Mexeram com o clube errado

livro_flu

Como exemplo do engajamento que a torcida do Fluminense precisará ter em 2014, citamos o excelente texto do tricolor Leonardo Serpa Vieira Leite, morador de Manaus-AM:

“Já podemos acabar com a hipocrisia ou só defendem o rigor da lei quando lhes interessa? Já podemos acabar com a hipocrisia ou só defendem uma gestão profissional quando lhes interessa?

Dois clubes foram punidos pela aplicação da Lei. Não houve impunidade. A legalidade e a moral venceram por 10×0. Dois clubes foram punidos por erros infantis, que não condizem com clubes profissionais.

O Fluminense? Somente o que lhe cabe: ser campeão sempre. E isso vale para o Presidente Peter Siemsen e todos que farão o planejamento de 2014. A campanha de 2013 foi inadmissível. Os erros devem ser identificados e corrigidos.

Quanto a torcida comemorar, deve-se comemorar. Não a perda de pontos dos dois times e nem a manutenção na Série A. Deve-se comemorar pelo fato do Fluminense Football Club não abrir mão de ser parte interessada, ter lutado e vencido, mesmo com campanha odiosa da imprensa, uma batalha pela lei e pela moral. De nada, futebol brasileiro! De nada! Mais uma vez, o Fluminense esteve ao seu lado, como há 111 anos.

Por fim, quanto a nova campanha odiosa, de hostilizarem o Fluminense em 2014, deixemos de ser crianças: Fluminense sempre foi hostilizado. E sabe o que isso significa? Nada! Por quê? Porque, para o Fluminense, o que importa não é exército contrário, mas, sim, os guerreiros que tem ao lado.

Pode vir. Vem! Se não vier, iremos pra cima, afinal, o Time é de Guerreiros e até o hobby é lutar. Vem!”

Convocamos todos os tricolores a continuarem 100% engajados na defesa da instituição, seja vestindo nossa gloriosa camisa nas ruas, seja comparecendo aos estádios, se manifestando em defesa do Flu pela internet e entrando como sócio do Clube.

Juntos somos muito fortes!

177 Comentários em Mexeram com o clube errado

  1. Denis Machado
    20 de dezembro de 2013 at 15:53 (6 anos ago)

    Vou ao clube amanhã para abraçá-lo. Lutarei até o fim por nossa causa.

  2. IGOR CARVALHO
    20 de dezembro de 2013 at 15:56 (6 anos ago)

    Vou usar a camisa do FLU todos os dias deste final de semana. Praia, barzinho e casamento. Camisa do FLU no peito.

    E uma respostinha boa tem que ser feita quando o Conca chegar. Essa é uma boa oportunidade para dar uma bela esculhambada com esses putos.

    Vou mandar fazer uma faixa e vou levar no aeroporto!

    Aceito sugestões para a frase. Mas quero uma frase daquelas, como se fosse um soco no estômago dessa imprensa maldita.

    #CHUPA MAURO CESAR
    #CHUPA ANTERO GRECO

  3. WAGNERFLUZÃO
    20 de dezembro de 2013 at 16:02 (6 anos ago)

    AOS AMIGOS DO BLOG.

    O FLUMINENSE VEM ENFRENTANDO UMA GRANDE DIFICULDADE EM CONTRATAR UM TÉCNICO.

    PARA VIR UM TÉCNICO , O NOME SERIA O DO TITE , MAS COMO ESTÁ DIFÍCIL , NA MINHA OPINIÃO , ACHO QUE O FLUMINENSE DEVERIA CONTINUAR COM O DORIVAL JUNIOR , QUE FEZ UM BOM TRABALHO NO FINAL DO CAMPEONATO E VAMOS COMBINAR , ELE PEGOU UMA BOMBA RELÓGIO PRONTA PARA EXPLODIR MAS TOPOU SER O TÉCNICO QUE NO FINAL DAS CONTAS , SALVOU O FLUMINENSE DA SEGUNDA DIVISÃO.

    EM TEMPO :

    AONDE ESTÃO AS CONTRATAÇÕES ?

    TEM QUE SER LEMBRADO QUE AGORA SERÃO 19 TIMES CONTRA O FLUMINENSE E TEMOS A OBRIGAÇÃO DE MONTAR UM TIME DE RESPEITO PARA 2014.

    WAGNERFLUZÃO.

  4. Breno
    20 de dezembro de 2013 at 16:04 (6 anos ago)

    Quem tiver a oportunidade de seguir o twitter do portuga (radialista e torcedor da portuguesa) vai ler cada uma… a verdade está latejando.

  5. Felipe Ramone
    20 de dezembro de 2013 at 16:11 (6 anos ago)

    AMIGOS…. 2 OBSERVAÇÕS:

    1- O PETER NÃO LÊ ESSE BLOG, PARECE ESQUIZOFRÊNICO, PREFERE SEGUIR VOZES OU VER ANJOS.

    – Temos que arrumar um “canal direto” para chegar ao presidente. Leio idéias maravilhosas e sensatas postadas aqui, enquanto ele prefere repetir os erros do passado. Tirando o Conca e tentativa por Tite, tudo mencionado é ruim.

    2- NO SÉCULO PASSADO, O PÓ DE ARROZ SURGIU PARA OFENDER O FLU, PORÉM A INCRÍVEL CRIATIVIDADE DA NOSSA TORCIDA REVERTEU ESSE FATO A NOSSO FAVOR, HJ É UM SIMBOLO NOSSO E ATÉ “ESPANTA” A URUCA DOS NOSSOS ADVERSÁRIOS.

    – Acho que até podemos “zuar” nossos adversários com “tapetão”, “Flu não cai” …. melhor que ficar reclamando…

    QUEREMOS PLANEJAMENTO SÉRIO !!!

    ST

  6. Kleber Castro
    20 de dezembro de 2013 at 16:12 (6 anos ago)

    O TAPETÃO, A MÍDIA IRRESPONSÁVEL, O ÓDIO E… TEM QUE ATURAR

    Comemorar o quê?
    Não há o que comemorar. O ano de 2013 foi terrível e só serve de exemplo do que não deve ser feito.
    Quando soube da possibilidade do Fluminense ser beneficiado por um erro de outro time fiquei preocupado. Acho que sabia o que estava por vir…
    Ao mesmo tempo em que eu estava preocupado com as consequências que mais uma decisão judicial (ou tapetão, como gostam de dizer) poderia trazer à imagem do meu clube e à do futebol brasileiro, iniciou-se o que eu mais temia. O Fluminense foi tomado como a maior (e única) representação de todos os subterfúgios já utilizados no futebol brasileiro.
    Convém lembrar que a difamação começou antes mesmo de haver a “virada de mesa” (sic). Bastou a notícia de irregularidades em outros clubes circular para se dar início ao achacamento maciço.
    Não estou reclamando aqui das piadinhas feitas por outras torcidas. Longe disso. Até por que esse é um dos papeis das torcidas.
    Refiro-me aos irresponsáveis jornalistas, colunistas, esportistas, cartolas e até empresários (???). Tirando alguns profissionais que conduziram esse processo de forma correta, 90% dos comentários que li em jornais, sites e revistas se resumiam a culpar, desonrar e – como se isso não fosse suficiente – achincalhar a instituição secular que é o Fluminense.
    Esses mesmos se esquecem de que são, infelizmente, formadores de opinião. Movida pela emoção, a torcida quase sempre acredita no que lê ou no que ouve.
    Não tenho dúvidas de que hoje o Fluminense é o clube mais odiado do Brasil!
    Um dia após a decisão do STJD a favor do Fluminense eu vi um torcedor tricolor, devidamente trajado com a camisa do clube, ser hostilizado por um torcedor de outro time. E quando digo hostilizado não me refiro a uma brincadeira entre torcidas. O ato foi ofensivo…
    No mesmo dia eu li em um portal de um grande conglomerado de comunicação que um jogador do Fluminense foi agredido verbalmente por torcedores de outros times no aeroporto do Galeão. O foco da agressão, naturalmente, foi a permanência do clube no grupo de elite do futebol brasileiro.
    E não para por aí. Também li relatos de hostilidade contra uma criança de três anos de idade (!) que usava a camisa tricolor em Jacarepaguá… Outro sujeito escapou de uma agressão física covarde em Copacabana. Em São Cristóvão, um estudante foi xingado ao longo de todo o trajeto para o trabalho.
    Os mesmos que hoje caluniam o meu clube, amanhã vão criticar as brigas de torcidas, sem se dar conta de que eles são responsáveis diretos por isso.
    Os erros que o Fluminense cometeu no passado nos bastidores do futebol (o maior, sem dúvidas, foi o presidente do clube estourar um espumante na frente das câmeras da TV para comemorar o tapetão de 1996…) – e que todos os grandes times do Brasil já cometeram – não devem servir de justificativa para menosprezar uma decisão de tribunal, por mais desacreditada que seja a justiça brasileira.
    Tenho plena noção de que a decisão do STJD poderia ser diferente se no lugar do Fluminense estivesse um clube pequeno. Entretanto, isso é um reflexo da nossa sociedade, na qual ainda predomina atitudes clientelistas de outrora. Mais uma vez, isso não pode ser atribuído ao Fluminense.
    O fato de o Fluminense entrar como parte interessada no julgamento e defender seus direitos não deve servir de justificativa para a continuidade do processo de linchamento moral do clube. Afinal, o presidente de um clube tem que defender a instituição a qual representa e sua torcida.
    Além do mais, qualquer clube faria exatamente o mesmo. Do meu ponto de vista essa não é uma boa justificativa, mas serve bem aos “paladinos da moral de ética” que, de repente, surgiram aos montes no Brasil.
    O fato que não pode ser desprezado é que o que fizeram com o Fluminense durante o mês de dezembro de 2013 é uma representação fidedigna e concentrada do já vinha ocorrendo há alguns anos. A tal expressão “pague a série B” só passou a ser entoada por todos os não tricolores mal intencionados a partir do momento que o Fluminense voltou a ser um dos protagonistas do futebol brasileiro. Foi apenas de 2007 pra cá que passei a ouvir isso. De 2010 em diante o processo se intensificou de tal forma que a única resposta dos invejosos aos sucessos do tricolor se resumia a: “pague a série B”.

    Não queria que o Fluminense jogasse a série A em 2014. Graças aos infelizes que povoaram a mídia para proferir asneiras nas últimas semanas, agora quero!
    Aos hipócritas de plantão: tem que aturar!
    O mundo dá voltas mais rápido do que se imagina e a resposta virá em campo. Em 2014 vamos pagar a série… A! Rumo ao penta!
    Força, tricolores!
    Obs: Ao longo do texto não fiz qualquer menção ao clube R, ao cartola M ou ao colunista P, justamente para evitar qualquer tipo de “mimimi” ou “chororô” – atos que, junto ao surto de moralismo, ascenderam significativamente nos últimos tempos.

    Kleber Castro é economista e sócio-torcedor do Fluminense.

  7. Daniel Trindade
    20 de dezembro de 2013 at 16:18 (6 anos ago)

    com renight e rockembach nós não vamos a lugar algum

  8. Mauro Carvalho - SP
    20 de dezembro de 2013 at 16:24 (6 anos ago)

    Brilhante Dr. Mario e Amigos – o citado abaixo procede? Pode o Fla alegar o mesmo que a Lusa?

    Retirei de um comentário no post do Gustavo no GE.com

    19 dezembro, 2013 as 22:02
    POR CARLOS EDUARDO AMBIEL*

    A decisão que condenou a Portuguesa a perder 04 pontos no Campeonato Brasileiro 2013, rebaixando-a à segunda divisão, está toda fundada na regra expressa do art. 133 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), segundo o qual o resultado de um julgamento desportivo produzirá efeitos imediatamente “independentemente de publicação ou da presença das partes ou de seus procuradores”, desde que previamente intimados para o julgamento. Como a Lusa foi comunicada da sessão do dia 06.12.13 (sexta-feira) e lá se fez representar por advogado, conclui-se que a pena de dois jogos de suspensão, aplicada ao atleta Heverton, deveria ser cumprida imediatamente, motivo pelo qual o jogador estaria impedido de atuar no domingo (08.12.13), quando foi escalado e gerou a capital punição ao clube paulistano.

    Tal regra para o início imediato das penalidades da Justiça Desportiva é conhecida por todos os clubes e utilizada desde 10.12.2009, quando o Conselho Nacional do Esporte (CNE) resolveu que essa seria a redação do art. 133 do CBJD. Por isso, a decisão do dia 16.12.13 foi interpretada por muitos como a vitória da “legalidade” sobre o “clamor dos leigos”, afastando qualquer argumento pela moralidade ou razoabilidade da pena aplicada, sempre em nome da aplicação da legalidade estrita do CBJD.

    No entanto, o que precisa ser observado – e até agora não foi – é que a Lei nº 12.299, de 27.07.2010, que alterou alguns dispositivos do Estatuto do Torcedor (Lei nº 10.671/03), modificou expressamente a forma de publicação de qualquer decisão da Justiça Desportiva, inclusive aquelas do STJD do futebol. O art. 35 do Estatuto do Torcedor, após afirmar que as decisões da Justiça Desportiva, em qualquer hipótese, devem ter publicidade igual a dos tribunais federais, determina expressamente que todas as decisões deverão ser disponibilizadas no site da entidade de organização do desporto – no caso, o site da CBF -, sob pena de serem nulas, conforme previsão expressa do art. 36 do mesmo Estatuto (Lei nº 10.671/03).

    Importante esclarecer que somente a partir de 27.07.2010, quando o Estatuto do Torcedor foi alterado pela Lei nº 12.299/10 é que passou a ser obrigatória a publicação das decisões do STJD no site da CBF, pois, antes disso, as decisões deveriam ser publicadas apenas nos sites das competições (art. 5º, § 1º do Estatuto do Torcedor), que muitas vezes sequer existiam. Tal alteração buscou não apenas dar segurança aos clubes sobre o resultado nas decisões – evitando erros de comunicação ou compreensão entre clientes e advogados -, mas também e principalmente dar ao torcedor a ciência oficial e inequívoca sobre os resultados das punições desportivas, via site oficial da CBF, afinal o torcedor do futebol tem o direito de saber qual atleta está ou não punido, antes de decidir ir ao Estádio ou assistir a qualquer partida pela televisão.

    Assim passou a haver um conflito entre o que diz o CBJD de 10.12.2009, que tem natureza de Resolução Administrativa do CNE (Conselho Nacional do Esporte) e regra diversa prevista Lei Federal (Estatuto do Torcedor). Nesse caso, assim como a Constituição Federal prevalece sobre uma Lei ou Decreto, a regra do Estatuto do Torcedor é hierarquicamente superior e prevalece sobre uma Resolução do CNE (CBJD), ainda mais quando o texto conflitante da Lei é posterior ao da Resolução. Trata-se de hipótese em que, embora conste do CBJD, a regra do art. 133 passou a ser ilegal, pois contrária ao que dispõe Lei Federal alterada em 27.07.2010. Para os leigos, é o mesmo princípio de hierarquia que explica como uma lei promulgada pelo Congresso Nacional pode, embora vigente, ser declarada inconstitucional pelo Poder Judiciário sempre que conflitar com a Constituição Federal, norma hierarquicamente superior.

    Em síntese, desde julho de 2010 as decisões da Justiça Desportiva do STJD não mais produzem efeito a partir do julgamento – como ainda reza o citado art. 133 do CBJD -, mas somente passam a ter validade após sua publicação no site oficial da CBF. No caso do atleta Heverton, embora o julgamento tenha ocorrido no dia 06.12.13 (sexta-feira) a publicação do resultado no site da CBF só ocorreu no dia 09.12.13, as 18h45 (ver site da CBF). Como o Estatuto do Torcedor determina que qualquer decisão da Justiça Desportiva somente passa a valer após sua publicação na internet, a referida punição somente passou a produzir efeito na segunda-feira, dia 09.12.13 as 18h45, imediatamente após sua veiculação oficial no site da CBF.

    Dessa forma, nenhuma irregularidade ocorreu na escalação no atleta no dia 08.12.13, domingo, quando a punição sequer produzia efeitos. E aqui não se trata de tese que defenda a aplicação da penalidade no primeiro dia útil seguinte à publicação, como alguns tentaram sustentar sem sucesso, mas sim do respeito à disposição legal que só considerava válida a penalidade após sua publicação oficial no site da entidade de organização da modalidade. Se a publicação na internet tivesse ocorrido na própria sexta-feira (06.12.13) ou no sábado (07.12.13), o atleta deveria cumprir a suspensão no domingo (08.12.13), mas como a divulgação oficial somente ocorreu na segunda-feira (09.12.13), nada impedia a escalação do atleta na última rodada do campeonato.

    Aqueles que ainda defenderão a punição à agremiação lusitana dirão que todos os outros 19 clubes que disputaram a Série A cumpriram as punições a partir do dia do julgamento – como determina o superado art. 133 do CBJD, e não a partir da publicação na internet, como dispõe o atualizado Estatuto do Torcedor, inclusive alegando que outros clubes deixaram de escalar atletas chaves em jogos importantes, apenas porque cumpriram fielmente o que dizia o aclamado artigo 133 da Resolução do CNE (CBJD).

    No entanto, o fato de os demais clubes continuarem aplicando a regra do CBJD durante os últimos anos em nada retira sua ilegalidade, afinal não cabe aos clubes a prerrogativa de alterar ou ajustar o texto do Código Desportivo às novas disposições da Lei (Estatuto do Torcedor), nem mesmo o poder de declarar o que ainda é válido ou o que já se tornou ilegal ou derrogado no CBJD, competência típica do STJD ou da Justiça Comum, quando assim forem demandados. Afinal, a prática equivocada dos demais clubes em cumprir voluntariamente as penas recebidas do STJD, mesmo antes da publicação no site da CBF, não afasta a ilegalidade do art. 133 do CBJD nem impede sua alegação ou declaração a qualquer momento, especialmente na atual situação da Portuguesa, em que referida disposição do CBJD (Resolução Administrativa) contraria o Estatuto do Torcedor (Lei Federal).

    O julgamento do caso pelo Pleno do STJD certamente suscitará a discussão sobre a ilegalidade da regra do art. 133 do CBJD, que surpreendentemente ainda continua orientando o início das penas aplicadas pela Justiça Desportiva no Brasil, já a partir do julgamento, embora Lei Federal, hierarquicamente superior e alterada posteriormente, determine regra claramente diversa – valendo somente após publicação na internet.

    Instado a se manifestar e constatando que o prolatado artigo 133 do CBJD contraria diretamente a regra do art. 35 e 36 do Estatuto do Torcedor, certamente os auditores do STJD concluirão pela sua ilegalidade – fundada na contrariedade do artigo da Resolução (CBJD) à Lei Federal -, fato que afastará qualquer irregularidade da Portuguesa, afinal, ninguém pode ser punido por não cumprir uma regra ilegal.

    Ou seja, se os auditores do STJD forem realmente legalistas – deixando de observar apenas o texto original do CBJD para passar o aplicar a que determina uma Lei Federal vigente (Estatuto do Torcedor) -, não há duvidas que a Portuguesa deve ser absolvida. E se assim não ocorrer, como todos os fundamentos para a absolvição encontram-se no Estatuto do Torcedor, qualquer torcedor, da Portuguesa ou de outra equipe que jogou a Serie A, terá legitimidade e bastante facilidade em obter na Justiça Comum o restabelecimento da legalidade, devolvendo ao clube paulistano os pontos regularmente obtidos na competição.

    Como ironia maior aos que brindaram a “legalidade” no julgamento do caso em primeira instância, nota-se que a Portuguesa não precisa implorar por moralidade nem pedir qualquer compaixão dos auditores do Pleno do STJD para continuar no lugar que conquistou em campo: basta apenas que o Tribunal Desportivo tenha a coragem de ser realmente legalista para aplicar o que manda a Lei (aqui grafada com “L” maiúsculo), sem olhar a quem.

    *Carlos Eduardo Ambiel é advogado e Mestre em Direito do Trabalho pela USP. Professor de graduação e pós-graduação da FAAP. Professor e Coordenador do Curso de Especialização em Direito Esportivo da Escola Superior da Advocacia da OAB/SP.

  9. Cesar C. B. Martins
    20 de dezembro de 2013 at 16:27 (6 anos ago)

    O Flu deve:

    – se manifestar para que a CBF não permita mais que jogadores irregulares entrem em campo, e apoiar o Bom Senso FC;

    – repudiar àqueles q tentaram tornar a questão política e não técnica (leia-se os dirigentes de flamengo e portuguesa, e parte da imprensa);

    – apoiar o STJD, entendendo q a aplicação da lei é fundamental e que o não rebaixamento do Flu foi legal, moral, mas também um mal menor ao Futebol Brasileiro, uma vez que ocorreu após julgamento destas irregularidades;

    – apoiar a independência financeira do STJD;

    – lamentar o imbróglio mas defender veementemente a atuação do Clube e promover sua história – descobri q até o Fair Play em campo ocorreu pela primeira vez em um jogo entre Flu e Fogo;

    – se aproximar de sua torcida;

    – ser campeão em 2014! Se possível com uma tríplice coroa pq a perseguição será fortíssima!

    ST

  10. DANILO HERINGER
    20 de dezembro de 2013 at 16:27 (6 anos ago)

    fluminense rejeita propostas por wellington silva

    assim e dificil acreditar num futuro melhor

  11. Daniel
    20 de dezembro de 2013 at 16:31 (6 anos ago)

    com renight e rockembach nós não vamos a lugar algum (2)

  12. Gustavo Robalinho
    20 de dezembro de 2013 at 16:36 (6 anos ago)

    Se contratar Renato Gaúcho eu paro com a Flusócio e com o Peter, Pqp não aprenderam nada com a cagada q fizeram esse ano. Se ta difícil o Ney Franco renova com a porra do dorival.

  13. Jayme Lima
    20 de dezembro de 2013 at 16:47 (6 anos ago)

    Isso é verdade?????
    Se for, o final de 2014 não será muito diferente de 1997 e 2013
    Gustavo Albuquerque ‏@flupress 22 min
    Fonte segura: Renato Gaúcho será novo treinador do Fluminense. Um ano de muito rachão para nós todos.

  14. ED TRICOLOR
    20 de dezembro de 2013 at 16:49 (6 anos ago)

    BACANA O POST CONVOCANDO A TORCIDA PARA QUERREAR MAS PARTINDO DO COMANDANTE QUE É O PETER A NOSSA LUTA VAI SER EM VÃO A COMEÇAR PELA SUA OMISSÃO E COVARDIA. ERA PARA SER AO CONTRARIO TINHA QUE DAR UM MURRO NA MESA E CALANDO ESSES IMBECIS E PROCESSANDO TODA ESSA CORJA DE IMPRENSA FDP.

  15. Deiny
    20 de dezembro de 2013 at 16:49 (6 anos ago)

    Hoje na hora do almoço foi ao shopping tijuca e vi muitas camisas do Fluminense. A torcida parece que vai comprar a briga. Estou dentro! Agora eu quero uma posição da diretoria. Quero que ela cobre investigação pesada sobre o que aconteceu, se diretoria não correr atrás disso vou achar que temos culpa no cartório e perderam um sócio contribuiente.

    ST

  16. Thiago España
    20 de dezembro de 2013 at 17:02 (6 anos ago)

    Oi pessoal,

    Saindo do tópico, acabei de ver que a Infraero vetou recepção ao Conca, diretoria não pode dar mole.. Abre as laranjeiras e marca segunda feira 1 hora depois com a torcida pra ir lá…
    A diretoria é mestre em fazer viral ao contrário, já foi assim com o tal talibã (óbvio que o nome era ruim, mas era só inventar outro nome e reforçar o viral do movimento, tinha conseguido o viral que é o mais difícil, se tivesse dito: Galera, Talibã é do mal, terrorista, Flu não é assim, somos o ninjadoamor, ou outro nome rídiculo, mas com a mesma máscara, tinha viralizado).
    Agora mesma coisa, viral a ida ao aeroporto, tá certo a Infraero vetar, mas é só mudar o local e manter o viral, algum conselheiro, fala com a diretoria, por favor.

    Abraços,

  17. reinaldo castro
    20 de dezembro de 2013 at 17:07 (6 anos ago)

    Que a mídia é suja e safada não é novidade,mas sobre isso todo mundo já falou e minha opinião é basicamente igual a da grande maioria.Quero falar sobre o time para o ano que vem,esperando que tenhamos um time de qualidade e muito competitivo já que vai ser um ano duríssimo para gente,pelos motivos que todos sabemos,o país inteiro contra nós.

    Como essa diretoria é lerda,enrolada,como qualquer decisão é arrastada,meu Deus.Lógico que isso é por causa dessa relação com a Unimed do jeito que é,além do presidente que não entende de futebol e é a insegurança em forma de pessoa,eu particularmente fico muito preocupado com esse presidente por mais três anos.Só partiremos para possíveis contratações depois do julgamento no dia 27?Ou o clube pelo menos está negociando com alguns jogadores e ninguém sabe?Já deveríamos pelo menos saber quem será o treinador para o ano que vem,isso é primordial.

    Enfim,espero boas notícias ansioso e com só uma certeza:o FLUMINENSE é maior que tudo e que todos os outros juntos,por isso em qualquer lugar ou em qualquer situação,eu sou o que sou,sou TRICOLOR e vamos ganhar sempre.

  18. REIROM
    20 de dezembro de 2013 at 17:09 (6 anos ago)

    REINIGHT MERMAO? FALA SERIO………. SEM TREINOS……….. VERGONHA PETER PERDEU PRO CELSO BARROS DE NOVO? POR AQUE NAO ACEITAM LOGO SOBIS POR JADSON E OSWALDO

    ESSA DIRETORIA TA PERDIDA……………….

  19. Nerval Antonio Fialho Goulart
    20 de dezembro de 2013 at 17:09 (6 anos ago)

    Concordo plenamente com a manutenção do Dorival. É razoável, mostrou empenho em nos tirar do rebaixamento, e, só não conseguiu, devido a ausência de valores no elenco que fizessem a diferença. Também demonstrou que, não atrapalharia e só ajudaria, se houver um elenco com bons jogadores, material humano que falta atualmente ao Fluminense.
    Conquanto inexista prova de que o clube pretende contratar atletas do nível do Rockembach, o simples boato me deixa apreensivo.
    Já sofremos com contratações de ex-jogadores e estrelas apagadas que vieram ao clube em 2012 e 2013. Não podemos errar mais em contratações. Temos o Felipe Ximenes que não é bobo em futebol, e, não pode errar nesse objetivo; temos de evitar com sabedoria os rompantes de euforia do patrocinador, que, apesar de bem intencionado, não tem dado sorte em indicar treinadores e jogadores no decorrer do patrocínio.
    Estamos em uma situação delicada em 2014. Depois dessa farsa montada pela mídia em sua quase totalidade, temos que vir forte e com competência. Qualquer deslize durante as competições que virão, não podemos contar com o auxílio de federações ou de árbitros, temos que, exclusivamente, contar com o poderio da equipe que for ao jogo representar o Fluminense.
    Atenção! Os olhos do Brasil e do mundo esportivo estarão voltados às competições em 2014 e, principalmente, no desempenho do Fluminense durante estes certames.
    Contratem certo!
    ST.

  20. Gabriel Valente
    20 de dezembro de 2013 at 17:13 (6 anos ago)

    Esse post me lembrou que não consegui comprar esse livro na época.

    Alguma chance de uma nova edição ou tiragem????

  21. Sergio Mota
    20 de dezembro de 2013 at 17:13 (6 anos ago)

    Comentário forte dando conta de Renato Gaúcho como treinador.

    Não tenho nada contra o Renato, mas se o Peter, mais uma vez cedeu aos caprichos do CB depois de tudo que rolou em 2013, não contem com minha simpatia daqui pra frente.

    Covardia tem limites.

  22. Uri Jampsen
    20 de dezembro de 2013 at 17:13 (6 anos ago)

    Ao ver a imagem do post me lembrei que deixei o Guerreiros desde 1902 na casa dos meus pais antes de casar. Vou pegar no Natal. É fantástico o livro. Vale ser lido e relido muitas vezes.

  23. Alexandre Magno Barreto Berwanger
    20 de dezembro de 2013 at 17:14 (6 anos ago)

    O que tem que ser investigado mesmo, é o estranho comportamento da Lusa de ter escalado um jogador irregularmente depois que o mais querido da mídia escalou um jogador irregularmente.

    Corroboram para isso os ataques infundados que o FFC sofre desta mesma mídia desonesta, para encobrir a pergunta que mão quer calar:

    Por quê?

  24. Flavio Henrique
    20 de dezembro de 2013 at 17:16 (6 anos ago)

    Moro aqui em SP.

    Hoje, enquanto dirigia, ouvia o programa da Transamérica que fala de futebol de 11:30 ao meio dia. Acho que o nome é Papo de Futebol.
    A paulistada batendo firme no FLU ai, para minha surpresa, um jornalista deles levanta voz e diz :
    “Gente não podemos perder a razão. Quem errou foi a Portuguesa, e não o FLU.
    Se a Portuguesa Não for rebaixada, estará acontecendo uma virada de mesa. Isso precisa ficar claro”

    Alguém aqui de SP também ouviu este programa ? Saberiam informar o nome do cara ?

  25. Rodrigo Goulart
    20 de dezembro de 2013 at 17:19 (6 anos ago)

    Bato na tecla de q a defesa institucional feita pelo próprio clube está MUITO fraca.
    Quem ataca o Flu atualmente é como se chutasse cachorro morto ou batesse em bêbado. Muito fácil e divertido.

    Resta aos tricolores abnegados como nós ficando dando murro em ponta de faca, apresentando argumentos contra as mentiras convenientes, msm q estas verdades não sejam (nem queiram) ser ouvidas.

  26. José Luis
    20 de dezembro de 2013 at 17:24 (6 anos ago)

    Quem é esse manuel?
    ST

  27. Ricardo
    20 de dezembro de 2013 at 17:29 (6 anos ago)

    Vão permitir contratação de Renato Gaúcho???!!!!! Ta de sacanagem!!!

  28. José Carlos F. da Costa
    20 de dezembro de 2013 at 17:31 (6 anos ago)

    Estou vendo os tricolores, mesmo os não fanáticos, engajados como nunca na defesa das nossas cores, da nossa honra, da nossa postura. Por isso eu digo que o título está corretíssimo, pois realmente mexeram com o clube errado.

  29. Leonardo Vieira
    20 de dezembro de 2013 at 17:35 (6 anos ago)

    O pessoal da ESPNBrasil não está entendo o recado da torcida tricolor.

  30. Dedé
    20 de dezembro de 2013 at 17:41 (6 anos ago)

    Tamo junto!!!!

  31. PAULO SOUZA ( PAULINHO TRICOLOR )
    20 de dezembro de 2013 at 17:50 (6 anos ago)

    Defender a instituição Fluminense nas ruas com músicas, pegadinhas, perguntas irrespondíveis, lembranças de passado remoto e presente, tudo isso é prazeroso para uma torcida que se orgulha da história desse clube. Nós, tricolores, devemos encarar isso com o mais absoluto orgulho de ser tricolor. Só não podemos esquecer que a maior defesa institucional que se pode ter daqui pra frente é sanear o clube financeiramente, formar um grande time e jogar um futebol que nos dê gosto de ver. Lamentavelmente, tô achando a coisa meio lenta por parte da diretoria. Confesso estar um pouco preocupado, mas sigo confiante.
    Em relação a essas notícias de agressões sofridas por tricolores, são fatos isolados, mas que demandam uma observância por parte de todos nós tricolores. Para tanto, se faz necessário informações e conhecer a história do clube. Vou narrar um fato ocorrido noite de ontem:

    Fui a uma confraternização do trabalho vestido com a minha camisa tricolor. Tinha muita gente no local, muitas que não me conheciam. Enquanto a galera comia churrasco e dançava, outra galera assistia ao torneio da pelada. A grande maioria dos amigos, que não era tricolor, e até por mim desconhecidos, me chamava de “Paulinho tapetão”. Não fiquei chateado, abracei a galera toda e fiquei na minha. Em seguida, o meu time entrou e alguns flamenguistas, uns travestidos outros não, me chamavam em uníssono: ” Ão, Ão, Ão, Paulinho tapetão. “. Tive que rir, ainda que meio sem graça. A sorte é que ocorreram dois fatos: um foi que o meu time da pelada estava muito forte, e vocês sabem, né, tricolor de puro sangue joga bola conversando com ela. Me aplaudiram, mas ainda assim, com muito ódio no coração, me chamavam: ” Ão, Ão, Ão, Paulinho Tapetão !!
    Aí, ao ganhar quatro partidas seguidas, fui fazer um movimento brusco, senti a minha coluna lombar ( tenho 44 anos anos e 94 kg, enfim, estou ficando velho ) e saí do jogo sob os apertos de mão daqueles que gostaram do meu futebol. Foi aí que pensei: ” Vou pegar a minha cervejinha e vou à forra. Pensei: como mandei bem no futebol, eles vão me ouvir, até mesmo porque já estão cansados de me chamar de tapetão e na realidade sabem que o flu nada tem a ver com o que está acontecendo. Foi aí que parei à beira do campo e comecei a provocar dois flamenguistas, líderes da pilha, que estavam jogando, por sinal, um futebol limitado ( coisa de flamenguista ) e comecei a falar alto e em bom som para todo mundo ouvir:
    Aí, vices eternos, na tarde de segunda-feira ( 16/12/13 ) abri um champagne e comemorei… sabe o quê ? Eles pensaram: a permanência do flu na série A. Ledo engano. Falei que erra para comemorar o aniversário do bicampeonato em cima deles. E aí perguntei várias vezes: ” Foi no tapetão, foi no tapetão p… ? E aí continuei o que seria uma sessão de humilhação para com eles ao cantar uma música que bolei com base numa música que a nossa torcida fez em ritmo de pagode, o que no fundo é a maior razão do ódio que eles têm do fluzão. A musica é assim:

    O menguinho sempre quis vencer o fluzão pra se dizer feliz, mas sempre se fudeu
    vai se contentar, eu sou o Nense, se o vasco amarela ao te enfrentar e o botafogo sempre a entregar
    mas quando me enfrenta começa a tremer, me lembro de Assis a acabar com você, preciso lhe dizer: Isso é Nense !!!!!!!!!!
    Adora imaginar que é temido, time de viado, time de bandido
    no centenário o que o Renato fez contigo, tua perna treme quando vai jogar comigo
    uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh ( aí dei dei uma gargalhada incessante ) e continuei:

    e na Lagoa o que Nense fez contigo, time de viado, time de bandido
    em 19 o que o Machado fez contigo, time de viado, time de bandido
    em 36 o que o Russo fez contigo, time de viado, time de bandido
    41 o que o Pirilo fez contigo, time de viado, time de bandido
    41 o que o Carreiro fez contigo, time de viado, time de bandido
    em 69 o que o Flávio fez contigo, time de viado, time de bandido
    73 o que o Manfrini fez contigo, time de viado, time de bandido

    à essa altura, os tricolores que me apoiavam e perceberam sobre o que a música versava, começaram a bater palmas no ritmo da música e continuei:

    83 o que Assis fez contigo, time de viado, time de bandido
    84 o que o carrasco fez contigo, time de viado, time de bandido
    95 o que o Renato fez contigo, time de viado, time de bandido
    2010 o que o Conca fez contigo ( fui ao jogo com um amigo flamenguista e vencemos por 2 x 1 no turno e fomos campeões ), time de viado, time de bandido
    2012 o que o Fred fez contigo, time de viado, time de bandiduuuuuuuuuuuuuu

    uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh

    Aí, galera, vocês tinham que ver as gargalhadas que dei. kkkkkkkkkkkkkkkk. Foi um teatro, foi maneiro.

    Conclusão, mandei eles beijarem o escudo e fazerem bullyng comigo. Chamei todo mundo pra “porrada”, pois é só assim que sei defender a instituição fluminense perante pessoas rancorosas, injustas e invejosas. Mas no churrasco eles ficaram no sapatinho me olhando meio de lado. Alguns continuaram me chamando de Paulinho tapetão, mas essa partiu dos amigos do trabalho que mais gostam de mim. Aí eu fiquei rindo e não dei importância, mesmo porque uns quatro eram vascaínos, e aí fiquei até com pena ao entender a situação deles.
    Galera, vamos cobrar dessa diretoria que nos presenteie com um grande time. O restante, deixa com a gente pois não vamos botar galho dentro para jornalista babaca e torcedor doente e desinformado.
    Pra finalizar, vou contar um fato que ocorreu em 2013:
    Fui por um amigo, cujo filho se formou em jornalismo recentemente, a participar de um programa esportivo num canal de televisão ( CJC esporte ). Achei legal o convite para ser comentarista de um documentário que a emissora estava fazendo em relação a alguns times. Fui com o meu amigo, pai do recém-formado jornalista, que já havia participado do programa.
    Antes de chegar ao local para gravação, por sinal atrasados, fizemos aquela maquiagem de praxe e entramos. O apresentador, um rapaz bacana e educado, botafoguense, falou qual era o propósito do documentário, ou seja, falar da trajetória do fluminense de 1996 ( época do rebaixamento ) à 2012. O meu amigo já havia me dito que não iria se apresentar como tricolor e sim como torcedor da seleção brasileira, e que era pra eu mandar ver já que a minha memória em relação à história do flu era melhor do que a dele e eu tinha facilidade de falar da mesma.
    Aí começou o programa e o apresentador já me contrariou com algumas colocações meio distorcidas da realidade. Foi aí que, já meio à vontade, comecei a falar algumas coisas que nem me eram perguntadas. Acho que me empolguei e comecei a defender demais o fluminense, além de enaltecê-lo. Não sei se ao fugir um pouco do propósito do programa, isso pra eles pegou bem, mas…
    Só sei que ao final até os câmeras flamenguistas, meio surpresos com o que eu disse, me cumprimentaram dizendo que ficou maneiro. O problema é que até hoje eles não colocaram a gravação na internet pra eu ver.
    Tá vendo como a imprensa só coloca o que quer colocar ?! Se aparecesse um tricolor lá com cara de bobo querendo fazer média com eles, talvez eles tivessem mostrado o vídeo. Enfim, é por isso que tenho orgulho de ser tricolor e se bater de frente comigo o couro come. Mas se vocês me olharem nem pareço ser assim, pois sou meio sério. Rsssss.
    Sou o Paulinho tricolor. A minha defesa institucional está no youtube. Lá vocês poderão ver alguns vídeos que fiz recentemente reveladores do meu amor e a minha fé ao nosso tricolor.

    Perdoem-me pelos termos usados para zoar flamenguistas, pois não são todos que são viados e bandidos, mas que a grande maioria tem uma esquizofrenia e fantasia de se acharem melhores me tudo, isso tem.

    Pra finalizar, quero dizer que isso tudo que está acontecendo é uma tremenda palhaçada, pois não passa de uma farsa para proteger o menguinho. Mas fiquem de olho, e saibam que os julgamentos da justiça desportiva não podem inobservar o princípio da celeridade em detrimento do interesse da maioria dos times da competição. A lei vale para todos e essa tese de que o Estatuto do Torcedor, por ser hierarquicamente superior ao CBJD, deve preponderar, não vai colar, mesmo porque o parágrafo único não diz que há a necessidade de comunicação via internet, além de que os julgamentos são em tempo real e assim que os mesmos são concluídos, as rádios e a internet já noticiam. Além disso, os princípios da legislação desportiva podem até colidir, no caso, publicidade e celeridade, mas só um pode prevalecer, no caso da celeridade, pois a publicidade referida no CBJD diz respeito aos atos de intimação e ao fato de as sessões, que são públicas, não serem revestidas de caráter sigiloso.

    Enfim, o mais importante nesse momento é que se faz necessário montar um grande time e o nosso ídolo tá chegando. Chega mais, Conquinha. Estamos te esperando de braços abertos.

    Saudações tricolores. Paulinho.

  32. Breno
    20 de dezembro de 2013 at 17:52 (6 anos ago)

    Rochemback não!

  33. Julio Schurt
    20 de dezembro de 2013 at 17:55 (6 anos ago)

    Galera,

    É fato que o Fluminense é a sua torcida. Não existe simpatia entre os clubes. Todos torcem contra os outros e ponto final.

    Neste momento, é verdade q o Fluminense virou o foco mas a rivalidade regional sempre será maior. O Palmeirense sempre terá mais raiva do Corinthiano e vice-versa do que do Fluminense. Idem para todas as rivalidades regionais.

    Mas pensando no momento atual, o que temos q nos preocupar e trabalhar:

    1. Temos que trabalhar fortemente em nossa defesa institucional.

    Deixar a postura de banana de lado e defender o clube é vital. A estratégia de mandar flores e bombom para os críticos não funciona. Será que vc aprendeu Peter? Será que vc aprendeu que um RMP da vida nunca jogará a favor só pq vc deu uma exclusiva?

    2. Temos que montar um time vencedor e competitivo.

    Obvio que deveríamos fazer isto todos os anos, óbvio! Mas neste ano, não há espaço para timidez, para apostas, para bom, bonito e barato.

    Me digam onde a politica do bom, bonito e barato deu certo? Me digam um exemplo que retribuirei com 100 exemplos onde deu errado.

    O departamento de futebol do Fluminense demonstrou ser incompetente para que possa se dar ao luxo de fazer apostas. Não há espaço para apostas este ano, temos que acertar, a bala tem que ser de prata, não pode ter achismos, tem que ter certeza!

    Neste contexto, estamos muito devagar. Nem tecnico temos!! Peter, parece que vc não aprendeu… o patético perdeu o Cuca e já tem um novo tecnico. Só nós não temos!!!

    Esta maneira titubiante de ser e de agir é que no levou para o limbo. Vai repetir o filme????

    3. Nosso departamento de marketing tem q trabalhar.

    Todo grupo que é atacado tem a tendencia de se unir para se defender.

    Neste momento, independente do despreparo de tocar o futebol, a torcida está toda junta, defendendo o Fluminense.

    É hora do nosso omisso e incompetente marketing aproveitar este sentimento e utiliza-lo de forma positiva para unir ainda mais a torcida, alavancar o sócio futebol e encher os estádios.

    Peter, vc tem coragem pra cobrar o marketing e faze-los trabalhar? Idel, vc poderia uma vez justificar a posição que ocupa e fazer algo realmente positivo? De grande escala?

    Depois de tudo que aconteceu, imaginei que a porrada faria o Peter ficar mais ligado, mais pilhado, mais dinâmico. Pensei que o Fluminense iria se mexer, correr atras, lutar!

    Até o momento vejo um marasmo e uma pasmaceira. A impressão que tenho é que não existe rumo, liderança e um “saber o que deve ser feito”.

    Não vão mudar nada caramba????????

    saudações SEMPRE tricolores

  34. Dedé
    20 de dezembro de 2013 at 18:04 (6 anos ago)

    Eu não tenho grandes aversões ao Renato.

    Acho, inclusive, Renato, Ney Franco, Cristóvão tudo a mesmo coisa.
    O importante é o grupo comprar a ideia do cara.

    Só acho que nesse momento, exatamente nesse momento, o Renato não nos faria bem, porque ele carrega com ele a antipatia da mídia.

    Se vier o Renato podemos ler que é a Unimed quem vai continuar no comando certo?

    Já que é isso será que é muito difícil o Tite? Será que o Celso não banca o Tite ou ele bateu o pé pelo Renato?

    E quem vai melar a contratação do Fábio Rockembach. Isso sim é escárnio.

    Está em desconformidade com o futebol competitivo que tanto pregamos.

    Por que não fazer um jogo com o São Paulo por Welington e Osvaldo?

    Cadê o Ximenes que agora é pago pelo flu?

    Se cala?

    A leitura dessas contratações me preocupa, porque sou um defensor do patrocínio da Unimed.
    Mas leio nas entrelinhas que o acesso ao Celso é impossível e ele continuará fazendo o que quer.

    Quadro desalentador.

    Porque um patrocínio desse porte sendo aplicado com critérios estritamente técnicos nos faria muito fortes.

    Uma pena.

    Flusócio, urge uma agenda pra 2016 no que se refere ao futebol profissional.
    Porque por agora nada vai mudar.

    Melhor nem lutar pra ter a VPF agora. Vai colocar um cara lá que ficará esvaziado diante do Celso e do grupo de jogadores pago por ele.

  35. Julio Schurt
    20 de dezembro de 2013 at 18:07 (6 anos ago)

    Galera,

    É fato que o Fluminense é a sua torcida. Não existe simpatia entre os clubes. Todos torcem contra os outros e ponto final.

    Neste momento, é verdade q o Fluminense virou o foco mas a rivalidade regional sempre será maior. O Palmeirense sempre terá mais raiva do Corinthiano e vice-versa do que do Fluminense. Idem para todas as rivalidades regionais. Então o clima hostil voltará aos patamares anteriores nos próximos meses.

    Mas pensando no momento atual, o que temos q nos preocupar e trabalhar:

    1. Temos que trabalhar fortemente em nossa defesa institucional.

    Deixar a postura de banana de lado e defender o clube é vital. A estratégia de mandar flores e bombom para os críticos não funciona. Será que vc aprendeu Peter? Será que vc aprendeu que um RMP da vida nunca jogará a favor só pq vc deu uma exclusiva?

    2. Temos que montar um time vencedor e competitivo.

    Obvio que deveríamos fazer isto todos os anos, óbvio! Mas neste ano, não há espaço para timidez, para apostas, para bom, bonito e barato.

    Me digam onde a politica do bom, bonito e barato deu certo? Me digam um exemplo que retribuirei com 100 exemplos onde deu errado.

    O departamento de futebol do Fluminense demonstrou ser incompetente para que possa se dar ao luxo de fazer apostas. Só quem é bom pode apostar. Não há espaço para apostas este ano, temos que acertar, a bala tem que ser de prata, não pode ter achismos, tem que ter certeza!

    Neste contexto, estamos muito devagar. Nem tecnico temos!! Peter, parece que vc não aprendeu… o patético perdeu o Cuca e já tem um novo tecnico. Só nós não temos!!!

    Esta maneira titubiante de ser e de agir é que no levou para o limbo. Vai repetir o filme????

    3. Nosso departamento de marketing tem q trabalhar.

    Todo grupo que é atacado tem a tendência de se unir para se defender.

    Neste momento, independente do despreparo de tocar o futebol e a bronca com os dirigentes, a verdade é que torcida está toda junta, defendendo o Fluminense.

    É hora do nosso omisso e incompetente marketing aproveitar este sentimento e utiliza-lo de forma positiva para unir ainda mais a torcida, alavancar o sócio futebol e encher os estádios.

    As perguntas que ficam são: Peter, vc tem coragem pra cobrar o marketing e faze-los trabalhar? Idel, vc poderia pelo menos uma vez justificar a posição que ocupa e fazer algo realmente positivo? De grande escala?

    Depois de tudo que aconteceu, imaginei que a porrada faria o Peter ficar mais ligado, mais pilhado, mais dinâmico. Pensei que o Fluminense iria se mexer, correr atras, lutar!

    Até o momento vejo um marasmo e uma pasmaceira. A impressão que tenho é que não existe rumo, liderança e um “saber o que deve ser feito”.

    Não vão mudar nada caramba????????

    saudações SEMPRE tricolores

  36. João Marcelo
    20 de dezembro de 2013 at 18:13 (6 anos ago)

    FLUMINENSE FOOTBALL CLUB, sempre!!!
    Não nos intimidaremos, vamos com tudo torcida!!!

    ST!!

  37. Eduardo Henrique
    20 de dezembro de 2013 at 18:16 (6 anos ago)

    Ao ler o título do texto, imaginei que a Flusócio estaria repercutindo uma determinada ação planejada pela diretoria do clube, com o objetivo de contratacar a série de bombardeios que temos sofrido nos últimos dias por parte da imprensa e da própria opinião pública.

    Ledo engano. Mais uma vez, trata-se de uma (boa) iniciativa da Flusócio, de caráter meramente motivador. Digo “meramente” porque, mais uma vez, tal atitude não parte justamente de quem deveria partir, e nem é devidamente aproveitada como deveria, já que o que se fala por aqui raramente repercute nas esferas devidamente competentes para a tomada das decisões e providências necessárias.

    Não sei se recordam, mas esse tipo de fato foi muito comum no ano passado, quando em diversas oportunidades a Flusócio se posicionava exigindo providências, clamava por atitudes incisivas dos dirigentes, pedia apoio da torcida ou empenho dos jogadores. Sempre a Flusócio, mas nada de concreto que partisse da direção do clube capaz de atender às demandas da torcida, ou da própria Flusócio.

    Será que realmente a imprensa mau caráter e a opinião pública mexeram com o time errado?…sinceramente, acho que não. Mexeram com o time certo. Mexeram com o clube que não demonstra o menor poder de reação; que apanha calado; que, quando se defende, o faz de maneira tímida e discreta; que não chama o seus ídolos e não convoca a sua torcida para defendê-lo; que não cobra judicialmente a reparação pelos imensuráveis danos que tem sofrido e igualmente submetido a sua torcida.

    Mexeram com um time que sequer tem técnico, Vice de futebol, contratações que conduzam minimamente o clube à sua rotina de vitórias e glórias.

    Talvez aí esteja a razão de baterem tanto na gente. É a certeza da impunidade, da complacência, da convicção de que engoliremos tudo o que nos for imputado.

    Até quando serviremos de saco de pancada e motivo de chacota para toda essa turma e nossos rivais?

    Que o Presidente ou alguns de seus assessores possam acompanhar mais de perto o sentimento de sua torcida, saber o que ela pensa e espera das pessoas que gerem o clube.

    Ouvir os gritos que saem daqui, da Flusócio, certamente podem representar um começo.

  38. Andrei Flu
    20 de dezembro de 2013 at 18:21 (6 anos ago)

    Renato Gaucho mesmo? É sério?? Querem repetir 1997?? Que vergonha…Peter, vc está definitivamente entrando na minha lista negra…

  39. Ricardo Sá
    20 de dezembro de 2013 at 18:22 (6 anos ago)

    Olha, as especulações até agora são de doer a alma. Rocambole? Nova tartaruga 5? Rhodolfo? Não joga nada o garoto! Tomara que seja só especulação.

  40. Antonio Carlos
    20 de dezembro de 2013 at 18:27 (6 anos ago)

    Danilo

    Com todo o respeito, mas acho que não temos que festejar estas entrevistas pelas abordagens e lateralidades ali embutidas.

    É até difícil explicar e, por isso, vou tentar escrever frases curtas como certos semianalfabetos fazem, vide um tal de Kifuro da própria crônica esportiva.

    a) Na entrevista do Peter ao esportevê já fomos violentados desde o início ao termos que aturar a propaganda da CEF, empresa pública que indecentemente patrocina o nosso rival urubu, coisa inimaginável em qualquer ação de um governo que se pretenda sério, justo e equânime.

    b) depois vem a fala cretina do não menos cretino com cara de fuinha que apresentava o programa, o qual começou por dizer que “depois que a decisão do tribunal livrou o Fluminense do rebaixamento”…
    e logo em seguida emendou dizendo que “por causa disso alguns torcedores do Fluminense estariam sendo agredidos nas ruas pelas torcidas rivais”.

    Ora, o Peter é pouco antenado ou muito inocente ao não perceber as maldades ou safadezas do texto falado pelo cretino.

    A primeira coisa que o Peter teria que esclarecer com todas as letras era a de que ” a decisão do tribunal condenado a Portuguesa livrou primeiramente o Flamengo, como a colocação atual mostra claramente”…

    E quanto aos torcedores do Fluminense serem agredidos (se vierem pra cima de mim vai ter…)
    o Peter deveria deixar bem claro que se tal coisa acontecer ou tenha acontecido, isso se deveria unicamente à ação da imprensa esportiva que direcionou as coisas (como sempre fazem) para tomar aquele rumo e que esta imprensa esportiva seria responsável por qualquer ato de violência, de ambas as partes.

    Mas é querer demais do Peter que deve ser um advogado brilhantíssimo na sua especialidade, mas não nasceu com o dom da oratória e com a frieza suficiente para enfrentar um debate.
    Eu, por exemplo, conheci advogados que eram umas toupeiras e não sabiam nem mesmo redigir uma petição sem erros de português, mas no tribunal do júri se transformavam e eram os tais.

    Quanto ao Idel, a merda da espn cometeu as mesmas vilezas deixando nas entrelinhas um subjacente benefício ao Fluminense e a completa ausência ou invisibilidade do urubu na questão.

    E mais não vou falar pois não tenho memória fotográfica para me lembrar e abordar todas as putarias feitas contra o Fluminense nas entrelinhas da entrevista.

  41. Walter
    20 de dezembro de 2013 at 18:30 (6 anos ago)

    Venho por meio desse veículo de comunicação informar a minha grande, vou frisar, grande insatisfação com alguns profissionais da mídia. Será que podemos chama-los de profissionais? Sair de casa com a camisa do Fluminense hoje em dia é complicado. Infelizmente, vivemos em um país onde a maioria das pessoas é imoral. O “massacre” da mídia sobre o Fluminense não desmente esse fato. “Grandes defensores de furadores de filas”, isso sim! A partir do momento em que se participa de uma empresa ou instituição, o indivíduo que nela está presente, está sujeito ás ordens nela estabelecidas. O Fluminense cumpriu o regulamento exigido no meio que ele está integrado. E os clubes Portuguesa e Flamengo? Coitados! Não sabiam que escalar jogador com suspensão é contra a regra? Descumpridores da regra defendidos por profissionais sem ética. Um erro que em minha opinião é infantil. O Fluminense não foi favorecido! Com a perda de pontos por descumprirem as regras Portuguesa e Flamengo diminuíram o saldo de quatro pontos cada um, diminuindo assim, suas pontuações. Se o Fluminense não tivesse vencido a última rodada do brasileirão no jogo contra o Bahia não estaríamos, hoje fora do rebaixamento. Se tivéssemos terminado o campeonato com 43 ou 44 pontos, mesmo com o critério de desempate, hoje, nós que estaríamos rebaixados. Talvez, nessa situação imaginária a mídia não tivesse “pego no pé do Fluminense”.
    Quero deixar bem claro que o Fluminense cometeu vários erros durante o ano o que resultou em uma péssima campanha em 2013. O meu sentimento dentro da moral é que o Fluminense foi rebaixado. Não foi pelos esforços próprios que o Fluminense continuou na Séria “A”, mas sim pelo erro no cumprimento do regulamento por parte de dois clubes brasileiros: Portuguesa e Flamengo.

  42. Luiz Carlos de Souza Junior
    20 de dezembro de 2013 at 18:46 (6 anos ago)

    Está na internet… não fomos nós que dissemos… kkkkk

    http://viradademesa.com.br/flamengo-pode-ter-pago-escalacao-irregular-heverton-rebaixamento-portuguesa/#

    Nos bastidores, Flamengo poderia ter pago manobra para o rebaixamento da Portuguesa
    Circulam versões em vários blogs e redes sociais a respeito de que a escalação irregular do jogador Héverton pela Portuguesa na última rodada do Campeonato Brasileiro 2013 seria uma manobra do Flamengo, com o consentimento do clube paulista e sua diretoria atolada em dívidas pelo clube, para evitar o rebaixamento da equipe carioca. A tese ganha corpo quando o jornal Lance! havia divulgado uma matéria na sexta-feira a noite com a punição do zagueiro André Santos, antes do próprio jogo entre Flamengo e Cruzeiro onde houve a irregularidade que fez o rubro-negro ser punido.

    Confira, na íntegra o texto que circula nas redes sociais e que, em parte, faz muito sentido para este blogueiro e para muitos torcedores da Portuguesa e até do Fluminense.

    A manobra do Flamengo para se livrar do rebaixamento em 2013 e os motivos da Portuguesa em aceitar descer no lugar do rubro-negro. A virada de mesa favorece à Globo, que põe a culpa no Fluminense para livrar a cara do Flamengo. A Globo evita perder jogos em ano de Copa e abafa o verdadeiro culpado pelas irregularidades, o Flamengo. Vejamos se realmente não faz sentido.

    A rodada começa Sábado. O Flamengo joga contra o Cruzeiro e não se dá conta que seu jogador está em campo de forma irregular. Em dado momento, é avisado, mas então, já é tarde. Em outro momento, ou durante o jogo, ou ao final deste, ou até mesmo no dia seguinte, descobre que vai ser julgado pela irregularidade. Descobre então, que perderá 4 pontos, já que a lei é clara e não terão como fugir disso.

    Não poderão correr da punição pois a informação de que seu jogador, André Santos, não poderia jogar, já havia sido divulgada. O Lance!, na sexta feira, 06/12/2013, publicou a matéria “Suspenso, André Santos não enfrenta o Cruzeiro pelo Brasileirão”.

    O Flamengo, errando feio e jogando fora todo o planejamento de se manter na primeira divisão às custas de outras manobras já feitas, está em um dilema. Como resolver a irregularidade que já saiu na imprensa? Como saber se “alguém” leu a notícia do Lance!? A quem recorrer? A FlaPress, claro. Sabemos que a FlaPress mostra o lado errado dos adversários do Flamengo, e esconde os seus. Foi exatamente isso que foi feito. Nada foi falado sobre André Santos ter jogado.

    Não houve em nenhum veículo, no rádio, na web ou na TV, mais nenhuma menção a este erro até o ressurgimento do assunto como uma bomba mortal, no final da tarde de terça-feira, dia 10 de dezembro. “Como explicar que ninguém da imprensa notasse tal erro se a suspensão do jogador foi notícia na sexta-feira? Se alguém tivesse notado, não acham que o fato seria grave o suficiente para pautar todos os demais veículos de comunicação? Como explicar que nas transmissões de domingo à tarde na Globo ou no SporTV, tal fato sequer fosse citado? Ninguém sabia? Ninguém leu no Lance?”, diz José Augusto Catalano, colunista de jornal e torcedor do Fluminense.

    A equipe da Portuguesa também tem seu jogador punido e está precisando de dinheiro. Manoel da Lupa, o presidente da Portuguesa, já se envolveu em escândalos financeiros. A ESPN publicou uma matéria bastante comprometedora sobre a ausência do mandatário luso no clube, que resumiu: “Manuel da Lupa, que não marcava presença no Canindé desde a derrota para o Bahia, em 24 de novembro, e ressurgiu somente nesta semana por conta de um compromisso diplomático. Na sua ausência, o novo mandatário, Ilídio Lico, que tomará posse somente em janeiro, teve de se desdobrar para driblar dificuldades financeiras que quase levaram o elenco lusitano a entrar em greve. Ao lado de seu ex-vice, Luis Iaúca, Da Lupa teve os seus bens penhorados na Justiça por conta de empréstimos tomados junto ao banco Banif e que agora estão sendo cobrados. Em manobra nos bastidores, ele tentou repassar sem sucesso a dívida para a Portuguesa.”

    O fato do jogador da Portuguesa ter entrado em campo e por isso, já estar irregular, derrubaria toda a tese aqui escrita. Mas vale lembrar o seguinte: o Flamengo cometeu um erro de jardim da infância, na escola da malandragem ao por seu jogador suspenso para jogar. O aviso no Lance! de que ele estava suspenso não foi lembrado. Porque a Portuguesa não cometeria um erro infantil também? E se fosse induzida a obedecer à Globo e o Flamengo sem saber que estar na súmula ou não, daria na mesma?

    A Portuguesa, pega de surpresa com o ocorrido, talvez em cima da hora, com o Dr. Manuel da Lupa precisando mais e mais de dinheiro, aceitou sem pestanejar a oferta rubro-negra ou da Globo, não tendo verificado se o fato de estar na súmula ou no banco de reservas faria diferença de ele ter entrado em campo. É o respaldo duplo do Flamengo, que a partir de então, conta com duas saídas: a Lusa acatar o pedido mediante algum pagamento, ou não acatar, desde que esteja com o jogador escalado para a partida. Mas não iriam falar absolutamente nada para o pessoal da Portuguesa, pois era a garantia para que o rebaixamento não ocorresse de forma alguma.

    Porque o Dr. Manoel da Lupa aceitaria colocar a Portuguesa nessa situação?

    Entenda o caso do Dr. Manuel da Lupa com o Banco Banif, consoante publicado em matéria no jornal O Estado de S. Paulo: ”O Banif moveu quatro ações em quatro Varas Cíveis diferentes de São Paulo, para cobrar a dívida de R$ 43 milhões. Duas teriam valor de R$ 4,2 milhões e as outras de 17,1 milhões. Além da Portuguesa, foram notificados o próprio Da Lupa, sua esposa, Maria de Fátima Ferreira, e o Luiz Iaúca. Pelo fato das ações terem sido movidas em quatro locais diferentes, os processos devem ser unificados, o que levaria um tempo melhor. Caso a dívida seja executada, a Lusa corre o risco de ter bens penhorados. Isso caso não consiga um acordo antes da decisão final da Justiça. Além disso, tanto Da Lupa como Iaúca poderiam ser destituídos de seus cargos e ainda responder à Justiça pela dívida contraída em nome da equipe”.

    O Flamengo está verdadeiramente ameaçado de rebaixamento com a perda dos quatro pontos já conhecidos pela sua equipe jurídica. A ameaça vem do fato de o Fluminense vencer a partida contra o Bahia. O Vasco também não pode vencer, sendo essa, a pior situação, pois basta apenas um dos dois vencerem que o Flamengo será rebaixado, porém, melhor se for o Fluminense. Continuemos para entender melhor e porquê.

    Ciente da situação, e já sabendo que o único time que também poderá se enquadrar na mesma irregularidade é a Portuguesa, julgada inclusive no mesmo dia, a diretoria, sob a responsabilidade de qualquer um deles, resolve procurar a Portuguesa e esclarecer os fatos. O Flamengo quer pagar para a Portuguesa uma situação de respaldo. No domingo, dia dos últimos jogos do Brasileirão de 2013, Portuguesa, Fluminense e Vasco vão jogar. O Fluminense, em uma demonstração de malandragem, atrasa a partida para saber dos resultados do jogos entre São Paulo e Coritiba e Atlético-PR e Vasco antes que o seu próprio jogo termine. Em Joinville, a partida será a última a acabar devido a confusão entre as torcidas. O São Paulo não consegue empatar a sua partida e perde por 1 a 0 para o Coritiba. Esse resultado rebaixa o Fluminense, que vai empatando com o Bahia em 1 a 1.

    Até aí, Flamengo está salvo, pois ao perder seus 4 pontos no STJD, ficará ainda fora do Z-4. Mas o jogo do Fluminense ainda não acabou, pois começou mais tarde. A diretoria do Flamengo sabe que se o Fluminense virar o jogo, será o rival tricolor quem rebaixará o Flamengo. Então, antes que isso possa ocorrer, nas conversas que foram mantidas entre a Portuguesa e o Flamengo foi decido: O Flamengo não pode cair e disputar a segunda divisão justamente no ano da Copa do Mundo no Brasil. Que vexame seria para a Globo? Que vexame seria para a Adidas que diminuirá, previsto no contrato, o valor pago ao time da Gávea. Se a Lusa usar o jogador irregular na partida, poderá, e deverá, perder os mesmos 4 pontos que o Flamengo, sendo ela, a rebaixada de 2013 no lugar do Fluminense se ele vencer o jogo e não mais o Flamengo.

    Qual o pagamento por isso? Não se sabe. Mas algo foi pago para que a Portuguesa, sabendo da irregularidade de seu jogador, o escalasse para a partida justamente no Banco de reservas. Atentos deveriam ficar, pois se o Fluminense virasse o jogo, deveria por jogador em campo. Começar a partida com Héverton em campo, era correr risco desnecessário, já que se o Fluminense perdesse, o Flamengo não correria risco perdendo seus 4 pontos.

    Com o jogo atrasado na Bahia e empatado desde os 10 minutos do segundo tempo, corriam o risco de o Fluminense virar a partida após o fim do jogo da Portuguesa. Se Héverton ficasse apenas no banco até o fim da partida, poderia não ser considerado irregularidade, ou na melhor das hipóteses, a Portuguesa ser punida apenas com a perda de 3 pontos, ficando na frente do Flamengo no fim, rebaixando o time da Gávea. Então, aos 32 do segundo tempo, entra em ação o plano da Gávea para garantir a permanência de forma extra campo, como nas oportunidades anteriores de 1987 e 2002. Héverton entra no jogo, pois não podiam arriscar nos minutos finais do jogo entre Fluminense e Bahia, até então, ainda empatado em 1 a 1. Primeiro, a Portuguesa não poderia vencer o jogo de forma alguma, pois passaria o Flamengo na tabela. Segundo, deveriam fazer Héverton jogar para ser punida. E foi o que aconteceu. Assim, Flamengo está salvo mesmo que perca os 4 pontos no STJD, pois será a mesma pena aplicada à Lusa, não deixando margem para que o Flamengo entre na Z-4.

    Mas, ainda tem o Vasco que está totalmente atrasado. Incrivelmente, a Globo não desiste de transmitir a partida mesmo que isso atrase sua preciosa grade de programação em mais de uma hora. A Globo sabe que o jogo vai ser retomado, pois é muito provável que o Vasco saia perdedor. Se o time cruzmaltino virar o jogo, não terá apelação, o Flamengo será rebaixado. Se o jogo não prosseguir, o Vasco pode conquistar os 3 pontos da partida.

    Porque o jogo não foi suspenso, mesmo com a confusão? Porque a regra diz para esperar 30 minutos mais 30 minutos de bom senso caso seja claro que haja condições de jogo, mas nos primeiros 30 minutos de espera, não havia garantia nenhuma de jogo e nem sequer havia ambulância em campo, por tanto, não havia motivos para aguardar pelos 30 minutos adicionais? O jogo em Joinville estava garantido também ao Flamengo pela arbitragem?

    No final, o Fluminense vira o jogo e rebaixará o Flamengo assim que ocorrer a denúncia da irregularidade, mas a Portuguesa o salvará. Salvará a Globo. Salvará a FlaPress. Mas afundará o futebol de vez…

    No fim, como já podemos ver a Globo e demais ligadas à FlaPress já tem mostrado, o Vasco é o vilão maldito de Joinville, tendo aparecido na telinha mais vezes a cara do torcedor vascaíno batendo, após apanhar, no santinho do torcedor do Furacão, que Especial Roberto Carlos ao longo dos anos na Globo no fim de ano. Sabemos que as autoridades de Joinville já identificou mais de 60 torcedores na briga, a grande maioria é do Atlético-PR, e a Globo para de mostrar os envolvidos. O Vasco é visto como “o malvado”, o Fluminense é “malvado”, Flamengo é esquecido embora tenha real possibilidade de rebaixamento para que sua torcida fique blindada e a Portuguesa é a santinha e injustiçada equipe de São Paulo.

    E tem mais! No fim, o resultado do julgamento de hoje, para o caso das irregularidades, a Portuguesa foi punida e o Flamengo também. Perderam ambos 4 pontos. No momento, a Portuguesa está rebaixada, junto do Vasco, da Ponte Preta e do Náutico. Mas a virada de mesa será consumada e ninguém será rebaixado. Essa é a garantia da Lusa para permanecer na primeira divisão mesmo tendo obedecido o pedido/ordem de Flamengo e Globo? Ano que vem poderemos ter um campeonato de 22 clubes ou 24. Mas antes disso, ainda haverá recursos de todas as partes.

    Caso resolvam salvar todos, o Fluminense por ter direito a permanecer devido a irregularidade do Flamengo, a Portuguesa porque obedeceu, o Flamengo porque manobrou como sempre, teríamos um campeonato com 21 equipes! Mas 21 é número ímpar. O próximo time rebaixado e que também está envolvido em recurso, o Vasco completaria o número par que melhor configura um campeonato. Mas Náutico e Ponte Preta não vão ficar de braços cruzados e se acomodarem com o ocorrido, pensando, “ah, vocês podem e nós não, tudo bem”. A CBF mantém os 20 e soma com os 4 promovidos, Palmeiras, Chapecoense, Sport e Figueirense.

    Melhor que isso, só se for feito o que já estavam manobrando há alguns anos. A volta dos mata-matas. Com 24 clubes, dois grupos de 12, classificam os 4 primeiros de cada grupo, ou outra fórmula qualquer, montam as quartas de final, as semifinais e a final. Campeonato emocionante, no ano de Copa do Mundo justamente no Brasil. Com a fase de mata-mata, o calendário fica mais curto, principalmente com a parada de um mês para a Copa do Mundo e agrada também ao Bom Senso FC, que procura justamente por isso. Será que estamos presenciando uma nova versão de um Clube dos 13 que está sendo criado?

  43. Roberto Junior
    20 de dezembro de 2013 at 18:53 (6 anos ago)

    Precisamos de reforços de verdade, pois este próximo ano será 19 contra 1 seja na série A ou B.

    Não quero assistir 1997 novamente!

    Cadê o Vice de Futebol cascudo?

    Contratações de pelo menos 2 zagueiros (Anderson Martins e Manoel)

    1 Lateral esquerdo e a PERMANÊNCIA do Carlinhos

    2 jogadores para o meio (eu passava a perna nos mulambos e contratava o Elias, eles ficariam p!…)

    2 Atacantes (sem esse papo de trazer o Magnata agora idoso, né)

    Poderíamos mirar nos sulamericanos e trazer umas 3 ou 4 promessas, uma delas poderia ser o Scocco e garimpar uns zagueiros e cães de guarda para primeiro volante.

    Precisamos montar um time para ganhar tudo ano que vem, caramba!!

  44. JOAO PAULO TONINI
    20 de dezembro de 2013 at 19:00 (6 anos ago)

    Na boa Danilo,

    Fazendo uma analogia barata com as entrevistas citadas, é como se o Fluminense levasse uma paulada no crânio e revidasse chamando o agressor de “feio”.

  45. JOAO PAULO TONINI
    20 de dezembro de 2013 at 19:02 (6 anos ago)

    Não tenho nada contra o Renato Gaúcho, mas me revolta saber que a Flusócio, representada por sócios do clube, não quer o treinador e ele será contratado mesmo assim.

    Será que nada mudou?

  46. Rogério
    20 de dezembro de 2013 at 19:05 (6 anos ago)

    Gostei do texto. Firme, lúcido e ainda assim de leitura elegante. Continuo a reiterar a necessidade de um órgão que faça/preste a comunicação institucional e pode ser através das pessoas que compõem este blog, ou os responsáveis pelo mesmo, pois apresentam aspectos críticos, coerência e contundência quando necessário.
    O que me cansa e deve cansar a muitos é a falta de abertura e escuta do presidente a este “canteiro de boas idéias”, uma expressão que não é ou foi minha, mas de Valmir Veloso e que bate com o que penso, assim como concordo com o Felipe Ramone sobre o presidente não ler ou ter acesso a este blog, embora devesse.
    ST.

  47. Lauro
    20 de dezembro de 2013 at 19:13 (6 anos ago)

    Wagner,
    Concordo com vc, acho que deveriam manter o Dorival. O time melhorou consideravelmente qdo ele assumiu.

    A prposito, volto a enfatizar q uma troca do Sobis pelo Jadson e Oswaldo ou Rodolfo e um gde negocio p o Flu, principalmente c o Jadson, q viria p compor meio campo c conca e jean !!! Espero q a lentidao e comodismo q percebo nessa diretoria nao faca perder esse negocio….

    Sds

  48. DANILO HERINGER
    20 de dezembro de 2013 at 19:14 (6 anos ago)

    estou com medo desse julgamento

    a midia agora inventou essa historia de BID c alguem puder me explicar e me deixar calmo eu agradeço

  49. Alex
    20 de dezembro de 2013 at 19:20 (6 anos ago)

    FRASE: SEU ÓDIO, NOSSO COMBUSTÍVEL.

  50. WAGNERFLUZÃO
    20 de dezembro de 2013 at 19:50 (6 anos ago)

    À MODERAÇÃO.

    EU FIZ UM COMENTÁRIO NESSE POST ANTES DO QUE FOI PUBLICADO , PORÉM O MEU PRIMEIRO COMENTÁRIO NÃO APARECEU ATÉ AGORA.

    EU PEÇO À MODERAÇÃO QUE COMETEU ESSE ERRO , CONSERTE – O , POIS NÃO QUIS ATINGIR NINGUÉM E COLOQUEI A VERDADE.

    SERÁ QUE JÁ COMEÇOU A CENSURA , OU É ALGO PESSOAL COMIGO ?

    ESPERO ESTA RERRADO .

    NO AGUARDO DA COLOCAÇÃO DO MEU COMENTÁRIO QUE MOSTRAVA O QUE A MULAMBADA COMBINOU COM A PORTUGUESA,

    WAGNERFLUZÃO.

  51. Alberto Brasilia
    20 de dezembro de 2013 at 20:20 (6 anos ago)

    Acabei de chegar em casa,tomei um belo vinho chileno com amigos do peito(flamenguistas,vascainos,botafoguenses)e gritei em alto e bom som no bar:VCS VÃO TUDO PRÁ PQP,FLUZÃO NA CABEÇA EM 2014,SÉRIE A,KKK,OS CARAS MORRERAM DE RIR,PRINCIPALMENTE PORQUE EU PAGUEI A CONTA,KKK,SDS TRICOLORES!!!!

  52. José Almeida
    20 de dezembro de 2013 at 20:32 (6 anos ago)

    Amigos

    há um movimento junto ao MP SPaulo no sentido de investigar o que ocorreu com a lusa e se há

    alguma contrariedade ao estatuto do torcedor.

    Creio que precisamos avaliar um abaixo assinado que fique em poder do advogado do FFC no

    sentido de mostrar que também somos torcedores e as retaliações abusivas pelas quais temos

    passado nos últimos dias e cujo constrangimento tem como causa maior a irresponsabilidade de

    repórteres e comentaristas que se escondem atrás do direito de liberdade de imprensa para

    relatar inverdades.

    Se há desalinhamento entre estatuto do torcedor e regulamento do campeonato, em algum

    momento, este desalinhamento também nos atingiu. A diferença é que nós respeitamos, seja com

    as punições do Felipe, do Fred, etc e com os mesmos motivos que eles agora se negam a

    respeitar.

    Se o estatuto do torcedor interferir na última rodada, porque não interferiu nas demais?

    Só que há um pequeno detalhe de diferença nisso tudo.

    Qualquer alegação quanto ao estatuto do torcedor terá como fato gerador uma ação pontual,

    imediata e com tempo de ocorrência tendendo para o instante da irregularidade.

    Já quanto ao erro que o STJD julga, ele tem (e necessita ter) controle contínuo e DURANTE

    TODO O CAMPEONATO.

    Na escência são aplicações de leis que não podem ser “misturadas”.

    Se o estatuto do torcedor valer para a última rodada pontualmente, para que injustiças não

    sejam cometidas com outros torcedores, todos os resultados dos times que foram punidos em

    rodadas anteriores e ao longo do campeonato terão amparo para serem revertidas em favor do

    time que teve pontos perdidos. Caso contrário o estatuto do torcedor estará sendo justo só

    com o flamengo e com a lusa.

    Voltando ao abaixo assinado, poderíamos deixar um pré-processo assinado e preparado com todas

    estas questões, não deixando só para última hora. Ou será que o nosso direito só é o de ser

    rebaixado ?

    Além disso, já que há uma tendência de justiça comum, precisamos nos manifestar (pode ser até

    no MP de SP) no sentido de pressionar para que haja uma investigação que descubra os

    “mistérios da última rodada”:

    Contrato da addas com o FFR e necessidade de ganhar o jogo do cruzeiro, colocando o andre sts

    e falta de explicação convincente pelo advogado e dirigentes da lusa quanto à entrada do

    jogador suspenso somente no fim do jogo.

    Se houver uma investigação cronológica minuciosa vão perceber que podemos não estar diante de

    meras coincidências, inclusive, se não me engano, pelo jogador da lusa entrar imediatamente

    depois que o fluminense fez o segundo gol no bahia.

    Se tivermos problemas por conta do estatuto do torcedor, sou a favor de abrirmos várias

    frentes que investiguem a “VERDADEIRA VIRADA DE MESA”, pois a nossa virada é uma farsa.

    Saudações

  53. allan
    20 de dezembro de 2013 at 20:51 (6 anos ago)

    Alô FLUSOCIO !!!!
    A hora é de debater contratação de técnico e formação do elenco.
    Vão esperar definirem (FX, CB e PS) por Renato Gaúcho, Fagner e Rochemback ?
    A torcida já se uniu (em sua esmagadora maioria) em torno do FFC.
    Agora, se a Flusocio (PRINCIPAL AVALISTA DESTA ADMINISTRAÇÃO) deixar correr nos rumos que vem sendo ventilados a condução do futebol em 2014 vão repetir 97-98 e o Peter vai conseguir superar o que parece ser seu ídolo, Alvaro Barcelos.
    Rochemback é um Edinho mais velho e mais gordo e Fagner – só para lembrar – não jogou NADA esse ano.
    Em 2014 o Fluminense não pode se permitir servir para Renato Gaúcho brincar de técnico.
    Todo mundo sabe que ele NÃO é técnico. É só um animador de rachões e distribuidor de camisas.
    Ajam agora antes que seja tarde. Façam como fizeram quando o Peter covardemente quis fechar o Clube e vcs não deixaram.
    Vamos deixar a mídia um pouco de lado e vamos arrumar nossa casa.
    Concordei com todos os posts anteriores sobre o assunto stjd (só incluiria o sportv, no mínimo, no mesmo nível de escrotidão que a espn) mas esse recado já está dado.
    E esse tema está distraindo a gente enquanto esse incompetente do FX começa a tratar de contratações. Se não marcarmos em cima outros marcelinhos e andersons virão.
    Aí vai ser um tapa na cara da nossa torcida pior do que os desferidos pela mídia, afinal vindo de nossos próprios dirigentes.
    Vamos, por favor, focar na montagem do elenco e na contratação do técnico.
    E volto a insistir nisso: muito aqui já se falou em recuperar marca, core business, agregar valor, imagem institucional, contratar Renato Gaúcho é – além de certeza de incompetência técnica – a pior jogada de marketing que podemos fazer. O cara é odiado no Brasil inteiro. E não é por inveja de sua competência ou pelos títulos que conquistou como treinador. É por sua empáfia e sua arrogância.
    Se o Peter contratar Renato Gaúcho vai fazer mais um gol contra. e vai decepcionar a torcida tricolor mais uma vez.
    RENATO GAÚCHO NÃO !!!!!!!
    ST

  54. Cláudio
    20 de dezembro de 2013 at 20:57 (6 anos ago)

    Estou muito preocupado com o noticiário que tem sido divulgado.
    Renato Gaucho de Técnico (Flupress)?
    Troca do Sóbis com Jadson e Osvaldo …
    O Peter não aprendeu p. nenhuma ctazo;
    Que p. de mudança é essa. Tentar novamente o que o Orca não conseguiu…rebaixamento.
    Se verdadeira vou hibernar e só acordo depois que o Peter sair.
    Vergonhosa a inércia e mais vergonhosa a ação.
    O Fluminense precisa de jogadores com sangue, não moscas mortas.
    Ano que vem é faca nos dentes o ano todo, contra tudo e contra todos.
    Se não aguenta o tranco pede pra sair porra.

  55. Paulo Ypyranga
    20 de dezembro de 2013 at 21:05 (6 anos ago)

    É de Renight mesmo que nós vamos?

    Ê trem bão!!!

    Já que nós temos essa capacidade ímpar de arrumar problemas pra nós mesmo, vamo que vamo…

    Sem emoção não é Fluminense, não é verdade?

  56. Alexandre Said Delvaux
    20 de dezembro de 2013 at 21:12 (6 anos ago)

    Pra quem tem pena da Portuguesa e do Manoel da Lupa
    Futebol
    09/04 – 13:06, atualizada às 16:37 09/04
    Portuguesa confirma denúncia de suborno e diz que tem provas

    Segundo presidente da Lusa, zagueiro Jean teria recebido R$ 20 mil para facilitar a vitória do Santos sobre a Ponte Preta

    Redação iG Esporte e Agência Estado

    Procurador do TJD aguarda provas, mas descarta parar campeonato
    Da Lupa não teme represálias jurídicas por parte do Santos
    Especialista em direito desportivo não acredita em paralisação do Paulistão
    “Leviano”, Da Lupa também será processado pelo Sindicato dos Atletas
    Santos contra-ataca e promete processar Lusa por acusações
    Zagueiro da Ponte só falará sobre polêmica na semana que vem
    O jogo: Santos vira partida dramática contra Ponte e está nas semifinais

    SÃO PAULO – A Portuguesa lavrou boletim de ocorrência e protocolou no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) as provas de um suposto suborno ao zagueiro Jean, da Ponte Preta. Ele teria recebido R$ 20 mil para ajudar o Santos na partida contra a Macaca, domingo passado, que terminou com vitória santista por 2 a 1. O resultado classificou o Santos e eliminou a Portuguesa do Campeonato Paulista.

    Assista ao vídeo

    Nesta quinta-feira, o presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, convocou entrevista coletiva para explicar o caso e confirmar a existências de provas da prática de suborno. Acompanhado do vice-presidente jurídico da Portuguesa, Giuseppe Fagoti, o presidente resumiu o caso. “Uma pessoa nos ligou e fez a denúncia. Ele diz que um procurador de Santos foi atrás do procurador do jogador e fez uma proposta em torno de R$ 20 mil”, afirmou.

    Ainda sem provas de que o suborno de fato tivesse acontecido, o cartola buscou orientação com o Ministério Público, através do doutor Paulo Castilho. Depois disso, a pessoa que fez a denúncia voltou a procurar Manuel da Lupa e agendou um encontro. O cartola e duas testemunhas, então, foram à delegacia registrar boletim de ocorrência e prestar depoimento.

    De posse do boletim de ocorrência (número 2108/2009), lavrado no 12º Distrito Policial (Pari), Da Lupa e Fagoti revelaram os nomes das testemunhas do acerto entre o defensor e o Santos. E cobrou providências do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol.

    “Pelo que ficou relatado no BO, os senhores Silvio Figueira e Fernando Oliveira Mendes tomaram conhecimento através de um conhecido, de nome Izildo, que seria empresário de futebol, de que um representante do Santos teria pago R$ 20 mil ao empresário do zagueiro Jean para facilitar o resultado da partida de domingo”, relatou o vice-jurídico.

    O advogado confessou, no entanto, que não sabe o sobrenome do suposto intermediário da negociação (Izildo) e sua ligação com o Santos. “Não temos nada de alguém ligado diretamente ao Santos, mas, segundo essas pessoas que fizeram o B.O, ele é um empresário que teria ligações com o empresário do atleta e com representantes do clube”.

    Para o vice-presidente jurídico do clube, Giuseppe Fagoti, a Portuguesa já foi prejudicada em demasia na história do futebol e chegou a hora disso ter um fim. “Gostaria que o TJD apurasse essa história até o final, pois a Portuguesa já foi muito prejudicada. Se ficar provado que perdemos no campo, não tem problema, mas temos um elenco de qualidade e não é justo ficarmos fora das semifinais por um outro tipo de acerto”, concluiu.

    A vitória por 3 a 2 do Santos sobre a Ponte Preta foi garantida com um pênalti cometido pelo zagueiro Jean, que colocou a mão na bola nos minutos finais da partida. Santos e Portuguesa terminaram a primeira fase empatados com 37 pontos, mas o Peixei avançou porque tinha saldo de gols superior: 11 x 10.

    “Se isso tudo for confirmado, nós esperamos que seja tomada uma atitude. Ó mínimo que devem fazer é cancelar o jogo e realizar novo confronto entre Santos e Ponte Preta”, finalizou o presidente da Portuguesa.

  57. Breno
    20 de dezembro de 2013 at 21:13 (6 anos ago)

    Além do twitter do junior vanucci.

  58. Caíque Maciel
    20 de dezembro de 2013 at 21:22 (6 anos ago)

    Meu engajamento será me mantendo sócio-futebol apesar do monte de cagadas cometidas pela direção do clube esse ano. Esse é um voto de confiança que eu e muitos tricolores darão ao Peter.

    Caso ele cometa os mesmos erros grosseiros desse ano, aí eu mando tudo pro inferno.

    ST

  59. Fabrício Maturana
    20 de dezembro de 2013 at 21:28 (6 anos ago)

    Pensar em Rochembackk pro ano que vem, é começar pensando bem pequeno!!!

    Ano que vem, será contra tudo e contra todos!!

    Acorda, diretora!!

    ST

  60. Maurício da Rocha Ribeiro
    20 de dezembro de 2013 at 21:31 (6 anos ago)

    Cabe a todo tricolor defender a instituição em cada dia de 2014, nas ruas, estádios e redes sociais, seja enaltecendo nossos feitos, seja contra-atacando com críticas abertas à todas as agremiações desportivas que pregam o “jeitinho” e a não observância dos regulamentos. Nesta semana, já tivemos a primeira grande notícia a ser comemorada: o vexame dado pelo time do Ronaldinho dentuço e do vigarista Kalil.

    Que no novo ano, a exemplo do Atlético-MG, todos os canalhas tropecem em suas próprias pernas e o Flu se fortaleça ainda mais!!!

  61. Paulo Carvalho
    20 de dezembro de 2013 at 22:04 (6 anos ago)

    Aqui, em Nova Friburgo nós, TRICOLORES, estamos andando pelas ruas com a camisa do Fluminense.

    Até agora nada demais, a não ser os estúpidos, idiotas, boçais framerdistas que ficam gritando tapetão, e outras babaquices.

    Mas, dessa “raça” não dá pra esperar nada mesmo!

    IMPORTANTE:

    ficou mais do que evidente que tem mutreta da grande envolvendo a escalação do tal do Heverton, no final da partida.

    Grana alta, preta e vermelha, bancada pela grobo, talvêz.

    Não deve ser impossível vasculhar essa canalhice, descobrir e divulgar a merda que fizeram que dá REBAIXAMENTO pra urubuzada.

    Se ficar difícil mesmo, peçam ajuda ao pessoal do Obama, que sabe grampear telefones até de quem já morreu.

  62. Diego
    20 de dezembro de 2013 at 22:20 (6 anos ago)

    Renato Gaúcho???? É brincadeira!!! Cansei dessa palhaçada!!!! Ótima gestão!!!!

  63. Natarelli
    20 de dezembro de 2013 at 22:25 (6 anos ago)

    Ato de protesto da Torcida Tricolor contra a imprensa manipuladora, mentirosa e covarde.

    21/12/2013 – Rua Álvaro Chaves – 13:00 hs. Vamos abraçar o nosso clube que foi caluniado e difamado impiedosamente. Vamos mostrar que mexeram com a Torcida errada.

    Em 2014 precisaremos de todo a nossa união. Aquela união que faz aquilo que ninguém nunca fez.

    2014 começa amanhã.

    Saudações TRICOLORES.

  64. eduardo
    20 de dezembro de 2013 at 22:29 (6 anos ago)

    exceelnte post amigo

  65. Diego
    20 de dezembro de 2013 at 22:33 (6 anos ago)

    Renato Gaúcho e Rochemback???? Não aguento mais. Depois de um ano horroroso como esse que tivemos em 2013 essa diretoria não aprendeu nada? Vcs enchem a boca para criticar as gestões anteriores, mas não conseguem fazer uma autocrítica? Estava indo tudo muito bem, com textos fazendo uma análise crítica desse péssimo ano que tivemos, e então após todo esse engodo escuto que o próximo técnico será o Renato Gaúcho? Escuto que vão trazer o Rochemback para o lugar do Edinho? Só pode ser brincadeira. Fecha as portas e coloca o nome de UNIMED FOOTBALL CLUB.

  66. DANILO HERINGER
    20 de dezembro de 2013 at 22:43 (6 anos ago)

    rafael sobis por osvaldo ,jadson e rafael toloi vale a pena!

  67. caio fabio
    20 de dezembro de 2013 at 22:44 (6 anos ago)

    Eu já disse isto aqui: o Fluminense não tem que ser campeão de simpatia porcaria nenhuma.

    Até parece que somos tratados com cortesia pelos outros. Esse troço de ser simpático deixo pro foguinho, pra lusinha e pro ameriquinha.

    ST

  68. Octavio
    20 de dezembro de 2013 at 23:05 (6 anos ago)

    Peter, Cuca deixou o Atlético ele é o cara para o arrumar bagunça que foi 2013. Armou nosso time para ser campeão em 2010 e quem levou foi o Ratão, chegou a hora dele!

  69. patrese amaral
    20 de dezembro de 2013 at 23:07 (6 anos ago)

    numa boa se vier Renato Gaucho tem q rolar protesto.. nao contra a imprensa, mas contra a propria diretoria…

    espero q nao tenham nem ventilado o nome dele

  70. Bernardo
    20 de dezembro de 2013 at 23:23 (6 anos ago)

    O Fluminense é indestrutível, um verdadeiro Highlander perto desses buchas, cujo objetivo de vida é, a todo momento, tentar nos destruir! Chegou a hora de metermos o pé no peito desses merdas e mostrarmos que SEMPRE teremos time para ganhar de QUALQUER UM!

  71. Claudio Souza
    20 de dezembro de 2013 at 23:24 (6 anos ago)

    De acordo. Que se danem os outros ! Desde quando torcedores dos outros clubes torcem por nós ou nos ajudam ? Que se dane o desprezo deles !

  72. Ricardo Souza
    20 de dezembro de 2013 at 23:46 (6 anos ago)

    A entrevista do Peter é fraquíssima, sob meu ponto de vista. Ficou na defensiva, se justificando (o Fluminense não fez nada que pudesse motivar uma denúncia etc etc etc). Pois se tivesse feito, estaria exercendo seu direito e cumprindo seu dever de defender os seus.

    E Peter foi, mas uma vez (como sempre!), esfaqueado nas costas pela imprensa.

    Peter: … para que essa onda termine o mais rápido possível…
    Globo: – essa onda nasceu no tribunal, com a punição que rebaixou a Portuguesa e salvou o Fluminense na série B.

    Essa onda nasceu na imprensa, numa manobra orquestrada e criminosa. Peter e os demais dirigentes do Fluminense precisam aprender de uma vez por todas que esses canalhas da imprensa não merecem respeito, devem ser tratados como criminosos que são, a pontapés e esculachos.

    De uma vez por todas, Fluminense, pare de se justificar! Nào permita que os criminosos pautem nossas atitudes. Eles querem cassar nosso direito de defesa, silenciar nossa voz e suprimir nossa identidade!

    BASTA!

    PROCESSO NESSES CANALHAS! CALÚNIA, DIFAMAÇÃO, FALSA IMPUTAÇÃO DE CRIME, ESTELIONATO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA!

  73. Sergio Santos
    20 de dezembro de 2013 at 23:53 (6 anos ago)

    Central Fox fez uma matéria ‘reality’ que não deve ter sido vista por todos, e que então vou resumir:
    puseram um camarada de camisa do Flu laranja, circulando pelo Largo da Carioca. O cara era grandåo, 1,80 talvez. Entåo os valentões contra crianças e idosos, passavam no desvio, uns dois disseram ” fala tricolor e ai, vai na segunda …”. Um deles quando o figurante encostou saiu pedindo desculpa.

    Mas não foi isso que me chamou atenção. Foi um tricolor real ! daqueles “dobrados”, que foi flagrado na câmera cruzando o largo de camisa tricolor/tricolor, de peito estufado de orgulho.
    Esse cara deve ter saido cedo de casa, passado o dia circulando, e voltado pra casa intocado, pro repouso dos guerreiros.
    Amigo, receba um abraço de um senhor que detesta a violência, mas que até já saiu na porrada pelo Fluminense.

  74. Avellar
    21 de dezembro de 2013 at 0:08 (6 anos ago)

    Revolta. Chega, o clube precisa tomar medidas urgentes e drásticas.

    Nelson Mota, ques diz tricolor, acabou de nos humilhar e ridicularizar em rede nacional. Que que é isso?

    Esse cara deve ser excomungado do clube. Peter deve declarar que o clube não precisa, na verdade dispensa, torcedores assim.

    Venal!

    Peter, acorda!

  75. Marcelo Xavier
    21 de dezembro de 2013 at 0:21 (6 anos ago)

    Um zagueiro para por o Eusebio no Banco – Manoel do Atletico paranaense
    Sobis – Por Oswaldo e Jadson, o Wellington que fez o gol contra nos no maracana, careca é um bom reserva para o fred (desde que o salario do Sobis cubra o dos 2)
    Vende o Samuel e busque um camisa 9 de verdade para ser reserva do FRED pois sempre precisamos.
    Um lateral esquerdo por gentileza, só o Carlinhos não dá, se ele machuca, como ficamos?, um bom lateral!

    Isso só para começar!!

    Apresentação do CONCA em dia com chamada de filiação EM MASSA para sócio torcedor!!! É a chance de subirmos mais uns 10.000 só aí!

    Campanha de esclarecimento que TODOS os indicios que vem sendo levantados levam a crer que é muito mais crível que se houve armação COM CERTEZA foi DO FLAMENGO!!! Textos completos com detalhes possíveis já estão na internet.

    É se não quiserem acreditar, QUE SE DANEM TODOS!! Se querem 19 contra 1 , que montemos um time para ganhar dos 19 e ponto!! SOu FLUMINENSE MESMO!!! A infraero VETOU a festa para o COnca pois a estimativa era de 10.000 pessoas. Isso é fruto que estamos colhendo dessa campanha! O amor vai aumentar!! O tricolor está com a “faca nos dentes”. Que possamos LOTAR os estádios em 2014, média alta, por 40.000 com facilidade! Vamos aproveitar o momento, estamos na mídia mais do que nunca!!Somos massa de pão quanto mais batem mais a gente cresce, o feitiço está se virando contra o feiticeiro, ouso dizer que seremos a torcida que mais crescerá em 2014! Vamos retomar a hegemonia carioca e igualar o penta dessa mulambada suja!!!

    NENSEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!

  76. José Carlos F. da Costa
    21 de dezembro de 2013 at 1:50 (6 anos ago)

    Li aqui vários colegas mencionando a possibilidade de termos Renato Gaúcho, Fábio Rochemback e Fágner. Espero que sejam boatos.

    Honestamente, se o Renato voltar eu penso em boicotar o Flu em estádios esse ano. E olha que não pago um centavo, por ser sócio contribuinte.

    Quanto aos dois jogadores, se eles forem confirmados (especialmente o Rochemback) adoto imediatamente o FORA XIMENES.

  77. Cesar Moreira
    21 de dezembro de 2013 at 2:42 (6 anos ago)

    Sobre o post, perfeito: O Fluminense somos nós!!

    .Meu treinador é Ney Franco.
    .Não troco o Sóbis.
    .O primeiro nome da minha lista é Cícero (depois um zagueiro, um volante – pode ser um sulamericano tipo cão de guarda e um atacante).
    .LE reserva Carlinhos II do Curitiba.

    Rumo à Tríplice Coroa!

  78. Jorge Eduardo
    21 de dezembro de 2013 at 3:02 (6 anos ago)

    A torcida está apoiando o clube e comprando a briga contra todas as outras torcidas e contra uma imprensa flavestida. Agora cabe ao clube nos representar bem, diversos msg já foram postadas cobrando para que PS e diretoria façam o que tem que fazer, contratar um excelente técnico, mandar embora grande parte dos jogadores e contratar excelentes jogadores, mas o que tem saído na mídia é preocupante.

    Flusócio favor EXIGIR que PS não nos faça passar por mais uma vergonha e que não contrate RG, Rocambole e outras MERDAS. Precisamos de um planejamento de primeira e não esses nomes que estão sendo falados. PRIORIDADE MÁXIMA CONTRATAR CERTO E PRA ONTEM, chega de amadorismo.

    Se construírem o povo vem… FIELD of DREAMS… tragam o técnico e os jogadores que a torcida clama e a torcida garantirá apoio maciço. Marketing do clube lance planos de apoio a contratação de determinados jogadores, acerte com eles e em redes sociais vise a adesão em massa. Chega de ficar de braços cruzados ou de planejumento errado.

  79. Simone
    21 de dezembro de 2013 at 7:55 (6 anos ago)

    A portuguesa possivelmente se vendeu, certamente cometeu um erro primário e definitivamente está falida. Mas está ganhando uma visibilidade que jamais teve ou terá. Tem todo interesse em alimentar esse imbróglio a todo custo, catalisando a inveja travestida de ódio de toda essa imprensa viciada e suja. Deixemos a lusa no seu lugar. Sabemos bem qual o nosso e, por ele lutaremos.

  80. Ricardo Sá
    21 de dezembro de 2013 at 8:19 (6 anos ago)

    Olha pessoal, confesso que não tenho toda esta aversão ao Renato. Quando vejo Abel quase beijando o Edinho, Dorival colocando o mesmo gajo de lateral esquerdo em um jogo, Luxa colocando o Anderson de lateral esquerdo e os tres técnicos citados colocando o Anderson pra jogar em vários jogos, me pergunto, afinal, qual a diferença entre eles? Só se for de grife? Sob uma ótica um pouco diferente, 2014 vai ser o bicho, vamos ser atacados sem dó nem piedade. Pelo seu perfil, se contratado for, ele não vai dar de barato. Talvez até em função desta situação criada, se alguém provocar já sabe que terá uma resposta incisiva e pronta na ponta da lingua, coisa que não parece ser o forte do Peter. Vamos muito precisar de: Boca juniors? Prazer, Fluminense! Quem sabe não seja isto o escudo para ano que vem? Reflitam!

  81. Marcelo Tricolor
    21 de dezembro de 2013 at 8:25 (6 anos ago)

    Peter é apenas uma marionete.

    A declaração do Peter dizendo que a “indecisão” está atrapalhando o planejamento foi assunto em todos os debates esportivos ontem, como eu havia alertado. Inclusive com o fdp do Felipe Cardoso da globo dizendo que o presidente está achando que iremos jogar a série B.

    Se a Flusócio não pressionar, iremos de RG e Rocambole (o Ygor 2014).
    Renato é um motivador, treinador do vamos que vamos, seus times não tem esquema, não tem jogada ensaiada, aliás, não treinam, é rachão em cima de rachão. Não é o momento para arriscar.
    Prefiro mil vezes o pragmátismo do Tite.

    Acho que a voz do clube tem que ser o Mário Bittencourt.

    Flusócio, um fracasso em 2014, decretará a falência da torcida do Fluminense.

    Façam alguma coisa, qualquer coisa, menos nada. (Frase usada todo o ano passado).

    ST!

  82. Marcelo Teixeira
    21 de dezembro de 2013 at 8:29 (6 anos ago)

    O assunto é off topic….

    Mas aqui é um canal pra desabafar com tricolores.

    Acordo sábado de manhã e me deparo com a noticia de que Renato Gaucho será anunciado. Procurados, Peter e Felipe Ximenes não quiseram se pronunciar.

    Renato é um Fanfarrão. Mesmo sem termos culpa, nossa imagem está arranhada. Um fanfarrão desses, é tudo que o clube não precisa nesse momento. Fanfarrão e arrogante. E por causa da sua arrogância, perdemos uma libertadores. Não tiro os méritos dele ter levado o time a final e nos dado uma copa do Brasil. Mas ele estava bem humilde na Copa Do Brasil. Depois voltou sua arrogância tradicional. E assim foi no Grêmio.

    Outro dia o Peter disse que tinha que ser muito bem planejado e que queria um tecnico pra 2 ou 3 anos. É o Renato esse técnico? Isso é sacanagem ne?

    Acabo de renovar o socio torcedor no plano anual. Paguei a vista. Sabe pq? Pq amo o clube. Mas vou me sentir muito lesado se esse cara assumir como técnico. Será uma vergonha! A torcida não quer ele! Quando o sócio torcedor terá alguma voz? Se fosse uma medida econômica, eu até aceitaria.Entenderia. Mas ele pediu 550.000,00 pra renovar com o Grêmio!

    O Peter tá trocando os pés pelas mãos mais uma vez. Pressão já antes que ele seja anunciado! A Flusócio ele ouve e tenho certeza que vcs não querem Um Fanfarrão desses. Sem contar que ele está diretamente relacionado ao brasileiro de 96. Aí é o prato cheio pra imprensa. Ele que ía sair pelado e o babaca do sergio Malandro de fio dental!

    a sensação que tenho é que Celso Barros continua mandando e desmandando. Nada mudou!

  83. Waldo
    21 de dezembro de 2013 at 8:31 (6 anos ago)

    Estão falando na volta de Renato como técnico, eu estou chocado. Este bocudo vai deixar a gente em dificuldades. Retraqueiro, mascarado e teimoso . Quem não se lembra da sua insistência com Igor até perder a libertadores? Ou da maneira retrancada que enfrentou a LDU fora que nos botou em uma situação desisperadora no Maracanã.
    Este Celso Barros é um Câncer .

  84. Eduardo W
    21 de dezembro de 2013 at 8:33 (6 anos ago)

    Estou preocupado com o tal planejamento.

    Não vejo motivos para não escolher um um VP de futebol. Não podemos dar carta branca novamente para um “executivo”, que sinceramente tem status, mas nunca podemos confiar na integridade desses caras, pois a relação com empresários e jabá rola solto…

    Com relação a escolha do Renato como técnico, apenas de achar um contra-senso, acho que no geral os “treineiros” estão todos muito valorizados e nivelados por baixo. Precisamos de um elenco forte e se esse foi o acordo para agradar o Dr. Celso, apesar de não ser uma atitude nada profissional e alinhada com os discursos da grande maioria desse grupo, prefiro aturar o Renato goela abaixo e ter a disposição do seu Celso em fazer contratações relevantes para montar um elenco campeão..

    Mas evidentemente que com essa atitude não caminhamos em nada para uma gestão mais profissional, entretanto, sabemos da nossa falta de autonomia e penso que precisamos ir dosando a nossa “independência”, pois ainda respiramos por aparelhos e se tirar o tudo de uma vez não sobreviveremos.

    Que a chegada do Renato venha junto com a garantia de uma montagem de um time campeão, a base para ganhar a copa do Brasil e a libertadores de 2015!

  85. Claudio Henrique
    21 de dezembro de 2013 at 8:42 (6 anos ago)

    Hoje, saiu que o Renato já está alinhavado e apalavrado com o Fluminense. Flusocio, então pra que vocês o criticam tanto, se não interferem para que essa aberração não aconteça.
    Será que vocês que tem contato com o Peter vão deixar isso acontecer?
    Renato Gaucho, não!!!!!

  86. Guga Cruz/ Salvador - BA
    21 de dezembro de 2013 at 8:49 (6 anos ago)

    Amigos,

    Parece que RG será mesmo o nosso técnico. Momento ruim para o falastrão. Ele pode ser motivador, parceiro dos jogadores, mas nesse momento precisamos de um técnico menos midiatico.

    Por outro lado, um cara que vem via CB vai manter uma panelinha… Ou não?

    Sobre contratação de jogador eu só comento quando tem apresentação, pois é muita especulação e notícia plantada por empresário.

    Quando arrumação do plantel é importante lembrar que Conca está 3 anos mais velho…

    Abraço a todos.

  87. Hamilton
    21 de dezembro de 2013 at 9:15 (6 anos ago)

    Certíssimo…é isto!

  88. Alexandre
    21 de dezembro de 2013 at 9:22 (6 anos ago)

    Ximenes nao quer RG. Mas quem manda é CB. E ainda me falam sem mudanças, reestruturação… So se for no parquinho

  89. Sergio Mota
    21 de dezembro de 2013 at 9:22 (6 anos ago)

    CARAMBA, SE TEMOS UM TREINADOR COMO O DORIVAL, QUE PEGOU UM TIME EM FRANGALHOS, DESARRUMADO, E COM UM ELENCO DESEQUILIBRADO CONSEGUIU BONS RESULTADOS, PORQUE COGITAR RENATO GAÚCHO QUE NÃO CONSEGUIU NADA EM 2009 QUANDO TEVE OPORTUNIDADE DE FAZER O MESMO NUM ELENCO ATÉ MELHOR DO QUE O QUE FICOU PARA AS BATALHAS DEFINITIVAS EM 2013?

    SERÁ QUE O PETER VAI COMETER OS MESMOS ERROS DE 2013 SUBMETENDO-SE AO CELSO?

    SERÁ QUE O CELSO VAI MANTER SUA POSTURA DE SÓ QUERER SE DAR BEM NESTA RELAÇÃO, CONTRATANDO PROFISSIONAIS MEDIANOS COM SUPERFATURAMENTO?

    Nunca pensei dizer isto nesta gestão mas … lá vai:

    Pobre Fluminense!

  90. Marco Antonio Barroso
    21 de dezembro de 2013 at 9:28 (6 anos ago)

    Sinceramente, pra trazer o Renato era melhor subir com o Marcelo Veiga.

  91. Marco Antonio Barroso
    21 de dezembro de 2013 at 9:35 (6 anos ago)

    Se depender da coragem, arrojo, espírito de liderança do Peter, vamos para descer novamente.
    2014 já começa mal, Fábio Rockenbach e Renato Gaúcho! Assim não dá!

  92. Eduardo W
    21 de dezembro de 2013 at 9:38 (6 anos ago)

    Que a iminente chegada do Renato que venha acompanhado de bons jogadores para sermos campeões da copa do Brasil, brasileiro, carioca e libertadores em 2015…

    Que venha Cícero, Diego, Dois bons zagueiros, dois volantes com boa pegada e boa saída de bola, um lateral esquerdo para fazer sombra para o Carlinhos, um meia reserva para o Conca, um atacante de lado para ser titular e um reserva imediato para o Fred. Esse tem que ser o acordo com o Celso Barros. Se conseguirmos isso, embora ainda não no nível de profissionalismo que gostaríamos, que venha Renato, Joel Santana ou qualquer outra merda.

    Quem ganha campeonato é jogador!!

  93. CARLOS
    21 de dezembro de 2013 at 9:48 (6 anos ago)

    ME PREOCUPA O ANO DE 2014…NO RITMO QUE ESTAMOS INDO, VAMOS REVIVER 1997…..Ñ ADIANTA A TORCIDA SE ENGAJAR…COM ESSA DIRETORIA PENSANDO DE FORMA PEQUENA, VAMOS SOFRER, E SE ACONTECER OQ ACONTECEU EM 1997, O FLUMINENSE ACABA…ACABA MESMO…Ñ TENHO ESPERANÇAS COM RENATO GAÚCHO, POHA…550 MIL???? O CRISTÓVÃO TA AI, 100 MIL APENAS….COLOCO EM DÚVIDA ESSE CELSO BARROS…ELE QUER O MELHOR PARA O FLUZÃO OU QUER ACABAR DE VEZ COM ELE??? ROCAMBOLE NÃO DÁ JEITO NAQUELE MEIO…..UM CONCA Ñ VAI FAZER VERÃO….ESPERO QUE Ñ REVIVAMOS AQUELE FATÍDICO ANO…ESTOU PESSIMISTA..A ESSA ALTURA DO CAMPEONATO, A BARCA JA TERIA QUE TER VAZADO, MAS PELO QUE VEJO, NOSSA GRANDE DUPLA DE ZAGA SERÁ A MESMA…GUM E EUZÉBIO….E CONTINUAREMOS CAPENGA NO MEIO QND O CONCA Ñ JOGAR….

  94. CARLOS
    21 de dezembro de 2013 at 9:49 (6 anos ago)

    TB NÃO..EU LARGO O BARCO….

  95. sergiopereira/rio das ostras
    21 de dezembro de 2013 at 9:54 (6 anos ago)

    QUER DIZER QUE OUTRO MULAMBO É QUE IRÁ SERA TÉCNICO DO FLU?
    ANTES DE CHEGAR, FORA RENATO GAUCHO…

  96. Marcelo Oliveira
    21 de dezembro de 2013 at 9:55 (6 anos ago)

    Duras críticas foram feitas ao Renato Gaúcho aqui, e eu sempre concordei. Sua contratação é inadmissível!!

  97. IGOR CARVALHO
    21 de dezembro de 2013 at 9:55 (6 anos ago)

    Exatamente. Coisa que o Renato não é, é ser cuzão.

  98. Bernardo S
    21 de dezembro de 2013 at 10:08 (6 anos ago)

    Se Renato Gaúcho voltar, parei. Isso não pode ser sério.
    Renato Gaúcho não, pelo amor de Deus!

  99. alexandre leme
    21 de dezembro de 2013 at 10:11 (6 anos ago)

    Sobre volante, acho melhor alguém mais novo.
    Rodolfo acho bom.
    Osvaldo também.
    Diego também.

  100. Nerval Antonio Fialho Goulart
    21 de dezembro de 2013 at 10:18 (6 anos ago)

    Atenção! Patrocinadora e Fluminense! Cícero está aí dando sopa! Por que não trazer o jogador? Desejo do torcedor do clube.
    Se vamos ter que entubar o Renight, então, como um presente à torcida, tragam o Cícero: que ao meu sentir, pode fazer o papel do Sóbis com muito mais alcance de gol.
    Essa questão do julgamento no Pleno já está consumada. Não há como mudar a decisão de primeira instância decidida no STJD. O regulamento é claro. Se transgredirem a lei, a justiça desportiva em seu todo não terá como fazer cumprir suas decisões; ficará totalmente desmoralizada!
    Peter! Dê andamento ao planejamento de contratações. Não fique indeciso! Seja diligente! Esta é uma oportunidade única de sua gestão recuperar o inexistente planejamento do futebol em 2013, que quase nos custou um rebaixamento humilhante! A fila anda! Contrate com rapidez! Aja!
    ST.

  101. alexandre leme
    21 de dezembro de 2013 at 10:25 (6 anos ago)

    Quanto ao RG, acho hoje mais maduro, no gremio barrou os veteranos o time ficou mais encorpado e chegou ao segundo lugar. Acho uma boa sim.

  102. rogerio luis
    21 de dezembro de 2013 at 10:36 (6 anos ago)

    A escolha do Renato pode ser uma boa para o fluminense é um treinador identi-
    ficado com o clube , é um cara que não leva desaforo prá casa , é valente nas entrevistas
    e não tem medo da flapress bem parecido com o Romario que defendeu o fluminense por
    tabela com a sua declaração, precisamos de gente no comando com culhão roxo, evitem
    que o nosso presidente de entrevista eu tenho sempre a sensação de que ele vai chorar,
    se botar um cara de fora ,a flapress vai deitar e rolar o cara vai cagar no pau e vai pedir
    pra sair, o ano de 2014 vai ser do caralho pressão total em cima do fluminense então te-
    mos que ter vários pit bull em ação dentro do campo, na comissão tecnica, contratar um jornalista para orientar a forma defender a instituição, o principal de tudo UNIÃO, UNIÃO
    UNIÃO, TODAS AS VEZES QUE NOS UNIMOS NOS TORNAMOS QUASE INVENCIVEIS,
    NÃO EXISTE OPOSIÇÃO, SITUAÇÃO, PORRA NENHUMA MAIS SOMOS TODOS FLUMINENSE
    O MANTRA PARA 2014, UNIÃO TOTAL E IRRESTRITA.
    FELIZ NATAL PARA TODOS.

  103. allan
    21 de dezembro de 2013 at 10:37 (6 anos ago)

    Pqp, renato gaucho e sacanagem !
    Se isso se confirmar, peter pede pra sair !
    A flusocio tem obrigacao de se pronunciar sobre isso.
    Renato gaucho nao !!
    ST

  104. Eduardo
    21 de dezembro de 2013 at 10:45 (6 anos ago)

    Concordo, quem o critica antes do tempo comete erros parecidos de quem defende a Portuguesa.
    Seja bem-vindo RG.

    Confio no seu trabalho para ser Penta!

  105. Sergio Mota
    21 de dezembro de 2013 at 10:49 (6 anos ago)

    Só virão jogadores que fecham direitinho com o CB, caso contrário … não teremos $$$.

    A mesma história de sempre.

    Chega de esquemas estranhos dentro do Fluminense F C.

  106. Vitor
    21 de dezembro de 2013 at 10:53 (6 anos ago)

    Podemos criar um GT pra arquivar todas as matérias que estimulam violência contra o flu e municiar processos de indenização de qq torcedor que venha a sofrer violência em função desse caso.

  107. Marcelo Xavier
    21 de dezembro de 2013 at 11:00 (6 anos ago)

    Na boa, até respeito a opinião de alguns no sentido de que O Renato Gaucho não seja o melhor, mas frouxo o cara não é não! E quanto a “perder da LDU” isso tem muito mais haver com o péssimo goleiro FERNANDO HENRIQUE que alguns gritavam seu nome que insistia em levar gol de todos os lugares em que a bola fosse chutada na altitude. Isso sem se falar que NUNCA foi pegador de penaltis, sempre se jogava antes, ou alguem acha que se fosse o CAVALIERI a Taça não estaria nas Laranjeiras? Acho que o critério de possibilidades do clube deve pesar. Se o patrocinio diz , “para esse eu pago os 500” e trago outros jogadores, será que um outro técnico que nos pagaremos sozinho 300 é tão melhor assim? Lembrem-se quem com esses 300 podemos trazer um bom jogador, Um Cícero, Um Vargas (estava acertado com o Santos por 270, com o Fred acho que cairia muito bem). Não estou defendendo cegamento o Renato até porque acho o Nei mais discreto e talvez até mais eficiente. Mas o planejamento tem que ser feito. O Unico campeonato que o FH pegou melhorzinho nos vencemos, que foi a Copa do Brasil de 2007, assim mesmo nos fez tomas sustos, engoliu um chute do meio campo do Nei (hoje no Vasco) no empate de 1 a 1 no Maracana no primeiro jogo da semifinal. Ai eliminamos eles lá com gol de MAGRÃO e uma partida impecável dele. Pode até não ser a mlehor opção, mas criar clima desfavoravel nao concordo.

  108. Paulo Ypyranga
    21 de dezembro de 2013 at 11:20 (6 anos ago)

    Cícero pedindo 450mil e o Flu bancando 550 pro Renatão?!?
    Ahhhh essas prioridades do Fluminense…

  109. Sergio Mota
    21 de dezembro de 2013 at 11:20 (6 anos ago)

    Peço humildemente a moderação que deixe passar esta importante mensagem que desejo tornar pública.

    Caro Peter.

    Lembro-me de nosso primeiro encontro, numa palestra aqui no clube Central em Niterói.

    Lembro-me da única pergunta que lhe fiz:

    – Peter, sabendo o que sabe sobre os esquemas do futebol, e sendo uma pessoa de bem, com a vida estruturada, você vai ter estomago pra lidar com esta sujeira toda?

    E voce disse que sim.

    Lembro-me de ter recordado isto a você durante uma das poucas reuniões do Conselho Deliberativo a que pude comparecer em função do problema de saúde que tive até realizar uma cirurgia em janeiro deste ano.

    E lembro-me de sua resposta:

    – E não continuo aqui?!

    Lembro-me também das várias vezes que encontrei com você, e pude elogiar sua fibra moral e sua perseverança, na difícil tentativa de tirar o clube do lodaçal em que foi jogado por administrações anteriores.

    Até entendo sua tentativa de seguir em frente numa boa, no final de 2013, submetendo-se ao CB, porque o Rodrigo Caetano, profissional de ponta no mercado, garantia que as coisas estavam sob controle e caminhando bem(ele mesmo me disse isto, pessoalmente, nas Laranjeiras, de uma forma bastante convincente).

    Entretanto, não posso deixar de me manifestar.

    Não consigo entender sua opção por repetir o mesmo caminho de 2013 em 2014.

    O único patrimônio do Fluminense é sua gigante, inteligente e apaixonada torcida que está pronta para lutar todas as batalhas ao seu lado.

    Mas …

    Para vencer as duras batalhas que teremos pela frente precisamos acreditar.

    Precisamos ter certeza de que o clube e a gestão vem fazendo o melhor que podem para dar-nos condições de pelo menos lutar com dignidade.

    Sujeitar-se novamente aos esquemas do CB é uma demonstração clara de fraqueza, que certamente contaminará todo o ambiente do clube.

    Aceitar um treinador que não conta com a simpatia da maior parte da nossa torcida é um duro golpe na motivação de todos os tricolores para 2014.

    Aceitar jogadores que sabemos que não rendem mais em campo, por salários top, é aumentar a tensão e criar antecipadamente um clima desagradável no grupo de jogadores.

    Nenhum profissional, que vier, depois desta estrutura podre ser remontada, por mais competente que seja, conseguirá dissipar estas pesadas nuvens que passarão a habitar continuamente o futebol do Fluminense em 2014.

    Reflita Presidente.

    Todos nós compreendemos as dificuldades que tem para administrar este caos que era o Fluminense F C que lhe foi entregue em 2010.

    Estamos prontos para lutar as batalhas ao seu lado, toda vez que o clube e a gestão assim desejarem.

    Mas …

    PRECISAMOS DE SUA AJUDA

    Vamos pra cima Flusão !

    Porque o Fluminense somos todos nós!

    Eu acredito!

  110. Dam
    21 de dezembro de 2013 at 11:34 (6 anos ago)

    mexeram com o clube errado mas parece, com o presidente certo.

  111. Francisco Fraga
    21 de dezembro de 2013 at 11:39 (6 anos ago)

    Se não nos manifestarmos iremos ter que engolir Renato Gaucho é o velho Rochemback é tb não entendo esta demora para definir o Planejamento pois o Fluminense tem que fazer planejamento de time grande seja na A ou B não sei pq Dorival não vai ficar se for por causa de salario alto tb mas ele é melhor que Renato e outros comentados é as contratações vão deixar pra ultima hora quando os bons nomes ja forem contratados pelos outros é sobrar só as chepas.

  112. jr
    21 de dezembro de 2013 at 11:49 (6 anos ago)

    Renato gaúcho é a melhor opção

  113. Wanderson Castelar
    21 de dezembro de 2013 at 11:54 (6 anos ago)

    Renato Gaúcho rima com tudo de ruim que fizeram em 2013.

    Não acredito! Não posso acreditar.

    Um técnico falastrão e idiota, não dá. Além do mais, ele sempre detestou o Conca e, suponho, a recíproca seja verdadeira. Chamou o nosso astro de ‘anão” – lembram-se?

    Será que as pessoas que dirigem o Fluminense hoje e sempre não têm memória?

  114. Celo
    21 de dezembro de 2013 at 11:56 (6 anos ago)

    Renatão vem aí… Desgraça !!!!

  115. Marcelo Freitas
    21 de dezembro de 2013 at 12:06 (6 anos ago)

    Renight Gayucho NÃO! Será que não aprendem? Disseram que queriam treinador para 3 anos, e me vem com esse treineiro fanfarrão, na boa, 2014 tá se desenhando um ano muito difícil. Caso se confirme mesmo este boato, só me resta pedir fora PeterPan! Nunca vi tanta omissão, tanto rabo entre as pernas.

  116. Celo
    21 de dezembro de 2013 at 12:06 (6 anos ago)

    Ninguém aguenta o eu ganhei, nos empatamos, vc´s perderam por muito tempo…

  117. allan
    21 de dezembro de 2013 at 12:11 (6 anos ago)

    Renato gaucho nao !!!

  118. Bruno Demarco
    21 de dezembro de 2013 at 12:12 (6 anos ago)

    Peter, eu não quero dar razão ao Emerson Sheik, mas com essa postura vc não me dá muitas alternativas.

  119. Sidney Silveira
    21 de dezembro de 2013 at 12:19 (6 anos ago)

    AOS QUE ERRARAM: ESPELHEM-SE NA FIDALGUIA DO FLU!

    Em 1927, o Flu devolveu uma taça de campeão ganha em campo simplesmente porque um jogador seu estava irregular — e por iniciativa própria! Tenho visto, pois, amigos tricolores a defenderem a tese de que este é o exemplo a ser seguido pelo Flu atual (entregar de bandeja a sua permanência na série A).

    Ora, o argumento serve para indicar justamente o contrário:

    > DAR O EXEMPLO AOS QUE ERRARAM, ou seja, AOS QUE INFRINGIRAM AS REGRAS! Em suma, indicar-lhes o que deveriam fazer (no caso, Portuguesa e Flamengo). Já o Flu cumpriu o regulamento e não deve ser por isso penalizado.

    Uma vez mais, reitero o que disse noutra postagem: não entremos no discurso falsamente moralista dos acusadores! No caso de que se trata, estamos na justiça, com a justiça e pela justiça.

    Imoral é assumir as penas alheias por algo que não é fidalguia nem elegância, mas pusilanimidade. Segundo a sã teologia, nem no inferno isto acontecerá, amigos: cada um pagará pelo que fez!

    Força, tricolores! A instituição está sob fogo cruzado duma imprensa horrorosa…

    Perdoem, mas digo uma vez mais e de maneira altissonante: NEEENSE!!!!

    http://trivela.uol.com.br/quando-o-fluminense-escalou-jogador-irregular-admitiu-e-renunciou-ao-titulo/

  120. Mauro Carvalho - SP
    21 de dezembro de 2013 at 12:25 (6 anos ago)

    É isso aí, Nerval, se vamos ter que aturar o Renight, tem que montar um belo time pois ele não sabe fazer isso.

    Cícero, Conca, Fred, Jadson, Osvaldo, Biro, Carlinhos começa a ficar MUITO INTERESSANTE.

    Mas tem que agir MUITO RÁPIDO.

    ST SEMPRE

  121. Hélio
    21 de dezembro de 2013 at 12:29 (6 anos ago)

    Otimo

  122. Raul Fernandes
    21 de dezembro de 2013 at 12:31 (6 anos ago)

    Ricardo Sá:

    Se a instituição FFC precisa das “luzes” do Renato Gaúcho, gremista e rubro-negro no Rio, para defende-la, pobre do Fluminense F.C.

    Aonde chegou essa instituição centenária…

  123. Raul Fernandes
    21 de dezembro de 2013 at 12:33 (6 anos ago)

    César:
    Concordo.

    Se não puder o Ney, o Cristóvão, q traz algo novo e é bom caráter.

  124. Fernando Bastos
    21 de dezembro de 2013 at 12:35 (6 anos ago)

    Concordo. Se quando era imaturo como técnico nos levou a uma final de Libertadores e nos deu um título nacional após 20 anos, imagine agora, com um bom plantel nas mãos. Sds Tricolores..

  125. Luciano Ferreira
    21 de dezembro de 2013 at 12:39 (6 anos ago)

    Marcelo:

    Naquela Copa do Brasil, Renato assumiu no lugar do Vinicius Eutrópio na quarta partida e ganhamos do Brasiliense, do Atl/Pr (?) e do Figueirense. Ou seja, de ninguém. Foi uma Copa do nível deste recente Campeonato Brasileiro. Péssimo.

  126. Fabrício Maturana
    21 de dezembro de 2013 at 12:40 (6 anos ago)

    Renight é brincadeira de péssimo gosto!!
    Que obsessão é essa, que o “mecenas” tem pelo churrasqueiro?!!
    É desanimador!!

    ST

  127. Marcos Valle
    21 de dezembro de 2013 at 12:42 (6 anos ago)

    Na boa, pouco importa quem vai ser o treinador! Esse cargo é supervalorizado! O que importa são os jogadores! E isso é o que me preocupa, pois até agora a diretoria não se mexeu pra reforçar o elenco! Até quando vão esperar?

  128. Fernando Bastos
    21 de dezembro de 2013 at 12:43 (6 anos ago)

    A vantagem do Renato, Dedé, é que ele vai aos programas esportivos e bate de frente com os jornalistas. Lembre-se de 1995, quando as arbitragens começaram a sacanear o Fluminense e ele foi a todos os programas e começou a gritar que queriam dar o título ao Flamengo e, a partir daí, começaram a apitar direito e o Fluminense foi campeão. Se ele der rachão de manhã e de tarde, já está melhor que esses últimos técnicos que apareceram nas Laranjeiras, que só treinavam uma hora por dia. Sds Tricolores….

  129. Roberto Junior
    21 de dezembro de 2013 at 12:48 (6 anos ago)

    Na boa, eu também estava assistindo o Jornal da Globo e não achei que o Nelsinho nos humilhou NÃO! Muito pelo contrário.

    Não podemos levar qualquer comentário que passe na TV como ofensa!

    Deixamos de fazer papel de vítima!

    O Nelson é um grande tricolor e colocou uma zoação como tricolor no seu comentário sobre retrospectiva cultural de 2013, fala sério!

    É a mesma coisa quando se cobra ética de um comediante fazendo piada sobre loira ou português.

    A vida está chata pra caramba vivendo no “politicamente correto”.

    O que ele zoou é bem diferente do que a imprensa vem achincalhando com a instituição FFC.

    Dependendo da ótica que você interprete, é bem provável que muitos torcedores de outros times tenham ficado P! Vendo um tricolor incluindo o Fluminense em um assunto que não tem nada haver.

    E ainda mais, fazendo um Cartola sobre um tapete tirando onda!

    Você julgando pelo lado negativo será vitimizado, julgando pelo contexto que realmente foi colocado na matéria, o Nelson na verdade ousou muito em zoar todos os torcedores adversários!!!

  130. Luciano Ferreira
    21 de dezembro de 2013 at 12:49 (6 anos ago)

    Alexandre Leme:

    Então por quê o Grêmio não quis renovar com ele?
    Qual seria a razão?

    Este Campeonato Brasileiro foi o pior – tecnicamente, disparado, da era de pontos corridos.

    O Grêmio chegou em segundo, de 0 a 0 a 1 a 0, mostrando um futebol deprimente.
    O ATL/PR foi o terceiro na base dos chutões pra frente e de lampejos de um jogador, muito bom, mas de 39 anos.
    O Botafogo foi um patético quarto colocado, com algumas exibições pavorosas.
    O atual time do São Paulo é talvez o pior de sua história recente.

  131. Luciano Ferreira
    21 de dezembro de 2013 at 12:52 (6 anos ago)

    Jr. :

    Então por quê o Grêmio não o quis mais? Nem nenhum outro clube o contratou durante longo tempo?

  132. Luciano Ferreira
    21 de dezembro de 2013 at 12:58 (6 anos ago)

    Fernando Bastos:

    Naquela Copa do Brasil, Renato entrou na quarta partida, com o time montado e enfrentamos Brasiliense e Figueirense. Ou seja, não ganhamos de ninguém.

    O elenco do Flu na Libertadores era muito melhor do q o da LDU e ele conseguiu tomar de quatro (4) no jogo de ida.
    Sabe nada.

    Além do mais, é rubro-negro no Rio.
    Dito por ele.

  133. Valmir Veloso
    21 de dezembro de 2013 at 13:06 (6 anos ago)

    Peter! O seu trabalho no Fluminense foi reprovado, a sua administração no futebol foi o caos e o resultado disso é a humilhação que estamos passando. Aproveite a sorte pois com certeza houve uma interferência divina e colocou em seu caminho e no caminho do Fluminense uma nova oportunidade. Se as eleições fossem agora,tenho certeza que nem o seu voto você receberia e quis o destino que as eleições acontecessem após duas vitórias seguidas. O mesmo aconteceu com o nosso Fluminense, se a portuguesa e o framengo não fossem tão incompetentes nós e que estaríamos rebaixados.Não abuse da sorte outra vez Presidente, o que hoje está ruim ainda pode piorar. Vide 1997. Só que agora vai ser até sacanagem com a sua torcida. Chega de amadorismo! Escute pelo menos a sua base de apoio que é a Flusócio.

    ST.

  134. Fernando Bastos
    21 de dezembro de 2013 at 13:07 (6 anos ago)

    Mas foi o Renato o único técnico que nos levou até a final da Libertadores e só perdemos na disputa de penais. Sds Tricolores…

  135. Fernando Bastos - Proprietário
    21 de dezembro de 2013 at 13:19 (6 anos ago)

    Luciano Ferreira,
    O Renato assumiu quando empatamos com o Bahia no Maraca e o Joel caiu. Depois ganhamos do Bahia em Salvador com o Renato. V. esqueceu que eliminamos o Atlético Paranaense lá em Curitiba. O Grêmio propôs uma redução nos salários do Renato e ele preferiu sair. Foi o que li na imprensa. Na verdade, não acho grande diferença nesses técnicos citados e, digo, o Renato tem culhão para ir num programa de televisão e esculhambar com os jornalistas e com esquemas, lembre-se de 1995. Gostaria de um técnico estrangeiro, mas acho que os boleiros daqui iriam boicotá-lo em nome da reserva de mercado. A não que pudesse afastar qualquer um, até o Fred. Sds Tricolores…

  136. Lauro
    21 de dezembro de 2013 at 13:30 (6 anos ago)

    Muito bem colocado o seu post!

    Flusocio cade vc cade vc???

    Esse presidente ja deu algumas amostras de fraquesa, imaturidade e poder de decisao. Se estamos sendo massacrados pela midia foi pq ele nao tomou a decisao de mandar aquele flamenguista embora qdo todos viam ele acabando c nosso time em cpo escalando um monte de zagueiros e kbeca de area. vamos deixar o novo A. Barcelos fazer besteira novamente???????

    ST

  137. Jefferson Alvares
    21 de dezembro de 2013 at 13:44 (6 anos ago)

    Prezados,

    Sinceramente, cada dia que passa estou mais decepcionado e me convencendo que o Peter esta se esforçando para entrar para o rol dos fracos presidentes…

    1)- Não consegue defender a instituição de uma forma firme
    2)- Submisso a rede Globo e ao sistema
    3)- Tem medo de confrontar o presidente do Fla…

    E agora para coroar, já aceitar a volta do amador, boleiro e falastrão Renato Gaucho, que somente irá piorar a relação do clube com as mídias, bem como principalmente treinar na base da panela e conversa, deixando conceitos, metodologias e praticas atuais de lado!

    Só falta o antigo “treinador” de goleiros e a volta do Fernando Frangando Henrique, para a panela fica espetacular!

    Vocês devem estar de brincadeira!!!!

    Sinceramente, não enxergam um palmo do que esta acontecendo!!!

    St,

  138. Raul Fernandes
    21 de dezembro de 2013 at 13:45 (6 anos ago)

    Dedé:

    Concordo.
    Se vão pagar R$ 550 mil ao Renato – q ele diz ser a razão (não acredito) do Grêmio não o querer mais – porquê não ao Tite, q é um estudioso e dedicadíssimo ao trabalho?

    Bem, se o q nós todos (fora alguns membros das TOs) tememos acontecer, tiro o Flu de minhas preocupações existenciais.
    E caso isso ocorra (também não acredito – acho q Peter resistirá), já despeço-me de vc, do Thiago Reis (q sumiu), do Renha (idem) e de todos os q me deram a honra de ler-me.

    Bye – ainda com algumas esperanças no Peter.

  139. allan
    21 de dezembro de 2013 at 13:45 (6 anos ago)

    Se contratar renato gaucho peter nao merece mais confianca da torcida.
    A flusocio tem o dever de se pronunciar sobre isso.
    A flusocio afinal e contra ou a favor da contratacao do renato gaucho ?
    Se acontecer vai ser uma punhalada na torcida. Decepcao total. Renato gaucho tecnico do Flu vai diminuir o numero de socios.
    A flusocio e nossa unica esperanca.
    Precisa se pronunciar sobre isso.
    Ja chega de falarmos da midia. Vamos cuidar da nossa montagem de elenco e contratacao de tecnico.
    Parece que nao aprenderam NADA de futebol em 2013.
    Renato gaucho e o fim do sonho de um futebol forte ano que vem.
    Melhor deixar o dorival.
    ST

  140. Lauro
    21 de dezembro de 2013 at 13:47 (6 anos ago)

    Amigo so p te lembrar q o cuca comemorou nosso rebaixamento e pilhou o time de galinha p jogar contra nos o q nao jogou no mundial. Tem certeza q vc quer ele???????

  141. Alexandre Said Delvaux
    21 de dezembro de 2013 at 13:47 (6 anos ago)

    Não gosto da idéia de contratar o Renato Gaúcho, mas são tantos “especialistas” criticando a possível contratação que começo a mudar de opinião. Um deles quase morreu quando anunciaram Rafael Sobis, depois mudou de opinião umas quinze vezes. Hoje o Rafael tem propostas de 5 clubes e pode render algum dinheiro ao FLUMINENSE…

  142. allan
    21 de dezembro de 2013 at 14:12 (6 anos ago)

    Renato gaucho e sacanagem.
    Toda mulambada torcendo pro Flu contratar ele. So o peter nao ve isso.
    Os que dizem que ele e o tecnico ideal pra gente devem lembrar do ygor na libertadores. Um tiro no pe.
    Duas coisas impossiveis de conciliar: time forte com renato de tecnico.
    Saiu do gremio e NINGUEM – fora o peter e o celso barros – cogitam contratar ele.
    Todo mundo sabe que e um fanfarrao.
    Se fosse bom tava sendo especulado em varios clubes. Mas so fica – sempre – entre nos e o gremio.
    Se o peter contratar renato parei.
    A flusocio vai deixar isso ?
    ST

  143. Sylvio Montenegro
    21 de dezembro de 2013 at 15:46 (6 anos ago)

    “Se o patrocinio diz , “para esse eu pago os 500″ e trago outros jogadores, será que um outro técnico que nos pagaremos sozinho 300 é tão melhor assim?”

    É por causa desse tipo de comportamento do patrocinador que oscilamos tanto, um ano ganhamos um título, outro lutamos para não cair. Afinal, é ele quem planeja o nosso futebol? Tem conhecimento para isso?

    ST

  144. Alexandre de Juiz de Fora-MG
    21 de dezembro de 2013 at 15:49 (6 anos ago)

    Só um treinador disponível nos interessa atualmente, e o nome dele é Tite, tricolor que não tem essa mentalidade não entende nada de futebol.

    Saudações

  145. Leonardo Vieira
    21 de dezembro de 2013 at 16:36 (6 anos ago)

    Vamos contratar o Snodew. Rede bobo e o lado do mal ficarao com o cuuuuuu na mao.

  146. Carlos Laport
    21 de dezembro de 2013 at 16:50 (6 anos ago)

    E ainda tem gente que acredita na conversa que e o Peter que vai escolher o técnico.

    Santa ingenuidade.

  147. Luciano Ferreira
    21 de dezembro de 2013 at 16:51 (6 anos ago)

    Fernando Bastos:

    Nem importa muito q na Bahia o técnico era o interino Vinicius Eutrópio; o time estava montado antes pelo Joel e o Renato assistiu esse jogo no camarote.

    O q importa, na verdade, é q Renato foi o primeiro treinador a nos rebaixar, em 1996. Estreou com um 0 a 6 pro Sport Recife.

    Em 2008, no “vamos brincar no Brasileiro” – era o q estava acontecendo e íamos cair de novo, quando Renê Simões assumiu e nos salvou.

    Em 2009, depois da derrubada de Parreira pelas arquibancadas e por jogadores “amigos”, ia nos levando mais uma vez pra Segundona, quando Cuca assumiu e mudou tudo, naquela arrancada histórica.

    Ainda rebaixou o Vasco.
    Bem, pelo menos não foi o Flu.

    Acha q sabe tudo. Por isso, não estuda, não faz cursos (Tite vai fazer um, agora), nem estágios, nem lê.

    Além do mais, é Flamengo no Rio.
    Como o Luxa.

  148. Valmir Veloso
    21 de dezembro de 2013 at 17:37 (6 anos ago)

    Alexandre Said Delvaux, respeito muito sempre as suas colocações aqui no blog. Só que eu gostaria que você refletisse no caso do Sóbis, porque foi um jogador que se empenhou ao máximo chegando quase a exaustação em várias partidas tal a sua dedicação e o seu amor ao Fluminense.O cara se identificou como poucos ao nosso tricolor das laranjeiras e isso tem que contar sim! Se não vejamos, nos não criaremos nunca um parâmetro de quem veste o nosso manto sagrado com garra e muita luta daqueles que simplesmente cumpre mais uma partida por qualquer clube como robôs. E depois dão aqueles depoimentos clichês totalmente sem alma. E era nítido ele com os seus filhinhos desfilando com a camisa do Fluminense após mais uma conquista do nosso Fluzão. É amigo isso vale muito no meu ponto de vista e vê-lo só como uma moeda de troca é muito triste. Numa boa amigo esse cara merece de verdade vestir o nosso manto.

    ST.

  149. Eduardo Gorges
    21 de dezembro de 2013 at 17:46 (6 anos ago)

    Flamenguista nunca teve argumento e se acostumou a mudar de assunto. A gente fala que eles são fregueses de finais e eles…nao tem o que falar.

    Vou repetir aqui o que comentei no outro post porque tem 100% a ver com este tópico.

    É impressionante a massa de manobra que a flapress comanda. Você vê gente com nível superior repetir as mesmas ladainhas sem qualquer capacidade de entender o ridículo. Gente que não se informa e repete bravatas absurdas.

    Outro dia um mulambo desses falou que o Fla não entra no tapetão. Como não? Entrou ontem e já tinha entrado este ano no Carioca pra tentar reaver os pontos que perdeu no campo para o poderoso Duque de Caxias.

    A verdade é que a flapress morre de inveja do Flu. Sempre tiveram!

    Fundamos o futebol na então maior cidade do país, capital federal do Brasil.

    Erguemos o 1o estádio.

    Criamos a seleção brasileira.

    Eles aliciaram nossos jogadores, mas ganhamos o 1o Fla-Flu. E também todos os outros com alguma importância histórica.

    Somos bicampeões do centenário: no nosso e no deles.

    Ganhamos um campeonato mundial contra os campeões dos principais países que disputaram a Copa, no palco da final da Copa, e recebemos a taça do presidente da FIFA. Amistoso internacional não consideramos título.

    Derrotamos a base das seleções mundiais do Uruguai/50 (8 jogadores do Peñarol) e Alemanha/74 (8 jogadores do Bayern).

    Somos o único time de futebol com a Taça Olímpica.

    Fomos tetra, fomos tri, e não contamos 3 estaduais em 2 anos. Fomos tri fazendo eles serem tri-vice.

    Montamos uma máquina que todo torcedor queria ver. Trouxemos 30 mil paulistas pra ver a máquina no Maracanã.

    Escalamos um jogador irregularmente no Torneio Início de 1927, nós mesmos descobrimos e informamos, pedindo para cancelarem nosso título.

    Doamos um avião para as forças armadas.

    Não compramos juízes em 96 como fizeram Corinthians e Atlético-PR. Não temos contabilidade de subornos a árbitros como o Fla e suas papeletas amarelas em 86. Não temos Eurico, nem Emil nem Castor.

    Eles não jogaram a Segundona em 1912, nem depois que caíram em 1933 e 2013. Não pagaram a Série B, nem a sede da Lagoa construída em terreno público.

    Ganhamos o Fla-Flu da Lagoa. E o da barriga. E o do último suspiro no último minuto. E o confronto internacional pela Sul-Americana. Nos Fla-Flus é o “ai, Jesus”.

    Ganhamos o Brasileiro do Vasco e o dobro de Estaduais do Botafogo.

    Somos os tricolores. Não o tricolor paulista. Nem os de três cores.

    Fazemos as festas mais lindas do Maracanã. Acertamos o mosaico na 1a tentativa, com 40 mil tricolores. Eles levaram dois anos tentando, com propaganda em jornal e ainda assim fizeram errado.

    Tricolores ilustres presidiram a FIFA e o Brasil.

    O Flu cai e se levanta. Porque o Fluminense é o Fluminense.

    Eduardo Gorges

  150. Eduardo Gorges
    21 de dezembro de 2013 at 19:18 (6 anos ago)

    E fizemos a melhor campanha da 1a fase mesmo no grupo da morte, eliminamos o tricampeão brasileiro SPFC e o melhor da década Boca.

    Renato tinha feito bom trabalho no Vasco, a torcida implorou por ele e fez ótimo trabalho no Flu.

    Gosto do jeito que ele bate nos jornalistas. Jamais estaríamos sendo achincalhados desse jeito e ele quieto.

    Acho boa opção. Claro, talvez o Tite possa ser melhor, mas o Corinthians extracampo melhorou muito quando subiu. Não vejo grandes melhoras na gestão de nosso futebol.

  151. Eduardo Gorges
    21 de dezembro de 2013 at 22:34 (6 anos ago)

    Planejamento do Time.

    Fase 1 – definir quantitativo por posições
    Fase 2 – prioridades: goleiro, artilheiro, meia, etc
    Fase 3 – definir nomes a manter e opções (manter x trocar)

    Quantitativo:
    Todas as posições devem ter um júnior que agüente umas 3 partidas no ano. Não ter isso onera demais a folha (ex: não ter um goleiro júnior que possa jogar uma ou outra vez nos levaria a ter 3 goleiros, a um custo mensal desnecessário)
    2 Goleiros
    2 laterais de cada lado
    5 zagueiros, 2 com preferência de cada lado e o 5o de qualquer lado
    2 volantes que saibam dar 2 passes para a frente
    3 volantes que roubem muita bola e nao errem passes para o lado
    2 meias criativos
    2 meias combativos, os famosos motorzinhos
    1 meia calouro com potencial para ser um dos outros 4 daqui a um ano
    2 centroavantes de área, típicos, com faro de gol
    3 atacantes

    Assim temos a mais do que 2×11: zagueiro, volante, meia e atacante.

    Por mais que isso pareça ÓBVIO, terminamos 2013 com 3 meias e 9 atacantes, escancarando a desgraça que foi o planejamento do ano.

    Alguns jogadores podem ser mapeados para venda durante a Copa. Neste caso, o suplente também deve estar mapeado. Fizemos isso muito bem na reposição de Washington com Rafael Moura, por exemplo. Falhamos em Felipe substituir TN e Deco.

    Teremos desfalque de selecionados durante o Estadual? Se for o caso, imperativo empréstimo até o recesso para a Copa de suplentes para Cavalieri e Fred.

    O que vocês acham? E os amigos especialistas em Football Manager (não é , Armando Castanheira?)?

  152. luciano
    22 de dezembro de 2013 at 0:55 (6 anos ago)

    Perfeito !!!

    ST!

  153. José de Almeida
    22 de dezembro de 2013 at 3:38 (6 anos ago)

    Sou leigo porém, com todo respeito a este graduado em direito, se o “Estatuto do Torcedor” favorecer a Portuguesa em detrimento do regulamento posto em execução pelo STJD, deverá fazer justiça também, aos que cumpriram o regulamento previamente assinado por todos e não se queixaram em nenhum momento nas 37 RODADAS ANTERIORES.

    Se estes clubes se calaram e perderam o direito de reclamar seus direitos segundo o estatuto do torcedor, há o prazo legal de recursos nos últimos 60 dias.

    Sugiro ao FFC fazer uma relação dos clubes que foram prejudicados nos últimos 60 dias e entrar com recurso.

    Creio que o que querem fazer é a verdadeira virada de mesa e transformarão o Campeonato Brasileiro num torneio de pelada, onde vencerá aquele que gritar mais ou que tiver maior apoio da imprensa.

    Incrível que em nenhum momento este Dr. do direito cita uma brecha na lei para que sejam investigados todos os “movimentos” da última rodada, inclusive a ordem cronológica dos fatos.

    Enquanto a Portuguesa gasta a energia que não tem para acusar injustamente, poderia se preocupar mais com seus prepostos e com a coincidência do flamengo na mesma situação.

    Talvez descubram que antes de a portuguesa estar caindo para “salvar” o fluminense ela está caindo para salvar o flamengo. Até porque quem perdeu pontos foi o flamengo. O FFC continua com os mesmos 46 pontos.

    A diretoria do FFC realmente está muito acanhada e submissa, parece que está devendo para alguém ou quer mesmo disputar a serie B.

    Quando é que vão lançar uma campanha esclarecedora mostrando que o FFC não caiu no campo como dizem e sim no regulamento.

    Critério de desempate salvou o criciúma e rebaixou o FFC. No campo o FFC teve os mesmos 46 do criciúma que não foi rebaixado.

    A nossa diretoria boazinha que tem os microfones na mão aceita passivamente esta inverdade e não esclarece.

    A imprensa, por sua vez, se aproveita disso e faz um desserviço. Amanhã não reclamem da violência entre torcidas.

    Sem ser tricolor Eurico Miranda defende mais o FFC do que nossos próprios dirigentes.

    Saudações

  154. Gabriel tricolor
    22 de dezembro de 2013 at 17:23 (6 anos ago)

    Eu também gosto do Rafael Sobis, acho que ele e Fred não dão muita liga em campo, mas em algumas ocasiões belos passes do Sobis foram beleza pura para o Fred, que é o homem-gol, tem que estar bem e aí metemos gols.
    E quero deixar um recado sobre o técnico Renato Gaucho. Não é o técnico dos meus sonhos não, mas acho que talvez seja o adequado neste momento, gosta de aparecer pra caralho eu sei, mas mete bronca e a gente está cheio de ver tanto o nosso presidente se ENCOLHER quando tem que abrir a boca e enquadrar este imprensa idiota e sem noção, não enquadra nem põe gente pra enquadrar.E isto me irrita, irrita a todos nós e deve irrita o CB, que é tricolor além de patrocinador. Preferia que o Dorival fosse mantido, mas não foi. SÓ SEI DE UMA COISA : É HORA DE UNIÃO, E HORA DA GENTE PARAR UM POUCO DE QUERER DAR UMA DE CRÍTICO DE TUDO, PQ O PESSOAL DA MÍDIA ESTÁ DOIDA PRA VER O CIRCO PEGAR FOGO, E A GENTE NÃO PODE PEGAR FOGO, A GENTE TEM QUE ESTAR JUNTO. E SE O PATROCINADOR TEM BALA NA AGULHA PRA BANCAR E QUER O RENATO, ELE DEVE TER FORÇA DE VOTO TAMBÉM, PORQUE NÃO?
    A HORA DA GENTE É SOMAR!!!! A HORA DOS CARAS QUE BANCAM E DE QUEM PRESIDE O FLU É DE UNIÃO ENTRE ELES, A FALTA DISSO É UM TIRO NO PÉ E ATÉ NO PEITO E MORTAL. UNIÃO GALERA: TORCEDORES, PRESIDENTE, PATROCINADOR, TREINADOR , JOGADOR E COMPANHIA LTDA.
    Saudações, galera!

  155. Leonardo dos Anjos
    23 de dezembro de 2013 at 5:45 (6 anos ago)

    Poxa, trazer o Conca para o Renato Gaucho fanfarrão querer anulá-lo é brincadeira. Ô Peter, presta atenção, o Torcedor apoia você, não tenha medo de enfrentar o Celso Barros. Aposta em um técnico que possamos pagar, diga não aos desmandos do Celso Barros. O poder do Celso Barros está sem freios e contrapesos no Fluminense.Basta! Renato Gaúcho é um Fanfarrão de agasalho!

  156. CARLOS EDUARDO
    23 de dezembro de 2013 at 8:11 (6 anos ago)

    MELHOR ACEITAR O REINIGHT, O CEL$O VAI ABRIR A CARTEIRA, VAI REFORÇAR O TIME…

  157. ANTFLA
    26 de dezembro de 2013 at 0:46 (6 anos ago)

    é logico que o flamerda com toda incopetencia e burrice escalaram o andre santos sem perceber.
    dai entao tentaram concertar o erro comprando o presidente da lusa que por sua vez entupido de dividas e salarios atrazados, apunhalou o clube pelas costas kkkkkk

    eu nao sou rubronegro!
    eu nao sou rubronegro!
    nao sou ladrao!
    nao sou ladrao!
    nao sou ladrao!
    DAAA LHE NENSE…
    DAAA LHE NENSE!!!
    DAAA LHE NENSE!!!!!!!

  158. a
    28 de dezembro de 2013 at 0:22 (6 anos ago)

    Antero greco porque a corvadia .?
    Tricolores de todo mundo vamos exigir uma limpeza na espn , ou ele sai ,ou milhoes e milhoes a menos de audiencia ‘vamos ver se agora ele fica feliz.

Deixe um Comentário