Promoções e união para convocar o torcedor

TorcidasVem aí semanas muito decisivas para o Flu.

Para o Fla x Flu da quinta-feira, que tem o rival como mandante mas que terá renda dividida, o checkin e a venda avulsa online já estão em andamento. Clique aqui para conferir todas as informações. Será emocionante se conseguirmos formar um bloco único na arquibancada Sul, com todos cantando em uníssono por uma retomada tricolor na competição.

Nas outras vezes que isso ocorreu, as lembranças que vem à mente são grandes jornadas. Como esquecer, por exemplo, das vitórias contra o Avaí e Atlético-MG, no returno de 2009?

Para a partida de domingo, contra o mesmo Avaí, os ingressos custarão apenas R$20, sendo R$10 a meia entrada. O mesmo para o jogo seguinte, contra o São Paulo. Confira todos os detalhes. Trata-se de um esforço financeiro do clube para convocar o seu torcedor, mesmo diante do alto padrão de custos atual do Maracanã.

É com muita esperança que vemos o movimento de união das torcidas organizadas e movimentos populares, ocorrido na semana passada, quando uma reunião em Laranjeiras, que também contou com o Presidente Abad, selou entre diretoria e torcidas um pacto de apoio ao Flu nas 13 rodadas restantes. Ainda no decorrer dessa semana está prevista nova reunião, desta vez das torcidas com jogadores e comissão técnica, no CT, com o objetivo de ampliar esse pacto.

Essa mesma equipe há 5 rodadas jogava por uma vitória sobre o Vasco para assumir o 5o lugar. O momento é de frustração e dificuldades, mas o apoio e a união serão essenciais para que os jogadores recuperem a confiança abalada.

Nós vamos reagir. Todos juntos.

#SomosFluminense
#VemProJogo
#AbraceOFlu
#JuntosSomosFortes

318 Comentários em Promoções e união para convocar o torcedor

  1. Valmir Carvalho da Silva
    9 de outubro de 2017 at 20:07 (1 ano ago)

    O Fluminense está realmente precisando de apoio.

  2. Mauro Carvalho - SP
    9 de outubro de 2017 at 22:11 (1 ano ago)

    MARCELO SAVIOLI – Hora de colocar as crianças birrentas para dormir e vamos sair dessa, como sempre saímos
    5 Oct 2017
    Marcelo Savioli às 11:53
    “Não há tricolor que tenha autoridade moral para apontar o dedo para outro qualquer, porque vivemos juntos e misturados a ilusão de que o amanhã não cobra pelos atos que cometemos ou pela nossa omissão no presente”

    Amigos, amigas, o Fluminense não tem faturamento igual ao do Atlético GO, tampouco deixou de ser parte da elite do futebol e do esporte, como um todo, a nível nacional e internacional.

    O Fluminense precisa resolver duas situações no curtíssimo prazo e uma terceira logo adiante.

    No curtíssimo prazo, Abel Braga precisa colocar esse time para jogar o futebol do início do ano, que é suficiente para conquistarmos a Sul-Americana, saírmos rapidamente da zona de rebaixamento e valorizarmos nosso elenco. Ainda no curtíssimo prazo, o Fluminense precisa montar uma engenharia financeira para tomar um empréstimo na casa dos R$ 30 milhões para rolar essa dívida asfixiante de curto prazo para a frente.

    No curto prazo, que é até o final do ano, o Fluminense precisa obter o mesmo montante em receitas extraordinárias. Os mesmos R$ 30 milhões, quer servirão para pagar essa dívida. Se obtivermos uma vitória na Justiça do Canadá, que parece certa, e vencermos a Sul-Americana, já conseguimos 1/3 dessas receitas, sem contar com bilheteria e premiação no Brasileiro. O resto é, infelizmente, a venda de mais um jogador, que pode nos fazer muito bem.

    No médio prazo, o Fluminense precisa equilibrar receitas e despesas, ainda que tenhamos um déficit orçamentário que não seja opressor e não nos coloque de joelhos perante o mercado, nos obrigando a fazer vendas desastrosas como foi a do Richarlison, quando o certo seria termos comprado a outra metade dos seus direitos, valorizado o atleta e depois vendido por uma fortuna que seria capaz de reduzir a dívida do Fluminense em 25%. E tudo que eu estou escrevendo aqui é sem exagero.

    A responsabilidade de Abel Braga é gigantesca, porque está sobre os seus ombros mudar o rumo dessa prosa. Não é dizendo que ama o Fluminense ou deliberando com manifestantes, mas colocando esse time para fazer o que sabe, que é atacar e fazer gols, já que o sistema defensivo já está claro que ele não sabe arrumar. Isso está claro na ótima reportagem do Globoesporte.com sobre os nossos números com três volantes. São indicadores estatísticos ratificando o que todos nós estamos cansados de saber. O Fluminense abriu mão de atacar para não sofrer gols. Está sofrendo poucos, não fazendo nenhum e perdendo para todo mundo.

    ***

    O Fernando Veiga, no famoso depoimento que vazou, disse que Abad está fazendo o que os dirigentes anteriores deveriam ter feito logo após a saída da Unimed.

    Essa é uma verdade parcial, porque Abad está fazendo dessa forma porque não tem outra. Mais um ano se endividando, mais um ano de irresponsabilidade, o Fluminense chegaria à insolvência.

    É parcial, também, porque a política de valorização da base, barateamento do custo do futebol e rejuvenescimento do elenco tinha que ter sido iniciada em 2013, logo após a conquista do tetracampeonato. Caso houvesse sido feita, Abad estaria colhendo os frutos. O Fluminense chegou ao final de 2013 com a dívida sob controle, quase toda equacionada, e com um elenco forte, embora já convivesse com orçamentos deficitários, razão pela qual deveria ter assumido uma conduta de austeridade. Com o clube campeão, a torcida entenderia.

    Só que o Fluminense seguiu pelo rumo oposto. Partiu para a libertinagem, que começou com a contratação de Waltinho, que nos rendeu uma dívida de R$ 6 milhões com o Porto. Assumiu dívida com os salários de Conca e um ano depois mandou o argentino embora sem lhe pagar um único centavo. Contratou Cícero para pagar 500 paus por mês, com o Fluminense arcando com todo o salário até o final de 2014. A Unimed pagaria a partir de 2015, mas a parceria acabou.

    Mesmo com o fim da parceria, o Fluminense renovou os contratos de Gum e Cavalieri por valores fora de sua nova realidade. Prorrogou o contrato de Fred, que venceria no final de 2015, assumindo uma despesa de R$ 800 mil anuais, tudo isso com gatilhos inexplicáveis. Contratou, ainda em 2015, Ronaldinho para fazer duas semanas de farol e levar uma grana preta, trouxe Oswaldo e Wellington Paulista ( o homem do abraço ) para ganharem uma fortuna.

    O Fluminense teve entre 2015 e 2016 a faca e o queijo na mão para reduzir a dívida para um patamar inferior a R$ 300 milhões, enquadrar as despesas dentro do faturamento, modernizar o clube, profissionalizá-lo e transformar Xerém na galinha dos ovos de ouro e não na única solução, que foi o que nos restou.

    Sabe quem é o culpado disso tudo?

    Nós, todos nós, que ficamos batendo palminhas para cada tijolo do CT, que sequer conseguimos pagar, tamanha a temeridade que se abateu sobre a gestão do Fluminense desde 2014. Nós, que não exigimos responsabilidade no trato com o dinheiro do clube, nós somos todos culpados. Não há tricolor que tenha autoridade moral para apontar o dedo para outro qualquer, porque vivemos juntos e misturados a ilusão de que o amanhã não cobra pelos atos que cometemos ou pela nossa omissão no presente.

    O que nós temos que fazer, em vez de ficar resmungando igual um bando de velhas rabugentas, cheias de reumatismo e ressentimento, é comprar o barulho, como compramos no final da década de 90 e como compramos no final da década passada.

    É inaceitável ficarmos nos comportando igual crianças rabugentas, mimadas e imaturas, que sejamos tão zelosos da vaidade e dos interesses secundários, porque o Fluminense está acima de todas as coisas. Até porque, os últimos pimpolhos rabugentos foram flagrados com camisa da CBF executando uma coreografia ridícula em torno de um pato amarelo, entoando canções num dialeto estranho.

    Depois a gente sabe no que deu.

    ***

    Eu acho que está mais do que na hora do Fluminense olhar para o que está fazendo o São Paulo, se quer tornar o Maracanã viável. Não é tão difícil assim customizar o Maracanã. Ele já foi feito assim. Transforma o setor Oeste em vip e reduz todos os outros setores para R$ 30,00, já a partir de Fluminense x Avaí. Deixa assim até o final do ano, inclusive nos jogos da Sul-Americana. Se tiver que aumentar, se lá nós estivermos, aumenta na final. Isso é se o Fluminense quiser ter lucro com bilheteria esse ano. Cobrar 50 e 40 reais no Fluminense x Palmeiras foi tentativa de suicídio. Bem sucedida, por sinal.

    O São Paulo, no último jogo que eu vi o borderô, teve mais de um milhão de lucro. Por que o Fluminense não pode ter se o estádio tem quase a mesma capacidade e o custo não é tão maior?

    Saudações Tricolores e Todo poder ao Pó-de-Arroz!

  3. Rogério Barbieri
    9 de outubro de 2017 at 22:13 (1 ano ago)

    Torcida tem que apoiar.
    Na minha história de vida de torcedor do Fluminense de arquibancada o jogo aonde vi a torcida mais participativa e guerreira foi no Fla 2×1 Flu da final do Carioca.
    Calar aquela massa rubro-negra com menos de 5.000 torcedores por 80 minutos foi algo surreal.
    Só quem esteve no Maracanã sabe o que foi aquilo.

    Mas, como naquele jogo, isso não é tudo.

    Se a Diretoria não cuidar da arbitragem do jogo com certeza sermos prejudicados.

  4. Fernando Ventura Jr.
    10 de outubro de 2017 at 8:23 (1 ano ago)

    Essa de trocar o árbitro foi demais. Qual foi a desculpa que deram na ocasião? O árbitro passou mal? A comissão de arbitragem achou que ele estava “errando” além da conta?

  5. Fernando Ventura Jr.
    10 de outubro de 2017 at 8:24 (1 ano ago)

    Vou comprar para Fluminense x Avaí e Fluminense x São Paulo.

  6. Valmir Carvalho da Silva
    10 de outubro de 2017 at 12:04 (1 ano ago)

    Rogério, calamos sim. Mas tinha muito mais que cinco mil torcedores. Eu estava lá. O setor Sul, setor da torcida do Fluminense, estava completamente lotado.

  7. Valmir Carvalho da Silva
    10 de outubro de 2017 at 12:10 (1 ano ago)

    Amigos apoio total. Mas não gostei dessa notícia de participar de torneio na Flórida. A verdadeira internacionalização da marca está em vencer a Sul Americana. Aí sim. O Flu disputará a Libertadores, Recopa e Copa Suruga. Será que a diretoria não acredita na conquista?

  8. Rodrigo
    10 de outubro de 2017 at 13:30 (1 ano ago)

    Essa Florida Cup até hj não serviu pra nada. Só pra gerar piadas com o Flu, q não conseguiu vencer UMA das partidas do torneio e ainda prejudicou nossa pré-temporada. Mas deve estar valendo MUITO dinheiro…

  9. Jonas Gouvêa
    10 de outubro de 2017 at 14:06 (1 ano ago)

    Hora da torcida comprar esta briga !!

    E vai depender do desempenho deste time.

    Abel, treinador com melhor remuneração no Brasil, está na hora de mostrar serviço.

  10. Danilo Soares Félix
    10 de outubro de 2017 at 14:49 (1 ano ago)

    Parabéns a todos pela união em prol da nossa paixão. Melhor notícia da semana. Juntos somos muito fortes.

  11. Alexandre Said Delvaux
    10 de outubro de 2017 at 15:50 (1 ano ago)

    E Vencer ou VENCER!!!!!!!!!!!!!

  12. Gustavo Ramos
    10 de outubro de 2017 at 16:17 (1 ano ago)

    Florida Cup é palhaçada para iludir torcedor nutella. Alguém está levando muita grana nessa palhaçada e não é o Fluminense…

  13. vivianne
    10 de outubro de 2017 at 16:28 (1 ano ago)

    minha parte já esta sendo feita, ingressos comprados, mais uma vez o torcedor vai ter que levar o flu no grito, e depois os bajuladores de gestão vem reclamar da torcida.
    Vamos Flu, a sua torcida que é o seu maior patrimônio, mais uma vez vai te salvar da incompetência e da letargia de alguns!!!

  14. Paulo Cavalheiro
    10 de outubro de 2017 at 16:35 (1 ano ago)

    Este comentário acima é meu, moleke acessou o face pelo meu celular, automaticamente buscou a autenticação neste sistema e não vi.

  15. Claudio Souza
    10 de outubro de 2017 at 16:48 (1 ano ago)

    Espero que a escalação para o Fla x Flu não seja a especulada pelo site do Globoesporte. Praticamente o mesmo time e esquema usados naquela atuação patética contra o mistão do Grêmio, piorados com a volta de “Nojeira”.

    ST

  16. Rodrigo Baroni
    10 de outubro de 2017 at 17:52 (1 ano ago)

    E vencer ou VENCER!!!!!!!!!!!!!!

  17. Davi Carvalho
    10 de outubro de 2017 at 18:40 (1 ano ago)

    Fala sério, pelo visto 3 volantes de novo.

  18. Rogério Barbieri
    10 de outubro de 2017 at 19:24 (1 ano ago)

    Honestamente, perdi a noção da relação de presentes no Maracanã.

    Mas, fazendo um flashback, existiam vários clarões atrás do gol. Ou seja, a ocupação foi longe de 100% .

    Membro também que havíamos perdido a primeira partida da decisão, o que levou o setor norte, leste e oeste estar totalmente ocupado por rubro-negros.

    Mas, o mais nobre de tudo foi a incrível, a indiscutível, a indescritível participação dos tricolores que lá estiveram.

    Na torcida ganhamos numa goleada, nunca vista em lugar nenhum do mundo.

    Se eram 5000 ou 7500 ou 10.000 só os frascos irão se preocupar.

    Se os fatos provam o contrário, aquele foi mais um jogo que me senti vitorioso.

  19. Valmir Carvalho da Silva
    10 de outubro de 2017 at 19:25 (1 ano ago)

    Pois é, ainda atrapalha a pré temporada. Muito passeio na Disney e pouca seriedade

  20. Claudio Souza
    10 de outubro de 2017 at 19:28 (1 ano ago)

    Sinceramente, achei um absurdo essa reunião de jogadores e departamento de futebol com esses chefes de torcidas organizadas.

    Primeiro, porque esses caras não representam a torcida. A mim, certamente não representam. Logo, acho no mínimo ingênuo a diretoria achar que esses caras vão influenciar o comportamento dos torcedores de uma forma geral.

    Segundo, porque se abre um precedente perigosíssimo de interferência de uma gente cuja índole não se conhece direito e que não faz mais pelo clube do que a maioria dos torcedores que se associa, consome produtos do clube, assina pay-per-view e vai aos jogos. Por quê lhes dar esse privilégio?

    Além disso, quem tem que cobrar empenho é a direção, que ao menos em tese é melhor preparada e informada a respeito do que se passa no elenco. Torcedor via de regra, quando o time joga mal, sempre acha que está faltando garra, como se garra, sem qualidade técnica e organização tática, ganhasse jogo sozinha.

    Na minha opinião, bola foríssima da diretoria.

    Enquanto isso, Abel ameaça repetir escalação e esquema fracassados do último jogo, ainda por cima colocando “Nojeira”, e todo mundo segue acreditando que algo diferente vai acontecer. João de Deus também tem limites.

    ST

  21. Valmir Carvalho da Silva
    10 de outubro de 2017 at 19:30 (1 ano ago)

    Danilo, vc que faz parte da direção, poderia me tirar essa dúvida. Os homens que dirigem a nossa paixão acreditam na conquista da Sul Americana? Tomara que eu esteja errado, mas a confirmação da participação desse torneio na Flórida, faz-me parecer que não. Na minha opinião internacionalização da marca é vencer a Sul Americana.

  22. Leandro
    10 de outubro de 2017 at 20:18 (1 ano ago)

    A direção tem de aproveitar e logo anunciar que o jogo da Sula contra o Urubu será na base do 90 /10. Nada de dividir meio a meio. Ingressos a preços populares. Chega de ser bobo.
    ST

  23. Rodrigo Baroni
    10 de outubro de 2017 at 22:09 (1 ano ago)

    Orejuela nunca aparece na foto do gol sofrido pelo time em que joga…

  24. Mauro Carvalho - SP
    10 de outubro de 2017 at 22:48 (1 ano ago)

    Luiz Carlos Junior hoje se realizou:
    Gritou 3 gols do Messi, depois de elogiá-lo o jogo todo.
    Esse segue a cartilha direitinho.

  25. Mauro Carvalho - SP
    10 de outubro de 2017 at 22:48 (1 ano ago)

    3 VOLANTES NÃO, ABEL !!!

  26. Gustavo
    10 de outubro de 2017 at 22:59 (1 ano ago)

    Perfeito!
    Oremos!

  27. Gustavo
    10 de outubro de 2017 at 23:08 (1 ano ago)

    A minha opinião é que o time foi massacrado em Porto Alegre, e muito em função da escalação escolhida.
    Se a escalação não favoreceu o vareio de bola do time misto do Grêmio, temos que conjecturar que foi o comportamento dos jogadores que determinou a lamentável partida. De duas, uma, ou os caras estão de pagode, ou a escolha técnica foi PÉSSIMA! Creio na segunda opção.
    Logo, se a escalação for essa mesma que estão especulando, estamos enrolados!
    Tomara Deus que eu esteja ENGANADÍSSSIMO!!! Precisamos sair dessa espiral negativa, e os mulambos tremedores são os adversários perfeito para isso.

  28. Claudio Souza
    10 de outubro de 2017 at 23:22 (1 ano ago)

    Vou especular, pois a escalação não foi confirmada.

    Esse time que o Globoesporte indica como a provável equipe titular é uma escalação de quem não confia no time que treina. É uma escalação covarde contra um adversário que não está jogando pedra em santo.

    Ou esse Robinho não joga nada ou Abel é daqueles que acha que quem chegou agora não pode sentar na janela. Qualquer das duas razões é suficiente para nos deixar ainda mais preocupados.

    Ou gastamos 7 milhões emergencialmente em um cabeça de bagre ou temos um técnico que parece a Tia Teteca, num ambiente profissional e num momento em que precisamos colocar os melhores em campo.

    Bem, pra não dizerem que estou com má vontade, vou parar por aqui.

    Apesar disso, torço pra que, mesmo aos trancos e barrancos a gente saia dessa barafunda.

    ST

  29. Fernando Ventura Jr.
    11 de outubro de 2017 at 8:25 (1 ano ago)

    Concordo inteiramente. Torcida é quando está no estádio ou comprando paperview ou ouvindo rádio. A cobrança tem que ser em um desses locais. Dar às torcidas organizadas esse poder é o mesmo que aceitar que CUT pare o país ou MST tem direito legítimo de invadir propriedade alheia.

  30. Fernando Ventura Jr.
    11 de outubro de 2017 at 8:26 (1 ano ago)

    Gente, vamos aguardar. Abel pode estar querendo enganar a “imparcial” imprensa. Não é possível que o Abel insista nesse esquema!

  31. Alexandre Magno Barreto Berwan
    11 de outubro de 2017 at 8:39 (1 ano ago)

    E o nosso, sairá ou não?

    Recuerdos de Grêmio‏ @RecuerdosGFBPA Há 13 horas
    Mais
    Em um dia como hoje, mas em 1948, o presidente que construiu o Olímpico de 52 a 54, Saturnino Vanzelotti, ao centro, iniciava seu mandato.

  32. Danilo Soares Félix
    11 de outubro de 2017 at 9:42 (1 ano ago)

    Quem é torcedor do gigante Fluminense tem que acreditar sempre, em qualquer competição.

    Quanto à participação na Florida Cup/2018, não entendi o que isso tem a ver com a disputa da Sulamericana, que termina em dezembro/17. Não existe qualquer link entre uma coisa e outra.

    Eu particularmente gosto bastante de ver meu time jogando contra equipes europeias como o PSV e fincando sua marca no mercado americano.

    Também acho bem caído o argumento de que estaríamos sacrificando a pré-temporada, pois o Corinthians disputou a Florida Cup em 2015 e 2017 e vai terminar o ano como campeão brasileiro em ambos. O calendário para Flu e Corinthians é exatamente o mesmo. Além disso, a estrutura de preparação lá nos EUA é de 1o mundo.

  33. Sylvio Montenegro
    11 de outubro de 2017 at 10:53 (1 ano ago)

    Há controvérsias. A CUT é uma central sindical, como tantas outras, e os trabalhadores filiados a estas centrais têm todo o direito de paralisar suas atividades, pelos motivos que entenderem justos.

    É importante lembrar que toda propriedade deve cumprir uma função social, como preconiza nossa Constituição Federal, devendo-se observar que o direito coletivo, neste caso, se sobrepõe ao individual. Caso uma propriedade rural não cumpra com sua função social, comete à União desapropriá-la. Nexte contexto, a ocupação de uma propriedade improdutiva se justifica, ao chamar a atenção para o caso, com vistas a acelerar o processo de desapropriação e fazer com que a propriedade em questão passe a cumprir sua função social.

  34. Rodrigo
    11 de outubro de 2017 at 12:44 (1 ano ago)

    O clube na pindaíba, devendo a todo mundo, sem dinheiro pra nada, aprovando contas vergonhosas, sem patrocinador master, etc, etc e seguimos mantendo um grande ativo parado, inutilizado, sendo corroído pelo tempo. Não sei pq ninguém fala nada, mas vou dizer o obvio:

    ESTÁ NA HORA DE O FLU VENDER O ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS.

    Não tem pq mantê-lo ali. O time agora treina num CT. O clube não quer transformá-lo novamente em estádio. E fica aquele espaço histórico sim, mas vazio, inútil, numa área valorizada da cidade, enquanto os cofres do clube sangram.

    Dói meu coração, mas se o clube desistiu do nosso estádio ali, então não tem mais pq. Time q só olha pro passado não tem futuro.
    É hora de reconhecer q é a nossa ÚNICA saída para a sobrevivência do clube.

    PENSEM NISSO.

  35. Alexandre Said Delvaux
    11 de outubro de 2017 at 16:00 (1 ano ago)

    Rodrigo, não coloco a situação nesse tom, até porque vender na pindaíba nunca é bom. Contudo, tenho defendido uma ideia que tem relação com a sua. Acho que vale a pena estudar a melhor forma de fazer aquele espaço produzir recursos compatíveis com o valor. Com uma resalva: recursos provenientes de alienações devem ser aplicados na amortização da dívida.

  36. Sylvio Montenegro
    11 de outubro de 2017 at 17:27 (1 ano ago)

    Alexandre, também acho que o espaço merece melhor utilização. Uma saída seria um estádio para 20 mil torcedores, o que permitiria disputar partidas do estadual, brasileiro e copa do brasil sem prejuízos, bem como as fases iniciais de competições internacionais. Os grandes jogos ficariam para o Maracanã. Seria uma opção.

    Outra, seria envolver a área do campo e das arquibancadas populares, sem descaracterizar o conjunto arquitetônico da sede e das arquibancadas sociais, em um projeto relacionado à construção do novo estádio.

    Ainda, concordo inteiramente com você que jamais devemos alienar um patrimônio como esse para pagar despesas correntes.

  37. Sergio Binda
    11 de outubro de 2017 at 18:15 (1 ano ago)

    Tirem uma foto de onde a bola não está e ele aparecerá!

    ST

  38. Carlos Nascimento
    11 de outubro de 2017 at 19:01 (1 ano ago)

    Se continuar nesse negócio de torcida mista, principalmente contra o Flamengo, a tendência é de extinção da torcida do Fluminense. Tem que se encarar a realidade. Alguns times tem o privilégio em contar com o apoio da Globo maquiavélica e a torcida, desses times, fica mais motivada e a outra desanimada. Isto vem sendo trabalhado desde os anos 70. Eles são os mandantes? Então deixe pra próxima. 10% está bom demais!

  39. Rodrigo
    11 de outubro de 2017 at 19:20 (1 ano ago)

    Essas ideias seriam uma maravilha, mas se a própria diretoria atual (e todas as outras anteriores) descartaram a possibilidade de fazer isso, vamos parar de sonhar e enxergar a realidade: NÃO TEREMOS FUTEBOL NOVAMENTE ALI. Então pra q manter um elefante branco? Não há justificativa, nem msm a história, diante da grave situação financeira do clube.

  40. Fábio Pitman
    11 de outubro de 2017 at 20:58 (1 ano ago)

    Infelizmente parece q é o q vai acontecer… não aprendem.

  41. Rodrigo Baroni
    11 de outubro de 2017 at 22:29 (1 ano ago)

    Tradição de torcida mista, da década de 90 para cá, faz o Flamengo ser o mandante de TODOS os clássicos.

    Essa tradição só caberia, pelo charme, Entre Fluminense, Botafogo e Vasco.

    Esse costume só ajuda a mulambada.

  42. Rodrigo Baroni
    11 de outubro de 2017 at 23:00 (1 ano ago)

    No segundo jogo da final chuto que havia Entre 17 e 18 mil tricolores.

    NO primeiro jogo havia uns 6 mil. Neste jogo, foi lastimável nossa presença. LASTIMÁVEL.

    Fui nos 2.

    NO 2o jogo chuto 17,5mil tricolores, pois no setor SUL dizem caber 20mil. Mas só vendem 17 mil, pois reservam 3 mil lugares para gratuidades. Assim eu li. E Compramos todos os 17 mil ingressos no segundo jogo. Mas, de fato, havia várias cadeiras vazias sim no Setor Sul. Principalmente no setor inferior, área da entrada C. Talvez tenha sobrado algumas gratuidades, ou alguns ingressos morreram com cambistas, ou alguns sócios fizeram check in e não foram, e tb há concentração maior de tricolores no setor SUPERIOR. Então, eu chuto q havia 17,5 mil tricolores no maraca no 2o jogo. Éramos 17 ou 18 mil, contra 50 mil deles.

    Já no 1o jogo, foi triste demais. Muito triste. E seria idêntico se fosse contra Vasco ou botafogo.

    Eles jogaram os 2 jogos em casa na final do carioca.

    E, me desculpem amigos, mas essa parada de calar o flamenguista no maraca não adiantou nada. Eles jogam com 70 ou 80% da torcida a seu lado, ocupação muito maior, e, com os árbitros caseiros brasileiros, nos ferramos sempre.

    Por exemplo, O gol do Guerrero foi pro lado de ataque do Fra, lado da torcida do FRA.

    O juiz FERJ jamais anularia aquele gol após aquela falta do REVER nestas condições de torcida em arquibancadas.

    Talvez, se fosse no sistema 90% x 10%, e se um dos jogos tivesse mando nosso, com 90% de tricolores no estádio, e se o lance do Rever/Guerrero fosse voltado para a torcida do flu, aí, talvez sim, e TALVEZ, anulassem aquele gol.

    Cantar mais não adiantou nada, infelizmente.

    Sou 100% a favor da implementação do sistema 90×10 % em FlaxFlus para sempre !!!!! Ou então, de torcida ÚNICA, para sempre !!!!

  43. Sylvio Montenegro
    12 de outubro de 2017 at 8:19 (1 ano ago)

    Vou deixar para a próxima. Hoje o mando é deles. Também vou aguardar o time dar sinais em campo de que houve uma mudança de postura.

  44. Ricardo Ferreira
    12 de outubro de 2017 at 8:52 (1 ano ago)

    Nogueira, Léo, Orejuela…Wendel pé-de-louça…Scarpa imexível…Abel…Braga.

    Tromba, orelha…rabo.

    Quem sabe não seja um boi?

    Haja torcida.

  45. Mauro Carvalho - SP
    12 de outubro de 2017 at 8:59 (1 ano ago)

    Ricardo, só falta o Renato Chaves nessa escalação.
    Se vier com ‘MAIS DO MESMO” vai tomar.
    A torcida não aguenta mais teimosia, amadorismo e incompetência.

    ESPERO A PERFORMANCE DO TIME HOJE PARA ME POSICIONAR

  46. Fabio DB
    12 de outubro de 2017 at 9:52 (1 ano ago)

    O que eu quero ver hoje é um time concentrado,aguerrido, intenso, marcando forte, dando poucos espaços.

    Como qualquer time normal no século XXI. Só isso. É o mínimo no futebol moderno.

    Aí depois (do básico) vem a técnica individual, etc, para disputador resultados positivos.

    Repito: Sem as qualidades citadas acima, não é futebol profissional.

    ST

  47. Alexandre Said Delvaux
    12 de outubro de 2017 at 14:02 (1 ano ago)

    Seria razoável se a diretoria fosse a dona do FLUMINENSE. Hoje vamos vencer!

  48. Sylvio Cordeiro
    12 de outubro de 2017 at 14:10 (1 ano ago)

    Excelente.

  49. Alexandre Magno Barreto Berwan
    12 de outubro de 2017 at 15:37 (1 ano ago)

    12/10/1974: em partida válida pelo Campeonato Carioca, o Fluminense venceu o Bonsucesso por 2 a 0, na grande tarde do zagueiro Abel, que marcou os dois gols da vitória, de cabeça. Aos 14 minutos do primeiro tempo, Toninho cobrou falta para a área, e Abel subiu mais que os adversários, cabeceando para o fundo do gol. Aos 39, Marco Antônio cobrou falta da esquerda, e Abel completou, novamente de cabeça. Esta partida teve um fato curioso: Cafuringa sofreu entrada violenta na canela direita, levou quatro pontos, fez a chapa radiográfica no vestiário e não foi substituído pelo técnico Parreira, voltando a campo 21 minutos depois. No jogo seguinte da rodada dupla, a torcida tricolor ainda festejou o tropeço do rival Flamengo, que empatou em 0 a 0 com o Campo Grande.

    http://jornalheiros.blogspot.com.br/2017/10/efemerides-tricolores-12-de-outubro.html?spref=fb

  50. Alexandre Magno Barreto Berwan
    12 de outubro de 2017 at 15:38 (1 ano ago)

    LARANJEIRAS É SOLO SAGRADO. A derrocada de vários clubes começou depois que fugiram de suas raízes!

  51. Claudio Souza
    12 de outubro de 2017 at 16:13 (1 ano ago)

    Vai fazer campanha pelo impeachment?

    ST

  52. Claudio Souza
    12 de outubro de 2017 at 16:14 (1 ano ago)

    Eu falei em vender?????

    ST

  53. Claudio Souza
    12 de outubro de 2017 at 16:17 (1 ano ago)

    O que o fiofó do Nada Pode Ser Menor tem a ver com as nossas calças?

    Porque eles penhoraram a sede deles e fizeram mal uso dos recursos necessariamente o mesmo terá que acontecer conosco?

    Isso não é argumento, me desculpe.

    ST

  54. Claudio Souza
    12 de outubro de 2017 at 16:19 (1 ano ago)

    O que o fiofó dos outros tem a ver com as nossas calças?

    Porque eles fizeram mal uso dos recursos necessariamente o mesmo terá que acontecer conosco?

    Isso não é argumento, me desculpe.

    ST

  55. vivianne
    12 de outubro de 2017 at 16:50 (1 ano ago)

    Como sempre meus comentários demoram horas para serem.liberados.
    O Flu gastou 7 milhões com um jogador para ser reserva do Marco júnior?!
    Gum na,zaga, só Deus!!
    A camisa e tradição do Flu vao ter q jogar como nunca hoje!!!
    Mesmo assim 2 a 1 hoje, sou tricolor, acredito sempre!!

  56. MARCO ANTONIO DA SILVA
    12 de outubro de 2017 at 17:57 (1 ano ago)

    ih fudeu o Nogueira apareceu
    MJ eu nao aguento
    tirei o som da tv esse NARRADOR DE MERDA nao aguento

    S.T.

  57. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    12 de outubro de 2017 at 18:23 (1 ano ago)

    MJ saindo com câimbras aos 15m 2T, que absurdo !!

    Falta de treinar profissionalmente !!

  58. Rodolfo Oliveira
    12 de outubro de 2017 at 18:24 (1 ano ago)

    Romarinho???????

  59. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    12 de outubro de 2017 at 18:26 (1 ano ago)

    E reserva do Romarinho, que acabou de entrar ! Surreal !!

  60. Alexandre Vianna
    12 de outubro de 2017 at 18:30 (1 ano ago)

    Nojenta demais a CBN na transmissão do jogo.🤢😡

  61. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    12 de outubro de 2017 at 18:32 (1 ano ago)

    Este Lucas é um peso morto !!

    Nada faz ofensivamente e defensivamente só faltas, não ganha uma dividida.

    Tem scout no Laranjal ??

  62. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    12 de outubro de 2017 at 18:39 (1 ano ago)

    Que gol babaca !!

    Rever o cara a ser marcado na bola parada teve que quase agachar para cabecear na pequena área !! Surreal !!

  63. Sergio Binda
    12 de outubro de 2017 at 19:04 (1 ano ago)

    Este Nogueira é muito ruim. Um grandíssimo filho da puta. O que o Abel espera colocando Romarinho???!!! O Robinho deve estar treinando muito mal.

    Achamos um gol, mas não temos a menor competência pra segurar um jogo.

    Desfalque importantíssimo contra o Avaí. O Douglas está voltando a jogar bem.

    Estes jogadores têm de entender que os dois próximos jogos são de vida ou morte.

    Estou rezando pro Henrique zagueiro voltar logo. Nossa melhor dupla de zaga é Henrique e Reginaldo.

    O Wendel foi desmascarado. O cara deslumbrou.

    Richard jogou bem, Douglas muito bem, Reginaldo bem, na minha opinião o Scarpa fazia uma de suas melhores exibições desde que se recuperou e Sornoza melhorou muito no segundo tempo. É o único capaz de armar um contra ataque como o que originou o gol do Flu. Belíssimo lançamento pro Dourado.

    Faltam 15 pontos para 2018…

    ST

  64. Sergio Binda
    12 de outubro de 2017 at 19:07 (1 ano ago)

    Pois é Paulo!! Esta eu nem ponho na conta do Abel. O Ledio Carmona falou uma coisa certíssima. Falta concentração em momentos importantes do jogo a este time. Como podem deixar o Rever sozinho na área? Parece que têm medo de marcar os jogadores adversários!!!

    ST

  65. Sergio Binda
    12 de outubro de 2017 at 19:08 (1 ano ago)

    Ele não começa e acaba um jogo!!! Pode puxar qualquer scout…

  66. Sergio Binda
    12 de outubro de 2017 at 19:09 (1 ano ago)

    Pois é o cara deve estar treinando muito mal!!!

  67. Sergio Binda
    12 de outubro de 2017 at 19:22 (1 ano ago)

    Lucas fora é reforço, apesar de o Renato ser outra bosta, mas pelo menos é algo diferente.

    ST

  68. Alexandre Magno Barreto Berwan
    12 de outubro de 2017 at 19:42 (1 ano ago)

    Perda de identidade, meu amigo.
    Respeito a sua opinião, porque não me considero dono da verdade, mas respeite a minha.

  69. Thiago Bouca
    12 de outubro de 2017 at 19:49 (1 ano ago)

    Cara eu estava pensando a mesma coisa, acompanho o fluminense há 37 anos (passei pela tristeza dos anos 90).
    Tenho certeza que esse moleque eh o pior cara que já vestiu a nossa camisa, ele não acerta nada, tempo de bola péssimo, péssimo.
    Domingo estaremos lá no maraca……

  70. eduardo garcia lopes
    12 de outubro de 2017 at 19:51 (1 ano ago)

    Henrique está fazendo muita falta nessa zaga incompetente/Richard pela altura deveria marcar na área o everton

  71. eduardo garcia lopes
    12 de outubro de 2017 at 19:54 (1 ano ago)

    Tem que por o Norton/ Douglas suspenso volta o Wendell

    Acho que Robinho e WS estão sendo preparados para a reta final!!!!! só pode

  72. Marcelo Tricolor
    12 de outubro de 2017 at 19:55 (1 ano ago)

    Gum jogou melhor que todos os zagueiros que temos.

    Falta o Pierre no lugar do Pipoqueiro
    Hebert Richards.

    ST!

  73. Claudio Souza
    12 de outubro de 2017 at 19:57 (1 ano ago)

    Não vou escrever muito sobre esse jogo, não.

    Sem dúvida, tivemos um time aplicado e comprometido.

    Uma pena a falha de marcação do Richard, pois vinha fazendo uma partida irretocável na marcação. Aliás, graças ao seu ótimo trabalho de cobertura, o Lucas não foi a costumeira avenida. Acho muito bacana como ele está se esforçando para agarrar a chance de ouro que a vida lhe deu. Ainda é cedo para dizemos se ele merece jogar no Fluminense, mas até agora foi muito bem em todas as vezes em que foi escalado. Muito melhor que o Orejuela, aliás.

    Hoje vi a primeira ótima atuação do Marlon, desde que chegou ao Fluminense. O Berrio é burro, mas é muito forte e veloz e o Marlon o marcou muito bem.

    Tenho muito carinho pelo histórico do Gum e acho até que não comprometeu enquanto esteve e em campo, mas no futebol de hoje um time grande não pode se dar ao luxo de ter um zagueiro que não sabe dar um passe.

    Não tenho dúvida de que, com a volta do Henrique, o Reginaldo, que jogou muito bem hoje, vai dançar, infelizmente.

    Perguntas que não querem calar :

    – Se Orejuela estivesse à disposição seria escalado como titular?

    – Se Wendel não estivesse fazendo merda teríamos ido com o modorrento esquema da derrota para o Grêmio?

    – Ampliando a boa observação da Vivi, gastamos 7 milhões para contratar um reserva do reserva (Romarinho) do Marco Júnior?

    Observação 1: Romarinho entrou bem, vamos admitir…

    Observação 2 : Empatamos apesar do “Nojeira”.

    ST

  74. Marcelo Tricolor
    12 de outubro de 2017 at 20:02 (1 ano ago)

    Alguém pode explicar por quê o Romarinho entra somente em jogos com grande visibilidade?

    Valeu, Gum!

    Pierre no lugar do Pipoqueiro Herbert Richards. Tira o pé em tds, com essa vontade é Z4.

    Valeu, Reginaldo!

    Fora, Nogueira!

    Mandem o Lucas para o retiro dos artistas.

    Valeu, Marlon!

    A torcida abandonou o barco, Flusócio.

    Segura a marimba.

    Abel, tolerância zero.
    Chega de presepadas.
    Chega de Romarinho.
    Lugar de folclore é em livro do Monteiro Lobato.

  75. Davi Carvalho
    12 de outubro de 2017 at 20:08 (1 ano ago)

    O jogo de hoje eu já sabia que seria duro, pelo menos o empate, bastou acabar com 3 volantes pra coisa melhorar.
    Contra o Avaí é guerra , vencer ou vencer.

  76. Paulo Dore Fernandes
    12 de outubro de 2017 at 20:13 (1 ano ago)

    Só não entendo porque não colocam o tal Robinho pra jogar. Pelo dinheiro que custou, eu achava que seria titular absoluto.

  77. Carlos Nascimento
    12 de outubro de 2017 at 20:39 (1 ano ago)

    Isso é facilmente resolvido, Rodrigo. Seja no Maracanã ou qualquer outro estádio. Com o tempo, vira hábito.

  78. Rafael Coimbra
    12 de outubro de 2017 at 20:42 (1 ano ago)

    Mais uma vez, LUCAS E NOGUEIRA, os PIORES EM CAMPO!

  79. Claudio
    12 de outubro de 2017 at 20:50 (1 ano ago)

    além das lesões que são normais a quase todos os times, acho que o Flu
    está sentindo também falta de condição física para marcar o jogo
    inteiro, ao invés de cercar até os 35 do 2o tempo e sofrer a pressão no fim.

    ao menos o Flu foi inteligente e evitou se expor demais..o rival teve poucas chances de contra ataque e passou o jogo cruzando bola na área.

    já que corinthians e botafogo têm vencido jogos sem se expor demais, não é o Flu que vai sair feito louco…entendo que nesse jogo o empate era o suficiente.

    bom saber que teremos opções no banco nessa reta final… acho que o pior já passou.

  80. Leandro
    12 de outubro de 2017 at 21:00 (1 ano ago)

    Prezado,
    Acho que com esses quatro, o time não vai ter marcação. O adversário iria jogar livre.
    ST

  81. Leandro
    12 de outubro de 2017 at 21:05 (1 ano ago)

    Esse ponto contra o Urubu foi importante, como seria se tivéssemos conseguido contra o Grêmio. Nosso time é, tecnicamente, muito fraco. A torcida tem de levar no grito (incentivo) mesmo. Temos vários jogos em casa e a arquibancada irá fazer a diferença.
    Na Sul Americana, nada de torcida dividida. Tem de ser 90 / 10. Chega de ser inocente.
    ST

  82. Daniel Bastos
    12 de outubro de 2017 at 21:20 (1 ano ago)

    Absurdo o q Abel fez com wendel. Este tipo de problema tem qq ser tratado internamente e não expor da forma q foi feita

  83. Gustavo
    12 de outubro de 2017 at 21:23 (1 ano ago)

    Até que enfim sangue fervendo no Fluminense… já era hora!

  84. Fabio DB
    12 de outubro de 2017 at 21:55 (1 ano ago)

    Me desculpe.
    Absurdo é o que o atleta e seu empresário tem feito com o FFC.
    ST

  85. Fabio DB
    12 de outubro de 2017 at 22:00 (1 ano ago)

    O que foi pedido: luta, intensidade, marcação, etc.

    Então, eu só tenho que elogiar o comportamento dos atletas. Aliás, eu não vou criticar ou elogiar ninguém individualmente (houve destaques e problemas).

    O importante mesmo foi o “renascimento da equipe”. A tendência é só melhorar a continuar desse modo. ANIMADOR!

    ST

  86. Mauro Carvalho - SP
    12 de outubro de 2017 at 22:57 (1 ano ago)

    Richard jogou bem, deveria ganhar a vaga do Arruela.
    Douglas voltando a jogar bem.
    Gum foi um grato retorno, espero que não tenha sido nada grave de novo.
    Reginaldo e Marlon bem no jogo, Marlon fez sua melhor partida até agora.

    Lucas e o terrível Nojeira foram os pontos fraquíssimos do time.
    Abel teve que reforçar o lado direito pois o Lucas não dá mais no couro.
    Nojeira deixou Gayrreiro e o Everton quase marcarem.

    No mais, O Flamengo sempre sente quando joga contra nós:
    IMPOMOS RESPEITO E MEDO.

    ABEL, FAZ O SIMPLES PARA COMPOR O TIME DO PRÓXIMO JOGO:

    Cava
    Norton
    Henrique
    Gum ou Reginaldo
    Marlon
    Richard
    Douglas ou ??
    Sornoza
    Scarpa
    Robinho
    Dourado

    TREINE, TREINE, TREINE.

    ST

  87. Rodrigo Costa
    12 de outubro de 2017 at 23:36 (1 ano ago)

    Quem estava na marcação do Rever era o Richard

  88. Rodrigo
    12 de outubro de 2017 at 23:39 (1 ano ago)

    O Abel não põe o Robinho. Prefere Peu, Marcos Jr, WSilva, qualquer um.

  89. Fabio DB
    13 de outubro de 2017 at 1:56 (1 ano ago)

    Está suspenso. Orejuela vai jogar no lugar do Douglas e liberar ainda mais o Sornoza que começa a ganhar ritmo.
    ST

  90. Alexandre Magno Barreto Berwan
    13 de outubro de 2017 at 7:09 (1 ano ago)

    Sem para para olhar o ano exato: entre 1936 e 1941 eles tentaram proibir o FFC de jogar de branco: levavam uma chapuletada atrás da outra!

  91. Ricardo Ferreira
    13 de outubro de 2017 at 7:20 (1 ano ago)

    Abel Braga faz coisas óbvias com um atraso quase fatal. Entretanto
    simultaneamente comete velhos erros. Quem aposta no que ele fará no
    próximo confronto? O Fluminense precisa de goleiros. Até um dia galera.
    Vou me limitar a pagar minha mensalidade de sócio, e torcer.

  92. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 7:30 (1 ano ago)

    Atraso no jogo ou no campeonato? O que faltou para o quase virar fatal? Robinho ou WS no lugar de Marco Jr.?

  93. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 7:47 (1 ano ago)

    Sim, eles erram por omissão ou excesso. Ou passam a mão na cabeça do jogador ou o jogam na pilha de descartáveis. Precisamos de dirigentes e profissionais com amor ao Fluminense e, ao mesmo tempo, PROFISSIONAIS.

  94. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 7:48 (1 ano ago)

    Eu esperava o pior e a Globo deve ter esperado que o Fra atropelasse para que fizessem manchetes sensacionalistas.

  95. Ricardo Ferreira
    13 de outubro de 2017 at 7:51 (1 ano ago)

    Caro Ventura e demais guerreiros Tricolores.
    Optei por não escrever mais este ano em nenhum fórum.
    Continuarei lendo as cornetadas da galera.
    Vamos torcer e lutar muito pelo nosso amado Fluzão.
    Grande abraço em todos.

  96. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 7:54 (1 ano ago)

    De onde é essa foto? Tem escudos do Botafogo e do Fluminense.

  97. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 7:58 (1 ano ago)

    Pelo que eu tenho lido deveríamos jogar com

    Cava,
    Norton, Gum e Reginaldo, Marlon
    Pierre, Richard,
    Sonorza e Scarpa,
    Dourado e Robinho

  98. Fabio DB
    13 de outubro de 2017 at 8:36 (1 ano ago)

    Flu Samorim é um projeto sem justificativa. Pelo menos nunca li nenhuma do ponto de vista empresarial.
    ST

  99. Marlon Tavares
    13 de outubro de 2017 at 8:36 (1 ano ago)

    Nogueira é muito ruim, não serve para o Flu. Richard jogou muito bem, mas pecou gravemente no gol ao não acompanhar o Rever, Marco Junio como sempre corre muito e nada produz. Ao menos o time mostrou muita luta, tem que manter essa pagada até o fim.

  100. ALEXX
    13 de outubro de 2017 at 8:52 (1 ano ago)

    Perda de patrimônio não é argumento?? Para qualquer investidor, patrocinador e pra todo torcedor do Fluminense Football Club, deveria ser. E respeito à opinião dos outros também deveria!

    Argumento é a gente rezar, fazer figa, ter fé pra investirem bem uma suposta venda do maior bem material e imaterial que o Flu tem…..entendi!

  101. Leandro
    13 de outubro de 2017 at 9:08 (1 ano ago)

    Gostei dessa: “retórica de vendas”. Realmente, a direção errou demais nessa questão da venda de jogadores. Primeiro, deliberadamente, transformou o time em uma vitrine, dizendo que “tinha que vender de qualquer jeito”. Depois, com a reação da torcida, resolveu segurar as possíveis vendas e negociar maiores valores. Além disso, deixou os salários atrasarem e ainda contratou o Robinho, gastando uma grana razoável.
    Resultado, os jogadores “vendáveis” ficaram totalmente deslumbrados e, logo em seguida, frustrados. Queda de rendimento imediata.
    A direção agiu de forma totalmente amadora.
    ST

  102. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    13 de outubro de 2017 at 9:12 (1 ano ago)

    Deveriam apontar para Wendell o Richarlison, que poderia ter tirado férias após o Sub-20 e não fazendo isso, se entregou de corpo e alma nos jogos para crescer na carreira.

  103. Leandro
    13 de outubro de 2017 at 9:21 (1 ano ago)

    Prezados,
    Precisamos de 15 a 16 pontos para seguir na Séria A. Isso é perfeitamente alcançável, considerando os jogos que teremos pela frente. Domingo, a galera tem de comparecer em peso. Jogo de seis ponto.
    Temos de entender que esse tima jamais vai dar espetáculo. Vai ganhar sempre no sufoco. Então, a torcida tem de jogar junto.
    Acredito que temos chances reais na Sulamericana. Apesar da fragilidade defensiva, esse time toma poucos gols fora de casa (por erro dos adversários e/ou por pura sorte). No entanto, isso é fundamental em um mata-mata. O Grêmio, historicamente, consagrou-se jogando assim, nesse tipo de torneio.
    Por isso, a direção tem logo de anunciar preços baixos para o jogo da Sula; nada de dividir 50-50 com o Urubu. Tem de ser 90-10. Será uma chance em mil de ficarmos com ampla maioria na arquibancada contra eles. Não podemos desperdiçá-la.
    ST

  104. Rafael tricolor
    13 de outubro de 2017 at 9:28 (1 ano ago)

    Excelente a coletiva do Abel pós-jogo. Mesmo sendo constantemente criticado por parte da torcida, com certeza é o responsável por tirar leite de pedra, se virando com um time formado, quase em sua totalidade, de jogadores da base e sem experiência em competições mais cascudas. Duvido que qualquer outro treinador consagrado já não estivesse reclamando da diretoria, seja pela falta de contratações na montagem do elenco ou pelos constantes atrasos nos direitos de imagem. Ele nunca reclamou e nunca expôs o clube. Ao criticar abertamente o mascarado e preguiçoso Wendel, mostrou para o restante dos jogadores que ali tem comando e ordem. Jogador sem comprometimento e que quer usar o clube apenas para se transferir para o exterior não jogará, simples assim. Pensamento de jogador mal instruído e reforçado por esse diretoria amadora, que passou o ano inteiro dizendo aos 7 mares que estamos sem dinheiro e dispostos a negociar nossos principais jogadores a preço de banana.

    Quanto ao jogo, gostei da mudança de postura dos jogadores. Dentro das já conhecidas limitações técnicas e do frágil sistema defensivo, encarou a mulambada de frente, sem medo e sem fugir do jogo. É notório que o urubu tem um time melhor, com muito mais opções e organização que o nosso e jogou completo (só faltou o Diego). A postura tricolor tem que ser sempre essa daqui para frente : se não somos um primor de técnica e não temos um elenco com muitas opções para variar o jogo, temos que compensar na raça e na disposição. Temos que entrar em campo com sede de vitória e faca nos dentes. Nessa altura do campeonato não há mais espaço para jogador desligado e que se esconde os 90 minutos.

    Domingo tem final de Copa do Mundo para o Flu. O Avaí vem em evolução e, com certeza, será um adversário duro na luta contra o rebaixamento, já que é adversário direto na tabela. É preciso repetir a pegada do Fla-Flu sem cometer os eternos vacilos da defesa, que sempre deixa algum adversário completamente livre dentro da área. Só a vitória nos interessa ! Precisamos dos 3 pontos para começarmos a respirar novamente. O elenco foi mal montado e é deficiente em vários aspectos, mas é com ele que teremos que nos virar até o final do ano. Tudo que importa agora é nos afastarmos do Z4 para, assim que a temporada acabar, fazer um pente fino no elenco e na direção do clube. O Fluminense é gigante demais para repetir em 2018 um ano tão medíocre como foi o de 2017.

  105. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 13:33 (1 ano ago)

    Não sabia que o MST fazia parte do governo a ponto de poder ocupar fazendas. Aliás, eles tendem a ocupar propriedades produtivas, ou seja, aquelas que cumprem a tal “função social”. Será que o congresso deveria ser ocupado já que na maioria das vezes não cumpre a sua função social? 😉

  106. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 13:44 (1 ano ago)

    Olha, discordo de você. Um técnico mais humilde e menos falador faria o simples. Jogador não está rendendo em campo, banco. Jogador até está rendendo, mas o time precisa mudar de esquema tático e não comporta esse jogador, banco. Essa é uma das crítica que eu e muitos torcedores fazemos ao Abel. Ele demora a agir, deixando o barco naufragar até tomar as medidas certas.

    Acho que o pente não precisa ser fino. Nogueira, Lucas(apesar do excelente início), Orejuela, Marco Jr., Gum, Douglas(se for constatado que nunca vai se recuperar), WS( mesmo que Douglas). Além disso, se puder liberar jogadores muito caros como Cavalieri e Henrique. Ano que vem tem que pensar em compor o elenco de forma equilibrada, com salários/direitos de imagem dentro da realidade do clube e com valores de rescisões a serem respeitados e tentar na medida do possível ter 100% dos direitos federativos para não ficar na mão de empresários e do deslumbramento de jogadores. É começar por baixo mesmo, sem almejar a princípio títulos, mas a sobrevivência e o crescimento sustentável.

  107. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 13:47 (1 ano ago)

    O Marco Jr. tinha que ter o seu papel redefinido como foi o Toró no coisa ruim. Aproveitar o seu fôlego para colocá-lo como carrapato sobre o principal jogador adversário. Se ele anular o talento, mesmo se anulando já é um ganho Ainda pode conseguir a expulsão de um do outro time.

  108. Fernando Ventura Jr.
    13 de outubro de 2017 at 13:50 (1 ano ago)

    Essas omissões são imperdoáveis. Acho que os dirigentes ficam receosos de que nos rotulem de chororô, mas não estaríamos sozinhos.

  109. Leandro
    13 de outubro de 2017 at 14:34 (1 ano ago)

    Boa obervação. Às vezes, os jogadores não rendem porque estão mal posicionados em campo. Por falar nisso, não sei qual á e posição do Peu. Só sei que parece não ter nenhuma ou pouca intimidade com a bola.
    ST

  110. Leandro
    13 de outubro de 2017 at 14:42 (1 ano ago)

    Nitidamente, não existe um comando no futebol, apesar do tal comitê. O jogador foi exposto à venda, como se fosse uma coisa, e deve ter criado um expectativa gigante de que ficaria rico a qualquer momento. Isso não aconteceu, mas o cara ficou deslumbrado.
    Agora, sofreu uma descompostura pública, baixando o seu valor no mercado, pois os times europeus não querem caras problemáticos em seu elencos.
    Não é possível que essas “estratégias” tenham sido “pensadas” pelo tal comitê. Seria muita burrice para caber em tantas cabeças.
    ST

  111. Claudio Souza
    13 de outubro de 2017 at 14:55 (1 ano ago)

    Cucaiu. Agora vai começar a ladainha dos saudosos de 2009 para que ele, um técnico de temperamento complicado, caro e ultrapassado volte para as Laranjeiras. Se for pra isso, que se mantenha Abelanta, que ao menos é comprometido com o Fluminense.

    ST

  112. Rafael tricolor
    13 de outubro de 2017 at 15:08 (1 ano ago)

    Eu discordo, veementemente, desse papo de “começar por baixo” para sanear as contas do clube. É o mesmo discurso que a Flusocio usou na eleição do Peter e que, até agora, não sortiu o menor efeito. A direção (principalmente a era Peter) não só não saneou as contas do clube, como aumentou o rombo dos combalidos cofres tricolores. Continua, cada vez mais, por baixo, fazendo figuração nas competições que disputa. Hoje em dia fica muito claro que não adiantou criticar a UNIMED se não havia (e não há até hoje) um plano B para a sua substituição. O Flu é o único clube que ficou o ano inteiro sem patrocinador master na sua camisa.

    Mentiu-se descaradamente para o torcedor, em nome de interesses eleitoreiros, afirmando que tudo estava equalizado e a verdade era exatamente oposta. Quando a verdade veio a tona, Pedro Abad e cia fizeram cara de paisagem, afirmando que não faziam ideia do que o Peter fazia. É preciso um pente muito fino, não só no elenco, como na direção de uma maneira ampla. Quem não servir, rua ! Isso tanto para joigador, quanto para dirigentes.

    O clube perdeu o protagonismo no cenário nacional e, ano após ano, vem se apequenando cada vez mais. O torcedor tricolor quer títulos SIM, chega de fazer figuração todo santo ano nas competições que joga. O que alimenta um clube de futebol, dando-lhe visibilidade, atraindo patrocínios, aumentando o número de sócios-torcedores e fazendo com que bons jogadores queiram jogar no clube, são os títulos. Esse papo de “sanear dívidas”, “começar por baixo” e outros paliativos já cansou e vem afastando a torcida dos estádios.

    É possível montar um time competitivo e disputador de canecos com baixo orçamento (O Botafogo demonstrou isso claramente esse ano). Falta de dinheiro não é desculpa para incompetência administrativa. Basta colocar gente competente e que entenda de formação de elenco, que as coisas podem começar a mudar. A meta de clube grande como o Flu deve ser, SEMPRE, voltada para conquistar campeonatos. O processo de apequenamento do clube precisa ser interrompido imediatamente.

  113. Rodrigo Baroni
    13 de outubro de 2017 at 15:24 (1 ano ago)

    Eu concordo contigo que a arbitragem no Brasil é pilantra.

    Pilantra e caseira.

    Eu só não toquei no assunto.

    E o Flu, sem o fator casa a seu lado, estará ainda mais ferrado do que já está. Vão continuar amassando a gente sem dó.

  114. Rafael
    13 de outubro de 2017 at 15:32 (1 ano ago)

    Excelente comentário

  115. Rafael
    13 de outubro de 2017 at 15:34 (1 ano ago)

    Como está a expectativa de público pro jogo de domingo aí no Rio? Vamos Fluminense!

  116. Rodrigo Baroni
    13 de outubro de 2017 at 15:36 (1 ano ago)

    Sobre ontem, gostaria de enviar uma mensagem, que precisa ser analisada com carinho pela cúpula.

    Cada vez mais, menos tricolores vão a jogos.

    Cada vez mais, menos tricolores vão a FlaxFlus neste sistema 50/50, que na verdade vira 85×15, 90×10, em favor da mulambada. Ontem foi bizarro, assim como foi no 1o jogo da final do carioca.

    E cada vez mais, menos crianças tricolores surgem.

    E, Neste ponto específico, o que podemos fazer, sem grande elenco e time em mãos ???????????? Façam algo, hein!!!!!!!!!!! Vcs poderiam criar uma pasta, uma divisão e diretoria específica para tratar deste assunto.

    São muito poucas as crianças tricolores!!!!!!!!!!!!! Esta É a realidade.

  117. Andre fz
    13 de outubro de 2017 at 16:21 (1 ano ago)

    Esse time do Flamengo não é tudo isso que eles (mídia) dizem não…dá pra passar por eles na SulAmericana…

  118. Claudio Souza
    13 de outubro de 2017 at 16:55 (1 ano ago)

    Nessa linha de discurso, o sucesso parece sempre muito fácil de ser alcançado. Basta colocar “gente competente” ou “gente que entenda de futebol”, ainda que ninguém nesse meio saiba identificar bem quem são essas pessoas.

    Vou dar um exemplo : Alexandre Mattos, saiu do Cruzeiro como um midas , depois dos dois títulos brasileiros, e manteve essa aura no Palmeiras até o ano passado. Hoje, depois de mais de 150 milhões gastos em reforços e uma campanha pífia, é tido como um dos principais responsáveis pelo ano fracassado.

    Rodrigo Caetano também veio do Vasco assim, passou pelas Laranjeiras sem deixar saudades e hoje é um dos responsáveis pelo fiasco da Carniça.

    Posso escrever laudas a respeito dos tais “competentes e conhecedores de futebol” (que na maioria das vezes, saem dos clubes muito mais ricos do que quando entraram). A verdade é que, como diria Oto Glória, um técnico das antigas, “quando ganha é bestial, quando perde é uma besta”

    Antes, os que se opunham à austeridade financeira pregavam o gasto, mesmo que irresponsável, pois o sucesso mais à frente garantiria recursos para cobrir o rombo orçamentário.

    Como Palmeiras, Carniça e Galinha Mineira provam que gastar muito não é garantia de sucesso em nada, agora o “segredo” é copiar Corinthians e Botafogo.

    Como dizia Nelson Rodrigues, “na vida é preciso sorte até para se chupar um Chicabom”, e sorte esses dois clubes estão esbanjando.

    Ambos apostaram em técnicos que eram auxiliares de treinadores mais renomados. Ambos, por absoluta falta de recursos, apostou em jogadores-refugo. Em ambos, o prenúncio de luta contra o rebaixamento se transformou em campanhas de enorme sucesso.

    Não acho que tudo tenha sido produto só de sorte, mas a maioria dos clubes brasileiros faz apostas e a maioria delas dá errado (ou ao menos, não tão certo quanto se imaginava), mas só se dá atenção aos casos de sucesso, e por conveniência do discurso, na maioria das vezes, se deixam os fracassos num cantinho, pra ver se ninguém lembra na hora de contra-argumentar.

    Na minha opinião, não adianta muito ter dinheiro de sobra na atual fase do futebol brasileiro. Até porque, o dinheiro de sobra do Brasil jamais vai poder competir com o mercado europeu. Não há jogadores que realmente façam a diferença, disponíveis para se contratar. Restaram-nos as sobras. Jogadores medíocres, razoáveis ou as promessas. Nem os veteranos, que há uns 5 anos saíam chutados da Europa e deitavam e rolavam aqui por mais alguns anos, conseguem mais fazer alguma graça.

    Nosso futebol adotou a intensidade, a compactação das linhas e os campos de tamanho reduzido do futebol europeu, só que sem jogadores de qualidade. Daí, os espetáculos de botinudos, excesso de faltas, chutões e poucos gols que assistimos nos nossos campeonatos.

    Nesse cenário, se destaca quem tem times organizados, com jogadores raçudos e comprometidos. Os treinadores, que no passado eram apenas mais uma peça importante na máquina, hoje se tornaram a principal.

    Talvez esse nosso ano, mais uma vez, abaixo das nossas expectativas esteja menos relacionado à incompetência na montagem do elenco, à falta de ousadia em investir e mais à escolha errada do treinador (que muitos aqui tratam como um gênio injustiçado), à má administração do elenco disponível, à falta de sorte com as apostas e principalmente as contusões.

    Como já escrevi aqui, algumas vezes, no dia em que acabar essa conjunção astrológica que brinda com sucesso a maior parte das apostas que o Botafogo faz, eles afundarão com uma velocidade que deixará muita gente boquiaberta. Os caras devem mais de 700 milhões com um faturamento igual ao nosso e não terão mais de onde tirar recursos. Aí eu quero ver os usarem como exemplos.

    Pra terminar, ser engenheiro de obra pronta é mole. No início do ano, cada lado das apostas tinha 50 % de chances de acertar as suas previsões para 2017. Alguns, desde o início, apostavam no fracasso. Outros, no sucesso da linha de trabalho adotada pela diretoria. Poucos mantiveram suas apostas até agora. A grande maioria, vem dançando ao sabor dos acontecimentos.

    Com a proximidade do Z4, a turma do “eu te disse” tem saído até dos bueiros só que, como dizia Cazuza, “saiba que ainda estão rolando os dados”. Se terminarmos o ano com o título da Sulamericana, as baratas retornam aos esgotos. Ao menos até a próxima sequência de derrotas.

    ST

  119. luiz
    13 de outubro de 2017 at 17:49 (1 ano ago)

    Na minha opinião, se MJunior for escalado para marcar o principal jogador adversário, leva logo cartão amarelo e é expulso ainda no primeiro tempo !!

  120. Marlon Tavares
    13 de outubro de 2017 at 18:05 (1 ano ago)

    Comentário perfeito

  121. Claudio Souza
    13 de outubro de 2017 at 18:09 (1 ano ago)

    Uma observação que não posso deixar passar.

    O pequeno comparecimento de torcedores do Fluminense, ontem, no Fla x Flu, prova que as torcidas organizadas e seus líderes não representam a torcida do Fluminense.

    Se representassem, depois da celebrada união das organizadas, proclamada durante a semana, e da patética reunião de prestação de contas entre jogadores e líderes de torcida no CT, o comparecimento teria sido enorme.

    Esses chefes de organizada, que já achavam que representavam o torcedor tricolor, depois de aberto esse precedente, vai se achar no direito de receber satisfação da diretoria sempre que se sentir contrariado pelos resultados.

    Bola fora da diretoria, repito.

    ST

  122. Aldo L C Monteiro
    13 de outubro de 2017 at 19:50 (1 ano ago)

    Não fui ao maraca ontem, viajei para aproveitar com a familia o feriado mas vi o jogo e gostei muito da atitude do Abel e do time. Abel no inicio do ano montou um time e um esquema de jogo que só não fomos campeões carioca porque não deixaram. Depois vieram contusões, vendas, negociações, vendas desfeitas……Outros jogadores entram no time uns encaixam outros não, uns voltam de cirurgia,outros o rendimento some….Começam a falar que a culpa é do Abel que escala mal, que não tem esquema de jogo que o time é um bando. Queria ver outro Técnico com a carcaça do Abel aguentar tudo que falam. Essa do Wendel foi foda, cara novo mostrando o caminho que vai seguir se começar a ganhar dinheiro vai ser outro que não vai honrar a profissão e os companheiros de time, tomara que consigam recuperar. Outro que tenho desconfiança quanto a parte disciplinar é o WS, é uma impressão minha.

  123. Fábio Pitman
    13 de outubro de 2017 at 19:51 (1 ano ago)

    E vão cair na besteira de botar 50/50 os dois jogos da Sula…

  124. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    13 de outubro de 2017 at 20:52 (1 ano ago)

    Loja de artigos esportivos no Niterói Shopping.

  125. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    13 de outubro de 2017 at 21:06 (1 ano ago)

    Merece uma olhada:

    Goleada Info‏ @goleada_info 10 minHá 10 minutos
    Mais
    Iago Maidana, zagueiro de 21 anos, tem 5 gols em 17 partidas com a camisa do Paraná Clube.

    Nascimento: 6 de fevereiro de 1996 (21 anos), Cruz Alta, Rio Grande do Sul
    Altura: 1,96 m

    Só tem que tomar cuidado com isso:

    http://www.gazetadopovo.com.br/esportes/parana-clube/reforco-do-parana-derrubou-presidente-do-sao-paulo-em-negocio-similar-feito-pelocoxa-ed8qut09a7u973mkqfdoakrgz

  126. Mauro Carvalho - SP
    13 de outubro de 2017 at 21:49 (1 ano ago)

    Isso é péssimo, Fabio, melhor entrar com Marlon Freitas ou Pierre, mas o Arruela não está jogando nada. Passeia em campo dando touqes para o lado e para trás.

  127. Mauro Carvalho - SP
    13 de outubro de 2017 at 21:49 (1 ano ago)

    Não dá para entender isso.

  128. Jorge Coutinho
    13 de outubro de 2017 at 23:02 (1 ano ago)

    Eu iria no eduardo Brock.
    Zagueiro canhoto, e que pode atuar de lateral esquerdo.
    26 anos
    Capitáo.

  129. Jorge Coutinho
    13 de outubro de 2017 at 23:13 (1 ano ago)

    Verdade para o brasileiro

    Art 5.
    § 2o – Os clubes poderão inscrever um número máximo de 40 (quarenta) atletas até o último dia útil anterior ao início da 20a rodada (primeira do returno), podendo substituir no máximo 10 (dez) atletas até a data final de registro (18/09/17).

    Tenho dúvida na sul-americana

    Os times terão a possibilidade de realizar modificações em sua lista de jogadores ao longo de cada fase, até antes da semifinal. Será permitida a substituição de até três jogadores durante todo o torneio, que tem 60 partidas.

    Conseguiria confirmar?

    ST

  130. Jorge Coutinho
    13 de outubro de 2017 at 23:16 (1 ano ago)

    Se tirasse as organizadas não teríamos nem 1/4 do que tivemos no domingo.

    As organizadas são as que ficam quando jogo não vale nada, em clássicos que não valem títulos ou passagem de fase, jogos fora de casa, e quando time está mal.

    Aonde estavam o povão? Aquela galera que tira selfie quando time está bem?

    ST

  131. Rafael
    13 de outubro de 2017 at 23:42 (1 ano ago)

    Jogamos algumas vezes com nogueira, frazan ou reginaldo, léo, douglas, wendel e scarpa. Calazans jogou bastante antes de se machucar. Norton já teve suas chances. Pedro jogou alguns jogos. Agora Peu tem entrado. Sem falar em marco jr. Meu caro, se esse elenco não é formado majoritariamente por jogadores da base, eu não sei qual o é.
    Uma coisa é ter transparência na divulgação de balanço financeiro, outra muito diferente é cantar aos quatro cantos que se está no modo “vende-se”. Não necessariamente um clube que está com previsão de déficit escolhe o anúncio genérico de vendas como a única forma de se captar receitas.
    Isso foi claramente um erro estratégico. Não se trata somente da questão do valor de negociação dos jogadores, mas do recado de apequenamento que se passa para a torcida.
    É preciso que se admita isso e que se reveja essa conduta. Por favor não justifique essa barbaridade.
    Do meu ponto de vista foram muitos erros esse ano. Mas não sou maniqueísta ao ponto de subestimar a inteligência das pessoas que dirigem hoje o Fluminense.
    Acredito sinceramente na capacidade de apredizado das pessoas. O que espero é que se faça internamente uma autoavaliação constante das ações.
    Domingo é dia de se impor contra o Avaí. O espírito guerreiro prevalecerá e venceremos.
    ST

  132. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 13:08 (1 ano ago)

    Sério? Só o contrataria com salário baixo com premiação por títulos.

  133. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 13:10 (1 ano ago)

    Ele reclama. Vocë que não percebe. “Eu não vou reclamar disso, disso e daquilo…”

  134. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 13:14 (1 ano ago)

    Desde 2013 começamos o ano pensando em título. Como terminamos? Sempre aliviados por não cair e renovando o desejo de ser campeões no ano seguinte e o ciclo recomeça.

  135. Rodrigo Gutemberg
    14 de outubro de 2017 at 13:15 (1 ano ago)

    Bem feito. Não culpo o jogador. É nisto que dá o presidente do clube rotular todos os jogadores como mercadorias indiscriminadamente e sair viajando para oferecer-lhes aos outros clubes. Como haver identificação com o Fluminense ? O deslumbramento é culpa total do presidente, consequência direta da sua conduta ! Como o atleta vai respeitar o clube se o clube não lhe respeita ? Este tipo de política de time pequeno nunca deu certo, não cria fidelidade e identificação com o clube, compromete o rendimento técnico do jogador e ainda causa prejuízo financeiro. Vá ver se no Vasco do Eurico alguém faz corpo mole ? E o Eurico não sai por aí oferecendo seus atletas. É um absurdo a forma como as últimas administrações tem agido.

  136. Rodrigo Gutemberg
    14 de outubro de 2017 at 13:18 (1 ano ago)

    Não culpo o jogador. É nisto que dá o presidente do clube rotular a todos como mercadorias indiscriminadamente e sair viajando oferecendo os atletas aos outros clubes. Como haver identificação com o Fluminense ? O deslumbramento é culpa total do presidente, consequência direta da sua conduta. Como o atleta vai respeitar o clube se o clube não lhe respeita ? Este tipo de política de time pequeno nunca deu certo, não cria vínculo, fidelidade e identificação com o clube, compromete o rendimento técnico do jogador e ainda causa prejuízo financeiro, ou seja, estraga. Vá ver se no Vasco do Eurico alguém faz corpo mole ? E o Eurico não sai por aí oferecendo seus atletas. É um absurdo a forma como as últimas administrações tem agido.

  137. Rodrigo Gutemberg
    14 de outubro de 2017 at 13:19 (1 ano ago)

    Desculpe. Não culpo o jogador. O absurdo é o presidente do clube rotular a todos como mercadorias indiscriminadamente e sair viajando oferecendo os atletas aos outros clubes. Como haver identificação com o Fluminense ? O deslumbramento é culpa total do presidente, consequência direta da sua conduta. Como o atleta vai respeitar o clube se o clube não lhe respeita ? Este tipo de política de time pequeno nunca deu certo, não cria vínculo, fidelidade e identificação com o clube, compromete o rendimento técnico do jogador e ainda causa prejuízo financeiro, ou seja, estraga. Vá ver se no Vasco do Eurico alguém faz corpo mole ? E o Eurico não sai por aí oferecendo seus atletas. É um absurdo a forma como as últimas administrações tem agido.

  138. Gustavo Ramos
    14 de outubro de 2017 at 14:27 (1 ano ago)

    Pois é Jorge. Continua o trabalho de alguns para minar as TO’s do clube…

    Me pergunto com qual objetivo…

  139. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    14 de outubro de 2017 at 15:57 (1 ano ago)

    Richarlison sofre pênalti, Watford vira sobre o Arsenal e entra na zona da Liga
    Penalidade sofrida pelo atacante brasileiro abre caminho para reação dos Hornets, que arrancam vitória nos acréscimos e saltam para a quarta colocação da Premier League.

    Números de Richarlison no jogo: três chutes, três cruzamentos, três interceptações, um penalty sofrido e uma chance criada.

  140. Fabio DB
    14 de outubro de 2017 at 16:14 (1 ano ago)

    O projeto Samorim é bacana mas não existe justificativa razoável para sua existência. Pelo menos eu nunca li uma sequer. É o tipo do projeto CARACÚ. Alguém está entrando com a cara,
    ST

  141. Fabio DB
    14 de outubro de 2017 at 16:17 (1 ano ago)

    Se os Fla-Flus da “SULA” forem com torcida “livre” provavelmente não vou a nenhum.
    ST

  142. Fabio DB
    14 de outubro de 2017 at 16:19 (1 ano ago)

    Muito bom jogador, apesar de 80% da torcida tê-lo ridicularizado por longo tempo. Levo mais fé no Robinho, do que levava no Richarlison. Veremos.
    ST

  143. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    14 de outubro de 2017 at 16:30 (1 ano ago)

    Não entendo pagar R$ 7,50 M em 50% do Robinho, estando o FFC numa draga financeira e o atleta ser reserva do MJ e do Romarinho.

    Surreal e inexplicável !! Parece que o “fantasma” do Peter ainda habita o Laranjal.

  144. Claudio Souza
    14 de outubro de 2017 at 16:53 (1 ano ago)

    No final do ano, farei um comentário com os erros, ao meu ver, cometidos ao longo do ano.

    ST

  145. vladimir costa silva
    14 de outubro de 2017 at 17:01 (1 ano ago)

    Gente, esquece SULA desse ano SULA do ano que vem, Libertadores nem pensar. Foco do fluminense é não cair, seria uma catástrofe para o clube e para essa diretoria que tenta implantar uma gerencia profissional. Jogo mais importante da vida do fluminense é o próximo jogo do brasileiro e o seguinte e assim por diante. jogadores e diretoria precisam intender isso e canalizar forças para isso.

    Essa é a minha opinião.

    Sou sócio torcedor, e vou ao jogo domingo.

  146. Regina Carino
    14 de outubro de 2017 at 17:07 (1 ano ago)

    Isso aí, Jorge! Se as organizadas não estivessem lá teria sido um desastre maior. Eu estava lá e como Tricolor me senti mto envergonhada…Teorizar é molezinha…

  147. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 19:29 (1 ano ago)

    Por que não dar um passo em relação a 2009. Escapar do rebaixamento, que alás como disse o Abad, nem estamos nas quatro últimas posições, e conquistar a Sulamericana?

  148. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 19:30 (1 ano ago)

    Seria muita ingenuidade da diretoria dar esse mole. Seria mais uma mostra que esse grupo que hoje dirige o clube não merece continuar.

  149. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 19:32 (1 ano ago)

    Eu achei que era uma semente que poderia dar fruto. Não sei se está bem conduzido, se é um projeto a longo prazo, mas não deixou de ser uma inovação.

  150. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 19:33 (1 ano ago)

    E tomamos muito mais amarelos.

  151. Fernando Ventura Jr.
    14 de outubro de 2017 at 19:34 (1 ano ago)

    Você acha que um técnico como Abel vai dar razão para números. Ele é treinador-raiz, que acha que a matemática não faz parte do futebol.

  152. Valmir Carvalho da Silva
    14 de outubro de 2017 at 20:30 (1 ano ago)

    Não tem que esquecer Sul Americana nada. Os dois objetivos são possíveis.

  153. Valmir Carvalho da Silva
    14 de outubro de 2017 at 20:38 (1 ano ago)

    Cláudio, discordo. O torcedor comum não vai sair de casa para reclamar e cobrar nada. As organizadas vão. E digo mais, mostraram a insatisfação com o time e essa diretoria que reflete o pensamento da grande maioria dos tricolores.

  154. cydar60
    14 de outubro de 2017 at 20:57 (1 ano ago)

    Você falou a mesma coisa do Richarlison.
    Que custou muito caro e que não via futuro no jogador assim como disse que o Jonathas nunca mais iria jogar com alto rendimento.
    Não merece a mínima credibilidade.
    Continua o abutre de sempre!

  155. Fabio DB
    14 de outubro de 2017 at 21:33 (1 ano ago)

    Conceitualmente nunca foi inovação, mas invenção. Para ser chamada de inovação uma invenção precisa obrigatoriamente trazer resultados/benefícios.
    ST

  156. José Alberto Bernardes
    14 de outubro de 2017 at 22:31 (1 ano ago)

    O Fluminense nessa tá entrando com o CU….

  157. Mauro Carvalho - SP
    14 de outubro de 2017 at 22:48 (1 ano ago)

    São Paulo vence o Patético PR.

    ENTRAMOS NA ZONA HOJE !!!

    Parabéns aos responsáveis !!!

  158. Sergio Binda
    14 de outubro de 2017 at 23:00 (1 ano ago)

    Milton precisamos focar em ganhar amanhã, que é nossa obrigação. Se fizermos isto terminaremos a rodada na frente do São Paulo.

    ST

  159. Mauro Carvalho - SP
    14 de outubro de 2017 at 23:54 (1 ano ago)

    DEUS TE OUÇA.
    Deixaram correr frouxo e espero que não seja tarde para corrigir.
    A venda do Richarlison foi o fim de nosso ataque.
    Não agredimos ninguém se não for de bola parada ou contra, não marcamos.
    SÓ DEUS MESMO.
    Abraço

  160. Fernando Ventura Jr.
    15 de outubro de 2017 at 5:34 (1 ano ago)

    Não entramos não. Temos um jogo a menos que São Paulo e Ponte Preta; Eu ía falar que os jornais iam anunciar isso hoje, mas não precisou porque tricolores já fazem isso antes. :-(

  161. Fernando Ventura Jr.
    15 de outubro de 2017 at 5:37 (1 ano ago)

    O Henrique perdeu os seus dois companheiros de ataque. o Richarlison que saiu de corpo e alma e o WS que a alma sai para o time francês, mas deixou o corpo.

    Ainda acredito no WS, mas o Abel tem que conversar com ele e dar plena liberdade para atacar, seja pelo lado esquerdo ou direito, dependendo de que lateral esteja funcionando. O Abel tinha que mostrar os vídeos do início de temporada do Lucas para questionar porque o seu futebol caiu tanto.

    Será que o Abel não poderia adaptar o Marlon na lateral direita e entrar com o Mascarenhas na esquerda?

  162. Fernando Ventura Jr.
    15 de outubro de 2017 at 5:39 (1 ano ago)

    Na boa, entre ser campeão e não cair para a série B e o contrário eu fico com a primeira. O medo de perder tira a vontade de vencer.

  163. Fernando Ventura Jr.
    15 de outubro de 2017 at 5:41 (1 ano ago)

    Sofreu mesmo? Ou simulou e o juiz caiu na dele porque ainda não percebeu que em boa parte dos lances ele puxa o adversário? Na boa, gente, o Richarlison era muito bom, mas não era isso tudo. Vamos ver se ele vai manter o nível.

  164. Fabio DB
    15 de outubro de 2017 at 10:16 (1 ano ago)

    Mesma comentário do último jogo:
    – O que eu quero ver hoje é um time concentrado,aguerrido, intenso, marcando forte, dando poucos espaços. É o mínimo no futebol moderno. Aí depois (do básico) vem a técnica individual, etc, para disputador resultados positivos.

    Se o acima ocorrer novamente, venceremos com 99,9% de probabilidade.

    É GUERRA!

    ST

  165. Fabio DB
    15 de outubro de 2017 at 12:34 (1 ano ago)

    Pelo visto um repórter desconhecido, de uma rádio desconhecida, e os três patetas/notflu querem colocar o Wendel de volta na equipe tricolor. Só rindo.
    ST

  166. Sergio Binda
    15 de outubro de 2017 at 18:29 (1 ano ago)

    Boa vitória jogando um futebol convincente. Mais uma grande partida do Reginaldo bem suportado pelo Gum. Nova boa partida do Marlon, que tem uma grande vantagem em relação ao Léo na batida na bola. Uma das razões de termos dado menos oportunidades aos adversários é a entrada do Richard que tem demonstrado grande poder de marcação. Ganhando ritmo de jogo para conseguir manter uma performance regular do início ao fim será um grande reforço e deixará o Orejuela no banco. Wendel jogou bem, mas perdeu a concentração no final do jogo, quando podíamos ter definido o jogo em dois contra ataques e ao invés disto foram geradas duas faltas perigosas em nossa intermediária a favor do Avaí. Sornoza está voltando a subir de produção e o Dourado é simplesmente nosso melhor jogador no campeonato. Impressionante como alguns torcedores perseguiam o cara somente pela saída do Fred. Fizeram isto com o Richarlison também. Mateus Norton ou Renato não são nenhuma sumidade, mas pelo menos são atletas. Marco Júnior é aquilo e não dá pra entender porque o Mateus Alessandro foi esquecido por muitos e muitos jogos.

    Nogueira é um perigo constante, deveria ir para o Samorim para não ter o risco de entrar.

    O Scarpa continua mal. Parecia que ia depois do Fla Flu, mas foi péssimo hoje. Sempre toma a decisão errada em qualquer jogada de ataque.

    Juiz filho da puta e sem vergonha, queria arrumar um empate de qualquer jeito. Foi um absurdo a anulação do gol do Mateus Alessandro.

    Pra cima do São Paulo.

    ST

  167. Fabio DB
    15 de outubro de 2017 at 19:00 (1 ano ago)

    Time jogou de forma segura e compacta. Placar moral seria uns 3×0.

    3 pontos que valem ouro, pelo momento. Mais uma vez não vou elogiar nenhum jogador (embora alguns de forma surpreendente estejam mostrando um futebol excelente) pois o que me interessa é o conjunto e a luta = então foi muito bom.

    Contra times pequenos, como o jogo de hoje, e colocaria um segundo atacante (Robinho). Mas entendo o Abel que está “segurando” um pouco, creio que até o time ter maior confiança, aí vai sair o Marco Jr e entrar o Robinho (creio).

    Valeu demais!!

    ST

  168. Fabio DB
    15 de outubro de 2017 at 19:55 (1 ano ago)

    Esse negócio de perseguir jogador recém chegado (que jogou pouco, ainda se aclimatando e sem ritmo na equipe) ao clube não é justo (me perdoem a franqueza). Salvo casos onde seja evidente o passado caneleiro do jogador.
    ST

  169. Fernando Ventura Jr.
    15 de outubro de 2017 at 20:31 (1 ano ago)

    Como é que o Abel coloca o Gum de novo se sabia que provavelmente teria que queimar uma substituição? O que será que ele diz para o Marco Jr. que chega na cara do gol cair para lateral para cruzar? Aliás porque o time de modo geral, exceto o Scarpa que chuta até do meio campo, que não gosta de chutar e prefere se afastar da área para cruzar a bola? A bola queimava nos pés de alguns que preferiam se livrar dela. Será que o Abel não orienta o time a prender a bola no fim do jogo. Perdemos bolas bobas que poderiam ameaçar a vitória de hoje.

    Gostei muito de Marlon, Reginaldo, Wendel, Richard, Dourado e Matheus Alessandro.

  170. Sergio Binda
    15 de outubro de 2017 at 20:48 (1 ano ago)

    Porra!! Verdade… esqueci do penalty!! Claríssimo!!! Além disto o filho da puta estava doido pra validar aquele gol duplamente faltoso do Avaí!!!

    ST

  171. Sergio Binda
    15 de outubro de 2017 at 20:54 (1 ano ago)

    Fluzao 3 a 0!!

    ST

  172. Marlon Tavares
    15 de outubro de 2017 at 21:05 (1 ano ago)

    Com todo respeito, acho que burrice é colocar ele para jogar, espero que no fim do ano ele seja dispensado pois não tem futebol para jogar em clube grande

  173. Rafael
    15 de outubro de 2017 at 21:14 (1 ano ago)

    Excelente vitória! Se não fosse o apitador, teríamos vencido de 3. Mostramos segurança. Gum e Reginaldo dão outra capacidade para nossa zaga. Marlon tem futuro. Richard, por incrível que pareça, veio de brinde, e pode disputar a titularidade. Obviamente que não com Orejuela. Aliás, Abel, pelamordedeus, finge que orejuela não voltou ainda da seleção do equador. Deixa ele quieto.
    Sornoza recuperando o bom futebol. Scarpa ainda não recuperou a bola. Mas tem raça e não se esconde. Precisaremos muito dele esse ano ainda.
    Mjr me parece útil nesse novo time. Por mais que ele não tenha muita bola, é rápido e incomoda o adversário. Precisávamos disso desde a saída do richarlison.
    Quarta-feira é nova guerra. Precisamos de um público maior. O sp é melhor time que o avaí. Vai ter que dar na raça!
    ST

  174. Leandro
    15 de outubro de 2017 at 21:16 (1 ano ago)

    Acho que é importante uma parte de nossa torcida para com esse “complexo de vira-lata”. O Flu não entrou no Z4, pois a classificação só se completa ao final de cada rodada. Porém, antes de completa-la, muita gente já estava se sentindo na sarjeta. Pra mim, isso é coisa de botafoguense.
    Outra coisa que não entendo é porque, apesar do show que deu mais uma vez, uma parte de nossa torcida sempre tenta ofuscar o Hino Nacional, cantando outras músicas na hora. Fazem isso em todos os jogos. Acho ridículo.
    ST

  175. Rodrigo Costa
    15 de outubro de 2017 at 21:18 (1 ano ago)

    Sem os “sem sangue” do Lucas e do Orejuela, o time fluiu muito mais.
    Espero que o Abel mantenha os dois fora do time.

  176. Marlon Tavares
    15 de outubro de 2017 at 21:24 (1 ano ago)

    O time hoje no geral foi bem, considerando o nível do adversário, a zaga ficou mais estável com Gum e Reginaldo, o Richard me parece que vai vingar e merece continuar no time, reverência ao Dourado pela ótima temporada ( melhor que a do Fred ), muita luta sempre e aproveitamento impecável nas finalizações, vale cada centavo. Temos uma sequência de adversários bem acessíveis, com seriedade e o empenho de hoje dá para fazer os pontos que precisamos sem sofrer muito. No mais espero que o Abel tenha entendido o recado, Nogueira não!

  177. eduardo garcia lopes
    15 de outubro de 2017 at 21:34 (1 ano ago)

    1- SCARPA é jogador agudo/ não sei porque tantas críticas à ele
    2-MJ = limitado ; mas pelo que eu sei é o único tricolor de verdade no elenco/

  178. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    15 de outubro de 2017 at 21:56 (1 ano ago)

    Rodrigo, valeu tricolor !!

  179. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    15 de outubro de 2017 at 22:02 (1 ano ago)

    Não podemos ser “garfados” num jogo decisivo !!

    Hoje foi flagrante o “oportunismo” do apitador e ninguém poem a boca no trombone !!

  180. Fernando Bastos
    15 de outubro de 2017 at 22:08 (1 ano ago)

    A Diretoria deveria fazer uma carga na CBF contra esta arbitragem. Foi bastante prejudicial. Além dos lances citados, deixou de dar faltas claras no segundo tempo. Vamos gritar agora, antes que seja tarde. ST

  181. Fernando Ventura Jr.
    16 de outubro de 2017 at 7:42 (1 ano ago)

    Eles caem na pilha da Globo e das “ESPNs” da vida.

    Concordo com você. Uma torcida que se diz diferenciada não respeita o hino da pátria, não sei se por ideologia ou por dar ouvidos aos “Jucas Kfouris” da imprensa. Pode ser que não saiba também.

  182. Fernando Ventura Jr.
    16 de outubro de 2017 at 10:22 (1 ano ago)

    Parece que o Wendel não joga e volta o Orejuela. Eu tentaria a dupla de volantes com Douglas/Richard ou Pierre/Richard. O Marco Jr. tem velocidade/resitência, mas o cérebro dele desliga enquanto está correndo com a bola. Se ele pudesse usar essa velocidade na marcação de um jogador de destaque do time adversário, uma vez que ele não sabe concluir em gol, seria um ganho para o time.

  183. vladimir costa silva
    16 de outubro de 2017 at 11:36 (1 ano ago)

    Respeito sua opinião acho que temos que vender ou emprestar no final do ano, mas até lá provavelmente ele terá que entrar algumas vezes aí temos que rezar e apoiar o moleque, agora vaiar o cara antes de ele entrar para mim é burrice mesmo.

  184. vladimir costa silva
    16 de outubro de 2017 at 11:38 (1 ano ago)

    Com certeza é nosso principal jogador e acho que tem muito a evoluir ainda, mais ele têm um preferência em afunilar as jogadas (natural pois joga no direito sendo canhoto), mais variar as jogadas sempre é bom para confundir a marcação só isso.

  185. Valmir Carvalho da Silva
    16 de outubro de 2017 at 11:43 (1 ano ago)

    Bom jogo do Fluzão. Muito boa partida do Richard, Reginaldo um monstro, Marlon, Dourado como sempre e Wendell. Apesar do futebol mais ou menos do Renato, não voltaria com Lucas, não marca ninguém. Feliz com a evolução do time, acredito na Sul Americana. Acho que apesar da vitória, a diretoria deve reclamar e ficar atenta com a arbitragem. Ontem o cara anulou um gol legal do Flu, daria um irregular do Avaí, caso não fosse o bandeirinha e ainda deixou de dar uma falta clara no Matheus Alessandro quando ia parar na cara do gol. No mais, ingresso reservado na carteirinha para Quarta-Feira.

  186. Sylvio Montenegro
    16 de outubro de 2017 at 13:20 (1 ano ago)

    Não vejo problema no comportamento da torcida e acho absolutamente desnecessário tocar o hino nacional antes dos jogos.

  187. Fernando Ventura Jr.
    16 de outubro de 2017 at 15:59 (1 ano ago)

    É que do papo não foi a prática. Ficou no discurso de sanear, mas não conseguiu fazê-lo, seja por incompetência, pressão por resultados etc.

    Você quer cortar custos e renova os contratos de Cavalieri, Gum. Você quer dar experiência ao time e ao mesmo tempo dar uma resposta à torcida de que vai vencer disputas por jogadores e traz o Henrique que é caro. Você vai e pega um jogador promissor como o Richarlison, mas paga caro. Dá sorte, ele se valoriza, você anuncia para todo mundo que está quebrado. Aparecem compradores, mas sabendo da sua situação oferecem bem menos e ainda propõe um parcelamento. Não há planejamento que dê certo.

  188. Rodrigo Baroni
    16 de outubro de 2017 at 16:30 (1 ano ago)

    Tb acho.

    O Lucas consegue ser pior que o fraco Renato.

    E o Norton entrou com muita vontade.

    Qq coisa é melhor que Lucas.

    Flu levou váaaaaarios gols em cima dele.

  189. Valmir Carvalho da Silva
    16 de outubro de 2017 at 16:32 (1 ano ago)

    Saiu o árbitro para partida contra o São Paulo. Sabe quem? Aquele mesmo que nos surrupiou na semifinal da copa do Brasil de 2015, inventando um pênalti ridículo para o Palmeiras. Vuaden. Esse cara jamais poderia apitar uma partida do Fluminense. Olho nele diretoria. Vamos agir Flusocio. Temos que ter mais força nos bastidores da corrompida CBF. Preocupado….

  190. Rodrigo R
    16 de outubro de 2017 at 16:40 (1 ano ago)

    Já começamos a perder a partida. Esse cara sabe como ninguém minar a paciência dos jogadores

  191. Lucas L.
    16 de outubro de 2017 at 17:12 (1 ano ago)

    Brasileirão de 2008 (se colocar no google aparecerão outros “problemas” desse cara em jogos do Fluminense)

    RIO – A trágica arbitragem de Leandro Vuaden
    não marcando dois pênaltis a favor do Fluminense no empate de 2 a 2 com
    o Vitória acabaram mandando o time de volta à zona do rebaixamento. Mas
    o juiz terá muito tempo para pensar nos seus erros. Nesta
    segunda-feira, o presidente da Comissão de Arbitragem, Sérgio Corrêa,
    anunciou a suspensão em tempo indeterminado de Vuaden.

  192. Rodrigo
    16 de outubro de 2017 at 17:15 (1 ano ago)

    Só pra não passar batido em meio a essa importante vitória contra o fraco time do Avaí:

    Ontem na transmissão do jogo dos urubus pela Globo, a propósito de falar com qtos pontos um time escapa 100% do rebaixamento, o Luís Roberto disse MAIS UMA VEZ q o Flu caiu em 2013 com 46 pontos no campo mas que foi salvo pela Portuguesa q escalou o Héverton, de forma irregular.

    Menção ao Flamengo? Nenhuma.

    O q ficou pra história graças à flapress e à omissão de Peter e cia na época é a Lusa coitadinha e o Flu vilãozão. Sobre o flamengo convenientemente ninguém fala, ainda mais numa transmissão para 20 estados como a de ontem.

    E nossa torcida tem q se defender sozinha nesse episódio, contra imprensa, outros torcedores e a passividade do próprio clube.

  193. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    16 de outubro de 2017 at 17:51 (1 ano ago)

    Pior é difícil!

  194. vladimir costa silva
    16 de outubro de 2017 at 17:56 (1 ano ago)

    concordo torcida tem que fazer a festa mesmo, cerimonial desnecessário.

  195. André Luiz
    16 de outubro de 2017 at 18:24 (1 ano ago)

    Exijam direito de resposta na radio Jovem Pan, Flavio Prado começou a bostejar novamente

  196. Davi Carvalho
    16 de outubro de 2017 at 19:19 (1 ano ago)

    Primeiro um paulista, agora o Vuaden contra um paulista.
    As coisas estão estranhas. Alô diretoria.

  197. vivianne
    16 de outubro de 2017 at 19:21 (1 ano ago)

    Vitoria fundamental:
    1- Renato é horroroso, pelo menos ele é, o Lucas nem isso.
    2- o Richard nao pode mas sair do time
    3-fisiologia do clube e preparação física tem q ser revistas para o ano q vem, o time morre depois dos 20 min do segundo tempo.
    4- porque esperaram a situação ficar critica para cobrarem profissionalismo desses jogadores?
    5-saberemos ate q ponto podemos pensar em alguma coisa a mais ainda nessa temporada com essa partida com o são Paulo, por ser um time com meio e ataque muito forte, sera um bom teste pra vermos o Richard e ate essa volta do gum.

  198. Paulo Dore Fernandes
    16 de outubro de 2017 at 19:21 (1 ano ago)

    Esse Flávio Prado tem que levar uma prensa com urgência. A direção do Flu não pode se calar frente às insinuações desse babaca.

  199. Paulo Dore Fernandes
    16 de outubro de 2017 at 19:23 (1 ano ago)

    Uma mentira repetida várias vezes acaba passando por verdade.

  200. Rodrigo
    16 de outubro de 2017 at 20:27 (1 ano ago)

    Hj em dia JÁ É verdade, infelizmente.

  201. Davi Carvalho
    16 de outubro de 2017 at 20:32 (1 ano ago)

    Desnecessário é, mas já que tá tocando, que pelo menos se respeite.

  202. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 21:39 (1 ano ago)

    Sábado entramos no Z4 – inadmissível que passemos SEQUER algumas horas na zona.

    Esse papo de esperar acabar a rodada, não botafogar, não cola, pois como tricolor não posso admitir que depois de todo “planejamento” possamos levar nosso clube aos porões novamente.

    Precisamos chegar no LIMITE para que mudanças TANTAS VEZES FALADAS fossem feitas no time.

    Outra coisa – o time melhorou? SIM.
    Outra postura? SIM
    Saímos do sufoco? NÃO !!

    Sou torcedor e otimista, mas vou esperar o jogo contra o SP para poder afirmar que houve mudança SUSTENTÁVEL na forma de atuar.

    Avaí não é parâmetro.

    DIRETORIA – VÁ À IMPRENSA E JÁ COMECEM A TACAR FOGO NESSE VUADEN ANTES DO JOGO !!!

  203. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 21:42 (1 ano ago)

    ELE SÓ CONTINUA ASSIM PORQUE NÃO FOMOS EFICAZES NO ESTABELECIMENTO DE LIMITES A ESSE LIXO.

  204. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 21:53 (1 ano ago)

    Flu vence, mas decisões da arbitragem acendem alerta vermelho nas Laranjeiras
    16 Oct 2017
    Marcelo Savioli às 13:54
    Pênalti não marcado e gol mal anulado poderiam ter tido consequências desastrosas

    Depois de longo jejum, o Fluminense não só venceu o Avaí como jogou bem, apesar do placar magro de 1 a 0. O resultado poderia, entretanto, ter sido mais confortável para o Tricolor, caso o árbitro paulista Flavio Rodrigues de Souza houvesse sido correto em suas marcações.

    Logo no início da partida, Henrique Dourado foi derrubado na área. Lance claro, que o árbitro ignorou. Na segunda etapa, Flavio Rodrigues de Souza apontou o meio de campo quando Leandro Silva cabeceou para a rede, apesar da falta escandalosa de Alemão em Cavalieri, e só voltou atrás porque o auxiliar manteve a bandeira levantada.

    O lance mais escandaloso foi o gol marcado por Matheus Alessandro, aos 33 minutos da segunda etapa, que definiria a partida, não fosse o árbitro tê-lo anulado, alegando falta inexistente do atacante tricolor. https://uploads.disquscdn.com/images/624ea37d3044d0c699a37fe9775abd65cf8f8311242a1c61510ac5c33a2b383a.png

  205. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 21:57 (1 ano ago)

    BEM LEMBRADO, ALEXANDRE !!!!

    ALÔ DIRETORIA, ESSE CARA TEM HISTÓRICO DE ASSALTOS AO NOSSO CLUBE – ESSE DOSSIÊ DEVERIA SER LEVADO A PÚBLICO

  206. Fabio DB
    16 de outubro de 2017 at 22:09 (1 ano ago)

    Mas como é bom ver jogadores como o Richard e o Matheus Alessandro jogando. Que disposição. Outros jogadores também estão bem mais ativos em campo.

    E também como tem jogado o Reginaldo e o garoto Marlon. Gum deu mais experiência ao time. Sornoza crescendo.

    Pra mim Orejuela moleza, Douglas Máscara 1 e Wendel máscara 2 seriam banco. Abel escalou o Wendel e o moleque resolveu correr mas pra mim já estourou meu saco. Pena que o Orejuela perdeu o pique pois o “velho” Orejuela seria titular junto com Richard.

    Abel deveria botar um segundo atacante o quanto antes pois estamos muito limitados ofensivamente. Marco Jr e Scarpa avançados simplesmente parecem faca com ponta redonda. Não fura.

    Falta ataque.

    ST

  207. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 22:09 (1 ano ago)

    MAIS UMA BELA ANÁLISE DO MARCELO SAVIOLI:

    MARCELO SAVIOLI – Flu-Leicester x Fla-United
    – A Flapress endoidou de vez

    Enfim, molambada, para chegar a ser Manchester, vocês ainda tem que chegar no Leicester e multiplicar por quatro

    Amigos, amigas, que o Brasil endoidou de vez, que o país se tornou caso de psiquiatra, acho que ninguém tem mais dúvidas.

    Como o juízo nunca foi muito o estilo da Flapress, os caras mergulharam na onda de cabeça e ficaram mais birutas do que já eram.

    Foi o Veiga comparar as receitas do Fluminense com as do Atlético GO, encontrando uma similaridade que só encontrou terreno fértil para existir na cabeça de nosso querido ex dirigente, os caras resolveram se sair com a seguinte patacoada…

    Pois eis que chegaram à conclusão que a proporção entre as receitas do Fluminense e do time dos maus costumes é muito semelhante à existente entre Leicester e Manchester United.

    Provavelmente, em seus sonhos de grandeza, os seguidores das trevas se imaginam o próprio Manchester United brasileiro. Convenhamos, do jeito que o Brasil está caindo aos pedaços, é mais razoável eles se compararem com o próprio Leicester, que fatura o equivalente a R$ 542 milhões, que é bem mais que o fatuaramento rubro-negro, como veremos mais à frente.

    O argumento usado para transformar o Flu em Flu-Leceister e o Fla em Fla-Manchester é o balancete do primeiro semestre dos dois clubes. Enquanto o Flamengo abocanhou R$ 390 milhões, o pobre Fluminense, o Leicester brasileiro, levou para casa somente R$ 103,7 milhões. Em outras palavras, o Fluminense faturou no primeiro semestre 26,6% do que faturou o rival. Em 2016, o Licester faturou 25% do que levou para casa o milionário Manchester.

    Só que eles são tão engraçados, e isso é quase que uma marca registrada da imprensa brasileira, que o desenvolvimento do raciocínio trai a conclusão. Lembrem-se de que nós vivemos num país onde é comum chegar a uma conclusão antes de desenvolver um raciocínio. As coisas não precisam fazer sentido no país em que as pessoas só lêem as manchetes e olham as figuras, que não é o caso dos leitores dessa coluna.

    Eis que no primeiro semestre está registrada a arquimilionária e não menos inusitada transferência de Vinícius Júnior para o Real Madrid. Por inusitada, presume-se que estamos diante de um fato para lá de extraordinário, muito embora não precisasse sê-lo para desqualificar a conclusão, haja vista que, para incluirmos receitas com transferências numa comparação dessas, é preciso trabalharmos em cima da média de um determinado período de anos.

    Trazendo o raciocínio à realidade, suprimindo a receita com Vinícius Júnior, temos o Flamengo com R$ 210,4 milhões, com projeção de um faturamento anual de R$ 420,8 milhões. Como podemos observar, inferior em mais de R$ 100 milhões inferior aos R$ 542 milhões do Leicester.

    Enfim, molambada, para chegar a ser Manchester, vocês ainda tem que chegar no Leicester e multiplicar por quatro, mas convenhamos que isso é praticamente impossível num país em que o futebol vive de conchavos, de falta de visão coletiva e estratégica, cheio de campeonatos definidos no apito e refèm de uma emissora de televisão.

    Só que o buraco é mais embaixo. Sem Vinícius Júnior, a receita do Fluminense passa a ser 50,7% da rubro-negra, mas isso não é tudo. A reportagem tem o seu lado bastante revelador e nos ajuda, com um pouquinho de esforço intelectual, a entender por que a Globo interfere no equilíbrio do futebol brasileiro. Se tirar a diferença artificial promovida pela Globo entre as receitas, que a própria matéria da Flapress nos fornece, teremos o Flamengo com R$ 163 milhões de receitas. O Fluminense passa a ter, então, 63,6% das receitas do time do coisa ruim. Tirando a injustificável doação de dinheiro público aos molambos, através da Caixa Econômica, que é de R$ 25 milhões, a receita do Manchester brasileiro – vê se pode! – cai para R$ 138 milhões, uma diferença de R$ 34,3 milhões.

    Em outras palavras, sem Vinícius Júnior e sem a hierarquização artificial promovida pela Globo e pela Caixa Econômica, o Fluminense tem 75,1% das receitas do Flamengo.

    Vale ainda ressaltar que, não fosse o dopping financeiro fomentado pelas Organizações Globo, o Manchester da Gávea estaria até agora lutando contra o estado pré-falimentar.

    Tudo isso mostra, também, quão importante é a ação política, no sentido de promover no Brasil uma liga como a Premier League e acabar com o favorecimento da Globo ao seu time de coração, que não consegue subir um degrau de escada sem um apito amigo, uma proganda enganosa do plim plim e uma boa porção de dinheiro público.

    No mais, cabe surrá-los na quinta-feira e providenciar para que do título da Sul-Americana eles não sintam nem o cheirinho. Que se contentem com o cariocão que eles nos surrupiaram no apito, como lhes é do feitio.

    Abaixo, os números em que se baseiam as minhas conclusões:

    Quadro 1 ( Balancete do primeiro semestre )
    Fluminense = R$ 103,7 milhões
    Flamengo = R$ 390 milhões
    Diferença = R$ 286,3 milhões
    Comparação = Fluminense 26,6% das receitas do Flamengo ( Leiceste x Mancheste e United

    Quadro 2 ( Balancete do primeir semestre sem Vinícius Júnior )
    Fluminense = R$ 103,7 milhões
    Flamengo = R$ 210,4 milhões
    Diferença = R$ 106,7 milhões
    Comparação = Fluminense 50,7% das receitas do Flamengo

    Quadro 3 ( Balancete do primeiro semestre sem Vinícius Júnior e sem mesada da Globo )
    Fluminense = R$ 103,7 milhões
    Flamengo = R$ 163 milhões
    Diferença = R$ 59,3 milhões
    Comparação = Fluminense 63,6% das receitas do Flamengo

    Quadro 4 ( Balancete do primeiro semestre sem Vinícius Júnior, sem mesada da Globo e sem mesada da Caixa )
    Fluminense = R$ 103,7 milhões
    Flamengo = R$ 138 milhões
    Diferença = R$ 34,3 milhões
    Comparação = Fluminense 75,1% das receitas do Flamengo

    Saudações Tricolores!

  208. Mauro Carvalho - SP
    16 de outubro de 2017 at 22:10 (1 ano ago)

    Resumo: Falta ataque. Concordo com você e a maioria da torcida já pediu o Robinho com o Ceifador….mas o Abel…..

  209. Fabio DB
    16 de outubro de 2017 at 22:16 (1 ano ago)

    Na entrevista dele ontem, pareceu que estão fazendo uma preparação especial com ele, Robinho.. não entendi bem o que seria… tenho a impressão que esse jogador em forma é muito diferenciado.
    ST

  210. Leandro
    16 de outubro de 2017 at 22:21 (1 ano ago)

    Prezado,
    Também acho desnecessário. Não defendo o nacionalismo. Porém, acho que se o hino brasileiro estiver sendo tocado, deve ser respeitado.
    Respeito para ser respeitado.

    ST

  211. Rodrigo Baroni
    16 de outubro de 2017 at 22:42 (1 ano ago)

    Por que o Fluminense não faz uma promoção de adesão de novos sócios futebol agora neste fim de ano ?????? Temos o Maracanã até dezembro!!!!!! Ainda temos no mínimo 6 jogos lá até o fim de 2017!!!!!

    Espero que não seja por questões políticas, já que quem adere até novembro agora vota em 2019!!!! Pelo amor de meus filhinhos!!!!!

    Por que não fazem uma promoção????

    Precisamos de novos sócios com urgência !!!!!!!!$$$$$$$$$$$$

  212. Rafael tricolor
    16 de outubro de 2017 at 22:58 (1 ano ago)

    Vitória fundamental e no sufoco. Agora vai ser assim mesmo, se não der na técnica temos que superar as limitações com muita raça ! O Flu precisava muitos desses 3 pontos para poder dar uma respirada. Quarta já tem pedreira novamente e, mais uma vez, o time precisará entrar muito ligado. Mais um confronto direto (jogo de 6 pontos) diante de um SP que vem de vitória dentro de casa. Atenção especial ao Hernane (nada de faltas próximas a área) e atenção triplicada na nossa defesa. O perigo do Z4 ainda não acabou e, quanto mais pontuarmos, mais tranquilos ficaremos.

  213. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    17 de outubro de 2017 at 7:15 (1 ano ago)

    Triste demais saber que alguns recebem salário para proceder assim.

  214. Aluisio Silva
    17 de outubro de 2017 at 7:36 (1 ano ago)

    Ganhamos em casa de um dos piores times do campeonato, que ainda veio desfalcado. No segundo tempo chegaram a colocar Marquinhos, ex-ótimo jogador, com uma barriga de dar inveja e mobilidade zero. Tentaram atacar e deixaram rombos na defesa, não aproveitamos nenhum.
    Contra um time forte e bem postado a conversa será diferente. Não temos ataque e nossa defesa é crítica. O meio é irregular.

    Enfim, foi obrigação ganhar do Avaí. Será uma boa vitória, se passarmos pelo SP.
    Mas o caminho será duro, ainda mais com as terríveis oscilações que o time sofre.

    E sem ataque fica difícil ganhar jogos… apontem quem, nesse time, entra na área, além do único atacante? Ninguém… ninguém…

    Admiro o otimismo da maioria, quase sempre sou otimista. Mas as cicatrizes me lembram dos sofrimentos passados.
    O Flu fez muita caca esse ano. Meu temor é que agora vá colher os frutos.

    Na reta final todo mundo vai querer fugir do Z-4. Vai ser uma guerra e temos poucas armas de ataque.

    STS.

  215. Rafael Pottes
    17 de outubro de 2017 at 10:15 (1 ano ago)

    Tive a mesma impressão Fábio
    Assim como uma volta do WS em forma
    Tomara

  216. Leandro
    17 de outubro de 2017 at 10:38 (1 ano ago)

    Sinceramente, achei inacreditáveis os preços e também a divisão de torcidas no Fla x Flu da Sula. Parece que essa direção fez um “pacto de sangue” com o Urubu.
    Recebi um email no qual consta que será 70 reais o valor do ingresso mais barato. Divisão de torcidas 50-50.
    Ou seja, vamos desperdiçar A ÚNICA chance, em anos, de ficar em maioria contra eles. Provavelmente, seremos, mais uma vez, a esmagadora minoria.
    Será que esses caras não aprendem ?????? Não entendem qual é o momento do time?
    Não entendem a diferença entre um eventual financeiro prejuízo imediato (jogo contra o Avaí) e o lucro de médio prazo (ganho de prestígio e visibilidade em jogos de grande apelo)?
    Não entendem o quanto é importante o torcedor se sentir prestigiado e seguro ao ir para o estádio?
    Esses caras não percebem que todas as vezes que a torcida do Flu aparece minúscula ao lado da torcida do Urubu, isso nos dá uma péssima imagem junto aos patrocinadores, às demais torcidas, à imprensa, aos jogadores e, principalmente diante do próprio torcedor do clube.
    Esse tipo de medida da direção é que nos apequena. Até quando a direção vai se curvar diante do Urubu?

    ST

  217. Marlon Tavares
    17 de outubro de 2017 at 12:07 (1 ano ago)

    Não gosto de dinheiro público no futebol, porém a caixa patrocina vários times e o Fluminense não conseguiu fechar com a mesma, até agora ninguém explicou o motivo. Quanto ao favorecimento claro da globo a flamengo e corinthians aconteceu porque os demais clubes ( inclusive o Fluminense ) deram margem para isso com a implosão do clube dos 13, mas parece que no próximo contrato essa discrepância vai ser revista. O Vinicius Junior foi realmente um achado, um negócio inimaginável, entretanto o Richarlinson poderia ser melhor vendido. Em todos os casos faltou competência dos nossos gestores, a nossa sorte é que no Brasil não é sempre que o mais rico ganha, o que não tira os méritos do rival de maximizar receitas e os deméritos dos nossos não conseguir fazer.

  218. Marlon Tavares
    17 de outubro de 2017 at 12:09 (1 ano ago)

    Deve ser recuar para marcar o lateral adversário rs

  219. Marlon Tavares
    17 de outubro de 2017 at 12:10 (1 ano ago)

    E o gol anulado deles foi falta no Cavalieri e ele não deu, tinha dado o gol

  220. eduardo garcia lopes
    17 de outubro de 2017 at 12:15 (1 ano ago)

    Quem está fazendo muita falta nessa hora é o M Calazans

  221. Rodrigo R
    17 de outubro de 2017 at 14:07 (1 ano ago)

    Eu já tive a impressão de que o cara é indisciplinado, que gosta da noite. Nada justifica não estar em forma, vinha jogando regularmente no Figueirense. Abel falou que ele tem que se adequar à algumas situações…aí já viu né

  222. MARCO ANTONIO DA SILVA
    17 de outubro de 2017 at 16:17 (1 ano ago)

    so pra lembrar que o fra em 2 turnos nao conseguiu ganhar desse um dos piores times do campeonato.
    s.t.

  223. Marlon Tavares
    17 de outubro de 2017 at 16:50 (1 ano ago)

    Concordo, muitos torcedores deixam de ir em clássicos com medo da violência, principalmente contra o flamengo e ainda mais esse por ser a noite. Não precisamos se fidalgos ao extremo com nosso rival, como se não bastasse termos um time mais fraco tecnicamente, no final das contas damos a eles a vantagem de jogar com a maioria das arquibancadas nos dois jogos, além da péssima imagem que vc mencionou.

  224. Fábio Pitman
    17 de outubro de 2017 at 17:21 (1 ano ago)

    Resposta à todas as questões:

    NÃO, NÃO ENTENDEM!!!

  225. Sylvio Montenegro
    17 de outubro de 2017 at 17:58 (1 ano ago)

    Não percebem, não entendem e não aprendem. Assim como o Botafogo aceita docilmente ser o coadjuvante do Vasco, nós aceitamos ser o coadjuvante do Flamengo no cenário estadual.

    Pensamento pequeno e lesivo aos interesses do Fluminense Football Club. Mais uma vez, lamentável.

    Jogaremos duas partidas fora de casa.

  226. Sergio Binda
    17 de outubro de 2017 at 18:43 (1 ano ago)

    Caro Capixaba,

    Longe de estarmos tranquilos. Temos ainda 12 pontos a ganhar para atingir a almejada tranquilidade. Por outro lado, voltando ao jogo de Domingo, acho que o amigo está pessimista demais. Veja que:

    1 – Era para ter sido 3×0. O apitador não deu um pênalti e nos anulou um gol legítimo. Pura mão grande. Deveria ter sido mais tranquilo do que foi.

    2 – O Avai ganhou do Botafogo aqui, meteu 2 no Grêmio em POA, teve dois empates com o coisa ruim, sendo que no primeiro jogo foi descaradamente prejudicado pela arbitragem e ganhou do Cruzeiro. Veja que foram resultados contra equipes grandes, que nós por exemplo não conseguimos. Era um jogo perigosíssimo.

    O Brasileiro é um campeonato muito nivelado, todo jogo é enroscado e o bom resultado é diretamente proporcional ao foco, vontade e concentração com que os jogadores entram em campo.

    Amanhã será outra lenha, mas devemos acreditar sempre.

    ST

  227. Jorge Coutinho
    17 de outubro de 2017 at 18:48 (1 ano ago)

    Incrível
    Já diz o ditado…
    Quem muito abaixa…..

    ST

  228. Davi Carvalho
    17 de outubro de 2017 at 19:34 (1 ano ago)

    Em termos de jogar desfalcado nesse campeonato, somos insuperáveis. Inclusive, um dos fatores pra má campanha é esse.

  229. Fernando Ventura Jr.
    17 de outubro de 2017 at 20:53 (12 meses ago)

    Lamentável, mais uma vez. Desistiram de construir um estádio para não ofender os mulambos. Agora aceitam uma divisão 50 x 50 nas bilheterias onde temos o mando de campo. Desistiram de jogar em Brasília por uma bela quantia pelo aspecto técnico, mas colocam o preço lá em cima e abdicam de vantagem na torcida. Perdem tanto no aspecto técnico quanto financeiro. Fora Abad e Peter!

  230. Rodrigo
    17 de outubro de 2017 at 21:18 (12 meses ago)

    Tiro no pé total. Eu sou um q não vou mais.

  231. Gustavo Ramos
    17 de outubro de 2017 at 21:40 (12 meses ago)

    Vou cancelar meu sócio-futebol. Não sou otário e não vou continuar sendo tratado como palhaço por uma diretoria que não está nem aí para a torcida.

  232. Rafael
    17 de outubro de 2017 at 21:42 (12 meses ago)

    Já está confirmado que será assim? Pois eu não acredito. Se isso ocorrer será mais uma desta diretoria neste ano de 2017. É simplesmente inacreditável como não têm a menor noção estratégica.
    O que eu temia está realmente acontecendo. Essa galera sonha em transformar o Flu em algo do tipo Sevilha brasileiro. Clube arrumadinho, que revela jogadores, ganha uns campeonatos às vezes, joga a segunda divisão às vezes, mas é arrumadinho… tem até estádio e tal.
    Pensem grande, pelo amor de Deus! Parem de planejar o Fluminense como um Sevilha! Isso tudo é muito decepcionante. Vocês conseguem se superar. Sempre que estamos em um momento positivo, vem uma notícia ruim que joga um balde de água fria na torcida. A capacidade de fazer a escolha errada é interminável. Espero que esta notícia não se confirme.
    ST

  233. Fabio DB
    17 de outubro de 2017 at 21:50 (12 meses ago)

    Concordo com o erro. Eu tinha desistido de ir ao Maraca mas vou sim…. os ingressos só estarão disponíveis para a mulambada no dia 22…. é o caso da galera comprar em massa.

    O preço não é barato mas é quase o mesmo que ir no boteco da esquina e dar dinheiro pro dono do bar para ver na TV.

    ST

  234. Fabio DB
    17 de outubro de 2017 at 21:53 (12 meses ago)

    Na vaga do Scarpa!
    ST

  235. Sylvio Montenegro
    17 de outubro de 2017 at 21:55 (12 meses ago)

    Ingresso carregado na carteira de sócio para a partida de amanhã. Bastou uma semana de conversas internas, conversas com a torcida, barração de quem estava fazendo corpo mole e, em matéria de disposição, o time foi outro em campo nos jogos contra CRF e Avaí.

    Antes desses dois jogos, com Wendel, Lucas e Orejuela estávamos jogando com menos 3. Espero que todos agora entrem na mesma sintonia do grupo e da torcida. Quem não quiser se esforçar tem que ficar de fora. Ouviu Orejuela?

    Queria fazer um mea culpa em relação ao Richard. Critiquei muito sua vinda para o Flu, o que era natural devido às circunstâncias, mas ele entrou em campo e honrou nossa camisa, fez o feijão com arroz, mas foi muito bem na marcação e no combate no meio campo, muito mais efetivo que o equatoriano de grife.

    É assim que funciona, time se esforça em campo, torcida corresponde na arquibancada.

  236. Sylvio Montenegro
    17 de outubro de 2017 at 22:16 (12 meses ago)

    Fabio, infelizmente não vai comprar em massa. Já vivemos em uma cidade violenta e a violência da torcida do CRF acaba afastando as torcidas adversárias dos estádios.

    Eu fui na decisão da Taça GB e nos dois fla x FLU´s das finais do estadual. Fui de camisa do Fluminense. Não fui disfarçado. Mas entendo quem não vá. Ou quem vá disfarçado, sem a camisa tricolor.

    No último fla x FLU, quando o CRF foi campeão, eu estava indo embora do estádio pela Av. Maracanã em direção à Tijuca. Na minha frente, um senhor e o filho com a camisa do Fluminense no ombro. Apareceram na frente deles três marombeiros com a camisa do Flamengo, pararam e começaram a falar pro moleque vestir a camisa, que ele não tinha que ter vergonha do time dele e por aí foi. Parei para ver o desfecho da cena, que felizmente, pelo comportamento tranquilo dos tricolores, não terminou em violência maior.

    Esses três mulambos não eram torcedores de organizada. Não era confronto de torcidas. Não era nada. Eram apenas três marombeiros folgados, achando que torcem pelo maior do mundo, que são a maior torcida do mundo, que aqui é Flamengo… e todas essas baboseiras alardeadas pela mídia, e, portanto, se acharam no direito de intimidar e sacanear o senhor de idade e seu filho.

    Você acha que o senhor e seu filho voltam no próximo fla x FLU? Não voltam, assim como a torcida do Fluminense, sabiamente não vai.

    Só vamos ser maioria se exercemos nosso direito ao mando de campo e dermos os 10% obrigatórios para eles. Era isso que a diretoria do clube deveria ter feito. 90 x 10 e conclamar o torcedor do clube a lotar o Maracanã, assim como fez o Paraná Clube na Arena da Baixada. No melhor estilo, “cala quem duvida”.

    Será que a diretoria do Fluminense não se cansa de ser capacho do CRF?

    Sinceramente, estou avaliando se vou ou não. Fiquei muito aborrecido com mais esse arrego do Fluminense para o Flamengo. Acho que só volto a fla x FLU quando exercermos nosso direito ao mando de campo.

  237. Sylvio Montenegro
    17 de outubro de 2017 at 22:33 (12 meses ago)

    E o presidente do Grêmio, foi logo botando pressão na CBF e na arbitragem. “Vagabundo paranaense” é para entrar para o folclore do futebol.

    No nosso caso, amanhã, teremos o “vagabundo gaúcho”, mas a diretoria do Flu, calada como sempre, deve ter gostado da escolha do árbitro.

  238. Sylvio Montenegro
    17 de outubro de 2017 at 22:36 (12 meses ago)

    Lembra na decisão da Taça Guanabara? Quando o Abad disse que o Fluminense não entraria em campo se não tivesse torcida do Flamengo na decisão? É ser muito capacho dos mulambos.

  239. vivianne
    17 de outubro de 2017 at 23:50 (12 meses ago)

    No momento em q o presidente do Flu coloca no departamento jurídico um cidadão q era da diretoria do framerda, no episódio PA, divulga uma nota em conjunto com o presidente deles para tratar de um assunto interno do Flu, além do episódio da taça Guanabara já sitado por outros aqui, agora essa dos ingressos da sul americana, me dá o direito de começar a achar q desde a ultima gestão Peter e continuando na gestão Abad, a influência Mulamba no Flu esta enorme, sera q existe um plano apoiado pelos mulambos para manter o Flu no limbo? E o pior um plano q conta com a colaboração de muitos dentro do Fluminense?
    Nada me espanta mais, tudo e possível quando se envolve $ e poder, o q vemos ai nessas eleições no Brasil, candidato fingindo ser adversário porém no fundo é só uma maneira de manter os mesmos de sempre e o sistema, será q esta havendo isso no Flu? É muita submissão a outro clube q historicamente é predador dos outros, estranho, muito estranho!!!

  240. Rogério Barbieri
    18 de outubro de 2017 at 0:14 (12 meses ago)

    Quem manda no futebol brasileiro é quem tem o dinheiro.

    Quem tem o dinheiro é a Rede Globo. Logo, ela é quem manda.

    Nossa diretoria tem que obedecer.

    Lá atrás, quando o Fluminense voltou a ter dinheiro era assim.
    Quem mandava era a Unimed.

    Hoje é a Rede Globo.

    O único mal é que a Unimed queria fazer e ver o Fluminense campeão e a Rede Globo não tem essa mesma intenção.

    Por isso, nossos interesses não prevalecem.

  241. Rogério Barbieri
    18 de outubro de 2017 at 0:20 (12 meses ago)

    Entre 1971 e 1980, quantos cidadãos fluminenses (nascidos no Rio) nasceram e quantos cidadãos fluminenses morreram?

    Dos nascidos nesse período, quantos se tornaram tricolores e quantos se tornaram rubro-negros?

    Dos que morreram, quantos eram tricolores e quantos eram flamenguistas?

    Projetando as décadas seguintes, entre 1981 e 1990, entre 1991 e 2000, entre 2001 e 2010 e entre 2011 e 2017, dá para perceber o estrago que a emissora provocou ao maximizar o Flamengo e minimizar o Fluminense?

  242. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 5:53 (12 meses ago)

    Muito estranho mesmo! Será que o Flamengo, via Rede Globo, emprestou dinheiro ao clube? Quando o Peter após eleito na primeira vez, se refez refém da Unimed e colocou um vascaíno para administrar o clube eu não quis acreditar, mas era uma chapa que pregava uma coisa e fazia outra.

  243. Fabio DB
    18 de outubro de 2017 at 8:10 (12 meses ago)

    Desagradável. Mas infelizmente comum essa ignorância de doentes que povoam as torcidas. Eu só vou de camisa tricolor quando contra pequenos, de fora ou clássico sem badalação.
    Também não tenho saco de trocar a camisa dentro do estádio. Prefiro não levar.

    Como falei, acho que devemos alterar essa relação para 90-10. A violência é uma realidade. Mas creio que a decisão do FFC teve foco exclusivo no financeiro. O prejuízo com os jogos no Maracanã tem sido descomunais. É a chance de recuperar parte. Não concordo, mas entendo que há esse lado.

    Vamos ao jogo!! Vamos levar!

    ST

  244. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 10:12 (12 meses ago)

    Basta ele jogar o que jogou no carioca antes da contusão.

  245. Marcelo Teixeira
    18 de outubro de 2017 at 10:17 (12 meses ago)

    Anunciaram a venda uma hora antes da gente inclusive. Está enganado.

    St

  246. Marcelo Teixeira
    18 de outubro de 2017 at 10:27 (12 meses ago)

    Temos a melhor média de público e renda da sulamericana! Não há justificativa!

    Desde o caso Pedro Antonio com aquela nota em conjunto com o Flamengo pra falar de um problema interno nosso, que desmoralizou o pedro antonio, ainda que o mesmo tivesse errado, que ficou evidente que estamos no rumo errado nessa relação com o Flamengo. Gostaria so de lembrar que uns 2 anos atras, o Peter comprou uma briga ao lado fo Flamengo contra cbf. Liderou o movimento junto com eles. Na primeira oportunidade, o bandeira de melo foi convidado pela cbf pra chefiar a delegação da seleçao na copa america nos Eua com td pago. Aceitou de imediato. Pra mim, ali acabou qualquer parceria. Muita coisa boa sendo feita. Alguns pequenos erros tb. E um erro grave que é essa relaçao com o Flamengo. Lamentavel e vergonhoso.

    St

  247. Marcelo Teixeira
    18 de outubro de 2017 at 10:40 (12 meses ago)

    Quinta estive no Fla Flu. Comprei meu ingresso dia 5. Carregaria na carteirinha. Na hora de entrar, um erro nao liberava a entrada. A desculpa era q todos q compraram dia 5 ou 6, ou seja, com muita antecedencia, nao carregou na carteira. Soluçao? Nenhuma. Vai pra fila interminavel da bilheteria resolver. Assim fui. Muita confusao. Tumulto…gas de pimenta…bombas…e o socio tricolor la no meio. Muitos foram embora. Cheguei as 15:30. Entrei com o jogo iniciado. Quando o mando foi nosso, eles nao tiveram qualquer problema. Mas o oposto nao acontece. Isso foi num jogo vazio…torcida nao foi e muitos foram embora. Dia 25 eu vou, mas no jogo da volta nao me submeterei de novo ao que passei. Tenho filha pra criar.

    Obs: nao esqueçam das cenas lamentaveis da final da copa do Brasil. Defendi o Abad e a torcida mista na final da taça GB. foi um gesto muito bacana do Flu e seu presidente. Pouco valorizado pela midia e pelo adversario q nos trata tao mal quando o mando e deles.

    Mudei totalmente de ideia. O mundo mudou. A sociedade esta doente e violenta. Hj sou totalmente a favor de torcida única ou 10 %. Que seja. As outras torcidas não vão mais contra o Flamengo. É evidente. Ou o Flu muda, ou será sempre uma vergonha nossa torcida nos Fla Flus.

    Obs: temos a melhor media de publico da sulamericana. Essa media foi fundamental pra levar esse time ate onde foi. E agora, não teremos nossa grande torcida pra apoiar e carregar esse time. Tomara que passemos e ganhemos esse titulo. Acho que o Abad merece muito pelo carater e sofrimento que tem passado. Mas se formos eliminados, vai ter arrumado mais um problemaço a toa pra desgastar ainda mais essa relação.

    St

  248. Rodrigo
    18 de outubro de 2017 at 11:01 (12 meses ago)

    A diretoria do Flu NEM SE PRONUNCIOU sobre essa confusão nas bilheterias no dia do fla-FLU. A torcida tricolor, como sempre, foi a BUCHA. E claro, se houve mais uma vez omissão por Abad e cia, a diretoria dos mulambos tbm NADA FALOU. Segue tudo normal no futebol carioca.

    Não adianta reclamar da torcida, Fluminense, se vc se presta a papel de capacho e outros termos q não vou usar aqui mas q ficam subentendidos. Processo de apequenamento segue firme e forte, com Peter, Abad e Flusócio como grandes responsáveis.

  249. Fabio DB
    18 de outubro de 2017 at 11:43 (12 meses ago)

    s ingressos variam de R$ 35 (meia-entrada para os Setores Sul e Norte) a R$ 245 (inteira Maracanã Mais – Setor Misto). Os sócios-torcedores do Flu já podem reservar seus ingressos, enquanto as vendas físicas e online para o público em geral começam no dia 22/10.

    GLOBO.COM

  250. Fabio DB
    18 de outubro de 2017 at 11:44 (12 meses ago)

    s ingressos variam de R$ 35 (meia-entrada para os Setores Sul e Norte) a R$ 245 (inteira Maracanã Mais – Setor Misto). Os sócios-torcedores do Flu já podem reservar seus ingressos, enquanto as vendas físicas e online para o público em geral começam no dia 22/10.

  251. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 12:29 (12 meses ago)

    E não sabem porque não conseguem patrocínio! Nem o Botafogo se rebaixa tanto! :-(

  252. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 12:32 (12 meses ago)

    Quando tiver eleição temos que lembrar que esse grupo que está aí consegue fazer pior que o Horcades. O Horcades pelo menos dizia uma coisa e fazia do mesmo jeito. Essas diretorias prometem austeridade e grandes times e conseguem gastança, possibilidade de queda para a série B e time fracos ou imaturos e sem sangue.

  253. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 12:35 (12 meses ago)

    Nessa questão dos ingressos creio que o valor só representa um dos critérios para a definição do local das partidas em ambos os confrontos.
    Neste contexto, temos que Tb avaliar:

    Será que, para a pretensão esportiva, seria viável colocarmos o preço que bem entendêssemos (por exemplo, os 20,00 de hoje), colocando 30mil pessoas no maraca, para depois decidir a classificação no estádio da Ilha? (Correndo o risco de não conseguirmos colocar esse número de torcedores, e ainda colocando esse time para decidir uma vaga em um caldeirão)

    Ou será que, objetivando jogar as duas partidas no Maracanã (por entender favorável decidir a vaga no estádio onde nossa torcida terá a possibilidade de comparecer em número expressivo), seria viável entrar em acordo com o rival, qto aos valores do ingresso? (Lembrando que no fla x Flu de quinta, os clubes tiveram aproximadamente 30 mil reais de lucro)

    É… não é fácil administrar… tanto uma, como outra opção, não agradaria a todos.

  254. Rodrigo Svizzera
    18 de outubro de 2017 at 13:24 (12 meses ago)

    E ai Flusocio?

    Ando afastado mas pela ira de grande parte dos tricolores aqui acho que voces deveriam pelo menos tentar explicar o que fez voces abrirem mao da maioria do estadio no jogo de ida onde temos mando de campo e numa competicao mata-mata onde gol fora vale como criterio de desempate… contra nosso maior rival.

    Qual foi a logica?

    Vou dar a chance de uma explicacao pois os fatos como estao claramente narrados abaixo sao vergonhosos mesmo.

    Quanto vale eliminar o maior rival na Sula? Sula que nossa torcida abracou e temos melhor publico da competicao… muito dificil mesmo de entender.

    Bola com voces…

  255. Fabio DB
    18 de outubro de 2017 at 14:22 (12 meses ago)

    Eu tb defendi antes mas mudei de ideia. Infelizmente.
    ST

  256. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 17:28 (12 meses ago)

    Acho que é fidalguia. A primeira e única vez que houve o confronto com os mulambos pela sulamericana nós os eliminamos com dois empates. Dessa vez, chegou a nossa vez de sermos eliminados. Eles devem ter convencido nossos homens do futebol que é melhor ser eliminado da sulamericana para poder se dedicar a nobre tarefa de escapar do rebaixamento.

  257. Fernando Ventura Jr.
    18 de outubro de 2017 at 17:30 (12 meses ago)

    É. O jeito é os cinco mil de sempre calarem novamente os 30 ou 40 mil que eles vão colocar.

  258. Sylvio Montenegro
    18 de outubro de 2017 at 18:00 (12 meses ago)

    Acredito que os preços abusivos dos ingressos foram acordados entre as duas diretorias, bem como a divisão “meio-a-meio” !?!?!?! do Maracanã. Eu se fosse Flamengo, estaria satisfeitíssimo com essa divisão, pois saberia de antemão que teria pelo menos 2/3 do estádio apoiando meu time.

    Colocamos 37.145 mil contra o Liverpool-URU e 45.977 contra a LDU, portanto, não acho que caiba espaço para dúvida quanto à nossa capacidade de encher o Maracanã, como já fizemos por diversas vezes.

    Tenho absoluta convicção de que, se a diretoria do Fluminense tivesse exercido o mando de campo, colocando os ingressos a preços razoáveis e definido que teríamos 90% na primeira partida, com uma campanha mexendo com o orgulho tricolor, lotaríamos o Maraca contra o coisa ruim.

    Seria uma levantada imensa na auto-estima do torcedor do Fluminense, uma demonstração de força para o Brasil e um tapa na cara daqueles que adoram encher a boca para dizer que somos minoria no estádio.

    O Paraná Clube acabou de dar um exemplo muito bonito. Levou o jogo com o Inter-RS para a Arena da Baixada. Foi ridicularizado pela imprensa e por torcedores dos rivais Atl-PR e Coritiba.

    Pois bem, com uma campanha ousada, criativa e pra lá de inteligente – “Cala quem duvida” – convocou os torcedores e simplesmente bateu o recorde de público da Arena da Baixada, superando os jogos do Atl-PR e da Copa do Mundo realizados no estádio. Mas para isso, precisa ter culhão e acreditar no clube que dirige.

    Agora é se preparar para no dia 25 ver o placar do Maracanã estampar em letras garrafais – “AQUI É FLAMENGO!” – como fizeram na partida que era nosso mando na decisão do estadual.

    Se preparar também para ver o Luis Carlos Jr. dizer: ” E canta muito o torcedor do Flamengo que é imensa maioria no Maracanã!”, na partida com o nosso mando de campo.

    Nós tempos contrato com o Maracanã, por pior que o Peter tenha tornado esse contrato. O Flamengo não tem. O Maracanã é a nossa casa. Deveríamos ter exercido o nosso direito e obtido a vantagem de jogar verdadeiramente em casa. Eles que levassem o segundo jogo para onde bem entendessem.

    Se nós dividirmos a renda dos dois jogos com eles, estaremos saindo no prejuízo, pois eles não tem contrato e pagam um aluguel muito maior que o Fluminense para jogar no Maracanã.

    Por fim, se a diretoria do Fluminense fez isso pensando na renda com base no torcedor do coisa ruim, piora ainda a situação, pois revela uma mentalidade covarde, tacanha e pequena, indigna de quem dirige um dos maiores clubes do Brasil. Isso não vale a pena nem por 30 dinheiros.

  259. Sylvio Montenegro
    18 de outubro de 2017 at 18:11 (12 meses ago)

    Puxa Fabio, a diretoria do Flu poderia ter feito uma campanha como o Paraná Clube fez no jogo contra o Inter-RS na Arena da Baixada. Quebraram o recorde do estádio dos outros. Não deu pra jogos da Copa do Mundo nem do Atlético-PR em seu próprio estádio, o recorde é do Paraná, que chafurda há anos na Série B.

    Imagina a diretoria do Flu conclamando o torcedor a lotar o estádio contra o Flamengo, no melhor estilo – cala quem duvida –
    garantindo a segurança e preços acessíveis. Seria histórico!

  260. Sylvio Montenegro
    18 de outubro de 2017 at 18:35 (12 meses ago)

    Estou na Uerj, bem ao lado do Maraca, só esperando a hora de atravessar a rua e ajudar o Fluzão a conquistar mais uma vitória. Vamos Fluminense com garra e com raça!

  261. Claudio Souza
    18 de outubro de 2017 at 18:36 (12 meses ago)

    Vou na contramão da maioria aqui (que não necessariamente representa a maioria da torcida).

    Clássicos cariocas no Maracanã sempre foram abertos igualmente às duas torcidas.

    Cansamos de ganhar títulos da Carniça com menos torcida nas arquibancadas e até os vitrais franceses do Salão Nobre das Laranjeiras sabem que eles têm mais torcida do que a gente.

    Aparecer isso na TV, agora, vai ser motivo de vergonha? Nossa torcida é que tem que dar as caras no Maracanã e não ficar nesse mimimi boboca que não leva a nada.

    Nem esse papo de medo da presença da molambada no estádio cola. Fui a dezenas de Fla x Flu’s na minha vida inteira e nunca passei sufoco. Fui inclusive nos jogos decisivos do Carioca em que nossa torcida, ainda que menor, deu banho na torcida grande e boba deles.

    O que ser quer é enterrar de vez a tradição dos grandes clássicos. Eu amo o Fluminense, mas também amo o futebol, as rivalidades e tudo mais à sua volta. Não quero brincar sozinho no parquinho.

    ST

  262. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    18 de outubro de 2017 at 18:42 (12 meses ago)

    Alô, Fluminense, hora de ficar esperto – e rápido- na FIFA!

    “torneios envolvendo clubes europeus e sul-americanos, tais como a pioneira Copa Rio, disputada em 1951 e 1952, e a Copa Intercontinental”

  263. Pedro Faerstein
    18 de outubro de 2017 at 19:25 (12 meses ago)

    Conseguiram desagradar a torcida inteira com essa decisão…

    E não foi por falta de aviso. Desde antes do jogo contra a Ldu já haviam várias manifestações sobre isso.

    Não dá pra entender…

  264. Aluisio Silva
    18 de outubro de 2017 at 20:04 (12 meses ago)

    Lucas, Marco Jr.
    sofrimento a vista
    um porre isso!

  265. Leandro
    18 de outubro de 2017 at 20:05 (12 meses ago)

    Prezado,
    Respeito muitíssimo sua opinião, que talvez seja a da maioria.
    Apesar de também achar que, em geral, nossa torcida só gosta de ir “na boa”, ou seja, quando o time está bem, acredito que muita coisa mudou desde os anos 70, 80 e 90. Especialmente, a violência dentro e fora dos estádios hoje é muito maior. Além do mais, o futebol não é a única e nem a principal atração de diversão para muita gente (de todas as torcidas). Hoje, existem muitas outras possibilidades de divertimento, que concorrem com o futebol.
    Na Europa, na maior parte dos jogos, o mandante ocupa quase todos os lugares do estádio. Deveríamos, de forma ponderada, pensar seriamente nessa possibilidade.
    ST.

  266. Aluisio Silva
    18 de outubro de 2017 at 20:06 (12 meses ago)

    Pois é, essa é uma da “modernidades” que não engulo.
    O problema é segurança? Oras…
    O estádio deve ser aberto para as duas torcidas, sem % definido.
    Tô com você! (quase sempre estou… rsss)

  267. Aluisio Silva
    18 de outubro de 2017 at 20:08 (12 meses ago)

    esperando o sinal abrir para você ou tomando uma gelada?
    explica melhor…
    kkkkk

    ô inveja de vocês, cariocas… putz, a anos não vejo um jogo do Flu no Maraca!!!
    só lágrimas de inveja… rssss

    boa sorte, tricolor!!!

  268. Sylvio Montenegro
    18 de outubro de 2017 at 20:30 (12 meses ago)

    Trabalho na UERJ Aluisio, só trabalho, porque receber salário que é bom, nada!

  269. F. Malamace
    18 de outubro de 2017 at 20:31 (12 meses ago)

    Penso exatamente como vc Claudio !

    E a divisão 50/50 do maracanã em clássicos é uma tradição do futebol carioca.

  270. Mauro Carvalho - SP
    18 de outubro de 2017 at 21:58 (12 meses ago)

    Primeiro tempo de gente grande.
    Marcos Junior importante nas triangulações rápidas.
    Vamos ver o segundo tempo.

    PS>>> CAGADA ESSA DECISÃO CONTRA OS MULAMBOS…DIRETORIA….

  271. Mauro Carvalho - SP
    18 de outubro de 2017 at 22:41 (12 meses ago)

    SE:
    1 – Jogarem assim SEMPRE;
    2 – Não retornar com Orejuela;

    Estaremos livres de qualquer ameaça e ainda podemos beliscar a Sula Miranda.

    SIMPLES, NÉ, ABEL??
    #VoltaSornoza

  272. Eduardo Gorges
    18 de outubro de 2017 at 22:44 (12 meses ago)

    Ótima vitória!
    Golzinho no fim para mostrar que defesa precisa de atenção o tempo todo.

    Como cantei a pedra, passado o Fla-Flu vem uma tabela quase escolhida a dedo – fora os jogos fora contra Cruzeiro e Corinthians, talvez o último de porre.
    Se o time embala, vamos para a Libertadores.

    Lamentável dividir renda na SulA, um convite para a mulambada encher os setores que nossa torcida detesta. Por que não ficamos com Norte e Sul no nosso mando e eles com 10% no meio? Quanto custa não ir para a próxima fase, seja em TV, patrocínio, prêmios, prestígio ou apenas sarro sobre o maior rival?

  273. Luiz Fernando De Oliveira Juni
    18 de outubro de 2017 at 22:45 (12 meses ago)

    O que jogaram Reginaldo e Richard hoje, hein?!! Impecáveis no desarme! Santo contrapeso esse Richard!!!! Vai, Fluzão!!!

  274. Eduardo Gorges
    18 de outubro de 2017 at 22:46 (12 meses ago)

    Não tem 50/50 não. É livre para quem comprar antes

  275. José Alberto Bernardes
    18 de outubro de 2017 at 22:48 (12 meses ago)

    SANTA VITÓRIA!

  276. José Alberto Bernardes
    18 de outubro de 2017 at 22:49 (12 meses ago)

    Perfeito!Tô contigo nessa!

  277. Eduardo Gorges
    18 de outubro de 2017 at 22:49 (12 meses ago)

    Não agradando a todos, uma boa opção era agradar a maioria

  278. cydar60
    18 de outubro de 2017 at 22:54 (12 meses ago)

    Grande vitória do FLUZÃO que veio com o bônus de uma excelente atuação de todo time.
    Parece que a confiança está voltando.
    O gol do Robinho eu ofereço para um abutre agourento que passou as últimas semanas destilando seu fel venenoso contra a contratação do jogador.
    Eu acredito que vai ser mais uma aposta vencedora da diretoria.
    Agora só falta arrumar a casa este ano, recuperar a capacidade de investimento e partir com tudo para um grande 2018.
    O Abad ainda haverá de erguer uma taça importante até o fim de seu primeiro mandato.
    FORÇA FLUZÃO

    ST

  279. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 22:55 (12 meses ago)

    Richard jogando absurdo, do primeiro ao nonagésimo oitavo minuto. Eis a exata definição do que o Fluminense precisava!

  280. Eduardo Gorges
    18 de outubro de 2017 at 22:56 (12 meses ago)

    NINGUÉM gosta de estar cercado por bandidos, de modo que ir em jogo do Flamengo é uma exposição desnecessária ao crime.

    Perdi a conta de quantas vezes vi os mulambos protagonizando arrastões, assaltos, agressões, quebra-quebras, fora as famosas cenas de matarem torcedores na final do Brasileiro 92.

    Por mim exerce o mando, ficamos dos dois lados e eles que se virem com 10% na diagonal oposta, com um monte de câmeras para filmar os baderneiros.

  281. eduardo garcia lopes
    18 de outubro de 2017 at 23:01 (12 meses ago)

    Reginaldo; Gum/ Marlon; Richard= parabéns= os bambis não viram a cor da bola

    Tão pensando que aqui são bostinhas???

  282. Claudio Souza
    18 de outubro de 2017 at 23:01 (12 meses ago)

    E ainda teve um monte aqui já dando atestado de porcaria para o rapaz, que deve ganhar uma merreca e veio de graça.

    Como sempre, estão quietinhos agora.

    Richard caiu como uma luva no time. Tem sido um leão marcando e tem muita calma com a bola nos pés. Não é botinudo e abre sair jogando.

    Até agora, uma ótima surpresa.

    ST

  283. Sergio Binda
    18 de outubro de 2017 at 23:02 (12 meses ago)

    KCT!!! Como está jogando este tal de Richard. Entre ele e o Gum na Sula… ele sem dúvida !!!

    Que azar o Sornoza caralho!!!

    ST

  284. Fábio Pitman
    18 de outubro de 2017 at 23:03 (12 meses ago)

    Excelente vitória!!!

    Notícias do Sornoza URGENTE!!!

    O cara acerta o meio-campo, muita falta de sorte as vésperas do fraFlu o cara se machucar…

  285. Sergio Binda
    18 de outubro de 2017 at 23:04 (12 meses ago)

    Flusocio por que dividir com a mulambada na Sula? Pra dar sopa ao azar? Cair no ridículo?

    Burrice…

    ST

  286. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 23:05 (12 meses ago)

    Para quem governa/administra, Eduardo, creio ser o caminho fadado ao insucesso.
    ST

  287. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 23:07 (12 meses ago)

    Creio que a diretoria, dentre as opções, Sylvio, privilegiou a perspectiva de avanço e sucesso final da Sul-americana. Opção que eu Tb escolheria.
    ST

  288. Gilberto Cabral
    18 de outubro de 2017 at 23:17 (12 meses ago)

    Hum, não sei não, e colocar o Nogueira na zaga?

  289. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    18 de outubro de 2017 at 23:28 (12 meses ago)

    Vitória bacana, tranquilidade para o restante do BR2017, sem passar sufoco.

    Eu critiquei a contratação do Richard, mas está “queimando” minha língua. Volante voluntarioso, dando a “alma” e respeito isto para caramba. Faz parte do futebol.

    Mas do mesmo modo que critico, reconheço o erro, simples, !!

    Agora tem um cara “raivoso”, que somente sabe destilar veneno e “agredir”, quem opina diferente. Relaxa zé ruela, vai beijar na boca, namorar, ou não gosta disto ??

    Ave FFC !!

  290. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 23:32 (12 meses ago)

    Concordo, Fabio!

  291. Gustavo
    18 de outubro de 2017 at 23:34 (12 meses ago)

    Kkkkk
    Ainda que discorde de algumas atitudes, ser abutre é muito fácil!

  292. Sergio Binda
    19 de outubro de 2017 at 0:09 (12 meses ago)

    É uma temeridade, mas … acho que o Henrique terá condições de jogo. O que me preocupa muito é a contusão do Sornoza.

    ST

  293. Sylvio Montenegro
    19 de outubro de 2017 at 0:57 (12 meses ago)

    Belíssima vitória, indiscutível, com autoridade. Primeiro tempo muito bom, principalmente depois do primeiro gol.

    No segundo, deixamos eles gostarem do jogo, ficaram muito com a bola e tivemos poucos contra-ataques para quem se propõe a jogar desta forma, mesmo assim não levamos sustos e Cava quase não trabalhou.

    Creio que essa mudança é fruto de um conjunto de fatores: cobrança por mudança de atitude, entrada de alguns jogadores e alteração do esquema tático.

    Gum voltou muito bem e querendo mostrar que tem valor. Muito bom ver a torcida gritando Guuummm quando ele cortava uma bola. Como a torcida do Leicester fazia com o Huth, na campanha do título.

    Richard muito bem também, com ele aumentou muito a pegada no meio campo. Está lutando pelo seu espaço. Faz o feijão com arroz, mas é disso que precisamos hoje. Veio como contrapeso, mas está sendo muito importante.

    Reginaldo seguro na zaga. Marlon parece que superou a fase de adaptação e começa a mostrar um bom futebol.

    Douglas, Sornoza e Scarpa melhorando a cada dia após os graves problemas físicos que tiveram.

    M. Junior, correndo, marcando e lutando como sempre. Com as limitações que todos conhecemos, mas importante para o time.

    Dourado tem sido um guerreiro, com a qualidade e tranquilidade características de um artilheiro matador.

    Parece que o Comitê Gestor do futebol e a Comissão Técnica conseguiram se entender e promever as ações necessárias para fazer o time voltar a jogar bola, com a intensidade e a disposição que o torcedor gosta de ver.

    Fico feliz, pois não podíamos continuar descendo a ladeira da forma acomodada como estávamos indo.

    Parabéns a todos, que continuemos assim até o final do ano. Quem sabe não teremos boas surpresas?

  294. Marcelo Teixeira
    19 de outubro de 2017 at 2:05 (12 meses ago)

    Não é vergonha. Nem vc e nem eu. É triste. Reflexo de um Estado falido e incapaz de dar segurança as pessoas de bem. Não quero ser duro e crítico com a diretoria. Sei que é F.. administrar, tomar decisoes, etc. Mas temos que começar a pensar nisso. Deixa torcida mista só pro campeonato carioca como uma tradição…não é mesmo?

    St

  295. Marcelo Teixeira
    19 de outubro de 2017 at 2:10 (12 meses ago)

    Li que até o Pedro Antônio passou pelo mesmo problema. Talvez fosse até uma boa desculpa pro Flu tomar a decisão sem tanto desconforto com o Flamengo.

    Obs: O Flu hj esta muito a frente na questao da venda de ingressos, organizaçao do espetaculo e tratamento ao torcedor. Mesmo em dificuldade financeira, damos um banho no Flamengo nesse aspecto. O site de vendas deles é um lixo. E a empresa contratada por eles pro dia dos jogos, é um lixo ainda maior.

    St

  296. Fabio DB
    19 de outubro de 2017 at 6:43 (12 meses ago)

    Sornoza dá liga ao time. Joga muito. Ainda vai crescer.
    ST

  297. Fabio DB
    19 de outubro de 2017 at 6:45 (12 meses ago)

    O elemento essencial é comportamental: alma, luta, dedicação..etc. Voltaram.

    Falta só o Robinho encaixar no ataque.

    ST

  298. Fabio DB
    19 de outubro de 2017 at 6:54 (12 meses ago)

    Alguns dos nossos “estatísticos” aqui sabe o percentual de pontos ganhos com o Sornoza entrando como titular? acho que mais de 60%.
    ST

  299. Sergio Binda
    19 de outubro de 2017 at 7:28 (12 meses ago)

    O cara joga muito. Na minha concepção de jogo o meio de campo sempre será soberano e passa por um volante bom marcador, um segundo volante que saia para o jogo e chegue na área com desenvoltura, um meia de ligação capaz de fechar os flancos e carregar a bola e o antigo meia esquerda que cria com a capacidade de finalizar. Este é o Sornoza que ainda tem a vantagem de ter um poder de marcação incomum para um jogador de sua posição. Joga muito!!! Foda que parece que teve distensão muscular!! Azar do kct!!

    ST

  300. Sylvio Montenegro
    19 de outubro de 2017 at 10:45 (12 meses ago)

    Não sei Sergio, gostaria muito de contar com a experiência, a garra e a liderança do Gum na Sula.

  301. Waldomiro J. Silva Filho
    19 de outubro de 2017 at 10:48 (12 meses ago)

    Mas não adianta comemorar.

    A imprensa já anuncia novamente as dívidas do Flu. O dinheiro da venda de Richarlison já acabou e os salários estão atrasados novamente. Para resolver, o Flu espera o adiantamento da venda de Wendel para o PSG (que parece ter sido sacramentada).

    Esse é o começo do fim: o time do tamanho do Fluminense pagar salários (de jogadores e pessoal de apoio) com a venda dos ativos? Isso é o mesmo que dizer que JÁ ESTAMOS FALIDOS. Só uma empresa completamente falida faz isso.

    Em que buraco nos metemos? Vamos vibrar por ficar em 10 ou 12o lugar no Campeonato e somos felizes? Essa diretoria está nos destruindo.

  302. Gustavo Ramos
    19 de outubro de 2017 at 11:41 (12 meses ago)

    Pois é Rodrigo. A hora de se fazer alguma coisa é agora.

  303. Fabio DB
    19 de outubro de 2017 at 13:23 (12 meses ago)

    Meu caro, falido é quando você não tem ativo para te gerar capital de giro antes dos devedores te executarem em massa e definitivamente.

    70% da população brasileira está até pior hoje. Tem algum tipo de dívida e grande parte, tem que negociar pois é impagável (mas não tem ativo para vender).

    Então, não é bem assim. E nenhum dos outros candidatos tinha a menor preocupação com dívidas, só com gastos e sonhos de verão, fora da realidade por sinal. Zero visão gerencial.

    Você não deve ter votado em ninguém. Tem direito de reclamar. Mas se votou em algum da oposição, francamente, seu comentário carece de consistência.
    ST

  304. Alexandre Said Delvaux
    19 de outubro de 2017 at 14:06 (12 meses ago)

    Eu joguei a toalha sobre o tema. O FLUMINENSE enfrenta dificuldades por causa de uma dívida acumulada ao longo de décadas, que soma mais de R$ 450.000.000,00. Depois de muitas décadas e com muita coragem dos gestores, foram feitos investimentos pesados que já proporcionaram retornos e oferecem boas perspectivas. O futuro está sendo forjado nas dificuldades, sem favorecimentos do Estado, sem a boa vontade da rede de tv e sem um patrocinador que se julga no direito de ser o dono.
    Longe da perfeição (onde está a perfeição?), o que está sendo feito merece uma análise coerente.

  305. Davi Carvalho
    19 de outubro de 2017 at 14:24 (12 meses ago)

    Ganhar é bom, em cima de paulista é melhor ainda.

  306. Aluisio Silva
    19 de outubro de 2017 at 17:18 (12 meses ago)

    Muito bom! Vamos queimar essa carniça podre!!

  307. Aluisio Silva
    19 de outubro de 2017 at 17:36 (12 meses ago)

    ótima comparaçao!

  308. Sergio Binda
    19 de outubro de 2017 at 19:36 (12 meses ago)

    Faz sentido…

    ST

  309. ALEXANDRE MAGNO BARRETO BERWAN
    19 de outubro de 2017 at 21:13 (12 meses ago)

    EU RESPONDI HÁ MAIS DE 11 HORAS O MEU PRÓPRIO E-MAIL PARA ANTECIPAR ESSA DÚVIDA, ANTES DE VOCÊ PERGUNTAR, MAS ESTOU SENDO CENSURADO POR AQUI!

  310. Gilberto Cabral
    19 de outubro de 2017 at 21:27 (12 meses ago)

    Concordo, o time já esta mais compactado, sem aquele vazio no meio

Deixe um Comentário