Bicampeão da Copa Rio Sub-17

Flu Bi sub17

Neste domingo, atuando em Cabo Frio-RJ, o Fluminense acabou levantando o caneco do bicampeonato da Copa Rio sub-17, vencendo o Bahia nos pênaltis, após um empate por 2-2 no tempo normal.

O time do Fluminense foi superior durante toda a competição, conseguindo eliminar na sequência Corinthians, Flamengo e Palmeiras, antes da decisão contra os baianos. Na partida de hoje, o time tricolor foi prejudicado com dois gols marcados em impedimento pelo adversário, mas desta vez o apito FERJ não foi suficiente para desviar a taça de Laranjeiras.

A Flusócio sempre acreditou na base, mantendo a filosofia tricolor de formar bons jogadores. Parabéns a toda a equipe do CTVL, que nos orgulha com tantos títulos. O desafio maior no Fluminense parece ser a subida destas apostas aos profissionais adequadamente, no momento certo, com a calma, a cobrança e a responsabilidade adequadas a esta importante transição.

28 Comentários em Bicampeão da Copa Rio Sub-17

  1. Flavio Chammas
    6 de abril de 2014 at 18:51 (5 anos ago)

    Senhores
    Aproveitando para quem souber me responder.

    Tem uma outra Copa do Brasil sub 17 e estamos nela também?

    É outro time?

    Esta garotada é ainda franzina, mas tem alguns a serem observados.

    Mesmo alguns não gostando, temos um bom trabalho em Xerem.

    “Neymar” da muito raramente, mas uma boa base ajuda, inclusive emprestando e vendendo.

  2. Jorge Eduardo
    6 de abril de 2014 at 18:57 (5 anos ago)

    Boa partida, muito disputada, com atuação destacada de alguns jogadores nossos: Paulinho, Felipe, João Vitor e Andrei (saiu contundido) e do nosso goleiro.

    A arbitragem teve 2 falhas do mesmo bandeirinha que deixou de marcar impedimento em 2 lances que resultaram nos gols do Bahia; sendo que no segundo gol tinha nitidamente pelo menos 3 jogadores do Bahia impedidos.

    De qq forma parabéns a todos do nosso time sub-17 e a CT, esperamos que alguns desses jogadores, que poderão vir a ser bons jogadores, subam na hora certa e se destaquem pelo nossos profissionais num futuro próximo..

  3. Alexandre Magno Barreto Berwan
    6 de abril de 2014 at 20:04 (5 anos ago)

    E que a final de juniores contra o Nova Iguaçu seja transferida para Laranjeiras!

  4. Alexandre Jansen
    6 de abril de 2014 at 20:32 (5 anos ago)

    Bem, acreditar não parece o forte de muitos que escrevem aqui, quando preferem exaltar medalhões que ganham fortunas e perdem jogos por acomodação e displicência enquanto adoram queimar os garotos que, por vezes, erram muito em um jogo, mas sempre querendo acertar. Tem muito garoto bom na base mas que não vão se firmar nunca pois com esse tipo de submissão à Unimed, os medalhões têm vaga cativa jogue bem ou mal. Alguém reparou na escalação do time sub 20? Um 4-3-3 com o meio formado por Marlon Freitas, Gérson e Scarpa, um cabeça de área só e que ainda fez um gol ontem. É para elogiar esse técnico. ST

  5. reinaldo castro monteiro
    6 de abril de 2014 at 20:39 (5 anos ago)

    Nesse time sub 17 podem existir alguns jogadores que evoluam bastante e virem grandes promessas para o profissional,alguns têm potencial para isso.Mas,claramente,os grandes destaques individuais são o Douglas e o Paulinho,com características bem diferentes,eles são acima da média.Na idade deles-17 anos-já é para serem observados com mais atenção,sem afobação,mas com atenção.
    Já o time sub 20 é cheio de bons jogadores e que jogam em posições carentes nos profissionais.Marlon é zagueiro,Leonardo já devia estar sendo treinado como reserva do Carlinhos,sem dúvida.Na posição de meia dos profissionais,só temos o Conca,mas nos juniores jogam o Scarpa e o Gérson,os dois excelentes.Pela idade do Gérson-16 anos-apostar no Scarpa seria uma opção melhor.
    Gostaria de ver todos esses jogadores sendo testados juntos com outros que têm que ser contratados,obrigatoriamente novos jogadores têm que chegar e dar mais qualidade ao time,além de mais gana e vontade.Temos que cobrar ação da diretoria.

  6. RUBENS LONDRINA
    6 de abril de 2014 at 21:39 (5 anos ago)

    parabéns….

  7. Jefferson Alvares
    6 de abril de 2014 at 22:17 (5 anos ago)

    Prezados,

    Parabéns garotada e os responsáveis por Xerem!!!

    Diferentemente de muitos, acredito que divisão de base boa, se forma ao prepará-los para ganhar títulos desde cedo, e a subida para os profissionais será consequência natural, dos jogadores que se destacarem e que estarão acostumados a decidir!

    Jogador com histórico de títulos na base, aprende desde cedo a saber o que é pressão, bem como principalmente, passam a ter maior identificação pelo Flu!

    St,

  8. Fabio DB
    6 de abril de 2014 at 22:31 (5 anos ago)

    A base precisa ser usada com o cuidado devido. Não é possível que ao menos 4 / 5 jogadores por ano não possam ser aproveitados.

    Esse esquema Flu-Unimed faliu.

    Enquanto isso:
    – Ituano FC. Custo = R$ merreca. Clube sem qualquer expressão. Trabalho de garimpagem intenso e profissional.

    – Flunimed FC = Custo = R$ 80-90 milhões/ano. Clube gigantesco e tradicional. Trabalho amador, garimpagem INEXISTENTE. Os empresários é que oferecem e negociam com o Diretores/Celso os jogadores que irão jogar no clube ou o Celso escolhe por qualquer razão.

    AINDA TEM GENTE QUE ACREDITA QUE O FLUMINENSE NÃO VIVE SEM A UNIMED?

  9. Fernando Bastos
    6 de abril de 2014 at 23:51 (5 anos ago)

    Até no sub17 a arbitragem da FERJ persegue o Fluminense. O segundo gol foi uma aberração. Tinham 3 jogadores completamente impedidos. Poderíamos ter perdido o título ali, mas felizmente a justiça foi feita. Como gostaria de ver os jogadores do time profissional correndo igual aos garotos. Disputaríamos, com condição de ganhar, todos os campeonatos e copas. Sds Tricolores…

  10. Marcelo Teixeira
    7 de abril de 2014 at 0:13 (5 anos ago)

    O Flu tem que abandonar td que for da federação. O primeiro gol Tava impedido, ma e perdoável o erro. O segundo foi uma vergonha. E no final do jogo. Só ganhamos em 2012 o estadual pq,éramos muito superiores. Notem que somos quase sempre o melhor do rj nos brasileiros,há anos. Chega no carioca e é raro chegar. Esse estadual e moeda de negociação. O juiz das decisões e sempre o Mesmo. Marcelo de lima Henrique. O homem que faz os resultados da federação e tem uma “sorte” danado nos sorteios. Sempre ele. Temos q cagar pra esse estadual e pra,essa federação. Os gols do Bahia hj no sub 17, tiram a vontade de frequentar os estádios.

    Sds tricolores!

  11. Alexandre Jansen
    7 de abril de 2014 at 6:54 (5 anos ago)

    Essa é a Copa Rio, ainda estamos disputando as quartas da Copa do Brasil, com esse mesmo time, quatro jogos, dois no Rio e dois fora, quatro vitorias.

  12. joão
    7 de abril de 2014 at 7:51 (5 anos ago)

    Ituano chegou na final uma vez e vai chegar em outra daqui a 70 anos, se der sorte.

    Na época que a unimed começou a pagar os jogadores diretamente foi a melhor solução.. Salários atrasados e cotas adiantadas era o lema do clube. Se não fosse por esse método, estaríamos na segunda divisão, independente da Lusa. Alguém confia que o Peter iria pegar esse dinheiro e investir no time ? Quem ia pagar o salário do Conca do Fred e do Cavalieri?

    A cota de televisão é o dobro, as vezes o triplo do patrocínio…
    Dinheiro não falta. falta competência mesmo.

    ST

  13. Gerson Carvalho
    7 de abril de 2014 at 8:19 (5 anos ago)

    Exatamente!

  14. Marco Antonio Barroso
    7 de abril de 2014 at 8:51 (5 anos ago)

    13 dias para o começo do campeonato brasileiro e nada de reforços, e não estou falando de estrelas ou jogadores badalados, estou falando de apostas mesmo. Por exemplo, o tal do Marcelo do Volta Redonda.

  15. Jorge Eduardo
    7 de abril de 2014 at 9:01 (5 anos ago)

    Apoiado; importantante para que os nossos jogadores já irem se acostumando a jogar com a nossa torcida junto e que a torcida comece a conhecer melhor esses jogadores. Alguns deles poderão subir aos profissionais dentro em breve.

  16. Filipe Oliveira
    7 de abril de 2014 at 9:12 (5 anos ago)

    Desse time destaco o camisa 9 Felipe, muito bom jogador. O restante ainda precisa amadurecer.

  17. Dedé
    7 de abril de 2014 at 10:32 (5 anos ago)

    Será que o Anderson Talisca está sendo mapeado?
    Parece ser um jogador bem interessante.

  18. Eduardo Vainer
    7 de abril de 2014 at 10:39 (5 anos ago)

    Vários bons jogadores nesse time, e o Paulinho é um projeto avançado de craque. Espero que saibam integrá-lo aos profissionais no momento certo.

  19. Claudio Maes
    7 de abril de 2014 at 10:57 (5 anos ago)

    Douglas, Paulinho e Felipe, acho que os destaques do Fluminense na competição foram esses. Breno e Andrei também foram bem.
    O que mais tenho gostado nos times da base ultimamente são os volantes de passadas longas e bom futebol.

  20. Filipe Oliveira
    7 de abril de 2014 at 11:12 (5 anos ago)

    Acho que sim, Dedé. Ainda mais agora que o Cristóvão (que conhece o jogador) está conosco. Ele está sendo bastante assediado, porém o Bahia trata o jogador como uma joia e faz jogo duro.

  21. Almir Neto
    7 de abril de 2014 at 11:22 (5 anos ago)

    Grande jogo da garotada. Uma vergonha aquele segundo gol do Bahia… até quando seremos achincalhados pela péssima ferj ??? Peter não adianta apenas reclamar da federação e do modelo ridículo do nosso estadual, é necessário agir, por isso votei em vc.

  22. Fabio DB
    7 de abril de 2014 at 11:31 (5 anos ago)

    UMA PUBLICITÁRIA RECÉM FORMADA DANDO AULA PARA MARMANJO

    Por acaso achei interessante TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) entregue recentemente, 2014, na UFF (Federal Fluminense) pela aluna Camilla Lins e versando sobre a parceria Flu-Unimed. O link para o trabalho –>http://pt.slideshare.net/CamillaLins/base2-29713684

    Dentre outras partes do documento (que tem 64 páginas) destaco os trechos abaixo.

    …………..

    “A relação entre clube e patrocinador já não é boa desde a metade final da segunda gestão Roberto Horcades (ex-presidente do Fluminense), o que não impediu a conquista do Campeonato Brasileiro de 2010. Celso Barros foi tendo, aos poucos, uma interferência grande no futebol tricolor. Em muitos momentos, deu declarações em nome do clube. Fato estranho, pois os interesses nem sempre são comuns”.

    ………….

    “Tem-se, nessa situação, uma crise mal administrada de relações, que pode vir a ocasionar uma crise profunda para o Fluminense Futebol Clube, visto que o mesmo encontra-se hoje dependente do patrocínio”.

    ………….

    “A relação do Celso Barros é, hoje, um problema para a gestão do clube, pois o mesmo ainda não criou um plano próprio para impor questões e decisões próprias do clube, de modo a pensar de forma autônoma.

    ………….

    “O patrocínio pode existir de forma limitada e sem a influência na gestão do futebol. No próprio Fluminense, vemos a Adidas, fornecedora de material esportivo desde 1996 e que não mantém uma relação de influência nas questões decisórias referentes ao clube”.

    ………….

  23. Fabio DB
    7 de abril de 2014 at 11:37 (5 anos ago)

    Não acredito pois é um trabalho no Ituano iniciou 5 anos antes e vem dando frutos agora. O ex-jogador Juninho Paulista é o comandante desse processo e deu recente entrevista no sportv sobre o tema.

    ———–

    Foi o necessário no passado. Agora o modelo está minando o Fluminense.

    E quem disse que o Celso é mais confiável que o Peter? Estamos vendo que de confiável ele não tem nada. Está nas manchetes de todos os jornais. Está mais do que comprovada a sua incapacidade de gestão.

    Aliás, outras verbas sendo mal usadas não justificam o mau uso do patrocínio.

    ST

  24. Cesar Castello Branco Martins
    7 de abril de 2014 at 11:43 (5 anos ago)

    Tem bom jogador no Ituano? Achei interessante o fato dele ser presidido pelo Juninho Pernambucano.

    Parabéns pra Mulecada!
    ST

  25. Eduardo Vainer
    7 de abril de 2014 at 13:21 (5 anos ago)

    Juninho Paulista, Cesar.

  26. Cesar Castello Branco Martins
    8 de abril de 2014 at 11:46 (5 anos ago)

    Valeu Vainer! Me confundi..

  27. joão
    9 de abril de 2014 at 9:24 (5 anos ago)

    Ou pior, o Fluminense está minando o modelo, que já era ruim.
    Antes o clube era vitrine, contratava jogadores baratos, no fim do contrato, mas contratava…

    O dinheiro deveria ir para o clube, isso é óbvio, mas o Fluminense não pagar os jogadores, fere a exposição das marcas, o retorno para o patrocinador vai ser negativo e a parceria fica inviável.

    Tem o exemplo do Bayern que ganhou tudo e reforçou o time, e tem o exemplo das categorias de base do Fluminense que está sempre se reforçando e ganhando um monte de títulos.

Deixe um Comentário