O Maracanã e os argumentos do Flu

Abad1Uma sensacional vitória por 3 x 0 no clássico contra o Vasco, o segundo massacre contra o mesmo adversário neste ano, nos colocou na final do campeonato carioca com todos os méritos. O ótimo desempenho ofensivo, a mão firme do comandante Abel Braga e uma equipe de jovens que honra a camisa durante os 90 minutos serão nossos maiores trunfos nos dois Fla x Flus que vão parar o Brasil, como nos velhos tempos.

Mas além da decisão que se aproxima dentro de campo, existe outra em curso e tão importante quanto fora dele: a questão do Maracanã. Neste fim de semana, o Presidente tricolor Pedro Abad se manifestou sobre o assunto em duas ótimas entrevistas, concedidas ao jornal O Globo e ao site GloboEsporte.com (clique nos links para conferir as entrevistas na íntegra). Reforçamos aqui as palavras do nosso Presidente, e destacamos os trechos mais importantes, que vinham passando despercebidos pela opinião pública:

“É muito mais interessante, para todas as partes, que a concessão se mantenha de pé. É a que menos traz riscos judiciais, é melhor financeiramente ao Estado e ao próprio futebol do Rio. Não é bom o Maracanã ficar tanto tempo parado por conta de nova licitação. Seria um tempo de indefinição muito grande que cairia na conta do próprio Estado, que arcaria com os custos. Dada a situação financeira, com falta de pagamento a funcionários, ter mais este gasto é um peso ao contribuinte.”

“Já há decisão do TCE determinando que qualquer valor que ela (Odebrecht) venha a receber pela venda (da concessão) está previamente arrestado. Então, ela não recebe nada. E também não deixa de ser responsabilizada por eventuais fraudes. Além disso, a transferência seria a uma empresa (Lagardère) que, no caso, foi a segunda colocada (no primeiro processo licitatório) e que foi prejudicada por essa eventual fraude. E ela não apresentou nada que a desabonasse no sentido de assumir.”

“Não vejo como empecilho (sobre a insegurança jurídica da concessão atual). Já existe um termo aditivo pronto para ser assinado pelo novo adquirente. Então basta o governo e o novo adquirente o assinarem que o equilíbrio financeiro estará automaticamente recomposto.”

“A gente tem que entender que o Maracanã é do povo. Ele não pode ser de um clube só. E as regras de utilização devem ser definidas pelo poder público. Não cabe ao Fluminense decidir como e por quanto Vasco, Botafogo ou Flamengo vão jogar. Da mesma forma que nenhum deles pode ter esse poder. Mas, naturalmente, o Fluminense vai buscar seus direitos caso a perda do contrato se dê por culpa do Estado ou da antiga concessionária.”

“Não é bem assim (sobre a indenização que o Flu pode pleitear na Justiça). O que acontece é que quem dá causa à extinção (do contrato) vira responsável. Se for por motivo de força maior, não há indenização. Mas, se for por fraude, quem deu causa a ela responde, sim, pela multa.”

“A gente tem visto nas redes sociais membros da diretoria do Flamengo, como o vice-administrativo, falando que ele deveria ter sozinho a gestão (do Maracanã). Inclusive tendo cogitado a mudança do nome, por mais que a gente saiba que ele é tombado. É extremamente preocupante. A gente espera que o Maracanã continue sendo de todos, sem depender do capricho de uma diretoria em ceder o estádio. Por isso defendemos que uma empresa tome conta, para não haver paixão clubística.”

“- A gente tem visto nas redes sociais o vice-presidente administrativo do Flamengo falar claramente que a gestão tem de ser 100% do Flamengo. Isso demonstra o quão individual é a posição do Flamengo. Eu discordo totalmente. Acho que o Maracanã é dos quatro grandes. Todo mundo tem de poder jogar. E não cabe a um clube determinar quais são as condições que um outro vai jogar. Nem o Fluminense, nem o Vasco, nem o Botafogo e nem o Flamengo.”

“O Maracanã foi construído com dinheiro público. Mais de R$ 1,5 bilhão. Não tem sentido que um clube sozinho tenha a gerência dele”

“É o natural (francesa Lagardere assumir). Tem uma empresa que está disposta a tocar o Maracanã de imediato e continuar a operação. O Flamengo sempre esteve do lado da GL/CSM, entendendo que era melhor. E quando essa empresa desistiu imediatamente, partiu para a ideia de nova licitação e comandar. Não é que o Flamengo prefira nova licitação. Ele prefere ficar sozinho com o Maracanã e isso, naturalmente, não concordo.”

“Vamos analisar juridicamente os motivos da eventual rescisão dessa concessão (caso venha a acontecer). E, certamente, alguém vai responder por isso. Não acredito que vá acontecer. O Fluminense vai lutar pelos seus direitos e vai incomodar bastante quem deu causa a essa rescisão.”

Não há mais nada a acrescentar, a não ser a convocação para que o torcedor carioca permaneça atento à questão do Maracanã como cidadão e contribuinte, e também para que os tricolores defendam os interesses do Fluminense em todos os fóruns que tiverem acesso, assim como fez o nosso mandatário nestas entrevistas esclarecedoras, que tem ótimos argumentos.

Não vão nos tirar o Maracanã “no grito”, com articulação de bastidores ou na pressão através de canais de mídia, transformando o Fluminense num mero inquilino.

Todos aos Fla x Flus! #SomosFluminense #VemProJogo

99 Comentários em O Maracanã e os argumentos do Flu

  1. Jefferson Alvares
    23 de abril de 2017 at 20:23 (2 anos ago)

    Prezados,

    Primeiramente, meus parabéns ao Abad e equipe pela bela e eficaz gestão de futebol, pois há muitos anos não via o Flu jogar bonito, e com tanta intensidade e variação tatica como agora!

    Como dizia o grnade Nelaon Rodrigues, que domingo, os vivos saiam de suas casas, os doentes de suas camas e os mortos de suas tumbas. Precisamos lotar o Maraca e mostrar a força de nossa torcida, apoiando e cantando durante os 90 minutos!

    Quanto ao Maraca, excelente a entrevista do Abad, no qual da visbilidade as nossas posições, bem como alerta o contribuinte carioca, pelo absurdo que desejam fazer com um patrimônio do povo.

    Aliás, é reamente engraçado, curiosa e no mínimo suspeita esta postura do Fla, já que até poucos dias atrás, eles defendiam a venda da concessão do Maraca, desde que fosse para o seu parceiro!

    Parabéns presidente Abad, o Maracanã é da população carioca e não de um único clube!

    ‪ ST

  2. Mauro Carvalho - SP
    23 de abril de 2017 at 20:38 (2 anos ago)

    Um off:

    O jogo de hoje entre Fla e Bota mostrou futebol inferior ao nosso.
    Se botarmos pegada e acertarmos o último passe vamos ganhar os mulambos nas 2 partidas

  3. Vinicius Katsilis
    23 de abril de 2017 at 21:17 (2 anos ago)

    Post importantíssimo! De apelo igual a uma final de fla X FLU. Parabéns ao Abad pela forma que abordou o tema, defendendo a posição de nosso clube e demonstrando que essa é a melhor opção para o estado do RJ.

  4. Eduardo Gorges
    23 de abril de 2017 at 22:54 (2 anos ago)

    Para este domingo, que metade dos ingressos seja vendido por cada clube. Nossa torcida enche a Sul e pouco vai na Leste.

  5. Eduardo Gorges
    23 de abril de 2017 at 22:55 (2 anos ago)

    Parabéns Abad pela consciência elevada. Maracanã só viabiliza com os 4 grandes.

  6. Sergio Binda
    23 de abril de 2017 at 23:45 (2 anos ago)

    Chega de doar patrimônio publico para terceiros, haja visto o Engenhao e o Botafogo. Outra coisa … a Odebrecht ganhou a concessão na base da sacanagem e agora simplesmente devolve, cancela – se tudo e estamos conversados???!!!! Só que não!!!!

    ST

  7. Ricardo Ferreira
    23 de abril de 2017 at 23:58 (2 anos ago)

    Lutar o bom combate.

    Avante Fluzão!

  8. Rodrigo Baroni
    24 de abril de 2017 at 1:14 (2 anos ago)

    O FRamengo certamente já esta fechado com a GL/CSM. Se uniram para entrarem juntos como interessados em assumir o estádio, mas em nova licitação.

    Desistiram da manutenção do contrato anterior, pois em possível novo edital eles poderão mexer pauszinhos para que, por exemplo, conste no edital que vencedores possam ter direito de mudar o nome do estádio, e q possam ter naming rights, e possam pintar o Maracanã de vermelho e preto, e ter placas, e ter ganhos de marketing, sub-locar, etc etc.

    Eles não vão gastar um centavo lá. Querem manter os mesmos moldes atuais de empresa terceirizada + clube. Uma empresa (CSM, ou outra) vai administrar e manter o estádio, mas o Fla seria tipo um testa de ferro. Dirão por aí : ” o Maraca é do Fla”, mas a relação contratual será como já é hoje entre clubes e o Atual concessionário Odebrecht .

    E não duvido que o modelo que eles mulambos perseguem seja o mesmo que o Flu contratou originalmente com a Odebrecht, ou seja, com direitos de renda de 40 mil lugares sendo do clube (norte e sul), e o resto (Leste e Oeste) ficaria com a empresa.

    Cabe a nós fazermos muito barulho contra este movimento mulambo.

    Mas acho que, assim como há forte onda pró mulambos, haverá forte movimento contrário ao Framaraca. Maracanã é templo, é patrimônio até mesmo da pátria, não é um Engenhão da vida.

    Parabéns ABAD.

    Que horas abre o opt in para a final!???? Domingo nosso lugar é no Maracanã.

  9. Ricardo Ferreira
    24 de abril de 2017 at 8:09 (2 anos ago)

    O Fluminense precisa buscar aliados para enfrentar esse lobby.

    BFR e CRVG devem entender que será uma capitulação geral, caso este templo do futebol mundial fique sob o domínio de apenas um clube.

    O Maracanã é de todos nós.

  10. Ricardo Ferreira
    24 de abril de 2017 at 8:42 (2 anos ago)

    Observem bem o esforço patético, desesperado dos bacalhaus, tentado evitar o desfecho fatal deste lance memorável.

    Um episódio que deve figurar entre os maiores protagonizados no nosso Maraca.

    Parabéns atletas!

    Parabéns Fluminense!!

  11. Danilo Soares Félix
    24 de abril de 2017 at 8:55 (2 anos ago)

    Maracanã nas mãos de apenas um clube é injusto. Nenhum clube deve ter o poder de determinar as condições comerciais de jogo aos outros. O Maracanã é do RJ, foi construído e reformado com o dinheiro de todos os contribuintes.

    Opinião pública está sendo manipulada por um esforço de mídia e pressões políticas que visam entregar a gestão do Maracanã a apenas um clube.

    Por exemplo, se a Odebrecht vender a concessão a uma terceira, ela não lucra nada. Já existe decisão do TCE determinando o arresto de tudo que for arrecadado na operação. Por que esta info nunca apareceu na mídia?

    Parabéns Abad pelas entrevistas esclarecedoras, mas essa batalha não é só da diretoria. Nosso torcedor tem que jogar junto, fazer barulho nas redes como os torcedores deles estão fazendo.

  12. Fernando Ventura Jr.
    24 de abril de 2017 at 11:03 (2 anos ago)

    Responder de forma firme o nosso presidente. Ainda deixou nas entrelinhas uma ameaça velada a quem for o responsável pela quebra de contrato. Acho estranho que o Botafogo possa vetar o Engenhão e que partidas festivas de final de ano aconteceram no Maracanã ano passado, mas não pudemos jogar.

  13. Fernando Ventura Jr.
    24 de abril de 2017 at 11:05 (2 anos ago)

    Gostei também que ele tocou em um ponto sensível do carioca, o bolso. Uma nova licitação representaria o Estado assumir um Maracanã fechado, e estando em sérias dificuldades financeiras teria de repassar aos cariocas esse custo.

  14. Fernando Ventura Jr.
    24 de abril de 2017 at 11:10 (2 anos ago)

    E agora vamos jogar em pé de igualdade. Nós sem Scarpa, como nos dois jogos anteriores, e eles sem o Diego. Dois jogos para fazermos caixa com as bilheterias e premiação e ganhar o primeiro título do ano.

  15. PEDRÃO
    24 de abril de 2017 at 14:28 (2 anos ago)

    Semana de final e a mídia como sempre já começa seu trabalho pró carniça . Hora de blindar o time e evitar declarações que alimentem a estima dos fora da lei . Semana boa de preparação e foco total na vitoria . Em tempo , acho que a diretoria deveria promover ações que estimulem a torcida a comparecer em grande número nas finais pois do lado de lá a mídia já faz esse papel . ST à todos !

  16. Alexandre Magno Barreto Berwan
    24 de abril de 2017 at 20:24 (2 anos ago)

    Obrigado, presidente Abad!

  17. Mauro Carvalho - SP
    24 de abril de 2017 at 20:29 (2 anos ago)

    PARA QUE NINGUÉM ESQUEÇA ( RETIRADO DO FLU DA DEPRESSÃO):

    Wendel recebe a bola no meio, cai pra direita. Lucas dispara furiosamente pelo centro. Wendel descola um passe que flutua por cima do marcador, que tenta, mas não consegue impedir a chegada da bola ao Lucas, que já chegou na área. Rodrigo vem feito um cavalo, como de costume, e Lucas dá um toque pra cima, Rodrigo vai embora. Lucas domina graciosamente, invade a área e rola pra dentro. Wellington aparece sabe-se lá de onde e dá um toque de letra, sim, de letra, por debaixo das pernas de Martin Silva.

  18. Alexandre Magno Barreto Berwan
    24 de abril de 2017 at 20:36 (2 anos ago)

    O Flamengo, os flamenguistas, a Rede Globo flamenguista, toda a frapress (salvo meia dúzia) e a FERJ, flamenguista desde 1986 (embora a recente ruptura), nunca entenderam que o que fez o futebol carioca grande (MUITO maior no passado) era a mentalidade tricolor (BEM DIFERENTE DA DELES) que estimulou a criação de outros clubes, das ligas do bem, do Campeonato Carioca, da Seleção Brasileira, dos Jogos Olímpicos Latino Americanos, de desenvolvimento de tantos outros esportes, ATÉ PORQUE O QUE NOS FAZIA TODOS ENORMES ERA A GRANDE CONCORRÊNCIA, BEM DIFERENTE DESTA IDEIA DE URUBU DE DESTRUIR OU APEQUENAR OS OUTROS CLUBES, PARA REINAR SOZINHO, DE ACABAR COM O FUTEBOL PARA PODER VOLTAR PARA O REMO…

    O FLA-FLU ERA ISSO (E NÃO APENAS UM SOZINHO):

    http://www.rsssfbrasil.com/miscellaneous/attflaflu.htm

    https://uploads.disquscdn.com/images/35cd4b263474134ff0c80af05405554e2b54dd701e97fe61e66d98b33dd8cccd.jpg

  19. Mauro Carvalho - SP
    24 de abril de 2017 at 21:16 (2 anos ago)

    Sábias palavras, Alexandre.
    Pena que estão acima da capacidade mediana do brasileiro entender.
    Abraço.

  20. Paulo Cavalheiro
    24 de abril de 2017 at 22:15 (2 anos ago)

    Laranjeiras: Fluzão encara o Avaí na quarta-feira pela Copa do Brasil Sub-20

    A molecada de CTVL conta com o apoio da torcida

    Depois de garantir vaga na final da Taça Guanabara, o Fluminense Sub-20 tem mais um desafio no meio da semana. O time enfrenta o Avaí pela Copa do Brasil Sub-20 no estádio das Laranjeiras, na quarta-feira, dia 26 de abril, às 15h

  21. Paulo Cavalheiro
    24 de abril de 2017 at 22:22 (2 anos ago)

    Estádio Giulite Coutinho com laudos vencidos é de “indignar” !!!!!

  22. Alexandre Said Delvaux
    24 de abril de 2017 at 23:11 (2 anos ago)

    Muita gente falou isto por aqui. Agora, na falta de ter o que reclamar, no momento da decisão, alguns desses estão criticando até o que não conhecem para criar algum tipo de problema, cizânia. Não basta a imprensa “pró-carniça”? Existe também o fogo “amigo” (da onça).

  23. Alexandre Said Delvaux
    24 de abril de 2017 at 23:12 (2 anos ago)

    Teve até dirigente do crf fazendo chacota com o público de FLUMINENSE e Goiás. O babaca ficou calado com o público de domingo, no Maracanã. Falar o quê? Quando eles jogam no estádio, gastam pouco, quebram o que pode e o que não pode e ainda não têm fôlego para encher. Ficam com esta conversa para boi dormir, repetindo que eles são o “trem pagador”. Quando a outra parte não tem senso crítico e não consegue ler até a segunda linha, acredita na balela. Não são essa brastemp, não conseguem manter o Maracanã e precisam do FLUMINENSE (assim como o FLUMINENSE precisa deles neste caso). Então ficam lançando essas idiotices…. Aliás, tenho informação que eles estão inconformados com a mudança na distribuição das cotas, mas tiveram que aceitar, pois sabem que não estão com essa bola toda.

  24. Eduardo
    24 de abril de 2017 at 23:44 (2 anos ago)

    Urge um estádio próprio. Pq não Laranjeiras pra 12mil? E o Estádio da Barra?

    Parabéns ao Abad pelo posicionamento assertivo ! Inclusive sobre o Maracanã!

  25. Claudio Souza
    25 de abril de 2017 at 0:08 (2 anos ago)

    Não é tão difícil de explicar. Na década de 90 tivemos, em regra, administrações catastróficas. Presidentes que, ou não gostavam de futebol ou eram incompetentes e até as duas coisas ao mesmo tempo. Fomos ao encontro de Hades na série C e fomos resgatados por tricolores ilustres e pela UNIMED. O problema é que a patrocinadora montava um time diferente a cada início de temporada e entrávamos sempre no estadual sem conjunto. Acho que muito das cacetadas que levamos em clássicos e a pouca presença em finais do Carioca se explicam por aí.

    Finalmente agora temos uma administração que entende a importância dos clássicos regionais.

    ST

  26. Claudio Souza
    25 de abril de 2017 at 0:16 (2 anos ago)

    Se não conseguirem saldar as dívidas até o final do ano que vem e ainda por cima não ganharem título algum, essa administração pseudo-empresarial vai entregar de mão beijada o poder aos ladrões já conhecidos das oposições. Vão levar o clube outra vez à bancarrota, só que, se isso acontecer, dificilmente terão outra ajuda tão generosa da Globo pra se reerguer.

    O outro queridinho meteu os pés pelas mãos e não haverá cota de TV pra dar conta da dívida de 2 bilhões com o estádio (mal) construído às custas do nosso dinheiro. Quero mais que desapareçam do mapa.

    ST

  27. Claudio Souza
    25 de abril de 2017 at 0:20 (2 anos ago)

    A mídia lambe-saco da Carniça já começou a campanha de favoritismo ao título. É assim que nós gostamos. Desde 83 vejo esse filme e o final costuma ser sempre o mesmo.

    ST

  28. Alexandre Magno Barreto Berwan
    25 de abril de 2017 at 7:15 (2 anos ago)

    A Rede Globo deve ser a única emissora do mundo (salvo o caso especial da Televisa-América-MÉX) que ataca sistematicamente há décadas os seus produtos e parceiros, desvalorizando-os para “beneficiar” um clube, na verdade o prejudicando, pelo que exponho acima e aqui. Em vez de imitarem a Televisa, deveria aprender com os grandes grupos de telecomunicação ingleses.

  29. Danilo Soares Félix
    25 de abril de 2017 at 11:22 (2 anos ago)

    O problema principal do Brasil é sempre o casuísmo, o populismo em favor dos favorecidos de sempre. Esta solução abaixo seria similar à Odebrecht passar o Maracanã para a Lagardere, por decisão do Governo do RJ. Por que não, Governador Luiz Fernando Pezão?

    Governo confirma venda da fatia da Odebrecht no Galeão para fundo chinês

    Para Moreira Franco, solução foi favorável tanto financeiramente quanto operacionalmente

    http://oglobo.globo.com/economia/governo-confirma-venda-da-fatia-da-odebrecht-no-galeao-para-fundo-chines-21250591

  30. Danilo Soares Félix
    25 de abril de 2017 at 11:24 (2 anos ago)

    Errado. Lagardere respeitaria nosso contrato.

  31. Alexandre Said Delvaux
    25 de abril de 2017 at 13:53 (2 anos ago)

    Ocorre que a Rede Globo quando se vê apertada recorre à viúva. O dinheiro chega em troca de favores, que podem ser elogios, omissão, votos, ataques aos opositores etc. Isto explica o entusiasmo com o populares. Não é que a globo seja flamenguista ou corinthiana, mas a ela interessa o pão e circo, por isto ela se empenha tanto em inflar o ego da patuléia. Os populares não são tão bons como muitos acham, tampouco representam um mercado forte, mas produzem votos. Num país em que votos são trocados por dinheiro, políticas públicas por petrolão e propinas. Neste Brasil em que o controle social é aparelhado e ministros, presidente, ex- presidentes, ministros, senadores, deputados etc estão na lista de corruptos e se julgam moralmente aptos a reformar o país, tudo é possível.

  32. Fernando Ventura Jr.
    25 de abril de 2017 at 16:09 (2 anos ago)

    A Globo deve estar pressionando o governador. Ela conta com o Maracanã para o seu queridinho e não quer ter que desembolsar para abrir o Maracanã.

  33. Sylvio Montenegro
    25 de abril de 2017 at 19:34 (2 anos ago)

    Antológico.

  34. Cesar Castello Branco Martins
    25 de abril de 2017 at 21:10 (2 anos ago)

    Flu tá certíssimo! Tem q brigar pelos seus direitos quanto ao Maraca! Abad foi mt bem!
    Tomara q isso não se alongue e não atrase o planejamento do Flu para essa questão do nosso estádio.

    Quando até nossos adversários dizem q é bom ver o Flu jogar, é pq a fase é boa demais! Abad mt bem de novo!!

    ST

  35. Valmir Carvalho da Silva
    25 de abril de 2017 at 22:36 (2 anos ago)

    Fluzão, pois tem menos números de cartões vermelhos, como também amarelos.

  36. Pablo Seddon Markwald
    25 de abril de 2017 at 23:03 (2 anos ago)

    A FERJ repassa aos clubes um alto valor da Globo e afiliadas (SportV e PPV) aos clubes. O camepo ato carioca é o campeonato regional transmitido para o maior número de Estados no Brasil. Além disso há as premiações. As duas finais devem render uma renda significativa também. Mas certamente são os direitos de transmissão que andam segurando as pontas junto com a receita advinda da associação

  37. Rogério Barbieri
    25 de abril de 2017 at 23:18 (2 anos ago)

    Luiz Fernando Pezão não é um político acima de qualquer suspeita. Muito pelo contrário. Isso explica a sua decisão.

    Se ele aponta para um lado, acredito que a melhor seja o lado oposto.

  38. Rogério Barbieri
    25 de abril de 2017 at 23:24 (2 anos ago)

    Não existe queridinho.

    Temos que acabar com essa relação.

    A relação da Globo com o Flamengo é muito mais do que paixão.

    O Flamengo é uma parte do negócio da Globo.

    O desenho foi escancarado em 1977. Ninguém acreditou. 40 anos depois, virou o que vemos hoje.

    Em 2013, a Globo voltou a intervir fortemente para reestabelecer o posicionamento do Flamengo no cenário nacional e, dessa vez, mundial.

    A Globo está preparando o Flamengo para estar inserido no grupo dos melhores clubes do mundo. Por isso, esse enorme aporte de capital desde 2013.

    A única coincidência que os 2 marcos aconteceram exatamente no momento em que o Fluminense encontrou o seu ápice (1976 e 2012). Ou seja, para atender aos interesses da Rede Globo, por duas vezes fomos empurrados para baixo pela emissora, para fazer o Flamengo crescer.

  39. Fabio DB
    26 de abril de 2017 at 6:36 (2 anos ago)

    Ainda sobre Flu x Vasco. Foi uma das cinco melhores atuações em clássicos que vi nas últimos décadas. Sem dúvida.

    Em alguns momentos eu vi o brilhantismo e a superioridade avassaladora da máquina. Nem o time de 83-85 não fazia atuações esteticamente tão belas como essa. Foram 80 minutos de domínio total. Jogadas lindas e quase todo o time fantástico.

    Na epoca da máquina que me lembro dessas surras-show em clássicos… acho que fui num 3×0 e num 4×1 contra o Vasco, e outros vários, embora a final de 76 tenha sido jogo duro com Doval marcando de cabeça aos 14 do segundo tempo da prorrogação contra eles. Loucura total no maraca.

    Pois bem. Fiquei dois dias comemorando.

    Até porque esse time é 110% tricolor. Não é time de marketing, de empresário e nem para autopromoção pessoal de ninguém.

    É genuíno. Depois de décadas, para um tricolor “de raiz” como eu, ver tudo isso é como voltar num passado distante e feliz. Foi e tem sido um presente.

    Eu não sei se seremos campeões ou o que vai acontecer esse anos.

    Mas a mensagem do que estamos vendo é clara: é possível reerguer o FFC. E disputar tudo em alto nível e contra qualquer um.

    Sempre falei: bastam HOMENS de VALOR e vontade tomando as rédeas com mão de FERRO, sinceridade e compreensão do que é esse clube.

    Então a alma genuína tricolor está de volta dentro e fora do campo. Cada dia mais. Esses meses temos visto isso.

    O trabalho continua….. mantendo-se assim, com muita seriedade, seremos recompensados.

    ST

  40. Léo Jr.
    26 de abril de 2017 at 8:08 (2 anos ago)

    Onde assino?

  41. Paulo Ypyranga
    26 de abril de 2017 at 8:22 (2 anos ago)

    Aproveitando o gancho da partida.

    O gol do Richarlisson de alguma forma me lembrou o gol do Romerito que nos deu o Brasileiro de 84 sobre o mesmo Vasco. Bola levantada, finalização, rebote e caixa.

    ST

  42. Sérgio Leal
    26 de abril de 2017 at 8:25 (2 anos ago)

    Sócio futebol dando direito a streaming e transmissões 100% tricolores? Será? Pode ser uma… Aí veríamos a verdadeira audiência fazer diferença…

  43. Sérgio Leal
    26 de abril de 2017 at 8:30 (2 anos ago)

    Será q não conseguiríamos nesse momento conturbado do Governo do Rio, propor a aprovação por parte do poder público pra utilização das Laranjeiras? Reforço estrutural é caro, mas duvido que chegue a metade dos custos do CT… Já com o poder público é politicagem pura, será que não poderíamos colocar isso na mesa qdo da discussão da “nova” licitacao pelo Maracanã?

  44. Rodrigo
    26 de abril de 2017 at 8:30 (2 anos ago)

    A última vez que havíamos vencido o Vasco em dois jogos seguidos por 3 gols de diferença havia sido em 75.

  45. Fabio DB
    26 de abril de 2017 at 10:45 (2 anos ago)

    Minha memória está boa ..rsrsr! …e num daqueles jogos ainda era time misto se não me engano..ST

  46. Fabio DB
    26 de abril de 2017 at 10:52 (2 anos ago)

    Mas não podemos esquecer que o cara a frente dessa nova era “Flusócio” chama-se Peter Siemsen.

    Os erros dele não superam o reposicionamento do FFC como um clube independente, com um mínimo de autoestima, organização e estrutura moderna.

    A atuação do Peter foi fundamental.

    ST

  47. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 12:32 (2 anos ago)

    O Fluminense deve ter a seguinte escalação contra o Brasil de Pelotas: Diego Cavalieri (Julio César), Renato, Reginaldo, Nogueira e Marquinhos Calazans; Luiz Fernando, Marquinho e Danielzinho; Marcos Júnior, Lucas Fernandes e Henrique Dourado.
    (fonte: explosão tricolor)

    Antes eu reputava o torneio da Liga como prioridade do primeiro semestre e que deveríamos entrar com força máxima, mas infelizmente está desacreditada e acho correto entrar com um time misto e coloca para jogar jogadores que não tiveram muitas chances de jogar de início. Vamos ver se o Danielzinho desencanta. Será que o Robert já pode ser relacionado?

  48. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 12:44 (2 anos ago)

    E como o time de 80 se encaixou com apenas dois jogadores de fora: Orejuela e Sonorza. Claro, temos o Lucas que também veio, mas se encaixou depois porque começamos com Renato na direita. Richarlison e Wellington tiveram altos em baixos ano passado.

  49. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 13:03 (2 anos ago)

    Tem que preparar uma ação contra a Oderbrecht porque contra o estado nunca termina. Tinha que pedir ajuda do Francisco Dorneles, que é tricolor, e foi o substituto eventual do Pezão.

  50. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 13:06 (2 anos ago)

    Pensei que o Horta que havia proposto mudar a sede para a Barra e o conselho deliberativo que havia vetado.

    O Horta também pisou na bola ao ir para os mulambos. Foi um dos cabeças do triunvirato que assumiu o clube em 99 para resgatá-lo, mas terminou saindo junto com outro participante, ficando só o Fischel.

  51. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 13:08 (2 anos ago)

    A gente só tem que ter cuidado porque manter o Maracanã é muito caro. Se púder acertar com um empresa para assumi-lo como foi o caso do Palmeiras, tudo bem. O ideal seria permanecer essa atual, porque só nós temos contrato com eles.

  52. Paulo Cavalheiro
    26 de abril de 2017 at 13:17 (2 anos ago)

    Respeito, mas não concordo.

    Peter nunca mais, o deficit/prejuízo deixado de herança é um absurdo.

    Somente analisar que vai ter que se explicar, pois evidentemente ocorreram erros crassos de gestão financeira.

  53. Claudio Rodrigues
    26 de abril de 2017 at 14:06 (2 anos ago)

    http://www.netflu.com.br/lateral-esquerdo-da-base-do-fluminense-entra-na-mira-de-clubes-europeus/

    O Horta não pagou os impostos no fim dos anos 70 e perdemos o terreno do Via Parque. Tentou até correr atrás no fim, mas, quando se tocou, já era tarde.

    Nos anos 50/60 o Conselho do Fluminense vetou a aquisição de um terreno com 800m de frente pro mar na praia da Barra, pois “só tinha areia lá”…

    O Conselho do Fluminense também não aprovou a fusão do Fluminense com o Yatch Club da Urca, eles tem até hoje um escudo do Fluminense no hall de entrada.

    Saudações Tricolores!

  54. Fábio Roberto de Araujo
    26 de abril de 2017 at 14:08 (2 anos ago)

    Na expectativa pelo jogo de hoje, mas ansioso demais pelos jogos finais do Campeonato Carioca! Há quanto tempo não vemos uma equipe, que pouco prometia no início da competição, atuando de forma tão convincente como a nossa! Guardadas as devidas proporções, faz lembrar a equipe que surgia no ano de 1983. O trabalho era de renovação, assim como atualmente. Ver a presença de nossa torcida no velho Maraca fazendo festa, era um show à parte! Só para recordar, segue link, com a festa tricolor na primeira conquista daquele maravilhoso time!! Que o time atual consiga obter o mesmo êxito daquela equipe!! ST

    https://youtu.be/6KsJB_07lX0

  55. José Carlos Nascimento
    26 de abril de 2017 at 14:42 (2 anos ago)

    Sabem dizer se esse prejuízo foi dividido com o Vasco?

  56. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 15:22 (2 anos ago)

    Vem sendo noticiadas as premiações por conquista(taça guanabara) e avanço para as próximas fases(carioca, copa do brasil). Vamos ver se a sulamericana e a liga também tenham retorno em premiações também.

    Tem que usar patrocínios pontuais conforme o time avança. Imagina a visibilidade para os dois jogos finais do carioca. Não podemos entrar com uniformes “Seja sócio”, mas com uniformes fazendo propagandas de empresas que buscam viabilidade e não estejam enfrentando dificuldades financeiras. Por exemplo, os bancos, empresas de informática etc.

  57. Rodrigo Baroni
    26 de abril de 2017 at 15:39 (2 anos ago)

    Verdade Fernando.
    E certamente o Fla já está amparado em algo que ainda não sabemos. Já até devem possuir empresa parceira engatilhada. Inclusive, talvez a tal CL/CSM, que havia fechado com eles faz uns 3 meses, e que dizem que desistiu do negócio. Duvido que o Fla vá gastar 1 centavo em manutenção do Maracanã na projeto deles…

  58. Fábio Pitman
    26 de abril de 2017 at 17:07 (2 anos ago)

    2:41, que saudade!

  59. Marcos Rodrigues
    26 de abril de 2017 at 17:10 (2 anos ago)

    Deveria já entrar jogando!!!! Aproveitar esses jogos para isso. Inclusive não sei por que não dão chances ao Mathues Nortom que só perde para o Orejuella na cabeça de área. Até como armador deve ir bem também. E o excelente meia esquerda Paulinho é outro que merece muito uma chance!!!! E o Marquinhos continua como jogador de confiança do Abel. Só o Abel vê futebol nele. Vai entender…….Muito estranho isso!!!!!

  60. Sylvio Montenegro
    26 de abril de 2017 at 17:25 (2 anos ago)

    Obrigado pela postagem do vídeo Fábio! Que ótima recordação, eu estava lá!

    Assim como você, vejo muita semelhança na formação dos dois times. Hoje, talvez, tenhamos mais garotos dos juniores. Se, como naqueles anos de ouro, mantivermos essa base e trouxermos um ou dois reforços pontuais, como foi o Romerito na época, temos tudo para fazer história.

    Sou daqueles que têm a visão de que um time vencedor gera tanta, ou mais, receita quanto a venda de um atleta (crescimento da receita de bilheteria, atração de novos e melhores patrocinadores, aumento da venda de produtos do clube, aumento do número de sócios, premiações por títulos etc) . Com o adicional de engrandecer o clube e aumentar a torcida, que interfere positivamente no médio e longo prazo.

    Espero que caminhemos nessa direção e só vendamos atletas depois do propalado retorno técnico, que também é financeiro, por óbvio.

    Que imagem aquela do Assis e Washington! De mãos dadas sendo substituídos ao final da partida, para consagração junto à torcida.

    Outra coisa que me chamou atenção no vídeo foram os rostos dos torcedores. Rostos que foram excluídos do “novo” Maracanã. A última vez que vi esses rostos foi no Fluminense x Vitória, pela 3ª rodada do campeonato brasileiro de 2014, com 44.975 pagantes. Setor sul/norte a R$ 10,00 e Leste a R$ 30,00. Talvez nosso melhor público no Maracanã nos últimos quatro anos, desconsiderando os clássicos locais

    É urgente a re-popularização do futebol. Este modelo de futebol para classe média/alta não pode persistir. Infelizmente, com a desfiguração do Maracanã, acabaram com os setores populares. Que se pratiquem preços populares então nos setores sul e norte, ou em parte desses setores. É só colocar a cabeça para funcionar.

    Espero que na concepção de nosso estádio próprio isso seja levado em conta. Que tenhamos lugares a preços populares, lugares onde a torcida possa assistir às partidas em pé, pulando e cantando, e lugares para aqueles que preferem assistir sentados e mais confortáveis. Mas, partindo sempre do princípio que os setores populares tem que ser maioria, pois o futebol é um esporte popular. É o povo, quando pode pagar, que enche os estádios. A elite só vai em peso nas grandes decisões.

    Por fim, eles já devem estar tremendo, é o ai Jesus!

  61. Sylvio Montenegro
    26 de abril de 2017 at 17:26 (2 anos ago)

    Acho que nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Vocês dois têm razões nos argumentos. Sem dúvida o período Peter foi fundamental, mas também cometeu grandes erros.

  62. Sylvio Montenegro
    26 de abril de 2017 at 17:30 (2 anos ago)

    Isso mesmo, eu era moleque, mas me lembro que ouvindo o rádio, um jogador do Vasco falou que com o time misto do Flu a história ia ser diferente e blá-blá-blá… levaram outra goleada!!! Freguezaços, sempre foram, e voltarão a ser.

  63. Sylvio Montenegro
    26 de abril de 2017 at 17:36 (2 anos ago)

    Osvaldo chegou a acordo com o Sport? Opa! Mais uma ótima notícia!

  64. Flu Capixaba
    26 de abril de 2017 at 17:40 (2 anos ago)

    Cláudio
    Depois de 3 anos de desatinos, bastou que entrou fazer o simples e óbvio para as coisas começarem a andar.
    Isso dá a medida de como a coisa tava.
    Fico até com medo de falar, mas tá bonito demais nosso Flu!

  65. Fabio DB
    26 de abril de 2017 at 19:07 (2 anos ago)

    Com o salário dele vc contrata com estudo cuidadoso e sem empresário junto é claro um centro avante CRAQUE e moderno na América Latina.

    Ou simplesmente faz ajustes se houver salarios injustos no time …. ou não faz nada..reduz a dívida e apoia.

    Ohh notícia boa!!! Faltam gum Cavalieri, Marquinhos… etc… pessoas maravilhosas mas que ganham salários INJUSTOS para com o Fluminense. Mamam nas tetas.

    ST

  66. Jorge Eduardo
    26 de abril de 2017 at 20:30 (2 anos ago)

    inadmissível perder esse jogo de hoje… espero que voltem ligados e ganhem o jogo.

  67. Alexandre Magno Barreto Berwan
    26 de abril de 2017 at 21:03 (2 anos ago)

    SEJA SÓCIO E/OU CONVIDE OS AMIGOS E PARENTES!

    Histórico Fut Melhor‏ @HistFutMelhor 1 minHá 1 minuto
    Mais
    Ranking ST semana 17

    1. COR 1349
    2. BOT 264
    3. CRU 156
    4. BAH 109
    5. FLU 108
    6. CAM 107
    7. SPO 39
    8. FEA 32

  68. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 21:31 (2 anos ago)

    Que contratar o que? É menos um gasto. Já temos Dourado, Pedro e quem sabe o Michael entre em forma. Por isso que sempre estamos com o pires na mão. Qualquer dinheirinho que entra ou deixa de sair já pensam em gastar!

  69. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 21:32 (2 anos ago)

    Passamos para a próxima fase da Liga!!! :-)

  70. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 22:02 (2 anos ago)

    De pensar que o nosso técnico, Cláudio Garcia, que armou esse time, se deixou seduzir pelo império do mal e depois desapareceu do futebol. Ele havia sido um dos heróis do título em 69.

    PS: Acho que esses tempos não voltam mais, digo o de torcedores em pé. Lembrem também que havia muito trombadinha no meio da geral. O Maracanã é mais confortável hoje. Infelizmente não há mais a liberdade de se deslocar entre as diversas áreas do estádio. Eu lembro que gostava de trocar de lado do primeiro para o segundo tempo.

  71. Fernando Ventura Jr.
    26 de abril de 2017 at 22:03 (2 anos ago)

    O cara deve falar muito na preleção e ser uma liderança positiva.

  72. Claudio Souza
    26 de abril de 2017 at 22:05 (2 anos ago)

    Uma das maiores contratações da temporada !

    ST

  73. Ricardo Ferreira
    26 de abril de 2017 at 22:35 (2 anos ago)

    Triste ver o Fluminense representado pela maioria dos
    jogadores que entraram em campo hoje.

    Passamos, claro.

    Mas estivemos à beira de um vexame diante desse fraco time
    do sul.

    Uma quantidade de erros absurda.
    Muita ruindade.

    É dose para elefante ver os cascudos HD, Marquinho, Pierre (
    entrou e imediatamente deu um dos seus carrinhos violentos,
    aloprados ) e MJ maltratando a bola.

    Aliás o MJ é o jogador “quase”. Quase faz gol, quase acerta
    passe, quase…arrebenta meu saco. Irritante.

    Temos que continuar batalhando para elevar o nível dos
    nossos reservas.

    O Osvaldo já foi. Duas casas à frente…

  74. Fabio DB
    27 de abril de 2017 at 0:20 (2 anos ago)

    Derrota do Flamengo vai aumentar muito pressão em cima deles por vitória no fla x Flu. Vão correr dobrado.

    ST

  75. Sergio Binda
    27 de abril de 2017 at 1:02 (2 anos ago)

    Conseguimos a classificação com o time reserva. Blz e é importante dizer que nenhum time reserva é igual ao titular, se não … não seria reserva. Nem na máquina de 75/76 tínhamos 11 suplentes no nível dos titulares. Tínhamos inclusive algumas barangas como Adalberto e Fernando que eram suplentes da zaga.

    Vamos com toda a atenção para o Fla Flu, pois os caras não vão querer perder duas seguidas.

    ST

  76. Sylvio Montenegro
    27 de abril de 2017 at 1:30 (2 anos ago)

    Não precisou nem ganhar um título, time jogando bem e torcida se associando.

  77. Sylvio Montenegro
    27 de abril de 2017 at 1:43 (2 anos ago)

    Eu também gostava. Esta lógica comercial tacanha de compartimentar o estádio é uma bosta. Preferia o Maraca público e democrático, onde o torcedor não ficava confinado em setores. Quem fica confinado em curral é gado.

    Lá no Westfalenstadion, do Borussia Dortmund, tem o setor da muralha amarela, onde os torcedores vêem o jogo de pé.

    “A torcida do Borussia fica numa parte do estádio que parece uma parede, de tão grande. É como o tobogã do Pacaembu, só que muito, muito maior. Cabem 25 mil pessoas. É emocionante. Para mim, é o melhor estádio da Alemanha. Só aquela parte do estádio é maior do que muitos estádios inteiros” diz Cacau.

    Nosso futuro estádio tem que ser popular, a maioria dos lugares tem que ser populares, como eram a geral e a arquibancada no Maracanã. Reserva uma parte menor para cadeiras e camarotes. A proporção dos lugares tem que ser igual a distribuição das faixas de renda no Brasil.

  78. Jorge Eduardo
    27 de abril de 2017 at 2:21 (2 anos ago)

    O empate, apesar dos pesares, serviu para nos classificar e deu um descanso pros titulares… os próximos jogos são muito importantes e vamos com tudo.

  79. Fernando Ventura Jr.
    27 de abril de 2017 at 6:51 (2 anos ago)

    Eles podem se segurar para decidir no segundo jogo e aí podemos aproveitar e imprimir correria para cima deles já no primeiro, mas temos jogo com o Grêmio na quarta, não?

  80. Fernando Ventura Jr.
    27 de abril de 2017 at 6:53 (2 anos ago)

    Maranhão recebeu a maior nota, Daniel fez o gol. Vamos torcer para serem úteis nos próximos jogos. O Maranhão já não conta com a concorrência do portentoso Oswaldo. 😉

  81. Ricardo Ferreira
    27 de abril de 2017 at 7:33 (2 anos ago)

    E vai ter muita gente dizendo que é “teoria da conspiração”…

    Você sugere uma ação, com relação ao CADE, que pode e deve ser levada a cabo.

    Sempre procurando aliados que se sintam prejudicados por esta e outras práticas óbvias do sistema grobofra.

  82. Ricardo Ferreira
    27 de abril de 2017 at 7:41 (2 anos ago)

    É um time que revela fragilidades defensivas, mas que tem sim potencial na frente.

    Minha preocupação, e penso que da maioria, são as bolas altas na nossa área.
    Se nosso goleiro, qq que seja, ficar plantado, não tiver técnica, liderança, coragem para sair do gol e espanar todo mundo, ser o xerife do pedaço, a chance de sermos vazados é grande.

    Vamos pro Maraca torcer.

  83. Ricardo Ferreira
    27 de abril de 2017 at 7:44 (2 anos ago)

    A saída do Osvaldo é uma daquelas “contratações” do ano!

    Que alívio. Inclusive do caixa…

  84. Alexandre Magno Barreto Berwan
    27 de abril de 2017 at 7:44 (2 anos ago)

    Temos que jogar intensamente o tempo todo, pois eles sentirão do desgaste das partidas pela Libertadores e tentarão diminuir o ritmo, quiçá para darem tudo no último jogo.

  85. Ricardo Ferreira
    27 de abril de 2017 at 7:59 (2 anos ago)

    Você tocou num ponto fundamental do futebol.

    Conclusão, finalização da jogada.

    É aí que se separam os jogadores que se projetam na profissão, daqueles que permanecem no pelotão intermediário, sem brilho na carreira.

    Pode ser um passe certeiro, a bola nas redes, até se colocar na posição correta a fim de receber a bola do companheiro.

    Canso de ver um monte de jogadores, de todos os times, correrem, se esforçarem, e na hora H, no momento de matar o oponente, colocar tudo a perder, com alguma perebice.

  86. Alexandre Said Delvaux
    27 de abril de 2017 at 8:35 (2 anos ago)

    Rogério, se puder dê uma olhada no link: http://www.efdeportes.com/efd107/por-que-flamengo.pdf

    Abaixo um trecho da tese de doutorado da professora MARIZABEL KOWALSKI:

    “(…) Esse é o aspecto principal, mesmo que a verdade histórica (visão clássica)
    fosse desvelada, descoberta e provada, uma alusão verdadeira não traz nada de essencial para a compreensão ideológica da imagem do clube na sociedade, pois esta é sempre mais ampla, mais profunda, ligada à tradição cultural dotada de uma lógica independente das alusões históricas. Portanto, temos como hipótese central que a TRADIÇÃO INVENTADA (grifo meu) é a verdadeira chave ideológica da imagem do clube, e esta confunde-se intimamente com as idéias românticas que deram origem ao Flamengo. Assim, apresentamos alguns pontos referenciais para a construção da popularidade do time de futebol do Clube de Regatas do Flamengo:(…)”
    “(…)Até os líderes militares da década de 1970, que não dependiam de votos, beneficiaram-se de sua devoção proclamada a clubes populares. O general Emílio Garrastazu Médici, que ocupou a presidência de 1969 a 1973, tornou-se conheciido como um torcedor fanático do Flamengo e um partidário patriótico da Seleção nacional. Sua presença freqüente no Estádio do Maracanã, sempre acompanhado por seguranças, atraía milhares de pessoas. O presidente Médici usou de sua influência política para ajudar seu clube predileto, da mesma forma como usou o clube para reforçar sua influência política. (…)”

  87. Alexandre Said Delvaux
    27 de abril de 2017 at 9:24 (2 anos ago)

    Você tem certeza que o Marquinho ganha R$ 500 mil por mês?

  88. Alexandre Said Delvaux
    27 de abril de 2017 at 13:00 (2 anos ago)

    Sylvio, vamos aos “grandes erros”: contratações mal-sucedidas. Quantos aos salários dos contratados, não posso comentar, não sei, o mercado tinha um comportamento diferente. Outros grandes erros: Mudança do fornecedor de material esportivo:… Contratação da empresa do maluco da guaravita ( ? não sei se são grandes erros). Transferência do Marlon:… Outros grandes erros: não sei, podem ter acontecido. Grandes acertos: modernização do CTVL: relacão benefício/custo muito favorável. Construção do CTPA: ….. Equacionamento da dívida:….Sócio-Futebol:…..Contratacões espetaculares, tanto pelo critério técnico, quanto financeiro: Equatorianos e Richarlyson. Transferência do Gerson. Se colocarem no papel, será possível concluir e julgar com honestidade. Criticar por criticar, sem fazer uma análise criteriosa, é desonesto. A crítica rasteira, recorrente atinge os refratários, aqueles que enxergam apenas um palmo à frente do nariz ou que só gostam de ler até a segunda linha, mas não atinge o objetivo de qualquer crítica, que é corrigir os rumos.
    Pode parecer que o alvo da crítica injusta ou, no mínimo, sem fundamento, por ser um personagem, não sinta a injustiça, mas é uma pessoa, que como qualquer outra, está sujeita a erros ( exceto alguns aqui do pedaço). Ouvir o Peter, analisar as projeções com inteligência, antes de julgar, é o mínimo que eu esperava do Grupo Político que elegeu o presidente do Clube com apoio do próprio Peter.

  89. vivianne
    27 de abril de 2017 at 13:43 (2 anos ago)

    classificação obtida, nessa enfadonha primeira liga, que tinha tudo para ser diferencial para os clubes, mais como tudo o quem mulambos no meio se torna desproporcional e enfadonho.
    Não creio que com o desgaste do jogo de ontem, e tendo um jogo decisivo na próxima quarta pela libertadores os mulambos vão pra cima nessa partida, vão querer deixar o jogo em banho maria para na segunda partida ai sim correr dobrado.
    Temos uma chance real de abrir vantagem nessa primeira partida, se nossa defesa fosse um pouco melhor, teríamos vantagem ainda maior , por que mesmo no jogo contra o vasco tirando aquele lance do impedimento absurdo q não foi marcado, eles tiveram 3 chances absurdas oferecidas por erros primários da nossa defesa, na própria decisão da taca guanabara, jogamos melhor e por erros primários não vencemos no tempo normal, esse é o único ponto que me causa preocupação. no resto estamos muito acima.

  90. vivianne
    27 de abril de 2017 at 13:47 (2 anos ago)

    esqueci de comentar, o Abad já é o melhor presidente da história do flu, conseguiu em 120 dias livrar o clube de ter em seu elenco o Oswaldo, só isso é o suficiente para fazer o sucessor, com essa ação já fez mais pelo clube do que fizeram os outros nos últimos 12 anos, parabéns!!!

  91. Ricardo Ferreira
    27 de abril de 2017 at 20:57 (2 anos ago)

    Hahahahahahaha!!!

    Essa foi boa, Vivianne.

    Com todo o respeito, claro.

Deixe um Comentário