumas ofertas.

  • Francisco Carlos

    O Abad não chegaria ao ponto de se tornar presidente de uma instituição com a tradição do Fluminense fazendo negócios desse tipo. Se ele fosse um cara que fizesse negócios como esse que estão noticiando sobre o Wendel, constantemente estaríamos vendo na imprensa notícias da família dele desesperada porque ele sumiu em um final de semana qualquer, que ele estava andando pelas ruas desorientado, de cuecas, andando ao lado de cachorros no centro da cidade.

  • Flavio Chammas

    É nitido que se for verdade a ida deles, que divulgou foram os empresarios do jogador, que vem forçando a venda o tempo todo.

    • Ulisses Cardoso

      Ah bom, a culpa é dos empresários maus, não do presidente, que é quem dá a última palavra sempre numa negociação. A quem voce pensa que engana ? Chega de mentiras. Seis anos nessa conversinha de economia. Chega.

  • Danilo Soares Félix

    Ainda não sei os termos definitivos e nem sei se Wendel será mesmo vendido, mas sei que precisamos sim vender mais algum jogador pra fechar o ano. Até aí sem novidades. Está dito pelo Abad desde o início da temporada.

    http://epoca.globo.com/esporte/epoca-esporte-clube/noticia/2017/04/nao-adianta-querer-enganar-vamos-ter-que-vender-atletas-diz-presidente-do-fluminense.html

    Sei também que Abad recusou propostas de Sporting e Porto pelo Wendel nos últimos meses. Esticou toda a corda, sou testemunha. Mas a janela fecha 31/08, daqui a 7 dias.

    Me assusta muito as convicções sobre valores, a certeza de que tal valor é alto, justo ou baixo, quando na verdade nenhuma destas impressões pessoais interessa em nada. A única avaliação que interessa é a que o mercado faz.

    Apenas para reflexão, sem pretensão de debate ou covencimento, já que não adianta:

    29/01/2017 15h50 – Atualizado em 29/01/2017 17h50
    Grêmio chega a acordo e vende volante Walace para o Hamburgo
    Clube gaúcho negociará volante com Hamburgo por 10 milhões de euros

    http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2017/01/gremio-chega-acordo-e-libera-walace-para-embarcar-para-alemanha.html

    É uma matéria deste ano. Trata-se do volante campeão olímpico como titular. Jogou duas temporadas no Grêmio, também como titular.

    Wendel nunca jogou em nenhuma seleção de base, embora tenha mais talento que Walace. Mas na visão do mercado europeu, nunca ter sido convocado conta bastante, infelizmente pra nós.

    Se a venda acontecer, é óbvio ululante que o ideal seria manter o atleta por mais 2 anos, esperar ele se valorizar e se desenvolver, ganhar títulos, ser convocado e etc. Ninguém em sã consciência pode ficar feliz com essa perda técnica.

    Mas o nosso clube precisa de dinheiro imediato agora, está previsto em orçamento pra fechar o ano. Ninguém vende um bom jogador cedo por sadismo ou esporte, mas porque é preciso. A esperança seria a volta do Douglas, o titular do início do ano, que já parece recuperado.

    Merece também crédito o trabalho de captação que encontrou Wendel no Tigres-RJ, ali pertinho e à vista de todos os demais rivais nos campeonatos de base, trouxe pro Flu a custo zero. A filosofia da diretoria atual de aproveitamento de jovens no time de cima, algo que transformou Wendel num ativo de milhões de euros em poucos meses, e o talento do mestre Abel em lapidar os jovens. Desses créditos eu não vejo ninguém falar, o que me parece bastante injusto.

    • Claudio Souza

      Parabéns pela paciência!

      ST

    • Adriano Manteiga

      Abad e alguns integrantes da Flusócio durante a campanha:
      – Nossas revelações só devem ser vendidas depois que trouxerem retorno técnico.

      Por que mudaram o discurso logo depois que assumiram?
      Não sabiam da situação financeira do clube?
      Quem foi o presidente do Conselho Fiscal durante a gestão anterior?
      E quem foi o tesoureiro do clube?

    • Adriano Manteiga

      Wallace 10Mio€ e Douglas 12Mio€.
      Wendell por um valor parecido faz algum sentido. Todos os 3 mal vendidos. A Europa agradece.

      E o Richarlison por 12Mio€?
      Tem explicação?

      É atacante, foi o maior destaque da seleção no Sul-Americano, muitos clubes europeus de olho (segundo notícias de toda a Europa).

      Vendemos bem?
      E por que não esticamos a corda até o final da janela?

  • Flavio Chammas

    Senhores

    E aí, vende ou fica no prejuízo, sem pagar as contas?

    “Fluminense acumula novo prejuízo no Maracanã

    O duelo entre Fluminense e Atlético-MG, ocorrido na última segunda, no Maracanã, gerou prejuízo ao clube das Laranjeiras.
    Com um público de apenas 9.248 pagantes, renda de R$ 237.240,00 e despesas de R$ 476.755,84, o Fluminense amargou um prejuízo de R$ 239.515,84.”

    Edson Passos é longe, naõ tinha car de Flu, e outras desculpas.

    A direção assume, banca mas resposta nada.

    Agora saiu mais uma, com dois ingresso gratis na associação.

    Vamos ajudar ou malhar (todos os malhadores são sócios?) só é mais facil.?

    As criticas à possivel venda do Wendel continuam, já sabem tudo, que vendeu por menos, que não foi a vista, percentual de passe, enfim tudo via mídia, através de empresários, ja que ninguém do clube falou.

    • Danilo Soares Félix

      Eu não critico a torcida em nada, ela é soberana e temos que buscá-la com ações de engajamento, como o clube tem tentado a todo custo. Mas é certo o seguinte: se pudéssemos contar 100 mil sócios e uma receita bacana e ordinária de bilheteria, talvez pudéssemos segurar jovens talentos por mais tempo.

      • Cesar Moreira

        “se pudéssemos contar com 100 mil sócios”.
        Vamos tirar a hipótese e vamos analisar os fatos recentes. O país s está em crise, todo mundo com dificuldade financeira, mas mesmo assim o torcedor se esforça e se torna sócio pq ama seu clube e acredita num presidente q tem como tema a austeridade financeira.
        Aí esse presidente contrata Wellington Paulista, Danilinho, Marquinho com salários inacreditáveis, renova com valores altíssimos com jogadores velhos e já em decadência, RASGA dinheiro suado do sócio torcedor.
        Ficamos quatro anos sem disputar NADA!!
        Aí vem o novo presidente e dá declarações de que estamos quebrados, com o pires na mão e vamos entrar no QUINTO ANO SEGUIDO sem aspiramos títulos.
        Esse tipo de declaração tira todo o tesão do torcedor de ser sócio, de ir aos estádios, afasta a torcida. Eu canto essa pedra há pelo menos TRÊS ANOS. Não é possível que quem está dentro do clube não enxergue!!

        A responsabilidade financeira é da torcida? E o marketing q não consegue um patrocínio master??

        Vc quer chegar a 100 mil sócios com essa filosofia??

        • Alexandre Said Delvaux

          Se todos pensarem assim, nem os R$ 4 milhões…Belo raciocinio! O Internacional tem mais de100.000 sócios.

          • Cesar Moreira

            O Inter é o Inter.
            O Fluminense é o Fluminense.
            As torcidas tem perfis diferentes. E essas administrações recentes não conseguem entender o perfil da torcida do Fluminense. Não é só no número de sócios. Nas arquibancadas eram os “vinte mil de sempre”. Agora não são nem os “quinze mil de sempre”.
            A postura da diretoria não condiz com o que a torcida espera.

            Mas deixa eu ser bem claro: Eu discordo do seu ponto de vista e de algumas atitudes da diretoria passada e da atual. Tenho um primo que faz parte da Flusocio, e não duvido da boa intenção do grupo.
            Mas minha intenção quando me posiciono de forma contrária aqui não é criar discussão ou provar quem está certo.
            Eu quero ver o Fluminense forte e ganhando títulos, como todos aqui, como a Flusócio.
            Mas os caminhos e as diretrizes estão erradas, senão não estaríamos há cinco anos sem ganhar nada e com as arquibancadas vazias.
            Humildade também é repensar os conceitos e as diretrizes previamente definidas.

      • Rafael Coimbra

        Concordo com o Cesar Moreira.. a torcida vai ao estádio porque ama seu clube e o engajamento de sócios só ocorrerá se tivermos ÍDOLOS e JOGADORES em campo que valem o ingresso..

  • Danilo Soares Félix

    Flavio,

    Tenho certeza que vc consegue perceber que nós não temos o mesmo poder de barganha do Liverpool, clube de faturamento pelo menos 20x maior que o nosso.

    Seria o mesmo que você cobrar de mim resistir a uma proposta de compra do meu apto da mesma forma que o Roberto Justus resiste a uma proposta pelo dele.

    Os clubes compradores sabem de nossa necessidade de vender. E por isso esticar a corda tem um limite, pois estamos a 7 dias do fim da janela.

    • Flavio Henrique

      Danilo, obrigado pelo retorno.
      Minha comparação com o Liverpool foi em relação à conduta. Lógico que a capacidade de reter os jogadores é completamente diferente entre nós e eles.

      Isso posto, somente lamento que a única alternativa para curto prazo seja a venda do nosso jogador de maior potencial.

      Espero que no futuro tenhamos novas fontes receitas, que nos permitam sim “esticar a corda” e vender pelo maior valor.

      Temos criticado bastante a torcida. Eu mesmo em outro post fiz isso.
      Mas a torcida precisa ter identidade com o time. Saber quais são os jogadores, ter ídolos…

      ST.

    • Adriano Manteiga

      E por que a corda não foi esticada na venda do Richarlison?
      Por que vendemos logo no começo da janela?
      O clube entraria em colapso se esperasse mais 6 semanas?

  • Alexandre Said Delvaux

    A receita do sócio futebol, projetada linearmente, em 2017, não chega a R$ 4 milhões de reais. Isto pode ser traduzido em pouco mais de 8.000 sócios adimplentes.

    • Davi Carvalho

      Isso é uma vergonha, se não vai/quer pagar, então rala peito.

    • Marcelo Tricolor

      Estádio????
      Laranjeiras???

      Não deixe essa ideia ser empurrada pra baixo do tapete, tricolor.

    • Ulisses Cardoso

      Só 8 mil podem reclamar. Os outros 3 milhões têm que ficar calados, segundo este aí. Nada, é tática pra tentar intimidar quem esteja insatisfeito.

      • Gustavo Ramos

        Aliás, é interessante como essa filosofia ditatorial vem se multiplicando nos sites, blogs e comunidades que tratam do Fluminense.

        • Alexandre Said Delvaux

          Qual “filosofia ditatorial”? A sua ou a de quem pensa diferente de de você? São pontos de vista diferentes. Eu, por várias vezes, escrevi o óbvio, ou seja, o maior número de associados aumenta o poder de barganha do FLUMINENSE. Se alguém se sente intimidado com o argumento ou entendeu de outra forma, não posso fazer nada. Não me preocupo em ficar bem com galera.

      • Alexandre Said Delvaux

        Tem que ser muito fraco de argumento ou muito raso de raciocínio para se intimidar com um comentário ou, no caso, com um questionamento. Não creio que no blog tenha alguém assim. Basta ter convicção!

        • Ulisses Cardoso

          Engraçado que curtiram mais o meu comentário que todos os seus daqui deste post somados.

          • Alexandre Said Delvaux

            O dia que eu ficar preocupado com a mediocridade. Você é quem deveria se preocupar com o seu fã-clube.

    • Sylvio Montenegro

      Então cabe aos responsáveis identificar os entraves para o aumento do número de sócios e buscar as soluções. Torcida o Fluminense tem, falta saber trabalhar corretamente para fazer do torcedor um associado.

      • Alexandre Said Delvaux

        É verdade, sempre cabe a alguém fazer alguma coisa. Se alguém diz que o número de sócios é muito pequeno em relação a outros clubes, se alguém diz o óbvio, isto é, que quanto maior o número de associados, maior a chance de o FLUMINENSE manter e valorizar suas revelações, ai aparecem os “intimidados”. Assim como quando alguém diz que os investimentos feitos na gestão anterior agregaram valor, que o momento financeiro do FLUMINENSE é delicado, mas que pode perfeitamente ser revertido, que se os Tricolores se associarem isto fica mais fácil, alguns ficam nervosos. Por que? Deve ser porque querem impor as suas idéias. Continuo com a minha opinião: quem PODE se associar e não se associa e quer um time forte é incoerente. NUNCA disse que não pode criticar, disse que é incoerente. Tão incoerente quanto ficar esperando alguém fazer alguma coisa para se associar.
        Ainda tenho mais uma opinião: – quem não está satisfeito pode juntar um grupo, estimular novas associações e tentar impor, pelas vias institucionais, os seus projetos.
        Não estou me referindo aos seus comentários, mas apenas aproveitando a oportunidade, mas quem se sente incomodado, intimidado, irritado, antipatizado com outras opiniões é porque não tem convicção ou argumento.

    • Marcelo Teixeira

      Tem alguem trabalhando muito mal pra manter os socios adimplentes.

      Obrigado por fornecer esses números. Isso só corrobora o que imaginávanos!

      St

  • Marcelo Tricolor

    Clube sem estádio.

    Sem um craque.

    Marketing Zero.

    Que ao primeiro lampejo de um jogador, colocam na banca e saem oferecendo no desespero.

    No “amor” apenas, fica difícil conseguir mais sócios.

    Tem muita coisa que prescisa ser explicada:

    -O contrato que o Peter fez do Maracanã não era “maravilhoso”?

    -Por quê continuamos pagando uma fortuna para veteranos encostados?

    O torcedor comum não está nem aí pra “austeridade financeira’, que aliás, no
    ritmo que andamos não chegará nunca, vendemos o almoço para comprar o
    jantar, essa é a verdade.

    Entra Peter, entra Abad, sempre a mesma conversa.

    O torcedor quer um time bom, de prefrência com um craque ou um ídolo.

    O sócio torcedor do Palmeiras só deslanchou depois do estádio.

    Não percebem isso?

    Agora ficar de mimimi porque a torcida está reclamando pela venda do Wendel…

    Esperavam o quê?

    UM MOSAICO:
    OBRIGADO POR VENDER O WENDEL E MANTER O INCENDIÁRIO!

    Acho melhor voltar para o futebol:
    Obrigado, Abel.

    • Gustavo Ramos

      Mas tem gente que insiste em dizer que a culpa é da torcida. O lado bom disso é que já deu para perceber que são sempre os mesmos.

  • Gustavo Marsan

    Vocês são loucos de vender um jogador com potencial enorme por este preço. E pela menor oferta!!! São completamente loucos!!!

    Por favor, saiam de suas tocas e apareçam para esclarecer por que venderam por um preço ridículo deste, em parcelas (pra um clube tá sobrando grana) e PELO MENOR VALOR!!!

  • Ulisses Cardoso

    O “acabou de vencer” dois brasileiros é totalmente por sua conta. Que se esqueceu da vergonha de 2013, quando apanhamos da mídia e de todos de forma ímpar em toda a história do futebol brasileiro, todos contra nós em tempos de globalização e redes sociais pulsando, evento que nos oprimiu gravemente e dissipou o prestígio daquelas conquistas, mesmo entre torcedores tricolores. De lá para cá é só vergonha ano após ano, e isto pesa muito. E o elenco de 2012 não foi montado pelo Peter. A obrigação dos gestores é ir até a torcida, ou melhor, trazê-la com atitudes, e não tomar decisões ruins, não ser transparente, formar times medíocres e mesmo assim ficar exigindo que o torcedor compareça. A diretoria não faz a sua parte. Eu preferia estar sem rumo sendo o Palmeiras, com aquele elenco cheio de opções e com dinheiro para contratar, dinheiro que veio do aval de um presidente que empenhou seu próprio nome para poder reforçar a equipe(imagine se Peter faria uma coisa dessas pelo Fluminense… Não, ao contrário, quis se livrar dos maiores ídolos, Conca duas vezes e Fred), do que estar “se aproximando” pobre e com uma diretoria de costas para a grandeza do clube e os resultados do futebol profissional. E reclamar de Flapress perdeu o sentido quando os maiores inimigos dos nossos triunfos esportivos estão dentro do próprio Fluminense.

    • Sergio Binda

      Você acha o Conca um ídolo? Está falando sério?

      ST

  • Rodrigo Prieto

    Querida diretoria, deixa eu ver se entendi como funciona. Temos jovens valores no time, que são vendidos a um preço abaixo do valor de mercado ou ao menos abaixo do que os outros clubes vendem suas joias. Daí adquirimos novos jogadores que vem a ser “apostas”. Quando as “apostas” se entrosam e começam a se destacar, são vendidos novamente a preço de banana? Estou meio confuso…é assim que funciona? Alguém me explica, mas sem dar piti ok?

  • Alexandre Said Delvaux

    Igor, depende da forma que cada um interpreta o que está escrito.

  • Ulisses Cardoso

    Reclamar depois do leite derramado é que não dá, ora bolas. É cada uma. Eu acho que quem fica zen demais diante de notícias graves é que está se comportando de forma estranha. O histórico do Flu, para quem acompanha o clube há pelo menos 10 anos intensamente, tem mostrado que onde há fumaça na imprensa, há fogo no clube(em termos de negócios). Os furos sempre acabam confirmados posteriormente pelas diretorias do clube.

  • Ulisses Cardoso

    Muito triste. O pior é, além do cinismo das diretorias de ainda empunharem o slogan de “só vendemos após o atleta dar retorno técnico”, é gente querendo botar panos quentes nesta mediocrização e apequenamento escancarado.

  • ALEXX

    O Fluminense não cria jogadores em sua base para serem identificados com o Fluminense: cria produtos para a venda! E venda barata. Você não vê jogadores pedindo para ficar no Flu ( a não ser quando eram comprados por altos salários).

    A visão que tenho é que Wendell e outros da base, daqui a alguns anos, ao voltarem ao Brasil, vão querer jogar em qualquer clube; não tem identificação nenhuma! Falta de engajamento da direção em Xerém: o Flu parece uma empresa qualquer (e mal-gerida), não um clube de futebol que gera e lida com a paixão de milhões!

    E isso se reflete na torcida, que não vai mais ao estádio, não compra mais o barulho. Não há mais qualquer identificação de um com o outro!

  • Gabriel Ferreira Sartório

    Eu não concordo com os termos das propostas vinculadas na imprensa, não condiz com a realidade da pedra preciosa que temos em mãos. Infelizmente muitos clubes tem cedido a pressão dos empresários e jogadores, espero que isso não aconteça. Sou um etusiasta da gestão Abad, vejo um trabalho sério e espero que isso acontece no presente caso.
    Vamos aguardar porque a imprensa divulga cada hora uma notícia diferente.
    ST

  • Gustavo Marsan

    Quando o Peter assumiu, ele veio com uma proposta de que jogador da base deveria dar RETORNO TÉCNICO e FINANCEIRO.

    Em que momento isso se perder que nenhum deles mais precisa dar retorno técnico?? Por que até onde eu sei Richarlison e Wendell não ganharam nada!

  • Deiny

    Sobre o Wendel, eu não vou falar nada porque eu não acredito no que está sendo noticiado. Já falei aqui outra vezes… Não faz sentido a gente aumentar o salário de um menino para aumentar também a multa e ele sair por 1/3 dela. Wendel é uma realidade, seleção brasileira é questão de tempo. Jamais o Abad venderia nossa maior joia por esse valor.

    Eu concordo com a galera que escreveu aí que se a torcida fosse mais engajada a torneira não precisaria ser aberta tantas vezes. Mas também é verdade que se a gente transformar esses jovens talentos em ídolos fica mais fácil fazer aumentar o número de sócios e ter uma torcida mais presente.

    ST.

  • Adriano Manteiga

    Abad durante a campanha:
    – As contas estão equacionadas
    – Não tolera atrasos
    – Vamos montar um elenco forte
    – Vamos contratar 4 jogadores pra serem titulares, 1 deles pra ser ídolo
    – Revelação do clube tem que ficar anos, ganhar títulos, dar primeiro retorno técnico e só depois financeiro
    – Temos um patrocinador master bem encaminhado
    – Vamos melhorar nossa relação com a torcida

    Abad depois que assumiu:
    – As contas não fecham (o presidente do Conselho Fiscal não sabia…)
    – Direitos de imagem atrasaram
    – Não temos dinheiro pra nada
    – Não podemos contratar
    – No máximo reposição do Samorin ou uma aposta da 2a Divisão
    – Algumas revelações vão ter que sair sem dar retorno técnico
    – Não conseguimos encontrar patrocinador master
    – A torcida tá se afastando ainda mais

    E se isso tudo acima fosse obra do Mario ou do Celso, como reagiriam alguns tricolores que aqui comentam?

    • Paulo Fernandes

      Realmente, é desanimador.

    • Jorge Eduardo

      Não dá nem tempo de curtir uma vitória, se continuar assim vamos fazer companhia ao América… na visão da nossa diretoria somos um time pequeno/formador…. formamos jogadores pros times grandes da Europa e para ajudar os pobres empresários.

    • Ulisses Cardoso

      E o nome disso qual é, no jargão político ?

  • Paulo Fernandes

    Exatamente. Eu já escrevi aqui algumas vezes e vou repetir, apesar de alguns xingamentos que recebo : ganhar títulos deixou de ser o objetivo do Fluminense. Hoje procura-se apenas manter as contas em dia e ter participações honrosas (?) nos campeonatos.

  • Rafael

    Essa notícia da venda do Wendel é uma baita ducha de água fria. Parabéns aos envolvidos.

  • Francisco Carlos

    Na boa, respeito a opinião de todos, mas não concordo com essa visão de que o valor do Wendel é estipulado pelo mercado e o mercado estipula esse valor em 10 milhões. Wendel Pode não ter participado das seleções de base, mas nos profissionais tem um destaque muito mais acentuado que outros jogadores que foram melhor vendidos. Deram como exemplo Wallace e Douglas, mas Esqueceram de exemplos como Vinicius Junior e Gabriel Jesus (esse eu sei que está no patamar acima do Wendel principalmente para uma negociação). E outra coisa o abad pode ter esticado corda mas desde o início estipulou que o Wendel seria vendido. Ele que foi até França não foram os franceses que vieram até o Rio. Desculpem mas nessa eu acho que a diretoria do Fluminense Tá vacilando e muito feio.

  • Francisco Carlos

    Podem ter certeza, se o Wendel sair agora antes de adquirir qualquer identidade com o nosso Fluminense e por esse valor, em um futuro muito próximo vamos lamentar e nos arrepender por deixar jogador deste ter ido embora tão facilmente.

  • José Alberto Bernardes

    Nessa ótica ERRADA da diretoria nesse ponto,Deley teria sido vendido em 1980….Teríamos sido Tricampeões cariocas e Campeão Brasileiro sem ele?Nunca!Era o cérebro daquele time espetacular….Vendendo Wendel agora,poderemos estar matando a semente de um possível grande time,que poderia ganhar títulos,atrair mais torcedores….Pensem NISSO!

  • Marcelo Tricolor

    Só um último comentário.
    Não acredito que a diretoria tenha má fé.
    Acredito em amadorismo e incompetência.

  • José Alberto Bernardes

    Antecipando a dica que dou todo ano(E NUNCA SEGUEM)….Contratem o zagueiro Fabricio da Chapecoense….Muito bom zagueiro…Tem futuro!

  • andre fahr

    Só para se ter uma ideia do quão ridícula seria essa suposta venda do Wendel por 10 milhões de euros, eu apresento essa notícia:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-frances/noticia/psg-esta-proximo-de-acordo-com-monaco-por-mbappe-r-555-milhoes-mais-um-jogador.ghtml

    Depois de gastarem uma quantia indecente no Neymar, os caras ainda têm grana para pagar 150 milhões de euros, além de oferecer um jogador, pelo Mbappé.

    • Jorge Eduardo

      Só a nossa diretoria para facilitar as coisas para que os nossos melhores jogadores sejam vendidos por valores abaixo da multa e por filantropia facilita a vida dos clubes pobres Barcelona e PSG, pois nós nem precisamos desse dinheiro e nem desses jogadores, pois temos um elenco estelar.

  • Jorge Eduardo

    Rodrigo a gente não sabe como essas vendas são feitas, sabemos apenas que há uma ganância grande dos empresários que tentam forçar a venda… tem que apertar o cinto e só vender pelo justo valor, não vamos conquistar nada se continuar com essa política de se desfazer dos melhores por valores que não resolvem os nossos problemas e que só nos enfraquece.

  • Sergio Binda

    Nossa senhora!! Antes de ler o blog preciso tomar um Prosac!!

    ST

  • Fabio DB

    A missão maior da instituição Fluminense FC é estar capacitada a ganhar títulos (e chegar as finais, etc) continuamente, ou seja, no curto, médio e longo prazos. O clube foi fundado para isso. Então faz sentido todo e qualquer questionamento sobre ações que reduzam a qualidade técnica da equipe e que, por consequência, reduzam a probabilidade de se realizar a sua missão.

    No entanto, algumas situações (problema financeiro grave, etc) podem ocorrer num dado momento que impossibilitem que esta missão no curto prazo seja atingida, por exemplo, como atualmente. A situação econômico-financeira do clube (de longa data problemática) que vem sendo melhor equacionada nos últimos anos, demanda receitas imediatas. Se entende que a melhor forma de obtê-las é com a venda de atletas do clube.

    Sem entrar no mérito dos valores e da correção da decisão tomada (a nova diretoria merece credibilidade), CERTO É QUE ESSE PROCEDIMENTO DEVERIA SER VISTO COMO EMERGENCIAL E APENAS TEMPORÁRIO já que IMPOSSIBILITA na prática que a missão do clube seja atingida no curto prazo. Entende-se que no médio prazo o clube volte a normalidade, ou seja, preserve SEUS RECURSOS mais importantes e raros na BUSCA PELO QUE INTERESSA, i.e, SUCESSO/TÍTULOS/DESTAQUE ESPORTIVO.

    ST

    • Alexandre Said Delvaux

      O modelo de gestão do Abad parece (não estou certo e não sei se algo planejado)

      • Fabio DB

        De acordo.
        O que não pode é fazer “ajuste rigoroso” através da “vendas de ativos” continuamente ou isso ser visto como objetivo institucional. É uma estratégia necessária para o momento crítico = OK….. mas objetivo institucional é “tílulo” (ou “sucesso esportivo”). Como você, eu acredito que Abad e Flusócio pensem assim.
        ST

  • Fabio DB

    Complementando o comentário anterior, seria importante que a Diretoria fizesse ao menos uma previsão de quando se imagina que a situação econômica do FFC estará estabilizada ou de que forma/condições isso poderia ocorrer, para que a torcida e outros interessados possam ter uma expectativa mínima ou mesmo um engajamento correto para ajudar nesse sentido.

    ST

    • Sylvio Montenegro

      Concordo Fabio, porque a expectativa anterior era de que chegaríamos ao final dos mandatos do Peter com a situação econômica estabilizada, e não foi isso que se viu, pelo contrário. Então, para não ficarmos sempre com o mesmo discurso da falta de dinheiro, seria muito bom ter uma previsão pautada em dados objetivos.

      • Marcelo Teixeira

        Exatamente isso. Houve muita mobilização e apoio ao Peter e ao clube desde a saída da unimed. A crença era tão grande no trabalho do Peter, que ele foi reeleito naquela campanha pifia de 2013 q nos levou ao rebaixamento. Entao, nao dá pra reclamar de apoio. Foram anos apoiando e com a crença de que o trabalho era semelhante ao do nosso rival e que em breve colheríamos os frutos. E era tudo mentira. Agora, o Abad está pagando essa conta. E a Flusocio tem culpa sim, pois ao perceber todos os erros, se manteve vinculada ao peter. E elegeu o Abad com a imagem vinculada ao Peter. Então, esse é o cenário. É por isso que a torcida esta ausente.

        St

  • Sergio Binda

    Este time do bosta é candidato ao rebaixamento…

    ST

    • Ricardo Ferreira

      Muita transpiração e pouca qualidade técnica.
      Praticamente só se defendeu.
      Os tais Carli e Pimpão fizeram falta. Que fase…
      De qq maneira avançaram bastante na competição, e ainda permanecem na briga da Liberta.
      Este é o nível do futebol brasileiro e sul-americano.

      E o urubu tem sim, infelizmente, alguns jogadores que se destacam neste panorama medíocre.

  • Jorge Eduardo

    Claudio vc não se preocupa com a venda dos nossos melhores jogadores e enfraquecimento do nosso time?

  • Ricardo Ferreira

    “””Com o recebimento da primeira parcela da venda do Richarlison para o Watford-ING, o Fluminense começou a cumprir a promessa de quitar a dívida com o grupo de jogadores. Um mês de direitos de imagem em atraso foi pago pela diretoria nesta semana. Faltam mais três meses para regularizar a situação. A previsão é a de que tudo será colocado em dia a partir da antecipação da segunda parte a ser depositada pelo clube inglês, e pela negociação de Wendel com o PSG. Pelo volante, os franceses pagaram até R$ 40 milhões. Confira abaixo o que foi feito com a primeira parcela da venda do atacante Richarlison:

    Flu vendeu atacante ao Watford por 12,5 milhões de euros (R$ 46 milhões).

    Como tinha 50% dos direitos, ficou acertado que receberia a metade.

    Da primeira parcela já depositada (metade do total), Flu ficou com 3,125 milhões de euros (R$ 11,5 milhões).

    Quitou um mês de direitos de imagem atrasado, manteve salários CLT em dia, pagou 1 milhão de euros (R$ 3,7 milhões) por Robinho e o Ato Trabalhista (R$ 1,2 milhão).

    O segundo vencimento dos ingleses seria apenas em 2018. Porém, o Tricolor antecipará o valor em uma instituição financeira, trâmite este que está em estágio avançado. Haverá cobrança de juros, ou seja, um pequeno abatimento nos R$ 11,5 milhões restantes.”””
    Fonte: Explosão Tricolor.

    • Claudio Souza

      Aí eu pergunto aos corneteiros, que agem como criancinhas num shopping, berrando que querem porque querem alguma coisa que seus pais não podem comprar, como faz um clube que deve 3 meses de direitos de imagem, que tem mais prejuízos que lucros de bilheteria, que tem cerca de dois terços de sócios inadimplentes, que herdou contratos longos e lesivos com jogadores ruins etc, para honrar seus compromissos???

      Na certa, virão respostas cretinas do tipo “quem está na direção é que tem que se virar”ou “é preciso criatividade”.

      Esses sujeitos tão “safos” e “criativos” deviam oferecer seus préstimos ao clube, em vez de ficar perdendo tempo à frente de um teclado.

      ST

      • luiz

        Uma sugestão, a se confirmar as condições de venda que estão sendo veiculadas:

        Valorizar seus jogadores, não vendendo-os a preço de banana.

        Obs: Votei no Abad e fiz campanha

        • Claudio Souza

          Se os salários atrasarem ainda mais, o time começar a fazer corpo mole e formos parar na segundona, só pra não vendemos promessas, segundo você, a preço de banana, garanto você será um dos primeiros a vir aqui escrever que a diretoria é incompetente.

          Decida-se. A única coisa certa é que, na vida, não se pode ter tudo que se quer.

          ST

      • luiz

        Gostaria de saber qual seria seu posicionamento se por hipótese tal negociação fosse realizada por outra Diretoria, não ligada ao grupo Flusócio
        ST

        • Claudio Souza

          Não me posicionei sobre o valor, até porque nem sabemos por quanto foi vendido.

          Aliás, se todo mundo só desse pitaco sobre fatos concretos e com conhecimento de causa, metade das bobagens que são escritas aqui desapareceriam.

          ST

      • Igor Carvalho

        Simplesmente pq essa não foi a primeira e nem vai ser a última das péssimas vendas que fazemos. Desse jeito NUNCA chegaremos a tão sonhada estabilidade financeira. A torcida não aguenta mais.

        • Claudio Souza

          Você deve ter começado a acompanhar futebol na era Unimed, ou então tem amnésia.

          O Fluminense pelo qual torci a maior parte da minha vida, sempre viveu na pindaíba.

          Os títulos dos anos 80 foram fruto de alguma competência com uma grande sorte de a mistura de jogadores desconhecidos, jogadores formados em casa e apostas em jogadores encostados, dar liga.

          O carioca de 95, com um time limitado, comandado por um craque em fim de carreira que já davam como acabado, foi o canto do cisne antes da descida ao inferno.

          Pela primeira vez vejo uma administração tentando fazer a coisa certa, que é nós tirar desse ciclo vicioso de penúria financeira por irresponsabilidade com as contas e amadorismo administrativo, pontuado com pequenos surtos de conquistas ilusórias, empurrando com a barriga um passivo sempre crescente.

          Mesmo Peter, que fez a bobagem de deixar o futebol nas mãos das pessoas erradas, iniciou e avançou muito no saneamento do clube.

          É muita falta de noção achar que o descalabro administrativo e dívidas de mais de 400 milhões seriam debelados em 6 anos, assim como é tolice achar que o Abad resolverá tudo nos próximos três.

          Precisaremos de muitos anos de boas administrações para voltarmos a ser exemplo de gestão e não dependermos mais de voluntarismos, de mecenas, de improvisações e golpes de sorte. Para podermos definir nosso destino sem estar nas mãos de interesses de terceiros, sejam eles bancos, patrocinadores, redes de televisão, agentes de jogadores ou federações.

          Muita gente ainda não percebeu que os tempos mudaram e só sobreviverão aqueles que conseguirem profissionalizar a gestão, ter um bom planejamento e ser rigoroso no controle das contas.

          Acordem para a realidade enquanto é tempo!

          ST

          • Alexandre Said Delvaux

            Cláudio, o FLUMINENSE está avançando e vai colher os resultados desta gestão. Eu não tenho a menor dúvida disso. A crítica é livre, mas seria muito importante que os críticos entendessem a importância de associar ao FLUMINENSE até mesmo para participar direta ou indiretamente das decisões do Clube. De qualquer maneira, como me disse um grande Tricolor: – Dias melhores virão!

            Torço e faço a minha parte para que seja rápido.

          • gilson junior

            Eu entendo que a responsabilidade financeira é importante, mas não entendo o porque das críticas a Unimed. Pegou o time na TERCEIRA DIVISÃO. E colocou o Flu na posição de protagonistas, sempre brigando por titulos. Todo o campeonato eramos tidos como favoritos.Tivemos times excepcionais. Como ignorar isso? Torcedor quer saber onde seu time pode chegar nos campeonatos. E está decepcionado com a filosofia atual, de apenas revelar jogadores e vender.

          • Sylvio Montenegro

            Gilson, eu não gostava do modelo de patrocínio da Unimed, que colocava a empresa de saúde e seu presidente acima do clube.

            Pelo dinheiro que foi colocado deveríamos ter tido desempenho muito melhor.

            Mas, tenha calma, não seja apressado, daqui a 250 milhões de anos voltaremos a ser exemplo de gestão e conquistaremos títulos novamente. Saudações Tricolores!

    • Igor Carvalho

      Que puta negócio!!! Vender um jogador importante do elenco, valorizado, por um preço de desvalorizado, e o pior, parcelado!!! Só que pode piorar, o comprador é um time que está na liga mais rica do mundo!!!!

  • Rodolfo Nunes

    Vocês estão negociando os nossos talentos por preços de banana. Meus parabéns. Devolvam o nosso Fluminense

  • Cesar Moreira

    E numa semana onde vencemos o Atlético-MG, nos aproximamos do G6, temos um clássico daqui a dois dias, só falamos da venda do Wendel, que o valor é baixo, que a diretoria foi à Paris com o pires na mão implorando pra comprarem um jogador nosso.
    Que diretoria!!! Que planejamento!!! Que postura!!!
    Depois reclamam que o número de sócios é baixo e que as arquibancadas estão vazias…

  • Valmir Carvalho da Silva

    Se essa venda do Wendell se confirmar por míseros 10 milhões de euros, com nosso presidente indo até a França como um vendedor de bananas para isso, não falo mais nada. Apenas restará torcer para em 2019 votarmos em alguém que pense em um Fluminense vencedor e campeão.ST.

  • Marcelo Teixeira

    Ronaldo fenômeno nunca jogou em seleção de base.

    St

    • Sergio Binda

      Disputou a copa de 1994 pela principal é tinha 17 anos.

      St

      • Marcelo Teixeira

        Ja estava vendido ao psv. E você disse bem. Jogou direto na principal. Vai acontecer o mesmo com o wendel.

        St

  • Marcelo Teixeira

    Eu não reclamei. Eu questionei. O clube esta se profissionalizando. Cada um tem que cumprir sua função. Eu por exemplo, apoiei o projeto Flu Samorim. Achei muito bom ano passado. Colhemos os frutos. Fui la e comprei a camisa. Apoio tudo. Aí esse ano mandam Fernando Neto e Igor Julião pro Samorim. Será que não é pra questionar? Assisti a entrevista completa do Marcus Vinicius. Muito boa por sinal. Agora espero que ele consiga mexer nessa caixa preta que é o futebol. Ah…se você puder me explicar como um jogador pinçado na taça das Favelas com 17 anos ( Matheus Alessandro), o Flu tem só 60% , te agradeço.

  • Alexandre Said Delvaux

    Eu discordo em relação à gestão do Peter. O legado que transformou o FLUMINENSE em um dos maiores formadores do país, depois de encontrar um “carandiru” para restaurar e mais um CT de ponta para o futebol profissional, sem contar outras situações… Não é pouco! Erros??? Sim, mas quem não erra? Quanto à gestão do Abad, está fazendo que manda a cartilha, mas na minha opinião, precisa apresentar um projeto para o Estádio das Laranjeiras ou um estudo sobre o espaço. Sobre o futebol, a cartilha manda economizar no princípio e gastar no fim. É arriscado, mas é o que fazem por aí….

    • Marcelo Fontoura

      Concordo com VC mas repare que falei da Segunda gestão. Os avanços citados foram na primeira… Tento ser justo nas críticas

  • Eric Mesquita

    Perfeito!
    ST4!

  • Hermann Mathow Jr.

    A filosofia não era montar times vencedores com moleques da base?

    Como vai fazer se qq um que se destaca é vendido por um preço RIDÍCULO?

    Ficaram chorando miséria o tempo todo, expondo negativamente o clube e agora qq um sabe que por duas mariolas o Flu vende qq jogador. Isso é MUITO amadorismo.

  • Sylvio Montenegro

    Ingresso carregado na carteira de sócio, estarei lá para apoiar no sábado.

    Marcelo, você tocou em um ponto muito importante. Se Horcades deixou o clube no fundo do poço, Peter também deixou. E essa é uma questão que precisa ser colocada e cabe à Flusócio fazer uma autocrítica, o que seria bastante saudável e daria uma serenada nos ânimos.

    Tenho colocado que Abad, como presidente do Conselho Fiscal, não poderia dizer que não sabia da situação financeira do clube. Erro meu. Na verdade, não precisava ser presidente do Conselho Fiscal para saber que Peter cometeu uma sucessão de erros e deixou o clube na merda.

    Todos sabíamos das renovações milionárias de jogadores com pouquíssimas chances de revenda, como Cavalieri e Gum. Todos sabíamos das xepas caríssimas contratadas por Mario Bittencourt, com aval do presidente, muitas delas emprestadas e com o Flu pagando parte dos salários.

    Todos assistimos também ao Fluminense fazer várias renegociações do contrato com o consórcio Maracanã, sempre em prejuízo do clube, com o falso argumento de que era uma relação ganha-ganha.

    Ou seja, não era difícil, até para o torcedor menos atento, perceber que o Peter estava colocando o Fluminense em uma situação financeira delicada. Que dirá para o presidente do Conselho Fiscal.

    Então, faz bem um pouco de humildade, assumir os erros e apontar os caminhos para a recuperação, definindo prazos para que recuperemos nossa capacidade de investimento e para que tenhamos um time mais encorpado e com real possibilidades de brigar por títulos.

  • Sylvio Montenegro

    Pois é Flavio! Perguntas que não querem calar.

    Se temos que vender jogadores por valores abaixo do que gostaríamos para cobrir o rombo orçamentário, porque não podemos fechar com um patrocínio abaixo do valor que consideramos justo? Não ajudaria a aliviar o fluxo de caixa?

    Para quem está economizando centavos para jogar no Maracanã, esse dinheiro faz falta.

    Na época até pensei até que havia uma carta na manga e que teríamos um patrocinador master melhor, mas agosto já se foi e até agora nada.

  • Sylvio Montenegro

    Ontem, na Copa do Brasil, prevaleceram os times que investiram mais e que têm qualidade técnica superior.

    Nós perdemos o Estadual muito por conta da deficiência técnica de um de nossos zagueiros.

    Um clube com muito dinheiro, mesmo que seja doping financeiro da rede de TV, facilitado pelo Fluminense, como o CRF, apesar de uma gestão não tão boa do futebol, ao que parece com pouco planejamento e desperdício de recursos, quase sempre levará vantagem sobre os demais, por conta da qualidade técnica dos contratados.

    Não defendo a contratação de medalhões e ex-jogadores em atividade, mas precisamos de um elenco mais qualificado. Senão, para conquistar títulos, precisaremos do alinhamento dos planetas, das bençãos de João de Deus e da sempre providencial ajuda do Gravatinha.

    • Alexandre Said Delvaux

      Essa matemática nem sempre bate: o Palmeiras está fora da Libertadores, da Copa do Brasil, em queda livre no brasileirão, o crf ficou no meio do caminho na Libertadores e, assim como o Cruzeiro, patina no brasileiro… Com sobras para contratar, depois de amargar durante anos participações pífias em torneios, o crf está queimando tudo para terminar a gestão com um título. O cruzeiro está fazendo loucuras por causa do esperado “fenômeno” do galo, que não se concretizou, faz campanha medíocre no brasileiro e não parece ter fôlego para muita coisa.
      Me parece que a receita deles não é muito boa e, ainda bem que ninguém tem a receita. No entanto, a estabilidade financeira, que inclui pagamentos em dia, estrutura boa, mescla de jogadores jovens com alguns mais rodados, boa atuação nos bastidores, torcida engajada, estádio para jogar que permita uma pressão sobre os árbitros e adversários, estabilidade política e uma dose de sorte somados podem levar aos títulos, caso contrário, as conquistas serão meras obras do acaso.

      • Sylvio Montenegro

        Mas é isso que eu falei Alexandre, nem sempre essa matemática bate, porque se trata de futebol, mas na maioria das vezes bate.

  • Fernando Ventura Jr.

    O Abad fez em pouco tempo muito mais do que o Peter em suas duas gestões. O primeiro representava uma quebra no velho ciclo de presidentes eleitos apenas preocupados com o social e deixando o futebol em segundo plano, mas cometeu tantos erros que a cobrança foi bem maior. O Abad chegou recebendo críticas por ter sido apoiado pelo Peter, mas vem fazendo um trabalho exemplar. Agora que pega mal a venda das promessas por valores tão menores do que esperávamos, isso pega.

  • Alexandre Said Delvaux

    Para alguns um cometário lúcido que eu não concordo totalmente ou um questionamento coerente pode ter o propósito de “intimidar” alguém. É preciso ter cuidado com as redes sociais.

  • Leonardo Vieira

    Algumas pessoas não sabem o que é ir em Juiz de Fora (muita chuva) torcer para o Fluminense contra o Moto Clube na série C, assistir Fluminense x Náutico no maracanã (sem arquibancada, somente geral e cadeiras azuis) na série C.

    • Thiago Bouca

      Garanto q 2/3 desse canal não sobreviveria a essa época.
      50 mil contra o ABC no domingo 11h com o time perdendo.
      Bagulho chato essa porcaria de só ficar reclamando.

      • Sylvio Montenegro

        Eu estava nesse, junto com meu pai e meu filho, que, na época, tinha sete anos. Tempos difíceis, mas ele é tricolor até hoje. Não imagino um filho meu torcendo pra outro clube.

    • Sérgio Leal

      As perpétuas tavam abertas e eu estava lá com meu pai, arrumei com amigo e fomos… Nós e mais 15000 de sempre!!! Gol do Yan de pênalti após o Jacaré empatar pro Náutico… Foi f…

  • Fabio DB

    Muito pouca informação, de fato.
    Definitivamente não existe mais o que costumávamos chamar de imprensa. Sem problema. É o sinal dos novos tempos. O importante agora é ter “clicks” ou “acessos” nos websites …. então não há tempo para verificar nada.

    O negócio deles é “movimentar”. Mas parece papo de bêbado ou conversa em cabeleireiro de mulher.

    A melhor coisa é entrar 3 vezes ao dia, no máximo, aí sim terá alguma informação mais consistente sobre um fato nos websites. Temos um jogo importante no sábado e apenas 7.500 entradas vendidas.

    A mídia dispersa/desconcentra totalmente o torcedor.

    ST

  • Sergio Binda

    Mil perdões, mas torcedor soberano é aquele que de alguma forma participa da construção e crescimento do clube, obviamente dentro de suas possibilidades.

    Apesar da crise que assola o país, se tivermos 2 milhões de torcedores e simpatizantes não me parece absurdo almejar entre 70 e 80 mil sócio futebol.

    O time atual, contando com a volta dos contundidos está longe de ser ruim ou fraco e vem fazendo boa campanha. Ou seja, dizer que não se associa por causa da qualidade de nosso futebol é conversa fiada. O jogo de ontem foi uma bosta. O futebol jogado pelo Flamengo é paupérrimo e o Botafogo, como eu já esperava, está perdendo o encanto e na minha opinião vai passar muitas dificuldades no Brasileiro, perigando brigar para não cair. Queiramos ou não, a força do Flamengo está na torcida, pois os caras enchem os estádios, o que não fazemos há tempos.

    Críticas a direção atual são livres e podem ser feitas, mas não haverá efeito prático algum, pois as próximas eleições ocorrem em 2019, quando os insatisfeitos poderão votar no candidato que se alinhe com o seu perfil e suas ideias, ou mesmo se candidatarem ou participar do conselho deliberativo, contribuindo de maneira efetiva com o clube.

    O fato é que Sábado teremos um jogo duríssimo em que se espera uma participação decente e numerosa da torcida. O Vasco entrará babando contra nós.

    • Fabio DB

      O jogo anterior entre Fla e Bota anterior foi pior. Uma pelada. Correria apenas. Nosso elenco tem menos nome mas quando todo mundo estiver disponível (em muito breve) teremos surpresas muito boas, mesmo com eventual saída do Wendel! Tivemos muito azar com aqueles contusões gravíssimas em série.
      ST

    • Alexandre Said Delvaux

      Se o FLUMINENSE não conta com a simpatia do canal monopolista, poderia contar com esse diferencial que seria o engajamento da sua torcida, como acontece com o Grêmio, Inter, Cruzeiro, Internacional, Sport…Mas tem o problema dos “intimidados”, os “torcedores-consumidores” (como bem define o Cláudio), …

  • Sergio Binda

    Não … o Paulinho não joga nada.

    ST

  • Sergio Binda

    Chato pra kct Capixaba!!

    ST

  • Marcelo Fontoura

    Com todo respeito, parei de ler no “dívidas equacionadas”, se não fossem as “luvas” da Globo, hoje as portas estariam literalmente fechadas… E mesmo assim estamos como estamos… E com todo carinho, não é um “CT” é meio que um meio CT, inacabado, quem já foi lá sabe. E mesmo assim sem o “expulso” Pedro Antônio, todos tem que ter a certeza ABSOLUTA que não sairia… Mesmo apesar das vendas de Gerson e Kenedy. Foi PÉSSIMO em sua segunda gestão e só não largou o time na segunda divisão exclusivamente por causa de Flamengo e Portuguesa, não se esqueça.

    • Alexandre Said Delvaux

      Os investimentos no CTPA, no CTVL, na contratação de jogadores como Richarlison, os equatorianos, Henrique Dourado e Henrique foram próximos de R$ 50 milhões. O PA aportou algo em torno de R$ 7 milhões. Além disto, o perfil da dívida foi alongado, mas alguns pagamentos significativos tiveram que ser feitos. Só para lembrar, isso viabilizou a entrada de valores razoáveis para os Esportes Olímpicos, que produziram melhorias no Ginásio de Esportes. Não há como discordar que o desempenho esportivo foi sofrível, poderia ser melhor, mas os problemas foram grandes, o Clube asfixiado financeiramente, sem condições de investir com instalações muito precárias. Negar a importância dos investimentos feitos no CTVL, com resultados financeiros espetaculares (embora discutíveis do ponto de vista técnico) é injusto. Poderia ser melhor? Pode ser, mas o linchamento que tentaram levar a efeito é um grande equívoco na minha opinião.

  • Claudio Souza

    Maior enganador. Se acha um craque e só quer bolinha no pé.

    Parece que o agente deu chilique porque ele não foi posto ainda na vitrine do profissional.

    ST

  • Claudio Souza

    São os torcedores-consumidores. Sempre escrevo isso aqui.

    Não torcem por um time de futebol. Vivem com o Código de Defesa do Consumidor debaixo do braço, dispostos a reclamar de tudo.

    ST

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Tenho postado pouco, pois só há criticas e reclamações em 90% das postagens.

    Não que eu seja contra, mas só criticar nunca resolveu.

    Mas a coisa está tão nitida, que pela primeira vez vejo uma boa quantidade de gente reclamando das reclamações.

    Tá muito chato isso aqui, com certeza, nada presta, ninguém presta, ta uma merda geral.

    Conselho então, mudem de time, já que tá tudo ruim.

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

    • Rogério Barbieri

      Flávio Chammas,

      Não é por aí.

      Eu elogiei a decisão da Diretoria finalmente tomar a iniciativa de implantar de forma ostensiva o uso dos jogadores da base no time titular.

      Eu enalteci o time formado por jogadores da base, que já era para ter conquistado o título de campeão carioca desse ano.

      Eu acredito que essa é a melhor decisão técnica e econômica num projeto de médio e longo prazo.

      Mas, no curto prazo o clube se desfaz das peças que mais se destacam.

      De imediato essa decisão ameaça a conquista técnica. Aparentemente melhora a econômica. Mas, é só aparencia. Por quê sabemos que não irá resolver o problema financeiro. É o pior, aquele principal financiador do clube, a torcida, não vai confiar no gestor do clube. Assim não irá assistir jogos, não irá se associar, não irá um monte de coisa. Sem time, não iremos crescer como torcida, pois o número de torcedores que morrem é maior do que novos torcedores serão tricolores. Com menos torcedores terrenos menos patrocinadores interessados em adotar muito dinheiro no clube.

      Aí, aqueles que decidiram vender os melhores jogadores da base irão culpar a torcida.

      Isso porque é difícil reconhecer que a escolha foi equivocada e prejudicial para o clube.

    • Jorge Eduardo

      Torcer por outro clube? Tá de brincadeira? Somos Fluminense independente de diretorias, Flusócio e outros partidos políticos. Não somos torcedores de gestão, vamos sempre torcer para que acertem, mas se discordarmos temos todo o direito de reclamar.

      É mais fácil destituir qq diretoria que não estaja agradando e afastá-los do clube do que um torcedor parar de torcer pelo clube que ama Fluminense.

      Me perdoe, mas muito infeliz essa frase, o Fluminense é de todos os seus torcedores e não de alguns poucos que estão no poder.

  • Fabio DB

    Começa a indignar a forma que a globo.com trata o FFC …. tudo é feito para denegrir a imagem do Clube.

    Coisas que em tese não deveriam merecer tamanha repercussão são colocadas de forma leviana como nos casos Wendel e Robinho.

    Parece que o clube foi oferecer o jogador como capacho e usam o empresário do jogador como porta voz do FFC. Coisa escrota e medíocre.

    No caso Robinho parece ser pecado adiar o restante do pagamento para priorizar dívida com 30 outros do elenco…. que molecagem. Deturpam e invertem valores.

    Querem envergonhar e desmoralizar o FFC….deve ser aquele editor geral do globoesporte tal do Marvio flamenguista doente que até falou no documentário do Fla x Flu…

    ST

    • Ricardo Ferreira

      Motivos para indignação já existem faz muitos, muitos anos.

      Este sistema de comunicação já agrediu o Fluminense inúmeras vezes, das mais variadas formas. Inclusive, uma das táticas usadas, não falando do Fluminense…

      Notícias negativas em momentos estratégicos, opiniões veementes sem base nos fatos, omissão de conquistas, escassa cobertura de importantes vitórias etc etc.

    • Alexandre Said Delvaux

      Eu também observei isso. Se o depto. comercial do jornal percebesse quanto perde por causa dessa postura?

  • Sylvio Montenegro

    Meu caro, logo se vê que você não acompanha minhas postagens por aqui, que datam dos primórdios do blog.

    Na primeira vez que Peter foi candidato a presidente, quando perdeu do Horcades, me despenquei de Nova Friburgo para passar o dia na porta do Fluminense, me dispondo a ajudar da forma que fosse possível.

    Atendi ao chamado da Flusócio e me associei ao clube. Votei no Peter duas vezes e no Abad na última. Sempre fui contra o modelo de patrocínio da Unimed e ao modus operandi do Doutor. Fiz oposição cerrada à candidatura de Celso Barros

    Sempre expus minha posição de que, com a montanha de dinheiro investido pela Unimed, deveríamos ter muito mais conquistas.

    Mas essa minha posição não me torna puxa-saco de primeira hora da Flusócio.

    O pior tipo de gente que um líder ou um grupo político pode ter do seu lado são aqueles que sempre apoiam tudo e vivem dando tapinhas nas costas como se estivessem todos no país das maravilhas de Alice.

    Daí, quando a realidade bater a porta, não vão nem saber o que aconteceu, vão ser atropelados pela realidade e nem conseguirão anotar a placa.

    As vezes comento no Noflu e na SempreFlu, e sempre defendo a diretoria e a Flusócio das críticas que considero injustas.

    O espaço correto para exercer o meu direito de crítica é esse aqui, porque aqui estou falando diretamente com a Flusócio, que sempre confiei e apoiei, mantendo a minha independência e liberdade de pensamento, que não vai ser patrulhada por ninguém.

    Abad foi o candidato da situação. Não tinha o direito de dizer que não sabia da situação do clube, isso é passar um atestado de idiota para os torcedores.

    Fizeram evento falando em futuro estádio e dispensaram o Pedro Antonio. Falou em reforçar o time com quatro jogadores de qualidade, sendo um para ser ídolo, e depois veio com o papo do rombo orçamentário.

    Fala que a Libertadores é obsessão, mas não contrata praticamente ninguém e ainda vende as melhores revelações.

    Diz que o clube tem um grave problema de fluxo de caixa e recusa um patrocinador master sem ter outro engatilhado.

    O líder que é sábio, ouve as críticas, assimila, separa as justas das injustas, faz autocrítica e corrige os rumos.

    Agora, se não for sábio, vai se cercar de aduladores, puxa-sacos, bajuladores, polianas e velhinhas de Taubaté de toda a espécie, que só vão contribuir para cegá-lo e afastá-lo ainda mais da realidade e fazê-lo acreditar que aqueles que tecem críticas são adversários e inimigos.

    Abad e Flusócio tem livre arbítrio para escolher o caminho que desejam tomar e a quem devem dar ouvidos.

    • Claudio Souza

      Vai resmungar as mesmas coisas de sempre durante os três anos de gestão ? Isso vai resolver o quê ? Ou você acha que a diretoria vai contratar amanhã quatro jogadores , vai assinar com a Caixa e pedir ao Pedro Antônio que volte e faça um estádio na Barra para o Fluminense ?

      A questão central, já escrevi antes, é se o Abad sabia ou não dos problemas orçamentários. Você se acha mais sabido, mas pode apenas estar sendo leviano, já que não tem como provar que ele mentia.

      Eu não sei se ele sabia ou não, mas pra mim, hoje, isso não faz a menor diferença. Só poderei votar de novo em 2019. Até lá, quem está tocando o barco é ele e vou torcer para que tome as melhores decisões em favor do clube e não vou ficar aqui repetindo as mesmas lamúrias que nem uma velha rezando um terço.

      Outra especialidade sua e de vários outros aqui no blog é formar juízos de valor a respeito de coisas sobre as quais as únicas informações de que dispõe vêm dessa imprensa esportiva nojenta.

      Você conhece os termos das negociações com a Caixa ? Você realmente sabe o que se passou entre a diretoria e o Pedro Antônio ? Não sabe de nada, mas corneta, ataca, diuturnamente a diretoria , como se estivesse lá dentro vivenciando tudo.

      Eu procuro ter esses cuidados e não vejo nada em meio a essas suas críticas que possa ajudar o clube agora, a não ser colocar azeitona na empada daqueles que querem a desestabilização do Fluminense nesse momento delicado.

      Acho legítimo criticar, mas com base em informações e acontecimentos concretos. Não vou sair despejando impropérios contra ninguém sem ter absoluta convicção a respeito do que escrevo.

  • Sylvio Montenegro

    Leonardo, a torcida sempre acredita, mesmo que a realidade e os fatos apontem para outra direção. O torcedor é assim.

    Só deixa de acreditar quando nitidamente os jogadores estão de má vontade e corpo mole. Aí não tem jeito. O que não é o nosso caso atualmente. Os caras estão lutando e honrando as cores do clube.

  • Ricardo Ferreira

    Amanhã estaremos mais uma vez diante de um confronto estratégico.
    O chamado clássico local.
    Frente a um rival que tem como atual presidente um declarado e contumaz inimigo do Fluminense. Não consigo enxergar de outra forma.

    Em termos de afirmação da marca, de fomentar a autoestima da nossa torcida, de estimular a venda de produtos e, sobretudo, crucialmente, trazer para nossas cores a criançada ainda indecisa, o jogo deste sábado é importantíssimo, insubstituível.

    Lamentável nestes dias a intensa repercussão da questão de negociação de atletas.

    Dessa forma o papel do nosso técnico adquire uma dimensão extraordinária.
    Fundamental que ele compreenda que não são três pontos que estão em jogo.
    É tudo aquilo que destaquei acima.

    Como comandante é ele que escala, que orienta, que substitui, que deve fazer a correta leitura da partida em suas diversas etapas, que deve incutir na cabeça de cada atleta a imensa relevância da guerra de amanhã. Guerra sim. Se ele ou qualquer profissional envolvido entende de outra forma estará, a meu juízo, causando grave e imperdoável prejuízo ao Fluminense Football Club.

    Vamos pro Maraca galera, cumprir nosso prazeroso papel.

    • Sylvio Montenegro

      Isso aí Ricardo! Amanhã é dia de conquistar uma grande vitória. De recolocar as coisas no fluxo normal da história. Eles têm um time mais fraco e estão em um momento instável. É hora de afundar um pouco mais os padeiros e assumir nosso lugar de protagonismo no futebol carioca.

      Ingresso carregado na carteira de sócio e contando as horas para torcer pelos moleques. Sempre que o onze do Fluminense estiver em campo honrando e defendendo nossas cores com brio, estarei lá apoiando.

      Isso independe das críticas que tenho tecido à diretoria do clube. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A magia do futebol está aí, torcer é um ato que nada tem a ver com a realidade ou a razão.

      #AbraceOFlu
      #VamosProJogo

  • Alexandre Said Delvaux

    Agora o empresário já não “crava” mais a “transferência” (sic). Muita lorota!

  • Alexandre Said Delvaux

    Companheiro, eu não sou flusócio. Peço um favor: encontre uma reclamação minha sobre a torcida.

  • Rodrigo R

    Já foi falado em todas as mídias, houve um problema com relação ao pagamento da parte que cabe ao Atibaia. O clube priorizou quitar pendências com o elenco, decisão acertada. Agora é torcer pra que se resolva essa questão do Robinho o quanto antes

  • Alexandre Said Delvaux

    Voltando ao futebol: espero que esse Romarinho tenha juízo, como ele diz que tem, e futebol, como o Abel acredita que ele tem. É a oportunidade da vida dele e se ele jogar pela janela por falta de empenho, vai se arrepender pelo resto dos seus dias.

  • Sergio Binda

    Jorge,
    Respeito sua opinião, mas tenho uma visão distinta da sua e do Danilo.

    Vi a torcida do Fluminense realmente engajada quando estávamos na podre em 2009, o que serviu de embalo para 2010, tendência esta que infelizmente foi cortada pelo fechamento do Maraca. Aonde estava esta massa antes de 2009 e onde está agora?

    Nem na época da máquina colocávamos mais do que os 15 mil de hoje na maioria dos jogos. Eu ia a TODAS partidas deste time e tenho certeza do que estou falando. Aquela conversa de contrate que a torcida garante é lenda. Tanto é que tivemos de nos desfazer do time, começando em 1976 e terminando com o desastre de 1977. Existiram jogos icônicos com a participação ativa da torcida, mas não era regra.

    Basta dar uma olhada na grande maioria dos jogos entre 1975 e 1976 neste site:

    http://www.fluzao.info/

    Assim como a direção, nós torcedores temos responsabilidade sobre o que ocorre com o clube e para onde ele vai. No frigir dos ovos, somos os acionistas do FFC…

    ST

  • Gustavo Porto

    Boa noite, segundo o site transfermarkt o FFC tem o elenco com melhor custo benefício do campeonato. http://odia.ig.com.br/esporte/2017-08-25/flamengo-tem-elenco-mais-caro-do-brasil-fluminense-tem-o-melhor-custo-beneficio.html

  • Sergio Binda

    2009 tinha muito torcedor que queria correr com o Fred das Laranjeiras. Aliás, o Fred só começou a ter uma maior aceitação a partir do Brasileiro 2011.

    O Conca não é ídolo.

    De qualquer forma, como tricolor contamos com sua presença amanhã na arquibancada. Estamos em oitavo lugar, a dois pontos do G6.

    ST

  • Fabio DB

    Precisaremos comer grama para ganhar hoje. É o que eles farão, com certeza.

    O lateral deles declarou em entrevista que damos muitos espaços…. isso não pode ocorrer.

    É jogo para guerrear!

    ST

  • Sergio Binda

    O Vasco entrou muito focado na marcação e esperou um erro do Fluminense que para variar ocorreu. Nenhum outro time da o mole que o Fluminense deu para arrematar ao nosso gol.

    O Lucas é muito frágil fisicamente e o gol saiu a partir de inúmeras bolas que ele perde na disputa física.

    Marlon Freitas e Scarpa muito mal.

    O Abel terá que fazer algo para mudar o ritmo deste jogo e os jogadores terão de dar 10% a mais se não vamos perder o jogo sem conseguir finalizar a gol por 90 minutos.

    ST

  • Sylvio Montenegro

    Uma atuação até aqui ridícula, grotesca e patética.

    Ricardo Ferreira, os jogadores não leram seu comentário de ontem e entraram em campo como mariquinhas.

    Ambos os times são fracos e aspiram o meio da tabela, mas ainda tenho a impressão que o nosso é um pouquinho superior. Porém, em um clássico, têm que ter atitude, jogar como homem.

  • Mauro Carvalho – SP

    Não conseguimos levar NENHUM PERIGO ao escroto time do wascu.

    É ISSO QUE É #ABRACE O FLU ????

    Por isso a torcida não vai.

    Mas esperem, essa semana perderemos o Wendel.

    • Sergio Binda

      Milton,

      Temos aliviado demais o Abel. Só se fala em diretoria e venda do Wendel, mas claramente a preparação para o clássico foi ridícula. Entramos mascando chiclete e fazendo bola. Não era postura de um time que queria vencer um clássico e chegar no G6.

      Sabemos que é mais antigo do que andar pra frente que time em crise quando muda de treinador vem com outra postura no próximo jogo e como fala o nosso colega, entramos que nem mariquinha. Neste aspecto a culpa é toda do Abel, que conseguiu acabar o jogo com dois pontas direita, dois centroavantes e outros dois pontas esquerda. Ninguém no meio. Ou seja, nossa estratégia da metade do segundo tempo pra frente foi jogar no abafa.

      ST

      • Rodrigo Gutemberg

        Não cabe criticar o Abel, o único nome de prestígio, respeitável e com serviços prestados no clube. Com um elenco porcaria destes, reclamar do técnico é levar ao extremo a inversão de valores.

        • Sergio Binda

          Tão porcaria quanto o do Vasco … veja a diferença de postura e organização dos times.

          ST

          • Ulisses Cardoso

            Tão porcaria quanto ? Eles contrataram. E bastante. Resolveram o problema da defesa, diminuiu o número de gols que tomavam(no começo do ano, lembra ? Tomaram duas vezes de 3-0 de um certo tricolor ?). Nós contratamos ? Não. O Inter estava uma baba na série B. Saiu contratando jogadores de Série A. Melhorou. Nós contratamos ? Não. Então mande a reclamação de tecnico pro fim da fila após todas as outras, ok ? Dê um elenco decente para este técnico. Que mania de quererem sempre mediocrizar mais o time !

          • Sergio Binda

            Continuo discordando. Saímos contratando que nem loucos em anos anteriores e deu no que deu.

            Não estou pedindo a cabeça do Abel, só acho que ele tem de ser cobrado como todo mundo é nos seus respectivos empregos.

            Não fizemos NADA no primeiro tempo e o que ele faz no retorno do segundo tempo? NADA!! O que iria mudar? Exatamente … NADA!!

            Terminamos o jogo com dois centro avantes e 3 pontas. Caralho quem rouba a bola e arma o time? NINGUEM!! O Sornoza estava no banco e lá ficou!!

            Será que só nós que vemos a dificuldade física do Lucas. Se não temos outro pra jogar ali, o que o treinador tem que fazer? Encostar um volante ali. Não dá pra achar que o Lucas vai ter o mesmo desempenho defensivo do Leo (que tem problemas no apoio).

            Porque ao invés do Romarinho, que nunca jogou primeira divisão, ele não colocou o Marlon pra dobrar o lado esquerdo com o Léo.

            Bem ou mal estamos com 30 pontos e na frente do Vasco. Isto indica que são a mesma porcaria sim…

            ST

          • Ulisses Cardoso

            Saímos contratando quem, meu filho ? Não contratamos ninguém. E com Conca, Fred, Deco e outros tivemos títulos, não é, não ? Se você fala de 2013 para cá, a culpa todo mundo sabe de quem é e as contratações foram criticadas desde quando aconteceram, inclusive do Rhayner. Continuo discordando do a ao z. Não falei de um jogo, ou dois. Falei de um sistema superior a isto. Dê um elenco bom ao técnico e ele nos retornará títulos, sempre foi assim. Você no fundo só quer um rendimento um pouco melhor, eu quero ser campeão, eis a gritante diferença.

      • Mauro Carvalho – SP

        Binda concordo com vc, hoje o Abel foi 100% culpado da derrota.
        Não só por falta de estratégia, mas por permitir a pasmaceira em campo.
        Muito puto de perder pro vasco de novo.
        Abraço.

  • Gabriel Ferreira Sartório

    Hoje não tem como tecer elogios. Renato Chaves não pode continuar mais nesse time. Scarpa merecidamente vaiado, pelo jeito quer apenas ampliar o recorde de lançamentos do campeonato. O futebol atual joga-se em curta transição. Lucas também não tem mais nenhuma condição. Preparo físico bisonho, frágil. Ridiculo. Hoje não vale reclamar de arbitragem e nem falar da horrorosa transmissão do premier (filmou o jogo a torcida do vasco). Time passivo, não jogou com sangue nos olhos. Pra variar mais um péssimo resultado em clássicos.

  • Rodrigo Costa

    Para que não reste dúvidas sobre preparação física ou capacidade de velocidade de certos jogadores, faço um apelo a diretoria : PAGUEM O SALÁRIO DOS JOGADORES antes qualquer outra coisa!!!
    Não vou comentar sobre o jogo, o que fizeram hoje, foge ao padrão dos últimos jogos.

  • Joaquim Murilo

    Renato Chaves é horroroso, desde o primeiro Fla Flu da decisão do carioca não deveria ter sido mais escalado. Lucas sem força na marcação e inofensivo no apoio. Jogamos mal. Perder clássicos desmotiva muito. Fica difícil cobrar mais presença da torcida.

  • Sergio Binda

    Tivesse um cone no gol do Vasco e o resultado seria o mesmo.

    Se os salários estivessem em dia era pra cobrar geral, como não estão…

    ST

  • Gabriel Ferreira Sartório

    André, eu sou fã do scarpa, acho inclusive que ele tem jogado sobrecarregado nesse meio de campo. Porém, tem se dedicado muito a bolas lançadas. Antes ele fazia mais passes em profundidade. Orientação do técnico ou preciosismo? Recorde pessoal? Não sei. Recentemente se esforçou no mais complicado. Ele disse que erra muito pq arrisca muito. Agora, não sei se é muito verdade. Quantos chutes a gol ele fez? Acho que ele precisa rever alguns pontos. Acredito que ele precisa aprofundar mais o passe. Flutuar mais dentro do campo. Chutar a gol.
    Quanto ao renato chaves e orejuella é claro que merecem sonora vaias. Aliás, apenas o WS tentou alguma coisa hoje.
    Valeu tricolor.
    Abraço

  • Gabriel Ferreira Sartório

    Próximo jogo vai dar uns 5 mil e uns 300 de prejuízo. Eu gosto da gestão, mas tem coisas que deveriam ser explicadas aos jogadores. Não estamos nos bastidores. Tem que perguntar: Vocês querem receber em dia? Então precisam entender que o torcedor vai ao estádio quando o time vai bem, ainda mais em clássico. Hoje era final. Se o time ganhasse o campeonato seria outro. A vitória iria gerar estádio cheio. Estádio cheio é sinônimo de salários em dia. A situação financeira é periclitante e não sei se esse tipo de matemática é explicada. Passo a desconfiar que não, tamanha falta de sangues nos olhos dos jogadores.

    • Davi Carvalho

      Tem cara ali que parece jogar no mirassol ou no sertãozinho, cagam pro time, jogam de qualquer maneira.
      Se tivessem respeito e identificação REAL com o clube jogariam comendo grama, como foi o time de guerreiros de 2009, que mesmo nas adversidades conseguiram uma revira volta enorme.
      O time até pode perder, mas pelo menos tem que mostrar dedicação.
      Vejam esse Wendel, não faz nada, joga displicentemente até chegar a hora dele sair.
      Se eu fosse Abel sacava ele e colocava o Douglas.

  • Ricardo Pereira

    Qd cheguei ao maraca hoje, achei que tinha pouca torcida do flu.
    A torcida do flu não é boba!
    Que os amadores se afastem do futebol!
    Chega!

  • Ricardo Pereira

    SEIS pontos para o Vasco !!!!!!!!!!!!
    Pode botar na conta abad/Abel!

  • Paulo Ypyranga

    Esses números são acachapantes, um upper no queixo de qualquer tricolor, principalmente no daqueles que vivem no mundo da fantasia.

  • André Barros

    Durante anos a fio, participei ativamente do debate aqui no blog.

    Á medida que fui me decepcionando com a gestão do Peter, parei de escrever. Restringia-me a ler os comentários. Idem para a gestão Abad.

    No entanto, não escrevia em outro espaço. Achava que seria incoerente – embora respeite quem o faça.

    Algo ainda me prendia aqui, nomeadamente a esperança de “… mudança por dentro…”.

    Hoje, nada mais me prende aqui, nada mais me fascina aqui.

    Não posso chamar ninguém de “chapa branca”, pois aqui é um espaço reservado aos apoiadores da Flusócio. E isso deve ser respeitado.

    Como tenho que respeitar a opinião dos outros – sem tolerância ao diferentes, não há democracia – deixo de frequentar o blog e passo para outro espaço, crítico da Flusócio.

    Vou fazer falta? Claro que não.

    Só não poderia mudar de lado sem avisar antes – uma questão de coerência, produto raro na Flusócio. Foi a derradeira estocada.

    ST

  • Davi Carvalho

    Scarpa e Welington podem até errar, mas pelo menos tentam, Wendel nem isso.

  • Paulo Ypyranga

    Você jogar sem 1 lateral, vai sofrer, mas pode tentar… Agora, jogar sem os 2 laterais, não tem como…

    É que nem o avião que perde as 2 turbinas… Cai e morre todo mundo…

    O Fluminense tem 2 laterais de merda, dos piores do campeonato, um velho cansado que pensa que é craque e o outro acéfalo que se especializou em cruzamento com as mãos porque com os pés não é muito a dele.

  • Claudio Souza

    Se não foi a pior apresentação do ano, certamente foi uma das piores.

    No jogo do turno, nossa postura foi similar. O Mulato Véio ganhado todas as divididas e os rebotes.

    Do nosso lado, um time cheio de enceradeiras. Marlon Freitas, Orejuela, Wendell e Scarpa raramente conseguem tocar de primeira e dar velocidade ao jogo, sendo o último, o pior de todos.

    Um jogador fisicamente frágil, lento e principal responsável pela articulação ofensiva, não pode se dar ao luxo de segurar demais a bola, dar sempre um toque a mais e ficar girando em torno de si próprio. Agindo assim, atrasa os contra-ataques e tira a velocidade necessária para quebrar a marcação mais forte.

    Além disso, acaba perdendo a bola com frequência, expondo nosso time, que às vezes está avançando e é pego de surpresa, desarticulado defensivamente.

    Não à toa, foi justamente vaiado. Precisa fazer uma boa autocrítica e ser bem orientado. Às vezes, fazer o mais simples ajuda mais o time e faz com que a confiança aumente. Também pode melhorar muito de for menos individualista, deixar de achar que tem que chutar em todos os lances e, principalmente, não jogar sobre si a inteira responsabilidade pela criação de jogadas. Melhor dividi-la um pouco com os seus companheiros.

    Fizemos o jogo que o Asco queria. Ao entrar com seis jogadores no meio e só um atacante de ofício, tava na cara que queria jogar por uma bola, jogar no nosso erro.

    Caímos como patinhos e nossa postura frouxa, sem velocidade, sem a necessária movimentação, lhes facilitou a vida. Atacávamos, tínhamos a bola, mas sem nenhuma objetividade. Éramos na verdade inofensivos.

    Já o Bacalhau, chegava firme nas divididas, era solidário defensivamente e, sobretudo, ofensivamente. Quando tinha o contra-ataque, saía em velocidade, seus jogadores se apresentavam para receber os passes e mesmo não tendo brilhantismo, conseguíam ameaçar muito mais nossa meta.

    Pra piorar, e sem querer eximir nosso time das devidas responsabilidades, tudo dá certo pra esses caras contra a gente mesmo que saibamos que Eurico sempre dá uma injeção extra de disposição para os seus jogadores quando nos enfrenta.

    Um centroavante lento e pesado, como o Dourado, sempre cercado por tantos marcadores, não pode ser auxiliado por um meio de campo sem velocidade e um colega de ataque que está sempre com aquela postura entregue, sempre com os ombros caídos e aquela cara de sofrido, que é o Wellington.

    Agora entendo o porquê de esse rapaz não ter vingado no futebol europeu. Ele se entrega e desiste muito facilmente, quando encontra dificuldades. Só vai mesmo se destacar quando lhe derem moleza. Quando os jogos são duros, some. Assim já tinha sido conta a Carniça, na decisão do Carioca.

    Outro ponto crítico do nosso time têm sido o Lucas. Ainda que seja um bom jogador tecnicamente, tem comprometido nosso time defensivamente com muita constância. Pelo seu lado, os adversários têm se criado com frequência. Precisamos arrumar alguma alternativa ainda nesse ano, que não seja o Renato, é bom que se diga.

    Por fim, é lamentável que a derrota venha em um momento no qual se ensaiava uma escalada na tabela e para um adversário tão emblemático na nossa história recente e, pior, jogando com uma postura tão passiva. Mais uma vez se quebra um princípio de ciclo virtuoso e o que me parece mais preocupante é a forma como os nossos jogadores se comportam em campo. Às vezes me parece que os que estão no clube ainda não acordaram para a importância simbólica desse clássico e o tanto que ele representa para a nossa auto-estima como torcedores.

    ST

  • Igor Carvalho

    Nao aguento mais essa porra de papinho de despesa, de ambiente bom pra jogador, de piscininha pra recuperar… vai tudo pro caralho!!!! NÃO CONSEGUEM BOTAR DISPOSICAO PORRA!!!

  • Igor Carvalho

    TEM QUE TER ESPORRO NESSES FDP!!!! Esse papinho de consultoria, de psicologia pra jogador, vai se fuder!!!! TÁ FALTANDO UMA PORRADA DE COISA NO FLU E ESSA DIRETORIA SÓ PENSANDO EM BALANCETE!!!!!

  • Fábio Pitman

    CANSEI!!!

    Não aguento mais perder pro Vasco!!!

    Porra!! Será q ninguém dessa diretoria tem CULHÃO pra exigir NO MÍNIMO q suem sangue contra esse timeco?

    PORRA!!! INDIGNADO!!!

    CHEGA DE PERDER PRA ESSE TIME DE MERDA!!!

    EXIJAM a vitória SEMPRE contra essa bosta de timeco.

    Será q não entendem q eles disputam mercado com a gente???

    NÃO AGUENTO MAIS!!!

  • Valmir Carvalho da Silva

    Parabéns a todos envolvidos pela formação desse elenco. Abrace o Flu…..deve ser piada. Perder 6 pontos para esse horroroso time do Vasco. Esses jogadores não sabem a importância de clássicos

  • Alexandre MPS

    Resultado desanimador…desempenho pífio em campo…derrota justa no clássico pra esse timeco do Vasco…é pra acabar com a empolgação do torcedor…

  • Claudio Souza

    Ninguém percebeu ainda, muito menos o Scarpa, que essa estória de ele assumir pra si a responsabilidade de ser o grande municiador ofensivo do time só está lhe fazendo mal.

    Na vida, mais importante do que a gente ter consciência das nossas virtudes, é ter consciência das nossas limitações.

    A verdade é que ele não tem, nem futebol, nem compleição física pra ser a referência criativa do time.

    Ao ser corajoso e chamar para si uma responsabilidade que não tem condições de assumir, vem se prejudicando, se sobrecarregando e, no fim das contas, sendo alvo de críticas e vaias.

    Precisa ser orientado a jogar mais coletivamente e dividir responsabilidades. Caso contrário, vai ser queimar, sem a menor necessidade.

    ST

    • Ricardo Ferreira

      Orientado por quem?

      Por você? Por mim?

      Ou por quem convive com ele faz meses?

      Eu penso que está na hora de corrigir rumos.

      Antes que perguntem.

      Sim, ao menos cogitar um novo nome para comandar nosso elenco.

      O nome?

      A bola está em jogo.

      • Claudio Souza

        Ricardo, eu não morro de amores pelo Abel. Acho que é um técnico mediano no geral. Bom na administração do vestiário (embora muitas vezes se torne refém de alguns jogadores, tal como em 2013) e muito fraco taticamente. Não tem plano B quando as coisas não acontecem da forma como ele planeja, seus times são previsíveis,mexe mal e tem dedo podre pra escolher reforços.

        Todavia, não o acho muito diferente dos que estão por aí. Aí menos tem identificação com o clube, está apostando nesse trabalho de renovação e tem peso pra lidar com os jovens.

        Não sei se você sugere a troca de treinador. Se for, discordo, ao menos até o final do ano. Acho que seria muito perigoso e poderia nos colocar numa rota de queda imprevisível.

        ST

  • Cesar Castello Branco Martins

    Isso é inaceitável !!!

  • Valmir Carvalho da Silva

    Acho que ninguém da comissão técnica ou direção do clube explicou a esses jogadores a importância de ganhar clássicos. Ah, em tempo, todos sem exceção nada jogaram, mas Lucas deve ser jogador de time master. Não tem condições físicas. #abrace o Flu ……deve ser piada.

  • Flavio Henrique

    Copiado do tricolor Rodrigo, que colocou aí embaixo:

    Últimos 50 clássicos cariocas :
    9 vitórias
    14 empates
    27 derrotas

    Será que isso não explica a baixa presença da nossa torcida????

    • Fabio DB

      VERGONHA!!!!!!!!!!!!!!!

  • Ricardo Ferreira

    45 anos acompanhando o Fluzão no Maraca e em dezenas e
    dezenas de estádios.

    Nunca presenciei algo semelhante ao que ocorre atualmente.

    Mesmo com elencos ruins/regulares, e situações políticas e
    financeiras confusas, nossa torcida, dentro e fora dos
    campos, até mesmo com Abel Braga em outras passagens pelo
    Clube, e lógico com outros “professores”, sempre foi muito
    exigente com estes “mestres”, até intolerante com alguns, em
    pouco tempo de trabalho.

    Muito esquisita essa tolerância com Abel Braga. Sobretudo
    naqueles extremamente críticos à atual gestão.

    Já se percebe uma subida no tom das cobranças a ele,
    questionamentos mais duros.

    Mas ainda pouco contundentes.

    Ok, permaneçamos assim. Apontemos o dedo para Deus e o
    mundo.

    Sai do Maraca triste, enojado.

    Ele tem o elenco nas mãos como apregoam?

    Romarinho(!?) hoje e Maranhão no fla x Flu decisivo?

    Qual o sistema tático do Fluminense?

    Os atletas acatam mesmo as ordens dele?

    Que ordens? Que orientações?

    Até quando irá essa apatia, essa preocupante indulgência?

    Somos mais inteligentes que todas as outras torcidas?

  • Fabio DB

    Por questão profissional, nem assisti o jogo. Mas foi uma derrota anunciada.
    Estava na cara que o Vasco iria correr como nunca. Eu estava preocupado pois o nosso time é manjado por jogar um futebol sem marcação pesada e sem usar força física.

    Qualquer um que resolva fazer marcação forte ganha da gente, leva vantagem pois nosso time não sai do lugar por falta de vitalidade (além de criatividade). Acontece a mesma coisa quando chove e o jogo é em campo pesado. O time some.

    Os 2 goleiros, Lucas, Henrique Zagueiro, Renato Chaves, Orejuela, Wendel, Scarpa, W. Silva, Henrique atacante, 9 entre 11 titulares não ganham uma dividida. É necessário mesclar esse elenco equilibrando com jogadores mais vigorosos já que os acima parecem não ter um perfil de guerreiro (embora tenham boa condição técnica em geral).

    ST

  • Fabio DB

    Cada um tem as suas manias, mas perder clássicos (como nos últimos 20 anos), em especial para o Vasco do Eurico, é a pior coisa que pode me acontecer como torcedor. Nos acostumamos a não disputar campeonatos cariocas com seriedade, então nos acostumamos a perder clássicos, a não jogarmos finais, e para piorar, jogamos fora 1 século de liderança no estado em 2009 (após um tri campeonato do fra).

    ST

  • Sylvio Montenegro

    E as crianças ficaram pertinho da torcida nojenta do asco, que cantou o tempo todo.

  • Fabio DB

    Consegui assisti aos melhores momentos agora e o Vasco perdeu uns 8 gols e alguns desses após jogadas bizarras, com nossos jogadores assistindo o toque de bola, Renato Chaves caindo sozinho, Henrique furando, goleiro espalmando bola que ia sair para o atacante do vasco… gol do Vasco foi ridículo… sem marcação……….ainda bem que eu não assisti isso … pô!! perder é uma coisa, mas o que eu vi FOI UMA VERGONHA.

    • Ricardo Pereira

      Já fiquei puto em alguns jogos, mas nada comparado a este. Vai ser difícil voltar ao estádio, mesmo tendo pacote futebol 100%.

      • Fabio DB

        Lamentável o que se viu, Ricardo.
        ST

    • Sylvio Montenegro

      Fabio, perder é do futebol, mas da forma que foi me aborrece muito. Estou de saco cheio dessa pasmaceira e falta de brios que assolam o Fluminense nos últimos anos, atravessando diversas gestões.

      Um jogador do asco, entrevistado por um repórter de rádio ao final da partida, disse o seguinte: “Clássico a gente não joga, clássico a gente ganha”. Foi exatamente isso que nós assistimos em campo.

      Estava na leste inferior, no final do jogo nem torcia mais, tinha a nítida impressão de que se jogássemos mais duas horas, ainda assim não ameaçaríamos o gol adversário.

  • Fabio DB

    E só ganhamos 3 cariocas de 2000 até hoje sendo 2 deles contra times pequenos nas finais.. 2 Taças Guanabaras e 1 Taça Rio. Uma vergonha. O Flamengo deitou e rolou ganhando 9 cariocas. Ainda ganharam 6 TGs e 3 taças Rio. Uma catástrofe histórica os anos 2000 até hoje.
    ST

    • Francisco Fraga

      Flamengo ganhou 9 cariocas com Marcelo Lima Henrique foi pouco a maioria no apito.

  • Sylvio Montenegro

    O Maracanã já é ruim, agora do jeito que fica a torcida do Fluminense ficou pior ainda. Lá no canto a Bravo. Depois um vazio com as organizadas agonizantes e no meio do campo uma massa de tricolebas que acham que estão vendo o jogo no sofá da sala, não cantam, não incentivam, não fazem porra nenhuma. Torcida dispersa e fria. É preciso mudar.

    Querer usar lei da oferta e da procura para isso é muito ridículo. Tem que pensar é no que é melhor para que nossa torcida seja forte e vibrante e ajude o time a vencer os jogos. Desde que o time queira, é claro, o que não foi o caso de hoje.

  • Guilherme K.

    Amigos,

    Ganhar ou perder é do jogo, mas acho que alguns acontecimentos são previsíveis:

    1) Wendel com a cabeça na Torre Eiffel, Euros… Menos num clássico!

    Isso era evidente depois dessa semana.

    Menos um em campo desde o início.

    2) Técnicos vivem reclamando do calendário apertado. O sujeito vem da série C, nem treina, zero entrosamento, e é colocado na fogueira.

    Menos dois em campo.

    Abel tem que ser cobrado por isso. Escolha muito equivocada.

    3) Vasco vinha com tudo depois da troca de treinador. Isso era muito certo. Do nosso lado, tudo muito neutro.

    Por último, um apelo à torcida: Scarpa e WS são os únicos capazes de algo diferente em campo. Vaiá-los é quase insanidade.

    Saudações.

  • Rodrigo Baroni

    Está Desanimador…

    Sabotaram o Flu !!?????

    Meu Deus, Deixaram um rombo gigante nas nossas costas, tal qual Dilmas, Cabrais o fizeram …

    Mas o noticiado sempre pra gente foi o contrário !!!!!!

    O falado era que as financas estavam sanadas !!!!!!!

    E q o Flu havia evoluído, se modernizado, enfim…

    Mas… !!!!!!!!!!

    QUEBRARAM A GENTE !!!!!!!!!!!!

    E o pior, ninguém viu nada !!!!!! ???????

    Parece o caso pedalada tupiniquim!!!!!!

    E Agora, temos que aturar times estranhos,

    já aturamos muita mediocridade desde 2013 !!!!!!!!

    temos q viver a espera de um milagre…

    até quando viveremos assim ?????

    – Obs 1: Jogamos com menos 3 jogadores: OREJUELA, Renato Lichaves e Lucas !!!!!! Menos 3!!!!!!!! Sistematicamente !!!!!!!!!! Renato Chaves, FORAAAAAAAAA. Por favor Abel, barre o RC.

    – Obs 2: Por favor, nos digam quanto gasta o Flu por mês no projeto Flu Samorim !!!!!!!!!! Quanto o Flu gasta lá ????????????

    QUANTO O FLU GASTA AO MÊS NA ESLOVÁQUIA !????????

    Precisam nos falar isto !!!!!!!!!!

    3: Como é a relação Cruzeiro x Mineirão/ concessionária, hein??????

    Como é ??????

    Será que é tão horrenda quanto a relação Flu x Odebrecht!????

    Como nossa torcida esta hibernando, e já faz tempo, meio morta, meio acomodada, vaiando quem não deveria vaiar, quieta com quem deveria chiar, talvez seja melhor voltarem para o lamão de Edson Passos !!!!!!!! Amo a torcida do fluminense, a amo muito, é a MELHOR DO RIO, disparada, mas não estamos merecendo Maracanãs não… Nossa torcida está ficando tão mongoloide quanto nossos administradores ficaram recentemente. Estamos merecendo edsons passos, moças bonitas, mesmo !!!!!!!!!

    4: e tratem de pagar os direitos de imagem dos caras !!!! Já estão puxando o freio de mão !!!! Alguns jogadores não se emocionam !!!!!!

    5: o dono do netflu não era sócio do flu. Se associou agora. Puseram um áudio dele aqui num grupo de WhatsApp. Meio bizarro isso. O cara vive do flu … pqp

    6: se vira Abad, e nos dê a Sul-americana!!!!!!!!!!!!!!!!

    7: se vira Abad, e nos dê um projeto factível de estádio próprio como já existia um, tocado pelo Pedro António !!!!! A vaidade parou o projeto. E caso haja outro projeto, o PA DEVERIA ESTAR NELE !!!!!

    8: Nossa torcida está morrendo !!!!! Está diminuindo a cada diaaaaaaa!!!!!!!

    Vcs não percebem !!????

    Vocês não percebem, amigos do blog !??????????!!!!!!

    NOSSA TORCIDA, NOSSO FUTURO, DIMINUI A CADA ANOOOOOO !!!!!!!

    O pessoal da flusocio , galera q administra hoje nosso Flu, os seus 100 membros, vão aos jogos do Flu????? Vão ao Maracanã ??????? Sofrem nas arquibancadas ??????? Ou vão somente meia dúzia de membros !????????

    Tá tudo muito doido no mundo tricolor …

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    O FFC infelizmente não sabe identificar um “Swot” !

    Baita oportunidade jogada no lixo !!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Ler isto enoja, revolta, indigna, e depois querem apoio incondicional da torcida, “a verdadeira culpada ” !!!!!!!!!!

    ” Eurico alfineta Fluminense depois de vitória do Vasco: “É um velho freguês” “

    • Claudio Souza

      Se nossa derrota ao menos contribuir para a reeleição dele, terá valido alguma coisa. Quero que esse pilantra gagá continue por lá, afundando aquela caravela, até o fim dos seus dias.

      ST

  • Jorge Eduardo

    Vi só alguns minutos, estou viajando, mas não me aurpreendeu a derrota, pois tirando os 2 primeiros jogos esse ano temos.sido presa fácil desse time de padeiros que por pior que esteja consegue quase sempre arrancar um bom resultado contra a gente.

    Até qdo vai ser isso? Até qdo vamos ter que aceitar essas derrotas e a falta de ambição de montar um time forte e vencedor?

    Aqui no Grand Canyon vejo uma similaridade, o abismo, que representa o que foi o Fluminense e o que é o Fluminense e o que poderá ser o Fluminense se essa visão de time formador e vendedor dos nossos melhores jogadores, por valores abaixo do que valem, continuar para pagar salários de ex-jogadores que em nada contribuem para conquistarmos títulos.

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Nenê, 36 anos, flutuou tranquilo, passeou, fez turismo, foi a feira, ao mercado, almoçou em um baita restaurante, um jogador que pediu “desligamento” e ninguém quis.

    E ficamos vendo este velho ex-atleta construir as melhores jogadas do Mulato Véio, viu Abel ?

    • Mauro Carvalho – SP

      Esse cara seria muito útil para nosso time.
      Deviam ter pegado ele, mas vamos de Richard no meio campo.
      Ontem ele fez tudo e quase marca de calcanhar – o que seria uma humilhação !
      ST

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Abel sobre Primeira Liga !! Ou seja, a Liga Revolucionária, que iria “machucar” a Vênus Platinada !

    ” Copa da Primeira Liga ”

    ” Não decidi ainda. Acho que não vou com titulares. Vou medir ainda. De repente, se passar, a gente pensa melhor. Agora seria bom uma pequena pré-temporada. Lamentavelmente tem esse jogo de quarta-feira. Vou definir na segunda. ”

    Abel vai definir ? Se passar se pensa melhor ??

    Não existe um Comitê com Abad, CEO, MTeixeira, ATorres, etc.. !!

    Pré Temporada em agosto, mais uma ????

    Palhaço eu me sinto, mas estou me cansando de ser “idiota” !!!!!

    • Francisco Fraga

      porra só volta a jogar dia 10-09 vai colocar reservas aproveita de jogo a sornoza Douglas.

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Analisar o primeiro tempo contra o Patético MG e hoje os dois tempos contra o Mulato Véio !!

    O que está pegando ?? Fica a pergunta no ar !!

    • Francisco Fraga

      com atraso com jogadores que falaram que iam quitar com a 1 parcela da venda de Richarlison agora esperam a 2 parcela pra quitar vendem jogador para manter Gum Cava Marquinho coisa de Mario bitencourt.

  • Edvanilton marques Bastos

    O Flu está sem rumo não tem um time a altura de suas tradições, esses jogadores que aí estão perdendo ou ganhando é a mesma coisa. Quantas vezes esses caras não perderam a chance de entrar na zona de libertadores e não consegue?

  • Sergio Binda

    Este Wendel já não vem jogando nada há alguns jogos. Na minha opinião, com o retorno do Dougla e do Sornoza saem ele e Orejuela.

    Nosso time é fraco fisicamente. Olho o time de juniores e o que vejo. Novamente o Fluminense capta jogadores de 50 centímetros, verdadeiros anões para a bases. O Ricardo Ferreira deveria mandar o artigo que recentemente publicou aqui sobre o futuro do futebol para nossos dirigentes da base.

    ST

  • Ricardo Ferreira

    Acabei de ler com mais calma ( difícil… ) a entrevista do
    Abel Braga.

    Igual a outras tantas, fica a impressão de que não é ele o
    técnico. Bizarro. Inacreditável.

    Como se existisse uma outra pessoa que treina, que orienta,
    que escala, que substitui, que estabelece uma determinada
    tática para nosso time, e não ele.

    Quanto ao elenco, sabemos das carências, dos desequilíbrios
    etc.

    Mas, por exemplo, colocar no segundo tempo de um clássico de
    alta responsabilidade, com o time perdendo, um jogador
    praticamente desconhecido, vindo da divisão não sei qual,
    sem treino, sem convívio com os demais companheiros, é de
    uma leviandade sem par, um desrespeito a tudo e a todos. Ou
    então postura de alguém que não possui o juízo no lugar, um
    demente, um insano.

    E se há problemas de comportamento, de falta de empenho de
    alguns atletas em função de atraso de pagamento, da vontade
    de sair, é dele também a responsabilidade de detectar tais
    fatos e levar à direção para que se tome as devidas e
    necessárias providências.

    Sempre tive sérias restrições ao trabalho de Abel Braga,
    inclusive em outras passagens dele pelo Fluminense, mesmo na
    conquista do título nacional em 2012.

    Vejo hoje o Fluminense como um quase refém de Braga. Quadro
    agravado pela terrível perda pessoal que ele sofreu.

    Só nossa cambaleante situação financeira poderia ser
    justificativa para tanta complacência com verdadeiros
    absurdos que, a meu juízo, na minha maneira de analisar,
    Braga vem cometendo.

    O argumento recorrente que sustenta que ruim com ele, pior
    sem ele, não me seduz.

    Na verdade, na minha concepção, é uma atitude de capitulação
    sem luta.

    • Fábio Pitman

      Perfeito.

    • Claudio Souza

      Também não entendi nada quando ele mandou o Romarinho pro jogo, tendo o Matheus Alessandro à disposição.

      ST

  • Cesar Moreira

    Quem gosta de falar sozinho é maluco. E eu sou mais um que cansou de ficar falando sozinho.
    Só peço duas coisas à Flusócio e ao Abad:

    .Pro próximo ano, um lateral direito titular, um zagueiro titular e um camisa 9 pra substituir à altura o Dourado. Com o elenco que temos, com a maturação (precoce) dos garotos e a volta dos lesionados acho que começamos a ter um elenco.

    .Se lembrem da torcida!! Há cinco anos as gestões Flusócio afastaram e anestesiaram a torcida. Ela não vibra, não fica puta, não reage mais… anestesiou. Não vai aos estádios, alguns já nem acompanham mais.
    Arrumem 50 patrocínios, transformem a camisa mais bonita do mundo num outdoor ambulante, mas montem um grupo competitivo, que dê o sangue em campo, que volte a GANHAR TÍTULOS!!!
    A torcida sabe o tamanho do Fluminense e ninguém suporta acompanhar um time que comemora ficar em décimo.
    Sem time, sem títulos, acaba a torcida.
    Sem torcida o Fluminense ACABA!!

    Boa sorte!

  • José Alberto Bernardes

    Amigos,talvez o momento não seja apropriado….Talvez seja….Mas será que uma queda pra segunda divisão esse ano não seria bom pra resgatar o amor da torcida?E a segunda divisão não exige um grande investimento….Fora que alguns medalhões tipo Cavalieri,Gum,Marquinho não iriam querer jogar a segundona…Acredito que chamaríamos a mídia pra nós,acabávamos com esse maldito mantra de “Paguem a Série B”,etc,etc…Alguém discorda,alguém concorda?Eu prefiro seguir a experiência do Corinthians quando caiu e voltou GIGANTE do que ficar sendo sempre coadjuvante…O que acham?

    • Jorge Eduardo

      Acho que o seu pensamento é compartilhado com a nossa cúpula do futebol. Nosso time que já não era forte ficou bastanre enfraquecido com a saída do Richarlison e a volta do RC.

      Quer melhorar a imagem, é só montar um time forte… lugar do Fluminense é na Série A, disputando títulos e não o que temos visto nos últimos anos.

      • José Alberto Bernardes

        Mas não repetem alguns anos que não tem dinheiro?Melhor ser Rei um ano na B e voltar forte do que peão na A todo ano…Fora que tá provado que na B a torcida abraça….

        • Luiz Fernando De Oliveira Juni

          Acho que seria a transformação definitiva em um América. Já passamos por este sofrimento, inclusive na Série C. Nossa grande maioria de torcedores deve estar por volta dos 40 a 50 anos. Não temos uma molecada firme para passar outro perrengue desse! O lugar do Flu é na série A, disputando tudo com garra e com raça…

      • Jailson Jose Ferreira de Olive

        Concordo com tudo que falou. Apertei o botão errado. Na verdade assino embaixo

    • Davi Carvalho

      Cair pra série B??? E qual a garantia de que voltaremos melhores??? Olhe aí o vasco num sobe e desce nos últimos anos e nada melhora.
      Deixa a gente na série A mesmo, que assim a gente vai uma hora ou outra acertar.

  • Sergio Binda

    Pode ser… a conferir com a volta de Sornoza…

  • Sergio Binda

    O Sornoza faz bem este papel, mas o professor colocou o Romarinho nos
    20 minutos finais…

  • José Alberto Bernardes

    Ainda não Francisco…

    • Aluisio Silva

      rsss
      entendo seu lado, irmão…

  • Rodrigo Cazes

    O que fizeram com o Fluminense? Aos poucos,vai se transformando num clube de mentalidade pequena, cujo único objetivo é manter as contas em dia (e nem isso consegue). Muito triste.

  • Claudio Souza

    Teve gente em campo com postura muito mais comprometedora que a do Léo, mas a torcida resolveu pegar no pé do rapaz. Basta errar uma jogada e já começam as vaias.

    Acho uma burrice pois o que temos no banco está longe de resolver o problema na lateral.

    ST

    • Sergio Binda

      Pode ver que não tomamos gol nas costas do Leo e ele é importante no jogo aéreo, além de ser um dos únicos jogadores a ter um porte físico decente no nosso time.

      ST

  • Claudio Souza

    Os caras entraram com seis no meio. Até uma criança retardada sabia que se fechariam atrás pra jogar no nosso erro.

    O mínimo que tínhamos que fazer era marcar a saída de bola deles por pressão e disputar a bola como se fosse um prato de comida. Não fizemos nem uma coisa, nem outra.

    Fomos pra cima sem garra e sem convicção do que fazíamos, tudo o que o time da quitanda queria.

    ST

    • luiz

      E qual da motivo, na sua opinião, de não ter sido adotada essa postura ?

      • Claudio Souza

        Sinceramente, não sei te dizer.

        Não acredito que o time tenha se intimidado com a postura do Vasco. Isso teria durado, no máximo, um tempo. Jogaram de forma frouxa o jogo todo, pressionando só um pouquinho no final. Muito estranho.

        ST

  • Claudio Souza

    O Léo fez uma boa partida contra a Garnizé. Ontem, ninguém jogou nada. Não sabíamos o que fazer diante de um ferrolho mais do que esperado. O pior é que nem garra pra equilibrar a partida tivemos.

    ST

  • Claudio Souza

    Renato Chaves é uma piada de mau gosto. Sinceramente, de todos os zagueiros que jogaram nesse ano, o mais sóbrio e preciso foi o Frazan. Mesmo o Reginaldo seria uma opção muito melhor, mas quando ele cisma com determinados jogadores, nada o faz mudar de idéia.

    ST

  • André Barros

    A instituição Fluminense, grosso modo, é formada por “História + torcida + time + diretoria”.

    Tenho 49 anos e sou assíduo nas arquibancadas desde 1978. Assíduo, pois meu primeiro jogo foi a decisão da Taça GB 75.

    Tirante a gloriosa História, posso dizer que o Fluminense de hoje é frouxo, bem frouxo. A torcida é frouxa – apesar do esforço da garotada da “Bravo 52” -, o time é frouxo e a diretoria é frouxa.

    Como as críticas ao time e à diretoria já são bem conhecidas de todos, atenho-me à torcida.

    Porra, a torcida do Fluminense era foda, foda pacaraio. Em dias de clássicos, já dentro dos ônibus rumo ao Maracanã, engolíamos a torcida adversária. No acesso comum às arquibancadas – para os mais torcedores jovens, destaco que as duas torcidas rivais dividiam a rampa de acesso ao estádio -, novo duelo, outra vitória tricolor. Dentro do estádio, “Jovem Flu”, “Força Flu”, “Influente” e, claro, a “Young Flu” davam um show memorável. Porra, se comparação havia era com os “molambos”, assim mesmo em número de torcedores, nunca em animação. Vasco e Botafogo estavam à léguas de distância. PQQ, a simbiose com o time era perfeita!

    Éramos respeitados pra cacete. Os vascaínos temiam mais ao Flu do que ao Fla. Pergunto: somos respeitados hoje? Claro que não, os rivais nos vêem como fracotes. Isso me dói…

    Tenho a inarredável sensação que a última vez que o Fluminense entrou em campo foi contra o Bangu no final do ano de 1985. De lá para cá, estamos diante de outra entidade, não o Fluminense de raiz.

    Para sustentar o que escrevo, indago: qual a última vitória do Fluminense, em clássicos, em jogo com o estádio cheio e dividido pela dias torcidas? Refiro-me àquele jogo ao fim do qual saímos zoando a torcida adversária. Eu, sinceramente, não me lembro (em 1995, o estádio não estava dividido).

    Recuperar as raízes tricolores. Isso independe de patrocínio master, cotas de TV, equilíbrio orçamentário, etc. Verdade seja dita, nem o Abad, nem o Mário, nem o Celso adentraram este ponto na campanha. Ou seja, nenhum dos três é tricolor de raiz – como, aliás, não era nenhum dos Presidentes eleitos de Fábio Egypto para cá, com a honrosa exceção do Dr. Arnaldo Santiago (não é coincidência, portanto, a vitória épica em 1995, relembrando que, naquele inesquecível dia, o estádio não estava dividido).

    Estou muito puto com o Abad porque confiei nas promessas feitas.
    E estou mais puto ainda com a falta de opções ao Abad. O Fluminense parece a política partidária nacional, uma indigência só.

    “Quero o meu verdadeiro Fluminense de volta” (Manoel Schwartz). Fluminense que a Flusócio parece desconhecer.

    P.S: Torcedores de arquibancada… O Peter… conta outra! Se eu fizer cinco perguntas sobre jogos do Fluminense, o Peter erra todas. Agora, a Flusócio saca o Abad, que parece ser um sujeito do bem. Mas, quantas vezes ele pegou saquinho de talco na arquibancada? Quantas vezes ele gritou “O Vasco é freguês”? Quantas vezes ele cantou “Recordar é viver” ou “Sorria”? Nenhum dos três postulantes na última eleição é tricolor de raiz. Precisamos de um Schwartz, de um Newton Graúna, de um Antônio Castro Gil. Um não estou à altura de nenhum deles, por isso não me candidato. Candidatar-se sem ter um Schwartz, um Graúna, um Castro Gil foi o erro da Flusócio. Candidatar-se para lamuriar-se… isso eu também faço.

    • Claudio Souza

      Eu acho que esse ponto em que você tocou não se restringe à torcida do Fluminense.

      Esse processo de elitização do futebol, que culminou com a moda de se construir essas arenas insossas Brasil afora, afastou dos estádios uma quantidade enorme de torcedores mais humildes, que no fim das contas acaba sendo o pessoal mais festeiro.

      Falando especificamente do Maracanã, assistir a um jogo no estádio é quase como assistir a uma peça de teatro. Não há mais aquela vibração de outrora, salvo a festa que essa gurizada da Bravo 52 vem tentando ressuscitar, e que também vem acontecendo nas torcidas dos rivais, mas é muito pouco, comparado ao que acontecia há 30 anos.

      A verdade é que o mundo, o país e o futebol, por consequência, mudaram muito nas últimas décadas. A transmissão de jogos para a praça onde acontece o jogo, os canais pay-per-view, a transmissão de grandes jogos da Europa, a ida dos melhores jogadores para países mais ricos e o aumento das opções de lazer também diminuíram muito o apelo do jogo de futebol nos estádios, como entretenimento. Tanto é assim que hoje em dia um público de 40 mil pessoas é considerado uma façanha.

      ST

      ST

    • Francisco Fraga

      a torcida atual só sabe reclamar e pichar qlq jogador que venha pra jogar no clube tdos torcedores de facebook não vão ao Estadio pois na hora do jogo estão cornetando,

  • André Barros

    Concordo contigo!

    Aliás, seus comentários são sempre lúcidos.

    Dê-me o privilégio de ler o que escrevi acima, sobre o “verdadeiro Fluminense”.

    • Rogério Barbieri

      Agradeço o elogio André.

      Sou tricolor. Torço para o Fluminense.

      O Fluminense tem que encontrar o quê leva os patrocinadores a não patrocinarem.

      O Fluminense tem que encontrar o quê leva a televisão a quase não transmitir os seus jogos de tv aberta.

      O Fluminense tem que encontrar o quê leva a sua torcida a se afastar dos jogos.

      Para aqueles que esquereceram, olha a média de público da torcida do Fluminense, antes do jogo final contra a LDU.

      http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Fluminense/0,,MUL612432-9866,00-FLU+TEM+A+SEGUNDA+MELHOR+MEDIA+DE+PUBLICO+DA+TACA+LIBERTADORES.html

      • André Barros

        ST

  • André Barros

    Eu te perguntei isso porque o Fluminense – PASME – “copiou e colou” os dados da Netvasco, quando deveria contestá-los.

    Há muito tempo defendo números parecidos com os seus.

    Certa feita, chamei a atenção do Danilo para isso, mas como ele não gosta muito de mim, não deu bola.

    22 vitórias a mais é o cacete!!!

    PS: O WagnerFluzão – que anda sumido – também ficou puto com o fato de a diretoria do Flu engolir esses números acriticamente.

  • Jailson Jose Ferreira de Olive

    O Flu toca a bola pra lá e pra cá e nada. Toca a bola sem objetividade. Dá tempo pro time adversário se arrumar defensivamente. Ontem o Vasco atacou com velocidade e com poucos passes estava na cara do gol. Aquela jogada de Leo Pelé ninguém aguenta mais. Lateral batido na área que vira contra ataque dos caras

  • Rafael Pottes

    Outra coisas……
    1. 3 volantes sem pegada….tem q barrar p menos 1 dos 3
    2. WS está sentindo o Pubis? Então q não jogue os 90min, ou q se treine para q não precise acompanhar o lateral…
    3. Será q podemos voltar p o 4-1-4-1 no início do ano? Será q Orejuela e Lucas recuperam o bom futebol?

    Acho q precisamos de mais intensidade no time, q se aproveite esse período sem jogos p equilibrar o elenco fisicamente.
    Vejo intensidade no MA, no Peu e vi no Norton qdo teve chance, vamos renovar a motivação e a briga interna pela vaga de titular… cadê a nova chance ao Robert? N é possível terminar o jogo c Dourado, Romarinho, Peu, MA, todos embolados e sem meias…lembrou da tática Renight

    • Sergio Binda

      Exato. Volto a dizer … não quero a cabeça do Abel, mas ele não tem leitura de jogo e não sabe sair de armadilhas impostas por outros treinadores.

      ST

  • Waldomiro J. Silva Filho

    Nosso time é guerreiro e Abel tem feito o que pode: ontem, o que ele poderia ter feito? Colocar Sornoza?

    A diretoria não conseguiu contratar zagueiros, laterais e meias…

    A vaia não deve ser dirigida a Leo ou Scarpa, mas a quem não soube montar um time nas dimensões da nossa Tradição.

    • luiz

      O que poderia ser feito?
      Manter a postura da primeira etapa contra o Atletico MG !

      • Sergio Binda

        Exatamente. O foco tem sido só a diretoria mas o Abel e os jogadores também tem de ser cobrados.

        ST

  • Valmir Carvalho da Silva

    Discordo de vc, Rafael. Qual treinador faria melhor com esse elenco desequilibrado que essa diretoria entregou para ele? Ainda vendem os que se destacam.

  • Rodrigo Baroni

    Muito bonita a Fonte Nova…

    SErá que o Bahia é tão arrombado lá quanto o Flu é aqui no Maracanã/Odebrecht????

    Será que o Cruzeiro é tão arrombado pelo grupo Mineirao qto somos aqui ????

    No fim do ano contabilizaremos quase 10 milhões de reais pagos à Odebrecht, valor equivalente ao lucro entrada/saída Richarlison…

    Não vamos conseguir cassar a decisão do desembargador q fixou o mais alto valor já pago
    Pelo Flu à Odebrecht para jogarmos lá como parâmetro pro futuro ????

  • Valmir Carvalho da Silva

    Esses jogadores deveriam ser cobrados pela vergonhosa atuação de ontem. Time foi frouxo e sem vontade. Abel também mexeu mal. Fomos engolidos pelo horrendo time adversário. Mas como cobrar, né? Se a diretoria não paga o que deve e ainda vende os jogadores ( ativos como eles falam)que se destacam.

  • Davi Carvalho

    Meio campo deve ser Marlon Freitas, Douglas, Sornoza e Scarpa.
    Wendel vende logo, nada acrescenta ao time com sua displicência.

    • Sérgio Leal

      MF não viu a cor da bola. Muito por conta da atuação do Lucas e Léo que subiam, mas não segurávamos a bola… HD foi anulado… Não ganhou nenhum duelo individual. Era bola nas costas de lateral toda hora e um Deus nos acuda pros 3 volantes (2 na verdade dada a vontade do Wendel). Pode reparar no gol que tomamos, Lucas e MF ocupam o msm espaço, dando um latifúndio pro Ramon… E os míopes tem a pachorra de vaiar o único que fazia diferente… Vaiar o Scarpa deveria resultar em expulsão do estádio por miopia… De boa…

  • Aluisio Silva

    “Fluminense é freguês antigo”, Eurico Miranda.
    Durmam bem…

    • Fábio Pitman

      Eu que cresci vendo o Flu surrar o vascu de qualquer forma, sinto vergonha… alguma coisa tem que ser feita pra se mudar isso.

      SANGUE NOS OLHOS CONTRA ELES!

    • ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN

      31 anos sendo sacaneados pelos apitos, ou não, como ontem, e o babaca ainda sem vergonha ainda debocha na mídia.
      O único problema é que o clube não responde a altura, seja mostrando como o Vasco conseguiu tirar a vantagem histórica que o Fluminense conseguiu jogando bola, seja não contratando uma investigação particular para destrinchar os meandros da FERJ e da CBF.
      No passado havia um vídeo com os erros de arbitragens em vários jogos do Fluminense contra o Vasco na Era Caixa D’Água no Youtube, mas não consegui localizar. De tanto ser prejudicado pelos apitos o Fluminense se acostumou a perder até sem eles.
      O problema que aflige a Torcida Tricolor é essa falta de resposta dura (e não apenas no gogó, mas com atitudes, quiçá silenciosas em um primeiro momento…) aos seguidos erros de arbitragens contra nós em momentos decisivos.

  • Francisco Fraga

    com a venda de Wendel mais que na hora certa contrate um jogador pro meio que de equilibrio a esta equipe pois só com jovens não chegaremos a lugar nenhum nem uma vaga na Liberta vamos conseguir.

  • Francisco Fraga

    balada amigos e a bola ta sumindo manguaça essa venda pra ele foi na hora certa se ficar mais um ano aqui no Brasil com as amizades se acaba como Robert.

  • Mauro Carvalho – SP

    Amigos, final de semana broxante, com uma derrota broxante, com uma atuação broxante.

    Tive um pensamento – de que o Abad foi ao PSG para fechar um puta acordo com o árabe que comprou o PSG, vai voltar de lá ou com metade do Clube financiado
    e com o patrocinio da Emirates. Um presidente não viaja para vender jogadores.
    Deve ter algo bom aí, QUERO CRER.

    Para alegrar nossa semana, aí vai minha musa Leticia Spiller com a alma tricolor.
    ST https://uploads.disquscdn.com/images/4eb5983cce2c473555cc3e7e29b00aef0d3068c946ba2c57c3ab5697308c0d15.jpg

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Me impressionam as teorias aqui colocadas.

    Gostaria de respostas objetivas

    Porque só esta semana e contra o vasco eles não jogaram porque não saiu a grana?

    Se deve ha mais de tres meses e só contra o vasco lembraram dela?

    Dão como certo o Abad ter ido a França (não sei se foi ou não), baseado em que?

    Se vão vender o Wendel e não há como impedir pois o jogador quer ir (os empresários dele, as atuações dele mostram isto) porque criticar o Abad?

    Falam que ele vai vender barato, mas qual seria o preço que o mercado paga?

    Porque o Abad venderia barato se precisa da grana urgente para sanar dividas?

    O que faz o Abel para melhorar o time com o banco que tem?

    Como contratar sem grana(nem pagou a merreca do Robinho)?

    Faço mais um monte aqui e ninguém me dara´resposta logica.

    A gente tropeça, cai e mesmo assim esta por 1 ponto do sexto que esta na libertadores

    • Valmir Carvalho da Silva

      Flávio, não tem essa de jogador querer ir. Se o jogador tem contrato com multa rescisória, só sai se o clube quiser. É só um dirigente de peito chegar nele e no empresário e dizer que só sai por tal valor e ponto. Duvido se vai fazer corpo mole. O atleta não é burro suficiente para se desvalorizar. Ainda mais um jovem que precisa se formar no futebol

      • Fernando Ventura Jr.

        Exatamente. De que adianta renovar com o jogador, aumentando o seu salário, perdendo participação nos direitos federativos se depois vem qualquer empresário e o clube esquece a multa rescisória.

        Me lembra o episódio Romário que saiu com o contrato em vigência, o clube não recebeu nada, prometendo não fazer leilão na sua volta. Pior que parte da torcida achou bacana: Vamos economizar deixando de pagar o jogador por seis meses e não adiantava ficar com ele porque ía fazer corpo mole. O futebol é profissional ou não?

        • Sérgio Leal

          Po galera com todo respeito que tenho e continuarei tendo pela opinião e por vcs, é ingênuo afirmar que “encostando o cara na parede” vão resolver alguma coisa. Jogador derruba técnico, imagina se não vai forçar a saída? Correr pra não chegar, medo de se machucar. Estamos lidando com seres humanos que há 6 meses, 1 ano mal tinham onde dormir… Imagina resolver a vida da família tão cedo? Não há multa que obrigue o cara a dar o 100%. Clube fica de mãos atadas com a Lei Pele, que criou uma nova classe de donos de sauna… Aqueles que ganham dinheiro com suor dos outros, os tais agentes, empresários… Reflitamos, é melhor um jogador meia bomba a 100% do que um jogador 100% a meia-bomba…

    • Fernando Ventura Jr.

      Porque o jogador querendo ir, o empresário querendo que ele vá, mas estando sob contrato o jogador fica. Falta alguém que encoste no jogador e no empresário e coloque que ele pode sair por bem mais e para um time superior.

      Por essas e outras que o Fluminense não enche estádio, o programa sócio torcedor não avança e não conseguimos patrocínio-master.

    • Daniel Bastos

      quem tem que responder é a diretoria

  • Flavio Henrique

    Também coloco minhas perguntas.

    Porque não conseguimos um patrocinador master?

    Porque só foi anunciado depois das eleições que o clube estava quebrado?

    Como pode o presidente do conselho não saber de nada?

    Quando será contratado o jogador “pra ser ídolo” que foi anunciado durante a campanha?

    Qual o status do projeto de estádio, que foi mostrado na campanha?

    O que tem feito o tal comitê? Quais exatamente são as atividades do Torres? Só o Abel fala. O cara está muito exposto.

    Como pode contratarmos um jogador mas, não pagarmos por ele (Robinho)?

    Quando o Robinho estará regularizado?

    Como um time que avisa pro mundo todo que está sem dinheiro, vende o Richarlison de forma parcelada ? Quem precisa muito de grana vende à vista…

    E, a pergunta de um milhão de dólares, qual a previsão para o fluminense definitivamente estar saneado ??? Ao menos uma previsão.
    Foram dois mandatos do Peter e agora um do Abad. Quando voltaremos a disputar títulos?

    • Jailson Jose Ferreira de Olive

      Onde assino? Perfeito

  • Ricardo Ferreira

    O Maracanã é um dos grandes templos do futebol mundial.
    Visitado por milhares de turistas todos os anos.
    Um dos cartões postais do Rio de Janeiro.
    Atualmente com instalações dentro dos melhores padrões internacionais.
    Um orgulho para a engenharia brasileira.

    Estamos racionalizando o uso do belíssimo estádio, deste ícone, com as oportunas medidas implementadas recentemente, que são de conhecimento de todos.

    Entretanto, face às circunstâncias presentes nesta complexa fase de transição pela qual passa nosso amado Fluzão, eu entendo ser prudente deixar o simpático estádio de Edson Passos com as portas abertas para alguns jogos deste campeonato nacional.

    Não só pelo custo elevado, agravado pela opção de parte da nossa inigualável torcida de não comparecer aos confrontos, mas também pela sua quase neutralidade, o grande Maraca pode operar contra nós em determinadas partidas desta difícil competição.

    Nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

    • Sylvio Montenegro

      Pois é, caro Ricardo, quem conheceu o Maracanã conheceu, quem não conheceu, jamais saberá o que era.

      Transformaram o Maracanã em mais uma arena padrão Fifa. Perdeu a personalidade, a magia e a alma. Perdeu também a viabilidade econômica. Um elefante branco.

      A tendência é que cada clube tenha o seu estádio e a arena denominada Maracanã, seja utilizada esporadicamente para partidas de futebol. Tal como outro estádio histórico, Wembley.

      • Ricardo Ferreira

        A meu ver há nesta questão um autêntica inversão de valores.

        O majestoso Maracanã, que aliás preservou suas icônicas linhas externas, pode ser sim um grande caldeirão, palco de belos espetáculos. Lembro da estreia do Ronaldinho Gaúcho no Fluminense, por exemplo. Infelizmente a torcida do urubu tem conseguido lotar a arena.

        Com 50 mil espectadores já se consegue um clima espetacular. Há espaço para instrumentos de percussão, para bandeiras, para faixas, mosaicos etc. Nada impede de se fazer grandes festas.

        O que pode e deve ser discutido é o modelo de gestão do moderníssimo e garboso estádio.

        Porém o problema definitivamente não é o Maraca, caro Montenegro, e sim o pífio futebol carioca. Gangsterismo, amadorismo, incompetência, desacertos de toda ordem.

        Para ser breve, cito o jogo Flu x WO do último sábado. Um palco que impressiona, que causa admiração em qualquer cidadão do mundo, não pode receber aquele circo de horrores.

        Quem sabe um dia teremos novamente os times cariocas recheados de craques da seleção brasileira, de artistas de primeiro nível, e não um terrível desfile de caneludos, de barangas, de canastrões insuportáveis.

        Perdemos substância, referências, paradigmas, grandeza. Aí fica fácil culpar o sofá pela traição…

        De qualquer forma, diante de uma dura realidade, temos que ter plano B.

        • Sylvio Montenegro

          E, já concordando com você, o urubu é um dos poucos clubes que fogem à realidade dos caneludos e barangas, turbinado que foi pela rede Globo, com aval dos outros clubes do Rio. Talvez por isso estejam abandonando o sofá e lotando a arena.

          Mas te confesso que não gosto do novo Maracanã, só ficaram as linhas externas laterais, nem a icônica marquise, que completava as tradicionais linhas do estádio ficou. Se olhar por dentro, é um estádio qualquer.

          Talvez minha má vontade seja influenciada pela corrupção envolvida na construção e concessão do estádio, aliada ao projeto de elitização do futebol associado a essas novas arenas.

          Costumo fazer um paralelo do Delle Alpi com o Maracanã. Construído para a copa de 90 na Itália, era um elefante branco em Turim. Não lotava e a torcida ficava distante do campo. Estádio frio.

          A Juventus comprou o estádio, derrubou e construiu um novo no lugar, estilo caldeirão, menor, simples, barato e eficiente. Capacidade para 41 mil pessoas.

          Depois disso foi hexacampeã italiana, chegou às finais da Champions, dominando o futebol italiano e figurando entre as grandes potências do futebol europeu.

          Se os mulambos quiserem fazer o estádio no parque olímpico tudo bem, a gente compra o Maracanã, derruba e constrói nosso caldeirão ali.

          http://globoesporte.globo.com/futebol/liga-dos-campeoes/noticia/2012/11/simples-barato-e-eficiente-estadio-do-juventus-tem-sucesso-imediato.html

  • Rogério Barbieri

    09/11/2006 – 17h45 – Fluminense acerta venda de Marcelo ao Real Madrid – 6 milhões de euros – 18 anos

    31/12/09 – 11h46 – Wellington Silva é vendido ao Arsenal por – R$ 10 milhões – 16 anos

    11/03/2010 – 18h03 – Vice de futebol fala sobre a saída do jovem atacante (Maicon Bolt) para o futebol russo – 4 milhões de euros – 20 anos

    06/08/2010 – 11h06 – Promessa do Flu – Alan deixa o Fluminense e acerta com Red Bull, da Áustria – 3,5 milhões de euros – 21 anos

    08/06/2012 20h30 – 22h46 – Flu negocia Fabinho, lateral-direito dos juniores, com clube português – 2 milhões de reais – 18 anos

    26/06/2015 – 17h21 – Fluminense anuncia saída de Kenedy, e atacante vai defender o Chelsea – 10 milhões de dolares – 19 anos

    05/08/2015 – 17h38 – Peter confirma venda ao Roma, e Gerson fica no Flu até dezembro – 16 milhões de euros – 18 anos

    18/01/2017 – 08h10 – Fluminense fecha venda de Marlon ao Barcelona em definitivo – 6 milhões de euros – 21 anos

    Isso é uma mínima parte do que é vendido pelo Fluminense. Mas, justifica as vendas dos jogadores, mas nunca fecha a conta do clube. E eternamente continuará não fechando a conta. Mas, continuará justificando a venda para a Europa.

    • Jorge Eduardo

      Disse tudo… além de acabarem com o nosso time de futebol, acabaram com a chance de termos um time forte com jogadores formados no clube e pontuais contratações… acabaram com a esperança de brigarmos por títulos.

    • Feliciano Lins

      Ainda tem os meninos que estavam em Portugal e mais a venda do Fred para o Galo.
      Não sou contra a venda o ruim é que a gente vê esse dinheiro mal gerenciado.

      • Jorge Eduardo

        Fora o Thiago Silva que saiu de graça… e o Conca que saiu N vezes, a 1st vez para construirmos o CT… acabou que o dinheiro não foi usado pra isso e perdemos muito com a saída dele, se tivesse ficado teríamos sido campeōes em 2011 e poderíamos ter engatado 3 títulos brasileiros seguidos 2010 a 2012…. os valores sempre abaixo das multas e sempre com uma desculpa esfarrapada.

  • Sylvio Montenegro

    Quando bater a saudade e der aquela vontade de ver o Fluminense em campo, vou lembrar da vergonha de sábado, a vontade vai passar rapidinho, mas a saudade só vai aumentar.

    • Aluisio Silva

      É por aí… a saudade aumenta, mas é de algo que não existe mais.
      Ver isso aí não mata saudade, só piora.
      Tá explicado o abandono.
      Freguês de Vasco, Mulambos e, breve, do Foguinho.

  • Sylvio Montenegro

    “– O patrocínio master não resolve nada. Ajuda, claro. Vai me dar R$ 3 ou R$ 4 milhões até o final do ano. Ajuda no fluxo de caixa, mas não é a salvação da lavoura”, Marcus Vinícius Freire.

    Vai dar 3 ou 4 milhões porque só faltam cinco meses para terminar o ano. Qual é a salvação da lavoura? Vender os jovens jogadores que se destacam? Beleza. Mas é pra ficar sabendo que o faturamento com bilheteria, venda de produtos do clube, patrocínio e outros só irá diminuir com essa política.

    • chandra

      Triste. Essa ideologia desses caras, destruiu o futebol no Brasil, e estão destruindo o Flu. Justificar açoes em numeros, em estatisticas, copiando modelos de gestoes sem pôr na equação a cultura de cada clube, região e país é tão primaria que chega a ser bizarra.

      Mas os mestrados e doutorados desses caras justificam, as cagadas feitas.

      Pobre são nossos filhos, que não presenciarão o verdadeiro mundo do futebol.

      • Claudio Souza

        Só aparece na hora da desgraça, né, alma penada?

    • Rodrigo

      R$3 ou R$4 milhões até o fim do ano, significa dizer q seria R$ 10 milhões o ano inteiro.
      Ou seja: se tivéssemos patrocínio master desde janeiro teríamos um valor equivalente a vender uma de nossas promessas.
      Flu come carne podre e arrota caviar.

  • Ricardo Pereira

    Com patrocínio master os direitos de imagem não estariam tão atrasados e a contratação nova poderia ter estreado contra o Vasco pagando a parcela devida.
    Enfim, pode não fazer diferença ou pode fazer TODA a diferença.
    Eu não entendo como que alguém se habilita a um cargo para ficar mendigando.

  • Claudio

    o lateral Lucas é inteligente, tem técnica, tem experiência, mas parou de correr depois do carioca. Ele não aguenta mais marcar com intensidade, nem ir e voltar.

    pra mim ele e Orejuela não podem ocupar o mesmo setor…falta perna mesmo.

    fora que nesses esquemas modernos…4231, 4141, sei lá, o lateral tem que ser defensor em primeiro lugar. Apoiando na boa, sem dar o contra-ataque.

    por isso não entendo as vaias pro Leo, se levamos o gol na falha do Lucas.
    será que o lateral direito daquele liverpool do Uruguai não está disponível ?
    o cara fechou a lateral contra nós..não passou nada.
    teve um momento em que eu passei a acompanhar nossas jogadas ali só pra ver se ele seria batido na corrida ou driblado.

  • Adilson Loudão

    “Sabendo que seu ídolo Tom Brady caminha para a reta final da carreira, o New England Patriots investe pesado para extrair o máximo que puder e buscar novos títulos nas próximas temporadas”, declaração do dono da franquia de futebol americano radicada em Foxboro. Comparem com o discurso dos últimos presidentes do Fluminense… É ISTO(do norte-americano) que se espera de alguém que representa um clube grande.

    Reclamam da torcida não comparecer. Comparecer para quê ? Torcer pelo quê se
    quando o time começa a engrenar o presidente vai lá e estraga tudo vendendo ?
    Para não ser rebaixado ? Ano após ano ? Que porcaria de clube grande é este que
    não se importa com os resultados esportivos, com a formação de identidade, com
    a disputa por títulos e com que os jogadores deem, de fato, retorno técnico via
    grandes conquistas, como no passado ? E que fica enviando dirigentes a viagens
    não em busca de reforços que melhorem o seu time, mas para oferecer seus
    melhores atletas ?

    Torcer para o Richarlisson se valorizar num timeco inglês ? Não, obrigado. Eu queria ver gol do Richarlisson pelo Fluminense, gol no Vasco, gol no Flamengo, gol no Corinthians ! Dane-se ele se valorizar no Watford. Eu vou ganhar o quê com isto se o dinheiro, para essa gente, nunca é suficiente e eles sempre se manterão sob a mesma desculpa para permanecer vendendo todo mundo ? Seis anos nisso e o futuro prometido nunca chega ! Um elenco inteiro de bons jogadores foi queimado e ainda estamos no sufoco ! Isso precisa ser muito bem explicado ! Ou então como acreditar em novas promessas ? Como pedir à torcida compreensão e comparência ? Chega ! Clubes mais endividados sempre procuram se reforçar, só no Fluminense o fundo do poço para se tocar e dar um impulso de volta para cima jamais chega, a desculpa é eterna. Estamos nos tornando um Náutico, um Americano, um Vitória. Nenhum tricolor honesto pode achar isto normal. O presidente dizer que também não gosta mas não se esforçar para estas coisas mudarem com atitudes práticas não cola mais – se esforçar como o presidente do Palmeiras fez, empenhando até seu nome de pessoa física para a obtenção de dinheiro para a contratação de reforços. Isto sim é que é amor pelo clube, é que é respeito por sua grandeza.

    É terrível ver botafoguenses com orgulho do seu clube, que com dívida maior nunca deixa de contratar, de se reforçar, de ambicionar títulos, enquanto nós sempre no mesmo disco arranhado e com desprezo pelos resultados no futebol profissional. Nossos dirigentes não conhecem a grandeza do Fluminense. É a única resposta que encontro. O importante para eles não é honra, não é vencer, não é futebol, não é orgulhar a torcida, não é ser tantas vezes campeão, é “honrar compromissos financeiros”. E aí entramos em outra incongruência : mas o anterior não passou 5 anos sob este mesmo discurso ? Como a situação pode ter piorado ? Não foi o bem o que Abad afirmou em campanha, não é ? Que nome se dá a isto ? O mínimo que se espera é transparência.

    Só sabem vender ! Vender, vender, vender. Venderam o Richarlison, agora o Wendel e só ficam as porcarias. Ah, mas ele disse que seria obrigado a vender. Ok, e disse que contrataria quatro grandes jogadores para serem titulares. Contratou ? Só se o nível técnico do time titular que ele imaginava era o de um Bonsucesso. O que – nem é preciso dizer – seria má fé intelectual com o torcedor. Chega ! Seis anos sob esta desculpa de austeridade.

    E só passando humilhações desde 2013. E ainda querem exigir que a torcida compareça ? Façam a sua parte antes, arrumem patrocínios(desde antes de a Unimed sair que falam em novo master e nada), novas formas de faturamento, demonstrem interesse em um Fluminense competitivo e vencedor de forma prática ao invés de discursos vazios e venda de atletas(o lugar comum de quem não é criativo -para ser educado). Ou então façam o mea culpa, exponham cristalinamente as entranhas. O que deu errado na administração de quem dizia querer controlar as dívidas para esta ter saído de controle e nos encontrarmos agora muito pior do que antes ? É, porque antes ainda podíamos nos reforçar com bons jogadores esporadicamente, agora nem isto! Interesse político ? Mas o Fluminense tem que estar acima disto, é uma conversa com o torcedor, de quem adoram exigir e pedir mas nada dão em troca.

    Saindo um pouco do assunto, mas nem tanto : basear o fluminensismo no que um
    sujeito como o Barcinski diz é muito conveniente para quem quer defender a situação atual como normal. Não é normal. Quem é o Barcisnki ? Um tricolor radicado em SP que é obrigado, por ofício, a falar cotidianamente de Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Sendo campeão ou não, ninguém lá quer ouvir falar do Fluminense ! A não ser falar mal. Então é indiferente, para ele, o Flu ganhar ou não, logo, é muito fácil e indolor querer dar lições de como a torcida tricolor deve se comportar. Então vamos combinar : o que o Barcisnki diz não pesa nada !! Ele trata o Fluminense como o José Trajano trata o América, quase folcloricamente, quase como aquele time que existiu certa feita sem dar-lhe grande relevância atualmente – lhe dá, no máximo, uma esmola de tempo, breves segundos ou minutos. Porque para ele o importante é Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Gustavo Albuquerque, do blog do torcedor no Globoesporte, e Dedé, por exemplo(que estão estranhamente sumidos), é que me representam. Discordo de muita coisa do que dizem, mas ainda assim trata-se de gente que respeita a grandeza do Fluminense e deseja ver o time campeão ou brigando por títulos.

    O Flu ainda é grande, mas está por um fio, em breve não mais o será se permanecerem apequenando-o com gestões que insistem em ficar de costas para os resultados do futebol e prometendo um futuro que nunca chega. O Flamengo, um exemplo próximo, precisou de dois míseros anos de austeridade para retornar ao investimento em jogadores de peso visando novos títulos. Ah, mas o Fla tem orçamento muito maior. Então menos motivos ainda tinham para abrir mão das conquistas e dos grandes times que aumentam o faturamento através do maior afluxo de torcedores aos estádios e da consequente maior adesão a programas de sócios e consumo de produtos do clube. E cadê o patrocínio master que há mais de 4 anos prometem e nada ? Não era mais fácil seduzir uma empresa ao patrocínio antes, tendo Conca, Fred e outros grandes atletas no elenco, do que agora, sem ninguém que preste e sem grandes perspectivas(até porque o presidente logo se desfaz de quem se destaca) ? Então por que aquele sujeito quis se desfazer dos ídolos com tanto açodamento ? Adiantou ? Não. Mil vezes Fred e Conca(na época) no elenco do que esta porcaria de Henrique-nove-milhões. E ainda querem diminuir seus erros ? Erros que fazem Abad desdizer agora o que disse em campanha ?

    Aliás, quando interessa nos comparam ao Flamengo, muito maior(é maior mesmo!!). Quando não interessa, aí se ofendem se nos igualam ao Botafogo. Ou seja, a comparação, aqui, vai de acordo com os interesses envolvidos. Nosso tamanho é o do BOTAFOGO. Estávamos muito maiores até 2013. Aí …
    Este é o nosso patamar sensato. Por isso nosso inimigo número um deveria ser o
    Botafogo(e o Vasco), não o Flamengo. É irreal querer competir com o Flamengo.
    Não se entra no ônibus e já se vai querendo a janelinha para sentar, como dizia o Romário. Internacionalização como se sequer conseguimos nos classificar com assiduidade para a Libertadores e se nem em estadualização conseguimos fazer o dever de casa ? E lá vai o Flamengo botando poeira em número de títulos cariocas.

    Só se aumenta orçamentos com torcida grande e interessada. Não se obtém o interesse desta com este tipo de política de liquidação de ídolos, craques e elenco, nem muito menos o seu crescimento submetendo o clube a humilhações seguidas. E mesmo com um estádio para chamar der nosso, não teremos facilidades em manter uma média superior a 20 mil pessoas. Porque A TORCIDA DIMINUIU ! E estas administrações são as maiores responsáveis por este triste fato, porque vínhamos de um período francamente favorável de três conquistas nacionais e duas finais internacionais para que, sob medidas adequadas, se plantasse um razoável crescimento no número de torcedores(e no orçamento). Isto se perdeu com o rumo das coisas de 2013 para cá.

    Na verdade desde 2011 sistematicamente passamos a perder os clássicos. Vencer
    tornou-se exceção. Perdemos seguidamente até para o Botafogo! Estes, os clássicos, são os jogos de maior apelo que passam na TV aberta e os assistidos pela massa. Vencer clássicos deveria ser prioritário(e os dirigentes é que tinham o dever de descer ao vestiário e fazer os jogadores enxergarem isto). Se o Flu está associado a derrotas, para quê eu, garoto, ainda em busca de identidade e de inserção em grupos sociais, irei optar por torcer para este clube ? Vou escolher o Flamengo ou o Corinthians. E neste 2017, até o Botafogo, e não o Flu. Estamos em tempos inéditos, de redes sociais, de pós-verdade, as coisas viralizam facilmente, a propaganda em massa tem força exponencialmente superior a de antigamente. Acabou aquela época romântica em que o mais importante era o que ocorria no âmbito regional e a abrangência da influência dos grandes veículos de comunicação era limitada ao quintal de casa. Todo perfil de facebook, hoje em dia, é uma mídia. Não se pode simplesmente abaixar a cabeça para isto e continuar usando velhas fórmulas para administrar clubes grandes. Jamais será conseguido um efetivo aumento de faturamento com estratégias anacrônicas, desconectadas desta nova realidade, ou nunca sairemos desta sinuca de bico atual(vende-vende-vende, timinhos-timinhos-timinhos, vergonhas-vergonhas-vergonhas).

    O Flu não pode se dar mais ao luxo de desprezar a formação de grandes times, a
    conquista de títulos, a identidade. Somos os únicos, dentre os doze principais, que passamos por duas tragédias sem paralelo na história do futebol brasileiro, a dos anos 90(série C), e a de 2013, o linchamento público sem precedentes, em uníssono(todas as emissoras jornalísticas do país e torcidas rivais fazendo
    côro depreciativo contra o Fluminense). O estrago foi gravíssimo. Até hoje há
    “gente”, como a Maria Ribeiro e o Nelson Motta, que, mesmo tricolores, repetem
    que nós deveríamos ter jogado a série B, como fôssemos os culpados no caso Lusagate, e não o Flamengo e a própria Portuguesa. E eles não são, propriamente, aquilo que podemos rotular como “ignorantes”.

    A tendência da nossa torcida é de diminuição. Neste cenário atual isto é evidente e não pode ser minimizado. É a tendência de algumas outras agremiações, como Vasco, Botafogo e Santos, mas principalmente a da nossa pelas razões especificadas. Consequentemente o faturamento despencará. A solução genial que encontraram ? Vender jogador e liquidar o elenco. Eureka. Vejam como está dando certo, Peter já fazia isso.

    Com este desdém pelo futebol tricolor, com esta mentalidade de “time pequeno”, com esse desamor pelos resultados e pela formação de ídolos e identidade, estamos em queda livre para o apequenamento. Isto é inquestionável graças à conjuntura atual.

    A quem interessa esta mediocridade ? Somente aos rivais e à chamada Flapress !
    Não ao torcedor tricolor.

    Peço escusas pelo longo texto(ninguém é obrigado a ler), mas está insuportável
    aguentar esta mediocridade a que estão nos submetendo.

  • Rogério Barbieri

    Sobre o Maracanã eu afirmo que duvido que o sonho de consumo da Rede Globo não seja ver o estádio nas mãos do Flamengo.

    O Maracanã é o estádio melhor localizado do Rio de Janeiro.

    O ponto mais próximo para quem vem da Região dos Lagos. Próximo do Centro, da Zona Sul (via Rebouças e/ou Santa Bárbara), na Zona Norte.

    Com todas estações das linhas de metrô e da Super Via.

    Um estádio com uma história mundial.

    A Rede Globo obviamente construiu o Ninho do Urubu para asfixiar o governo do estado do Rio de Janeiro e o Consórcio Maracanã para que este peçam prá sair e dar o estádio de graça para o Flamengo (e ainda, depois de tudo, vão nos fazer acreditar que o Maracanã ficou nas mãos do verdadeiro dono).

    Antes do corrupto arranjo Eike/Cabral/Lula, o Maracanã estava desenhado para ser controlado pela dupla Fla/Flu e o Engenhão pelo Botafogo. Por isso, nenhum dos clubes apresentou proposta pelo Engenhão e o Botafogo apresentou oferta mínima.

    ‘Acredito’ que a Rede Globo nunca tenha imaginado que existiria corrupção em todo esse processo de licitação do Maracanã e que ela acabou surpreendida pela engenhoca de desvio de dinheiro construído por essa turma.

  • Davi Carvalho

    Pela entrevista do CEO ao globoesporte.com dá pra ter alguma luz no fim do túnel, mas que tudo seja feito no mais amplo profissionalismo e que seja o mais rápido possível porque estamos precisando.

  • Claudio

    barcelona anuncia que vai emprestar Marlon pro nice na França.

    No momento, é como se o Flu tivesse vendido o zagueiro pro nice por alguns milhões de euros. Nesse cenário a venda já não foi tão ruim assim como alguns acharam.

    assim como a saída do cícero, não contratação do wellington nem, do conca.

    acho que a diretoria merece mais reconhecimento por esses acertos.

    claro que precisamos de uma injeção de grana…nossos milionários poderiam ajudar..que nem alguns botafoguenses como a família Moreira Salles..ou a família roberto marinho que ajuda o rival de todas as formas possíveis.

    esporte de alto custo se tornou torneio de bilionário…

    • Francisco Fraga

      Torcedores corneteiros encheram o saco com a venda de marlos nem com a venda e sim com as noticias q chegavam de ser titular la coisa q eu duvidava muito aqui nao passava de um caroneiro displicente.

  • ALEXX

    Vendem-se atletas para aumentar as finanças. Essa premissa não bate, pois todo o resto diminui: o orgulho da torcida; o seu comparecimento; novos torcedores; patrocínios, pela inaptidão e péssima publicidade sobre o time; resultados; títulos; clássicos.

    Vender melhores da base (e a preço de banana) realmente aumenta a receita? Amadores. Não defendo mais…

  • Paulo Cavalheiro

    Como deixaram o FFC chegar nesta caótica situação financeira !!

    Eu previa em 2015_2016, aqui no blog, uma fase muito difícil para o próximo mandatário, analisando por “percepção” as operações do futebol.

    Mas não este rombo, que praticamente nos imobiliza e nos faz perder uma oportunidade tremenda de “montar” um grande de time de futebol.

    A realidade é dura, R$ 120M de deficit real, menos a venda do Richa por R$ 20M, ou seja, até o momento um ROMBO de R$ 100M.

    Vendendo o Wendel por R$ 30M, ainda temos um prejuízo de R$ 70M.

    É uma crise muito séria !! Vamos pagar um preço altíssimo por tamanha irresponsabilidade !!

    Estamos em 28.08.2017 e o Balancete do 2T ainda não foi publicado.

  • Claudio Souza
  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    O time do FFC no Campeonato Carioca jogava os clássico de uma forma que contagiava a Torcida Tricolor.
    Agora joga de outra.
    Opção tática?
    Postura dos jogadores?
    O que mudou?
    Pode mudar de novo?
    Para refletirmos.

    • Claudio Souza

      No estadual, frequentemente marcávamos por pressão, a saída de bola do adversário. Hoje não fazemos mais isso. A verdade é que depois que as contusões começaram o comportamento tático do time mudou muito, e pra pior.

      ST

      • ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN

        Verdade, amigos, as contusões foram primordiais para a queda de rendimento do time.
        Até hoje não me conformo com as circunstâncias da contusão do Scarpa.

    • Diogo Trindade

      Lesões.

      Nosso meio campo foi destruído com a saída do Douglas e do Sornoza, e também a queda de rendimento do Scarpa após a lesão grave que teve. O ataque continua o mesmo do início do ano, Dourado e WS. Zaga é a mesma bosta também, o time me parecia mais seguro com o Reginaldo do que com o Renato Chaves lá, mas é outro que teve lesão grave.

      Começamos a marcar melhor no meio com a entrada do Luis Fernando, e ele também passou por cirurgia. É muita zica pra um time só.

  • Feliciano Lins

    Não consigo vê isso acontecer em São Paulo.
    Com time jogando bem e pelo menos um ídolo enchemos o estádio.

  • Feliciano Lins

    Boa Noite,
    Mais um dirigente colocando preço aonde não devia.
    Colocaram preço no Wendel estão vendendo por menos o que tudo indica.
    Agora colocaram o preço no Patrocínio da camisa estamos ferrados mesmo;
    off
    Não adianta segurar o Wendel e deixar o garoto fora de posição até o final do ano deixa ele ir embora logo e pega mais grana.
    Volta Pedro Antônio
    ST

  • WagnerTijuca

    Amigos,
    Escutar que :
    ” PATROCÍNIO MASTER NÃO ADIANTA NADA ”
    É de matar.
    Sem palavras.
    St.

  • André Barros
  • Francisco Fraga

    Foi tb Gil carneiro o pior presidente tanto q nem terminou o mandato.

  • Alexandre Said Delvaux

    Quando o raciocínio raso, curto, míope, tudo é muito “xarope”.

    • Rodrigo Prieto

      exatamente!

      • Alexandre Said Delvaux

        Conseguiu entender?? Estou surpreso!