Até 31 de outubro

Primeiramente é preciso voltar no tempo até 2004, quando o Presidente Horcades foi eleito com pouco mais de 600 votos. Na época, a Flusócio tinha apenas 1 ano de idade e não conseguiu sequer lançar sua chapa para concorrer à eleição, com o candidato Gustavo Marins.

Percebemos ali que não bastava ser propositivo na internet como oposição construtiva, nem ocupar algumas cadeiras do Conselho Deliberativo na chapa de terceiros, como fizemos na gestão David Fischel. Era preciso mais para fazer a diferença, e tudo passava por dar ao torcedor do Fluminense a chance de decidir os destinos de sua paixão.

Veio o ano de 2007 e Horcades levou de novo, desta vez com 901 votos. Desta vez mais estruturados, nós tivemos 631 votos com Peter Siemsen. Mas estava claro que jamais venceríamos sem uma campanha pela cidadania tricolor. Entretanto, qual era o problema para capitanear esta campanha?

Na época só existiam as categorias proprietário e contribuinte, além dos sócios-atletas. Sequer cadastramento online existia, algo que não conseguíamos compreender porque todos os demais clubes do Brasil já possuíam adesão pela internet. E todos os programas de sócios-torcedores lançados até então pelo Flu, tais como o Passaporte Tricolor, não passavam de uma mera relação de consumo, pois não davam direito a voto.

Decidimos então inovar. Como ainda não existiam as redes sociais, criamos este blog, que permanece até hoje como elemento de ligação entre o grupo e o torcedor. Além disso, fizemos uma “vaquinha” e pagamos por 1 mês os custos de uma secretária e um motoboy, criando o Serviço de Atendimento ao Torcedor Tricolor (SATT) em todo Brasil. Na prática, nós recebíamos as ligações de tricolores de longe que queriam se tornar sócios mas não tinham como ir à sede de Laranjeiras preencher os formulários.

Então nós íamos por eles ao clube, enviávamos os formulários pelos Correios, recebíamos de volta preenchidos e com os cheques nominais ao Fluminense para ir na Secretaria fazer os cadastros. Depois pegávamos as carteirinhas e enviávamos de volta aos novos sócios.

Na prática fizemos um serviço de despachante ajudando tricolores de todo Brasil a ingressarem como sócios de sua paixão, para que funcionassem como instrumentos de uma mudança que todos desejavam. Entraram mais de 1.500 novos sócios nesta modalidade, algo que muito nos orgulhamos.

O SATT foi matéria na ESPN Brasil, que pode ser conferida no vídeo que ilustra este post.

Em 2010, como oposição, conseguimos vencer as eleições com a promessa de campanha de criar a categoria Sócio Futebol com direito a voto, com objetivos de associação em massa, algo que representaria a abertura democrática do Fluminense, e nova importante fonte de receita para a instituição. E assim foi feito.

Em 2012, juntamente com o Presidente Peter Siemsen, conseguimos finalmente reunir as condições políticas para fazer uma Assembleia Geral, alterar o estatuto e deixar o torcedor do Flu apto a decidir os rumos de sua paixão, a partir de R$29,90 mensais. Hoje custa R$ 35,00.

Neste ano de 2017, já com o Presidente Pedro Abad, foi criada uma nova categoria de Sócio Futebol que dá 100% de desconto nos ingressos do Flu como mandante, pelo preço de R$99,00 mensais. Além do direito de voto, após 12 meses adimplente o sócio desta modalidade recebe uma camisa oficial do Flu. Trata-se de uma modalidade muito atraente do ponto de vista de custo x benefícios.

Mas as modalidades Sócio-Futebol tem carência de 2 anos para ter o direto de voto, desta forma, quem deseja votar em 2019 tem até o fim de outubro para aderir. Também é necessário se manter adimplente até as eleições.

Nós prometemos em campanha e criamos as condições para que você decida os rumos de sua paixão, seja como situação ou oposição.

Seja sócio! Esteja ao lado do seu clube, convoque outros tricolores. Mas fique ligado no prazo limite de 31/10/2017 se você deseja fazer a diferença em 2019.

#SomosFluminense

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    É isso: votem no candidato de suas preferências, mas ao fim da eleição, lembremo-nos que somos todos Fluminense Football Club.
    Os adversários do Fluminense são muitos, desonestos e anti-éticos ao extremo, e muitos deles em posições de destaque na mídia, recebendo salários para nos agredirem gratuitamente e tentando nos passar recibos de crimes cometidos pelos seus preferidos.
    Nos bastidores da federação carioca, a cada ano o cerco aumenta, desde 1986, 31 anos sendo perseguidos.
    Até interferência externa de vídeos mudaram o resultado de dois Fla-Flus recentemente e ainda há quem considere o CRF um clube amigo, e deveria ser assim, pois o futebol era um esporte popular enraizado na cultura brasileira, uma grande festa de todos que virou banquete para poucos.
    Divididos estaremos mortos dentro desse quadro tenebroso.
    Juntos podemos sonhar em realizar qualquer façanha!

    • Fernando Ventura Jr.

      Não entendo porque o representante do Fluminense na Federação e não sei se essa representação também se faz na CBF continua sendo o sr. Marcelo Penha, muito criticado aqui. Não importa quem esteja no comando do clube esse cargo parece vitalício.

      • Rodrigo Baroni

        Verdade.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    SEJA SÓCIO!

    Histórico Fut Melhor‏ @HistFutMelhor 6 hHá 6 horas
    Mais
    Torcedômetro 06/10/2017 09h

    9. SPT 41970
    10. FLU 36677
    11. BOT 34631
    12. CFC 27936
    13. SAN 23667
    14. CHA 21825
    15. PON 21169
    16. REM 19102

    https://sociofutebol.com/

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Histórico Fut Melhor‏
      @HistFutMelhor
      Seguindo
      Mais
      Ranking Mês ST:

      1. GRE 2621
      2. COR 546
      3. CRU 397
      4. SAN 301
      5. CSA 255
      6. SPO 80
      7. BOT 59
      8. FLU 56

  • Alexandre Said Delvaux

    Verdade absoluta. Muito mais produtivo.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Espero que todos tricolores estejam atentos sobre a importância dos próximos três Fla x Flus. Esses jogos devem ser encarados como final de copa do Mundo. Tomara que a torcida compareça.

    • Jorge Eduardo

      Valmir, ganhar a Sula seria ótimo, mas o foco tem que ser em melhorar o rendimento do nosso time para que tenhamos chances de escapar do rebaixamento, não é entregar nenhum jogo, nem poupar ninguém, é dar prioridade ao Brasileiro e tratar com muita seriedade o risco que corremos… aliás não acho que tenha que poupar ninguém em nenhuma competição, pois a maioria dos nossos jogadores é jovem, mas não podemos nem pensar em poupar jogadores no Brasileiro… e se a Sula começar a atrapalhar muito, priorizar o Brasileiro.

  • Edvanilton marques Bastos

    Fluminense é grande e não vai cair.

    • Jorge Eduardo

      Só se safa se voltar a jogar um bom futebol, mas para isso o Abel precisa entender que tem que barrar definitivamente algumas peças, mudar o esquema de jogo e treinar exaustivamente… a nossa torcida tem que apoiar muito, mas vai depender muito mais de quem estará em campo e do futebol e da raça apresentada, hoje jogamos o pior futebol da série A.

  • Danilo Soares Félix

    Eu tenho muito orgulho de termos trabalhado decisivamente para dar a chance da torcida decidir os rumos do Fluminense. Muito mesmo. A torcida é soberana, cabe a ela definir os destinos do clube. Sempre foi o nosso mantra.

    Quanto ao momento atual, hoje tivemos uma boa e importante notícia. Parabéns a todos pelo momento de unidade em prol do Flu.

    Torcidas revelam reunião com diretoria do Flu e anunciam união nas arquibancadas

    http://www.esporteinterativo.com.br/posts/12613-torcidas-revelam-reuniao-com-diretoria-do-flu-e-anunciam-uniao-nas-arquibancadas

    • Rodrigo Baroni

      Muito boa notícia.

      As mídias tricolores também precisam aderir ao movimento…Precisam parar de por pra baixo…

      E a Flusócio, e o Abad, precisam com urgência anunciar super promoção de ingressos no Maraca até DEZEMBRO.

      10 reais NO MÁXIMO.

      50.000 PESSOAS NO MÍNIMO.

      E também anunciar uma super promoção, mesmo q temporária, de adesão ao sócio futebol, também até dezembro 17.

      Tínhamos 36 mil sócios, e hoje temos 16 mil.

      Sei bem que estou sendo muito repetitivo, mas, dane-se…

      ST.

  • Rodrigo Baroni

    VCS PRECISAM FAZER UMA PROMOÇÃO DE ADESÃO DE NOVOS SÓCIOS AGORA, APROVEITANDO QUE JOGAREMOS NO MARACANÃ ATÉ DEZEMBRO !!!!!! talvez ganhemos, sei lá, uns 1.000 novos sócios, sei lá, sei lá…
    A gente não jogará lá em definitivo os próximos 7 jogos ???? Então q diferença fará haver maior ou menor prejuízo por conta de um novo sócio ter 100% ou 50% de desconto no ingresso??? São poucos jogos…
    Por exemplo: O cara Entrou de sócio agora, nos próximos dias, O CARA NÃO PAGA NENHUM JOGO ATÉ DEZEMBRO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! é isso ai !!!!!!!!!!!!!!!

    FAÇAM UMA PROMOÇÃO PARA NOVOS SÓCIOS ATÉ DEZEMBRO, POR 02 MESES SOMENTE, COMO FEZ O SÃO PAULO ACHO Q EM 2014!!!! FOI EXATAMENTE ASSIM. EM 1 MÊS GANHARAM 12 MIL NOVOS SÓCIOS ASSIM !!!!!!

    OU SEJA, VIROU SÓCIO, DE 35 REAIS PRA CIMA, VAI VER TODOS OS JOGOS DO FLU DE GRAÇA NO MARACA ATÉ DEZEMBRO, TODOS MESMO, ATÉ SE FORMOS À FINAL DA SULA !!!!!!!!!!!!!!SÃO POUCOS JOGOS !!!!!!!!!!!!!!!!

    Se os novos sócios no plano de 100% reclamarem de injustiça, permitam estes a levar acompanhante ao jogo 0800, como foi feito no jogo contra a LDU no Maracanã…

    FAÇAM UMA LIMONADA DESTE LIMÃO!!!!!!!!!!!!!

    FAÇAM ESTAS PROMOÇÕES, MEU DEUS !!!!!!! Rápido !!!!!!!!!Continuo…

    E Coloquem umas meninas bonitas e tendas fazendo captação de novos sócios na porta do MARACA até dezembro, com maquininhas de pagamento na mão!!!!!!!!!!!!!!!!! CHAMEM E INFLAMEM NOSSA TORCIDA!!!!!!!!!!!!! SÃO SOMENTE 7 PARTIDAS !!!!!!!!!!!!!

  • Ricardo Ferreira

    A possibilidade do Torcedor Tricolor votar, a partir da mudança estatutária idealizada e colocada em curso pela Flusócio, com a colaboração de outros tantos Tricolores de grande estatura, foi uma conquista histórica, a quebra de um paradigma, o rompimento com o “status quo”.

    Não reconhecer esse avanço gigantesco, não enaltecer tamanha evolução é uma ingratidão, uma atitude mesquinha.

    Avante Flusócio!

    Avante Fluzão!!

  • Ricardo Ferreira

    https://uploads.disquscdn.com/images/ef1c6c84cb7c006586ed756f801427737faa372f039b5ae5117db0b51cf2f86b.png

    Esta união, esta convocação das nossas torcidas organizadas, este uníssono grito de guerra precisa de correspondência dentro das quatro linhas, sobretudo do técnico Abel Braga.

    Em 2009 Cuca não capitaneou a jornada salvadora, épica, fazendo mais do mesmo.
    Ao contrário, tomou medidas duras, contundentes, que mudaram a marcha dos acontecimentos.

    Vamos juntos!!

    • Sylvio Montenegro

      Perfeito Ricardo! E a torcida só comprou o barulho em 2009 quando observou as mudanças.

      É preciso uma outra postura dentro das quatro linhas para que a união das torcidas de fato dê resultado e inflame a torcida tricolor.

      De nada vai adiantar unir as torcidas se continuarmos a apresentar o futebol patético, insosso, deplorável, desconexo, anêmico e indigente das últimas partidas.

    • Fernando Ventura Jr.

      Só que dessa vez acho que tinha que partir dos jogadores, questionando o professor Abel.

  • Rodrigo Baroni

    Lucas está mal demais. Segundo semestre péssimo. Jogamos com menos 1.

  • Rodrigo Baroni

    Isso aí !!!!!

  • Claudio Souza

    Brasileiro é imediatista. Temos aversão a planejamento e horror a longo prazo.

    Apesar de apoiar linha de trabalho que está sendo implantada pelo clube, tenho pena consciência de que o veredito final, somente darei nas próximas eleições.

    Não serei precipitado como alguns que já de dizem arrependidos com um trabalho que só tem 9 meses, num clube que foi destruído por décadas.

    ST

  • Fabio DB

    Precisamos “passar a régua” e olhar pro futuro.

    A diretoria atual tem feito um trabalho respeitável em um momento de pesada crise no país, no RJ e no próprio clube que já dura algumas décadas.

    Se não resolvermos urgentemente assumir uma posição com olhar focado exclusivamente no clube não vamos resistir a fortíssima competição no “business” esportivo, que hoje é GLOBAL.

    Precisamos pensar de forma construtiva. Precisamos pensar grande e longe.

    #coesãotricolor

    ST

    • Alexandre Said Delvaux

      E o futuro pode ser promissor. Apesar do imediatismo, como bem lembrou o Cláudio, de o futebol ser, como quase tudo, uma sucessåo de curtos prazos, o FLUMINENSE tem todos os requisitos e fundamentos para evoluir. Eu acredito nisto, mas as vaidades, a questão política, o endividamento ea competição desleal são obstáculos concretos. Para superá-los a Torcida Tricolor precisa sair do lugar comum. Temos que ser diferentes das demais torcidas…

  • Sylvio Montenegro

    Sem dúvida um feito para entrar na história do Fluminense. A Flusócio elevou o Fluminense a um outro patamar, ao conseguir fazer com que o torcedor possa participar decisivamente dos destinos do seu clube de coração.

    Merece todo o reconhecimento da torcoda tricolor.

    #sejasócio
    #ofluminensesomostodosnós

  • Jorge Eduardo

    Vou torcer como sempre fiz pelas vitórias e para que o Fluminense consiga sempre o melhor. Hoje o foco é escapar do rebaixamento, se conseguirmos algo mais será bem-vindo.

    Já escrevo aqui há muito tempo e a partir de agora não irei mais escrever, pois não concordo com diversas atitudes que as administrações atual e anterior tiveram e que de uma maneira direta ou indireta nos levaram a essa situação calamitosa. O Fluminense é muito maior do que todos nós e o futebol a essência de ser.

    O risco que corremos é de responsabilidade total do PS, Abad, Flusócio e todas as diretorias de futebol que estiveram no comando do final de 2012 até a presente data.

    A entrevista do Marcelo Teixeira no Globo deixou muito claro que todos sabiam do risco que corríamos, mas que a ordem veio de cima e tiveram que engolir e nos sujeitar ao que estamos passando.

    Não credito o déficit financeiro que nos colocou nessa situação ao Abad, mas ele e a Flusócio jamais deveriam ter aprovado as contas da última gestão. Deveriam, isso sim, publicar o nosso faturamento em 2016 e 2017 e os gastos que tivemos e ainda temos para que a gente entenda como com um faturamento de 290 milhões em 2016, entramos com um déficits previsto de 85 milhões em 2017 e mesmo depois da venda do nosso melhor jogador, continuamos no sufoco. Uma explicação sobre o quanto gastamos com futebol profissional, gestão do futebol profissional, base e gestão da base, Samorin, clube social e qq outro gasto que esteja contribuindo para isso tudo.

    Se houver alguma possibilidade de cortar custos que sejam com os que não entram em campo ou os que torcemos para que nunca entrem em campo.

    Desculpem o desabafo, mas estou muito preocupado em relação ao nosso futuro e estou cansado de criticar.

    Acho que só nos salvaremos se houver um choque de gestão no futebol e um esquema de treinamento nunca feito pelo Abel… treinar a exaustão. Precisamos também ter uma auditoria profunda (segunda auditoria) em todos os gastos que tivemos desde que o Peter assumiu, e se houver algo estranho temos que correr atrás dos responsáveis e entrar com algum processo de indenização ou mesmo de tornar sem efeito alguns contratos, não sei se é possível, mas essas renovações e contratações do último mandato foram um tiro no próprio pé. Sem isso não dá para pedir que o torcedor tenha alguma confiança nessa gestão.

  • Jorge Eduardo

    Sim mudaria, mas um rebaixamento teria um efeito muito mais negativo. O negócio é melhorar o nosso futebol, se o Abel conseguir isso o resto será consequência. O Cuca fez isso em 2009, chegamos na final da Sula, só não fomos campeões por detalhes tais como a expulsão do Fred, mas escapamos do rebaixamento que era o maior objetivo… a situação era muito mais difícil mas o nosso time era melhor e o Cuca fez um trabalho fenomenal.

  • Sylvio Montenegro

    Melhor média de público entre os clubes do Rio no Campeonato Brasileiro, mesmo com o time caindo pelas tabelas, literalmente. Dois grandes públicos na Sul-americana, contra o Liverpool-URU e LDU.

    Então, não vale ficar falando mal da torcida aqui no blog, ok? Tá bom demais para um clube que não contratou ninguém e tem aspirações medianas neste ano de 2017.

  • Sylvio Montenegro

    “A gente não faz jogador para vender, faz jogador para ser campeão.” – Marcelo Teixeira.

    É mesmo?!?!

    • Alexandre Said Delvaux

      Tslvez! Sylvio, vende porque é necessário, arriscado, porque ainda vivemos e viveremos por séculos em um país de terceiro mundo, porque o FLUMINENSE está sediado no decadente estado do Rio de Janeiro, porque os seus dirigentes cometeram e cometem erros, porque nós, Torcedores, podemos fazer a diferença e não fazemos, enfim, são tantas as explicações e muitos os argumentos, contrários e a favor. Quem sabe podemos modificar as coisas daquu para a frente?

      • Fernando Ventura Jr.

        Vende também porque não sabe redigir um contrato decente com os jogadores. Vende barato apesar de ter uma multa contratual bem superior aceita vender os direitos federativos por bem menos e ainda parcelado. Fica sem dinheiro porque paga caro por medalhões sem fazer um contrato de risco. Vende barato porque anuncia aos quatro ventos que está falido.

        • Alexandre Said Delvaux

          Eu não acho que seja apenas uma questão de redação, ou mesmo de estratégia de comunicação. Há muito o que fazer para mudar e por todos os envolvidos.

  • Fernando Ventura Jr.

    Acho que se o paizão Abel não conseguir pelo menos seis pontos em nove disputados será hora de chamar o vovô Joel.

  • Fernando Ventura Jr.

    Lembra que ele foi fundamental no último jogo de 2009 contra o Coritiba?

    • Lucas L.

      Lembra que estamos em 2017.

      • Fernando Ventura Jr.

        Não se apaga a história de uma pessoa. Senão posso usar o argumento de que o Abel não é ninguém porque ele foi campeão carioca e brasileiro em 2012 e estamos em 2017. 😉

        • Lucas L.

          Deixa no pôster (salvador do rebaixamento?) ou no álbum de figurinha. Pra aquilo que ele recebe (e muito bem) não ajuda a muito tempo.
          Sobre o Abel, simples: sem limão, sem limonada…

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Na verdade eu creio que o Fluminense tenha 16.000 sócios (todas as categorias, mesmo as não pagantes, exceto sócios futebol), por conta de informação do clube quando tinha 21.000 sócios torcedores, que afirmou que o número total de sócios (com as observações que fiz acima) era de 37.000. Sobre adimplência, não sei.

  • Fernando Ventura Jr.

    Eu falei se o Abel não conseguir 6 / 9 pontos. Pensa bem. Poderia ser o melhor técnico do mundo, mas estando em uma sequência ruim, às vezes não consegue ver a saída e fazer o simples. Se ele enveredar por essa obsessão de reverter a situação trocando os nomes, mas mantendo o esquema e isso, por pura vaidade, não var restar outra saída para o Abel do que demiti-lo. O Joel está se oferecendo, embora ache que ele ficou longe do futebol por muito tempo, mas seria a chance de se redimir da última passagem e da forma como deixou o clube em 95.

    • André Barros

      Continuo concordando contigo.

      Só peço ao colega licença para lembrar que Joel esteve no Flu em 2003 – passagem pífia, aliás.

      ST

  • Fabio DB

    Repare nas dificuldades que o clube tem que lidar hoje em dia.
    ST

  • Fernando Ventura Jr.

    Tá certo que o Parreira seria uma forma de blindar o clube, mas não é melhor concentrar as forças no que fica dentro das 4 linhas: equipe e comissão técnica e bem próxima dela: a torcida?

  • Alexandre Said Delvaux

    Quando li a notícia, pensei: “o Cláudio vai ficar feliz!” kkk. De qualquer maneira, um pouco de sorte ajuda. Quem sabe alguns retornos agregam. Além de empenho, sorte. Se a marcacão encaixa e a bola para funciona…

    • Claudio Souza

      Kkkkkk

  • Fábio Pitman

    Sabemos q não vai rolar… e pode esperar os dois fla-Flus da Sula 50/50.

  • Fábio Pitman

    Torcendo como sempre, mas… será q a semana foi proveitosa?

    Folgas Segunda, Terça e Domingo.

    Apenas um treino “integral” para os reservas na quarta.

    Quinta, Sexta e Sábado treinos de 1h e meia.

    Será?

    • ALEXX

      Serio isso??

    • Fernando Ventura Jr.

      Sendo assim é melhor lançar o time reserva.

      Pelo que eu percebo, nossos laterais estão sem confiança, nossos zagueiros inseguros, nossos volantes omissos e nossos meias, Scarpa e Wendel(?), excessivamente confiantes(tanto que querem resolver na base da individualidade).

      Eu já pensaria em lançar o Gum na zaga, colocar como volantes Pierre e Douglas(ou Wendel) e até colocar o veterano Marquinhos para carregar o piano, mas o Sonorza tem que jogar desde o início e o Dourado não pode jogar sem companhia no ataque. Pode ser Robinho, WS ou Romarinho, mas tem que ter dois no ataque.

    • Gilberto Cabral

      Isto já esta assim há muito tempo, desde a época do “sindicato”, e dos rachões de sábado. A desculpa, é sempre a mesma, a condição física e fisiológica precária dos atletas no decorrer das temporadas. Então, vamos de treino regenerativo, hidro, piscina aquecida, etc. Treino com bola? Para que? Coletivo reserva x titulares,como antigamente, será que ainda existe?

  • Claudio Souza

    Eu acompanho futebol desde 76 e nunca vi as coisas dessa forma, não. Sempre dividimos com o Vasco, normalmente superávamos o Botafogo e tínhamos menos torcida que a Carniça. Não viaja na maionese…

    ST

    • André Barros

      Eu acompanho desde 1975 NA ARQUIBANCADA.

      Falei em comparecimento ao estádio, talvez esse detalhe tenha te passado impercebido.

      Minha mãe é vascaína e, antes de ficar seriamente doente, comparecia aos jogos do bacalhau. Se você fala que dividíamos o Maracanã com o Vasco, não foi às finais de 76, 80 e 84. Enchemos o nosso lado muito mais cedo e os “empurramos “. Em 76, então, o estádio era, pelo menos, 70% tricolor.

      Continuando, reconheci que tínhamos menos torcida que o urubu, sendo que me lembro de dois jogos decisivos em que fomos maioria: Fla 3 x 1 Flu em 1981 e na Taça GB 85, Fla 0 x 0 Flu. A péssima campanha no segundo turno aliado ao empate com o Bangu no primeiro jogo do triangular, de fato, afastou nossa torcida do jogo decisivo em 1983. Mas em 84, dividimos a arquibancada com eles. E mais, no Fla x Flu mencionado de sábado à noite (2×1) éramos claramente maioria.

      Por fim, tente, tente, escrever sem agredir os outros.

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Eu concordo com ele que contra o Vasco levávamos um pouco mais de público naquela época. A Torcida Tricolor sempre enchia seu lado primeiro e só não passava habitualmente do meio por conta do cordão de isolamento da PM (como na final de 1984). Na final de 1976 éramos 70 a 75% do estádio, segundo a PLACAR em duas edições diferentes.

  • Fernando Ventura Jr.

    Vamos aproveitar que o Cruzeiro quer o Abel e vamos trocá-lo pelo Mano Menezes.

  • Claudio Henrique Martins Souza

    É Fernando Ventura, fazendo o jogo da Diretoria , né?
    Colocando toda a culpa no Abel…..
    E o Abad , porquê vc não pede a saída dele?
    Afinal quem é que foi eleito , prometendo até construir uma Statium e não dá conta de arrumar nenhum Patrocinador Master….
    Esse sim é o grande enganador…

    • Fernando Ventura Jr.

      Ele foi eleito, o Abel não. Simples assim. Se o Abad sair em quanto tempo são convocadas novas eleições? Até que se pense em alguma coisa já estaremos com a queda para a série B decretada, fora do pro-fut etc.

      Abel – campeão carioca em 2005 em cima do V. Redonda com um gol espírita;
      Abel – bi-vice da Copa do Brasil perdendo seguidamente para Santo André e Paulista de Judiaí;
      Abel – time perdeu os últimos cinco jogos no brasileiro de 2005 e a vaga na Libertadores;
      Abel – fez o clube manter o contrato do suspenso Felipe, fazendo o clube gastar os tubos para um jogador que depois foi embora;
      Abel – campeão carioca 2012 – Campeonato primoroso;
      Abel – campeão brasileiro de 2012 – com vários corpos de vantagem. Perdeu a chance de adiantar as férias dos jogadores ou bater o recorde na ocasião.
      Abel – time em queda vertiginosa em 2013 o que quase nos levou a série B.

      Abad – auditor da receita federal – tendo passado em um concurso público que é para poucos. Poderia viver tranquilamente, mas preferiu doar parte do seu tempo para o Fluminense.

      Compara os salários do Abel e do Abad! O do Abad é zero.

      • Flavio Henrique

        A sua ânsia em colocar toda a culpa no Abel é quase cômica….

        Comparar o salário do Abel com o não salário do Abad ? Puxa, acho que você precisa reformular seus conceitos.
        O salário do Abel é alto ? Quem contratou o Abel ? Opa, foi o ABAD !!!

        Valorizar o ato de dispensar jogadores ? Você só esquece que a MAIORIA destes jogadores continuam recebendo nosso rico (pobre?) dinheirinho, mesmo jogando em outros clubes.

        Sobre jogadores indicados pelo Abel. Lembro MAIS UMA VEZ, que umas primeiras indicações dele foi o Gabriel (volante). O cara estava encostado no Palmeiras. Ele acabou indo para o Corinthians, virou titular ainda no Paulista e nunca mais saiu do time.

        Já escrevi isso por aqui. Acho o Abel um treinador completamente desatualizado, ultrapassado mesmo. Mas, a culpa por isso tudo é muito mais do Abad do que do Abel.

    • Fernando Ventura Jr.

      Nessa situação e o Abel dá vários dias de folga ao elenco. :-(

    • Fernando Ventura Jr.

      Não há dúvida que há vários pontos negativos da administrração Abad:
      – Romper com o Pedro Antônio;
      – Não conseguir o patrocinador-master;
      – Rifar jogadores. O oferecimento do Wendel ao Porto foi ridículo;
      – Gastar dinheiro para não usar o campo do América;
      – Contratar jogadores caros indicados pelo…Abel;
      – Dispensar Lucas Fernandes e Daniel com o aval do…Abel.
      Mas conseguiu fazer uma limpeza no elenco. Conseguiu a Under Armour e a LAFE.

    • Adilson Loudão

      Concordo inteiramente. A conta da fraqueza do elenco e pela venda cega e inconsequente dos principais atletas deve ser debitada da conta do presidente, que mentiu e não esclarece o motivo do “inesperado” caos que encontrou nas finanças – que nos foi levemente iluminado graças aos áudios vazados. Por que não demitir o presidente ao invés do técnico ? Até por que, diz o ditado, repetir duas vezes o mesmo erro(2013), é burrice. Inacreditável alguém se esquecer de que estamos repetindo todos os passos do desastre daquele ano. Todos, dever aos jogadores, destruir o ataque do time, o único setor que funcionava… só falta, justamente, o de demitir o técnico. O sujeito ainda reclama do cartel do Abel á frente do Flu… e quem fez melhor ? NINGUÉM. Quem não gosta do Abel certamente deve preferir Drubsky, Cristóvão e Eduardo Batista. Não é preciso dizer mais nada. Torce por tudo, menos pelo futebol do Fluminense. Como disse um colega, chega a ser cômico se não fosse revoltante.

      • Sergio Binda

        Com todo o respeito, mas qual a ação específica que podemos tirar deste comentário? É factível demitir o Abad????!!!! Ele foi eleito pelo voto dos torcedores. Se sabia das cagadas do Peter ou não, se é incompetente ou não, cargo eletivo, em condições normais, só permite substituição com as novas eleições, em 2019.

        O Abel tem sim sua responsabilidade pois está recebendo para comandar o time. Não está lá por amor. Deve ser cobrado, pois com um elenco milionário e muito superior aos demais fomos campeões a duras penas em 2012 e ele estava no início da vergonha de 2013 (perdeu 4 seguidas).

        ST

        • Rafael

          Em 2012, fomos campeões com três rodadas de antecedência. Não subestime esse título. O galo tinha um timaço, com excelentes jogadores em todas as posições, com ronaldinho inspiradíssimo e bem treinado por Cuca. Não à toa foi campeão da libertadores no ano seguinte.
          Por favor, seja justo e cultive sua memória e nossa inteligência.
          ST

          • Sergio Binda

            Primeiramente eu não desmereço título nenhum do Fluminense. Valorizo Taça GB, Carioca de 2002, Primeira Liga e obviamente o Brasileiro 2012. Para mim tocou o hino no final do jogo e título, para desespero do “tricolor” Luiz Carlos Júnior.

            Com relação ao Brasileiro 2012, reveja principalmente Náutico e Fluminense, Fluminense e Coritiba, Portuguesa e Fluminense, além dos dois Fla Flus. Verás ao que me refiro!!!

            O Abel é muito limitado… porém quero que fique até o final do ano. No momento entendo ser a melhor opção, porém deve ser cobrado. Quem ganha R$ 500 mil mensais não está fazendo sacrifício nem favor.

            ST

  • André Barros

    Ok. Peço desculpas também.

    ST

  • vivianne

    a que ponto chega o desespero do nosso torcedor,pedidos de Gum na zaga.
    realmente se chegamos a esse ponto, não tem mais jeito ¨mulheres e crianças primeiro!!!”