Empate=derrota

29892442154_1fb439c2b2_k_nM4VLqV

Um empate com gosto terrível. Essa foi a sensação para os tricolores após a partida ontem entre Coritiba x Fluminense. Vencer no Couto Pereira é tradicionalmente difícil, mas é impossível não lamentar os 2 pontos deixados na estrada. O Flu teve um adversário enfraquecido com uma expulsão, teve ao menos 4 chances cristalinas de gol e falhou em todas as conclusões.

Após um início animador, conseguimos abrir o placar aos 15 minutos com Gum e depois do cartão vermelho para Kleber, tivemos a vitória escancarada à nossa frente. A entrada de Marquinho no lugar de Douglas, pendurado, não surtiu efeito, assim como ocorreu em todas as partidas passadas. O meia parece pesado, sem ritmo, e pouco ajuda na defesa e também na criação. Apesar da nossa superioridade numérica, quem apertava o ritmo e ditava as ações era o Coritiba, e assim conseguiu chegar ao empate, em mais um lance com falha individual da defesa. Giovanni, que deveria ocupar sua faixa de campo, nem aparece no vídeo. Ainda assim, o Flu teve chances seguidas e errou com Wellington, Giovanni (de novo!) e Marcos Junior, em lances relativamente fáceis e que certamente farão falta nesta reta final.

A vaga para a Libertadores não é impossível, especialmente se tivermos um aumento para G7 caso o Atlético vença a Copa do Brasil. Precisamos obrigatoriamente vencer os 3 jogos em casa contra Vitória, Atlético-PR e Internacional e arrumar mais um triunfo e alguns pontos nas 3 partidas longe do Rio. O que não pode se repetir é o futebol desatento e sem vibração dos últimos 2 jogos. Todos ao Maraca, vamos fazer nossa parte!

89 Comentários em Empate=derrota

  1. Flavio Chammas
    24 de outubro de 2016 at 11:18 (3 anos ago)

    Senhores da Flusocio

    Nós estamos de olho e vamos votar.

    Como venho dizendo, o futebol vai dar chance aos outros candidatos, que jogarão para a galera.

    Entendo ser fundamental uma conversa com o Peter e dar uma “arrumada” no futebol, mesmo ,”jogando para a galera”.

    Até jogadores pensam assim:
    “Giovanni cobra conversa rígida no Flu: ‘Não podemos perder pontos assim’

    Voces estão em maior contato com os possíveis eleitores, talvez até com mais segurança em relação aos votos, mas “seguro morreu de velho”.

    A insatisfação é grande(eu mesmo já joguei a toalha, nem me aborreço mais), mas entendo ser fundamental uma posição firme sobre o futebol.

    Entendo que o Abad e seus apoiadores devem se posicionar com mais firmeza do que vem fazendo.

    ESTAMOS DE OLHO E VAMOS VOTAR

  2. Flavio Chammas
    24 de outubro de 2016 at 11:26 (3 anos ago)

    Senhores

    Repeti ontem da nossa “indigência técnica”,da qual venho falando desde muito tempo, mas é só ver:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/2016/10/erros-contra-o-g-6-o-novo-tropeco-do-flu-em-cinco-oportunidades-perdidas.html

    Não acho que possamos melhorar sem uma mudança meio radical, e entendo que uma reoxigenação é fundamental e necessária.

    Comando, tecnico, reforçar a comissão técnica permanente e dela cobrar muito, aproveitamento melhor da base(se os garotos da base não servem para suprir como terceiros reservas as laterais ,assim como outras posições,) estamos trabalhando mal nela.

    Rever todos os contratos e na medida do possível, ir se desfazendo dos que não deram certo.

    Jogador quer jogar, então não deve ser difícil alguns acertos e empréstimos, tudo dentro da lei, sem gerar passivo.

    O que sabemos e esta mais que comprovado, que com estes NÃO DEU CERTO.

    ESTAMOS DE OLHO(NÃO SOU SÓ EU OK) E VAMOS VOTAR.

  3. Waldomiro J. Silva Filho
    24 de outubro de 2016 at 11:43 (3 anos ago)

    FRED, ARTILHEIRO DO BRASILEIRÃO 2016.

  4. Bruno Freitas
    24 de outubro de 2016 at 11:55 (3 anos ago)

    Estou com o Flávio. O futebol pífio que apresentamos, a falta de jogadores e comando derrotatão o Abad. Abram o olho, estão desenterrando o Celso Barros.

  5. Marcelo Carvalho
    24 de outubro de 2016 at 12:35 (3 anos ago)

    Não tem CT que dê jeito com esses pernas de pau que contrataram! Pode dar férias para esse bando e pensar em dispensar metade dessas barangas!

  6. Thiago Leme- Boituva/SP
    24 de outubro de 2016 at 13:21 (3 anos ago)

    Sim, futebol passa por momento ruim, mas então vamos eleger:

    – quem protagonizou o PIOR TURNO DA HISTÓRIA nos pontos corridos;

    ou

    – quem comandou uma parceria vitoriosa despejando dinheiro no clube, mas agora sem o dinheiro da empresa.

    Eu vou votar no Abad porque me parece um cara que manterá os bons avanços e sabe enxergar os erros dessa gestão para consertá-los ou evitá-los, ao contrário dos outros acima, que jamais fizeram uma auto-crítica e se consideram deuses do futebol.

  7. MARCO ANTONIO DA SILVA
    24 de outubro de 2016 at 14:12 (3 anos ago)

    ingresso confirmado,sabado to dentro,apesar de tudo.

    S.T.

  8. Jefferson Alvares
    24 de outubro de 2016 at 14:40 (3 anos ago)

    Prezado Thiago,

    Parabéns pela lucidez de pensar um pouco além!

    Precisamos entender que a continuidade da responsabilidade da gestão Peter, aliado aos avanços necessários, principalmente no modelo de gestão de futebol defendido pelo Abad, é o que nos levará a uma fase de crescimento sustentável, no qual títulos serão consequência natural!

    St

  9. Jefferson Alvares
    24 de outubro de 2016 at 14:44 (3 anos ago)

    Prezado Waldomiro,

    Pois é, uma pena que ele quis sair e foi por si só atrás do Galo, retornando a sala do Peter com pré-contrato do Galo já alinhado…

    Vida que segue, um ídolo que fica na nossa historia, mas todos passaremos e o Flu permanecerá!

    St

  10. Jorge Eduardo
    24 de outubro de 2016 at 14:52 (3 anos ago)

    Vou torcer muito para que nosso time ainda se encontre e busque a última vaga na LA, e que ano que vem quem ganhar essas eleições faça uma profunda reformulação no elenco e conserte os rumos do nosso futebol, mas estou pessimista em relação ao quadro político e aos candidatos, pois todos têm em comum terem passado por essa administração, que era para ter sido a melhor, mas errou em demasia na administração do nosso futebol, montando péssimas equipes desde 2013.

  11. Denilson
    24 de outubro de 2016 at 14:54 (3 anos ago)

    Fizeram ele sair aliás firam de tudo pra ele sair ninguém tem dúvidas disso.

  12. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:04 (3 anos ago)

    Um resultado vexatório como o de ontem incomoda todo tricolor que tem sangue nas veias, por isso a torcida tem razão de estar chateada. É preciso mais gana para conseguir a vaga, o time parece acomodado, o treinador idem. Tem que sacudir mesmo e ter cobrança, o que não pode ser confundido com violência. Na próxima sexta é tudo ou nada.
    Mas pelo visto houve orientação da outra candidatura para aproveitarem o momento de resultados ruins no futebol e tentarem atacar a chapa da situação nas redes sociais, tudo orquestrado, da forma mais oportunista possível. Alguns até colocam a saída do ídolo Fred na conta do Abad/Flusócio, como se tivéssemos sido nós a assinar um contrato impagável, com aumentos progressivos por tempo de serviço. Pura apelação, mas devo admitir que o pessoal está criativo.
    O mais legal é o seguinte: é mole se defender do oportunismo alheio apenas citando os fatos expostos nestas imagens. Valem mais do que mil palavras. #AbadPresidente

    https://uploads.disquscdn.com/images/05941c092606e65a0d684f99e3a234cecbc4c2931b6fdc40325b0b6b269ad2a0.jpg

  13. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:05 (3 anos ago)

    Ops, apenas te corrigindo: Abad nunca meteu o pé no Depto de Futebol. Faremos diferente.

  14. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:05 (3 anos ago)

    Tb vou.

  15. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:06 (3 anos ago)

    Só se o sócio do Flu for realmente autofágico e não pensar no futuro da instituição. Se isso acontecer, acho que temos mesmo que desistir. Mas duvido, o sócio do Flu não é otário.

  16. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:07 (3 anos ago)

    Parabéns pela lucidez.

  17. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 15:07 (3 anos ago)

    Fred é nosso ídolo eterno mas é passado, precisamos olhar pra frente.

  18. Rodrigo Prieto
    24 de outubro de 2016 at 15:21 (3 anos ago)

    Henrique Dourado

  19. Willy H
    24 de outubro de 2016 at 15:22 (3 anos ago)

    Tem horas que lamento muito, muito mesmo! terem se perdido os comentários desde de 2008, nas outra plataformas. O que daria pra esfregar na cara desses gatos mestres seria uma enormidade.
    O Abad precisa aparecer mais. Ser mais atuante. Lá fora acham que todos os males do Fluminense são causados pela Flusócio. Inocentes…

  20. Flávio Valente
    24 de outubro de 2016 at 15:36 (3 anos ago)

    Danilo, infelizmente, acho que muitos que participam do sócio futebol tem mentalidade diferente dos frequentadores aqui do blog. Acho o cenário preocupante. Não digo Celso Barros, mas estou vendo força na candidatura do Mário.

  21. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    24 de outubro de 2016 at 15:52 (3 anos ago)

    Futebol é a essência do FFC, mas infelizmente “vacilaram” na formatação do elenco e hoje temos um time caro, não confiável e fraco.

    E sempre teremos candidatos de plantão, entendo que uma maior clareza e transparência na futura gestão do futebol será muito importante, principalmente se este time não se recuperar e ficar fora do G6.

    O novo presidente deverá ser um mágico para tirar um elefante da cartola, fato.

  22. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 16:30 (3 anos ago)

    É orquestrado, mas não convencem. O sócio não é otário, sabe separar o joio do trigo.

  23. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 16:33 (3 anos ago)

    Mas quem trouxe o SF para votar foi Peter e Flusócio, importante frisar isso. Não acredito mesmo que a maioria vá votar em quem teve péssimo desempenho do comando do futebol em 2015. Amnésia não.

  24. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 16:33 (3 anos ago)

    Uma contratação ruim, sem dúvida alguma.

  25. Danilo Soares Félix
    24 de outubro de 2016 at 16:36 (3 anos ago)

    Ah, quanta criatividade. Peter tem envolvimento na questão, claro que sim. Se faltar papel higiênico no clube ele tem culpa, normal pois é o mandatário. Mas Flusócio nunca pisou no Depto de Futebol ou nas decisões do mesmo, nem o Abad. Quem repete o contrário, apenas mente. Uma soma de fatores levou à saída do Fred, sendo o principal deles a vontade do atleta e dos seus agentes, e o custo que ele representava. Seu contrato era uma bomba relógio, cheio de reajustes.

  26. Sergio BindaB
    24 de outubro de 2016 at 16:44 (3 anos ago)

    Não entendi Danilo… isto é antigo?

  27. Flavio Henrique
    24 de outubro de 2016 at 16:44 (3 anos ago)

    Qualquer pessoa, com um mínimo de conhecimento de futebol, sabe que não temos laterais (direito e esquerdo) confiáveis.

    Pergunto, já estão mapeados bons jogadores para essas posições?

    Ou iniciaremos mais (!) 1 ano com essa carência?

  28. Denilson
    24 de outubro de 2016 at 16:46 (3 anos ago)

    Não sei quem é o melhor candidato a ganhar as eleições mais tenho certeza que com essa má campanha e com Peter teimando em manter o piadista o Abaad quem o Peter está apoiando só tem a perder votos caso o Flu não vá pra libertadores difilmente o Abaad vence as eleições isso com a contribuição do Peter, torcedor não vai querer saber de CT, pagamentos de dividas, estádio, nada disso.
    Peter não sabe mais mantendo o piadista só tá dando forças ao Bitencourt e ao DR.

  29. Helvio Lins
    24 de outubro de 2016 at 17:06 (3 anos ago)

    Na minha opinião o maior gol contra do MB foi a contratação do Ronaldo Gaúcho,,, ele deu entrevista na época dizendo ”estar contratando um gênio…” Um ex-jogador isso sim, não foi surpresa pra mim o vexame ocasionado por esta infeliz contratação… temo que se eleito, venha a cometer outros equívocos semelhantes…

  30. Jorge Eduardo
    24 de outubro de 2016 at 17:36 (3 anos ago)

    Espero que vença o melhor e que nunca mais tenhamos times tão fracos.

  31. Nerval Antonio Goulart
    24 de outubro de 2016 at 18:52 (3 anos ago)

    Vai ser difícil com esse time atual, arrumar alguma coisa em 2017!
    Não adianta insistir com esses laterais, com atacantes que não sabem finalizar. O Magnata já não tem o mesmo pique do passado. Entretanto, só ele e o Scarpa sabem finalizar ao gol. Tanto Wellington quanto Marcos Junior, não são soluções. Um dribla dribla, mas pouco produz em resultado! Já o Junior também carece de uma boa finalização, além de cair ao menor choque com o adversário. Falta-lhe físico de centroavante!
    Precisamos de um bom armador que auxilie o Scarpa!
    Nossa defesa está fragilizada devido ao fato que tanto o meio de campo quanto o ataque não conseguem manter jogadas continuadas no campo adversário. Nossa defesa é muito procurada pelo time adversário, tendo em vista a precariedade do controle de bola no meio de campo e os muitos passes errados de nossos laterais, como deu mole o Wellington Silva no famigerado FlaxFlu!
    Precisamos de um candidato que reforme com inteligência esse time!
    Voto no Abaad devido ao meio receio de que o Mário Bittencourt ganhe o pleito e volta a contratar, com a ajuda de conhecido empresário. Será o fim do Fluminense como time de futebol de primeira grandeza.
    ST.

  32. Flávio Valente
    24 de outubro de 2016 at 19:17 (3 anos ago)

    Eu falei exatamente isso no comentário que fiz em resposta ao meu xará, bem aqui abaixo. Acho que o maior legado dessa gestão vai ser a real democratização do universo eleitoral. E, por isso mesmo, essa eleição vai ser diferente das anteriores. Acredito que o clube tenha como quantificar essa categoria. Estou falando isso por conhecer um grupo de sócios torcedores que apóiam outro candidato. Se por um lado foi tirado o poder de decisão de feudos que existem até hoje nas Laranjeiras, também foi dada abertura para titpicos torcedores de arquibancada que só se interessam pelo time dentro de campo. E aí é que mora o perigo. Não estão nem aí para todo o trabalho que é capaz de perpetuar com sucesso a vida do clube.
    Lembro muito bem da eleição de 2007. Era meu primeiro ano como associado. Não pude votar, pois tinha entrado em março. Ganhamos a copa do Brasil e fomos bem naquele brasileiro. O Horcades foi eleito novamente, e lembro de uma entrevista do Peter dizendo que o maior cabo eleitoral dele tinha sido a copa do Brasil.

  33. Rogério Barbieri
    24 de outubro de 2016 at 19:19 (3 anos ago)

    A maior fonte de renda do Fluminense tem a mesma origem da empresa que nunca vai deixar o Fluminense crescer e conquistar mais vitórias do que ela projetou para o clube. Isso é péssimo.

    Com isso o destino do Fluminense é idêntico a do cachorro que quer morder o próprio rabo.

    Para mim, esse é o maior problema do Fluminense, que não vejo ser debatido por nenhum candidato.

    Para a alegria dessa empresa (a Emissora), a quantidade de grupos políticos no Fluminense ajudam a dividir as forças internas. Com isso o Fluminense vai se enfraquecendo com os conflitos internos. Os conflitos internos geram revoltados dentro do clube com acesso a informação estratégica. Os agentes da Emissora que acomodam o dia-a-dia do clube recebem dos revoltados acesso às informações estratégicas. Então a Emissora usa essas informações como quer.

    O Fluminense precisa se unir.

    O Fluminense precisa de um plano para se afastar da Globo.

    O Fluminense precisa de uma aliança com uma outra emissora.

    Gostei muito de um comentário do Marcos Teixeira sobre alianças internas. Elas tem que acontecer.

    O nosso principal inimigo não são os grupos internos.

    A imprensa adora usar o seu poder de exposição para envaidecer os candidatos e subdividir o Fluminense.

    Não façam o jogo da imprensa.

    Ela diminui o Fluminense e tão cedo não vai deixar voltar a conquistar novos títulos.

  34. Sérgio gomes
    24 de outubro de 2016 at 20:24 (3 anos ago)

    no caso quem era o presidente quer autorizou essas contratacoes

  35. Jorge Kayat
    24 de outubro de 2016 at 20:44 (3 anos ago)

    Eu sou admirador da Flusócio e gosto da administração de Peter , considero que seus acertos superam em boa quantidade os erros. Isto não impede reconhecer que o nosso departamento de futebol tem cometido uma série de equívocos que precisam ser apontados por quem ama as 3 cores que traduzem tradição . Seria desnecessário mencionar a surreal quantidade de péssimos jogadores que trouxemos nos últimos anos. As escolhas infelizes de praticamente todos os treinadores recentes . A falta de um melhor aproveitamento de uma das melhores bases do futebol brasileiro . Nunca vou entender por que o Santos todos os anos utiliza 6 ou 7 jogadores feitos na Vila enquanto nós temos que procurar no Google onde andam dezenas de jovens promissores fabricados em Xerém e que simplesmente desaparecem. A evidente precipitação nos casos Fred e Diego Souza , onde claramente faltou habilidade em mante-los por pelo menos até o fim de 2016. A inútil reclamação contra arbitragens depois dos prejuízos. Como dizia João Saldanha quem protesta já perdeu ! O Fluminense encontra-se orfão de representatividade nos bastidores e subterraneos tanto na FERJ quanto na CBF . O imortal Manoel Schuwartz ,nosso eterno Presidente de saudosa memória afirmava que futebol também se ganha no campo ! Não temos o direito de sermos inocentes ou coitadinhos . Espero que tudo melhore em 2017 , ganhe quem ganhar a eleição do nosso clube. É uma grande bobagem pensar em Libertadores. Trata-se de uma competição duríssima e nosso time atual é de razoável para fraco em todos os setores do campo. Pura perda de tempo, seria começar o ano em crise , com reflexo muito negativos nos certames locais. Vamos uma vez na vida entrar com TUDO no Carioca , encarar cada clássico como uma final de Copa do Mundo , não admitir perder pontos para pequenos. Semana passada dei uma palestra sobre vocação profissional em um colégio na Zona Sul. Foi terrível constatar como estamos perdendo torcedores entre as crianças e a garotada da faixa dos 13 aos 18. O grande desafio atual do nosso tricolor é fazer o possível e o impossível para reverter este quadro ! Nossa torcida está envelhecendo e sem torcida de nada adiantará os esforços feitos para termos estrutura , organização , patrocinadores, etc. A torcida é a grande força de um clube de futebol , sem ela, nada feito. E precisamos renová-la permanentemente , com conquistas e ídolos . Tenho fé neste gigante chamado Fluminense ! Todos ao Maracanã contra o Vitória !

  36. Fernando Bastos
    24 de outubro de 2016 at 21:37 (3 anos ago)

    Interessantes as suas colocações. Pena que pouca gente entende. ST

  37. Gilberto Cabral
    24 de outubro de 2016 at 21:54 (3 anos ago)

    Boa Noite Danilo, acompanho este espaço desde que me tornei sócio torcedor (final de 2014), na verdade sou mais leitor do que “postador assíduo” do Flusócio.Vim para este espaço, pois ao me tornar sócio pensava que o mesmo era para os sócios do clube o que realmente confirmei com a adesão. Como não acompanho a vida do clube pessoalmente (resido atualmente na serra do rj), minhas informações são oriundas principalmente da mídia, que sabemos nem sempre relatam os fatos de forma verídica. Não votarei nesta eleição, pois ainda não terei completado os 2 anos de adesão ao sócio torcedor, mas mesmo assim gostaria de saber mais acerca do que o Grupo Flusócio agregou de positivo para o clube, se o grupo não teve ingerências do Dept. de Futebol (parte que eu mais acompanho no clube) o que ele trouxe de positivo? Onde posso obter estas informações?
    Obrigado

  38. Felipe Ramone
    24 de outubro de 2016 at 22:10 (3 anos ago)

    São 4 “derrotas” seguidas, torcida desmotivada, 16% de chances de G6… e ingressos $50/$80 ??????

    É pra fechar a tampa do caixão.
    ST

  39. Jefferson Alvares
    24 de outubro de 2016 at 23:08 (3 anos ago)

    Fala Flavio!

    Pois é, neste grupo que você conhece e participa :) , seria interessante você que é um cara inteligente e de bom senso, pudesse mostrar o quanto foi importante a democratização do clube, bem como é extremamente importante pensar o clube de uma forma mais ampla!

    Os sócios aptos a votarem, deveriam entender que o que irá nos levar a um crescimento sustentável, que possa enfrentar a “Espanholização” do futebol Brasileiro é justamente as bases construídas pelo presidente Peter + Flusocio, no qual o Abad é o único na minha opinião que pode dar sequencia aos avanços e montar um modelo de gestão de futebol melhor e mais eficiente.

    Com a infra criada, este novo modelo de gestão de futebol, e continuidade da gestão responsável, títulos serão consequência natural.

    ST

  40. Jefferson Alvares
    24 de outubro de 2016 at 23:31 (3 anos ago)

    Fala Flavio!

    Na hora correta o sócio saberá diferenciar quem de fato viveu para o clube gerando avanços e entregas maravilhosas, e quem viveu do clube, tendo inclusive atuado na formação de elencos questionáveis, no qual se resgatarmos noticiais por exemplo da época do CB, iremos ver um investimento enorme da UNIMED e algumas contratações questionáveis e mal feitas, ou perceber que este elenco desequilibrado que temos atualmente foi montado em sua maioria pelo candidato MB…

    Todos nós ficamos chateados com os resultados, e diferentemente de outros grupos, torcemos pelo sucesso. Porém, apesar dos erros, vejo muita coisa boa nesta gestão, um saldo muito positivo, no qual tenho certeza que a continuidade da mesma com implementação de um novo modelo de gestão de futebol, irá nos levar a resultados excelentes e de forma natural.

    ST

  41. Alexandre Magno Barreto Berwan
    25 de outubro de 2016 at 6:30 (3 anos ago)

    Para contrariar os esquemas dos bastidores que nos roubaram tantos pontos no apito e tentam nos expulsar dos estádios desde 2010, marcando nossos jogos para dias e locais escrotos, assim como para empurrar um time que tropeça aqui e ali contra times risíveis rumo a Libertadores, sexta, lugar de tricolor é no Maracanã, mormente tudo que armam contra nós, nos roubando e nos acusando para esconder os verdadeiros beneficiados de sempre pelos apitos e armações extra campo.
    Contra tudo e contra todos, sexta feira é dia de festa!

    Venda de ingressos:

    http://www.fimdejogo.com.br/blog/2016/10/24/venda-de-ingressos-fluminense-x-vitoria-3/

  42. Flu Capixaba
    25 de outubro de 2016 at 7:10 (3 anos ago)

    Pura falta de sensibilidade. Com esse retrospecto ridículo querendo cobrar preço de espetáculo de gala.
    Era hora de aproveitar e encher o estádio cobrando o valor mais baixo possível, criando assim um possível cenário para uma arrancada em busca do G6,
    Viram o São Paulo?

  43. Flu Capixaba
    25 de outubro de 2016 at 7:13 (3 anos ago)

    Jorge, quando um tricolor se abre como você fez, em palavras simples e francas, conseguimos ver a realidade.
    Parabéns!!

  44. Flavio Chammas
    25 de outubro de 2016 at 7:16 (3 anos ago)

    Senhores

    O FUTEBOL PRECISA AJUDAR

    “Mais um grupo político declara apoio a Celso Barros
    Democracia Tricolor é o terceiro que se une à chapa do médico

    Celso Barros ganhou mais um apoio. Dos grupos políticos atuantes no Fluminense, além do Ideal Tricolor e Vence o Fluminense, que já haviam fechado com a chapa do pediatra no dia do pré-lançamento de sua candidatura, agora foi a vez do Democracia Tricolor, conforme apurou o NETFLU.”

    ESTAMOS DE OLHO E VAMOS VOTAR

    Além desses três grupos políticos, algumas torcidas organizadas como a Young Flu e Garra Tricolor também já declararam apoio ao ex-presidente da Unimed-Rio, fora outros segmentos e associados do clube.

  45. Flu Capixaba
    25 de outubro de 2016 at 7:16 (3 anos ago)

    Briga de cachorro grande.
    Rogério, sempre leio seus comentários e concordo que existe um apoio declarado aos mulambos e gambás.
    Porém, ao mesmo tempo esses dois carregam uma imagem negativa fortíssima devido aos inúmeros “eventos” em que são envolvidos. Cada vez mais.
    Acho que isso pode vir colocar esse plano global em xeque.
    Até porque querer “espanholizar” nosso futebol é uma grande bobagem, isso não vai acontecer.

  46. Flu Capixaba
    25 de outubro de 2016 at 7:22 (3 anos ago)

    Essa questão ao aproveitamento dos jovens é uma grande verdade.
    O Flu cria, mas não aproveita.
    Compare a eficiência do Santos com a nossa. O Santos tem no elenco hoje:
    Luiz Felipe e Gustavo.
    Zeca e Thiago Maia.
    Gabriel (ah, já foi vendido por 2 Gérsons!).
    E mais uns 5 ou 6 que estão aparecendo.

    E nós:
    Scarpa, que foi resgatado do limbo, pois estava descartado.
    Marco Jr. (?)
    Marlon (?)
    Douglas (?)

    Estou me referindo apenas a 2015 e 16.
    Mas a história vem de longe.

    Não sabemos aproveitar bem. Então, vamos bater na porta do Santos e perguntar como eles fazem. Apesar de ser óbvio o método deles…

  47. Renatinha
    25 de outubro de 2016 at 8:44 (3 anos ago)

    Complicado..eu tenho a impressão que o Levir acredita que está fazendo um favor treinando mo Fluminense. Aquele ar dele de ‘tô nem aí’ é de acabar com qualquer um…

  48. Leandro
    25 de outubro de 2016 at 9:05 (3 anos ago)

    Amigo, por essas e outras que, embora sendo muito simpático ao grupo Flusócio, não tenho a mesma simpatia pela atual administração do Flu.
    ST

  49. Fernando Bastos
    25 de outubro de 2016 at 9:09 (3 anos ago)

    Isso aí! sugestões que deveriam ser acolhidas. Será que o pessoal do marketing gosta de trabalhar fora do computador? Implementando algumas idéias suas, o ganho será enorme. Parabéns! ST

  50. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 9:42 (3 anos ago)

    Essa notícia de que o Pedro Abad não vai se licenciar do seu cargo na receita e sendo assim não poderá representar o Flu diante do poder público é péssima pra imagem dele e do grupo. No começo da campanha ele sempre disse que iria se licenciar do seu emprego.

    Não poder nos representar diante do poder publico é pésssimo. Tudo no Brasil envolve política. Só pra citar exemplos: terreno pro ct, autorizações pra início da construção do ct, contrato com Maracanã, e o próprio terreno que dizem ser para o estádio, vai exigir muita negociação política pra que se construa ali.

    Sou frequentador do blog e me preocupo muito com o grupo, embora não faça parte do mesmo, fui eleitor do Peter.

    Acho que essa mudança de postura do Abad no meio da campanha, com relação a não se licenciar do cargo que ocupa, arranha demais a candidatura. Credibilidade é fundamental. O futebol não está bem. Dessa vez teremos de certa forma um voto mais popular. E temos 2 candidatos muito populares entre a torcida.

    Acho que estão se complicando, pois agora até o grupo de empresários do Pedro Antonio anunciou apoio ao Mario.

    Se o Pedro Antonio anunciar seu apoio a qualquer outro candidato que não o Abad, vai ser difícil ganhar essa eleição.

    St

  51. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 9:49 (3 anos ago)

    Quem foi o presidente que assinou essas contratações? Assim tá jogando contra. Caminho errado…

    Até pq o Mario saiu e contratamos Dudu, Maranhão, w Matheus, Henrique Dourado, etc.

    Acho que o caminho não é esse.

    St

  52. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 9:49 (3 anos ago)

    Jogo é sexta!

    Abraço

  53. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 9:59 (3 anos ago)

    Mas engraçado, que quando ele renovou, isso foi comemorado. O Peter recebeu parabéns por isso, Mario idem. Teve até post aqui sobre o assunto.

    Aí agora não foi o Peter que assinou esse contrato? O Peter foi irresponsavel então?

    Eu juro que não estou entendendo esse caminho que estão seguindo. Questionam a oposição por fazer uso político do momento do futebol, mas ao acusar Mario por isso….Celso por aquilo, e sempre tirando a responsabilidade do Peter nas questões, acabam adotando tom semelhante ao da oposição.

    Não acho bacana essa linha.

    Em tempo, se o Peter pudesse ser candidato candidato, votaria nele de olhos fechados de novo.

    St

  54. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 10:10 (3 anos ago)

    Abad indica que o Pedro Antonio deve estar com ele.

    Aí sim! Fundamental! Não podemos perder esse apoio de jeito algum! Acho até que já deveriam anunciar o Pedro como vice presidente do Abad especialmente pra negociações políticas que o Abad não poderá participar! Esse apoio é fundamental!

    St

  55. MARCO ANTONIO DA SILVA
    25 de outubro de 2016 at 10:11 (3 anos ago)

    valeu,eles brincam com a gente,segunda e sexta,quero ver o queridinho jogando esses dias.

    s.t.

  56. Flávio Valente
    25 de outubro de 2016 at 10:18 (3 anos ago)

    Jeferson, você sabe que aquela turma não tem mais jeito. Fecharam com aquele candidato e fazem propaganda até fora do grupo. Lembra da faixa naquela pelada contra o Vasco?
    Tem mais, se não estou enganado o candidato vai participar de um evento do grupo no próximo dia 2.
    Entre os candidatos, sabemos que individualmente, o Abad é o menos badalado. Não é conhecido pela maioria da torcida, ao contrário dos outros dois. Não tem peso no nome, mas o que ele carrega é toda ideologia da Flusocio. É o único candidato que realmente tem algo a mostrar. Ele não centraliza. Ele representa todo o grupo.
    Acho que a maioria das pessoas acha que as decisões tomadas pelo Peter são todas influências da Flusocio. Confundem Peter e o grupo. Quanta lambança o VP futebol anterior fez. Está estourando agora, e, cai na conta de quem ficou. Mas, infelizmente torcedor é torcedor e normalmente a paixão fala mais alto que a razão. Tenho muita preocupação com a candidatura do MB.

  57. Flavio Chammas
    25 de outubro de 2016 at 10:35 (3 anos ago)

    Senhores

    Olha o futebol influenciando:

    “Grupo criado por Pedro Antônio declara apoio a Mário Bittencourt
    Vice de projetos especiais, não necessariamente, acompanhará voto do grupo”

    A eleição seria facil(com futebol mais facil) , mas a divisão de candidaturas vai fazer o diferencial.

    ESTAMOS DE OLHO E VAMOS VOTAR

  58. Flu Capixaba
    25 de outubro de 2016 at 10:38 (3 anos ago)

    Blasé… um porre, isso sim. Totalmente sem interesse.

  59. Ricardo Torres
    25 de outubro de 2016 at 10:43 (3 anos ago)

    Marcelo, ele pode representar, ir a reuniões, se encontrar, negociar, tratar de toda a parte política etc etc etc
    Não há restrição nenhuma.

    A restrição é no campo que conflite com sua profissão na Receita: não pode assinar balanços, etc. O que obviamente me parece correto e até saudável.
    Ou seja, burocracia que atualmente deve ser até tocada no clube por outra pessoa que não seja o presidente.

    Como ele mesmo disse para o Globo hoje: é risco para ele e não para o clube.

  60. Flavio Chammas
    25 de outubro de 2016 at 11:32 (3 anos ago)

    Senhores

    Vejam como o mundo dá voltas( e numa delas a gente se encontra)

    “Em vão, flamenguistas querem tirar 4 pontos do Palmeiras”

    Manchete do Terra

  61. Alexandre Vianna
    25 de outubro de 2016 at 11:52 (3 anos ago)

    Amigo,

    Parabéns por seu comentário.

    Peço licença para complementá-lo, pois penso que, além da FERJ e da CBF, falta representatividade tricolor na ALERJ e na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

    Temos que defender os interesses do Fluminenses em todas as frentes!

    Abraços para ti.

  62. David JF
    25 de outubro de 2016 at 12:18 (3 anos ago)

    Ihhhh, aí não vale danilo, apelou feio kkk muita gente feia contratada.
    Falando sério, triste vê essa imagem e só confirmar o que os resultados mostram. Muito dinheiro jogado fora sem planejamento descente. St

  63. David JF
    25 de outubro de 2016 at 13:30 (3 anos ago)

    Não sabe brincar sai do parquinho kkk

  64. Danilo Soares Félix
    25 de outubro de 2016 at 14:57 (3 anos ago)

    A criatividade anda sem limites. É divertido ver alguns da política interna novamente
    tentando dar conotação negativa a uma autorização expressa da RFB para o
    Abad exercer a Presidência do Fluminense, sem precisar se licenciar do
    emprego para isso. As ressalvas da RFB para o Abad são procedimentais e
    óbvias para servidores públicos. Lembro que o Flu já teve até Juiz de
    Direito como presidente (Francisco Horta).

  65. Danilo Soares Félix
    25 de outubro de 2016 at 14:57 (3 anos ago)

    Onde está o Pedro Antonio na foto? Não vi.

  66. Danilo Soares Félix
    25 de outubro de 2016 at 14:58 (3 anos ago)

    A criatividade dos adversários anda sem limites. É divertido ver alguns da política interna novamente tentando dar conotação negativa a uma autorização expressa da RFB para o Abad exercer a Presidência do Fluminense, sem precisar se licenciar do emprego para isso. As ressalvas da RFB para o Abad são procedimentais e óbvias para servidores públicos. Lembro que o Flu já teve até Juiz de Direito como presidente (Francisco Horta).

  67. Danilo Soares Félix
    25 de outubro de 2016 at 14:59 (3 anos ago)

    Vc só pode estar de brincadeira.

  68. Flavio Chammas
    25 de outubro de 2016 at 17:06 (3 anos ago)

    Danilo sem polemizar: li a manchete que é clara e vi a foto.

    Mas o restante não importa? Não votam?

    É um numero grande de tricolores na foto.

    Aprendi desde cedo a não subestimar meus adversários.

  69. José Carlos F. da Costa
    25 de outubro de 2016 at 18:57 (3 anos ago)

    INDECISOS, POR FAVOR LEIAM ESTE COMENTÁRIO:

    Em 2007 Horcades, presidente campeão da Copa do Brasil, foi reeleito vencendo Peter e havia ainda mais um candidato, Paulo Mozart, que ficou em terceiro.

    Em 2010, Peter venceu Júlio Bueno num cenário em que o Flu já estava atolado em dívidas. Só os dois se propuseram a tal aventura. Cenário tão tenebroso financeiramente que a oposição (Peter) venceu mesmo com o Flu disputando um título brasileiro, que acabamos vencendo.

    Em 2013, o Flu numa situação ainda periclitante mas já se encaminhando para águas mais tranquilas, de novo apenas dois candidatos: Peter e Deley.

    Agora, 2016, não somos mais o vice brasileiro em dívidas, estamos em 7º; há tempos não ouço, eu que frequento o clube, reclamações de atrasos salariais, mesmo entre os funcionários mais humildes; passamos, bem, pelo que parecia ser desastroso, que era o fim da parceria com a unimed, graças ao fantástico trabalho realizado em Xerém; somos referência mundial em sustentabilidade; e num clube com pouco dinheiro e construindo CT, estamos disputando vaga na Libertadores.

    Citei apenas 5 motivos que farão Peter ser lembrado pra sempre como um ótimo presidente. E há muitíssimos outros, sempre lembrando que em muito desse legado a Flusócio emprestou seu apoio. O resultado disso?

    O resultado é que, agora, 2016, há 4 candidatos – até há pouco eram 5, com o Trenghouse – querendo a cadeira do Peter, coisa que não acontecia desde não sei quando.

    PERGUNTO: Por que será que, de repente, há tantos candidatos, diferentemente de há dois mandatos atrás, QUANDO NINGUÉM QUERIA PEGAR A BATATA QUENTE?

    Indecisos, reflitam.

  70. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 19:11 (3 anos ago)

    Concordo plenamente! Votaria no Peter novamente de olhos fechados!

    Ja havia falado em outro post, como me impressionou a quantidade candidatos querendo “ajudar”.

    Ricardo tenorio ta sempre enfiado em algum momento em todas as ultimss diretorias nos ultimos 8 anos ao menos.

    Ele e oposição a quem afinal?

    E o Mario? Teve o futebol na mão e so fez M( nesse caso com a conivencia do Peter).

    Entao há de se pensar muito.

    Espero que o Pedro Antonio apoie o Abad. E repito, não vejo com mais olhos hoje o celso barros junto.

    St

  71. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 19:21 (3 anos ago)

    Ricardo, muito obrigado pelo esclarecimento. Nao tenho nada contra ele continuar exercendo sua profissao. Acho saudavel, ate pq o presidente é amador. Mas como socio torcedor, me preocupa. Primeiro pq o discurso nao era esse. Segundo, pois um dos problemas do Peter foi a ausencia completa do clube em momentos criticos, Em função do seu trabalho. E eu como eleitor, adorei quando o Abad falou que ía se dedicar exclusivamente durante 3 anos ao clube. Vale lembrar, que o Peter largou o clube em muitos momentos na mao de um vascaino. Este sempre criticado aqui. E este um belo fdp quando apos sair do clube, passou a divulgar coisas internas do clube em quando fazia parte da nossa gestão. A minha preocupaçao e com o Fluminense apenas. E corrigir justamente os erros da gestão Peter. Nao gostaria que se repetissem.

    St

  72. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 19:23 (3 anos ago)

    Mario sou totalmente contra.

    Mas o Celso Barros esta aposentado.

    Acho que daria uma quimica boa.

    Mas com o Abad presidente.

  73. Marcelo Teixeira
    25 de outubro de 2016 at 19:25 (3 anos ago)

    Também achei os ingressos caros.

    Time mal. Jogo as 19:30. Dia de semana.

    Sei que o custo e alto. Mas acho q era hora de preços baixos. Trazer a torcida de volta. Ganhar esse jogo. Embalar e ai sim..num jogo fim de semana e com o time melhor, aumentar os preços.

    St

  74. Sergio BindaB
    25 de outubro de 2016 at 19:41 (3 anos ago)

    Grande capitão nos deixou hoje!! Revelado no Flu como Carlos Alberto em 1963/64 e transformado em Torres pelo próprio Flu em sua segunda passagem, durante a máquina de 1976, pois neste esquadrão havia outro Carlos Alberto, tabem muito talentoso… o Pintinho!!!

    Para o nobres tricolores recomendo assistir o episódio de ídolos tricolores com o Capita, realizado pelo Valterson Botelho e disponível no YouTube.

    ST

  75. Pedro Henrique
    25 de outubro de 2016 at 20:09 (3 anos ago)

    Concordo. Isso é fundamental, mais até do que o CT!

  76. Claudio Souza
    25 de outubro de 2016 at 21:05 (3 anos ago)

    Com muito boa vontade, resolvi assistir a uma explanação em vídeo do Cacá Cardoso, para verificar se a sua candidatura poderia ser considerada uma alternativa decente à candidatura Abad, já que pra mim as candidaturas de Marimed e Dotô são piadas de péssimo gosto.
    Pois o que vi explicou perfeitamente a adesão do “Fofinho das Redes Sociais” à sua candidatura. Um festival de parolagens; de propostas ora vazias, ora inviáveis; tudo com um discurso caricato de político de partido de aluguel e uma completa incapacidade de se aprofundar naquilo que propõe, como que com medo de deixar transparecer a falta de consistência do seu programa.
    Hoje deixo de ter qualquer dúvida de que o melhor candidato para o Fluminense é o Abad.

    ST

  77. Mauro Carvalho - SP
    25 de outubro de 2016 at 21:25 (3 anos ago)

    LEITURA PARA O ABAD, SE ELEITO FOR, ACABE COM A INCOMPETÊNCIA NA GESTÃO DO FUTEBOL:

    http://www.panoramatricolor.com.br/volta-por-joao-leonardo-medeiros/

    O caminho de volta (por João Leonardo Medeiros)
    Comandado por uma direção que entende tanto de futebol quanto eu de física quântica, o Fluminense desaprendeu o be-a-bá da montagem de elenco. Nosso elenco tem jogadores em excesso, é superpovoado em determinadas posições, carente em outras e, sobretudo, deficiente tecnicamente em todos os setores do time. Temos um time ruim e um elenco péssimo. É com pesar que constato essa cristalina verdade.

    Se a gente usar os dois últimos anos da segunda gestão Peter Siemsen como parâmetro, temos um exemplo extraordinário de má gestão com ou sem grana. Em 2015, o Fluminense estava com o pires na mão. A Unimed, falida, abandonou o barco e a perspectiva financeira era horrorosa. Nesses casos, só há duas coisas a fazer: subir a base e contratar cirurgicamente bons jogadores desconhecidos.

    Subimos a base e vendemos. Já foram Gerson e Kenedy, vai também Marlon, para o Barcelona ou para outro lugar, mas vai. Contratamos uma penca de desconhecidos, dos quais apenas dois mostraram algum futebol: Vinícius, rapaz nitidamente problemático, e o misterioso Edson. O resto era encalhe no portfólio de empresário, que foi despejado nas Laranjeiras com baixo custo e nenhum retorno. O pior é que alguns dos que vieram nessa leva ainda são jogadores do Flu e voltam ano que vem. Parece trailer de filme de terror.

    Em 2016, entrou grana firme no Laranjal. O programa do governo federal, Profut, permitiu organizar o pagamento de dívidas, evitando penhoras, e a assinatura dos contratos do Brasileiro e do Estadual com a Globo injetou no clube uma grana firme. Isso sem contar parte da grana das vendas de 2015, que entrou este ano. Pelo menos 30 milhões desse bolo foram injetados no time profissional, garantindo a contratação e/ou renovação de jogadores como Aquino, Danilinho, Pierre, Rojas, Osvaldo, Dourado, Richarlison, Henrique, Maranhão, Dudu etc. etc. etc.

    Há muitos jogadores em nosso elenco que não têm a menor condição de perfilar no time profissional do Fluminense Football Club, sequer como reservas. Alguns foram contratados a peso de ouro: Henrique (quase 9 milhões de reais), Richarlison (10 milhões) e Dourado (5 milhões). O dinheiro que entrou saiu por esse ralo. Essa grana não entrará mais por um bom tempo, porque não se assina todo ano contrato com a tevê, de maneira que simplesmente se rasgou bolos de dinheiro.

    Enfim, em 2015, sem grana, trocaram os pés pelas mãos. Em 2016, com grana, trocaram as mãos pelos pés. O grupo que comanda o Fluminense hoje simplesmente não sabe fazer futebol, numa ou noutra situação.

    Agora, para quem acha que a única forma de fazer futebol bem feito é torrar os tubos para contratar estrelas deve ter esquecido a formação de um de nossos melhores times dos últimos tempos, o time de 2008. Esse time começou a ser formado em 2007, quando contratamos uma penca de jogadores desconhecidos. Vou mencionar três, que vieram para o Flu com baixo investimento: Thiago Silva, vindo da Rússia diretamente do hospital onde estava internado recuperando-se de tuberculose, Thiago Neves, revelação do Paraná Clube, e Cícero, que veio do Figueirense como contrapeso da contratação do promissor Soares. O próprio Conca, que o Flu tirou do Vasco, não era ainda uma estrela, mas nada mais que uma promessa.

    O Flu tinha já no elenco alguns jovens vindos da base (Carlos Alberto, apenas em 2007, Fernando Henrique, Arouca, Junior César, além de Alan, Maicon e Tartá, que subiram ali) e trouxe nomes com maior peso para dar cancha e moral ao time: Gabriel, Dodô e Washington. Formou-se um timaço que, por pouco, não conquista a Libertadores.

    O time de 2008 não foi montado com a contratação de estrelas. Na verdade, Thiago Silva, Thiago Neves, Conca e Cícero viraram estrelas no Fluminense, por causa do Fluminense. Foi sua performance naqueles anos que os fez ganhar salários superfaturados, salários de estrelaça do futebol mundial. Repetindo, porque isso parece ter sido esquecido: eles não vieram para o Fluminense com salários altos ou fama, mas como promessas com salários baixos. Vieram anônimos, na base do olheiro.

    Isso, como dito, a atual gestão simplesmente não sabe fazer. Está aí desde 2011 e não foi capaz de renovar o time com observações técnicas qualificadas. Enquanto tinha a dinheirama da Unimed, podia trazer estrelas e manter o bom nível. Fez isso em 2011, 2012 e 2014. Quando a grana apertou, por exemplo, em 2013, mandou embora o Thiago Neves e o Nem e trouxe o Rhayner. Isso sem contar 2015.

    Isso está acabando com o Fluminense, meus amigos. Para cada Wellington, temos 30 Joãos Felipes e Arturs, 50 Dourados. É muito dinheiro no ralo, é muita oportunidade perdida, é muito tempo sem brigar nos principais campeonatos. Nenhum time grande pode viver por muito tempo sem disputar títulos importantes. O Flu se afastou de seu caminho natural, o da vitória. É preciso trazê-lo de volta.

  78. André Barros
    25 de outubro de 2016 at 23:48 (3 anos ago)

    Padeço de enxaqueca fortíssima.

    Estou cheio de Naramig, mas não posso deixar de postar.

    Era o mágico ano de 1984. Após uma semana turbulenta, perdemos, em seguida, para Vasco (1 x 2) e Botafogo (2 x 4). Ou seja. o Fluminense havia se despedido da Taça Rio de 1984. Como já havia perdido a Taça GB, só nos restava uma alternativa no disputado campeonato carioca: a soma total de pontos.

    Mesmo assim, a tarefa era inglória. O Flamengo enfrentava o Campo Grande no Maracanã. Uma vitória dos Orcs nos eliminava do campeonato de 1984. E o CRF era bem superior ao adversário.

    Eis que o nosso treinador da época – Carlos Alberto Torres – convoca a imprensa e – munido com uma bolinha de papel amarrada num barbante – diz que confia na classificação do Fluminense, pois “… o Flamengo está jogando uma bolinha…”.

    KKKKKKK

    Os urubus morderam a isca. O Mozer… o Tita… o Elder… o Nunes.. todos entraram na pilha do Carlos Alberto. Até a raposa do Zagalo.

    Fim de jogo: Fla 1 x 1 Campo Grande. Ah, o Tita ainda chutou um pênalti na trave quando o jogo estava 1 x 0 pros molambos.

    Estávamos de volta ao páreo.

    No sábado seguinte, despachamos os molambos (2 x 1) e garantimos nosso lugar no triangular final – que todos sabem como acabou. Detalhe: IMENSA MAIORIA DE TRICOLORES NA ARQUIBANCADA.

    “COISAS QUE PERDEMOS PELO CAMINHO”.

    Descanse em paz, Capitão!!!

  79. Alexandre Magno Barreto Berwan
    26 de outubro de 2016 at 7:56 (3 anos ago)

    QUANTOS INGRESSOS VENDIDOS?
    Não deixem para comprar ingressos na última hora.
    Lembram-se de um Fluminense versus Coritiba há anos atrás quando mais de 10.000, 15.000 pessoas foram embora por conta das filas gigantescas?
    Comprem seus ingressos com antecedência e façam apelos para os tricolores fazerem isso.

  80. Alexandre Magno Barreto Berwan
    26 de outubro de 2016 at 7:56 (3 anos ago)

    Melhoras!

  81. Danilo Soares Félix
    26 de outubro de 2016 at 7:59 (3 anos ago)

    Sim, precisamos fazer um futebol diferente, principalmente na montagem do elenco. Mas é preciso separar as farinhas: até dez/2014 quem tomava as decisões do futebol era basicamente a Unimed, que tem candidato de oposição no próximo pleito. Em 2015 e parte de 2016 o outro candidato de oposição era o manda-chuva em todas as escolhas do Depto de Futebol. O Abad nunca pisou no Depto de Futebol, ao contrário dos seus principais concorrentes. Fica a dica.

  82. Danilo Soares Félix
    26 de outubro de 2016 at 8:01 (3 anos ago)

    Não estou subestimando, mas contei 22 sócios. Os EOs trazem uns 500 votos, por exemplo.

  83. Flavio Chammas
    26 de outubro de 2016 at 8:17 (3 anos ago)

    Ok otimo então.

  84. Flavio Chammas
    26 de outubro de 2016 at 8:17 (3 anos ago)

    Ok otimo então.

  85. Paulo Cavalheiro - Santos - SP
    26 de outubro de 2016 at 10:36 (3 anos ago)

    Danilo, está dica tem que ser “divulgada” com intensidade, pois o que vejo em alguns sites, é a sensação que a Flusócio destruiu o futebol do FFC. E não aceitam debates, é xiita mesmo, a posição é expurgar a Flusócio da presidência.

    O Grupo ter ficado seis anos dando sustentação ao Peter e não assumido o futebol foi um erro grave e o futebol, essência do FFC está caótico, vai precisar de muito trabalho bem feito e investimentos.

Deixe um Comentário