Apoio ao Abel e elenco na reta final

Tamojunto

Desde o início do ano, com a consultoria da Ernst & Young, foi deixado claro pela diretoria que teríamos uma temporada com restrições orçamentárias e fluxo de caixa comprometido por contratos longos, de elevado valor, mas ainda vigentes.

Foi dada total transparência ao déficit projetado e explicada uma necessidade imediata de reduzir despesas e aumentar receitas em busca de um novo equilíbrio financeiro. Só assim a capacidade de investimento poderá retornar ao Fluminense no médio prazo. Trata-se do mesmo trabalho realizado no rival durante o primeiro ano da gestão Bandeira de Mello, empreitada também conduzida pela E&Y.

O orçamento foi aprovado por unanimidade. Nem os conselheiros da oposição votaram contra.

Na parte de redução de despesas, foi realizada uma ampla reforma administrativa com readequação de cargos e salários e contratação de um CEO (Chief Executive Officer) e um CFO (Chief Financial Officer). Foi estabelecido ainda um novo organograma institucional, adequando o Flu ao modelo empresarial.

Na parte de custos patrimoniais, o Flu conseguiu renegociação de contratos com prestadores de serviços. Fechou ainda parcerias que reduziram custos administrativos de serviços com base em permutas.

No Departamento de Futebol, a gestão conseguiu-se uma redução de R$ 18,3 milhões anuais com empréstimos e dispensas de jogadores que estavam fora dos planos e infelizmente foi obrigada a retrair investimentos.

Na parte de busca por novas receitas, em meados de 2017 foi criada a nova Vice-Presidência Comercial e contratados novos recursos para turbinar o apetite por parceiros comerciais.

No início da temporada o clube tinha apenas a Frescatto como patrocinadora oficial, mas está chegando ao fim do ano com as marcas adicionais Under Armour, TIM e Thinkseg como patrocinadores fixos em sua camisa. Como patrocinadores temporários, chegaram também Universal Orlando Resort, Zoom, Lafe e Mackenzie, além dos parceiros comerciais Gatorade, Ambev, 99Taxis, NB Telecom, Bauerfind, Euro Colchões, Bioleve e Volkswagen.

Ainda na parte de busca por novas receitas, foi iniciada a campanha de engajamento #AbraceOFlu, criado o advento do e-ticket e estabelecido o compromisso de jogar no Maracanã durante o ano inteiro, mesmo com o elevado padrão de custos do estádio. Foi também relançado o Sócio-Futebol com 100% de desconto nos ingressos dos jogos, em condições elogiadas por todos.

O Flu encerrará o ano com apenas três atletas negociados pelo Flu: Richarlison, Eduardo e Ailton. Nos três casos, o Flu manteve percentuais de sell on, que remuneram o Tricolor em caso de lucro em possíveis revendas por parte dos clubes compradores.

Mas na parte esportiva, a temporada ainda não acabou.

A fase aguda da temporada se aproxima e deixamos aqui todo nosso apoio às palavras do Presidente Abad sobre a manutenção do treinador Abel Braga, que foi um exemplo de dedicação ao Fluminense durante todo ano, superando a dor de uma irreparável perda familiar.

É hora de trabalhar internamente pela solução das pendências financeiras e dar todo apoio à comissão técnica e aos jogadores na reta final da competição.

  • Lucas L.

    Aluisio Silva
    um dia atrás
    Cavando, cavando…
    jogo no Maraca, prejuizo grande
    mês que vira, mais uma folha vencida
    processo do Levir, perdido por WO
    vamos aplaudir, gente!!!

    foram quantos anos de Peter??? nem sei, mas o mote era o mesmo: equilibrio das finanças!!! fake, fake…
    isso é incompetência? oras…

    renovar, contratar e vender como fizeram
    isso é incompetência? oras, oras…

    assume quem já tava lá e, óbvio, chancela tudo que foi feito!
    isso é incompetência? num dá, né?

    incompetência vem do erro, que vem da falta de competência, de experiência, etc.

    o buraco é muito mais embaixo… mas, quem quer saber? o negócio é apoiar, apoiar…

    vamos ver até onde vai, a corda está sendo esticada. uma hora…

  • Valentino

    O planejamento do futebol foi mal concebido, essa ideia de viver de reforços do Samorín e da base expôs o Fluminense a um risco desnecessário, além de queimar etapas dos jogadores da base que estão se formando. Contratar jogadores é uma NECESSIDADE do Fluminense.

    Cortar os custos no futebol é o que chamamos de “economia burra”, porque os gastos no futebol são investimento e não despesa. Investimento que gera resultado, que gera receita, que gera capacidade de investimento. Claro que dispensar jogadores ociosos é válido, mas não se reforçar só fragiliza o clube.

    Aliás, não adianta somente cortar gastos com futebol quando há desperdício de dinheiro em outras áreas. Deviam era acabar com o Samorín que só serve pra queimar o dinheiro do clube na Eslováquia; deviam parar de insistir de jogar no Maracanã que só dá prejuízo; cortar gastos com PJs, etc.

    O caso do patrocínios é um episódio a parte: depois de fracassar as negociações com a Huawei e Caixa, o vice-presidente de marketing disse que tinha “20 propostas de patrocínios” e não fecha contrato com nenhuma delas. Ele também promete que não desvalorizaria nossa camisa, mas agora entope a camisa do Fluminense com patrocínios pontuais, que desvaloriza (e muito) a nossa marca.

    Espero que a diretoria reveja seus erros para 2018, a gestão foi muito amadora ao longo desse ano.

  • Ricardo Ferreira

    Eu garanto que 99,99% dos Tricolores de todo o planeta estarão torcendo fervorosamente pelo nosso amado Fluminense nesta decisiva reta final do campeonato brasileiro. Posso admitir, com dificuldade, que 0,01% torcerá pelo nosso descenso, apenas para atingir a atual administração. Quem sabe até um percentual menor.

    Portanto o editorial é redundante, supérfluo.

    Todas as circunstâncias, as dificuldades encontradas, e os avanços conquistados relatados no texto, em nada atenuam, não se confundem com os sucessivos, crassos, inexplicáveis erros de escalação, com os patéticos equívocos nas substituições, com a flagrante ausência de jogadas ensaiadas eficazes, com a falta de comando, de pulso forte, de orientação em momentos decisivos de diversos confrontos, com teimosias indefensáveis, com entrevistas descabidas, desconexas, com a repetição nauseante de esquemas táticos falidos, que nos conduziram à ruína, a vexames históricos.

    Basta! Não há que se ter compromisso com o erro. Sobretudo quando estão em jogo superiores interesses do Fluminense Football Club.

    Escrevo de coração aberto. Se o atual técnico do nosso time, por mais incompetência, por mais inépcia, contrariando a lógica, o bom senso, nos levar para o cadafalso, para o laço fatal, não cobrarei um centavo deste senhor atordoado, não, definitivamente não. A conta terá outro endereço.

    Não se brinca com paixão.

    Avante Fluzão!

    Rumo à vitória!!

    • Vitor Hugo Ferreira

      O incompetente tem um titulo mundial no currículo, uma Libertadores e o principal: um titulo brasileiro pelo Fluminense. O torcedor brasileiro tem que respeitar mais a historia e entender que futebol exige tempo. Alex Ferguson levou anos para vencer no Manchester United e quem esteve em Old Trafford sabe que o sujeito é praticamente um semideus em Manchester. Abel é o nosso Ferguson. Deixa o homem trabalhar. Saudações tricolores!

      • Cesar Moreira

        Se o seu referencial é o currículo, poderíamos contratar o Zagallo ou o Luxemburgo.

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Começando a incomodar a camisa poluída !!

    Camisa é para patrocínio, por grana no futebol. Parceria na camisa é sacanagem, principalmente por não ficar claro o “valor agregado”.

    E ainda temos a famosa “cláusula de confidencialidade”, que nada mais é, que uma forma de burlar a fiscalização e transparência.

    Abad “discursou” que não iria “desvalorizar” a camisa, mas ao liberar parceria na camisa, está fazendo exatamente o contrário.

    Já chega a Tim patrocinar o vólei feminino e tirar uma casquinha do futebol.

    Nada legal esta poluição, sem grana !! Precisamos faturar !!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Apoiar comissão técnica e jogadores, tudo na paz, o problema é a falta de competência e coerência com escalações esdruxulas do Jabel e falta de atitude destes jogadores.

    Abel fazendo muita “trapalhada” e ninguém cobra, ou não tem “peito” para “orientar” o “desatualizado”. E continuam as “cagadas” recorrentes.

    Jogadores numa baita zona de conforto, e ninguém paga uma “chamada” geral. E continuam a indolência e indolência e falta de comprometimento.

    O problema não é a torcida, mas arrumar a casa !! A torcida irá agradecer !! Não observamos nenhuma evolução ou reação, time morto.

    Que venha 2018 e uma baita reformulação no futebol.

    Sem risco, sem ganho !!

    • Vitor Hugo Ferreira

      O desatualizado está na mira do Palmeiras e do Inter. Pelo visto só tem desatualizado por lá. Os atualizados estão aqui no blog treinando seus times no FIFA 2018. Abel é o nosso Alex Ferguson. Deixa o homem trabalhar!

  • Armando Castanheira

    Abad prometeu futebol forte esse ano durante as eleições. Fato.
    Mentiu para vencer ou não sabia a real situação financeira, contratos, etc? Conheci Abad, conversei com ele algumas vezes. Até assisti uma partida com ele no Maraca. Prefiro a segunda hipótese. Não quero pensar que ele simplesmente jogou pra galera pra se eleger.
    Assim, gostaria de propor que o grupo Flusocio e a diretoria, mudassem o estatuto, criando travas à contratos nocivos ao clube, tirando parte do poder do presidente. Contratos de jogadores não formados em Xerém não deveriam ser tão longos, as vezes com duração até o término do mandato do presidente seguinte.
    A meu ver, esses contratos deveriam acabar no máximo no fim do primeiro ano de mandato do próximo presidente.
    Abad não reforçou o elenco esse ano. Quase todo o elenco com contratos longos impossibilitou. Poderia ter trazido um zagueiro ao menos? Sim, mas isso é outra conversa. O time desse ano é 90% do Peter. Não se esqueçam disso.
    Outro ponto é dar total transparência para os candidatos a presidente. Ponto para mudar o estatuto tambem. Queremos propostas condizentes com a realidade. E não é possível para candidatos sem conhecimento dos detalhes das receitas, despesas e contratos. De todas as unidades de negócios. Modificar esse modus operandi atual será pensar no Flu.
    Não fazer nada será desperdiçar uma grande chance de fazer o Flu mudar de patamar.

    • Willy H

      Concordo inteiramente. Os clubes de futebol têm que modernizar sua governança. Parar de tratar os clubes como feudos de pequenos grupos.
      Ao menos, estamos começando a ver isso no Fluminense, mesmo que timidamente.

  • Gilberto Cabral

    Bom, como não acredito na queda, quais os projetos (com ou sem o Abel) para o próximo ano? Teremos alguma grana para fortalecermos as posições carentes deste elenco? Teremos novos laterais? Um novo goleiro ? Um reserva para o Dourado? Mais algum zagueiro para titular ou reserva? Uma preparação física que suporte um ano inteiro (sem jogadores meia-bomba)? Um departamento médico com prognósticos mais precisos (sem titubear), salários sendo pagos sem atrasos? Se sim, certamente teremos um 2018 bem melhor, agora, se nada disso for feito, se continuarmos na mesma toada deste ano, vendermos alguns de xerem e comprarmos as revelações que o scout encontra na copa do brasil, serie B, C, etc, aí meus amigos vai ser um ano muito mais complicado que este. Espero que vocês da direção já estejam trabalhando para 2018, ou vão começar depois da Disney?

    • Cesar Moreira

      Estão anotando Flusócio??

  • Sergio Binda

    O ponto é que mesmo com este elenco deveríamos ter uma performance melhor. Basta ver a quantidade enorme de partidas que estávamos ganhando e sofremos o empate ou a virada devido ao condicionamento físico precário ou a falhas recorrentes de jogadores que já sabemos que irão entregar o ouro em campo em pelo menos três a cinco situações em campo.

    A permanência do Lucas em campo, a insistência com Renato Chaves, a inexistência de uma jogada de contra ataque, o condicionamento físico precário do time (vejam que no último Fla Flu da Sula o time deles voava até o final do jogo e o nosso estava com os pneus seriados desde os 20 minutos do segundo tempo) e contusões musculares inexplicáveis como a do Norton nada tem a ver com capacidade de investimento.

    O comando do futebol inteiro tem de ser respensado.

    ST

    • Cesar Moreira

      Exato. Seria bom a Flusócio fazer uma lista com assuntos que são massivamente colocados aqui, e tomar as devidas providências.
      Cobrança, postura não custam nada.

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Está realmente difícil qualquer dialogo ou debate sadio por aqui.

    Cansei de ler criticas por não termos patrocínio.

    O presidente tentou conseguir alguma coisa, mais concreta e duradoura.

    Me parece não ter conseguido e mesmo dizendo não querer ter muitos pontuais, as contas continuam chegando todo mês, e devem ser pagas.

    Como fazer? ACEITANDO O QUE SE CONSEGUIR.

    E AÍ AS CRITICAS CHOVEM POR FAZER???????

    SEJA DE QUE FORMA, OU POR GRANA OU POR MERCADORIAS, ALGUMA RECEITA VAI ENTRAR.

    SE NÃO SE CONSEGUIR ALGO EM TROCA, PARA TERMOS TEREMOS QUE COMPRAR.

    SE NÃO HÁ DINHEIRO, MELHOR TROCAR.

    Em relação ao Abel, postei aqui sobre a Flusocio estar querendo e cobrando sua saída, e cobrei posicionamento.

    Sai post reafirmando apoio, o que torna obvio as fakes divulgadas, politicamente sempre insisto.

    Abel é o único tecnico com condições de nos levar a frente, pois nas condições atuais, sejam técnicas, mas principalmente financeiras ( a mudança de ano não transforma nosso caixa em positivo, as dificuldades continuarão), e se ele demonstrar que quer cumprir seu contrato, MESMO COM PROPOSTAS SUPERIORES , MERECE NOSSO RESPEITO E CONSIDERAÇÃO.

    Estou à vontade para assim colocar, pois tenho tecido criticas pelos erros dele, mas trabalho e vontade, nunca faltaram.

    ESPERAMOS QUE AS COLOCAÇÕES FEITAS NO POST EXPRIMAM A NOSSA REALIDADE ATUAL, E NÃO A QUE NOS FOI PASSADA NAS ELEIÇÕES.

    VOTEI ABAD, E DEPOSITO NELE CONFIANÇA PARA FAZERMOS DO MESMO MODO QUE A MULAMBADA FEZ, REORGANIZANDO O CLUBE E OS TORNADO MAIS FORTES.

    TEMOS TUDO PARA ASSIM O FAZER, RESTA QUE TODOS OS TRICOLORES SE UNAM EM PROL DO CLUBE , DA INSTITUIÇÃO, E DEIXEM DE LADO AS VAIDADES PESSOAIS E OS PROJETOS DE PODER A QUALQUER CUSTO.

    PERCEBO NITIDAMENTE TORCIDA CONTRA PARA QUE POSSAM COBRAR

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

    • Aluisio Silva

      Inacreditável…
      Não é a toa que ninguém replica mais.

      • Flavio Chammas

        ????????????????????

    • Lucas L.

      Esse estilo de patrocínio me lembra o Brasiliense na época que disputava a série A. Se vai passar em TV aberta, apareciam vários…
      Se ELES pensam dessa forma ok. Palmas para a diretoria.
      Não sou especialista no assunto, mas parece que isso desvaloriza a marca. Se eu posso patrocinar um jogo só (do título) é muito melhor que fechar um contrato para o fraco e longo carioca.
      O erro não está aceitar esses atuais, mas sim em não ter fechado com a Caixa no início do ano.

    • Andre fz

      Ué…não quer receber críticas não vira vidraça simples assim…virou vidraça está sujeito a aplausos e críticas…todas as diretorias de grandes clubes sofrem pressão…todos

  • Valmir Carvalho da Silva

    O grande problema este ano não foi somente a falta de investimentos. Faltou uma preparação física melhor, nosso time morre após 15 minutos do segundo tempo, faltou cobrança aos atletas e comissão técnica, como também um scout de observação de jogadores acessível ao Fluminense. Se querem manter o Abel apesar de todos os erros crassos cometidos, tudo bem, mas que alguém leve números dos jogos para ele, a fim de não voltar a cometer erros injustificáveis, como a escalação do Orejuela no primeiro Fla x Flu da Sul Americana, apenas para citar um caso. Que alguém da comissão técnica ou departamento de futebol o auxilie nesta tarefa. Outra coisa importante, as correções para o ano que vem estão em curso? Precisamos de reforços em algumas posições que todos os tricolores sabemos. Alguma coisa está sendo planejada para suprir essas carências, não falo de craques caríssimos não, falo de jogadores acessíveis, mas que venham com grande possibilidade de ajudar, uma vez que não será com atletas do Ibis Samorim que resolveremos isso. Aliás, manter esse time na Eslováquia deve ser outra coisa a ser analisada.

    • Fernando Ventura Jr.

      E já começa mal ano que vem com o torneio em Orlando que, além de não ajudar em nada, ainda atrapalha a preparação física dos jogadores. São dias a menos na pré-temporada.

  • Jorge Henrique de Araújo Souza

    Eu gostaria de entender a venda do Richarlison recebendo de forma parcelada e ao invés de usar o dinheiro para manter os salários em dia, comprar o Robinho, o Richard e o Romarinho.

    • Fernando Ventura Jr.

      Bem colocado. Todo mundo sabe que quando entra dinheiro a prioridade deve ser pagar dívidas. E por que parcelar? Ah, já sei, o super-vice-de-futebol que o Abad espera que retorne futuramente falou que o clube estava quebrado e precisava vender a todo o custo um ou dois jogadores.

    • Flavio Chammas

      O Robinho foi comprado e os outros dois vieram de graça.

      Se não fosse a grana dele,os salários estariam mais atrasados ainda.

  • Rodrigo Costa

    Acho que vale uma postagem fazendo campanha para a ZOOM, nova patrocinadora.
    Acabei de baixar o aplicativo, mesmo sabendo que não vou usar, acho válido, os caras devem ter uma avaliação de retorno do investimento, provavelmente, o número de downloads do aplicativo pesa nessa avaliação.

  • Fernando Ventura Jr.

    Devemos aplaudir medidas como essas citadas. Coisas que não entendi foi a demissão do vice de assuntos especiais, a submissão aos interesses do Flamengo, a manutenção do representante do clube da federação e a contratação de Abel, que era o nome das duas chapas derrotadas. Se não conseguiu acertar com o Roger naquele momento, não deveria apostar justamente em sua antítese. Fui iludido pelo começo do Abel, mas está se mostrando mais do mesmo. Um teimoso incorrigível. Acho que devem mantê-lo até o fim do ano, mas se ele não aceitar mudança de postura ou intervenção no seu trabalho, quando se afasta da realidade, que se pense em um nome para 2018.

  • Sylvio Montenegro

    Os valores que a Caixa propôs, na casa de dois dígitos de milhões, não valorizava nossa camisa e nossa marca.

    Agora estampamos marcas na camisa em troca de colchões e hospedagem. Vai entender.

    • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

      Nosso manto se tornou um “abadá” vulgar e o pior, sequer sabemos o que entra de grana.

      Mistura de patrocínio x parceria e no balanço deve vir um valor geral de patrocínio, pois teremos a justificativa da tal cláusula de “confidencialidade”, que serve somente para “encobrir” e “camuflar” as receitas.

      Transparência zero !! Fato.

    • Aluisio Silva

      Sylvio, a Caixa só nao serviu prá nós… vá entender!
      agora, até a banca da Dona Maria tá na nossa camisa

    • Rodrigo Baroni

      Sinistro.

      Arriscaram por esperar algo melhor e nos ferramos.

      As exigências de leão da CEF foram cumpridas por TODOS.

      Até pelo Botafogo, o clube mais endividado do BR.

      Mais uma aposta bem errada, que nos custou muito caro, 11 ou 12 milhões.

      E hoje o site do Mario bittencourt (outro louco) diz que eles souberam, por exemplo, que a Thinkseg paga ao Flu 50 mil por mês.

      Tá feia a coisa.

    • Rodrigo Baroni

      Sem contar que alguns ali não querem patrocinar o Flu.

      Mas querem sim constar nas fotos eternas do quase certo título do COR.

      E estão torcendo pela vitória deles COM CERTEZA.

      E o mais triste: o Flu com certeza ofereceu este produto por aí.

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Este é o time do Corinthians hoje em campo, quando deve confirmar o “campeão” do BR2017, reparem bem. É um timaço ? Longe disto, mas muito treinado, fisicamente bem e marcando muito, ou seja, tudo que eu gostaria de ver no FFC.

    Caíque
    Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana
    Gabriel
    Camacho, Romero, Rodriguinho e Clayson

    Tem hoje um aproveitamento 59% melhor que o FFC.

    O Abel teve 70 (SETENTA) jogos para dar um padrão tático coletivo, corrigir bola defensiva, conhecer o elenco, afastar os xepas (Lucas, RChaves, Rodriguinho, Maranhão e outros malas), preparar fisicamente, compactar o time, treinar contra ataque, jogar com intensidade e NADA.

    Vemos um time “morto”, indolente, sem forças e sem comprometimento.

    Tem tricolor que está feliz e aplaude, questão do nível de exigência !!

    • Aluisio Silva

      nível de exigência ou de conveniência, né Paulo?
      temos bagagem de vida suficiente para avaliar isso
      tabule e analise as críticas, tire uma média
      aqueles que estão muito fora da média (prá baixo ou prá cima) seguem suas próprias conveniências…
      perdoe por eu ser tão óbvio, mas tem gente que insiste em querer iludir os outros.
      estamos passando vergonha a anos… e temos de aplaudir???
      esquece…

  • Claudio Souza

    Não vão responder. É mais um do grupo com Síndrome de Estocolmo.

    ST

  • Claudio Souza

    Não vale a pena debater com gente que sofre de Síndrome de Estocolmo.

    ST

  • vivianne

    A tempos nao me sentia assim, jogo do Flu e eu totalmente desanimada, nem vontade de assistir eu tenho.
    Pode ser ate q ocorra uma zebra e por um milagre viemos a vencer, mas to sem tesão nenhum, nao vislumbro melhora em 2018 com essa equipe de futebol, totalmente desanimador, Abel, torres e demais membros do comitê gestor do futebol.

    • José Alberto Bernardes

      Tô igualzinho vc…lamentável!

  • luiz

    Espero que não se confirme o boato de que o Abad pretende contratar o Conca para 2018.

  • Davi Carvalho

    É bom a diretoria abrir os olhos, chamar o elenco e conversar com ele sobre a tabela, os adversários lá de baixo tão ganhando e a gente descendo a ladeira, isso é muito perigoso.
    Espero promoção de ingressos para os jogos com ponte e sport, 20 reais em todos os setores, momento delicado e que precisamos da torcida ao máximo no maracanã.
    Creio que uma vitória já bastaria pra matematicamente não cair.

    • Luiz Fernando De Oliveira Juni

      É verdade…temos confrontos diretos, jogos de 6 pontos e aí que mora o perigo! Os adversários parecem ter mais tesão pela vitória que nós…a depressão do time tá envolvendo a torcida! Momento muito perigoso! Nada confortável! Um pontinho hoje cairia bem demais, principalmente no aspecto emocional

  • Valmir Carvalho da Silva

    Seria bom Alguém da Flusocio nos dizer como anda a ação na justiça contra a Dry World. Seria bom também nos dizer se há um scout avaliando possíveis reforços. Se estão satisfeitos com o trabalho de Marcelo Teixeira e Alexandre Soneca Torres. Se a diretoria ainda acha suficiente reforçar a equipe com Xerém e Ibis Samorim?

    • Davi Carvalho

      A flusócio tá mais interessada em ficar em rede social respondendo aos ataques da turma do Mário.
      Não entenderam ainda que estamos perto de cair.

  • Davi Carvalho

    Verdade.
    Caras, acordem, façam promoção pros dois jogos amanhã mesmo, se não vencermos estamos fodidos, pois quem tá lá embaixo tá ganhando.
    Abad, tem que arrumar empréstimo e pagar essas porras desses salários, foda-se se vai ter que vender a,b ou c pra pagar essa porra, mas não podemos cair, nessa penúria financeira, um rebaixamento seria terrível.
    Mobilização total pra essas duas partidas, ACORDEM PORRA.

  • Fernando Ventura Jr.

    Hoje estamos bem. O time quer mostrar serviço. Não acho que tenha algo a ver com o Abel. Mas como ele que decide quem entra e quem sai. Vale a pena ele conversar com o Dourado porque parece que o juiz quer expulsar um nosso. Se for o caso entra com o Pedro no segundo tempo. Uma vitória nos colocaria na frente do São Paulo.

  • Rodrigo Baroni

    Algumas boas notícias extra futebol poderiam aparecer, mas nada de bom de verdade surge no Flu.

  • Gustavo

    Esse Wendel é inacreditável… por favor, o quanto antes venderem esse volante que não marca, melhor!

  • Gustavo

    E o “Pelé” começa a dar chutão agora….

  • Sergio Binda

    Alguém tinha dúvida que o Corinthians iria virar? Com Lucas na lateral vendo o cara do Corinthians cruza a três metros de distância?

  • Andr3cb

    O curintians nao virou nenhum jogo no campeonato.

  • Sergio Binda

    Pra variar entramos mole no segundo tempo. Será que ninguém percebe isto? Ninguém dá um choque no time?

  • vivianne

    Quando disse q todos nossos zagueiros e laterais são ruins e q nao adianta reclamar do Abel apenas q a culpa é de quem montou esse time horroroso, fui criticada, principalmente porque o Reginaldo era banco, esta ai o potente Reginaldo jogando, o cara parece uma girafa de salto alto, nao temos o Renato chaves e ai, mudou o q?
    Vou repetir:
    TEMOS OS PIORES ZAGUEIROS E LATERAIS DA SERIE A.
    parabéns ao competente comitê gestor q ira continuar em 2018

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Trocamos a zebra de Madagascar pela girafa…

  • José Alberto Bernardes

    Olha…é triste constatar…Mas esse elenco escapa 1 ou 2….dos 34,35….E o mais incrível…me perguntem quem são esses 2 ou quem é esse 1….Não sei dizer!Na verdade falei 1 ou 2 pela juventude de alguns…Porque acho na real que não aproveita nenhum!

  • Gustavo

    Cara… o único meia de armação do time… incompreensível!!! Esse cara é muito burro!!!

  • Gustavo

    Por favor, Palmeiras/Crefisa!!!! Levem essa mula das Laranjeiras! O nosso Alex Ferguson…. kkkkkk
    É cada uma…

  • Lucas Antunes

    Senhores, boa noite!
    Reconheçamos, no fundo acreditamos nas promessas do Abad e da Flusócio. Sabemos que um futebol verdadeiramente profissional se faz com inteligência e com competência.
    Quem não acredita no Abad tem seus motivos e temos que entender. O senhor Peter Siemsen, apoiado no mesmo grupo político, dizia que estava fazendo as mesmas coisas que o senhor Abad está fazendo. Depois de 6 anos, soubemos que o Peter era um grande mentiroso e nos fez de trouxas. Entretanto, não podemos perder a fé. Somos torcida. Independente de nossas crenças devemos sempre querer o melhor para o NOSSO Fluminense, e sei que todos aqui queremos isso.
    Tenhamos mais um pouco de paciência. Não tenho informações internas, mas aparentemente o trabalho correto começou a ser feito e tenho fé nisso. Acredito que vocês também pensam o mesmo que eu.
    E por fim, que Deus ajude nosso Fluminense, que Nossa Senhora da Gloria esteja conosco e que João de Deus nos abençoe e ajude nossos gestores.
    Até 2018!

    • andre fahr

      Você é bem otimista.

      • Sylvio Montenegro

        Muuuuiiiiiiiitoooooooo otimista! Até porque acreditávamos que o trabalho correto correto tinha começado na gestão do Peter.

  • Gustavo

    Acho que teremos aí uma folga de 100 mil reais na folha de pagamento, na virada do ano. Não se preocupem… Serão usados para aumentar o salário do treineiro. Ele está muito valorizado.
    Façam-me o favor!
    Venha, 2019!

  • José Alberto Bernardes

    Esse time na série B esse ano NÃO SUBIA!Com toda certeza….Que lamentável….Esse Peu é bizarro!

  • Mário RJ

    Mais uma vez, a Flusócio fala de gestão, consultoria, patrocínios, custos, negociação de atletas e afins…

    Questões pertinentes, sim, mas…

    … (i) faltou dizer isso na campanha!!! Na campanha, o mundo era maravilhoso: havia conclusão de CT, contratações de ‘peso’ e estádio próprio. O candidato da situação e a Flusócio precisavam da E&Y para conhecer a distância galática entre promessas e realidade? Não acredito… Mentira eleitoral eu não tolero!!! Estão nos dizendo agora que o trabalho é similar ao do flamengo no início da gestão do Bandeira??? Sério??? Por que não declararam antes???

    … (ii) e o futebol? O que está sendo pensado para corrigir, alterar, aprimorar ou aperfeiçoar o modelo de gestão para o futebol? Não sou contra utilização da base, mas resta claro que não basta para Fluminense a fórmula “base + apostas + atletas experientes em fase descendente na carreira + time mal treinado”… O que está sendo feito para aprimorar o modelo?

    Antes que venham escrever que preciso “apontar soluções”, respondo: não, não preciso porra nenhuma. Se eu tivesse soluções teria me candidatado a presidente do clube…

    Há muita distância entre os posts e a torcida…

    • Davi Carvalho

      Que nada, a flusócio tá mais interessada em ficar respondendo a turma do Mário no twitter, se reunir todos com o elenco e pedir pra lutarem pra caralho pra não cair eles não fazem. Ficar em rede social respondendo as amebas da oposição parece mais divertido pra eles.

    • Sylvio Montenegro

      “Estão nos dizendo agora que o trabalho é similar ao do flamengo no início da gestão do Bandeira??? Sério??? Por que não declararam antes???”

      Pensei que o trabalho do Peter, há seis anos atrás, é que seria igual ao início da gestão do Bandeira. Meu Deus, quanto tempo perdido!

  • Rafael Dambros

    Estamos em Novembro e a única jogada desse time é arremessar lateral pra área.

  • Victor –

    Alguém avisa ao Casagrande que ele tem que comentar sobre o fluminense tbm. O cara é comentarista exclusivo do corinthians.

    • LuizCarlos De Souza Junior

      O cara pediu Jô na seleção e disse que era o craque do campeonato, Você quer o quê de um comentarista desses

  • Gustavo

    Vamos de dois centroavantes agora… cara… o time não tem esquema de jogo, variação tática, criatividade…
    Podem até dizer que a diretoria é muito culpada pelo plantel, no que concordo. Mas a falta de opção tática é culpa de quem?! Da minha vó?!
    É de uma pobreza conceitual monstra esse técnico. Não é possível que ninguém veja isso.
    Não precisa nem ser profissional de futebol para fazer essa constatação… Mas vamos lá, ele é o nosso Alex Ferguson!

    • LuizCarlos De Souza Junior

      “a culpa é da torcida que não comparece ao jogos e não se associa”
      Não sou eu que estou dizendo isso não, ok?

  • Sergio Binda

    É um time tão patético que fica mais tempo deitado do que em pé!!

    Que entrem comendo grama contra a Ponte!!

    Eu promoveria a volta do Pierre…

    ST

    • José Alberto Bernardes

      Ponte cresceu muito nos últimos jogos Sérgio….Melhor torcemos para a Chapecoense ganhar do Vitória amanhã pois Ponte enfrenta o Vitória na penúltima rodada…Torcer pro Palmeiras ganhar do Sport amanhã….E todo cuidado é pouco….Vitória x Flamengo e Vasco x Ponte Preta na última rodada….alguém tem dúvidas que as torcidas desses times vão exigir a derrota se for pra nos rebaixar?

      • Sergio Binda

        Concordo contigo José Alberto, mas foi o Richard sair e nossa cabeça de área virar festa de novo. Se o Pierre tem condição de jogo, coloquem ele pois Marlon Freitas não é jogador. Tirem o Lucas e botem qualquer jogador que tenha condições físicas. Veja como foi o primeiro gol do Corinthians!!!

        A Ponte realmente vem subindo de produção, mas pertence ao nosso escalão, de qualquer maneira vai ser duro. Com esta corrida malemolente do Wendel, do Douglas e do Freitas não vai dar.

        Só que o Abel, nossa diretoria de futebol e nosso presidente acham que está tudo normal.

        Sempre voltamos mole pro segundo tempo, continuamos marcando a bola e nosso time deve ser o que mais escorrega no campeonato!!!

        Não dispensem um empate contra a Ponte. Pelo menos mantemos a distância de 4 pontos contra eles.

        ST

      • Davi Carvalho

        Se eles chegarem lutando por libertadores não devem entregar.

    • Sylvio Montenegro

      Sergio, quando você falou em comer a grama, eu logo ri aqui, pensei logo no sentido literal, estes animais tão mais pra pastar e comer grama do que comer comida de gente.

      • Sergio Binda

        Verdade Sylvio… vivem escorregando e estão sempre muito próximos do gramado. Dai a começar a pastar e um pulo.

        ST

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Alguma desses jogadores vão adorar essa história de comer grama… Só que literalmente

  • Gustavo

    Terceiro gol… olhem a distância do Wendel para a bola. Exportem essa mala para a França, antes que desistam!

  • José Alberto Bernardes

    3 centro avantes….Loucura total!Que vergonha!Ainda bem que segunda vou estar viajando na hora do jogo com a Ponte….A gente acaba assistindo quando tá em casa….tô envergonhado com tudo…..Triste demais!

    • Sergio Binda

      O professor Abel é mestre em desarmar o meio de campo.

      Pra ele botar três atacantes deixa o time super ofensivo.

      Nos dois primeiros gols do Corinthians nossos defensores marcavam a bola. Isto é falta de treinamento e de orientação. O terceiro gol nem falo nada. Depois a culpa é do Cava.

      Marlon Freitas e Leo não dá. Não podem ser titulares de jeito nenhum. Nem falo nada de Peu.

      Bom foquem na Ponte, pois contra ela podemos fazer jogo duro. Contra Cruzeiro e Corinthians a diferença é brutal.

      ST

      • Marcelo Teixeira

        Sempre isso Sergio! Foda!

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Chamar o peu de centroavante é um insulto aos centroavantes

  • Igor Carvalho

    Incrível como o time não tem combate. O Lucas olha o cara cruzar, nem tenta encurtar a distância, o Léo deixa o jadson vir, olhar e bater… assim fica difícil

  • Luiz Eduardo

    Merece cair . Isso não é futebol de time de série A Obrigado Flusocio. Só decepções

  • José Carlos Nascimento

    Derrota previsível. Com um time composto por jogador sem técnica e sem fibra, a derrota é o resultado que mais acontece.
    Mesmo sendo em casa, temo pelos próximos jogos pois precisamos pontuar.

  • Rodrigo Costa

    Jogar contra esse time é como jogar um jogo de videogame viciado. O macete é cruzar na área. Os laterais deixam cruzar, os zagueiros não acompanham os atacantes e o goleiro não pega uma sequer. Time viciado em tomar gol de bola aérea.
    Contra a Ponte é jogo da vida.
    VENCER OU VENCER!!!

    • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

      Mas você não é fã do Jabel !! Não vale mais o #abel2018 !!

      • Rodrigo Costa

        Acredito que nem tudo é culpa do Abel. Principalmente a falta de atenção e a ruindade de alguns jogadores.

  • Flavio Henrique

    Olhem esse lance do terceiro gol…

    O Jadson domina, olha, pensa, pensa mais um pouco… e a porra do Leo fica olhando. Ele não diminui. Cacete isso é o básico.

    Não dá. Se faz isso na minha pelada é substituído na hora kkkkkk
    Muito fraquinho esse Léo . Lateral de série B pra baixo.

    Precisamos de ao menos uma vitória nos próximos jogos.

    Flusocio, foi pra isso que vocês brigaram tanto???

    • LuizCarlos De Souza Junior

      E no primeiro gol deles o Lucas fez a mesma coisa na lateral direita

  • Eduardo Assunção

    Eu desisto. Chega. A maior perda de tempo e dinheiro da minha vida esse ano foi esse time.

    Ninguém vai ao estadio por isso. Ninguem confia. Não tem retorno em campo e MUITO MENOS fora dele.

    É um nível de incompetência nunca antes visto. É um nível de covardia nunca antes visto. O Abel, horroroso, é o menor dos nossos problemas.

    E já foi anunciado de antemão que ano que vem é tudo igual. Pra mim, porém, vai ser diferente. Não gasto mais um centavo com vocês no comando.

    Uma vergonha.

  • Davi Carvalho

    Triste tudo isso.
    O time tem a pior defesa que já vi, erra tudo, esse terceiro gol vem de uma bobeada monstra do Reginaldo, esse Peu é LAMENTÁVEL, como pode existir alguém tão insípido como esse cara???
    Errou tudo, escorregou toda hora, nada acerta, ridículo.
    Esse Abad montou esse time patético, acreditou que samorin e Xerém dariam conta, aí está essa decisão PATÉTICA desse departamento de futebol,um LIXO.
    Espero que os membros da flusócio parem de PERDER seu tempo no twitter respondendo a turma do Mário e passem a fazer algo em relação a situação medonha que passamos nesse brasileirão, ou faz algo ou a gente CAI.

  • Rodrigo Costa

    Vibrei com a volta do Reginaldo.
    Daí o cara faz o pior jogo pelo Fluminense.
    Que fase a nossa!!!

    • Davi Carvalho

      Falhou muito no terceiro gol, ele praticamente deixa os caras tirarem a bola dele.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Esse time do Abad/ Flusocio capitaneado pelo Abelanta merece a segundona.
    Quem não merece somos nós abnegados torcedores.

  • Davi Carvalho

    Por favor tirem Peu do fluminense, não dá pra contar com alguém tão ruim como esse cara, não acerta nada.
    Hoje isento o Abel, ele pelo menos escalou certo e substituiu na hora certa visando ganhar. Sem elenco fica quase impossível.

    • Marcelo Teixeira

      Vc ta ironizando ou é serio?

      • Davi Carvalho

        Cara, Abel fez o que podia, a equipe tava perdendo e ele tentou botar o time pra cima, mas com esse elenco horroroso, fica difícil.

  • Fábio Pitman

    Eu achei q já tinha visto de tudo, mas um time terminar o jogo com 3 centroavantes… é pra chorar.

  • Davi Carvalho

    Eu só espero que amanhã mesmo tenha promoção pra compra de ingressos e chame o time pros 2 jogos em casa, ainda por cima alertando a torcida da necessidade de apoio, porque a coisa tá feia.

  • Gustavo

    E fiquemos com a sensação de torcedor do Guarani. Foi o que restou para nós.
    Obrigado!!!

  • Rodrigo Baroni

    Temos muitas deficiências.

    Muitas,

    milhares.

    Mas quando entramos em campo com LUCAS e MARLON FREITAS, o menino SAMORIN Eslováquia, entramos em campo com menos 2 jogadores.

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Nosso Alex Ferguson terminou o jogo com três centro avantes, Pedro, Peu Horroroso e H Caneludo Faltoso Dourado.

    Triste e patético ver o FFC numa penúria futebolística !!

    • Davi Carvalho

      Peu é uma vergonha, escorregou toda hora e matou contra ataques, tem uma hora que Wendel dá a bola a ele e ele não consegue alcançar, e olha que dava.

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Horroroso até elogio para este jogador

    • André Pereira

      Paulo segue defendendo o Pedro…..
      Rsrsrsrs.
      Aquele ali em 2 anos estará encerrando a carreira no Boavista, Paulão.
      Garoto fraco, sem jeito e indolente.

      • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

        Grande André, tá sumido ! Bom te ver por aqui !

        Pedro jogando uns 8 jogos na sai mais deste time !! Atualmente tento acreditar até em Papai Noel.

        Abraço !!

  • Gustavo

    Largando um pouco a revolta de lado…
    Parabéns Corinthians! Título muito merecido. Estão de parabéns. Num cenário nacional no qual alguns times injetaram milhões no plantel, o clube conseguiu o título do campeonato mais difícil do país, sem fazer investimentos expressivos. Prova de que competência Tb é necessária para o sucesso desportivo,
    PARABÉNS!

  • José Alberto Bernardes

    Vou REPETIR…VITÓRIA X FLAMENGO e VASCO X PONTE PRETA na ÚLTIMA RODADA!Prestem ATENÇÃO!

  • Luiz Fernando De Oliveira Juni

    Só Rivotril pra dar jeito na minha raiva…pqp que ano horroroso esse de 2017 pra nós tricolores!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Amanhã abnegado tem a obrigação de secar o Coritiba, Vitória e Sport.

    É o que nos resta, porque a vaca voltou a se aproximar do brejo e do inferno!!

    • felipe soares

      Q se danem Coxa e Vitória…
      Torçamos para o Palmeiras ganhar do Spó hj em SP.
      Acontecendo isso, q é possível, basta ganhar da Ponte na 2a e está resolvido…
      (o problema é esse “basta”)
      Quero o 16o lugar e nada mais… É o máximo q eles merecem

  • LuizCarlos De Souza Junior

    Meu Deus do céu! Os meninos do Samorim são absolutamente horrorosos…
    O Peu e o Marlon Freitas escorregam toda hora. Que jogador fraquíssimo esse Peu…
    Deve ser por isso que o Abel nem leva o tal de Luquinhas pro banco…ele era reserva do Samorim, imagina o nível, se os titulares do Samorim são assim..
    E que falta de vontade no início do segundo tempo…Lucas e Léo assistem os caras cruzarem, chutarem em gol… No máximo levantam uma perna…
    Decisão segunda contra a Ponte Preta… Vai ser duríssimo… Estamos no nível de Ponte Preta, Vitória, Coritiba, Avaí, Sport, etc… Deus nos ajude, por se depender de alguns jogadores…
    Na série B não dá pra sanear as finanças…abram o olho..

  • LuizCarlos De Souza Junior

    Respeitem o Olaria… Pelo menos o Olaria tem raça e corre e marca..

    • Rafael tricolor

      Com certeza ! Não tenho a menor dúvida disso. Usei da ironia ao usar Olaria que, não é time da série A, assim como esse medíocre Fluminense versão 2017 tb não é.

      • LuizCarlos De Souza Junior

        Também estava brincando mas duvido que um time do Olaria fosse tão passivo em campo…

        • Rafael tricolor

          O Olaria daria uma sonora goleada nesse patético Fluminense prezado tricolor. Atingimos um ponto de mediocridade difícil de reverter. Com essa galera que tomou conta do clube a única “conquista” que teremos será um novo rebaixamento. Lamentável !

  • LuizCarlos De Souza Junior

    E a coisa tá tão feia que olhando o Marlon Freitas parece que o Pierre faz falta…vade retro

  • Davi Carvalho

    A essa hora, rede social dos flusócios on fire, só na briguinha pessoal com a turma do Mário.
    Enquanto isso o Fluminense afunda.

    • Gustavo

      Mario tem muita responsabilidade pela situação atual do Flu. Só o fato de estarmos pagando salário de Wellington Paulista, já comprova o que digo…
      Minha revolta não me cega a este ponto.

      • Davi Carvalho

        Mas ele está no flu hoje??? Não né, então não adianta chorar o leite derramado e ficar PERDENDO TEMPO respondendo a turminha dele.

      • Leandro

        Não gosto dessas conversas sobre a política interna. Acho que o Mário errou, sim.
        Mas, para fazer justiça. vale lembrar foi ele quem bancou a contratação do Richarlison (com o apoio do Peter). Na época, achei o valor muito alto, mas o fato é que, em 2107, o valor da venda se tornou a maior fonte de receita do clube.
        ST

  • José Alberto Bernardes

    Perfeito sua observação sobre essa do Romarinho!

    • luiz

      Essa é uma das inúmeras demonstrações da falta de critério do Abel !

  • Sergio Binda

    Pois e tricolor, chegamos a este ponto. Luta pela sobrevivência.

    ST

  • Jose Cláudio Melo

    Gosto muito do Abel como ser humano, mas como treinador tem errado muito. só resta torcer para não ser rebaixado, e que acabe logo, pois este ano tá difícil assistir jogos do Fluminense.

  • Jorge Coutinho

    Texto correto.
    Teoria bacana.
    Só faltou dar nome aos bois Sandor e Diogo bueno.
    Agora o restante deus nos livre.

    Precisamos de time… com urgência…
    Com ou sem auditoria..
    Com ou sem E&Y
    Com ou sem controle de custos…
    Eh certo fazer o q estão fazendo ?corretíssimo!!!

    Mas sem time não adianta
    Vamos perder tudo.. torcida , investidores, premiações,sócio, figurantes de torneios..

    A bola não entra por acaso.. o time eh a cara do seu depto de futebol, lixo e casa da mãe Joana!!

    Manda embora esse depto inteiro… MT, Torres, Abel, analistas de desempenho!!! Manda tudo pro casa do carvalho!!!

    Xerem consumir 20 M e samorim 4 M por ano??? Pra isso????

    Sr MT não entrega nada!!! 13 anos no clube!!!

    Acorda!!!!

    Chega de tapinha no ombro e amigogramas!!!

    O trabalho acima exaltado veio de pessoas qualificadas !!! Sigam o exemplo pro futebol carro chefe do clube!!!

    Não eh estágio, eh trabalho!!!!

    E por Deus que está no céu, análise de desempenho na mão de estagiários pra desenvolver trabalho???? Isso aqui eh FFC, sabem o que isso quer dizer??

    ST

  • Sylvio Montenegro

    Mais uma vez não quis ver o jogo, ainda bem. Estava no carro e nem liguei o rádio, só uma espiadinha de vez em quando na internet pra ver quanto estava… e, no final, o sentimento é como aqueles cartazes que às vezes vemos nos estádios: eu já sabia.

    Pela tabela e do jeito que as coisas estão quem fizer 46 pontos não cai, ou seja, apenas uma vitória ou três empates nos jogos que restam. É o mínimo que se pode esperar ao enfrentar três times que estão abaixo de nós na tabela, sendo que um deles já rebaixado.

    Coloquem o ingresso bem baratinho nos dois jogos que faltam e chamem a torcida para apoiar, apresar de ser uma cara de pau convocar a torcida para ver esse lixo jogar, mas não é pelo time nem pela diretoria, é pelo Fluminense, que é muito maior que tudo isso.

    • Gustavo

      Sylvio, desconfio que a torcida está cansada e decepcionada. Infelizmente, se dependermos de número para fugir da série B, sucumbiremos.
      Ainda que coloquem o ingresso a R$10,00, não colocaremos mais de 15000 pessoas no Maraca. E eu não culpo meus irmãos tricolores por isto.
      Fomos traídos e estamos MUITO ressentidos. Parabéns a todos os envolvidos.

      • LuizCarlos De Souza Junior

        Cara eu tô tão aborrecido com esse time que se a entrada for de graça e me pagarem a passagem e derem um lanche, nem assim eu tenho vontade de ver o jogo.

      • Valmir Carvalho da Silva

        Exatamente o que penso. Sentimos a dor da traição, fomos enganados. Acho que se a entrada para o próximo jogo for Franca o público não passará de 15 mil

    • Davi Carvalho

      Mas quem deveria fazer isso a essas horas tá lá se digladiando com os Mario boys, parece que defender grupo político tá acima do bem estar do clube.
      Por que não se caga pra oposicionista que nada tem a acrescentar e não passa a se concentrar só no time??? Estamos precisando de união, ingresso barato e chamadas na internet.
      Dá pra empatar os dois próximos jogos e ganhar o goianiense, 48 pontos e primeira divisão garantida.

      • Raphael Logrippo

        Eu acho melhor ganhar o próximo. Esse negócio de ganhar o último jogo, não parece nada bom.
        ST

      • Claudio Souza

        O mais preocupante é a mera existência de um grupo do Marimed !

        ST

        • Davi Carvalho

          Dinheiro e cargo faz milagre.

        • Matheus Pedersolli

          nao, o mais preocupante é o estado em que deixaram o clube.

  • Claudio Souza

    Mesmo com Wendell avançando e batendo cabeça com Sornoza no ataque e com Lucas e Léo deixando os jogadores do Gambá cruzarem todas as bolas que queriam na área, ainda fizemos um primeiro tempo razoável.

    Depois, bastou o time da casa apertar um pouquinho pra nosso time, que não consegue se impor nunca, entregar a paçoca.

    Aí, a anta-mor começou a mexer na sua caixa de ferramentas pra fazer o de sempre. Despovoou o meio de campo, colocou 4 atacantes e terminou de entregar o jogo.

    Henrique e Reginaldo fizeram as suas piores partidas do ano. Léo, que no início do ano pecava nos cruzamentos, mas marcava bem, hoje é uma avenida.

    Esse Peu, ainda que tenha jogado pouco e sido muito pouco testado, não mostrou o mínimo necessário pra merecer estar no elenco principal do Fluminense.

    Marlon Freitas não pode continuar no ano que vem. Junto com Nojeira, é jogador pra ser emprestado e não voltar mais. Muito ruim.

    É tanta coisa que precisa ser feita pra começarmos a ter um time, que gastaria horas escrevendo aqui. Que Abelanta e seus “eleitos” ao menos consigam os 4 pontos que nos faltam para fugir da vergonha maior.

    O ano, que começou alvissareiro, termina melancólico e preocupante…

    ST

  • Sergio Binda

    A ultima vez que vi o Fluminense com padrão de jogo e com preparo físico foi em 2010 com o Muricy. Nem em 2011 / 2012 havia padrão de jogo. Ganhamos no talento do elenco.

    Vendam o Wendel, negociem o Orejuela, não renovem com o Lucas, cheguem a um acordo com o Gum (que na minha opinião poderia se aposentar e trabalhar como supervisor de futebol), se desfaçam do Leo. Tentem trazer jogadores razoáveis que tenham gana de aparecer e se adaptem ao futebol de marcação exigido nos dias de hoje.

    Pagam 500 mil pro Abel????? Paguem isto ao Cuca e deixem o Abel vir para o Palmeiras. Garanto que aqui em Sao Paulo, com este apego a boa vida que ele tem, não
    dura dois meses.

    ST

  • José Alberto Bernardes

    Time contra a Ponte….Cavalieri,Lucas,Renato Chaves,Henrique e Marlon;Pierre,Wendell ,Scarpa e Sornoza;Dourado e Marco Júnior.Com Marquinho talvez de lateral esquerdo…Empate já é lucro!

    • Davi Carvalho

      Empata esse e contra o sport, ganha do goianiense e se livra.
      Ainda dá.

      • Eric Mesquita

        Se formos para a última rodada precisando de um mísero empate, fudeu!!!! Será o Brasil inteiro contra nós.
        ST!

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Lucas! Renato Chaves! tira o tubo! A que ponto chegamos… E o pior é que até acho que o Pierre tem que jogar mesmo…

      • COSTA

        Você tem dúvida.
        Eu nao

  • LuizCarlos De Souza Junior

    O certo é Nojeira..

  • Carlos Laport

    Flu = Saco de pancada série A

    • Gustavo

      Sem maiores esclarecimentos.

    • luiz

      Primeira Vitória do Campeão de virada em todo o campeonato só poderia ser contra esse time ridículo, vergonhoso.

    • Matheus Pedersolli

      Eu sabia que perderíamos pro cruzeiro e pro corinthians e sabia que ainda viria humilhação de lambuja. nao sobrou nem a artilharia do dourado, ainda me deixaram o jo fazer dois gols. escroto ! escrooooooooooooto.. timinho pequeno!

  • Davi Carvalho

    Cara, vai por mim, se empatar os dois próximos jogos e vencer o goianiense a gente não cai. Ainda dá.
    Mas pra isso é preciso concentração no momento do time e esquecer oposicionista que nada tem a acrescentar.

  • Daniel Bastos

    Só depende da gente. Mas com este futebol/técnico/elenco, invoco deus para nos anos ajudar.
    Podemos colocar 100 cabeças de área q o time não tem pegada. Deixa o adversário jogar. Vide 1 gol do Corinthians. Lucas marcou a 3 metros e deixou cruzar.

    O q mais me admira e deixarem certas pessoas no flu até a antepenúltima rodada.

  • Davi Carvalho

    Galera, eu sei que tá uma merda, mas sem discurso derrotista.
    Vamos nos unir pra segunda, todos juntos, vamos lutar pra vencer a ponte num maraca cheio e vibrante, o time precisa.
    Tem que apoiar até se eles errarem, o clube precisa, o Flu, nessa penúria financeira que vive, não pode cair, seira lamentável e terrível para o futuro do clube.

  • Gustavo

    O que me incomoda é essa mania que existe no Fluminense de classificar jogadores feitos em Xerem como craques.
    Sinceramente, qual foi o último jogador formado em Xerem que é craque?! Respondo: Marcelo.
    Peço que me desmintam. Mas acho difícil.
    Neste contexto, tenho muita tranquilidade em falar que Scarpa, na década de 70, seria um aceitável reserva do Gerson. Mas nos dias de hj, o cara não é craque, não merece a deturpação de categoria que fazem em Laranjeiras, tampouco plano de carreira para ser ídolo do Fluminense.
    Que os critérios em Laranjeiras sejam aproximados da realidade, e que paremos de endeusar jogadores medíocres.
    Essa camisa é muito importante para ir se perdendo pelo entorpecimento de alguns!

    • Fernando Ventura Jr.

      E olha que não acho o Marcelo craque. Gerson foi um grande jogador, mas na época em que o futebol se jogava em câmera lenta, como a máquina de 75 jogava e quando pegou um time que juntava técnica com garra como o Internacional foi derrotada.

      • Flavio Henrique

        Gerson, foi um dos maiores jogadores de meio campo que já existiu.

        O futebol era muito mais técnico naquela época. Hoje é tático.

        Pega o Gerson e dá o condicionamento físico de qualquer jogador de hoje em dia e ele estaria no Real ou Barcelona. A preparação física mudou MUITO. Hoje em dia existe suplementação alimentar. Fisioterapia…

        Agora pega um bom jogador de hoje em dia, qualquer um, pode escolher, tira dele o condicionamento fisico e coloca pra jogar em 70. Não dava nem pro começo !!!!

        Sobre 75, lembro que o Gerson já tinha 34 anos nesta época. Em 1975, a maioria dos jogadores de 34 anos já estavam aposentados. 31, 32 anos já era considerado velho…

      • DANIEL

        Gerson não fazia parte daquele time

  • Mauro Carvalho – SP

    Triste ver um bando de garotos, nenhum cascudo, nenhuma referência mais experiente conduzindo o time em campo. De fora Abel perdido e teimoso, não consegue transformar o que tem nas mãos em um time de futebol. Nossa diferença para o modesto time dos Gambás é que lá não estão brincando. A comissão técnica é séria e competente.

    FLUSOCIO, VOCÊS TEM MUITA RESPONSABILIDADE PELA SITUAÇÃO ATUAL. CORRIJAM E NOS DEVOLVAM UM CLUBE DE FUTEBOL.

    ESTÁ FAZENDO MAL A SAÚDE ASSISTIR ESSES ENGANADORES EM CAMPO.

  • Marcelo Teixeira

    Num momento que se fala tanto em gestão , profissionalismo, etc. Vejo uma relação nada profissional de cobrança ao Abel. Se mistura o fato dele ser tricolor, de nos defender, trabalhar com prazer no clube , a tristeza pessoal que passou, etc…com a análise do seu trabalho. O trabalho é péssimo! Péssimo! Horroroso! Vergonhoso!

    Começamos bem o ano. Mas ele insistiu com o Renato Chaves. O mesmo entregou no primeiro jogo da final do carioca. No segundo jogo foi a porra do Maranhão. Na copa do Brasil nem cobro. Pegamos um grande time. Na sulamericana? Bom…o clube ferrado de grana. A torcida ansiando pelo titulo. Cenario pronto pro sucesso. E ele estraga td com substituiçoes idiotas. Porra. Olhem o nosso elenco e comparem com outros do Brasileiro. Olhem o corinthians…vasco…botafogo…santos…e olhem a colocação desses times. Sera que nosso tecnico nao tem culpa? Perdemos uns 15 pontos no minimo.por conta da insistencia idiota com 3 volantes. Hj foi melhor. Eram 3 camisas 9 em campo. E sem meio campo. Dourado, Pedro e Peu. E ai dele que venha falar q o peu é jogador de lado. Pra fechar…mesmo que esteja atrasado, o abel ganha um otimo salario. Nao cabe mais isso.

    O elenco é sim deficiente. Mas nao justifica essa campanha pífia.

    Dito isso, é triste pra cacete ver esse post…e depois de 6 anos de gestao peter da Flusocio, apoiada por grande parte da torcida, que estamos num primeiro ano de ajustes como foi feito no rival. So podem estar brincando com o torcedor ne? 6 anos de gestao. Pediram nosso voto na reeleição e tb na eleiçao do abad. Ganharam. E esse papo que nao sabiam de nada? Parecem essa porrada de politico que nunca fez e nao sabe nada.

    É muito melhor botar a cara, assumir as porcarias dos erros, pedirem desculpas sinceras e solicitarem apoio. Nunca vi um so fazer isso. Nenhum.

    Estou envergonhado de ver esse time jogar. Espero que ganhemos da ponte, mas to temendo pelo pior. Foi exatamente assim em 2013. Arrancamos…estavamos confortaveis…e paramos. E deu no que deu. Ja com o Abel em 2005, precisavamos de 1 ponto em 15 nas ultimas 5 rodadas pra voltarmos a liberta. Perdemos todos os jogos de forma ridicula. No mesmo 2005 perdemos uma copa do brasil pro paulista. E por muito pouco nao perdemos um carioca pro Volta redonda. Ninguem lembra disso? Abel é um otimo gestor de grupo. Mas um pessimo tecnico. E quando ele perde a mao do elenco, acabou. Pq os caras param de correr por ele. Vejam o que aconteceu apos o titulo de 2012.

    Desculpem o desabafo, mas creio que não tenha falado nenhuma mentira. E espero de verdade que a flusocio reflita.

    E so pra fechar. Citaram a gestao do rival. Os ajustes. So pra lembrar, o rival acabou com todos seus esportes olimpicos no primeiro ano. Todos. So manteve o basquete q tinha patrocinio proprio. Nao a toa ganhavam td. Nos estamos ferrados de grana e investindo cada vez mais em esporte olimpico sem nem resolver o problema do futebol. E somos Fluminense Football Club!

    St

    • Fernando Ventura Jr.

      Mas nesse último ponto há que se separar os futebol da parte social e dos esportes amadores. O Volei conseguiu uma verba à parte e vem fazendo bonito. Tem que se questionar se ainda é válido apostar no Samorim, que é um projeto de médio/longo prazo. Fazer um planejamento com pré-temporada, esquecer o torneio da Flórida, sair da Liga, adotar uma postura profissional de cobrança dos jogadores e da comissão técnica, fazer contratos dentro da realidade do clube, sem grandes jogadores, mas comprometidos, afastar na medida do possível a influência de empresários e procuradores. A Flusócio se perdeu em algum ponto.

      • Davi Carvalho

        A Flusocio se perdeu quando ao invés de se concentrar na gestão do clube, passou a defender o Abad em rede social 24 horas por dia.
        Basta um Mariominion escrever uma merda na internet para os centuriões da flusocio irem lá responder, enquanto isso foda-se o andamento do clube, do time.
        Falta concentração, norte, rumo.
        Tem gente que parece que só quer defender a gestão.

        • Jonas Rimmer

          Eles estão bem mais ativos online, com certeza!

      • luiz

        A Flusócio se perdeu em alguns pontos, para sermos mais precisos.
        ST

      • Daniel Bastos

        em algum? Em varios….

      • Claudio Rodrigues

        Eu ainda aposto no Samorim, mesmo reconhecendo que está sendo mal gerido pelo Fluminense. É necessário realizar ajustes.

        No mais, comentários mais que perfeitos.

      • andre fahr

        Na minha opinião a Flusócio se perdeu em vários pontos:

        . Postura lamentável nas eleições, principalmente o factóide do estádio na Barra e a ocultação da real situação financeira do clube;
        . Várias promessas eleitorais totalmente irrealistas, como a contratação de um ídolo e um Fluminense forte e protagonista no cenário brasileiro;
        . Apoio e elogios a péssima gestão do Peter, que com certeza está entre os piores presidentes da história do Fluminense;
        . Atitude infantil e belicosa quando recebem críticas, atacando quem as faz e sempre tentando arrumar desculpas, normalmente tentando culpar outros, para os inúmeros fracassos acumulados;
        . Planejamento irresponsável e fadado ao fracasso, apostando em um grupo de jogadores que já provaram nos anos anteriores que não têm condições de formar um time competitivo para a série A;
        . Postura covarde do Abad e Marcelo Teixeira, sempre se escondendo da imprensa e usando o Abel como escudo;
        . Investimento nesse projeto bizarro na Eslováquia, que só serve para humilhar o torcedor e expor a marca Fluminense ao ridículo.

        Esses são alguns dos pontos que eu destaquei, mas como estou com preguiça de continuar escrevendo vou parar por aqui.

        • Rodrigo Baroni

          O factoide do Estádio Barra, caso houvesse um pingo de verdade naquilo, seria, no meu ver, um grande tiro no pé, no local onde anunciaram !!!!!!!!!!!!

          Além de ser em terreno pântano, ali nas proximidades da Vila do Pan NÃO passa UM ÔNIBUS SEQUER, NÃO HÁ METRÔ, NEM TREM, NEM BRT, NEM NADA… Já para o CT, a localização é ótima. Mas para estádio…

          Ali só se chegaria de carro, e teriam q construir estacionamento, e o trânsito pra lá é péssimo, terrível, via linha amarela, e estádio lá só encorajaria moradores da Barra e região a ir ao jogo, e afugentaria o resto da cidade e afugentaria todo o Grande Rio, q levaria 1, ou 2 horas pra lá chegar, e o mesmo tempo para sair…

          ÀS vezes acho que tem uma turma no Flu q quer muito um estádio naquele bairro pois moram por ali, pois assim, esta galera, chegaria no estádio em 5 minutos. Tem uma galera q quer o estádio a 5 minutos de sua casa, e q se dane o Flu…

          Em tempo: pra mim, estádio do Flu na Barra seria ótimo, mas acho q pro Flu, no local q citaram, péssimo…

          Na Barra, só seria um pouco plausível haver estádio do Flu onde há centrais de BRT, como há no parque olímpico (onde tentou o Pedro Antônio), jardim oceânico (mas aqui, não há terreno), e teriam q construir estacionamento…

          Onde o Peter queria, e no entorno do nosso CT, acho PÉSSIMO…

          O Peter não estudou nada…Não fez um estudo…Precisam estudar…

          O Engenhão, bem perto dali, uns 10 km, , COM TREM E com mto mais ônibus q a vila do pan e CT, vive COMPLETAMENTE ÀS MOSCAS. Só enche em jogo decisivo. estádio para 40 mil, q recebe em média 6 mil pessoas, com trem e ônibus na porta…

          E não duvido que a atual administração, completamente perdida e tonta, tente ou esteja tentando algum terreno público por ali nos confins da Barra confidencialmente, onde só se chega de carro, e mesmo assim com grandes dificuldades…

        • DANIEL

          Concordo principalmente quanto item abaixo que eu colei da sua mensagem:

          . Apoio e elogios a péssima gestão do Peter, que com certeza está entre os piores presidentes da história do Fluminense;

      • DANIEL

        Pois e triste concordar que vc tem razão nas criticas ao Abel, porem , não coloca R Chaves quem entra , Reginaldo, Nogueira, Frazan, não sei se são melhores, para mim, são piores. Tambem acho terrivrel jogar com 3 volantes, mas quem entra, e convenhamos também que o Sornoza não esta com essas bola toda, quem colocar no lugar Luquinhas Samorim, Robert, etc…

        Romarinho horrivel, Maranhão idem, quem coloca no lugar, Peu, Pedto, W Silva ( o unico viavel pra mim infelizmente sem condiçoes fisicas, que o digam os medicos franceses ).
        Infelizmente o time titular ainda era razoavel quando tinha o Richarldson, depois nficou altamente deficiente, porque os reservas são deploráveis

      • Matheus Pedersolli

        Discordo totalmente no volei, fazendo bonito onde ? qual o teu conceito de “fazer bonito” ? ser figurante ? o volei feminino ja tá no terceiro ano e, tirando o primeiro que era de subida á superliga A, se mantém coadjuvante e saco de pancada dos favoritos. Uma vergonha, fla e vasco fizeram times no basquete pra vencer, o cruzeiro fez time no volei masculino pra vencer, só o flu fica nessa de timinho coadjuvante., melhor acabar o volei mesmo. Fazendo bonito, essa é boa.

      • Marcelo Teixeira

        Não acho que venha fazendo bonito, mas respeito sua opinião.

        A verba a parte é da tim? A tim está na camisa do futebol. Se entrou algo da mesma empresa no vôlei, esse algo mais deixou de entrar no futebol. Talvez pq quem negocia esteja com essa visão de fomentar os esportes olimpicos. Alias, nao sou contra isso. Mas não pode ser fomentado por um clube cheio de dividas e que nao consrgue arcar com suas despesas justamente no futebol.

        St

    • Sergio Binda

      Permita – me assinar seu excelente comentário.

      ST

    • Flavio Henrique

      Perfeito.

      Sinceramente, o que mais me irrita é a FLUSÓCIO esquecer o mundo maravilhoso que ela mostrou antes das eleições. Estádio, jogadores, time forte, conclusão do CT.

      Dias depois da eleição tudo mudou !!!! Pouco dias depois a realidade já era outra !!!!
      Soa como mentira. Parece história só pra ganhar eleição.

      Um outro ponto que nunca entendi é agora o Mário ser inimigo, desonesto, etc. Até pouco tempo atrás o cara era aliado, inclusive postando aqui no blog !!!!
      Fica parecendo a briga do Temer com o Lula…..

      Triste, muito triste. Torcedor do FLU não é bobo. Isso será lembrado e cobrado nas próximas eleições.

      Flusócio, a hora é de repensar, reformular. E assumir os erros !

    • Raphael Logrippo

      Marcelo, já pensei exatamente como você por muito tempo em relação ao time, ao treinador e até em relação à diretoria. Mas, hoje, vejo-me forçado a me render às evidências e mudei radicalmente de opinião.

      Em primeiro lugar, acho imprescindível reconhecer que os grandes e maiores culpados somos nós. Acreditamos, porque quisemos acreditar, num projeto que, apesar de nos ter sido apresentado falseando a realidade, carregava, desde o início, uma carga de risco enorme. Um funcionário público que nunca antes tínhamos visto administrar; um grupo gestor de decisões do futebol que claramente nos avisava que só serviria para pulverzar as cobranças e por aí vai. Temos nossa responsabilidade nessa história também.

      Em segundo lugar, esse time jogou alguma bolinha NO COMEÇO DO ANO por um simples fato: o grupo estava relativamente inteiro e os adversários ainda não haviam estudado as características daquele grupo de forma eficaz para neutralizar ou embaraçar as melhores jogadas. Além disso, mesmo naquela fase, o grupo já estava na conta do chá. O declínio vertiginoso e gradativo adveio das seguidas e imparáveis contusões: Scarpa; Sornoza; Wellington Silva etc. Nenhum deles retornou sequer perto do futebol que apresentavam quando pararam. A cajadada de misericórdia adveio da venda do Richarlison (quem diria?).

      Em terceiro lugar, atribuir ao Abel erro seguido de erro é muito fácil aqui do lado de fora. Lá dentro a coisa é BEM diferente. Nós já pedimos a entrada de todos os nossos promissores “inhos” e “nomes compostos” da vida. Quase todos, senão todos, entraram em algum momento e invariavelmente jogaram mal; afastado, por óbvio, algum lampejo de boas jogadas, as quais nos fizeram acreditar que jogariam melhor do que aqueles que estavam antes. Sim, aqui mesmo nós já pedimos Renato Chaves, já pedimos Reginaldo, já pedimos Marco Junior etc. e já defenestramos todos eles também.

      Em quarto lugar, eu não tenho mais coragem de atribuir essa culpa toda ao Abel quando vejo em campo que as jogadas planejadas só não resultam em sucesso, por absoluta ruindade dos jogadores. O Sacarpa sismou que vai conseguir fazer um gol no ângulo adversário chutando colocado de fora ou da entrada da área e, com isso, MATOU DEZENAS de ataques; pelo menos três a cada jogo. Esse Wendel, tão festejado aqui outrora, com o devido respeito, não joga absolutamente nada. Esse, sim, é que deveria ter sido vendido. O Wellington Silva entra em campo no segundo tempo e só aquela cena de ele dando uma corridinha para a posição revela-nos claramente a lesão pubiana (todo travadão, contando com o aquecimento do corpo para dar uma melhorada e quando consegue, o jogo acabou). Douglas? Esse eu acho que se sair do Flu, tal como vários outros, nunca mais joga futebol profissional. Os laterais. Que laterais? Nossos jogadores laterais não driblam, não defendem e não cruzam bem; aliás ninguém cruza bem nesse time. O meio-campo inteiro, titular e banco não só desarma mal, como passa muito mal a bola e não se posiciona bem para receber livre. O ataque é a voluntariedade do Dourado, que todos conseguem ver que dá o sangue em campo, e só; ainda assim a bola só chega nele quadrada. Quantos passes errados? Quantas perdas de bola para si mesmo? Quantos passes de seis metros que são verdadeiras porradas para o companheiro dominar? Quantos chutes a gol (longe) tendo um companheiro livre e cara-a-cara? Milhares de vezes tudo isso nessa temporada.

      Enfim, já pensei muito como você e outros colegas de blog; hoje não consigo mais. Abel tem culpa proporcional, apenas proporcional à nossa, à da diretoria e 1/30 à dos jogadores. Enquanto o viciado não assume sua condição, ele não consegue se livrar do vício. Enquanto nós acharmos que “nosso elenco não é muito pior que o dos outros times do Brasil” – consultando a escalação numa folha de papel – eu não vejo solução. Pode ser até que nossos jogadores venham a evoluir; mas, hoje, são péssimos em todos os fundamentos básicos.
      ST rumo a só mais três pontinhos.
      Depois disso, repensar geral.

      • Matheus Pedersolli

        acreditamos…

        Como vocês são enganados fácil né ?

        Quer comprar minha bic usada ? Dois milhões de dólares ! baratinho, de pai pra filho pra voce, sou profissional !

      • DANIEL

        Concordo, quando acreditamos que temos time semelhante aos outros participantes do Campeonato Brasileiro, penso que estamos nos iludindo, nosso time é bem fraco, principalmente depois da saida do Richarldson e total falta de condições de jogar futebol do W, Silva ( coisa que só os médicos franceses descobriram ).
        Prepara fisico deficiente, nossos jogadores vivem com contusões ( coisa estranha ) e demoram uma eternidade para voltar, vide o caso do Juan do Flamengo , 39 anos, se machucou no Fla x Flu, parece que ja esta pronto para voltar, no Flu todos se machucam em só voltam no proximo ano.
        Assim fica dificil. No final é muito facil, tudo culpa do Abel, não que ele não tenha, mas a culpa principal não é dele, isso eu tenho certeza.

    • Fábio Pitman

      Matou a pau.

    • Paulo R. Evaristo

      Eu falo isso há anos. Por melhor que seja o técnico é preciso que haja cobrança. Uma vez comentei isso com o Peter, e ele me disse que Abel, Muricy e Luxemburgo por exemplo não aceitam qualquer tipo de intromissão. Até na novela das 9 na Globo há reuniões semanais e dependendo da audiência, chegam a obrigar ao autor a fazer mudanças, inclusive na história. Antes de pensar no técnico é preciso ter uma uma diretoria no futebol atuante, com scout funcionando, com conhecimento de futebol e do mercado, entre outras virtudes, para que possa trabalhar em conjunto com a comissão técnica monitorando a mesma, ajudando e cobrando também. Só para dar um exemplo outro dia o Abel não sabia que o Dourado estava pendurado . Teve também aquela declaração do Abel minimizando a importância da Liga e consequentemente desvalorizando uma conquista nossa.

      • Marcelo Teixeira

        Exatamente!

  • Aluisio Silva

    Meio e ataque do Corinthians ontem, no 2ºtempo:
    Gabriel = volante que gosta de avançar quando pode
    Rodriguinho= meia habilidoso, sempre jogou do meio para frente
    Jádson= meia avançado
    Romero e Claison= atacantes de lado
    Jô= centroavante tipo pivô, paradão.

    Ou seja: UM ÚNICO JOGADOR COM VOCAÇÃO PARA MARCAR.

    E foi um baile no 2º tempo…
    E nosso time tem entrado com 3 volantes, meias que não entram na área, atacantes de lado que servem mais para marcar o lateral adversário.

    Eu acho que Henrique Dourado deveria pedir insalubridade, tá difícil jogar ali, sozinho, implorando por uma das bolas cruzadas aparecer na frente dele.

    Enfim: nosso time em campo é o mais puro reflexo do que ocorre fora de campo.
    Todos nós sabemos disso, apesar de alguns que preferem ver outra coisa.

    Qualquer funcionário percebe quando a empresa onde trabalha está sem rumo, sem comando. Certo?
    Agora imaginem os jogadores, com seus empresários sempre buscando informações e brechas! Claro que eles sabem o vazio que existe no comando. Isso reflete em campo, no vestiário, em tudo.
    Explica derrotas vexaminosas, com jogadores desinteressados. Correr prá que, devem pensar… quero é ir pro Parmeira, pro Cruzeiro, pro PSG… ou Benfica mesmo.

    O pior de tudo, o que realmente me desanima é ver que, entra ano, sai ano, o cenário continua. Isso porque ninguém fez o diagnóstico correto – problemas na direção, este é o diagnóstico! O clube não sabe onde ir, muito menos como ir. Dá nisso que tá aí… sem rumo. E quem anda sem rumo geralmente cai no buraco.

    Vamos brigar com Sport e Ponte. Resta torcer. Nosso passado recente apavora. Me apontem um tricolor que não esteja tendo pesadelos…

  • Leonardo Vieira

    Secar Vitória e Sport hoje – Derrotas
    Ganha da Ponte na próxima rodada. – Acaba o sofrimento.

    • Carlos

      A que ponto a gente chegou? Em 2012 a gente secava o ATLÉTICO-MG numa partida com o Vasco para a gente conquistar o TETRACAMPEONATO. Hoje a gente tem que secar os pequenos SPORT e VITÓRIA para escaparmos do rebaixamento.
      E ainda tentam mostrar que fizeram tudo direitinho..

  • Marlon Tavares

    Nota típica de quem quer se isentar de responsabilidade, culpando a gestão anterior, sendo que fazia parte da mesma, inclusive aprovou as contas da mesma!
    Derrota mais que previsível, nossas finais começam agora, ponte, sport e atlético GO, por mais que erros tenham sido cometidos nossa torcida tem que apoiar nessa reta final, ser rebaixado seria péssimo em todos os sentidos.

    Lista de técnicos demitidos em 2017. Será que o Abel é pior que eles?

    https://noticias.bol.uol.com.br/bol-listas/conheca-os-21-tecnicos-demitidos-no-brasileirao-2017.htm

  • Davi Carvalho

    Volto a dizer, se empatar com a ponte e com o sport, ganhamos do goianiense e não caímos.

  • André Pereira

    Se chamarem, aí mesmo é que nego não vai.

  • Angelo Costa

    Falam tanto em ” parceiros” , cadê o dinheiro ? ou será que esse ” parceiros” entram com colchões, exames de sangue, seguro e estadia em Orlando? coloca a marca no uniforme por isso ? lembro que no começo do ano não acertaram com a Caixa por acharem o valor ( R$ 12 milhões) baixo e queriam valorizar a instituição Fluminense, agora essa tal valorização não existe mais ? Estão fazendo do nosso Fluminense um time pequeno, estão fazendo vergonha encima de vergonha esse ano de 2017, essa administração não tem força pra nada, como será 2018? já deram a entender que não terá investimentos no time … vai ser essa agonia ?

  • Claudio Rodrigues

    O sofrimento ontem começou com a vitória da Ponte, essa definitivamente não estava nos meus planos… A coisa ficou muito feia.

    Em 2018 Abel só de vice de futebol, e olhe lá, vai que ele serve pra isso.

    Atlético PR e São Paulo não caem mais, a Chape se livra hoje. Triste, muito triste… Ontem nem vi o jogo, já sabia que íamos perder…

    O Avaí jogou muito melhor com o Cruzeiro que a gente, coisa horrorosa. Temos que torcer pra derrota de Vitória, Coritiba e Sport…

    Duas paradas duríssimas no Rio e ainda acho que não escaparemos com três empates, então temos que ganhar de alguém e não é bom deixar essa tarefa pro último jogo.

    Saudações Tricolores!

  • Léo Jr.

    O problema não é de gestão operacional do clube. É de gestão de pessoas. O descompromisso de alguns vários jogadores deveria ser motivo de punição, afastamento, sei lá…

    É muito foda assistir o time se arrastar em campo. Dá raiva demais. Falta de respeito total com o torcedor e com a instituição.

    Na minha visão, o clube deve mudar essa cultura boleira que impera nas laranjeiras. Isso tira a competitividade, tira chance de título, tira o tesão do torcedor.

    Como raios um clube como a Chapecoense, que perdeu um time inteiro no ano passado, pode estar à frente do Fluminense?

    • Matheus Pedersolli

      A culpa não é dos jogadores nem do técnico, mas de quem os botou lá. E vendeu jogadores importantes. E não contratou nenhum. Vamos parar de desviar o foco!

      • DANIEL

        Concordo ibnteiramente

  • Daniel Bastos

    Ainda muito puto com a falta de compromisso ontem em campo. O time parou de jogar, se entregou…

    Porra, Lutem ate o fim

    • Cesar Moreira

      Reflexo de tudo que acontece no Fluminense. Vc vê sangue nos olhos do Abad? Do Torres? Vc viu nesse ano todo algum dirigente se mostrando puto com as derrotas?
      Desde a era Peter o Fluminense vem se apequenando como nunca antes, nem mesmo na queda pra série C eu me vi tão pequeno. Não há indignação, não há postura nem cobrança.
      O que vc esperaria dentro de campo?

      • luiz

        Assino seu comentário !

  • Alexandre Torres

    Bom dia !!! Abel tem que ser visto por 2 prismas : 1 – Tricolor , dedicado e extremamente profissional
    2— Pessimo em substituicoes ( alias como 90% dos tecnicos brasileiros ) , Insistencia com R.CHAVES e outros ja citados aqui . Em 11 meses nao conseguiu montar uma defesa !!!! Tomamos 50 gols !!
    Sugiro aos ” bravos ” Executivos da FLUSOCIO que parem de administrar o Clube como uma ASSET . 2018 seremos treinados por GUTO FERREIRA , KLEINA E ETC !!!

  • luiz

    Empate não pode ser descartado contra a Ponte. Manteríamos a vantagem, com menos uma rodada.
    E com a esperada derrota do Sport hoje, vale o mesmo pensamento para o jogo contra o Sport, pois Ponte e Vitória se enfrentam na penúltima rodada.
    E torcer para Vitória não ganhar da Chapecoense hoje, ideal que perca.
    Vamos ver o que fará o Abel.
    Se sair para o jogo sem cautela tomaremos um gol, e diante da pressão pelo resultado não será fácil sequer empatar.
    A que ponto chegamos !!! Torcendo não por resultados que nos garantam na Sulamericana, mas para chegarmos em 15o, 16o.
    Obrigado Abad
    Obrigado Flusócio
    Vocês estão acabando com o futebol do Fluminense

    • felipe soares

      Se o Sport perder hj, o Flu se livra matematicamente se ganhar da Ponte.

      • luiz

        ok
        Sport deve perder, aliás mais provável que ele perca do que vitória nossa….
        É a triste realidade.
        O que quero dizer é que não vale à pena partir sem cautela contra a Ponte, desmerecendo o empate, dependendo das circunstâncias da partida.
        Destaco que há algumas rodadas atrás em todas as projeções contava-se com vitórias em casa contra Bahia e Coritiba…..

  • Carlos

    Ou seja, pelas palavras postas aqui, está tudo feito corretamente. Não erraram em nada e o fato de estarmos afundando sem perspectiva alguma é culpa de todos, menos de quem assumiu o Fluminense.

    • felipe soares

      Exatamente…
      E o pior é q tem quem engula isso.

    • luiz

      Esses caras são uns brincalhões

  • Igor Carvalho

    Ta foda esse time. Mas temos que pensar somente no jogo contra a ponte agora. É jogos pra torcida cantar o tempo inteiro. Se ganhar acaba com esse papo de rebaixamento.

    Não esperava vencer cruzeiro e curintia, dois times que venceram os dois campeonatos nacionais. Não iríamos vencer de jeito nenhum. Agora o foco é no próximo jogo.

  • felipe soares

    Hoje tem Palmeiras e Sport, em São Paulo…
    Uma derrota do Sport hoje e BASTARÁ GANHAR DA PONTE PRETA pra ganatir Série A em 2018…
    Só isso, Deus… Só isso q te peço…

    Digamos que o Palmeiras ganhe do Sport hj msm… Qual a chamce de esse… ESSE FLUMINENSE… ganhar da Ponte??? Sempre q precisa, mais frouxos e bundões são eles… A começar pelo Abel!

  • felipe soares

    Uma derrota do Sport para o Palmeiras hoje e uma vitória do Flu na 2a contra a Ponte, garantem a manutenção do Flu na Série A

    • Matheus Pedersolli

      Nao conte. Só acontecem resultados ruins para gente. A maré está braba.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Se esses caras que hoje “dirigem” o clube amassem de fato o Fluminense, viriam a público, pediriam desculpas a torcida e aos sócios por todas as mentiras prometidas durante o processo eleitoral e entregaria o Fluminense a quem entende o clube como Gigante. Patético gastar nosso pouco e sofrido dinheiro com Ibis Samorim, Alexandre Soneca Torres, natação, vôlei , peteca, enquanto o futebol profissional afunda na lama. Nada justifica também o Abel continuar à frente desse elenco. Triste.. ….A torcida não merece mais um rebaixamento.

  • https://www.facebook.com/gabrielvreboredo Gabriel Reboredo

    Ano que vem eu quero o CUCA! Reformulação para formar um time campeão!

    • Claudio Souza

      Vade retro!

    • Cesar Moreira

      Trocar Abel por Cuca é seis por meia-dúzia.

  • Davi Carvalho

    Checkin aberto, já fiz o meu, foda-se tudo, só vale o nense.
    20 reais todos os setores, paguei 11 pratas, vou lá apoiar mesmo que eles errem passe.
    Não quero ver meu clube rebaixado, vou ajudar até o fim.

  • Jorge Henrique de Araújo Souza

    Cada sócio que ajudou a eleger esta gestão é tão culpado quanto. Uma temporada para esquecer.

    • Marlon Tavares

      Não acho que estaríamos melhor com o Mário ou Celso Barros, o último ano do Peter foi ruim, gastou o que não devia e praticamente inviabilizou 2017, omitiram a real situação do clube para ganhar a eleição e agora dizem que não sabiam de nada, sendo que o Abad era o fiscal da era Peter, inclusive aprovaram a contas de 2016, politicagem suja.

  • Rogério Barbieri

    Ontem, foi um dia simbólico. Dia 15/11….dia em que a Rede Globo, há 41 anos atrás, em 1976, através das eleições do Flamengo, venceu as eleições presidenciais do clube e passou a invadir nas entranhas do futebol brasileiro para dominá-lo e mudar o destino dos clubes de futebol do Brasil.

    No mesmo dia 15/11/2017, na disputa do seu 40o. campeonato brasileiro, a Rede Globo consolida uma marca importantíssima do seu projeto de dominação. Um dos seus 2 clubes, o Corinthians, conquista pela 7a. vez o campeonato brasileiro de futebol.

    Com isso, somado aos 5 títulos conquistado pelo seu outro clube, o Flamengo, a Rede Globo passa a ter em seu currículo 12 títulos dos 40 disputados. Sem esquecer a inesgotável tentativa da Rede Globo garantir o reconhecimento do título do Flamengo de 1987 e acrescer mais um título a sua galeria de conquistas, não deixa de ser uma marca muito significativa, afinal, são 30% dos títulos disputados.

    Desde 1902, o acesso ao dinheiro sempre foi o principal motor do futebol. Por muitas décadas fomos favorecidos por ser o clube mais rico do Estado e um dos mais ricos do País.

    No fatídico ano de 1976, os excelentes resultados conquistados pela gestão dos presidentes Francisco Leitão Cardoso Laport e de Jorge Frias de Paula, através do espetaculoso presidente Francisco Horta, apresentamos para o Brasil e para o mundo o primeiro time formado por galáticos. Nunca, no futebol brasileiro, em tão pouco tempo, um time de futebol teve tantos jogadores de Copa do Mundo num mesmo time.
    Era Félix, Toninho Baiano, Edinho,Rivelino, Dirceu, Abel, Rodrigues Neto, Gil, Carlos Alberto Torres, Marco Antônio, Paulo César Caju, Renato.

    Mas, com a vitória da Rede Globo no Flamengo nosso mundo começa a cair.

    A partir de 1977, clubes populares, mas sem costume de conquistas de grandes dimensões começam a surgir com o direcionamento de recursos financeiros da emissora para estes. E clubes conquistadores do passado passam a deixar de ter a sua natureza vitoriosa.

    Hoje, o que reclamamos é a falta daquilo que voltamos a ter até 2012. Reclamamos da falta de dinheiro.

    Pelos idealizadores, o Fluminense projetado para existir sem Unimed, foi o Fluminense com o dinheiro da Unimed mais o novo dinheiro da Rede Globo (a nova cota). Só que um conjunto de fatores mudou essa ideia. O primeiro fator foi a ausência do montante da Unimed. O fracasso de 2013, a ida ao tribunal do STJD para assumir a culpa do Flamengo e tirar do grande público o olhar de que o conflito daquele tribunal era entre Flamengo e Portuguesa, mas não entre Fluminense e Portuguesa foram enormes. No julgamento popular, o Fluminense foi o culpado, foi o corruptor, foi aquilo que há de pior no Brasil. Além disso, para agravar, a forma como a Rede Globo e a mídia esportiva cobriu os acontecimentos da Unimed-Rio, associando o Fluminense ao mal momento econômico da cooperativa, desgataram profundamente a imagem do Fluminense perante as potenciais empresas patrocinadoras.

    Sonho com um mea culpa do Mário Bittencourt e daí o esclarecimento do caso #Flalusagate.

    Se hoje, o Fluminense deixou o patamar de um dos 3 melhores clubes do Brasil do período de 2010 a 2012 e passou para o 13o., isso se deve as escolhas erradas que tivemos. Uma delas passou pela crença na parceria com a Rede Globo. Na aparente independência financeira que ela ia dar ao clube com o aumento da cota de televisão.

    Para voltar a se estabelecer, o Fluminense precisa ter acesso a mais 200 milhões de reais anuais.

    Por quê esse número? Porque é essa a diferença que o Flamengo tem a mais do que o Fluminense.

    • Matheus Pedersolli

      Você mesmo responde : crença na parceria com a Globo, a inimiga. Culpa da Globo ? Não, dos tricolores que dirigem o clube. É esta gente a culpada e que tem de ser cobrada.

      • Rogério Barbieri

        Para acabar com as baratas que pesteiam um ambiente não adianta tirar apenas os alimentos que a atraem, você tem que acabar com as matrizes que a multiplicam.

        Para acabar com a corrupção não adianta substituir os políticos atuais se não não combater o cerne da corrupção. Porque trocam-se os políticos e a corrupção continuará promovendo a destruição.

        Bato na Rede Globo porque enquanto ela determinar quem deve ser grande ou pequeno no futebol brasileiro, nós não seremos grandes.

        Desde 1977, só conseguimos mudar o nosso tamanho em 2 momentos da história. No período de 1983 a 1985, quando inesperadamente, com pouco investimento conseguimos fazer um super time, passando a ser intolerável suportar nossas conquistas. Vieram então as papeletas amarelas e logo depois o Clube dos 13 entre outras coisas para nos desmontar. E no período de 1999 a 2012, quando a Unimed foi aplicando cada vez mais recursos para montarmos um bom time independentemente da Rede Globo.

        Se trocarem os bonecos e colocarem outros mantendo a Rede Globo, o objetivo principal de sermos uma potência no futebol não será conquistado, pois este não é o papel que a Rede Globo quer para o Fluminense.

        • Deusimar Coelho

          A globo não só manda no futebol, como na politica também.

  • Guilherme Milone Silva

    Queridos tricolores da Flusocio. Será que vcs podem parar com essa propaganda política de gestão responsável e sobriedade nos gastos? A destruição que vcs promoveram nestes últimos sete anos não deixa dúvidas nem do mais inocente dos torcedores. Muito menos em mim, um sócio patrimonial de anos e acostumado com a terminologia corporativa.
    Por favor, entendam de uma vez por todas as lições de economistas famosos (desde Adam Smith até Milton Friedman): o que importa é investir bem! Corte de custos é coisa de mentalidade tacanha.
    Fecho com um apelo: SEJAM CORAJOSOS E INVISTAM NO FUTEBOL!!!!!
    Assistam aquele filme com o Brad Pitt (Moneyball) e aprendam a olhar o jogo como um investimento de mercado (desempenho => exposição => receita =< retorno sobre investimentos).
    O Fluminense é muito grande para merecer um tratamento tão pequeno.

    Saudações tricolores

    • felipe soares

      É o q resta a eles, depois de seis anos de Peter e mais esse de Abad…
      Defender o indefensável, por meio de algumas terminologias gerenciais.
      Como se quisessem confundir alguém…

    • Aluisio Silva

      ufa… é isso… tomara eles entendam esses fundamentos
      um clube desse tamanho lutando prá ser pequeno, que absurdo!!

    • Claudio Souza

      Isso é verdade, mas no futebol há algumas variáveis que são incontroláveis.

      Por exemplo, contratar jogadores de nome não necessariamente leva a resultados, ainda mais no panorama técnico atual do futebol brasileiro, cujo nível é sofrível.

      Outra coisa, de nada adianta ter ou gastar muito dinheiro se não há competência no direcionamento do gasto.

      O futebol do Fluminense está precisando de dinheiro, mas muito mais de competência na sua gestão.

      ST

      • Davi Carvalho

        Boa gestão, o que nos faltou entre 15 e 16 e nós pagamos caro hoje.

      • Aluisio Silva

        “O futebol do Fluminense está precisando de dinheiro, mas muito mais de competência na sua gestão.”
        Mais uma frase emblemática e certeira.
        Parece incrível que estamos nessa, por tanto tempo.
        Venda de jogador de futuro para pagar salário de alguns que não teriam espaço em nenhum clube médio no Brasil, quiçá grande (Gum, Pierre, Marquinho e outros).
        Tá difícil sair desse ciclo vicioso.

    • Mauro Carvalho – SP

      CLAP, CLAP, CLAP

  • Davi Carvalho

    Mas o atlético já vai estar rebaixado.

  • Davi Carvalho

    Contra cruzeiro e curintia era esperado perder, mas esses jogos com ponte, sport e goianiense dá pra ganhar, ainda acho que somos melhores que eles apesar da nossa defesa.

    • luiz

      Até o Avaí conseguiu empatar com o Cruzeiro….

  • Flavio Henrique

    A gestão é amadora e esta perdida.

    O treinador é desatualizado e esta perdido.

    Os jogadores são fracos e boa parte esta desinteressada.

    Só restam os torcedores. Vou sair daqui de SP pra ver esse jogo. Vocês que moram no RJ, vamos apoiar !!!!

    Não é apoiar essa gestão, não é apoiar esses jogadores, não é apoiar o Abel.

    O APOIO É AO FLUMINENSE !!!!

    • Sidney Silveia

      Todos no Maracanã segunda! É luta pela sobrevivência! Compartilhem com todos os amigos tricolores!!!!!!!!!!!!! Agora é hora de não deixar o barco afunda e os torcedores têm um papel. Depois, que venham todas as críticas (construtivas) do mundo!

    • Lucas L.

      Não é apoiar essa gestão, não é apoiar esses jogadores, não é apoiar o Abel.
      O APOIO É AO FLUMINENSE !!!!

    • Davi Carvalho

      Perfeito, quem jogará é o FFC, não a,b, ou c.

  • Davi Carvalho

    Flu x Ponte, arbitragem do Daronco.
    CBFPF pode estar querendo agir, abre o olho Fluminense.

    • Mauro Carvalho – SP

      Esse FDP é preparado para nos ferrar.

  • Davi Carvalho

    Vejam isso
    https://twitter.com/maurocezar/status/930970107358171143

    Ontem foi lamentável, o trio Caio, Casa e Cléber foram extremamente ridículos com o Flu.
    Sei que o coadjuvante era a gente, mas respeito é bom e a gente gosta, parecia que éramos um Sertãozinho da vida, ou um SINOP. Os caras tratavam a gente como nada.
    Precisamos voltar a crescer e calar eles como fizemos com o SP na libertadores, ou com o próprio curintia no centenário.
    Precisamos de gente que entenda nossa grandeza e monte equipes vencedoras.

    • Aluisio Silva

      putz… esse mau humorado do Mauro César surpreende com sua sinceridade
      e já não é a primeira vez! gostei de ver!

      • Fernando Ventura Jr.

        Você citou não apontou onde aparece o depoimento dele.

  • DANIEL

    No Fluminense ninguem consegue descobrir um bom jogador nos outros clubes, pelo menos nisso o Mario gastou melhor na c0ontratação do Richarldson ( registre-se que eu não sou apoiador da gestão do Mario ) , que logo aproveitado por essa gestão ´para fazer caixa e gastar com ROBINHO, pelo amor de Deus

  • Mauro Carvalho – SP

    NINGUÉM QUER UMA MARCA MANCHADA.

    Desde o horroroso ano de 2013, quando Peter e trupe conseguiram fazer pior do que o tiozinho sem noção estourando a champanhe em 1986, nossa MARCA vem descendo pelo ralo.

    O efeito daquela cagada onde o empombado Mario Bittencourt ganhou fama e o clube ganhou a lama, reverberou pelas redes sociais como uma bomba demitindo o William Wack (esse mereceu).

    Somos o mau exemplo escarrado no Brasil.

    Todos nos odeiam.

    Todos nos usam como modelo de sujeira, trapaça.

    Um clube grandioso com nossa história sendo pouco a pouco apagada por vaidades e amadorismo, num século viral onde não há tempo para perdão ou retratação.

    Desde 2013:

    1 – Qualquer jornalistazinho recém promovido à nada, caga nosso nome em matérias nas mídias de todo o tipo, em mesas redondas ou em segundos de fama – SEM SEREM ENQUADRADOS, SEM RESPOSTA MAIÚSCULA;

    2 -Qualquer juiz nos apequena nos jogos como fez o catarinense ontem contra os gambás, inverte faltas, critérios parciais, cartões para amedrontar o “time pequeno desonesto” – e nós, calados nas federações;

    3 – Colecionamos viradas vexaminosas até de goleada para Américas de Natais e uma freguesia – para um time que perdeu 100% dos titulares numa tragédia. NUNCA VENCEMOS A PODEROSA CHAPECOENSE;

    4 – Sementes de jogadores, que ainda não são nada, criados em casa, cagam para o clube – jogam para ir para a Europa ou qualquer outro clube que os pague melhor – o caso desse Wendel é para demissão por justa causa;

    5 – Escambo na nossa camisa até para pagar colchões de Xerém – estamos passando o pires, podem vir que a nossa camisa vale pouco.

    NÃO ME VENHAM COM ESSA HISTÓRIA DE ERNST YOUNG – QUANDO TIVERMOS AS CONTAS EM DIA, NÃO TEREMOS MAIS UM DOS PATRIMÔNIOS MAIS IMPORTANTES DE UMA EMPRESA – A SUA MARCA, SUA IDENTIDADE.

    EMPRESAS SÉRIAS INVESTEM TODA SUA COMPETÊNCIA PARA QUE NÃO HAJA 1 SÓ ARRANHÃO.

    AQUI NÃO, NA BUSCA DE ACERTAR AS CONTAS, POUCO SE IMPORTA COM O QUE ACONTECE COM A IMAGEM DO CLUBE E DE SEU TORCEDOR.

    O FUTEBOL ESTÁ LARGADO NAS COSTAS DO ABEL, QUE MAL SABE FAZER SEU OFICIO PRINCIPAL.

    E NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO – NOSSA MARCA E NOSSA TORCIDA – MINGUANDO

  • Sergio Binda

    Pois é guerreiro … luta pela sobrevivência. Infelizmente foi o que nos restou

    ST

  • Sergio Binda

    Os resultado de quinta, a exceção do Coritiba, foram bons para nós.

    Agora, como bem havia predito o Cesar Mota do Sempre Flu, foi o Richard sair pra tomarmos 8 gols em três jogos. Apesar de alguns dizerem que este rapaz é fraco, eu descordo. Acho – o um jogador bem interessante com bom porte físico, bom passe e acima de tudo vontade de crescer na profissão.

    Sem ele, ou Abel promove a volta do Pierre ou recupera o Norton. Caso contrário, teremos sérios problemas na nossa intermediária, pois nossas “joias” de Xerem, Douglas e Wendel, não conseguem dar a proteção e pegada devidas por ali, deixando a zags totalmente desprotegida.

    Idealmente, se o Norton se recuperasse, eu colocaria ele na lateral e o Pierre de primeiro volante. Se Norton não se recuperar, mete o tal de Diogo na lateral. O Lucas não tem a menor condição física de jogo e os adversários já perceberam isto.

    Será foda o jogo contra a Ponte. Vejo os jogos das equipes de baixo da tabela e não vejo nenhum time tão apático e banana quanto o nosso. Até o Sport que perdeu de 5 mostra mais vontade e garra do que nosso time.

    Na realidade, pelo que apresentamos, é um milagre estarmos com 43 pontos.

    ST

    • Fernando Ventura Jr.

      Sim, tem que colocar um primeiro volante pegador e um meio-campo improvisado na lateral direita, já que o Lucas ali é uma vulneralidade.

  • Sergio Binda

    Vejo alguns colegas reclamando da coadjuvancia do Fluminense no jogo contra o Corinthians, mas é o que éramos e o que nos tornamos, espero que temporariamente. Vejam o jogo do título de 2012. Trataram o Palmeiras da mesma forma e vejam como está o Palmeiras 5 anos mais tarde. Recuperou o protagonismo. Se o Flu fizer a mesma coisa e apresentar um futebol descente, voltará a ser tratado com o devido destaque.

    Futebol é igual a nossa vida profissional. Se você trouxer resultado você é elogiado e todos te admiram, se não apresentar o resultado esperado você é demitido ou fica encostado.

    ST

    • Ricardo Ferreira

      Entendo teus argumentos, Binda.

      Mas o que a grobofra fez foi asqueroso, desonesto, indefensável.

      Nenhuma surpresa.

      • Sergio Binda

        Felizmente não ví. Acompanhei o jogo pelo PFC com o Milton Leite e com o Noriega. Na minha opinião a melhor dupla para assistir jogos na atualidade.

        ST

  • Ricardo Ferreira

    Apoiar o Fluminense, estar presente no Maraca é o óbvio.

    Mas quem escala o time? Quem orienta? Quem substitui? Quem tem a obrigação, nesta altura do ano, de possuir um completo dossiê sobre cada atleta do elenco, no sentido de saber com quem efetivamente podemos contar neste capital confronto de segunda-feira? Não só na perspectiva técnica mas também no importantíssimo aspecto motivacional.

    Respondendo. O técnico em primeiro lugar, em seguida a cúpula do nosso futebol e, inapelavelmente, peremptoriamente o presidente do Fluminense.

    Já me expressei em outros momentos sobre isto.

    Absolutamente não confio em Abel Braga. Não vejo nenhum fator objetivo, nenhum exemplo ponderável durante este ano que me faça ter outra posição.
    Me apavora lembrar da sequência final de cinco jogos em 2005, além de decisões erradas nas finais da Copa do Brasil daquele ano, sobretudo no primeiro jogo contra o…Paulista ( ainda existe? ).

    Há seis meses eu culparia Braga por colocar em campo Maranhão, Romarinho, Marquinho. Por tomarmos viradas humilhantes, por sermos motivo de chacota nacionalmente. Falando em Marquinho, ele estava no banco no último fiasco…

    Agora não. A responsabilidade é de quem o manteve à frente do nosso destino.
    Nada a acrescentar.

    Que tenhamos MERECIMENTO de vencer.

    Em tempo. Se não houver nenhum trabalho urgente de bastidores, seremos prejudicados miseravelmente pelo apito. O último jogo foi de dar nojo.

    • Fernando Ventura Jr.

      Naqueles dois jogos da final da Copa do Brasil a diretoria da época, Horcades, falhou em dois pontos:
      1- Aceitar jogar a primeira partida em um lugar inaquedo para uma final, lembrando que o São Paulo foi atendido no plelto de não fazer a final da LIbertadores contra o Atlético-PR na arena deles;
      2- Não conseguir ou o adiamento da partida ou a cessão dos jogadores Diego(Souza) e Arouca para a seleção.

      • Leonardo Vieira

        Principalmente a número 2.- Arouca e Diego Souza
        Dois titulares do meio-campo

      • Juliano F Pacheco

        Não exigir liberação de nossos jogadores da seleção sub-20 foi ridículo, hoje até liberam jogadores do sub-17.
        A ausência desses dois foi cruicial para o vice campeonato, além dos gols perdidos em SJ.

  • Danilo Soares Félix

    Infelizmente falta responsabilidade à oposição do Flu. Além de se incomodarem com novos patrocinadores, zombam das marcas nas redes sociais. Divulgaram valores de patrocínio chutados de forma leviana pra baixo, por politicagem. Não cabe a mim revelar valores de contratos que tem cláusula de confidencialidade, mas chutam muito mal. E não pensam na instituição.
    Mesmo se os contratos não fossem protegidos juridicamente, o que a instituição ganharia divulgando valores de receitas? Nenhum clube o faz. Quanto o CRF recebe da Kodilar? Foi divulgado? Não! Informar valores de patrocínios precifica para sempre seus espaços publicitários. É um pleito estúpido.
    Nos DREs trimestrais publicadas no site oficial tem info consolidada sobre os valores auferidos na rubrica de patrocínios. Nos balanços anuais também tem rubrica de patrocínios. Na verdade falta assunto, é a crítica pela crítica. E que se dane o Fluminense.
    Sobre a situação no campeonato, em 2003, 2006, 2008, 2009 e 2013 ela também aconteceu, mesmo quando o orçamento do futebol era muito maior. Em todas estas situações houve mobilização do torcedor para apoiar o Flu nas partidas decisivas. Tenho certeza que agora não será diferente.
    Na 2a feira a torcida estará no Maraca apoiando o Flu a sair desta situação incômoda. Ingressos custarão apenas 20 reais, jogo será no ótimo horário de 17h num feriado. #VemProJogo #SomosFluminense

    • Flavio Chammas

      Danilo, eu quase desisto mas a paixão é maior.

      SEI QUE É DIFÍCIL MAS VC PRECISA VIR MAIS POR AQUI.

      Vejo as incoerências, e se criticava por não ter patrocínio, e aí se arruma, desvalorizam.

      Em que pais estão? E em que estado?

      Não leem jornais, não se informam, tratam o futebol como um ser a parte?

      Contratar como, se nem pagamos os atuais contratados?

      Não cabe discutir quem é o culpado,se o Abad sabia, como se isso resolvesse, achei o culpado, e a solução?

      Não vejo ninguém da oposição se movimentando para nada, e no blog, os especialistas já elegeram os culpados(Abad e diretoria, Abel).

      Nossos jogadores são tecnicamente fracos, a subida de muitos garotos não dá consistência, e os melhores não conseguem produzir, além e muito importante , das contusões nos perseguiram o ano inteiro.

      Se vc tiver alguma ingerência, que o CT passe por um descarrego geral, com todas as crenças possíveis ajudando, e em off, sem divulgação, é preciso e possivel.

      Não debato mais porque ninguém quer, mais fácil malhar direto, e se vc opina contra é poliana e vai por ai.

      Sei que vcs são governo, e fica difícil colocar tudo, mas o trabalho a ser seguido é o da mulambada, que apesar de muita ajuda de mídia e Globo, fizeram um trabalho muito sério de reorganização.

      Espero que tenhamos começado, e sei que não se faz de um dia para outro, mas tem que se iniciar, e sem se deixar levar por oportunistas que querem a qualquer preço time, contratações, e depois a conta chega.

      SEGUNDA É DIA DE VENCER OU VENCER, DE APOIAR INCONDICIONALMENTE, SEM VAIAR , ATÉ PORQUE TEMOS MAIS JOGOS.

      INGRESSOS BARATOS, CHAMAMENTO DE MÍDIAS , VAMOS APOIAR .

      A BENÇÃO JOÃO DE DEUS.

      • luiz

        Nem todos que defendem a gestão são polianas, assim como nem todos que opinam contra são oposicionistas.

    • Raul Fernandes

      Concordo q o momento é de união em torno do time com a política clubística devendo ser posta pra escanteio (aliás, nome q causa arrepios de horror aos tricolores).

      Então, surge vc – q é um dos responsáveis por Pedro Abad (ótimo fiscal de IR), estar à frente, com sua inexperiência e seus desvarios à frente do futebol (o q nos interessa aqui).
      Sempre com texto bem redigido. Mas, no caso, indefensável, para explicar o inexplicável caos em q se transformou nosso futebol, razão de ser do FFC.
      Também com as mesmas acusações de” interesses políticos”, contra quem se posiciona no lado oposto das ideias dessa gestão pra lá de discutível.

      Por que vc não questiona quem teve o mau gosto de promover alguns jovens de Xerém, ainda despreparados para usar a camisa titular do Flu ou de qualquer outro clube da 1a. Divisão q se pretenda grande?

      Alguns deles, sem dominar os fundamentos para a posição q pretendem ocupar.
      Uns, sem a menor noção de tempo de bola ou sem saber como se posicionar em ações defensivas. Outros, sem conseguir dominar uma bola de primeira ou “matá-la no peito do pé”, como exigia mestre Telê. A maioria erra passes de cinco, seis, sete metros com uma constância de irritar Jó.

      O melhor deles, pra mim, Mascarenhas, entrou em duas partidas, arrebentou e foi posto na geladeira. Pra volta de Léo Pelé, atleta sofrível do empresário de Renato Gaúcho, Gerson Oldemburg (“Gauchinho”), ex-secretário de Celso Barros.
      O pior é q sei da absoluta honestidade e bom caráter de Alex Torres e Abel Braga. Quem pode ter passado por cima deles?

      Danilo: ficaria satisfeito com uma (apenas) breve resposta, q penso, todos nós desejamos saber – quem são os gênios q dirigem Xerém? Quem e como informam o D. Profissional?

  • Flavio Chammas

    Senhores

    “Presidente do Flamengo sonha com governo do estado
    Ele também toparia disputar o Senado; Câmara, só em último caso”

    Perderam a noção.

    O poder embriaga realmente

    • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

      Comparando com Brizola, Garotinho, Garotinha, Benedita, Pé Grande, Sérgio Cabral Filho, Moreira Franco e outros “repteis”, seria uma ótima opção para o RJ.

      Está fazendo um grande trabalho de “saneamento” no “Frameigo” e prevejo um clube “vencedor” num futuro próximo, inclusive tido como modelo a copiar pelo CEO do FFC. Mas estamos longe ainda no quesito transparência.

      Mas tem muita gente que não quer enxergar o obvio.

  • Leonardo Vieira

    Contrata o meia-atacante Luiz Fernando do Atlético Goianiense.
    Esse é fácil contratar rápido.

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      De lá veio Gilberto, um de nossos craques no título de 1980, um dos dois únicos titulares que não foram formados em Laranjeiras naquele ano, embora sobre o LF eu não tenha opinião formada!

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Trabalhem para pacificar o clube, pois há vários anos o FFC é um clube dividido.
    Criem um PROJETO DE CLUBE, não DE GESTÃO.
    Chamem os outros grupos para participarem de um projeto de 10 ou 20 anos, que certamente também passa pelo estádio, que todos os candidatos prometeram e é uma questão chave para nossa permanência entre os grandes a médio prazo e é o que nos falta para voltarmos a ser um clube completo, já que nosso estádio está sem condições operacionais e o Maracanã virou um palco caro para grande parte dos jogos, quando a nossa campanha não estiver satisfatória, como acontece desde 2013, na maior parte do tempo, comprometendo as nossas finanças.
    Com adversários tão desonestos como nós temos, ainda temos que conviver com ENORMES divisões internas e patrulhamento o tempo todo?
    Tem MUITOS tricolores de bem se afastando, dizendo que não aguentam mais, como leio com frequência nas redes sociais.
    Não precisa ser assim.
    Quem escreve isso é só(?) Fluminense Football Club.

    • Mauro Carvalho – SP

      Alexandre, belas palavras !!!
      Humildade e União.
      Deus te ouça !!
      ST

  • Flavio Chammas

    Ola Luiz, debate sadio sempre foi o meu forte aqui, mas o nível baixou muito(não de pessoas ok, mas de conversa).

    Vou resumir para vc o futebol este ano: UMA MERDA TOTAL.

    AGORA NESTE MOMENTO, PREGO A UNIÃO, E SAINDO DELE, ganhando da PPreta, UM AMPLO DEBATE SOBRE O FUTEBOL.

    O que disse e repito é que agora, procurar culpado ajuda ou resolve?

    Malhar o Abad(mais dois anos) resolve?

    Promessas podem e devem ser cobradas, mas num outro momento e contexto, não o que a oposição vem fazendo(vc há de reconhecer as lambanças deles certo).

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

    • luiz

      Ok e Obrigado pela atenção.
      Concordo com a mobilização para evitar o rebaixamento após uma desastrosa administração no futebol em 2017.
      Mas tenho dúvidas se saindo desse momento o grupo Flusócio se sujeitará a amplo debate.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Espero e torço que para o ano que vem aja ousadia e competência na formação da equipe. Ibis Samorim e Xerém não vai resolver os problemas técnicos da equipe.
    Que esse ano tenebroso sirva de aprendizado.

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Sugiro o mesmo que escrevi no início desse ano: 3 ou 4 reforços de peso para o Campeonato Brasileiro, desde que nas posições adequadas.
      Um grande time tem que ter uma “coluna dorsal”: um grande goleiro, um grande zagueiro, um grande meia (dois é o ideal) e um grande atacante, pelo menos. Esses jogadores tem que ter personalidade forte, de vencedores, quererem ser campeões de tudo o que disputarem, darem a vida nos clássicos! Em 1970 Samarone foi o condutor, em 1984 Romerito, em 2010 Conca foi o diferencial e em 2012 o diferencial foi Fred. Nenhum deles ganhou sozinho, mas foram eles que empurraram o time para os títulos.
      O Scarpa, como mostram as estatísticas, é um criador genial, talvez o melhor do Brasileiro, mesmo tendo sofrido uma contusão “estranha” no início do ano, que comprometeu um pouco do seu rendimento, é jovem e ainda tem muito a crescer. O Dourado mostrou-se um grande artilheiro, e é jovem.
      O Henrique é bom, mas talvez não valha tanto quanto ganhe. Opinião pessoal.
      Houve necessidade de vender o Richarlison e precisamos de um segundo atacante de peso; Wellington caiu de rendimento e a questão física preocupa.
      Sou muito grato ao Cavalieri e ao Gum: ídolos!
      Os reforços não precisam ser caros, nem brasileiros. Jogadores platinos trariam cultura de jogo tática ao time.
      Pode-se ter inteligência na formação do time, como mostram alguns clubes por aí e nós em grande parte de nossa grandiosa História.

  • Sergio Binda

    Perfeito e experimentamos isto por 15 anos. Só que poderíamos ter aproveitado melhor.

    Por outro lado existem clubes como Cruzeiro e Palmeiras, ou o próprio Santos, que conseguem ter campanhas excelentes e consistentes ano sim e outro também sem ter este derramamento de dinheiro.

    ST

  • Mauro Carvalho – SP

    É Juliano, depois da cagada de 2013, perdemos a voz.
    Como diz o ditado: ” Passarinho na merda não pia”.
    ST

  • Mauro Carvalho – SP

    Alberto, juro que eu queria estar errado.
    Essas são verdades difíceis ( não impossíveis) de se apagar.
    ST

  • Mauro Carvalho – SP

    ESSA SEQUÊNCIA NO SITE DO TERRA MOSTRA NOSSA INOPERÂNCIA EM DEFESA DA INSTITUIÇÃO – VEJAM QUAL É A NOSSA REFERÊNCIA NA MIDIA – ISSO NÃO TEM NADA DE “HUMOR” NEM DE “ENGRAÇADO” – É PURA E CONSISTENTE DIFAMAÇÃO E ÓDIO. ATÉ QUANDO FICAREMOS CALADOS?

    PARTE 1:
    HUMOR ESPORTIVO – 14 NOV 2017
    A classificação do Brasileirão com animais representando os clubes
    Cachorro de madame, morcego, macaco… como ficaria o Campeonato Brasileiro se comparássemos os times com alguns animais? Confira!

    https://www.terra.com.br/esportes/lance/humor-esportivo/a-classificacao-do-brasileirao-com-animais-representando-os-clubes,6db5c6fcac920cc443ab27e73756228fv274kh8z.html

    PARTE 2:
    HUMOR ESPORTIVO – 8 NOV2017
    A classificação do Brasileirão com nomes de filmes
    E se os nomes dos clubes do campeonato brasileiro fossem substituídos por filmes famosos, como ficaria a tabela? Veja essa brincadeira do Humor Esportivo!

    https://www.terra.com.br/esportes/lance/humor-esportivo/a-classificacao-do-brasileirao-com-nomes-de-filmes,42003dbaf3923d640603106220d4519bnga6o6er.html
    https://uploads.disquscdn.com/images/684905cf35f5587cc7815684cde27e48c433056a863cfef5a1322c3c881e7e50.png

  • Mauro Carvalho – SP

    ESSA SEQUÊNCIA NO SITE DO TERRA MOSTRA NOSSA INOPERÂNCIA EM DEFESA DA INSTITUIÇÃO – VEJAM QUAL É A NOSSA REFERÊNCIA NA MIDIA – ISSO NÃO TEM NADA DE “HUMOR” NEM DE “ENGRAÇADO” – É PURA E CONSISTENTE DIFAMAÇÃO E ÓDIO. ATÉ QUANDO FICAREMOS CALADOS?
    CADÊ NOSSO JURÍDICO?
    QUE TAL RECEBER UMA GRANA NOS TRIBUNAIS?
    https://uploads.disquscdn.com/images/d9410b95c87976d2e7f56a8283005c81e92baa4a4918a0172f1b58e323f31963.gif

    PARTE 1:
    HUMOR ESPORTIVO – 14 NOV 2017
    A classificação do Brasileirão com animais representando os clubes
    Cachorro de madame, morcego, macaco… como ficaria o Campeonato Brasileiro se comparássemos os times com alguns animais? Confira!

    https://www.terra.com.br/esportes/lance/humor-esportivo/a-classificacao-do-brasileirao-com-animais-representando-os-clubes,6db5c6fcac920cc443ab27e73756228fv274kh8z.html

    PARTE 2:
    HUMOR ESPORTIVO – 8 NOV2017
    A classificação do Brasileirão com nomes de filmes
    E se os nomes dos clubes do campeonato brasileiro fossem substituídos por filmes famosos, como ficaria a tabela? Veja essa brincadeira do Humor Esportivo!

    https://www.terra.com.br/esportes/lance/humor-esportivo/a-classificacao-do-brasileirao-com-nomes-de-filmes,42003dbaf3923d640603106220d4519bnga6o6er.html

  • Sylvio Montenegro

    Esse post tem um erro grave logo no seu segundo parágrafo. O primeiro ano do Peter foi vendido, e deveria ter sido, igual ao trabalho que o Bandeira de Melo fez no rival no primeiro ano do seu mandato.

    Estamos fazendo isso seis anos depois? E o pior é que o Peter ainda facilitou a vida do CRF, apoiando o fim do C-13 e a chamada “negociação” individual da Globo com os clubes.

  • Ricardo Ferreira

    https://uploads.disquscdn.com/images/dded467841def839d3c7235e70c70434de685ef645bd2f3e14e195a45eb1b315.jpg

    Jogador limitado, técnico trapalhão, ambos se sentem no direito de criticar o próprio elenco, de ditar planejamento para 2018!!!

    Total inversão de valores, tudo de cabeça para baixo!

    Um técnico que MATEMATICAMENTE AINDA NÃO GARANTIU NOSSA PERMANÊNCIA NA SÉRIE A DO FUTEBOL BRASILEIRO tem sim a obrigação de calar a matraca e, após quase um ano ( ! ) de trabalho, acertar 100% no jogo contra a macaca, coisa pouco provável diante de tudo que se viu até agora. Deus queira que o insano boquirroto com suas conhecidas invencionices, suas incoerências, sua incompetência, não nos conduza ao abismo.

    Só posso creditar à ausência de comando, a uma anomia completa esta flagrante quebra de hierarquia às vésperas de um confronto que pode nos livrar da vergonha maior.

    Pois é diante desse quadro de anarquia que torceremos fervorosamente pelo presente, pelo futuro do nosso amado Fluminense.

    Pelo menos a ilustração do texto está 100% perfeita, ainda que de cabeça para baixo…

    • Mauro Carvalho – SP

      Que perfeição

  • Marcelo Teixeira

    De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, a grave crise financeira do Fluminense pode ser atenuada em 2018. No mês de janeiro, deve ser lançado um produto financeiro inédito com cacife para inflar um pouco os cofres tricolores: um fundo de investimento ultraconservador que levará o nome do Fluminense, administrado pelo banco Brasil Plural, criador do projeto.

    É isso que esperamos. Trabalho, criatividade e coragem! Se vai dar certo, não sabemos! Mas tentar e ser pioneiro, é obrigação! Lembrando que trazer bons jogafores ajudaria muito.

    Ah…e como eu gostaria de uma proposta pro Dourado. Jogador que era descartado, custou caro, ja com 27 anos e tenho a sensação que esse ano Foi o famoso mal jogador em ótima fase. Tomara que seja artilheiro e venham boas propostas pro Flu. Agora que ta com moral, começou a se meter na gestão do clube.

    Vamos torcer!

    St e otimo domingo a todos!

    • Davi Carvalho

      Não concordo sobre Dourado.
      Foi muito bem no Palmeiras, assim como no Vitória de Guimarães, onde deixou saudades na torcida, que não gostou da sua saída.
      Dourado é aquele cara que precisa de oportunidades, coisa que não teve na sua passagem pelo cruzeiro e mal teve chances na chapecoense.
      Ele falou algo da gestão, que os torcedores falam, ele fez como o Fred fez, como um líder de time faz, reclamou e deu um recado para a diretoria, ele fez algo necessário para o clube, todo time tem um líder que fala mais alto, talvez fosse isso que essa diretoria precisava.
      Sobre o fundo de investimentos, tomara que dê certo, os tricolebas coxinhas de rede social que não se engajam, já começaram a falar mal sobre isso sem conhecimento de causa, prefiro esperar mais pra dar um veredito, mas acho desde já que pode ser uma boa solução para o alívio financeiro.

      • Sylvio Montenegro

        Davi, concordo com você sobre o Dourado. Acho que é um dos que tem condições de ficar. Sabe fazer gols, não treme na frente do goleiro, como muitos.

        Fora isso, joga com garra e respeita nossa camisa. E falou o que todo mundo sabe: precisamos de um elenco mais equilibrado e qualificado. Um elenco melhor.

        Dos pronlemas do Fluminense, é o menor deles, se é que pode ser considerado um problema diante de tantos que temos.

    • Sergio Binda

      Não sugira isto meu amigo. A nossa diretoria de futebol pode atender e ano que vem vamos de Pedro e Peru!!!

      ST

  • Sergio Binda

    Já corrigi … quis dizer Gremio. Quando o Palmeiras perder a Crefisa cai de novo, pois não tem base.

    ST

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Na verdade a minha sensibilidade diz que o perfil típico são as classes D e E, mebora alguns clubes incentivem muito os seus torcedores a participarem, outros, não:

    Acumulado da TIMEMANIA 2017

    9º FLUMINENSE RJ 4.901.823 2,47%

    http://www.caixa.gov.br/Downloads/loterias-timemania/timemania1105Acumulado.pdf

    • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

      Somente norteando, desta arrecadação o FFC fica com 22% e em 2016 “receitamos” R$ 1,69 M.

      Amanhã sorteia R$ 25,50 M, um bilhete único de R$ 2,00 e uma chance de 1 para 26,47 milhão para o prêmio dos 7 números.

      Muito interessante o Bangu com 0,98% e o América com 0,91%.

      O que mata esta modalidade é a aposta única, caso tivesse a possibilidade de jogar mais números, cresceria muito. Mas ninguém faz nada, pois necessita de “movimentação” política.

      Se não conseguimos instalar uma “tendinha” no Maraca para angariar novos sócios, imagine se envolver num processo de Timemania !!

      • Alexandre Magno Barreto Berwan

        Tem clubes que colocam a Timemania em destaque na sua página principal, e se não me falha a memória, o Santa Cruz tem até página para incentivar os seus torcedores a apostar nela. O Botafogo no passado tinha chamamento em sua página principal, hoje não sei.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay…

    Cirurgias, entorses, lesões crônicas: lista enumera problemas médicos do Flu no ano.

    https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/cirurgias-entorses-lesoes-cronicas-lista-enumera-problemas-medicos-do-flu-no-ano.ghtml

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Oremos por um 2018 diferente!

  • Marcelo Teixeira

    Ué…se vende,entra dinheiro…e vamos atras de outro. Hj estou satisfeito com o Dourado! Mas nao me iludo!

    St

  • Flavio Chammas

    Senhores
    Pros saudosos uma boa barca:

    “Tetracampeão brasileiro pelo Flu está no “topo” da lista de dispensa do São Paulo
    Clube paulista deve dispensar outros dois ex-atletas do Flu

    Bruno foi campeão estadual e nacional há cinco anos pelo Flu
    Com uma temporada para esquecer, o São Paulo promete “passar o rodo” ao fim do Campeonato Brasileiro.
    De acordo com o site da Fox Sports, a diretoria do clube paulista promete uma ampla reformulação e um jogador com história no Fluminense está no “topo” da lista de dispensa: Bruno.

    Campeão carioca e brasileiro em 2012, o lateral-direito não vem sendo utilizado pelo técnico Dorival Júnior, assim como o argentino Buffarini, da mesma posição.
    Outros que devem sair são os goleiros Dênis e Renan Ribeiro, o meia Marcinho, o atacante Gilberto e outros dois ex-jogadores do Flu: Wellington Nem, campeão carioca e brasileiro com Bruno há cinco anos, e o atacante Denílson, cria de Xerém.”

    Cansei de ver os especialistas clamarem por eles.

    Mostra que não entendemos nada de scout.

    • andre fahr

      Eu acho que o “scout” do clube também não é lá grande coisa, pois contratou o Lucas para resolver a nossa lateral direita.

    • Jorge Coutinho

      Scout bom eh o nosso
      Q trouxe jogadores q sequer atuavam a peso de ouro..
      Breno Lopes por exemplo!

      ST

    • Aluisio Silva

      “Cansei de ver os especialistas clamarem por eles.”
      Onde? Aqui?????
      Mostra um, um post só pedindo a volta do Bruno!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Jogo de hoje é muito importante, precisamos tirar esta vaca do brejo !!

    Caso consigamos, dois jogos para testar Marcos Felipe e Diogo !! E voltar com o Mascarenhas, que após bons jogos, foi “estranhamente” afastado para se trazer o Marlon.

    Marlon foi uma boa aposta, agora o problema é comprar o jogador, até 31.12.2017, estando o clube com caixa zerado.

    • Claudio Souza

      Acho que Mascarenhas não vinga como lateral. Lento demais. Eu o testaria como segundo volante, até porque vendemos Wendell e Douglas está bichado.

      Marlon serve para reserva. Acho que precisamos de um lateral forte, rápido e bom na marcação. Pra jogar com Scarpa e Sornoza, dois bons jogadores, mas que têm físico de passarinho, precisamos de laterais e volantes vigorosos, que aumentem a capacidade física do time.

      ST

      • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

        Acho Mascarenhas excelente jogador, deveriam ter mantido nos profissionais ou emprestado para a Série B.

        Lateral bom e vigoroso é produto “premium” no Brasil, vide o SEP com grana na agulha e não consegue emplacar ninguém.

        Agora deve acertar a LE com o D Barbosa, que fez um excelente BR2016 pelo Faísca e foi comprado barato pelo Cruzeiro, mas com uma cláusula de equiparar proposta na venda de 100%, que agora não teve como cumprir e vai perder o jogador.

        Nosso Depto de Futebol é lento e fraco, avalia, compra e vende mal, fato. Atualmente não temos um VP de Futebol, ou seja, já tínhamos que ter um planejamento para 2018, inclusive não divulgado, mas já sondando jogadores, mas não vemos nada.

        Vamos ver de João de Deus e Gravatinha decidam hoje e comecemos a reformulação, aliás, muito dificultada pela falta de dinheiro.

        De início “plantava” o Jabel na SEP ou Inter, começava de maneira excelente !! Hehehehe !!

  • Jorge Coutinho

    Não apenas alguns tricolores, como eu, sabem q eh fase.
    Assim como valdiran foi fase.. e mtos outros Bill bill artilheiro do Brasil..

    A diferença q esses caras n ganhavam nem 200 pratas…

    E nosso craque custa um pouco mais de 350 mês.

    ST

    • Valmir Carvalho da Silva

      Desculpe, Jorge. Mas foi por causa de “achismos” sem nenhuma explicação lógica que o Jonathan está arrebentando no Atlético paranaense e o Fluminense sofrendo com Lucas. Quanto ao salário, você deve analisar o custo benefício. E o benefício vale a pena.

      • Aluisio Silva

        Eu até entendo a opinião do Jorge e do Leonardo.
        Mas Dourado foi a melhor coisa que aconteceu no Flu em 2017.

  • Rogério Barbieri

    Legal, Juliano.

    O mais importante é tirar o Cavalieri do gol e colocar um melhor do que ele.

    Temos que acabar com essa sina de que bola alta na área é de qualquer um menos do goleiro.

    Se vier o Gatito, melhor ainda.

  • Jorge Coutinho

    Weverton e Wilson já podem assinar!!!!
    São mais jovens q o Jeferson!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Quando li a grande notícia, tinha certeza do seu comentário !!

    Mas fica triste não, ele tem contrato até julho/2019, somente mais 20 meses.

    Obrigado Peter !!

    • Claudio Souza

      PQP! Tira o tubo! Kkkkk

      ST

  • José Alberto Bernardes

    Se não ganharmos hoje jogo contra o Sport vai ser pra infartar!

  • Leonardo Vieira

    Boa tarde Valmir.

    Henrique Dourado é caro, fraco e está em ótima fase.

    Aparecendo uma proposta boa, vende logo, porque depois não aparecerá outra melhor.

  • Davi Carvalho

    O pior é ter que pagar o salário altíssimo dele até 2019.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Será que alguém da gestão vai ter a humildade e a coragem de reconhecer que esse projeto Ibis Samorim não traz benefícios e o seu custo não compensa. Acabem com isso. Marcelo Teixeira, cadê você? E ainda tem gente preocupado com o salário de 350 mil do nosso artilheiro, enquanto Samorim, que não traz nenhum retorno, vai levando preciosos milhões anuais.

  • Aluisio Silva

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    arrasou!!!
    mas eu acho que o buraco é mais embaixo
    ou então é um recorde, né?

  • Sergio Binda

    Num jogo destes a gente vê como o time é mal treinado, apesar das limitações técnicas e intelectuais da maioria de nossos jogadores. Não há uma transição entre defesa, meio e ataque. O Dourado dá o passe de meio e quem estará na frente para concluir?

    Só espero que o gênio não tire ninguém do meio para deixar o time mais ofensivo.

    ST

    • Pedro Henrique

      É isso. É só chuveirinho o tempo todo.

  • Flavio Chammas

    Senhores

    O mais dificl além de aturar o nosso time, fraco tecnicamente, pressionado, com a bola queimando os pes deles, é ter de aturar o tal de Edinho escroto e Jader não sei o que, falando merda o tempo todO

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

  • Sergio Binda

    Bom … o objetivo deste ano foi conseguido. Talvez pudéssemos estar na semi final da Sula se o Abel tivesse feito exatamente isto que fez hoje. Colocar o Wendel ao invés do bravo Romarinho.

    Missões para a nossa omissa e inoperante Diretoria de Futebol:

    (a) Contratar um lateral direito (este Nino Paraíba me parece uma boa opção) titular, um companheiro de zaga para o Henrique, dois primeiros volantes, dois segundos volantes, um meia para a reserva e um atacante de velocidade para ser titular (ou reserva, pois o Mateus Alessandro me chama a atenção desde quando era júnior).

    (b) Dispensar ou fazer negocio com o Lucas, Nogueira, Leo, Romarinho, Orejuela, Pierre, Gum, Wellington Silva, Peu, Marlon Freitas, Marquinho, Julio Cesar e algum outro que eu tenha esquecido.

    (c) Recuperar o Calazans, Robinho e o Luiz Fernando. Manter o Richard.

    (d) Na minha opinião, se o Abel for mantido, precisa ser monitorado por um departamento de futebol muito forte e atuante.

    (e) Este departamento de futebol deve ser totalmente reestruturado.

    Para finalizar… vejo como obrigação buscar uma vaga na sula do ano que vem. Se o gente boa começar com esta conversa de treinar somente na quinta feira, meio período e o kct… rua!!! Caso não vacilássemos contra Coritiba e Bahia em casa, estaríamos fortes no G7.

    Feliz 2018 e ST…

    • Claudio

      talvez o grande upgrade para 2018 seja extra-campo…parar de ver futebol dessa forma antiga, que serviu até 2012:

      -laterais clássicos tem que apoiar sempre, em primeiro lugar.
      (hoje os laterais defensivos são mais importantes)
      -pensar em fazer gol primeiro
      (hoje, não levar gol é mais importante)
      -buscar reforços só pelo que eles fazem com a bola no pé.
      (de que adianta meia que não marca nunca? ou jogador que não se mexe sem a bola?)
      -tem que ter o meia clássico que decide todas as jogadas driblando e prendendo a bola
      (qual foi o meia clássico do corinthians?
      -no 2o tempo tem que botar mais atacante de área pra fazer gol
      (quantas vezes isso deu certo?)
      -Time é dividido em departamentos: tem o dept. da lateral, do desarme, da criação, do velocista… Então cada vez que jogador recebe a bola, ela é carimbada, dai ele pensa o que fazer, passa pra outro dept. e fica parado esperando o outro dept. fazer sua parte
      (hoje, time joga mais como computadores em rede, como abelhas, todo mundo se mexendo ao mesmo tempo)
      -talento pro drible é tudo. Quero jogadores que saibam driblar 3 e decidir o jogo sozinhos..contra 5 defensores.
      (hoje, consciência coletiva é mais importante de novo…)

      sei lá…por anos o Flu foi o clube do Timinho, do esforço coletivo..
      mas a era unimed fez uma geração de torcedores que acreditam mais em lances individuais.

      Enquanto isso….o corinthians roubou nossa identidade do Timinho do 1×0..e esta ai ganhando títulos.

  • Flavio Chammas

    SENHORES

    POR PRIMEIRO, OBRIGADO JOÃO DE DEUS.

    AGORA PODEMOS FALAR EM REFORMULAÇÃO, CRITICAS E TUDO MAIS QUE SE POSSA DIZER SOBRE O FUTEBOL DO FLUMINENSE.

    ENTENDO SEREM NECESSÁRIAS MUITAS MUDANÇAS, SEM RADICALISMOS, FAZER UM PLANEJAMENTO SERIO, REVER CONCEITOS.

    O QUE DEPREENDEMOS É QUE SÓ COM JOVENS NÃO SE É POSSÍVEL DISPUTAR UM CAMPEONATO LONGO COMO ESTE.

    FICOU NÍTIDO HOJE, NINGUÉM ARRISCAVA NADA, ERA SÓ O OBVIO E MAL ÀS VEZES.

    ALIADOS À NOSSA SERIE DE CONTUSÕES, QUE ATRAPALHARAM MUITO, E POR ISTO INSISTO , URGE UMA LIMPEZA/DESCARREGO GERAL NO CT.

    HORA DE PLANEJAR MUITO BEM O QUE FAZER E PROCURAR SOLUÇÕES, NÃO SE RENDER AO MAIS FÁCIL.

    O CAMPEONATO MOSTROU QUE COM UM POUCO MAIS DE FUTEBOL E SORTE, CHEGARÍAMOS BRIGANDO MAIS EM CIMA.

    AGORA QUE SE RESOLVEU, VAMOS TRABALHAR.

    PROCURAR CULPADOS NÃO RESOLVE O PROBLEMA, SÓ TRABALHO SERIO .

    • Helvio Lins

      Chamas, só pra reflexão: obrigado João de Deus, ou obrigado Deus do João??!
      Saudações tricolores, que 2018 seja mais produtivo pro Flu, e que voltemos ao nosso lugar de origem: a briga pelo topo e pelos títulos….

  • Flavio Henrique

    Vitória na marra.

    Estou me tornando admirador do Dourado. Raça, força e dedicação.
    O cara foi o jogador que mais gols fez no Brasil em 2017 e tem gente que quer o cara fora. Isso sem laterais pra cruzar bola pra ele. Impressionante.

    Pra turma que reclama ou apoia sempre, mas viu o jogo no pay per view. Não consigo entender vocês…..

    Não posso julgar ninguém. Mas moro em Barueri/SP e fui ao jogo.

    Fui porque os jogadores precisavam, fui porque o meu FLUMINENSE precisava.

    Depois a gente discute o planejamento.

    • Sergio Binda

      Parabéns Flávio

      ST

  • cydar60

    Finalmente acabou o sufoco!
    Rebaixamento nunca mais.
    Hoje os abutres devem ficar quietinhos pois quando o time ganha eles somem e vão esconder suas carcaças podres debaixo de seus lençóis sujos.
    E a torcidazinha de merda mais uma vez proporcionou um espetáculo degradante xingando o presidente como se estivessem falando com seus “digníssimos” candidatos derrotados.
    Agora é terminar o ano com duas vitórias mais para poder,com tranquilidade,planejar o futebol do próximo ano rogando aos deuses do futebol que não sejam tão cruéis quanto foram ,esse ano,com o nosso time.
    A única coisa ruim é que não vamos poder mudar a parte podre da torcida que passou o ano inteiro reclamando,vaiando e xingando a tudo e a todos.Só não xingam quem na verdade merece, que são eles próprios e seus próceres medíocres e perdedores.
    FORÇA ABAD
    FORÇA FLU SÓCIO
    FORÇA FLUZÃO

    • Rodrigo

      Esse comentário foi irônico né? Duvido q um tricolor de verdade ache q a torcida do FLUMINENSE está errada em reclamar de terminar o ano disputando pra não cair.

  • Jorge Henrique de Araújo Souza

    O grito d torcida no final do primeiro tempo resume o retrato desta gestão,

  • Augusto Guimaraens Cavalcanti

    Como o ano acabou, é preciso uma correção de rumos para lutarmos por títulos! Um terço da gestão Flu Sócio já passou, é preciso reconhecer os erros e seguir em frente. Que para o ano que vem tenhamos uma boa barca, a contratação de alguns jogadores mais experientes para encorpar e a reformulação do departamento de futebol. Para que 2018 seja bom é preciso começar o planejamento desde já.
    Que a diretoria consiga rescindir o contrato do Marquinho, Cavalieiri, Gum, Julio César, Pierre, Nogueira, Romarinho, Maranhão, Wellington Paulista, Wellington Silva, Léo Pelé, Renato Chaves, Orejuela etc. para conseguir abrir espaço na folha salarial para reforços!

  • Flavio Chammas

    SENHORES

    PARA QUEM NÃO VIU:

    “Vídeo – Jornalista fala em ‘golpe arquitetado’ do Fluminense contra a Ponte Preta
    Flávio Prado levanta dúvidas quanto ao jogo desta segunda-feira”

    https://www.netflu.com.br/v

    É´O BABACA DO FLAVIO PRADO, MAS DESTA VEZ TEM QUE ROLAR ALGUMA COISA A NÍVEL DE JUSTIÇA.

    • vivianne

      Vc acha mesmo q vao responde lo a altura?! Sabemos q nossa direção nao se importa com essas coisas.

  • Alexandre Said Delvaux

    Nada para comemorar. Apoio total aos gestores para prosseguir com a profissionalização do FLUMINENSE. A verdade é que parte da torcida muda de opinião ao sabor dos resultados e se deixa manobrar por “cerébros privilegiados” da imprensa medíocre.
    É seguir o trabalho de profissionalização e projetos importantes para o FLUMINENSE.

    • Lucas L.

      Única unanimidade no Maracanã hoje foram os gritos de protesto.

      • Alexandre Said Delvaux

        Alguém muito importante e conhecido dos Tricolores já disse que a unanimidade é burra. E a maior parte da Torcida do FLUMINENSE não é unânime e, muito menos, burra.

        • Lucas L.

          Esse alguém também disse “Se quereis saber o futuro do Fluminense, olhai para o seu passado.” Tomara que esteja certo, porque o PRESENTE não mostra a “predestinação para a glória”.

          • Alexandre Said Delvaux

            Passado??? A torcida se preocupa tanto com o passado, que o time pode ser campeão do mundo, se perder 3 partidas em seguida, o mundo desaba. O passado pertence a uma ciência chamada História; do futuro, nada sabemos; é no presente que são feitas as escolhas. E aí reside a questão: – Quais as escolhas corretas? Investir, plantar, melhorar para colher no futuro, ou queimar os escassos recursos agora para chorar depois?
            Eu não tenho certeza sobre as escolhas, acho que ninguém tem, mas tenho um convicção: – Quero que o FLUMINENSE resolva os seus problemas para competir na ponta, no topo…

        • Matheus Pedersolli

          Que respostinha… chamou a torcida tricolor de burra e aí depois voltou atras. Mas é burra sim, ao menos quem reelegeu aquele que rebaixou o clube e está todo mundo vendo agora o que foi sua gestão nefasta. No mais, se a maior parte da torcida nao é unanime então tu mesmo se contradiz, e na minha terra de gente honesta, sensata e tricolor de verdade, quando todo mundo pensa de um jeito errado e diferente da gente é porque são fortes as possibilidades de o errado ser voce.

          • Alexandre Said Delvaux

            É mesmo??? Não chamei torcida Tricolor de burra, até porque conheço muitos Tricolores muito inteligentes.
            Na sua respostinhazinha você chamou a Torcida Tricolor de burra.

    • Armando Castanheira

      Torcida quer time. Isso que estão entregando não condiz com o Fluminense. Os que gritaram contra a Flusocio e Abad foram só uns 95% da torcida presente ao estádio. É bom que entreguem um time bem melhor pra 18…

      • Alexandre Said Delvaux

        Eu quero um time MUITO MELHOR, que voe com a águia, não como a galinha. Por isto eu não aceito ser massa de manobras de jornalista(?) que pede a abertura da temporada de caça a torcedores. Não faço coro com jornalista que comemora vitórias de Pirro, nem acredito em milagres na gestão. Fico muito puto com derrotas, com times medíocres que apenas se livram do rebaixamento, mas entendo que é preciso pavimentar a estrada para as vitórias e o sucesso com o Centro de Treinamento aprimorado, profissionais competentes, amortização das dívidas, captação de novas receitas etc.
        Se recuarem no avanço da gestão e formarem um time para ganhar títulos importantes no ano que vem, estarão contribuindo para futuros fracassos e estarei aqui, criticando, embora alguns preferirão comemorar.

    • DANIEL

      De acordo com o comentario sucinto e corretissimo.

    • Mário RJ

      COBRANÇA total aos gestores, de minha parte…

      Parte da torcida muda de opinião ao sabor dos resultados em QUALQUER clube do mundo. Quem não entende isso não deve se candidatar a dirigir um CLUBE DE FUTEBOL.

      Recomendo que administrem uma padaria ou papelaria…

      O que é irracional, em realidade, é ter uma direção de CLUBE DE FUTEBOL explicando a sua torcida que a modernização do clube virá num tempo futuro e indeterminado, a partir de ações e contratos não explicados porque sigilosos, e que até lá devemos relaxar porque “tem gente em casa” e estamos a caminho da “profissionalização”… Até atingirmos Shangrilá, no entanto, resultados esportivos serão um detalhe… Isso sim, meu caro, é irracional… Muito irracional…

      Só faltou, Alexandre, a Flusócio ter dito isso quando foi pedir voto… Entre a “parte da torcida que muda de opinião ao sabor dos resultados” encontra-se muitos que acreditaram nas premissas da Flusócio e em suas promessas de campanha…

      Mas, aqui, toda crítica vem da “oposição”…

      Saudações Tricolores!!!

      • Alexandre Said Delvaux

        Quem falou em oposição?! Onde você leu oposição??

  • Vitor Perez – Resende – RJ

    UFAAA….. não deu o caldo que imaginei no começo de ano.. Que 2018 seja de muitas vitórias!!!!

  • Sergio Binda

    Se mantiverem esta estrutura atual, não vai fazer nada mesmo.

    E olho que não estou falando na contratação de medalhões. Medalhão bons e que contribuam com o time são escassos. Destacaria Thiago Neves, Hernanes e só!!! Estou falando de atletas de bom porte físico e com técnica razoável, mas que sejam bem treinados e foçados em Vitória e competir por títulos.

    ST

  • Davi Carvalho

    E já começou a paulistada a baixar o nível
    https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2017/11/20/daronco-da-dois-amarelos-no-mesmo-lance-e-expulsa-jogador-da-ponte-preta.htm?utm_source=facebook.com&utm_medium=social&utm_campaign=fb-esporte&utm_content=geral

    Alguém dentro do clube vai começar a agir contra esses canalhas ou a torcida vai ter que comprar o barulho do clube novamente???
    Esse UOL precisa tomar uma chamada pública, já passou dos limites há muito tempo.

  • Cesar Moreira

    Eu não sou torcedor de um clube que comemora fuga do rebaixamento contra a Ponte Preta.

    Abad, seja humilde e reveja seus conceitos. O tamanho e a história do Fluminense, a sua torcida, os nossos filhos e as crianças que estão aprendendo a amar o Fluminense não toleram outro ano de uma gestão como essa.

    Teixeira fez um PÉSSIMO planejamento, se é que podemos chamar isso de planejamento. Um bando de jogadores sem qualidade para jogar no Fluminense, um elenco todo desequilibrado, uma zaga tenebrosa, nenhum lateral, NENHUM!!! Todos são horrendos.

    Deram aval pro Abel indicar jogadores. Romarinho, PQP!!! E Marlon. Só não estamos xingando o Marlon pq o Léo é medonho. Mas esse Marlon é muito ruim.
    Abel, o trabalho foi HORROROSO!!! Insistiu com esquema de três volantes com resultados horríveis, despencamos na tabela e ele insistindo no esquema. Bancou Maranhão na final do Carioca e deu no que deu. Depois fez exatamente o mesmo na Sula, e deu no que deu. Acabamos o ano sem padrão de jogo, sem leitura de jogo, com substituições equivocadas. Nossa única jogada “ensaiada” é aquele lateral na área que nunca deu resultado.

    E na questão financeira, POR FAVOR, entenda que não é cortando os custos que vc vai fazer o Fluminense maior. É aumentando as receitas. Traga patrocínios decentes, que valorizem nossa camisa, até entendo a atitude nesse final de ano, eu mesmo postei apoiando que transformassem nossa camisa num outdoor, precisávamos de dinheiro, mas para 2018 NÃO!! Montem um time avaliando cada posição, um elenco equilibrado. Analisem não só a questão técnica, mas histórico de lesões. O Fluminense esse ano teve todo mundo no DM. Só o Wellington esteve lá 200 vezes. O Fluminense não pode ter 150 volantes e dois meias de criação, não pode!! Não pode perder o Richarlisson e achar que Peu vai resolver, NÃO PODE!!

    E finalmente, entenda que o Fluminense NÃO EXISTE SEM SUA TORCIDA!!!
    Peter e vcs afastaram e anestesiaram a torcida como nenhum outro presidente. Não podemos ficar acostumados com derrota. Não podemos virar saco de pancada e achar que faz parte da reformulação do futebol, NÃO FAZ!! Não pode um clube como o Fluminense nunca ter ganho da Chapecoense, ser achincalhado pelo Vasco e ficar por isso mesmo, NÃO PODE!!!

    Traga a torcida pro lado do Fluminense novamente, lembre de 2009!! Monte um time que tenha sangue, que corra, que se entregue, que não faça beicinho quando toma vaia, que vá lá, faça o gol e comemore com raiva pra torcida, que nos mostrem que querem algo mais. Mas tudo isso só vai acontecer se o exemplo vier de cima. De vcs Flusócio.

  • Willy H

    Monitorando as redes…O Fluzão não cair deixa muita gente revoltada…kkkk
    Ano que vem viremos forte pra não dar nenhuma chance a esses palhaços da midia.

    • Davi Carvalho

      De enojar sites como o UOL, um lixo de paulista.
      Engraçado, o cara puxa o Marcos Jr. era último homem, o Daronco contemporiza dando só amarelo e ninguém fala nada.
      No segundo cartão do Naldo, já era pra ser vermelho direto, pelo foi com tudo no Sornoza.
      A imprensa, principalmente a de SP, é louca pra nos rebaixar.

    • Valmir Carvalho da Silva

      Será que viremos fortes? Deus o ouça. Não é isso que o Abad declara.

  • Ricardo Oliveira

    dou valor a quem merece Henrique dourado e Marco Junior e o Richarlison esses a
    gente via que não fazia parte da panelinha tipo eles fingem que me paga e eu finjo que jogo os paneleiros safados igual a diretoria que atrasou os salários desses mercenários safados…. não adianta ser bom e mercenário e o pior mascarado…..Wendel é outro safado.. https://uploads.disquscdn.com/images/ff87543dbb3c8b358858e8ec7c954f25de18f89d54cccbf5c571dcaaddca64bd.jpg

  • DANIEL

    Ano passado io Leo também foi, Renato foi muito bem e depois vimos no que deu.

  • Valmir Carvalho da Silva

    Caro Claudio,o que se divulga é algo em torno de 18 milhões de reais anual. Isso é baixo para um clube que vem a público chorar que precisa vender seus melhores jogadores? E mesmo que não seja esse o valor, não vejo benefício algum.Projeto interessante? Interessante em que? Qual jogador desse projeto voltou ao Fluminense e mostrou futebol condizente com tamanho do clube?Internacionalização da marca? Internacionalização da marca é ganhar a Libertadores ou ao menos disputá-la ou ganhar a Sul Americana.

  • Davi Carvalho

    Um clube tem que estar preparado para essas contingências.

  • Rodrigo

    Perdemos para um Grêmio desmantelado no Olímpico, sem oito titulares.

  • Jailson Jose Ferreira de Olive

    Infelizmente as perspectivas não são muito boas se formos bem realistas

  • Sergio Binda

    Concordo contigo, mas depende do contrato que temos com o Abel. Se for pra criar nova exigibilidade milionária para o clube, deixem ele continuar e tentem enquadra – lo.

    ST

  • Sergio Binda

    Vejo vários tricolores revoltados com o Flávio Prado. É justo e cabe um processo. Por outro lado entendam que é um repórter de baixíssimo calibre e com zero poder de influência por aqui.

    O cara não tem ibope… não vale a pena reverberarmos os arroubos de loucura deste cidadão. Se couber que o clube o processe e o obrigue a provar as acusações que faz.

    ST

    • Matheus Pedersolli

      Pensa pequeno. Temos que ter torcida no país inteiro, e defender o Fluminense em qualquer canto em que falarem mal do clube. Desqualificar o sujeito como insignificante é um convite à inação e preguiça.

      • Sergio Binda

        Como disse … o clube deve processá – lo.

        ST

  • Ricardo Ferreira

    https://uploads.disquscdn.com/images/c90d305f9b20c7273572958abe1a5496583ccc11e78427e46c6220a8fbac5b15.png

    Poooooooooooorrrrrrrrrrrrrrrrrrrraaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

    Neeeeeeeeeeeeennnnnnnnnnnnnnnnnsssssssseeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!

    1,2,3!!!

    4,5,1000!!!

    Segunda divisão é a puta que o pariu!!!!!

    Feliz 2018!!!!

    2018…amanhã nós conversamos.

    Hoje vou me dar o direito de ficar por ontem…

    Dias melhores virão.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    O Fluminense (14º, com 46 pontos), tem a sua frente, SPFC (46), Chaprecoense e Atlético-PR (48) e Bahia (49) . Nas próximas rodadas se matam Bahia vs. Chapecoense e São Paulo vs. Bahia. São Paulo e Chapecoense jogam contra o desesperado Coritiba, o SPFC no PR. O Atlético-PR joga contra o desesperado Avaí, que ontem ganhou do Palmeiras em SC, e contra o Palmeiras no PR. Enfim , se o FFC ganhar os seus dois jogos, dá para sonhar com o 10º lugar.

    O ano não acabou, e sábado é dia de tricolor ir ao Maracanã!

  • Sylvio Montenegro

    Sem entrar no mérito sobre o trabalho do Abel, li que o Fluminense veria com bons olhos o pagamento da multa rescisória. Logo, achei que a multa seria de um valor significativo, no entanto são 700 mil reais.

    A diferença da premiação no Brasileiro do 10° para o 16° colocado é de 850 mil reais. Então, já que estamos contando moedas por falta de competência para captar recursos, comprar e vender jogadores, é bom ficar ligado, até porque vale vaga na Sula 2018.

    Dessa forma, encarar o campeonato com seriedade até o fim, não é só pra honrar a camisa ou por respeito aos clubes que porventura estejam lutando contra o rebaixamento.

    • Rafael Pottes

      Caro Sylvio, esquece a multa do Abel, ele vai sem multa, de comum acordo, assim como não cobrou multa em suas demissões anteriores…
      Eu, particularmente, acho q ele fez um péssimo trabalho dentro de campo, mas podemos discordar.
      Ganhar os 2 jogos ou pelo menos lutar por eles é nossa obrigação
      Grande abc e saudações

  • luiz

    Segundo Abad, 2018 também será de muito a dificuldade e que não quer agora falar sobre técnico !?!?!?

    Ora, independente do trabalho do Abel durante o ano, o Abad até então garantia o cumprimento do contrato até o final de 2018.

    O que teria acontecido ?

    Possivelmente pretende manter a política adotada (ele acha o time competitivo) e o Abel pode estar, depois de ter abraçado a idéia no início do ano, constatou que a planejamento adotado não seu certo e quer mudanças para o próximo ano, para evitar novo sufoco.

    Então, nem no segundo ano de mandato o Abad cumprirá promessas de campanha.

    Está de brincadeira com os eleitores que lhe confiaram o voto.

    Flusócio, sem comentários ….

    • Claudio Henrique Martins Souza

      Esse Abad é o fim do Fluminense. …ele já mostra pra torcida o que será 2018….muita dificuldade.
      Além disso ,ele é disse que o Flu não frequentou nem uma vez o Z4….isso realmente é um grande trunfo. …
      Esse presidente (p minusculo) é o que escolhemos ….e vamos sofre muito com essa gestão.

  • Sergio Binda

    Vocês viram que falei que tem de processar o cara? Se não ficou claro, volto a repetir … processem – no.

    Por outro lado chega de ficar buscando manchetes negativas para dizermos que somos os perseguidos e os coitadinhos do futebol. Vamos mirar clubes como Cruzeiro e Gremio. Nenhum dos dois é o time da massa nos respectivos estados. O Grêmio esta semana disputa a final da Liberta e a dupla de laterais direitos dos caras é Edilson e Leo Moura!! O técnico é o Renato Gaucho!! O lateral esquerdo é o Cortes!! Isto chama – se foco, treinamento duro e estrutura.

    O Vasco foi e é achincalhado pela imprensa há anos e está ai…

    Se o Fluminense conseguir se impor em campo como um clube forte, este tipo de comentário desta imprensa sensacionalista, a qual pertencem Flávio Prado e Milton Neves, não nos afetará.

    ST

  • Sergio Binda

    Como falei … o clube deve processá – lo.

    ST

  • Alexandre Said Delvaux

    Realmente não sei o significado do “aqui”. Mas Juliano, qual o título do blog? Quem administra o blog? Qual a principal função do blog? Não preciso fazer mais perguntas.

  • Alexandre Said Delvaux

    Gosto muito, não a ponto de concordar com tudo, por exemplo: “A maior desgraça da democracia, é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são a maioria da humanidade.”, mas nos faz refletir, e muito, sobre a manipulação das massas.

  • luiz

    De início, ressalto aqui erros de digitação em minha postagem anterior….

    Há boatos de que o Palmeiras ofereceu salário mensal de 1,5 milhão ao Abel.

    Por conta disso e para tentar manter o técnico o Abad contrataria o ex jogador Conca e apresentaria ao Atlético MG proposta de uma troca do Dourado pelo Fred.

    Hoje acho péssimo negócio essa troca diante do rendimento de ambos em 2017, levando-se ainda em conta tudo que ocorreu desde 2012.

    Abad, sem comentários…

    • Gustavo

      C R E D O

    • Helvio Lins

      respeito a história do Fred, mas hoje prefiro o Ceifador, Conca já deu, é um ícone de nossa historia, campeão indiscutível, mas não tem mais condições físicas… não vai dar certo…

    • Mauro Carvalho – SP

      Deus nos livre disso.

    • Sylvio Montenegro

      Tudo surreal, desde o 1,5 milhão para o Abel, até a contratação do ex-jogador-traíra-aposentado-em-atividade e a troca do Dourado pelo Fred. Não posso acreditar nisso.

      • Fernando Ventura Jr.

        Li que o Conca não recebeu um mês do Fluminense desde a sua volta. O Fluminense estava indo razoavelmente bem, quando a diretoria trouxe o Conca e depois o Ronaldinho. Foi nesse período que vieram o Wellington Paulista e o Walter? Tudo isso tumultuou o ambiente e gastou-se muito.

    • Fernando Ventura Jr.

      Tem que aproveitar o excelente ano do Dourado e vendê-lo por um bom valor. Fred? Nunca mais! Tem que trabalhar com Pedro e Peu no comando do ataque. Usar o Matheus Alessandro ou Marco Jr. ora atacando pela esquerda, ora pela direita. O Scarpa deve sair depois do Wendel. Usar o Sonorza com o Daniel. Como volantes eu usaria o Pierre e o Richard.

      • Flavio Henrique

        Pedro e Peu ?

        Na boa, o Peu não tem a menor condição de jogar em time de ponta.
        O Pedro entrou várias vezes este ano e nunca jogou bem.

        Partir para uma temporada inteira com essas duas opções de comando de ataque seria temerário, quase suicida.

        Quero muito queimar a lingua mas, penso que os dois não serão jogadores de bom nivel. No máximo para compor elenco.

        Somente minha opinião.

    • Flavio Henrique

      Boato. Ainda existirão muitos outros boatos até o fim de janeiro.

      Pelo (pouco) que sei, chance zero.

  • Paulo Ypyranga

    Se o Abel for para o Palmeiras ano que vem vai disputar tudo e calar a boca de muita gente que cospe no prato que come.

    Vai ter muito tricolor, que hoje pede a cabeça dele, dizendo que nos desfizemos de um puta treinador, identificado com o clube, pra pegar um fulano de tal e apequenar o clube.

  • luiz

    Perfeito !!!
    E aí Flusócio ?
    Falem alguma coisa, ao menos reconheçam equívocos e digam que estão revendo o que comprovadamente não deu certo.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    A luta pelas vitórias precisa ser maior do que tudo nessa hora.
    O que não pode é o time entregar os pontos antes da hora, pois se há chance, deve haver luta!
    As chances de um G-9 são maiores do que a de não termos caído em 2009, e se a de um G-8 é menor, isso deve ser ESTIMULANTE para a briga!

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Buscar maior premiação

      O Fluminense pode terminar o Campeonato Brasileiro entre a oitava e a 16ª colocações. O oitavo colocado receberá um prêmio de R$ 2.072.655,00, enquanto o 16º levará apenas R$ 744.030,00, uma diferença considerável de R$ 1.328.625,00. Em um ano com sérias restrições financeiras, qualquer premiação a mais será bem-vinda nos cofres do clube.

      https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/sula-dourado-artilheiro-e-vai-que-veja-como-flu-pode-salvar-ano-de-2017.ghtml

      • Claudio Rodrigues

        Alexandre,

        Concordo com você, só quis enfatizar que o Abel pensou em fazer “experiências”…

        A mentalidade está errada, não é profissional. Não existe cobrança, não existe planos de metas, recompensas etc.

        A sensação é que o Fluminense tem um time desinteressado e um técnico que faz um favor ao clube.

        Saudações Tricolores!

  • Vitor Perez – Resende – RJ

    Grande Paulo, andei um poucl afastado daqui, correria do dia a dia. Agora mais tranquilo,vou voltar a frenquentar esse ambiente, que por sinal é muito bom para debater Fluminense!!!!

  • Davi Carvalho

    Mais um ano de “austeridade”???
    E a ousadia???
    Não quero sofrer de novo ano que vem.

  • Rodrigo March

    Acho que o principal problema é que não ficou claro para a torcida que teríamos um ano difícil, diferentemente do que foi explicitado nos rivais que passaram pela mesma dificuldade. Tudo é uma questão de expectativa. Não sei se isso não foi feito por medo da reação, pela crença de que Abel faria mágica, pelo início de ano enganador no Estadual, enfim, mas ainda não dá tempo de calibrar o que a torcida pode esperar em 2018, sem receio.

    • Fernando Ventura Jr.

      Tem que haver transparência. Vamos ter um ano sem estrelas. O forte vai ser o preparo físico e o conjunto da equipe. Algo do tipo. Explicando que não tem dinheiro para gastar, mas os que forem contratados, dentro da realidade do clube, vão ter os salários sempre em dia.

  • Flavio Henrique

    Perfeito, Léo. É exatamente o que penso.

    Poucos jogadores, nenhum lateral e,ainda perdeu os jogadores mais técnicos do time (Sornoza e Scarpa) por contusão.

    Soma ainda o fato dos salários atrasados.

    Mas para a turma por aqui, ele é o Abelanta.

    Palmeiras e Inter devem ser loucos….

  • Leonardo Vieira

    Eu trocaria os jogadores do Palmeiras pelos do Fluminense.

    Perguntas Importantes:
    1- Fluminense poderia jogar melhor com os jogadores que tem no momento?

    2- Qual seria a melhor opção para dirigir o Fluminense em 2018?

    Na minha humilde opinião, o Abel não conseguiu achar um esquema tático que equilibra-se a equipe. Atualmente, nosso preparo físico não existe, somos o pior dentre as 20 equipes que disputaram o Brasileirão. Nossos jogadores pareciam uns zumbis de Walking Dead contra turma do Rick ou contra a turma do Negan, presas fáceis.

  • Flavio Henrique

    A verdade é que cada vez que o Abad dá uma declaração na imprensa, ele desmotiva torcida….

  • Alexandre Said Delvaux

    Uma conversa que já ouvi trocentas vezes e, com certeza, vou ouvir de novo: – as contratações serão cirúrgicas!
    Que tal não contratar lateral com mais de 30 ano? Nem para a reserva. Se for para contratar, que sejam atletas melhores que os contratados. E que se acelere o processo de dispensas. Todo o meu apoio à profissionalização completa do FLUMINENSE, o que não implica tolerar erros!

  • Mauro Carvalho – SP

    AMIGOS, SE NINGUÉM FIZER BESTEIRA, APROXIMA-SE A DATA DE DEVOLVER O LUCAS AO PALMEIRAS……AMÉM

  • Mauro Carvalho – SP

    A PARTIR DE 01/12, VÁRIAS DE NOSSAS XEPAS EMPRESTADAS ESTARÃO POSSIVELMENTE RETORNANDO AO CLUBE.

    ISSO É COMO A APROXIMAÇÃO DE UM TSUNAMI.

    ELES SE JUNTARÃO A LUCAS, RENATO CHAVES, RENATO, LEO PELÉ, ROMARINHO, GUM, MARLON FREITAS, MARLON, MARQUINHOS, PIERRE, OREJUELA…É UMA INVASÃO DE MARCIANOS

    O site VAVEL Brasil preparou um raio-x com a situação de 15 jogadores que estão cedidos pelo Tricolor. Confira abaixo:

    Giovanni – lateral-esquerdo – América-MG – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Após breve passagem pelo Náutico, onde pediu rescisão por conta dos salários atrasados, Giovanni foi reemprestado, para o América MG, treinado por Enderson com quem trabalhou em 2015. Com um bom começo, o jogador garantiu a titularidade e teve papel importantíssimo na campanha do clube mineiro, inclusive marcando o gol que deu o acesso a Série A do ano que vem.

    Danielzinho – meia – Oeste – Contrato de empréstimo até 30/11/2017. Depois de uma passagem um pouco apagada em 2016 pelo clube de Itápolis, o jovem meia retornou para a disputa da Série B e tem feito bons jogos, sendo um dos pilares do meio campo e ajudando o Oeste a chegar perto de um acesso inédito. É o vice-líder de assistências do clube paulista, com quatro passes pra gol no brasileiro.

    Ayrton – lateral-esquerdo – Londrina – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Titular em todos os jogos do paranaense, Ayrton foi eleito o melhor lateral do torneio e teve boas atuações na Primeira Liga, no qual foi bicampeão, mas dessa vez com o Londrina. Teve regularidade em boa parte do ano e foi um dos destaques do clube paranaense.

    Igor Julião – meia/lateral direito – Samorin – – Contrato de empréstimo até 30/06/2018
    Talvez o grande destaque do novo Samorin, Igor voltou dos Estados Unidos e assumiu a camisa 10 do time eslovaco. Com 3 gols e 3 assistências pra gol, é o nome que mais tem impressionado, sendo o armador da equipe.

    Wellington Silva – lateral-direito – Bahia – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Titular em 2016 no Fluminense, começou o ano em baixa, perdendo boa parte dos jogos do Bahia por conta de lesões. Com apenas três jogos, foi submetido a uma cirurgia em maio, no início do Brasileirão e só voltou a ser relacionado agora, no fim.

    Edson – volante – Bahia – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Com bons momentos durante o ano e possibilidade de ir a Libertadores com o Bahia, Édson tem agradado no tricolor de aço, marcando quatro gols, sendo um deles em um clássico contra o Vitória. Chegou a sofrer uma lesão durante o Brasileirão, mas logo assumiu a titularidade novamente.

    Maranhão – atacante – Ponte Preta – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Pouco utilizado no Fluminense, Maranhão começou como titular na macaca, mas aos poucos foi perdendo espaço e não caiu nas graças da torcida. Desde a chegada de Eduardo Baptista, foi titular em apenas um jogo e sequer entrou na maioria dos outros.

    Lucas Fernandes – atacante – Atlético-PR – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Sem conseguir repetir os ótimos números que fez em 2016 pelo Atlético de Autuori, foi reserva em boa parte do campeonato brasileiro e não impressionou. Foram mais de 12 jogos e poucos minuto em campo.

    Felipe Amorim – atacante – América-MG – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Em 2017, Felipe retornou justamente ao clube que foi contratado junto ao Fluminense. Porém, o atacante não conseguiu se firmar na equipe mineira e teve poucas oportunidades, sendo a maioria delas no final do campeonato.

    Willian – volante – América-MG – Contrato de empréstimo até 31/12/2017
    Após bom paulista pelo Mirassol, Willian teve uma passagem discreta pelo América Mineiro, onde, assim como Giovanni, reencontrou seu ex-treinador, Enderson Moreira, mas foi reserva em boa parte dos jogos.

    Artur – zagueiro – Paraná – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Sem grande sucesso nos últimos clubes, Artur não teve um destino diferente no clube paranaense. Só atuou durante o Paranaense e no início da Série B chegou a ser devolvido, mas o Fluminense recusou e o zagueiro permaneceu treinando no clube.

    Thiago André – meia – Tupi – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Thiago chegou ao Tupi junto ao trio Elivélton, Bonilha e Matheus Pato. Sem muitas chances durante o Mineiro, sofreu uma lesão enquanto o clube o jogava a Série C e retornou aos treinos em Xerém.

    Breno Santos – lateral-direito – Samorin – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Com péssima passagem pelo Metropolitano de Santa Catarina, Breno foi emprestado ao Samorin, mas não conseguiu repetir as boas atuações que tinha na base. Sem grande destaque, mas ainda sim titular, o lateral não deve permanecer na Eslováquia.

    Levi – meia – Remo – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Retornando do Samorin, foi emprestado ao Remo, que já fazia seus últimos jogos na Série C e acabou só disputando uma partida.

    Bonilha – meia – Tupi – Contrato de empréstimo até 30/11/2017
    Tendo uma ótima passagem pelo futebol finlandês, o campeão brasileiro sub-20 em 2015, Wallace Bonilha recebeu sua primeira chance em outro clube do futebol brasileiro. Alternando entre a titularidade e o banco de reservas, o volante não teve oportunidades durante a Série C.

    • Luiz Fernando De Oliveira Juni

      Dessa turma toda só dá pra aproveitar Edson, Danielzinho e talvez Lucas Fernandes…o resto é mais do mesmo que temos…prorrogação dos empréstimos já

  • Mauro Carvalho – SP

    Marcelo Savioli, sempre lúcido:

    Por que nosso futebol chegou a esse final de ano melancólico?

    Amigos, amigas, vamos direto ao assunto que interessa porque eu não tenho a menor vocação para comemorar fuga de rebaixamento. Não é a primeira vez, nos últimos três anos, que o Fluminense nos cria expectativas e termina o ano de forma melancólica no futebol.

    O que a gente precisa fazer é saber atribuir as devidas causas aos devidos fracassos. O que aconteceu em 2013 foi completamente diferente de 2014, que foi mais diferente ainda de 2015 e 2016. Em 2013, o Fluminense desmontou um time campeão, a Unimed decidiu não investir e não tínhamos um projeto alternativo. A ação danosa do poder público enxugou nosso caixa, perdemos Fred e Carlinhos, lesionados, já no meio do ano e Peter decidiu demitir Luxemburgo com umas oito rodadas de atraso.

    Em 2014, tínhamos elenco para sermos campeões brasileiros, mas a politicagem no vestiário, atrasos de salário e o ambiente pesado nos tirou até mesmo a vaga para a Libertadores. Já em 2015 e 2016, sem Unimed, o fracasso se deu mais pela péssima gestão da temporada que pela escassez de recursos, que até foram bem abundantes. Um entra e sai danado de jogadores e o pessoal pensando mais na eleição de 2016 do que em competir com os adversários. Sem contar com a gana por vender jogadores e comprar outros, sem montar um time, e quando montava desmontava no meio da temporada para montar outro.

    Aliás, a temporada atual é fruto do que foi feito nas duas anteriores. Uma gestão dos recursos ruins, contratações sem lógica, elenco inchado e desqualificado, contratos absurdos e um rombo orçamentário de fazer medo. Ao contrário das temporadas anteriores, tivemos um planejamento com lógica, com base nos recursos que tínhamos. Tínhamos tudo para ter um ano muito melhor, não tivemos desmanche de elenco, mas a coisa foi degringolando ao longo da temporada e é preciso que, antes de falar em planejamento para 2018, façamos um diagnóstico do que nos trouxe à presente situação. Sempre deixando claro que esse é o meu diagnóstico, que posso estar meio, ou totalmente, certo ou errado.

    O nosso primeiro problema é de gestão do futebol. Acho muito válido o modelo de gestão colegiada, pois confere transparência ao processo. Não obstante, se alguém me perguntar quem responde pelo planejamento e pelo controle desse planejamento no Fluminense, eu simplesmente vou dizer que não sei. Eu estou desde o início do ano tentando entender qual a função do Marcelo Teixeira no Fluminense e quanto mais ele explica, menos eu entendo. Se o cara é o principal gestor na hierarquia do futebol, como é que ele não responde pelo futebol profissional? O Torres faz o dia a dia, o papel do diretor executivo, ok, mas quem é que responde pelo planejamento? Quem é o cara?

    Pelo menos a gente percebe que o Abad já identificou esse problema, tanto que convidou o Parreira para ser vice-presidente de futebol. Parreira recusou. Só que eu não acho que é essa a solução. O Fluminense hoje tem diretor executivo até de jardinagem, mas não tem um diretor executivo de futebol. A impressão que eu tenho é de que há um vácuo e isso faz com que um modelo talhado para ser transparente se torne obscuro. Eu acho que o primeiro passo que o clube precisa dar é contratar um gestor remunerado para o futebol. Um cara que entenda de gestão de recursos, orçamento, tática, metodologia de treinamento, scout e dia a dia do futebol, que possa sentar com o treinador e falar a mesma linguagem, que saiba o que cobrar. Você pode continuar trabalhando no modelo atual, mas tem que ter um cara que centralize tudo, inclusive integrando a gestão do futebol profissional com o futebol de base.

    O outro problema foi o comando técnico. O Fluminense em momento algum do ano teve consistência defensiva. Quando foi melhor na defesa, murchou no ataque. Falta atualidade ao treino do Fluminense. Isso é perceptível na trajetória da equipe. Eu não falo isso de agora. Eu venho falando isso desde o começo do ano. O Fluminense começou no auge e foi murchando. A falta de organização tática, de consistência e integração nas fases do jogo vai tirando a confiança dos jogadores, porque os caras começam a correr de um lado para o outro e as coisas não funcionam.

    Se eu tivesse que tomar uma decisão, era pegar esse novo gestor, montar um plano para os próximos dois anos, analisar o elenco e contratar outra comissão técnica para estabelecer um padrão de jogo e uma rotina de treinamento atualizada. Nada contra o Abel, em 2013 fiquei quase sozinho pedindo sua permanência, elogiei muito o trabalho que vinha fazendo naquele ano, mas o futebol mudou. Você tem um monte de técnicos vencedores que não conseguem mais fazer bons trabalhos. Muricy, tetracampeão brasileiro e da Libertadores, desistiu. Vanderlei Luxemburgo não consegue ficar mais de três meses num clube. Até o Levir perdeu o rumo. Não quer dizer que o técnico, por ser mais velho, não serve. Não é o técnico, é o trabalho, a metodologia. O futebol hoje é igual qualquer área de conhecimento. Se o cara não estiver o tempo todo se reciclando, fica para trás.

    Na época da Unimed o Fluminense era uma bagunça, mas com dinheiro no bolso sua margem de erro é muito maior. Com escassez de recursos, o Fluminense não pode errar. São duas balas e dois alvos. Margem de erro zero. Se errar, presidente, vai penar o próximo ano inteiro. A arquibancada, por mais abundantes que sejam as informações disponíveis, não se pauta pelo meio, pelos cenários ou qualidade dos recursos, mas pelo resultado. Antes de ter que analisar Fluminense, eu era assim. Eu sei como pensa e reage o torcedor. Aliás, eu ainda sou um deles, só que com essa cruz a carregar. Se os resultados houvessem acontecido, ninguém estaria discutindo falta de investimento, planejamento do futebol e outras tantas mazelas.

    ***

    Mudando a abordagem, mas sem mudar o tema, o Fluminense vai lançar um projeto muito bom, que é o fundo de investimentos. Ao que me parece, é o mesmo modelo de negócios que o governo e os bancos usam para se financiar. Você compra um título, fixa uma taxa de remuneração daquele título, em determinado prazo, ao final do qual você resgata o dinheiro com juros. É uma modalidade conservadora de investimento, com baixo risco, mas baixa remuneração.

    Diziam que a meta era captar R$ 50 milhões. Acredito que tenham feito estudos para respaldar essa meta. É importante ressaltar que não é um projeto para geração de receitas. É uma forma do clube financiar sua dívida a baixo custo. O investidor, na verdade, está emprestando dinheiro ao clube em troca de juros. É isso que significa.

    Se o Fluminense atingir essa meta e isso vier combinado com um bom mix de patrocinadores, inclusive um patrocínio máster, o clube, ao mesmo tempo, alivia o fluxo de caixa, ganha liquidez, pode obter melhor equilíbrio do orçamento, se tornar muito pouco dependente de receitas com transferências e ainda ganhar capacidade de investimento.

    Não estou garantindo nada, até porque eu não tenho acesso aos números e não sei quantos novos esqueletos saíram do armário nos últimos meses, mas com o elenco atual, que conseguiu resistir a uma temporada de cinco competições, um trabalho ruim da comissão técnica, à venda de Richarlison e a um caminhão de lesões graves e desfalques, se for reforçado, vai nos dar muitas alegrias, mas tem que fazer antes os ajustes na gestão e no comando técnico.

    Se não houver condições de investir, mas pelo menos equilibrar o orçamento, não depender de receitas de transferências para fechar o caixa, já é muita coisa diante do que essa gestão encontrou no início do ano, mas esse é assunto para a próxima coluna.

    Uma boa semana para todos!

    Saudações Tricolores!

    • Marcelo Teixeira

      Ele é muito bom! Coerente, imparcial, equilibrado e justo. Criticas sempre construtivas.

      E o melhor…fala como tricolor independente de posição política!

  • luiz

    Inacreditável essa declaração do Presidente Abad.

    Fez campanha com promessas descumpridas e agora, passados cerca de 12 meses, vem com essa declaração ?

    Está de brincadeira Presidente ?

    E para isso que o grupo Flusócio batalhou para chegar ao Poder ?

    Acho que essa declaração nem os polianas defendem !!!!!

    Como eleitor do Abad sinto-me absurdamente enganado.

    • Fernando Ventura Jr.

      Mas ele não deixa de ter razão. A despeito do vexame, que já vinha desde 2013, nós torcedores e a imprensa tocaram terror quanto a isso, enquanto o São Paulo que ficou a maior parte do campeonato da Z4 estava serenamente trabalhando para sair de lá. Chegaram a colocar o Fluminense na Z4 por conta de resultados intermediários da rodada.

  • Alexandre Said Delvaux

    Apoio total à profissionalização, sem achismo, sem gambiarras, sem arranjos…
    Continuo, no entanto, cobrando: – Existe algum estudo para aproveitamento do espaço subutilizado do Estádio das Laranjeiras? Quem vive reclamando da falta de dinheiro, não tem o direito de ter um ativo tão valioso entregue praticamente às moscas!

    • Fernando Ventura Jr.

      O pessoal no clube parece viver no século XIX. O máximo que o clube aproveita é alugar o salão nobre para locações de novela da Globo.

    • Andre fz

      Eu li na internet (não sei se é verdade, porém acredito no que li)…que o terreno onde foi construído o estádio das laranjeiras pertence ou pertencia a família Guinle e foi doado (não sei se foi doado) com uma gravação (clausula de inalienabilidade) que o terreno só pode ser usado para jogos (ou seja, não pode ser alienado nem transformado em outra coisa que distinta do seu fim) logo não seria possível destruir o estádio e construir um shopping no local…

  • Ricardo Ferreira

    “”Saiu esse peso de cima de todo mundo. Conversei com o Eduardo (Baptista) após o jogo. Além da relação que eu tenho com a Ponte Preta – vocês sabem que é um time que eu gosto-, prometi a ele que não vamos facilitar em nada. Agora que acabou o risco, seremos o mais digno possível até o último jogo. Tinha a hipótese, tive pensando, havia dito até para alguns jogadores, que se passássemos hoje iria tentar nos dois últimos jogos uma maneira diferente de jogar, pensando em próximo ano. Mas devido à promessa que fiz ao Eduardo, não vamos fazer isso não. Vamos colocar em campo aquilo que temos de melhor.””

    Nonsense, absurdo, descolamento total da realidade.

    Nos livramos de um pesadelo. Falta o outro.

    Aliás como todos nós sabemos, o Fluminense tem a obrigação de buscar tenazmente algumas metas neste quase findo campeonato.

    Técnicas e financeiras. Violentamente óbvio.

    Aí o estranho Abel Braga dá uma declaração daquela.

    O planejamento de 2018 deve começar sem Braga.
    Pra ontem.

    • Fernando Ventura Jr.

      Se essa declaração não for para inglês ver, fica claro que o Abel não pensa no Fluminense. Já mais preocupado em agradar os amigos e ficar bem na fita. Em 2012 o Abel tinha que escolher entre dois objetivos conflitantes: Usar a força máxima, focado em bater recordes e conseguir a maior pontuação possível. Ou liberar os jogadores titulares para as féria, podendo adiantar a pré-temporada no ano seguinte e usar os reservar, para dar rodagem, testar esquemas alternativos etc.

    • Sergio Binda

      Todo o respeito ao Abel, principalmente pela perda do filho. Isto é uma dor que ele carregará pela vida inteira.

      Outra coisa é o comportamento profissional. Todas as vezes que ele passou pelo clube foram dadas declarações estranhas, principalmente exaltando adversários. Até quando ganhamos em 2012 era esta conversa que todo jogo era uma odisséia, sendo que nosso elenco era disparado o melhor do Basil.

      ST

    • Gilberto Cabral

      Realmente incrível esta declaração do Abel. Uma maneira diferente de jogar…, só agora Abel? Então só agora reconheceu que a maneira atual de jogar não estava boa? E foda-se a Sulamericana, e quem sabe até uma liberta, difícil, mas ainda possível.

  • Fernando Ventura Jr.

    Acho que o Cuca, além de caro, já não tem mais aquela necessidade de mostrar serviço, uma vez que ganhou brasileiro, libertadores.

  • Fernando Ventura Jr.

    Você só citou treinadores ruins. Fernando Diniz, Jorginho, Roger, Enderson, Alberto Valentim, Zé Ricardo são melhores que Abel.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan
  • Davi Carvalho

    Jogo contra o Sport vem aí, o Fluminense, no meu modo de ver, deve jogar recuado, de contra ataque, esperando o adversário sair pro jogo, eles precisam mais do que a gente, terão que vir pra cima, aí o Flu tem que agir, pegando eles desprevenidos na defesa.
    Dá pra ganhar facilmente assim.

    • Fernando Ventura Jr.

      Eu colocaria o Maheus Alessandro e o Marco Jr. Abertos, com o Dourado vindo de trás e não enfiado entre os zagueiros. Douglas mais preso a marcação ao lado de Sonorza fazendo lançamentos e Scarpa e Wendel mais à frente. Um zagueiro improvisado na direita no lugar de Lucas, pode ser o Chaves, Marlon na esquerda, zaga com Henrique e Reginaldo.

  • Daniel Bastos

    começaram as especulações;;;;

    Passarinho do Bico Preto disse que o proximo tecnico do Flu será um ex-meio campista do Flu….

    • Claudio Souza

      Fernando Diniz?

      • Leonardo Vieira

        Jorginho cicatriz.

    • Gustavo

      FD

    • COSTA

      Quem seria ???
      Dependendendo de quem seja , vale o ditado RUIM COM ELE PIOR SEM ELE

    • Fernando Ventura Jr.

      Deles? Fernando Diniz? Marcão? Rivelino? Gérson? Samarone?

      • Leonardo Vieira

        Pode ser o Jorginho cicatriz.

    • LuizCarlos De Souza Junior

      Ailton ? Petkovic? Ronaldinho Gaúcho? Sidnei? PIntinho? Arinelson?

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Check-in aberto para Fluminense versus Sport no Maracanã!

    http://www.fluminense.com.br/noticia/check-in-aberto-para-fluminense-x-sport-no-maracana

  • Rafael Pottes

    Me intrometendo na discussão, rs
    Acho q gostaria do Roger ou do Fernando Diniz. Acho q precisamos modernizar o jogo é, principalmente, o comprometimento do time em campo. Futebol moderno no profissional e base (é o q desejo c o Percovich no sub-20)
    Abc
    Qual sua opinião?

  • Davi Carvalho

    Cada vez que ele abre a boca, é uma broxada enorme.
    Incrível a falta de ambição, de ousadia, será que ele sabe que isso afeta a torcida???
    Declarações como essa não ajudam em nada. Que pelo menos ele viesse e falasse que vamos trazer uns 3 jogadores pra reforçar o elenco e que contaremos com a volta da garotada que se contundiu.
    Se continuarmos nesta pasmaceira, 2018 será ano de REBAIXAMENTO, pois teremos um campeonato com os 12 grandes e com os médios mais fortes.
    Ou alguém dá uma chamada no presidente e põe ele contra a parede ou estamos fodidos.
    Sem reforçar as posições carentes, não vamos chegar a lugar nenhum, mesmo com um treinador novo, que nada poderá fazer.
    A fórmula Xerém+Samorin já nasceu errada.

  • Davi Carvalho

    Cavalieri, Henrique, Marlon, Richard, Douglas, Scarpa, Sornoza e Henrique Dourado.
    Essa é a base que temos pra 2018, no todo não é tão ruim ( se comparada ao nível nacional) mas precisaremos de dois laterais direitos, um atacante melhor pra atuar com Dourado e um zagueiro de bom nível.
    Acho que se conseguirmos de 3 a 4 caras de bom nível, não passaremos sufoco e talvez dê até pra trazer um cariocão.
    Não creio que a maré esteja tão ruim a ponto de não podermos trazer 4 jogadores, existem caras que podem ser envolvidos em troca trocas, como o Giovani que vai voltar e fez uma boa série B, mas tem que haver ousadia, tragam alguém que possa fazer um trabalho no meio do futebol que seja ousado e de qualidade, se mostrarem seriedade e ousadia, a torcida vem.

    • Fernando Ventura Jr.

      Acrescentaria Matheus Alessandro, Calazans e Reginaldo. Apesar de ter um pé atrás com o Renato Chavez ele voltou melhor da contusão. Acho que precisamos de um novo goleiro titular. Um que saiba sair do gol. Acho que o Cavalieri foi bem, mas…

      • Davi Carvalho

        Esses eu não citei por imaginar que são banco, quis deixar apenas os que são titulares.
        Ainda acrescento Danielzinho, Robinho e Wellington Silva, que sem os problemas de púbis, pode ser importante.

  • Gilberto Cabral

    Poderia ser alguém de fora, talvez um argentino (mas não qualquer um – tem que ser bem garimpado), se é para experimentar vamos ousar. Chega de brazuca “promissor”, mas que após as a meia noite vira Sapo.

  • Jorge Coutinho

    Detalhe

    Os que produzem isso (analistas? Existem?) não aparecem.. logo n são cobrados..

    O chefe , Jenio, está no clube desde 2011-2017 endossando este desserviço ao clube…

    Sr MT vai continuar a ser responsável por gerir 23 M de xerem e samorim, além de validar toda esta lambança???

    Difícil…

  • Fernando Ventura Jr.

    Taí, ficou ensebando e o Palmeiras desistiu de contratar o Abel e contratou um técnico que foi criticado aqui e em outros fóruns. Perdemos R$700mil. Ou nunca houve esse interesse. Era apenas chute da imprensa, que não tem um mínimo compromisso com a verdade.

    • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

      Você está contando com a multa do Abel. Menos ! Dificulta a saída, não !! Torcida agradece !!

      Deixa o nobre Abel sair na paz, merece muito !! Respirar novos ares em POA !!

      700k não faz nem “cosquinhas” no budget 2018. A consideração pelo tricolor Abel vale muito mais !!

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Nada do Balancete do 3ºT, que deveria ter sido publicado até 15.11.2017.

    Simples de fazer, somente trata-se do demonstrativo do período.

  • Leonardo Vieira

    Tècnico – Fernando Diniz.
    Preparador Físico – não sei o nome da chapecoense.
    Comissão Técnica do Clube – Antônio Lopes, Marcelo Teixeira e Jorginho (meia- campista que jogou no Flu cicatriz).

    “Uma sugestão”

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Depoimento de um tricolor em outro blog, consistente e emocionante !! Somente o final do texto !!

    ” Algo de novo e revolucionário precisa acontecer nas Laranjeiras. Algo eletrizante que ressuscite o hábito de ser campeão, a sede vitórias, as conquistas em profusão.

    Mesmo já com 71 anos, não quero perder a esperança de ver meu time campeão da Libertadores e Mundial. Ou melhor: Campeão de tudo!! “

  • Rafael tricolor

    As vaias e chingamentos revelaram o quanto a torcida tricolor está de saco cheio de Pedro Abad e cia. Um primeiro ano de mandato medíocre, nenhum título conquistado e muito papinho furado para boi dormir. A grandiosidade da história do Fluminense não combina com essa forma pequena de administrar . Ao invés de repensar sua forma de presidir o clube, essa semana o mandatário soltou mais uma de suas lamentáveis “pérolas” : “Não ficamos nenhuma rodada na zona do rebaixamento”. Presidente, faça um favor ao torcedor tricolor e fique de boca fechada, já que na hora de defender a instituição ou motivar a torcida com alguma notícia positiva, sua gestão é melancólica.

    A primeira coisa a fazer é arrumar um patrocinador master para o ano todo de 2018. Ao fazer isso, dá para negociar os demais espaços da camisa com patrocínios eventuais. O que não se pode repetir ano que vem é ficar os 12 meses somente com receitas incertas, com marcas que ficam apenas meia dúzia de jogos. Acho que essa forma de agir não mostrou nenhum resultado positivo, pelo contrário, o clube viveu no vermelho, com constantes atrasos de salários, direitos de imagem, time sem contratações, torcedor afastado do clube e dos estádios, enfim, a receita do fracasso.

    Vejo muito torcedor descendo a lenha no Abel, mas mesmo com algumas escalações e substituições equivocadas, digo que ele foi fundamental para a nossa permanência na 1 divisão. Literalmente tirou leite de pedra com o limitadíssimo elenco que teve para trabalhar. No momento da sua triste tragédia pessoal escolheu o caminho mais difícil : continuou comandando o Flu, quando a maioria dos treinadores teria pedido para sair. Entre colocar outro nome sem nenhuma identificação com o clube e com experiência inferior a dele, eu escolho o Abel mil vezes seguidas. Contratem alguns jogadores mais experientes para mesclar com a molecada, corrijam o precário sistema defensivo e deixem o homem trabalhar. Se não fosse por ele esse time estaria no Z4 desde o 1 turno.

    A temporada chegou ao fim e há MUITA coisa a ser melhorada / corrigida. Não podemos continuar jogando como clube pequeno e de forma tão ruim. O Fluminense não é isso, nossa torcida não merece ficar torcendo para não cair. Apesar dos atuais mandatários acharem que o Flu deve ser administrado somente com planilhas frias e “estratégias” de MBA de gabinete, o futebol é (e sempre será) PAIXÃO ! Quem frequentou o Maracanã desde criança (como eu, levado por meu pai) sabe a emoção e a força de estar na torcida do Fluzão em jogo decisivo de alguma final. Isso sim é o Fluminense Footbal Club ! Pagar impostos e controlar os gastos é importante, mas jamais pode ser feito em detrimento da real identidade do clube.

    Chega de mediocridade ! A torcida tricolor gritou em alto e bom som para Abad e seus diretores : saiam dessa sonolência / omissão e tratem de mudar radicalmente em 2018. Caso contrário as vaias continuarão, cada vez mais altas. O Fluminense é emoção e títulos. É paixão, força e tradição de sua belíssima camisa, escudo e hino. Quero o meu Fluminense de volta !

    • luiz

      Perfeito !!
      Nada a reparar !!

      • Rafael tricolor

        Obrigado luiz !

        Saudações tricolores

    • cydar60

      As vaias e Xingamentos só refletem o nível baixíssimo de parte da torcida tricolor.
      Ninguém em sã consciência pode se mostrar tão radical e irracional depois do primeiro ano de uma administração que encontrou enormes dificuldades pela frente e está se saindo a contento.
      Só espero que o Abad mantenha o planejamento assumido com alguma correção de rumo necessária para suprir as eventualidades surgidas.
      Não sou nem nunca fui grande entusiasta do Abel mas a sua permanência para 2018 é fundamental.
      A política de “pés no chão” também.
      Se deixar levar pelo canto do cisne de meia dúzia de irresponsáveis seria o pior dos mundos.
      FORÇA ABAD
      FORÇA FLUSÓCIO
      FORÇA FLUZÃO
      ST

      • Rafael tricolor

        Discordo totalmente da sua opinião, embora você tenha total direito de te-la. A meu ver o trabalho da diretoria não está nem um pouco a contento. Trata-se do mesmo grupo político que já estava no Poder a 6 anos seguidos (2 mandatos inteiros do Peter) e agora vem com esse papo de que “eu não sabia o que era feito”. A torcida está saturada dessa mediocridade e tem total direito de se manifestar / protestar.

        • cydar60

          Se for assim com 7 anos de mandato ganhamos nesse período 2 brasileiros e um carioca.
          Está ótimo para 7 anos de administração!
          Acho que nenhum time do Brasil ganhou tanto em 7 anos.

          • Rafael tricolor

            O tricampeonato brasileiro de 2010 foi ganho com o Horcades como presidente. Em 2012, no tetra, já era a Flusócio com o Peter na presidência, mas ainda com a Unimed (já de saída do clube) como patrocinadora. De lá para cá mais NADA aconteceu a não ser a tal da 1 Liga que já nasceu morta. Opiniões contrárias é coisa normal num grupo de pessoas e a troca de ideias é saudável, mas é visível a perda de força do clube dentro e fora das 4 linhas. Clubes com torcida menor e com muito menos dinheiro fizeram um ano infinitamente melhor que o nosso. É preciso mudar o rumo do barco para ele não afim mudar em 2018.

          • Andre fz

            Verdade…

          • Andre fz

            Nosso último titulo foi o Brasileirao 2012…5 anos de seca já…

          • Daniel Bastos

            Palmeiras com a Parmalat e Corinthians com a msi

          • Andre fz

            Heim?? oi??? 2 brasileiros??? 2010 é Horcades/u/cb fio…

            No máximo podem se gabar por 2012, com Peter, mesmo assim…quem copou foi Unimed/Celso Barros…

            Tecnicamente falando os únicos títulos são Primeira Liga 2016 e Taça Guanabara 2017…

  • luiz

    Perfeito

  • Augusto Guimaraens Cavalcanti

    Para 2018, eu iria de Cuca ou Fernando Diniz, mas a preferência é pelo primeiro nome, a depender do salário pedido…

    Se o Inter quer tanto o Abel Braga, porque não cede em troca o meio-campo Andrigo (que jogou este brasileiro pelo Atlético-GO e foi destaque)?

    Torço para que a barca seja grande e a gente tenha $$ para contratar reforços. Propor uma rescisão amigável de contrato com Cavalieri, Julio César, Gum, Nogueira, Marquinho, Orejuela, Léo Pelé, Maranhão, Wellingon Paulista, Wellington SIlva (LD) e Romarinho e até Wellington Silva (atacante).

    Scarpa, Henrique (zagueiro) e Dourado podem ser boa moedas de troca…

    Aqui uma lista de bons reforços para 2018 (e que não devem ser caros)…nenhum salário galáctico, espero que alguém leve para diretoria….reforços sul-americanos deveriam ser bem-vindos também…

    Goleiros (precisamos de 2): Weverton (Atlético-PR), Fernando Miguel (Vitória), Jandrei (Chapecoense), Douglas (Avaí), Jefferson (Botafogo), Richard (Paraná), João Ricardo (América-MG), Elias (Chapecoense)
    LD: Patric (Vitória), Nino Paraíba (Ponte Preta), Fabiano (Palmeiras)
    Zagueiros: Iago Maidana (Paraná), Messias (América-MG), Marlon (Ponte Preta)
    LE: Mena (Sport), Reinaldo (Chapecoense), Victor Luís (Botafogo)
    Volantes (Com a volta do Édson, precisamos de 1): Jonas (Coritiba), Rithely (Sport)
    Meias: Régis (Bahia), Yago (Vitória), Luiz Fernando (Atlético-GO), Andrigo (Atlético-Go), João Paulo (Botafogo), Hyoran (Palmeiras)
    Atacantes: Mendoza (Bahia), Trellez (Vitória), Arthur Caíque (Chapecoense), David (Vitória), Joel (Avaí)

    • Pedro Henrique

      Scarpa e Dourado têm que ficar.

  • Sylvio Montenegro

    Qualquer clube agora acha que pode vir aqui e levar nosso técnico e melhores jogadores. Viramos uma espécie de América-MG.

    A imagem atual do nosso clube é formada exatamente pelo pensamento de quem o dirige. Todo mundo está apelando para que isso mude. Resta saber se a direção vai fazer uma autocrítica e corrigir os rumos.

    Vendemos o Richarlison para um time pequeno da Inglaterra. Agora o Arsenal está de olho nele. Os valores certamente serão muito maiores. Time grande tem que negociar com time grande. E não adianta falar que vamos ganhar uma merreca de “sell-on”.

    • Marcelo Teixeira

      Sylvio, nessa vou discordar de você com relação a vendas. E vou te citar exemplo. O ideal é vender bem e não importa pra quem. Mas é sempre melhor vender pra time menor. Pq? Pq o clube ganha em cada transferencia. No caso do richarlison é pouco, pois nao somos formadores. Na realidade num primeiro momento é um valor razoavel. Depois sera baixo. Quer um exemplo? MARCELO. vendemos muito mal e pra um gigante. Jogador extra serie. Nunca sera revendido. E nunca mais ganhamos nada. Se o Marcelo tivesse ido pra um time menor, certamente seria revendido pra um gigante e ganhariamos de novo. O wendel por exemplo, deve ir pro psg. Se der certo la, nunca mais veremos 1 real dele. Dificilmente será revendido.

      Enfim. É uma forma que vejo um pouco diferente. E temos outros exemplos.

      St

      • Sylvio Montenegro

        Marcelo, entendo o seu raciocínio. De fato é melhor vender para um clube de menor expressão e ganhar nas revendas do que vender mal para um gigante do futebol europeu.

        Talvez tenha me expressado mal, o que quis dizer é que devemos eliminar os intermediários, vendendo bem para quem pode pagar mais e melhor.

        Lembra do Fabinho? Foi vendido por duas mariolas para uma agremiação portuguesa de menor expressão. Em pouco tempo estava nos grandes da Europa. Os portugueses espertos ganharam uma grana na revenda. Nós vendemos barato e ficamos no prejuízo financeiro e técnico.

        Não podemos vender o Wendel para o PSG pelo mesmo valor que venderíamos para o Nantes, por exemplo. Porque aí, como você bem disse, ficamos no prejuízo.

    • Claudio Souza

      Em tese, tudo é fácil. Deve ser complicado é fazer jogo duro pra vender um jogador, com credores, justiça do trabalho (ato trabalhista), governo (Profut), jogadores e demais profissionais querendo receber o que o clube lhes deve.

      ST

      • Sylvio Montenegro

        Sem dúvida, depois de seis anos acertando as contas e equalizando as dívidas, ter que vender patrimônio para pagar despesas de custeio não deve ser nada fácil.

        De toda forma, todos esperamos que a diretoria faça o seu trabalho da melhor forma possível, pois administrar um clube grande como o Fluminense é complicado mesmo.

        Na minha modestíssima avaliação, esse ano não fomos bem na captação de recursos, nem na gestão do futebol, nem na compra e venda de jogadores e nem na relação com a torcida.

        • Alexandre Said Delvaux

          Uma dívida acumulada durante pelo menos 30 anos, corrigida durante algum tempo por índices de inflação estratosféricas, multas surreais e taxas de juros mais altas do mundo, não pode ser amortizada, no mundo real, em 6 anos. Para agravar o cenário, o FLUMINENSE passou quase uma década amparado por um modelo de patrocínio e os seus gestores cagavam e andavam para a questão do endividamento e menos ainda se preocupavam com investimento e modernização. Foi exatamente este o quadro que levou algumas pessoas a se mobilizarem pelo FLUMINENSE, preocupadas com um provável tenebroso futuro. Pessoas que meia dúzia de babacas decidiram que devem ser caçadas. E outros, se muito conhecimento de causa, resolveram mandar tomar no cu. Provavelmente, se não perderem o caminho, dias melhores virão. Esses que atacam vão ficar calados, como aconteceu tantas vezes. É fácil pra caralho criticar, dar ideias, difícil é fazer. Sylvio, respeito muito as suas opiniões, admiro o seu engajamento na causa Tricolor, só faço o contraponto para contribuir com a reflexão.

          • Sylvio Montenegro

            Obrigado pelo contraponto Alexandre. Mesmo sem ser membro da Flusócio, acompanho e apoio o grupo desde o seu início.

            Minhas postagens aqui têm tido um tom maior de cobrança, uma vez que, em tese, a Flusócio é situação há sete anos e continuamos na draga financeira, situação que foi agravada na última gestão Peter.

            Ainda que estando em uma situação financeira difícil, o futebol poderia ter sido melhor planejado e melhor gerido, como fazem outros clubes que estão na mesma situação nossa ou até mesmo clubes de menor expressão e capacidade de angariar recursos menor que a nossa.

            Compreendo a dificuldade criada pelas gestões passadas, mas é preciso começar a apresentar resultados.

          • Alexandre Said Delvaux

            Não faço parte do grupo e também creio que algumas coisas poderiam ser diferentes, uma delas está relacionada com o ativo, especialmente o Espaço do Estádio. Compreendo as dificuldades enfrentadas.

  • vivianne

    Não vamos ficar especulando, porem temos q ver o seguinte, o Abel saindo por que a diretoria vai reformular tudo, está perfeito.
    Agora ele saindo porque viu o tamanho do problema q sera em 2018 aí é preocupante.
    Por favor, Fernando Diniz, Jorginho, fluminense já tem presidente iniciante, departamento de futebol iniciante, time iniciante, agora treinador de time pequeno.
    Presidente lembre se, o senhor nao é presidente do Boavista, Olaria, Bangu, o senhor é presidente do fluminense.
    Tomara q essas especulações sejam mentirosas, porque se forem confirmadas, so nao cancelo meu titulo de sócio porque quero votar na próxima eleição, fora isso chega, nao estou aqui para bater palma para maluco dançar.
    Aguardando os comunicados oficias da diretoria, por enquanto quero crer q seja tudo especulação.

    • Claudio Souza

      Sim, vamos de nomes famosos, ‘técnicos de peso”. Temos um cardápio maravilhoso : :Luxemburgo, Levir Culpi, Cuca (da calça vermelha da sorte, da santinha, da oração de joelhos no campo após as vitórias, do salário milionário, do péssimo relcionamento com jogadores e dirigentes e de um histórico recente de times que só sabem fazer ligação direta e jogar bola na área), Joel Santana (por quê não ?)…Uma beleza !!!

      ST

  • Claudio Souza

    Existe um Fluminense gigante pela sua história e conquistas (Fluminense do imáginário popular), um Fluminense que atuaria como todos ansiamos (Fluminense ideal) e um Fluminense real.

    A grande dificuldade é conciliar os três na hora de administrar e de torcer.

    Os cegos de paixão, os desmiolados, os ignorantes e os politiqueiros só enxergam o segundo e evocam o primeiro para justificar suas exigências e suas críticas descabidas.

    Os pragmáticos e os que vêem o futebol como puro negócio só enxergam o último e alegam que só com austeridade absoluta chegaremos a ser o segundo e preservaremos o primeiro.

    Achar um meio-termo é tarefa árdua, talvez inatingível.

    O mais importante nesse jogo de forças é, principalmente para quem administra, dosar pragmatismo com um mínimo de sensibilidade, ter humildade para reconhecer erros e coragem para corrigir rumos.

    ST

    • felipe soares

      EXCELENTE!!!
      Abad e Flusócio deveriam fazer um quadro desse seu texto e ler td dia ao entrar na sala de trabalho

  • Claudio Souza

    No futebol, tudo pode acontecer, mas ainda continuo achando que o Grêmio vai perder essa Libertadores.

    Jogou mal pacas, ontem. Mostrou ser um time sem alternativas, que só fez um gol graças a um lance fortuito do mosca morta do Ciço (que Deus o tenha e o diabo o carregue).

    Como eu previra, lá no primeiro semestre, aquela correria insana não se sustentaria até o final da temporada, ainda mais com o elenco limitado que o time gaúcho tem.

    Quando o time mais precisa de treinador, se revela a absoluta incompetência de Renight, o boquirroto, que até agora surfou no que restou do trabalho do Roger.

    O Lanús, um time cheio de jogadores fracos, mas muito bem armado e que tem uma consciência tática comparável, aqui no Brasil, apenas ao Corinthians do Carille, conduziu o jogo como quis.

    Tudo isso mostra a importância que tem um treinador em um futebol sem grandes talentos. Também fica claro como a cultura futebolística argentina (que se expande já há algum tempo pelos demais países da América do Sul, exceto o Brasil), que aceita o pragmatismo como forma de compensar eventuais deficiências técnicas, explica em muito o sucesso de equipes com muito menor investimento que os clubes brasileiros, nos torneios sulamericanos.

    Aqui no Brasil, ao contrário, continuamos a investir e a valorizar os boleiros churrasqueiros, motivadores e paizões (vide Abelanta, Cuca da calça vermelha da sorte, Levir “metido a engraçadinho” etc).

    Formamos jogadores, com deficiência cognitiva (o que prejudica a leitura do jogo e a concentração necessária para o controle de uma partida), que se comportam de maneira infantilóide e que vêem o futebol não como uma profissão, mas como um mero tranpolim para uma vida de dinheiro e glamour na Europa.

    A torcida e a despreparada mídia esportiva, por seu turno, rejeitam o jogo pragmático e exigem omeletes sem que se tenham ovos à disposição, sonhando com um futebol brasileiro que já não existe há pelos menos uns 30 anos.

    Acho que o Palmeiras contratou mal ao optar por Roger (que acho que seria um bom nome para nós). Ele não tem tamanho nem identificação com aquela agremiação para suportar a pressão por resultados de um clube que já investiu mais de 200 milhões em reforços (e parece que vai investir mais para 2018) e que não ganhou nada nesse ano.

    Vai enfrentar um elenco inchado de primadonas (que, convenhamos, jogam muito menos do que acham e do que os seus salários astronômicos sugerem) que puxarão o seu tapete assim que forem contrariadas.

    Aqui no Laranjal, com o sem Abelanta, as visões para 2018 são nebulosas.

    ST

    • Alexandre Vianna

      Cláudio….. nos últimos tempos do Tite no Corinthians, um integrante da comissão técnica daquele time (que infelizmente já não me lembro quem foi) disse que preferia trabalhar com os jogadores estrangeiros, pois eles eram mais aplicados, esforçados, obedientes e inteligentes para o futebol do que os jogadores brasileiros.

      O que eu vejo nos jogos de hoje, não é só nos do Fluminense, é que os jogadores são cheios de mimimi, sem atitudes de homens. Repito o que já escrevi aqui várias vezes: temos que modificar a formação dos nossos jogadores para não serem somente atletas e visualizaram tão só dinheiro.

      Abraços.

      • Sylvio Montenegro

        Quando você falou cheios de mimimi e sem atitudes de homem, lembrei que até o melhor jogador do futebol brasileiro é assim. Tínhamos que trabalhar e corrigir isso nas nossas divisões de base.

    • Daniel Bastos

      O mesmo gremio de Renato que nos humilhou 3 x este ano.

  • Cesar Castello Branco Martins

    Se não estou enganado, o Fluminense terminou o primeiro turno em 9º, e está em 17º no segundo turno.

    O que aconteceu para fazermos um segundo turno tão vergonhoso?

    A perda do Richarlison se mostrou irreparável, mas será q só esta perda justifica tamanha queda de rendimento?

    E em 2018? Faremos o mesmo? Venderemos os melhores no meio do ano e veremos o time cair de produção, deixar de lutar pela Libertadores e passar a lutar contra o rebaixamento?

    ST

    • Alexandre Vianna

      Isso tem sido recorrente de uns anos para cá😕

    • Rodrigo

      Em 2015 fomos o lanterna do segundo turno. Em 2016, 14o.

  • Paulo Cavalheiro

    Qualificadamente mediana, mas temos uma base para 2018. Esta base tem que ser mais capacitada, ou seja, qualquer negociação, analisada no detalhe, radiografada.

    Cava
    Lateral ($ = ??) * Henrique * Zagueiro ($ = ??) * Marlon ($ comprar = quanto ??)
    Richard ($ comprar = quanto ??) * Douglas
    Scarpa * Sornoza
    Atacante ($ = ??) * HCD

    Ai leio que o Corinthians, numa pindaíba danada, querendo levar Scarpa. Torcida “chateada” com o Scarpa, porque não gostou de ser vaiado. Sem Scarpa, estaríamos rebaixados, fato.

    Fico preocupado, porque deverão oferecer jogadores, ou seja : vamos “liberar” um cara decisivo em troca de 2 ou 3 xepas ??

    Alô Flusócio, vamos olhar estes negócios !!!

    • Claudio Souza

      Caro Paulo,

      Cavalieri pra mim (e acho que pra você também) seria ra-re-ri-ro-rua, mas teremos que engolir essa mala e seu contrato leonino (e que deve sustentar muita gente…) até o final dessa administração. De qualquer forma, e independentemente do que ele ganha, acho que o clube precisa fazer um esforço para contratar um goleiro decente.

      Rejeitar o Scarpa, considerando o que temos e o cenário futebolístico nacional é a maior asneira que se pode fazer. É um jogador cheio de recursos, não se omite e não foge da responsabilidade. Pode evoluir muito se encontrar um técnico de verdade, que monte um esquema que melhor aproveite suas qualidades e que saiba domar seus impulsos individualistas. Concordo plenamente com você.

      Acho que nossa base é bem maior, pois não podemos deixar de considerar os que são naturalmente bons reservas : Reginaldo, Frazan, Léo, Luiz Fernando, Calazans, Matheus Alessandro, Marco Júnior.

      Infelizmente, Abelanta não deu chances a Luquinha. Por conta disso, não sabemos se ele serve para alguma coisa.

      Pedro parece ter evoluído nos últimos meses, mas é um jogador ainda imaturo, que precisa melhorar fundamentos para a sua posição. Sempre gosto de dar crédito a jovens.

      A situação do Wellington é absolutamente imprevisível, ainda mais se tiver que operar. Poderemos ter um super atacante para 2018 ou um novo Wellington Nem, que depois das contusões nunca mais foi o mesmo.

      Enfim, enquanto o ano não acabar de fato, ficaremos aqui nas especulações. Não gosto disso.

      ST

      • Paulo Cavalheiro

        Cava, já havia postado abaixo, tem que negociar, mas entendo que vai ser difícil colocá-lo em algum clube, pelo salário “criminoso”.

        Vai depender do “famigerado” budget 2018, arrebentado pelo “grande” Peter, pois se está turma do comitê prosseguir, entendo que quando menos “movimentação” melhor. Fico preocupado, pois reconheço que temos posições mais “problemáticas” : LD, Z e A e também “comprar” Richard e Marlon.

        A base que comentei acima, somente a estrutura do time titular, mas claro que temos vários jogadores no elenco, que podem e deverão continuar.

        Scarpa hoje, é o nosso melhor “ativo”, portanto tem que ser valorizado, meu receio é aproveitarem a “bronca” da torcida e “liquidarem” o jogador.

        Luquinha, esteve na base tricolor, era jogador do Porto – PE, e além de não produzir, não teve acerto financeiro. Estava rodando pelo mercado, quando o nosso “scout” foi buscar no Fluminense de Feira de Santana, disputou o Baiano. Fomos lá e compramos e mandamos para o Samorin, completamente sem nexo. Fraco.

        WS, espero resolução dos problemas médicos, entendo que curado, seria titular fácil.

        No mais, é aguardar e torcer para não termos “péssimas” surpresas.

        • Claudio Souza

          Há também um dos grandes mistérios de 2017 a ser desvendado no ano que vem : Robinho joga bola ou foi mico ?

          ST

  • vivianne

    Roger Machado, por enquanto é só marketing, não deu certo em lugar nenhum, e treinou times com capacidade de investimento maior q o nosso.
    Agora vai para o palmeiras e terá Lucas lima, rafinha do Bayer e outros reforços, ai não vai ter como nao ganhar.
    Diferente do Renato Gaucho q sempre foi um boleiro e virou treinador, mesmo q perca a liberta, levou um time q tem leo moura, cortez, jael, Cícero, e consegue dar padrão, fazer o time jogar, e ter resultado, ganhou copa do Brasil, vice brasileiro, e final de libertadores.
    Portanto se vão contratar alguem para ser treinador, q o critério venha a ser pelo trabalho, peso do nome, por favor se teremos ainda um elenco limitado a escolha do treinador é essencial, o Flu nao pode ser escola para treinador sem bagagem.

    • Claudio Souza

      Roger treinou o Grêmio, com time e elenco medíocres, por dois anos, o colocando na disputa da parte de cima da tabela e disputando Libertadores. Montou as bases do time campeão da Copa do Brasil do ano passado e finalista da Libertadores 2017, das quais se aproveita o bobalhão do Renight.

      Ao contrário do que você afirma, a ida do Lucas Lima, outra primadona deslumbradinha, pode aumentar o caldeirão de vaidades do Palmeiras e Roger, isso sim, não tem peso pra se impor a um grupo desses. Por isso, acho que seria um bom nome para o Flu, pois aqui teria que lidar com jogadores mais jovens e os veteranos que temos não têm o perfil de traíras.

      Essa estória de “treinador de nome” nos empurarria mais uma vez para esses boleiros desatualizados, que exigem salários altos, contratações de medalhões e que no final dão poucos resultados.

      O que precisamos é de um técnico atualizado, que goste de trabalhar com novos valores e, principalmente, de uma diretoria que coloque o peito na frente das balas, não essa covardia típica do futebol brasileiro, de deixar o treinador sozinho levando pancada.

      ST

      • vivianne

        O bom de argumentar com pessoas como vc é q podemos discordar, pensar diferente, debater, isso q é o importante, sendo assim com todo o respeito continuo discordando de ti em relação ao Roger.
        Acho ele um dos queridinhos da mídia assim como o Zé Ricardo q não passa de um Joel Santana mais novo, o Roger montou o atlético mineiro, foi dele a indicação de todas as contratações, vimos a beleza q ficou, e outra coisa ele pede salário de tecnico campeão, nao concordo q ele tenha feito bom trabalho no grêmio, se tivesse feito nao seria mandado embora.
        O q defendo no Flu e q com um elenco fraco q temos , nao podemos vir com experiência no cargo pra treinador, ai é segunda divisão.

      • Valmir Carvalho da Silva

        Concordo, Claudio.

      • Alexandre Vianna

        O pior é ter que ver deslumbrados e panelas de vaidades no nosso time. Algum amigo já escreveu isso aqui há tempos… Desse time nós não somos torcedores, somos reféns!

    • Rodrigo Costa

      Só um detalhe, Renato Gaúcho pegou um Grêmio já arrumado e organizado pelo próprio Roger.

      • vivianne

        Desculpe discordar, nao achei q i grêmio estava organizado com o Roger.

        • COSTA

          Também acho o trabalho do contestado Renato pela torcida tricolor e muito melhor do que o Roger que aliás foi muito mal no Atletco MG

    • Willy H

      Roger saiu do sul pq perdeu o vestiário, foi fritado pelo medalhões do Gremio que gostam de cachaça.A mesma coisa no Atlético/MG.No Palmeiras não será diferente, a naõ ser que cole no Felipe Melo, Dracena e Dudu.

  • Carlos Valente

    Técnico: Fernando Diniz.

  • Rafael tricolor

    Obrigado Valmir carvalho da Silva. Meus comentários são de um torcedor apaixonado pelo Fluminense desde criança e que quer sempre o melhor para o clube. Não podemos continuar com esse processo de apequenamento, encarando isso como uma coisa normal. Não é ! O Fluminense é enorme e quem não enxerga isso não merece dirigi-lo.

    Abraço e saudações tricolores

  • Paulo A. Maia

    OUVI FALAR EM JORGINHO PARA TÉCNICO ISSO É SÉRIO 2018 PROMETE SER MUITO TRISTE.

  • Davi Carvalho

    É o que critiquei aqui outro dia, clima de vale tudo em rede social que não leva a nada.
    A turma do Mário vive de factoide, basta administrar bem o clube, trazendo resultados dentro de campo, que essa turminha se recolhe e fica quietinha.

  • Davi Carvalho

    Pra mim, o grande mérito do Abel esse ano, foi juntar a garotada e motivá-los, em termos de padrão de jogo, de tática, não tivemos nada, o time é um bando em campo, se resume a chuveirinho na área, não possui qualquer jogada de infiltração. Nossa defesa é horrível e sempre mal postada.
    Eu não acho que o Fernando Diniz seria um nome ruim, acho ele sério e estudioso, nota-se nas entrevistas personalidade no cara, não aquele estilo canastrão de um Eduardo Batista da vida.
    Mas se ele viesse, eu acho que pelo menos 4 contratações deveriam ser feitas, dois laterais direitos e um zagueiro, mais um atacante de lado.
    Com o preenchimento das posições carentes acho que ele poderia fazer um bom trabalho.

  • Alexandre Said Delvaux

    Que sorte o FLUMINENSE deu ao livrar-se do rebaixamento. A quantidade de fofocas aumentaria exponencialmente. A ordem é jogar gasolina na fogueira. Estão falando no Jorginho, poderia ser Arturzinho, Duilio, Gama, Jair Pereira, quem sabe Edinho?, talvez Alfredo Sampaio…

    • Claudio Souza

      Vixe ! KKKKKK

      ST

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    Por que uns são prejudicados e outros não?

    PVC@PVC
    28 minHá 28 minutos
    Mais
    Grêmio vai à Conmebol discutir arbitragem da final da Libertadores https://pvc.blogosfera.uol.com.br/2017/11/23/gremio-vai-a-conmebol-discutir-arbitragem-da-final-da-libertadores/ … via @UOLEsporte

  • COSTA

    Sinceramente todos os nomes citados como futuro técnico do FLU são altamente duvidosos, ninguém com um trabalho realmente bom.
    Bom mesmo é o Cuca, caro para o FLU e tb vem de um péssimo trabalho no Palmeiras, pior até do que o ABEL no Foi.
    Aliás até acho que o trabalho do ABEL poderia ser melhor, mas também com um elenco de sub e vários perebas que não há necessidade de citar fica difícil realizar um bom trabalho.
    E no final ele fica como o principal culpado desse resultado pífio do ano , quando n realidade os culpados sao outros que tb não há necessidade de citar.
    Aguardemos então o novo técnico para comecarem as reclamacoes

    • Fernando Ventura Jr.

      O Fluminense estava jogando de forma competitiva no início do ano, apesar das falhas na defesa. Do time agora, a diferença é a ausência do Richarlison. O time joga de forma muito irregular agora. O técnico é o mesmo. Se o Abel tem pouca culpa na forma que o time está jogando agora pelo nível técnico e a pouca maturidade do time, também não é responsável pelas boas partidas do início do ano.

  • Sergio Binda

    Flusocio… desça do pedestal e ofereça ao Pedro Antonio a vice presidência de futebol. Ele é orientado a resultados, disciplinador com grande poder de execução. Não vejo outro nome capaz de movimentar e fazer algo diferente em nosso futebol.

    ST

    • Helvio Lins

      Apoio.

    • Daniel Bastos

      Devolva o projeto estádio que já estaria de bom tamanho.

      • Sergio Binda

        Acho estádio próprio, para a situação do Flu, uma prioridade para médio / longo prazo. Nosso carro chefe é o futebol e precisamos de um tricolor gabaritado, comprometido e que cobre resultados. O único que vejo capaz de fazer algo diferente é o PA.

        ST

        • Sylvio Montenegro

          Acho que ele toca os dois, futebol e estádio. Pedro Antonio é como aquele antigo comercial de TV: gente que faz. Estamos precisando disso.

  • DANIEL

    Vendo todos esses tecnicos que estão sendo cogitados, eu penso para trocar o Abel por outro bem pior, é lamentável.
    O trabalho do Abel é maravilhoso, logico que não, mas também não é tão ruim , como alguns querem fazer parecer, no minimo para não culpar a péssima gestão do futebol da diretoria, que no fim das contas é a principal culpada.
    Porque jogar um campeonato brasileiro bem complicado com time de sub’s e de varios jogadores de qualidade altamente duvidosa, com varias contusões, um DM que demora um tempo enorme para recuperar os jogadores, e ainda chegar nessa altura ainda ter chance de classificar para Sul Americana , não creio que seja um trabalho tao ruim , embora não seja um otimo trabalho, mas quem fez um ótim0o trabalh0o, Cuca, Roger, Luxemburgo, Levi, Dorival ( com elenco muito melhor ),
    Talvez só Renato Gaucho contestado, Carlile no Corintians, Mano (varias vezes criticado pela torcida do Cruzeiro) e Zé Ricardo no Vasco até agora

  • Claudio Souza

    Obrigado, Vivi. A verdade é que estamos mal de técnico e de formação de jogadores no Brasil.

    Tanto é assim que treinadores bem sucedidos nos demais países da América do Sul são fritos pelos jogadores e dirigentes daqui e acabam não fazendo sucesso.

    Muito medo de 2018, com ou sem Abelanta. Espero que mudanças cirúrgicas aconteçam no departamento de futebol para o ano que vem.

    ST

  • Ricardo Ferreira

    Na enquete lá da página inicial da estimada e longeva Sempreflu.com, o
    entregador de paçoca Renato Chaves diz que a temporada foi boa!

    Tá de sacanagem esse pereba.

    Certamente ele acha que está atuando por um clubeco qualquer, e não num
    tetracampeão brasileiro, uma das maiores agremiações do futebol
    pátrio, repleto de glórias e conquistas. O Fluminense Football Club
    se confunde com a própria história do desporto nacional, sendo uma das
    suas mais sólidas referências.

    É com esta perspectiva, com esta dimensão que nossa mais alta direção
    tem que conduzir nossos destinos, e não sob a ótica dos renatos chaves e
    outros alienados.

  • Ricardo Ferreira
  • Alexandre Said Delvaux

    Manchete de O Globo: “Virada com golaço no Maraca deixa o Fla a um empate da final.”
    Se fosse o FLUMINENSE: “Vitória magra no Maracanã.”

    Alguns jornalistas(sic) das Organizações Globo são muito ordinários, bajuladores e vagabundos. E não adianta nada, continuam tomando pé-na-bunda. Até fraudar enquetes para favorecer a farsa ele já fizeram, tentando prejudicar o FLUMINENSE. Pelo menos essa farsa, junto com outros Tricolores, eu consegui desmontar. Sacripantas!!!

  • Sylvio Montenegro

    ?????

  • Andre fz

    Aquele tal do Chará cairia com uma luva…ele na ponta esquerda, Matheus Alessandro na ponta direita e Ceifa de falso 9 ia ficar bonito…

  • COSTA

    Concordo com a sua opinião, principalmente pelo fraco elenco, pela venda do nosso melhor jogador, ´pelas diversas contusões, ´pela demora do DM do FLU em colocar os jogadores em condições, vide que o DM do FLA ja colocou Rever e Juan (39 anos) em condições, se fosse no FLU só Deus sabe..
    Mas mesmo assim acho que ele poderia ter feito melhor, mas quando vejo as opções dos provaveis substitutos, ai acho que ‘ RUIM COM ELE, PIOR SEM ELE

  • Alexandre Said Delvaux

    Peço desculpas, mas você leu a notícia inteira? O que pode destruir o FLUMINENSE é o complexo de vira-latas. Um ano péssimo, conturbado e o FLUMINENSE teve ainda ótima média de público e razoável faturamento de bilheteria. Um pequeno ajuste na precificação e a posição ainda seria melhor. O vitimismo não agrega nada à imagem do FLUMINENSE. Relativamente, a posição do “mais querido” foi muito pior: time caríssimo, disputou título, oba-oba global, ticket médio elevado e média de público sofrível.
    Vale lembrar, ainda, que o eccp vai começar a receber alguma parte da bilheteria daqui a 15 anos.
    Um dos grandes problemas do FLUMINENSE parece ser este: é um gigante para o mundo do futebol, no entanto, para parte da sua torcida… Alguns jornalistas adoram aproveitar-se do complexo de inferioridade. O Bruno Voloch, durante a semana, escreveu sobre “apequenamento”. Segundo ele, o FLUMINENSE estaria comemorando o “não-rebaixamento”. Eu não vi tanto entusiasmo dos Tricolores, mas pergunto: Qual clube grande não passou por isto? Qual clube grande não foi rebaixado? (Na Alemanha, um país sério, somente o Hamburgo nunca foi rebaixado, mas bateu na trave algumas vezes) Poucos, ainda! Alguns por pura sorte, um deles por causa das mazelas de um Brasil que está mudando, que cairá com certeza, pois é podre, uma farsa forjada diariamente por uma rede de tv, uma organização de comunicação quase criminosa, igualmente podre, envolvida com propina, corrupção, manipulação etc.

    • Sergio Binda

      Concordo contigo Alexandre. Este Voloch mora em Sao Paulo e não fez o mesmo comentário em relação a torcida do clube que leva o nome da cidade. Eu moro aqui e posso te afirmar que a reação da torcida deles foi idêntica a nossa.

      Porem concordo que a nossa torcida não ajuda. Muito pra baixo.

      ST

  • Claudio Souza

    Me irrita esse papo corrente entre um monte de tricolores de que, no caso de Abelanta, ruim com ele, pior sem ele. Depois vêm aqui e em outras redes falar de apequenamento.

    Se isso não é pensar pequeno, é o quê ? Confiar integralmente a atividade principal de um clube, que é o futebol, a um sujeito que tem uma série de qualidades, mas que é desatualizado, teimoso, burro e tem dedo podre pra escolher jogador (ainda mais num momento em que não temos dinheiro e pouco podemos errar) é ou não é pensar miúdo ?

    O que precisa ser feito no Fluminense, além de dispensar o Abel e escolher um treinador antenado com o que há de mais moderno em termos de treinamento, é colocar no departamento de futebol gente que entenda do riscado, que coloque a cara a tapa e que assuma as responsabilidades em relação ao trabalho. Chega dessa estória de treinador escudo de dirigente !

    Pra não dizerem que estou falando só em teoria, vejam o caso do Botafogo. Desde que a nova diretoria assumiu, foram dois treinadores com resultados similares : Ricargo Gomes e Jair Ventura. O segredo ? Um departamento de futebol que sabe o que pode fazer e o que quer fazer, diante da realidade reinante. À frente dele, Antônio Lopes, que é um cara que já não quer mais ser treinador, mas conhece as manhas de jogador e bota o “pau na mesa” quando precisa.

    Outro caso ainda mais notável : o Corinthians que, desde Mano Menezes, se estruturou internamente, definiu uma forma pragmática de jogar e é o mais bem sucedido clube na década, aqui no Brasil. Tite levou pessoas do clube para a seleção, mas fizeram a reposição dentro daquilo que o clube entende que deve ser o futebol a ser apresentado em campo. O resultado está aí, com um time, convenhamos, pouco mais que medíocre.

    Ficar assistindo às infindáveis burradas de Abelanta e se conformando com o seu (elogiável) voluntarismo é pura acomodação. É não querer, ou mesmo desejar, algo muito mais profissional e sólido para um clube que vive fazendo propaganda do processo de reorganização. Pronto, falei.

    ST

    • Sergio Binda

      Fora Abel!!!

    • Leonardo Vieira

      Eu falei isso.
      Abel e seus protegidos.

  • Tales Junqueira

    Verdade…

  • Mauro Carvalho – SP

    DIRETORIA, VEJAM COMO SE FAZ.
    NÃO CONCORDO COM CENSURA, MAS CERTOS TIPOS DEVIAM SER PROIBIDOS DE COMENTAR JOGOS DO FLU – EDINHO E L.C.Jr, POR EXEMPLO

    Comentarista da Rede Globo é vetado dos jogos do Flamengo após Fla-Flu decisivo da Copa Sul-Americana

    Acredite se quiser: o ex-jogador Juninho Pernambucano, que atualmente é comentarista da Rede Globo, não comentará mais jogos do Flamengo neste ano. De acordo com o jornalista Leo Dias, do jornal O DIA, a censura partiu da diretoria rubro-negra, que pediu para a TV Globo encostar o comentarista, por discordar de sua postura no último Fla X Flu, válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Naquela partida, Juninho criticou o goleiro Diego, do Flamengo, afirmando que ele estava fazendo cera, mas não reclamou do anti-jogo dos atletas do Fluminense quando o placar estava à favor dos tricolores. Essa não é a primeira vez que os atuais dirigentes rubro-negros censuram profissionais de comunicação. Em setembro, proibiram um jornalista de O Globo e do Extra de fazer perguntas em entrevista coletiva do técnico Reinaldo Rueda

    • Gilberto Cabral

      Mauro, você acredita que a Globo vai atender algum pedido deste tipo e que venha do Fluminense? Estamos cansados de saber que o preferido vem em primeiro lugar, mas de qualquer forma, vejo que ao menos, poderíamos formalizar um pedido, mesmo que com toda certeza este não será atendido. Lembra do caso Erik Faria, que provavelmente interferiu a favor de seu clube, mas nada houve com ele.

  • Mauro Carvalho – SP

    PÕE CRIMINOSA NISSO – SÓ EM 2017 ESTAMOS VENDO O QUE FIZERAM DE MAL EM 2015/16

  • Sylvio Montenegro

    Um amigo meu colombiano falou que o Junior Barranquila foi o clube que mais investiu no último ano. Vi os dois jogos deles contra o Sport. Tem bons jogadores, esse Chara foi bem nas duas partidas. É caso pra deixar na mira mesmo.

  • Sergio Binda

    Uma vergonha o que estamos vendo hoje. Claramente o Scarpa não quer mais ficar. Os Marlons são duas merdas.

    O Abel iria jogar pela Ponte!! Pobre Ponte!!!

    ST

  • Paulo Cavalheiro – Santos – SP

    Vemos agora no Maraca, um time sem alma, sem comando, sem comprometimento, ou seja, um arremedo de um clube profissional.

    Falta de vergonha na cara, visivelmente “entregando” o jogo até aqui !! Nojo !!

  • Rodrigo

    Rolou mala branca do Sport? O Flu está entregando o jogo e acabando com a lisura do campeonato? Desrespeitando Ponte, Avaí, Vitória?

    Q o presidente vá ao vestiário no intervalo e dê uma dura nos jogadores.
    Por mim, depois do q estou vendo hj, não ficava NINGUÉM.

    Q vergonha.

  • Valentino

    Você disse bem, TÍNHAMOS um contrato perfeito. Não temos mais, a justiça validou o quarto aditivo do contrato com a Odebrecht e tornou o estádio inviável pro Flu.
    E como rever esse contrato se a Odebretch não quer continuar administrando o Maracanã? E ninguém sabe qual vai ser o futuro do estádio, se será feita nova licitação, se a concessão atual será repassada a outra empresa…
    O gasto na operação varia de acordo com a estimativa de público. Quanto mais gente for ao estádio, há mais necessidades de, por exemplo, seguranças, orientadores, profissionais da limpeza, grades… A diretoria já reduziu os custos de operação de R$ 600 mil pra R$ 400 mil, mais ainda assim é preciso pelo menos 21 mil de público pra fechar no lucro.
    É um péssimo custo-benefício, não vale a pena continuar jogando lá dessa forma, ainda mais nas dificuldades financeiras que o Flu passa. É melhor voltar pra Edson Passos ou partir logo pro projeto de um estádio próprio

  • LuizCarlos De Souza Junior

    PQP…é deprimente ver esse time se arrastar em campo…faz mal à saúde….

  • Sergio Binda

    Nossa … o Wendel está gordo!!!

    O time do Fluminense é uma bagunça…

    Tem jogador aí que não percebeu que se estiver fora do Fluminense vai ser atendente de bar na Baixada Fluminense.

    ST

    • Mauro Carvalho – SP

      Binda, depois que assinaram o contrato com ele ganhando R$70K o moleque não sai das noitadas em Caxias.
      PÉSSIMA GESTÃO !!
      Abraço

      • Sergio Binda

        Milton,

        Tem de fazer negócio com este rapaz rápido. Imagina como ele voltará das férias??

        ST

        • Mauro Carvalho – SP

          O bicho tá bolachudo…isso é whisky na lata !!!
          Abraço

  • Sergio Binda

    Voltamos a ficar sem meio de campo. Velha e conhecida tática do nosso treineiro.

    ST

  • Sergio Binda

    O Abel não está jogando pela Ponte e muito menos por nós.

    Sabem quando voltamos aos treinos. Terça as 5 da tarde…

  • Sergio Binda

    O Fluminense termina o jogo com Alessandro, Dourado, Pedro e Júnior????

    Quem desarma e quem arma? Permanecemos na primeira divisão apesar do Abel !!!

  • Mauro Carvalho – SP

    E AINDA HÁ OS QUEREM QUE O ABEL FIQUE.

    NÃO VAMOS BELISCAR NEM A SULA.

    MAIS UM ANO DESSA ADMINISTRAÇÃO NO FUTEBOL E VAMOS PARA SÉRIE B.

    COITADO DO DOURADO, NÃO VAI SER O ARTILHEIRO – O CARA MERECIA.

  • Fabio DB

    Francamente, quanto mais o Abel pensa menos o time joga.

    É deprimente o que temos visto. Uma falta de respeito deslavada hoje.

    As mudanças tem que ser feitas desde a mentalidade errada das divisões de base, passando pelo inexplicável projeto Samorin …etc.

    ST

    • DANIEL

      Concordo realmente inexplicavel projeto Samorin, um time que não tinha 20.000,00 para pagar a um jogador, gastar dinheiro com time da 2ª divisão da Eslovaquia, sem nenhum resultado até hoje, mais uma ideia mirabolante do jenio com J, PETER SIEMSEM aquelem qu8e ia resolver os problemas do Flu, muito interessado em saber quais os problemas que ele resolveu.
      Da Oldrebecht ao modificar o contrato do maracana que era bom para o Flu mas ruim PARA A CONCESSIONARIA,

      .Resolveu os problemas de salario do GUM, erxtensão dos contratos gordos do Cavaliere, Cicero, e outros que se comenta.

  • Sergio Binda

    Time, técnico comissão técnica e diretoria sem vergonhas.

    ST

  • Sylvio Montenegro
    • Mauro Carvalho – SP

      Merreca mesmo, não somos o clube formador.
      Triste ver nosso bando em campo e o garoto brilhando na Inglaterra.
      Ele merece, pois trabalha – é incansável e dedicado.
      Não temos isso no time.
      O garoto que mais tenta é o Matheus Alessandro, que é banco para o Abel.

    • Flavio Henrique

      Mais fizemos um excelente Sell on !

      Piada isso.

  • Fabio DB

    Sou contra a permanência do Abel.
    Infelizmente, não sei se pela idade, desgaste, etc, mas não consegue decidir as coisas mais simples em campo. A hora de trocar é esta.

    Uma pena pois é uma grande figura.

  • Mauro Carvalho – SP

    Só mesmo as teimosias do Abel para manter esse garoto Matheus Alessandro no banco.

  • Mauro Carvalho – SP

    Nesse tipo de jogo devia ter censura para menores.

    CRIANÇA NÃO DEVE VER SACANAGEM.

    • Luiz Fernando De Oliveira Juni

      Muito boa a sua colocação! Pornográfico é o melhor adjetivo para definir atuações como temos visto! Triste!!!

  • Davi Carvalho

    Cara, voltei do Maraca puto. Acho que essa foi a pior partida no ano, pior até que aquela contra o vasco, um lixo.
    Amigos, não dá pra ver um time como esse, hoje foram pra campo sem vontade e jogando de qualquer maneira, o Sport fez dois gols e matou a partida em menos de 25 minutos de jogo, incrível a queda de Sornoza e Scarpa, muito mal ambos.
    Marcos Jr. apesar do gol, nada fez, matou dois contra ataques e irritou a torcida, o Matheus Alessandro não foi tão bem hoje, mas é melhor que ele, Abel precisa ver isso de uma vez.
    Vou repetir aqui o que já disse outrora, precisamos de investimento no grupo, 4 reforços são urgentes, um atacante pra atuar com Dourado, um zagueiro de bom nível e dois laterais direitos, precisamos urgente disso, não pode é haver DESINVESTIMENTO no grupo, como houve em 2017, Samorin e Xerém É O CARALHO, essa porra não dá certo, temos que ter time de verdade com jogadores de verdade, vamos INVESTIR, é isso.
    Temo pelo ano de 2018, o projeto Fulham parece que tá a todo vapor.

  • Davi Carvalho

    Peter+Mário, um combo que faria frente a um combo Gil Carneiro+ Álvaro Barcelos.

  • Cesar Moreira

    Eu cantei a bola aqui!!
    Em 2012, depois de atingirmos nosso objetivo, o time virou um saco de pancada, e ali começou a ser traçado o time que viria a ser rebaixado no ano seguinte caso não fosse a merda feita pelo flamengo com o André Santos.
    O time desandou, porque foi passado o conceito frouxo e medíocre do então presidente Peter. O time em campo era o retrato do Peter. Sem sangue nos olhos, sem competitividade, apático. Presidente de time pequeno que começou a apequenar nosso clube.
    E agora está acontecendo o mesmo. Conseguimos atingir o objetivo de fugir do rebaixamento. Pronto!! Podemos jogar de sacanagem porque não vai haver cobrança, não vai ter esporro, porque é nisso aí que o Fluminense se tornou.
    O primeiro gol é o retrato disso tudo. Um grupo insolente, descompromissado, perdido, que não sabe o tamanho que esse clube já teve. JÁ TEVE!!! Não tem mais, graças ao Peter e ao Abad, resumindo, à Flusócio!!!
    Se não mudar TUDO, toda a mentalidade, toda a estrutura, as pessoas do futebol, o Abel, que está completamente defasado taticamente, que não tem nenhum padrão tático, as pessoas responsáveis por essa montagem de elenco, se não mudar drasticamente, já era…
    E só pra lembrar, dessa vez não vai aparecer uma UNIMED pra ressuscitar o Fluminense.

  • Davi Carvalho

    Leiam de novo, não podemos aceitar mais uma política de DESINVESTIMENTO no elenco, temos que reforçar nossas posições mais fracas pra não passarmos sufoco.
    2017 vai começar melhor que 2018, não aceito que me venham com Xerém+Samorin de novo, ESSA PORRA NÃO DÁ CERTO, ISSO É IDEIA DE JERICO, espero que não continuem mantendo o projeto Fulham, somos maiores que isso.

  • José Carlos Nascimento

    Escrevi em outro espaço tricolor que era muito tentador colocar a culpa somente no Abel. Afinal, ele comanda os treinamentos, escala o time titular e monta o banco de reservas…

    No entanto, também é ele quem recebe informações sobre o estado físico, vê o desempenho dos jogadores no treino, a motivação de todos e, o mais importante, quem pode contribuir com a técnica em favor da coletividade.

    Por isso e por saber que não é uma pessoa desprovida de inteligência entendo as ausências de alguns jogadores, assim como os mesmos nomes nas escalações da equipe e do banco de reservas; FALTA MATERIAL DE QUALIDADE NO ELENCO. Só não vê quem não quer!

  • Rafael tricolor

    O Flu despediu-se de maneira melancólica do seu torcedor, no último jogo do ano como mandante no Maracanã, fazendo o que fez o ano todo : perdendo. O jogo de hoje foi um repeteco da medíocre temporada 2017, onde o preguiçoso, deficiente e desinteressado time tornou-se parceiro fiel de derrotas vexatórias, jogando uma bolinha do tamanho da mentalidade das pessoas que dirigem o clube : pequena e covarde.

    Jamais serei aquele torcedor do “apoio incondicional”, jamaisssss ! Esse tipo de postura conformada e cega ao que acontece dentro de campo não ajuda em nada na reversão das coisas. Torcedor que paga ingresso, que assina pay per view, que compra produtos oficiais do clube, ou de qualquer outra maneira, gasta seu suado dinheiro com o Fluminense, tem total direito de protestar e mostrar sua indignação diante de tamanha incompetência na forma como o clube é conduzido.

    O time não consegue jogar para frente. É uma dificuldade absurda de conduzir a bola para o campo de ataque. Sempre sai com toques vagarosos para os lados e, vira e mexe, atrasa a bola para o goleiro dar chutão para frente. Isso acontece todo jogo, desde o início da temporada.

    Por falar em goleiro, no que se transformou o Cavalieri ? Meu Deus do céu ! De melhor goleiro do Brasil em 2012 (na conquista do tetra brasileiro), virou um arqueiro pesadão, lentíssimo debaixo das traves, não sabe sair do gol nem jogar com os pés e vive pulando atrasado nos lances. Nos últimos 4 jogos disputados, apresentou falhas graves em todos os jogos. Não dá mais para ser o camisa 1 do time. Penso que deveria ser usado como moeda de troca por outros jogadores. Transformou-se num jogador preguiçoso e acomodado com o seu polpudo salário e já não acrescenta mais nada ao clube. Um novo goleiro viria muito bem a calhar em 2018.

    Precisamos corrigir nossa calamitosa defesa urgentemente ! Fazer gols no Fluminense é a coisa mais fácil do mundo, qualquer time se cria para cima da gente. Bola alçada na área é 99 % de chances de gol do adversário. Não se constróem vitórias, muito menos títulos, levando tantos gols assim, ainda mais quando começa o jogo levando gol logo no início (coisa recorrente no Flu 2017).

    Há muita coisa a ser corrigida e, sinceramente, não sinto a menor firmeza na direção do clube. Muito bitolada em torno das suas planilhas e distante da realidade das 4 linhas. Esse papo furado de que “encontramos muitas dificuldades” não cola mais, a partir do momento em que o Abad era o candidato da situação. Resumindo : A situação já presidia o clube antes (6 anos de Peter) e continuou presidindo com o Abad ( mais 3 anos, o 1 foi essa beleza né). Portanto, chega dessa conversinha que não convence mais ninguém. Tratem de mudar a mentalidade pequena e perdedora e enxerguem que vcs estão à frente do Fluminense Footbal Club. Isso aqui não é clube de bairro, onde basta cuidar da piscina e do jardim. Temos FUTEBOL no nome e ele é, e sempre será, o seu carro chefe. Acorda Flu !!!!

    • Fernando Ventura Jr.

      Como pode o time que jogava todo arrumadinho no carioca ter caído tanto? Alguém tem que rever o preparo físico, por conta do desgaste no segundo tempo e olha que jogamos contra um time de veteranos. Alguém tem que explicar tantas contusões e demora na recuperação.

  • Flavio Henrique

    Fora Abel !
    O treinador burro manteve o Messi no banco !!!!

    Acordem. O elenco é mediano. Talvez vire um bom elenco com o amadurecimento de alguns jogadores. O problema é que quem desempenha bem é logo vendido…

    A torcida já reclamou que o Wendel não entrava, pediram o Wellington Silva, Marco Jr (até ele)… Agora o craque é o Matheus Alessandro.

    Tá bom.

  • Flavio Chammas

    SENHORES

    O ANO QUE NÃO ACABA.

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

    • Willy H

      Agora acabou!

  • Daniel Bastos

    E Flusocio…. deixo a palavra com vcs. Mas sem mentiras desta vez.

  • Fernando Ventura Jr.

    Vai ver que os jogadores não gostaram do Abel ter dito que o time iria brigar para salvar a Ponte Preta em vez de brigar pela vaga na Sulamericana. Duvido que a entrada de outro técnico não vá motivar vários jogadores. Espero que a venda do Wendel sirva para pagar as dívidas com os jogadores, com o Consórcio e dê para rescindir os contratos de Cavalieri, Gum, Lucas, etc.

  • Gilberto Cabral

    Curioso (e preocupado) para saber as 3 ou 4 sugestões (econômicas) do Abel, caso ele permaneça no “comando” do time. Seriam reforços? serão novos Romarinhos?

  • Andre fz

    O Fluminense deveria tentar o zagueiro Pablo do Corinthians…parece que está em litígio lá….

  • DANIEL

    O problema era que todos eram ruins.

  • Willy H

    Jogadores depois de escapar do rebaixamento ligaram o dane-se.
    Wendel se não acordar pra vida será um Robert II, infelizmente, pq quando quer joga fácil.
    Abad, abre o olho, a barca do Fluzão tem que sair lotada mas preste atenção no iate do Palmeiras, que tá zarpando, tem alguns lá que serve pra gente.
    Um GOLEIRO, por favor? Faz um bem bolado desses todos que temos aí esquentando banco e traz o Richard do Paraná, o Viera do Junior/Colombia….

    • Fernando Ventura Jr.

      Se desse para contratar um Cuca para indicar jogadores, um Jorginho para saber trabalhar com um elenco fraco e recuperar jogadores, como foi o caso do Nem, e um Enderson Moreira que sabe promover juniores, como foi o caso do Scarpa…

  • Ricardo Ferreira

    Mais uma desonra neste trágico 2017.

    Grande e justificada preocupação com 2018.

    Não basta a troca do técnico, que a meu ver é imperiosa.

    Caro presidente do Fluminense Football Club, Pedro Abad.

    Grande parte deste elenco atual não pode continuar a envergar nossa histórica e gloriosa camisa, a começar pelos dois goleiros que se revezaram durante este ano ( não temos um 3° arqueiro ?! ).

    Nossa carência em quase todas as posições é alarmante, se bem que a balburdia implantada por Abel Braga dificulta a avaliação de alguns atletas, sobretudo os mais jovens.

    Entretanto penso que outras posições em nosso departamento de futebol necessitam ser reavaliadas.

    Ninguém é intocável.

    Árdua e gigantesca tarefa reordenar o futebol profissional do nosso Fluzão.

    Os dias, as horas, os minutos serão poucos.

    Não se pode perder um precioso segundo sequer.

  • Ricardo Ferreira
  • Sergio Binda

    Nomes aos bois. Estes são os jogadores que entraram de sacanagem ontem:

    Marlon Freitas (apesar da ruindade), Douglas, Sornoza, Scarpa e Marco Júnior (sim ele mesmo, apesar do gol).

    O Lucas é o que sabemos … não reúne condições físicas para a pratica de futebol (diretoria … o Nino Paraiba fica sem contrato agora, para quem não tem lateral direito decente há anos seria um contratação interessante).

    Renato Chaves e Marlon são ruins mesmo. Nenhum dos dois pode ser titular da equipe.

    E o Abel completou o vexame de ontem ao desmontar o pouco que tínhamos de meio de campo.

    Gostaria de abrir um parênteses em relação ao Scarpa. É o líder em assistências, porém bate todos os escanteios e faltas laterais a área adversária. Isto é assistência qualificada? Ou assistência é dar uma enfiada que deixe o atacante na cara do gol com o jogo em andamento. O gol do Sornoza contra o São Paulo foi uma típica assistência.

    Em suma, o Scarpa é um bom jogador numa terra de cegos em quem tem um olho é rei. Se acha bom demais para jogar no Flu e claramente está insatisfeito no clube. É um problema ou uma oportunidade para a diretoria.

    Por fim o Abelao que iria para o Palmeiras e para o Inter, repentinamente ficou sem ter para onde ir e parece que vai ficar por aqui mesmo. Sou contra pagar multa para mais um professor que não sabe nada de estratégia ou de bola. Entretanto se aparecer alguém interessado, liberem – no asap.

    ST

    • Fernando Ventura Jr.

      As diretorias do Fluminense não gostam de contratar jogadores em fim de contrato. Gostam de pagar pela rescisão ou dar comissão para empresário.

    • Fernando Ventura Jr.

      Você vai ver que o Lucas vai correr quando sair do Fluminense. Da mesma forma o Jonathan não servia, mas hoje é titular, não lembro se do Bahia ou do Flamengo-PR.

      • Davi Carvalho

        Lucas já não corria no Palmeiras, foi para o Cruzeiro e também não correu, veio pro nosso time e idem.
        O problema do cara é exclusivamente físico.

  • Marcelo Teixeira

    Impressionante! Tinhamos ate chances de libertadores, embora remotas. E uma semana antes o comandante diz que vai jogar pelos times de baixo. O mesmo que em 2005 precisava um jogo nos ultimos 5 pra ir a liberta e nao consrguiu. O mesmo que em 2013 empatou com o Olimpia em casa em 0x0 na liberta e disse que era melhor que 2×1 e foi eliminado na volta com um 2×1. O mesmo que passou a semana do primeiro jogo da final do carioca falando que nao decidia nada e com isso o adversario entrou com td e o Flu dormindo. Perdemos o titulo ali. O mesmo que disse que a entrada do Romarinho nao influenciou em nada a eliminação na sula. O mesmo que perderia o titulo de 2012 nso fosse cavalieria e Fred na epoca. Sou grato ao abel, mas o abad sinaliza de ficar com ele. Grande burrada. Ele e muito bom quando tem o vestisrio na mao. Os csras correm por ele. Taticamente é ultrapassado. Um lixo. E ta sempre preocupado em ficar bem com todos. Isso ja era. Jovens tem entrado e mostrado trabalho. So olhar o trabalho no vasco..botafogo…etc.

    Muito obrigado por todo compromentimento e carater Abel.

    Agora ja pode ir.

    St

    • Fernando Ventura Jr.

      Tinha que ver quem estava disposto para buscar os seis pontos em dois jogos, ignorando se vai ajudar ou prejudicar A ou B. Ou adianta as férias e deixa os reservas jogarem para mostrar serviço para não sairem na barca.

  • Sergio Binda

    Obviamente que não tenho evidências, assim como ninguém tinha evidências naquele fatídico jogo contra o Santos em 2013. Porém são 48 anos de arquibancada e 54 de vida. A gente sabe quando os jogadores estão “desinteressados” e quando estão empenhados. O pior é que esta prática no Fluminense está se tornando cada vez mais comum. Vide o jogo já mencionado contra o Santos, a goleada contra o América de Natal e a sequência de 10 jogos sem vencer no ano passado.

    Uma verdade absoluta a respeito de organizações é que qualquer estrutura é a imagem de sua liderança. Logo qualquer mudança deste comportamento tem de partir da ….

    ST

    • Fernando Ventura Jr.

      O fatídico jogo contra o Santos não foi em 95? Onde o Joel já tinha assinado com o Framengo?

      • Sergio Binda

        Na realidade me referia ao de 2013.

  • Alexandre Said Delvaux

    Flávio, como eu poderia entender? Você citou uma reportagem sobre bilheteria como o fator de distanciamento ou de apequenamento. E eu não concordo com isso.

  • Fernando Ventura Jr.

    Uma defesa depende de uma boa dupla de volantes. Já temos o Richard. Falta um segundo, que de preferência saiba jogar. Acredito que, mesmo esses laterais, podem render melhor com um técnico de verdade. Você acredita que Vasco e Botafogo têm laterais melhores que os nossos?

    O Abel gosta de um holofote e não tem que provar mais nada. Já foi campeão regional, nacional, da libertadores e toyota.

    • COSTA

      O Botafogo com certeza tem laterais melhores, até os reservas. O Vasco os 2 laterais direitos titular e reserva são melhores. O esquerdo Ramon tb acho que é mas já jogou mais

  • Fernando Ventura Jr.

    Mas tem que ser assim mesmo. Salários baixos, direitos de imagens mais altos, mas sujeitos ao jogador não estar contundido. Conforme o jogador seja artilheiro, escolhido como melhor da posição e o time ganhe títulos ou classificações fazem juz a uma premiação. Mas você tem que ver que a imprensa, totalmente amadora e parcial, sabota essas iniciativas. Dizem que é de quem não entende de futebol. Tem que ser feito lá fora para ser copiado aqui.

  • Fernando Ventura Jr.

    Achava o Dorival bom, mas em 2013 provou que era fraco.

  • COSTA

    R verdade isso ???
    Se for e brincadeira

  • COSTA

    E péssimo e senso8 me engano foi comprado ou seja não veio de graça. Mais uma transação nebulosa

  • Marcelo Teixeira

    Com os resultados da rodada, acreditem, a maquina do Abel chega a ultima rodada com remotas chances de sulamericana. E pasmem…se o gremio perder a liberta, chegamos a ultima rodada ja sem qualquer chance. E não é de libertadores não. É de sulamericana mesmo. Enquanto isso o botafogo do Jair e o Vasco do Ze Ricardo….

    Temos tudo pra ser o unico carioca fora de qualquer competição sulamericana.

    Perdemos em premiação no Brasileiro e Também a grana da sulamericana.

    E o Abel justificando que o Vasco decolou pq deram ao Ze Ricardo o Anderson Martins e pq ele voltou o Nenê. É desculpa pra tudo meus amigos. Os Craques do botafogo no começo do ano eram Montillo e Camilo. O Jair perdeu os 2. Não deu coletiva estúpida se justificando. O que o Abel pode reclamar, é sim dos salários atrasados. Isso sim é complicado. Mas o Botafogo passou por isdo ano passado e chegou assim na liberta.

    O que precisa é de trabalho. Muito trabalho. E tem que ter coragem. Hoje o cenário é a diretoria usando o abel de escudo e o abel usando os problemas financeiros do clube de escudo.

    Me desculpem, mas se continuar com o Abel com esse discurso que ninguem aguenta mais só pra agradar a boa parte da torcida e ter um nome de peso no comando , porem ultrapassado, 2018 será triste.

    Esse ano eu faria rigorosamente igual fizeram. Manteria o Abel ate o final. Mas já deu. ABEL quer ficar no Rj. Grande tricolor. Carater. Oferece a ele o lugar do Torres. Acho que seria uma bola dentro. Logico que depende dele aceitar. Mas enfim, está tudo aí na nossa cara. Só não vê quem não quer.

    St

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      A classificação para a SULA não é até o 13º colocado?
      Pelo menos está assim na tabela do site Globo Esporte.

      • Marcelo Teixeira

        Sim. Se o gremio for campeao, o 14 tb entra. So tem um detalhe. O Palmeiras acabou o campeonato. Se o atletico pr o empatar em casa, ja nao chegamos mais nele. Tem maia vitorias. Se o gremio nao for campeao, ja era.

        St

    • Mauro Carvalho – SP

      Certíssimo, Marcelo, coloca ele no lugar do Torres, para defender a instituição, dar entrevistas, mas muda TODA A COMISSÃO TÉCNICA !!

  • Marcelo Teixeira

    Vejo a maior parte da torcida contra ele, porem, os que fazem oposição a gestão e a flusócio evitam falar pra nao tirar a responsabilidade da diretoria.

    Preocupante!

  • Marcelo Teixeira

    Caramba Alexandre. Falei exatamente algo acima, porem não tão bem como você. Parabéns pela lucidez!

    St

    • Alexandre MPS

      Obrigado pelo elogio Marcelo!
      O duro é que fiz esse comentário no domingo e continuo irritado kkk
      ST

  • Marcelo Teixeira

    Dentre tantas que ele fala…

  • Marcelo Teixeira

    Só nao ve quem nao quer…

    St

  • Davi Carvalho

    Para 2018:
    Fluminense precisa encorpar o elenco. Sabemos que não há muito dinheiro, então tem que ser criativo, aí perguntam como é ser assim. Fácil, temos ativos voltando de empréstimo, caras que foram bem em seus clubes, como Giovani e Edson, temos que usar esses caras em troca trocas para reforçarmos posições em que estamos ruins, outros como o Danielzinho, a gente tem que aproveitar, prata da casa e foi bem na segundona.
    Podemos pegar até uns caras que estão no elenco e pensar em negociar, também envolvendo trocas, se temos mesmo um departamento de scout, eles devem ter visto a segundona, alguns clubes devem precisar de jogador, aí entra a gente, envolve vários atletas pra trocar por um.
    Lembrem-se, não há grana, então vamos pegar jogadores pra posições em que somos mais CARENTES, a saber, lateral direita, zaga e ataque.
    O presidente e a comissão que arruma patrocínios precisa trabalhar para renovarmos com os que aí estão e trazer um master de peso, que injete uma grana que caiba dentro daquilo que o mercado paga hoje a nível de Brasil, além disso é necessário tentar atrair o torcedor e fazer ele se engajar, só essa propagandinha de rede social não vai ajudar, tem que mostrar os balaços financeiros e os planos de gestão e captação de recursos, claro que nem tudo deve vir à tona, já que tem certas informações que são exclusivas da alta cúpula, mas o que puder ser mostrado tem que ser. Chamem o torcedor e digam como estamos precisando da aproximação dele, se o presidente sinalizar contratações, a torcida tende a vir.
    Eu não acho a nossa base de time tão ruim, nada vejo demais no Vasco e Botafogo, que estão na nossa frente, mas eles preencheram bem seus elencos e isso lhes conferiu uma vantagem sobre nós no segundo semestre, se encorparmos o elenco com peças que são experientes, podemos fazer um 2018 tranquilo.
    Espero que os patrocínios sejam renovados por boas quantias, que tenhamos um master, que o número de sócios aumente, que a gente tenha sucesso na construção do fundo de investimentos e que os caras que se contundiram voltem logo e bem.

  • Davi Carvalho

    O Daronco nos ajudou???
    Ele deveria ter expulsado aquele cara que fez aquela falta no Marcos Júnior quando ele iria entrar na área, aquilo era lance de vermelho, último homem.
    Se é contra o Flu ele marca.
    ademais, ele expulsou um cara que bateu duas vezes de forma forte, expulsão correta.

  • Alexandre Magno Barreto Berwan

    1- AINDA RESTA UMA CHANCE: Se o FFC vencer a sua partida e o CAP perder para a SEP, o Fluminense ficará em 13º e estará classificado para a SULA.
    2- Se perder e Vitória e Coritiba ganharem os seus jogos, terminaremos em 16º, no limiar da ZR.

    Ainda há esperança, mas o time tem que ter outra atitude!

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Renato Chaves detectou um grande problema técnico no sábado:
      “- Perdia muito a segunda bola. Era tirando e perdendo a segunda, tirando e perdendo a segunda bola…”

      • Mauro Carvalho – SP

        Um “jênio”…..

        • Alexandre Magno Barreto Berwan

          Mas nesse caso fez a leitura certa, além de que todos os rebotes eram do Sport. A partida de sábado foi um pesadelo!

          • Mauro Carvalho – SP

            Ninguém quis jogar, temos um sério problema de AMBIENTE dentro do clube.

          • Fabio DB

            Também acho. Não é possível uma equipe cair tanto.
            Por essas e outras não há razão para a continuidade do Abel.
            ST

          • COSTA

            Também concordo oi problema e quem vem para o lugar dele, ai que vem o ditado ” ruim com ele pior sem ele “.
            Antes que critiquem, é isso mesmo, mandam o Abel embora, aí contratam Drubsky, Cristovão, ou outros do mesmo nível?????
            Ou alguem acha que iremos contratar Guardiola, Mourinho, etc….

          • Gilberto Cabral

            Marcelo Oliveira!

          • COSTA

            Esse ainda e razoável pior se contratam um estagiário alegando problemas financeiros

      • Alexandre Magno Barreto Berwan

        Eu li que o elenco iria ajudar o Dourado no sábado, mas não vi ninguém encostar nele, muito marcado e só recebendo “bola quadrada”.

    • Gilberto Cabral

      E você acha que eles vão querer alguma coisa neste último jogo do ano? O interesse é tão grande que já estão cogitando antecipar a partida para sábado. Ambos os times, já estão de férias!

  • Mauro Carvalho – SP

    A NOSSA DIRETORIA DEVIA FAZER UM ESTÁGIO LÁ NA CHAPECOENSE.

    COMO SE LEVA UM CAMPEONATO A SÉRIO, MESMO COM UM TIME LIMITADO.

    E NÃO PENSARAM 2 VEZES EM MANDAR O WAGNER MANCINI EMBORA.

  • Mauro Carvalho – SP

    TREINO, TRABALHO, COBRANÇA, TREINO, TRABALHO, COBRANÇA.
    SALÁRIO EM DIA, CLUBE MANDA NO JOGADOR.
    SUOR, DEDICAÇÃO AO CLUBE.

    CHAPECOENSE !

  • Fabio DB

    Concordo plenamente com Dé Aranha, o lateral Marlon é um burocrata.
    Jogador técnico porém sem a menor condição para o futebol atual de velocidade.

    Mais um lento e sem agressividade. Parece até jogador da base de Xerém.

    Parece um colega que tive no colégio que era campeão de “embaixadinhas”,…. mas que não jogava nada. Muito técnica e ZERO de dinâmica de jogo.

    Uma decepção.

    ST

  • Mauro Carvalho – SP

    MAIS UM POUCO DA LUCIDEZ DO MARCELO SAVIOLI:

    Hora de dar lógica ao nosso futebol e planejar 2018

    Uma maior clareza nessas questões talvez servisse para trazer a torcida para o lado da gestão

    Amigos, amigas, creio que devo fazer um esclarecimento sobre a minha última postagem. Falo da crítica que fiz à estrutura do futebol profissional, que talvez tenha parecido uma crítica ao Marcelo Teixeira, cujo cargo e função tenho sérias dificuldades de entender.

    Não tenho restrições ao trabalho do Marcelo Teixeira, muito pelo contrário. Enquanto gestor do nosso trabalho de formação, assim como Fernando Veiga, só há elogios a fazer. O meu questionamento não é acerca do trabalho do profissional, mas da forma como está estruturado o nosso departamento de futebol.

    Teixeira, ao que parece, é o principal gestor global do futebol do Fluminense e tem dito que não é responsável pelo futebol profissional, mas é responsável pela formação.

    Tiremos, então, o Teixeira dessa análise e vamos ao que interessa. A questão é saber duas coisas:

    1 – Quem é o responsável pelo planejamento global do futebol do Fluminense, que nos diz para onde, quando e como estamos indo?

    2 – Quem é o diretor técnico do futebol profissional do Fluminense para responder pelos resultados?

    O responsável pelo planejamento deveria ser, dentro da estrutura proposta pela atual conjuntura, o vice-presidente de futebol, mas nós não temos um. O diretor técnico deveria ser o Torres, mas, se assim fosse, deveria estar agora respondendo pelos erros e acertos na temporada.

    Ao contrário, a impressão que temos é que Abel Braga responde por tudo. Tem alguma coisa errada nessa história.

    O que é o planejamento global?

    É o que responde pelos nossos objetivos e pela estratégia para atingi-los dentro da atual gestão, que se encerra no final de 2019. Alguém sabe? Alguém viu? Eu não sei.

    Sobre o diretor técnico, o que se espera é saber como essa estratégia está sendo colocada em prática. Isso nós também não temos ideia.

    Uma maior clareza nessas questões talvez servisse para trazer a torcida para o lado da gestão. Nos últimos anos, o torcedor foi atraído por pirotecnia e gastos irracionais, sem planejamento, mas que fizeram com que a gestão chegasse no seu coração, ainda que não chegasse a resultado algum. O que tivemos nos últimos anos, em termos de resultados, em nada se difere do que tivemos esse ano. Alguém tem dúvida disso?

    Repito o que disse sobre a validade da gestão colegiada, mas alguém tem que responder pelo planejamento e pela execução. Sempre lembrando que o planejamento do futebol não é uma coisa estanque das outras atribuições do clube, como marketing, economia e finanças.

    Se, como torcedor, posso fazer uma reivindicação, a primeira é que haja mais clareza em tudo isso, porque vamos aprofundar o assunto nos próximos artigos. Volto a insistir que é preciso que alguém, com capacidade de gestão e planejamento, remunerado ou não, responda pelo planejamento do futebol global e profissional, nem que seja o próprio Marcelo Teixeira, que parece ter essa capacidade. Assim como é preciso que alguém responda como diretor técnico, como intermediário entre esse planejamento e a equipe que faz a operação do futebol. A constar: comissão técnica, medicina, fisiologia, nutrição, etc…

    ***

    Outra coisa é o Abel.

    Eu guio minha opinião por fatos reais, não por abstrações ou sentimentos. Não que não tenha sentimentos, como torcedor que sou.

    As declarações do Abel durante a semana me fizeram pensar que o caminho, talvez, possa ser sua continuidade. Abel deu o papo reto, que é como eu gosto. Não tem exigências, não tem convite e não tem pressão. Tem conversa e ideias.

    A questão é saber onde essa conversa e essas ideias vão levar.

    Vem, então, o jogo da tarde de ontem e o castelo se desfaz. Se eu for citar detalhe por detalhe, a gente fica aqui até o reveillon. O time do Fluminense, se me perdoam o clichê, foi, mais uma vez, um bando em campo, sem ter ideia do que fazer com a bola, de como se movimentar, de como marcar.

    É isso que nós queremos para o ano que vem?

    Eu sei que a torcida adora o Abel. Eu, que também sou torcedor, também adoro o Abel. Só que eu tenho a tarefa, algo a que ninguém me obrigou, de analisar as coisas. Por ter aceitado essa tarefa, eu procuro me informar e me educar sobre tudo que envolve futebol, da gestão à conjuntura política, do planejamento estratégico ao plano de jogo e ao desempenho individual.

    Meu único objetivo, com isso tudo, é contribuir de alguma forma com o Fluminense e informar seus torcedores de uma forma qualificada, sem devaneios. Esses últimos eu guardo para os momentos mágicos. Não os crio, apenas os retrato. E sinto a mesma falta deles que todos vocês. Talvez alguns até tenham saudades de me ver retratando os momentos mágicos, uma tarefa para a qual acredito ter um certo talento e arte.

    Só que, infelizmente, nos últimos anos, a gente só fala de erros. Que dor!
    Eu não vou ficar aqui pedindo a cabeça do Abel ou a contratação de fulano e beltrano, seja para comandar, seja para defender, criar ou fazer gols.

    Não é assim que se faz futebol.

    É preciso, primeiro, que o Fluminense defina quais seus objetivos e qual sua estratégia. Um bom objetivo de curto prazo é ganhar a Copa do Brasil ano que vem, que vale R$ 50 milhões ao campeão e a vaga para a Libertadores.

    E a estratégia?

    O que vale o Campeonato Estadual?

    Eu venho há anos dizendo que o Estadual tem que servir como laboratório, que é um campeonato que não tem nenhuma credibilidade, um jogo de cartas marcadas. Esse ano nós levamos à sério e deu no que deu. Fomos roubados o campeonato todo e mesmo assim fomos à final. Acabamos perdendo, com o árbitro colaborando com e comemorando o gol decisivo do adversário.

    Alguém tem alguma dúvida de que mesmo usando essa competição moralmente falida e enterrada como extensão de pré temporada nós chegaremos às fases finais? Por que o Fluminense engana a torcida e a leva à sério, embora já não engane a torcida há muito tempo, vide a presença de torcedores tricolores nos jogos finais?

    ***

    Eu tenho a impressão de que estarei falando para as paredes, mas já que eu entrei nessa, não custa tentar.

    É, em primeiro lugar, redesenhar a gestão do futebol global e profissional. Depois, é definir o comando técnico e toda a equipe operacional. Aliás, antes disso, é definir qual é o nosso jogo, qual o produto que o clube pretende oferecer a seus torcedores. Certamente, não é esse de ontem.

    Qual a essência do futebol do Fluminense? O que nos distingue? O que mobiliza nossa torcida?

    Por exemplo, quando foi que nos estabelecemos sem um típico camisa dez? Romeu Pelicciari, Didi, Samarone, Rivelino, Romerito, Assis, Dario Conca, Deco… Eles sempre estiveram presentes. Ou quase sempre.

    Eu estou colocando as coisas de uma forma aleatória, mas é para a gente pensar. Não quero entregar fórmulas, só quero que o leitor pense o Fluminense.

    ***

    Nós fomos acostumados a achar que o futebol é simples. Essa é a nossa cultura. O futebol é cada vez mais complexo. Cada vez mais os detalhes fazem a diferença, mas o problema ainda não são os detalhes, mas a visão global. Se a torcida não ajuda a impunsionar o clube na direção certa, pode empurrá-lo para o precipício.

    É isso mesmo. Nós temos uma grande responsabilidade pelo destino do clube. Não esquecer que o clube é uma instituição política. Tem eleição e tudo. Tem um presidente cheio de poderes que jamais poderia ter numa instituição que movimenta centenas de milhões de reais. É um absurdo.

    ***

    O que eu quero dizer, afinal, é que temos que dar lógica ao departamento de futebol, de cima para baixo, estabelecer claramente qual o planejamento, quais os objetivos, como eles se alinham ao planejamento e ao posicionamento global, estabelecer uma estratégia, alinhá-la ao planejamento global e,então, escolher a equipe que vai comandar o nosso futebol.

    Se é o Abel, se não é o Abel, não pode ser como foi esse ano. Não podemos ter um time que mostra em campo que não treina, que não tem plano de jogo, que não encanta ninguém, que mata a torcida de tédio e não ganha nada de importante.

    Eu repito sempre a mesma coisa desde 2013. Quando chega ao final do ano a gente não sabe qual o rumo do futebol do Fluminense. Infelizmente, apesar de alguns acertos importantes quanto à remodelagem do elenco, eu chego ao final de 2017 com a mesma impressão. Não tenho ideia de para onde estamos indo. Não temos um conceito de jogo, talvez não tenhamos um conceito de elenco, não temos o diagnóstico de um caminho sendo seguido.

    Isso não pode acontecer num clube que caminha a passos largos para se tornar profissional. Eu valorizo isso tremendamente. Eu desejo isso e sei que é o único caminho para a sobrevivência. Eu só quero que isso se torne visível no futebol, porque o futebol é a parte mais visível do clube. É o que determina a confiança ou a desconfiança do torcedor.
    Eu não sou louco de, sabendo a situação do clube, sair exigindo a contratação do Messi e do Cristiano Ronaldo, mas tenho plena certeza de que poderíamos ter feito muito mais com o elenco atual e mesmo com o recorte de elenco que foi feito durante o ano, excluindo a saída do Richarlison.

    ***

    Aliás, falando em Richarlison, que já é o cara na Inglaterra, nada me causa mais dor de corno do que ter perdido esse jogador. Foi o ativo mais valioso que passou pelas Laranjeiras nas últimas décadas.

    Não digo que não o iríamos vender mais cedo ou mais tarde, mas mesmo com a participação que teremos em uma futura venda, que pode até ser expressiva, não há como negar que foi o pior negócio da história do Fluminense. Falo isso com a mesma certeza que falei sobre seu potencial há quase dois anos. Nós vamos perder muito dinheiro.

    Sabem por que isso acontece?

    Porque nós somos dependentes de transferências de atletas, mas não é ser dependentes para movimentar o clube, com vendas no valor ideal, é para não deixar o clube morrer asfixiado. Isso é humilhante para um clube do tamanho do Fluminense. É por isso que nós precisamos passar com dignidade por esse sufoco, que é para as boas estratégias que temos – elas existem – servirem para nos elevar e não para nos manter nessa posição humilhante.

    Leiam os próximos artigos, porque eu vou propor questões estratégicas, em todos os níveis. Somos uma torcida diferenciada. Não podemos ser massa de manobra de interesses egoístas. É nossa obrigação pensar o Fluminense como senhores do destino desse clube. O Fluminense está entre o que há de melhor moral, esportiva e culturalmente em um país como o Brasil. É por isso que as hienas nos odeiam tanto. Vamos fazê-las nos odiar ainda mais e não nos comportar como elas.

    ***

    Só para concluir. O pessoas devem estranhar que eu nunca indique jogadores a serem contratados pelo Fluminense.

    É muito simples. Tudo que eu espero ao final desse ano é que toda a cúpula do futebol se reúna com o planejamento global e o planejamento do futebol até o final de 2019 na mão.
    Com base nele e no elenco atual, espero que desenhem um modelo de jogo e um plano de metas de rendimento e resultados ao longo da temporada. Com base nesses requisitos, definimos quais são as peças que precisam ser contratadas e com quais características. Contratá-los passa a ser diretriz do departamento de futebol.

    No meu entendimento, para que eu possa sugerir nomes, é preciso que eu conheça todo esse planejamento e saiba quais são as peças a serem contratadas e suas características. Sem isso, qualquer sugestão se torna aleatória nesse momento.

    ***

    Um outro ponto é a comunicação. Dentro da estrutura organizacional do Fluminense, é nítido que a comunicação é tratada como variável estratégica. No entanto, o que tenho visto é que o Fluminense tem tido sérios problemas para comunicar à torcida para onde está indo, por mais que, do ponto de vista global, o clube esteja trilhando o caminho certo.

    O futebol é um grande exemplo. Não basta o Abel vir a público e dizer que o presidente Abad é claro, objetivo e transparente no trato das diversas questões que envolvem o futebol. É preciso que essas questões fiquem claras para a torcida.

    É claro que você, num ambiente extremamente competitivo, não pode sair divulgando publicamente quais são os seus planos, mas é preciso encontrar um meio termo entre o segredo estratégico e a comunicação. É preciso entender que o torcedor é um consumidor que se comporta como um acionista, que tem interesse direto nos resultados da empresa Fluminense. Encontrar esse meio termo é estabelecer a confiança.

    Eu sei que é complicado fazer um benchmarking do Flamengo, que conseguiu, durante anos, administrar com enorme êxito essa questão. Do lado de lá, eles tinham a mídia dizendo que o clube faria um sacrifício e correria riscos para obter um futuro rico em conquistas. Do lado de cá, temos a mídia, inclusive a local, massificando nossas mazelas e dizendo que a política de saneamento financeiro está apequenando o clube. Mesmo assim, o clube tem que tentar.

    Será que o clube ignora o poder de influência dessa mídia tricolor no ânimo do torcedor. Será que o clube está lidando adequadamente com essa questão? Será que se tivéssemos a mídia local jogando a favor, isso não inibiria as ações da mídia global contra a estabilidade do clube?

    Vamos falar muito sobre isso ainda.

    Saudações Tricolores!

  • COSTA

    Continuação da gestão do Peter. Renovações e contratos nebulosos

  • Sergio Binda

    Prezada Flusocio,

    1 – As equipes são imagens de suas lideranças. Claramente o Abel não tem comprometimento com trabalho duro. Foi possível comprovar isto claramente agora e no longínquo 2012, quando nos sagramos campeões apesar dele. Em nenhum momento ele falou em vencer as duas ultimas partidas para colocar o Flu na Sula. Ele falou em vencer para ajudar a Ponte. Na cabeça do gente boa, provavelmente disputar mais um campeonato em 2018 daria muito trabalho, mesmo porque ele já declarou que felizmente fomos desclassificados na Sula, se não nos enrolaríamos no rebaixamento do Brasileiro. Fodam – se a grandeza, ambição e finanças do clube. O ponto crucial … como se livrar do cara sem pagar um caminhão de dinheiro de multa.

    2 – Marcelo Teixeira e Alexandre Torres não podem continuar. Zeros a esquerda. Sejam tricolores acima de tudo e ponham o PA na gestão do futebol. Preparem – no para a sucessão do Abad.

    3 – Temos um elenco fisicamente fraquíssimo, inclusive os zagueiros. Precisamos encorpar rapidamente nossa equipe. O Scarpa não resiste a um ventinho e não consegue dar um combate vencedor ao adversário devido a sua fragilidade física.

    4 – Observem a situação de jogadores como Nino Paraíba da Ponte, Jonas do Coritiba, Cléber Reis do Coritiba etc… Tratam – se de jogadores que podem vir para resolver e entrar no time.

    5 – Contratem Cuca ou Marcelo Oliveira. Somos o único time incapaz de exercer uma marcação alta no adversário, não temos uma jogada de contra ataque desenhada, não temos um sistema defensivo claro, nossos jogadores de meio trotam (não correm), invariavelmente, apesar do time jovem, terminamos nossos jogos mortos. Antes não treinávamos porque não tínhamos CT … e agora?

    6 – Podemos revisar o orçamento do Flamengo, fazer a segunda derivada, integral e tirar a raiz cubica, mas fato e que Corinthians, Santos, Grêmio, Chapecoense, Vasco e Botafogo estão na frente do urubu. E ai … qual o mistério? Trabalho, foco, preparação física e COBRANÇA!!

    7 – Nossa base imediata (Juniores) tem obtido resultados pífios e com jogadores apresentando os mesmos problemas. Fisicamente fracos e mal preparados e cheios de defeitos de fundamentos. Olhem isto com carinho.

    8 – Atrasos salariais atrapalham e não devem ocorrer, mas em determinados momentos deste campeonato o campeão Corinthians e clubes como Botafogo e Vasco chegaram a ficar com dois meses de atraso.

    Vejam que não estou falando de politica ou do que foi feito de bom ou de ruim no passado. O que foi feito já era. Procurei sugerir coisas exequíveis, que devem ser iniciadas imediatamente. Representam muito trabalho para implementar, mas se houve candidatura e eleição, existe a obrigação com os eleitores de fazer e fazer bem feito. Ser assalariado e exercer cargos não remunerados em clube e dureza, mas sabia – se disto antes da eleição.

    Dito isto, vou dar um tempo com futebol … Feliz 2018 ao tricolores, especialmente aos frequentadores deste blog.

    ST

    • Valmir Carvalho da Silva

      Sérgio, muito bom. Concordo. O time precisa de jogadores fisicamente mais fortes. O futebol de hoje exige isso. Espero que levem em consideração suas boas sugestões.

    • Claudio Souza

      Concordo com quase tudo mas Cuca e Marcelo Oliveira mais parecem maldições do que bons presságios.

      ST

    • Fernando Ventura Jr.

      Indo contra a corrente, acho que o Renato Chaves pode ficar. Tentaria uma rescisão amigável com o Henrique e o Gum, pelo salário alto e pelas seguidas contusões no caso do segundo. O novo técnico, uma vez que não acredito na permanência do gente boa, tem que acertar a defesa, com os volantes fechando o meio e os laterais recompondo a defesa e a zaga sabendo se posicionar. Depois trabalhar do meio para frente. Precisamos de uma dupla de goleiros que saiba defender, sair do gol e repor a bola.

      Depois de estar ganhando do coisa ruim por 3 x 1 e o Abel não soube comandar o time para travar o jogo ou colocar um jogador para puxar o contra-ataque foi a decepção do ano.

      Quem venha Marcelo Oliveira, como um colega sugeriu e se pense em cancelar a participação no torneio da Flórida.

    • Raul Fernandes

      Sérgio:
      Leia a entrevista do Abel pós-jogo com atenção.

      Trabalhei como jornalista com vários técnicos – inclusive com estrangeiros, em coberturas internacionais. Além de Telê, o melhor, q me deu a honra de ser amigo dele, a partir dali. Fui assessor particular de uns poucos.

      Essa entrevista de Abel depois da derrota pro Sport está entre as duas ou três melhores de que tomei conhecimento na minha vida.
      Digna e irretocável. Altiva, mas humilde.

  • Sylvio Montenegro

    Pessoal, lendo os textos aqui com atenção. São muitas colocações interessantes. Não é possível que continuemos na mesma pasmaceira no próximo ano. Estou no aguardo de mudanças na gestão do clube e, principalmente, na gestão do futebol.

    De minha parte, o último jogo que vi do Fluminense esse ano foi o segundo fla x FLU da Sula. Depois disso parei. Que tenhamos um feliz e tricolor ano de 2018!

  • http://www.historiazine.com Vinicius Cabral

    Sujeito que hoje gasta grana com o Flu tá rasgando dinheiro. Time sem sangue, por isso as arquibancadas vivem vazias.

  • COSTA

    Concordo mas a diretoria vai alegar que a CHAPE chegou a estar no Z4 e o FLU nao

    • Claudio Souza

      Kkkkkkk. Não duvido.

      ST

  • Flavio Chammas

    SENHORES

    OLÁ FLUSOCIO, O ANO NÃO ACABA.

    PENSO QUE O BLOG PERDEU O SENTIDO, DA FORMA COM QUE VEM SENDO GERIDO.

    ENTENDO A POSIÇÃO DE VOCÊS EM SENDO SITUAÇÃO, MAS TAMBÉM SE COMPORTAR COMO SE NADA AQUI TIVESSE IMPORTANCIA, NÃO LEVA A NADA.

    NÓS TEREMOS MAIS ELEIÇÕES, E COMO SOU SÓCIO FUTEBOL DE PRIMEIRA HORA, ME SINTO PARTICIPANTE DAS MUDANÇAS EFETIVADAS.

    NOSSA LUTA AINDA NÃO ACABOU, PRECISAMOS MUDAR MAIS, OUSAR UM POUCO MAIS QUE SEJA, E DE ALGUMA FORMA APRESENTAR PLANOS OU PROJETAR MUDANÇAS.

    O FUTEBOL TEM UM CALENDÁRIO ATÍPICO, POIS AS COISAS COMEÇAM A GIRAR APÓS O FIM DOS CAMPEONATOS, E SÓ AÍ SE PODEM TENTAR AS MUDANÇAS, SEJAM DE SAÍDAS(ESPERAMOS QUE MUITAS) E CHEGADAS(QUEREMOS E PRECISAMOS DE ALGUMAS).

    NOSSO ANO FOI RIDÍCULO, EM TODOS OS SENTIDOS, PENSO QUE TERÍAMOS BEM POUCO A APROVEITAR DE TUDO.

    NÃO PRECISAMOS DE AVENTURAS, DE COISAS MIRABOLANTES, POIS A CONTA CHEGA( E ESTA DIREÇÃO SABE O TAMANHO DELAS COM CERTEZA), MAS MARASMO TAMBÉM NÃO É SOLUÇÃO.

    NOSSO PRESIDENTE ÀS VEZES DEVERIA OUVIR O REI DA ESPANHA(PORQUE NÃO TE CALLAS?), POIS PARA FALAR DE DIFICULDADES, MELHOR NÃO FALAR, JÁ SABEMOS E SENTIMOS.

    SE NÃO TEM NOTICIA BOA, NÃO DE NENHUMA.

    COBRAM TRANSPARECIA E QUANDO ELA TRANSPARECE, USAM COMO ARMA DE CRITICA, ENTÃO NÃO AS DÊ.

    REERGUER UMA FÊNIX É TRABALHO HERCÚLEO, AINDA MAIS NUM ESTADO E PAÍS SEMI FALIDOS COMO OS NOSSOS, MAS HÁ QUE SE FAZER.

    INSISTO NO EXEMPLO DA MULAMBADA,QUE APESAR DE TODA AJUDA, PARA NOSSA FELICIDADE, CONTINUA APLICANDO MAL OS FARTOS SUBSÍDIOS RECEBIDOS, MAS TRABALHARAM CERTO NA REORGANIZAÇÃO.

    VOLTANDO AQUI AO NOSSO BLOG, TEMOS HOJE UNS POUCOS PAUTADORES, QUE SE DE ALGUM MODO DISCORDAMOS DE SUAS OPINIÕES, SÃO IMPLACÁVEIS NOS “COMBATES,” ENTÃO SE TORNOU INÚTIL QUALQUER POSTAGEM QUE NÃO SEJA “FORA ABAD, ABEL, MARCELO , TORRES, SAMORIM”, E O PIOR, NOMINANDO JOGADORES E DESVALORIZANDO POSSÍVEIS NEGOCIAÇÕES.

    FUTEBOL NÃO SE FAZ ASSIM, E TAMPOUCO DO MODO COM QUE VEM SENDO FEITO PELOS NOSSOS DIRIGENTES.

    MAS CRITICAS EXACERBADAS, MUITAS COM GOSTO PESSOAL(VEJO SCOUTISTAS AQUI FALAREM EM CADA “COISA”, ALÉM DE NÍTIDA CAMPANHA OPOSICIONISTA(QUEM TEM UMA OPOSIÇÃO COMO A NOSSA NÃO PRECISA NEM DE INIMIGOS DE FORA), ALIADAS ÀS DE TORCIDAS ORGANIZADAS(SERÁ QUE FOI PORQUE PERDERAM MORDOMIAS?), QUE CERTAMENTE NÃO MELHORARÃO EM NADA NOSSA PREOCUPANTE SITUAÇÃO.

    PENSO QUE A SE CONTINUAR DO MODO COM QUE VEM SENDO ADMINISTRADO O BLOG, MELHOR SERIA INTERROMPER, POIS VIROU PALCO DE POUCOS CRÍTICOS CONTUMAZES, E QUE A NADA LEVAM, POIS NÃO VI SER APLICADA NENHUMA SUGESTÃO DELES.

    ESTE BLOG JÁ FOI PALCO DE AMPLÍSSIMOS DEBATES, ENTREVEROS (PARTICIPEI DE MUITOS), MAS VISANDO MELHORIAS (SÓCIO FUTEBOL É UM GRANDE EXEMPLO), MAS ATUALMENTE ????????????????.

    SE NÃO POSTAR FORA ALGUMA COISA/ALGUÉM, NÃO SERVE.

    RESPEITO AS DIVERGÊNCIAS, MAS SEMPRE COM OBJETIVOS.

    DESCULPEM ME ALONGAR, MAS É O QUE SINTO.

    A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

  • COSTA

    Pelo desempenho na taça Otávio p Guimarães não tenho muito esperança
    Até os siga estão muito fracos vide nosso desempenho este ano.
    Vide tb a quantidade de jogadores nossos nas seleções de base, muito fraco, só na sub 15 e olhe lá.
    Ou seja e muito dinheiro e pouco benefício, falam que se gasta 20M por ano entre Base e Samorin.
    Samorim então nem precisa comentar dinheiro jogado fora

  • Sylvio Montenegro

    Caso o Fluminense fique em 16º lugar no Brasileiro perderá, por baixo, uns dois milhões de premiação, parte na competição nacional e parte por participação na Copa Sul-Americana.

    Daí fica a pergunta: alguém foi ou vai ser cobrado pelo desperdício de dinheiro? alguém vai ser cobrado pela ridícula atuação de sábado?

    Vale dizer que em 2019, parte da divisão das cotas de TV se dará por desempenho técnico do time no ano anterior – confere? – isso tornará ainda mais importante a classificação final no campeonato.

    Para um clube que está contando moedas e que diz que está se profissionalizando deveria haver cobrança. Até porque faz tempo que ninguém cobra nada do Fluminense, que virou uma verdadeira casa da mãe joana. Cada um faz o que quer e fica por isso mesmo.

    • Lucas L.

      Esse comentário e o do José Alberto Bernardes deveriam chegar nas mãos da diretoria. Parabéns pela lucidez de ambos.

      • luiz

        Perfeitos comentários Sylvio e José Alberto. Refletem o pensamento de muitos aqui, mas parece faltar humildade aos donos da verdade para reconhecer os erros, além se faltar competência para gerir o futebol.

  • COSTA

    Isso é verdade, quem dispensou Jonathan e contratou Lucas, qual foi o genio.
    Danlinho eu não estou vendo, mas é uma realidade a preparação fisica é péssima uma das piores de todos os times,senão a pior, vide o Flamengo correndo muito ontem embora tenha jogado quinta feira.
    Recuperação dos problemas fisicos muito demorada, como eu falei, basta ver outros clubes, Rever e Juan ( este com 39 anos ), se machucaram e já estão em campo, no FLU quase todas as contusões a recuperação é por tempo indeterminado.

  • COSTA

    E também ha sugestões citadas por muitos que aqui escrevem, mas quem ganha para pensar são os membros que comandam a FLUSOCIO que foram eleitos e consequentemente comandam o clube

  • Sylvio Montenegro

    De fato. Independentemente dos problemas financeiros, o futebol vem sendo muito mal gerido nos últimos anos. Esse mau gerenciamento está refletindo nos nossos resultados e, consequentemente, atrapalhando a recuperação financeira. É preciso rever tudo no futebol do Fluminense, para ontem.

    Não podemos começar outra temporada da mesma maneira. Há que se identificar o que não está funcionando e mudar. Não temos recursos abundantes para ficar desperdiçando e cometendo erros que são perfeitamente evitáveis.

    • luiz

      Com a palavra a administração Flusócio ….

  • Mário RJ

    Caros irmãos tricolores,

    Há algum tempo alguns amigos tricolores perguntam minha opinião sobre o clima efervescente em redes sociais tricolores (ou que deveriam ser de tricolores).

    Não sou de buscar esse tipo de contato, porque tenho mais o que fazer com meu tempo e não tenho, em geral, muita paciência para redes (anti)sociais.

    Mas, como foram amigos que muito consideram, dediquei 30 minutos (menos, muito menos, na verdade), a acompanhar uma determinada rede social tricolor.

    O resultado me entristeceu muito.

    Tenho críticas (bem como elogios) à gestão da Flusócio, mas o que notei ultrapassa isso.

    Percebi um clima de ódio tão cristalizado que ponho em dúvida a própria existência do Fluminense no médio prazo. A favor ou contra, as “opiniões” são, em geral, absolutas, imutáveis, destiladas em ódios e desprezos…

    Não vislumbrei capacidade de diálogo entre grupos distintos.

    Nessa linha, meu veredito é simples: se, em cinco anos (no máximo), o Fluminense não encontrar uma gestão capaz de aparar algumas arestas e unir grupos distintos em torno de objetivos comuns (o que me parece muito improvável no momento), o clube estará condenado.

    Impossível criar algo num ambiente de ódio, onde “nós” estamos SEMPRE certos e “eles” estão SEMPRE errados.

    Eu tenho críticas à Flusócio, e as divulgo neste espaço, mas não fomento ódios nem desconsidero a possibilidade de a Flusócio encontrar novos caminhos, A meu ver, algumas mudanças são necessárias, mas isso não inviabiliza a gestão nem o histórico do grupo.

    Não odeio ninguém nem possuo opiniões absolutas a respeito de qualquer coisa.

    A Flusócio precisa, em minha modesta opinião, repensar algumas questões voltadas ao futebol do clube. E precisa, acima disso, contribuir para reduzir o clima de ódio que reina em ambientes digitais. Alguns membros, aparentemente, se pronunciam com ênfase em discussões fadadas ao fracasso e ao ódio, mesmo tendo este espaço à disposição.

    O blog está morto!!!!!!! Vocês não vem mais dialogar com torcedores, mas desperdiçam horas se digladiando em redes sociais. O que é isso????

    Assumam erros da mesma forma que ostentam acertos. Proponham ajustes. E sigam em frente!!! Temos dois anos de trabalho pela frente!!!! Vão desperdiçá-los xingando outros nas redes sociais????????!!!!!!!!!

    No fim, não se trata de estar certo ou errado no início do debate. Todos aqueles que contribuem para um dualidade insuperável estão errados!!! E ponto. Ninguém mais conseguirá um mínimo de paz para gerir o clube.

    Muito sério o que presenciei.

    Torno a avisar: sem um mínimo de diálogo, acabaremos em pouco tempo.

    Saudações Tricolores (enquanto existir o Fluminense, vale a pena lutar por ele – quando se tornar um “América” ou “Bangu”, já era…)

    • Flavio Chammas

      Ola Mario, me permita assinar junto com você, um texto lúcido, claro, e muito explicativo.

      Falei algo sobre isto num post hoje também.

      Sai agora matéria que a direção não quitou salários atrasados(pequena parte somente) o que explica o marasmo de sábado.

      Preocupa muito se não houver uma união, e urgente.

      Temos exemplos no futebol brasileiro de clubes que sucumbiram por vaidades de seus dirigentes.

      A BENÇÃO JOÃO DE DEUS

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Isso é um câncer que apodrece o Fluminense.
      As partes tem que sentarem juntas e resolverem as pendengas para fazerem um projeto de clube.
      Não se faz projeto de clube gigantesco a cada gestão.
      O FFC não pode ser apenas 51%, 33% de sua torcida, de associados, ou seja lá qual for o grupo analisado ou percentual encontrado.
      Se não formos 100% estaremos fodidos no meio da podridão que nos cerca há décadas, nos sacaneando de todas as maneiras possíveis fora de campo!

    • Fabio DB

      Mario, ainda espero que as coisas se ajustem na Flusócio e consigamos superar esse momento.

      Infelizmente, não acredito em ninguém que estava no entorno do clube no passado. Apenas um bando de aproveitadores e cretinos. E hoje temos os medíocres do passado se juntando a medíocres do presente na oposição.

      O problema é antigo e se agravou há 4 décadas com Francisco Horta destruindo o patrimônio do clube de forma bizarra e mesquinha. Ali afundamos na lama e levantamos todos os nossos inimigos, especialmente o Flamengo. Depois foram raros momentos de alegria organizada, salvo de 83 a 85.

      Para piorar esse é um processo generalizado. Essa mesma corrupção derrubou o futebol brasileiro que eu creio esteja indo rumo ao caixão. Da mesma forma que 80% dos clubes e o FFC, na linha de frente para extinção.

      Esse ano a Globo vendeu a Globosat pros Americanos e Canadenses. Acabou de vez. Agora é basquete, football americano, etc, …. futebol é na Europa.

      ST

    • Mauro Carvalho – SP

      Mário, brilhantes palavras !!!

  • luiz

    Eu também e estou arrependido. Mas está tudo bem, não ficamos uma rodada no Z4, não é Abad ?

  • Flavio Chammas

    Senhores

    Está explicada a “atuação”de sábado (se é que alguém atuou)

    “Jornal: Flu pagou apenas um mês de salário atrasado aos jogadores e crise interna aumentou”

    • Fernando Ventura Jr.

      Como é que gastam $7 milhões para contratar o tal do Robinho, que o Abel se recusava a usar, até que quando usa se contunde. Por que não usaram esse valor para pagar dívidas.

  • Raul Fernandes

    Que tal Guardiola, Mourinho, Wenger, Bielsa, Simeone, Conti?

  • Rodrigo Prieto

    Uma pergunta de curiosidade e zero provocação. Quem puder, me responde de boa mesmo. Algúem está animado com 2018? E se estiver, por favor, quais seriam os motivos? Eu realmente queria algum contraponto a minha negatividade ou algo para me esperançar em 2018. Eu realmente estou muito pessimista e não vejo nada de bom vindo. Quem puder ou tiver vontade, por favor me dê motivos! novamente, debate de boa mesmo, sem chiliques ou provocações.

    abs!

    • Lucas Antunes

      O Fluminense tem que ganhar o campeonato carioca!! E ganhar com moral. Temos que reconquistar a nossa hegemonia no RJ. Valorizalávamos o carioca quando éramos os maiores vencedores. Assim que o flamengo passou a gente, o carioca passou a nao valer nada. Isso é ridiculo!! São mais de 100 anos de campeonato carioca, é tradição, é gritar É CAMPEÃO!! E gritar É CAMPEÃO em cima dos nossos INIMIGOS!! Pq essa demagogia de merda que fala em “fortalecer o futebol carioca” é coisa de OTARIO!!
      Para o ano que vem é isso, ganhar o carioca comendo o cu de todo mundo e dps, já que o problema é falta de dinheiro, focar no copa do brasil e faturar esses 50 milhões!

      • Octavio Costa

        Não sei mais vc acompanhou depois de 1986

        ,o que aconteceu com o FLU ?
        Fomos sistematicamente roubados, sofremos uma reversão de escrita no apito, no caso contra o Vasco. Lógico em muitas edições não tivemos time. Mais mesmo sem time , chegaríamos muitas vezes se não fossem as armações da federação contra nós.
        Eduardo Viana (já no andar de baixo)e Roubinho sempre nos odiaram. Capachos do Eurico.

        Somos desrespeitados e achincalhados , chegou um ponto que os próprios jogadores se desestimulam em disputar o Carioca , e optaram por competições nacionais e internacionais como ,copa do Brasil 2007, Brasileirão 2010, Libertadores e Sul americana.

        Todo tricolor adora o Carioca , mais no momento é o torneio mais difícil de vencer para nós.

        sdçs tricolores

        • Lucas Antunes

          Capachos do eurico, mas quem ganha todos é o flamengo?? Eurico é flamenguista?

          Então o Fluminense não se faz presente na federação do RJ?? Imagina a nível nacional…

    • Jonas Rimmer

      Perto de 2018, 2017 parecerá um ano muito bom. Em 2018 não teremos Sul Americana, já entraremos fortemente endividados, tanto com o elenco quanto com fornecedores e até com o estádio do Maracanã. Se em 2018 não cairmos para a Segunda divisão, isso já será um feito e tanto.

    • Fernando Ventura Jr.

      Apesar de tudo, 2018, pode ser um ponto de inflexão. Veja bem, começamos 2017 acreditando que as dívidas tinha sido equacionadas e havia dinheiro em caisa. A dupla equatoriana, vice da Libertadores, caiu como uma luva. Lucas começou voando. Richarlison tinha direito a férias, mas preferiu se juntar ao grupo que encorpou. Depois todo mundo sabe no que deu.

      Agora 2018 vai começar com baixíssima espectativa. Tem como piorar ou a maior chance é melhorar? Acho que as pessoas devem ter aprendido com as bobagens, para ser educado, feitas nesse ano.

  • Fernando Ventura Jr.

    Que tal esse time:
    Cavalieri
    Welligton Silva, Henrique, Reginaldo e Giovani
    Edson, Richard,
    Sonorza, Daniel
    Lucas Fernandes e Dourado(Wellington Paulista)

    Estou imaginando o Fluminense vendendo Wendel, Scarpa, Orejuela. Assim pagamos os atrasados e rescindimos com Gum, Lucas, Pierre, Maranhão, etc.

    Emprestamos Pedro, Marco Jr., Nogueira, etc.

    • Luiz Fernando De Oliveira Juni

      Honroso 16º lugar ano que vem…se o Giovanni voltar a ser integrado ao grupo, nem acompanharei os jogos. Duro ver esse cara envergando nosso manto…horroroso como jogador!

    • LuizCarlos De Souza Junior
      • Fernando Ventura Jr.

        Estou imaginando eles voltando melhores do que foram.

    • Waldomiro J. Silva Filho

      Acho esse um time perfeito para disputar o Campeonato Carioca (contra Rezende e Cia) e ir para a Segunda Divisão do Brasileirão.

  • Bernardo Bastos

    Parabens pelo texto!

  • andre fahr

    Obrigado Abad.

  • Fernando Ventura Jr.

    Muito bem. O texto é grande, mas vale a pena ser lido. O Orejuela tem mercado lá fora e jogou muito bem no início do ano. Ou os adversários eram fracos e fomos enganados?

    Dos que voltam, acho que os volantes podem ser Richard e Edson. Não sei porque o Abel não usou o Pierre nessas últimas partidas. Poderia ter sido o toque de experiência no meio-campo.

    Será que não há jogadores dos times que estão caindo que nos sirvam? Esse Renato Cajá era elogiado pela imprensa quando jogava no Botafogo. Será que o Wellington Paulista não pode brigar por posição com o Dourado e emprestamos o Pedro?

  • Gilberto Cabral

    Quem é o responsável pelo futebol? Se tem alguém, pouco apareceu neste ano.

  • Lucas L.

    O blog está igual ao clube: de férias.

  • Alexandre Said Delvaux

    E pensar que o tal do Rodrigo se fez “estrela” em campeonatos da ferj. O campeonato carioca morreu e esqueceu de deitar.

  • Sylvio Montenegro

    Foi isso que chamaram de relação “ganha-ganha”? Ah Flusócio… Ah Peter Siemsen…

    Inicialmente tínhamos um contrato bom e vocês assinaram quatro aditivos absolutamente lesivos aos interesses do clube.

    • Fernando Ventura Jr.

      Esse aditivo fazia o clube arrecadar com estacionamento e restaurante? Se temos esse contrato, o consórcio não teria que nos consultar cada vez que fosse alugar para outros eventos: shows, outros jogos etc. Não teríamos o direito de usar o estádio para fazer treinamento também já que somos os únicos com o contrato em vigência? Não seria o caso de amigavelmente desfazer o contrato recebendo uma indenização pelos 30 e poucos anos restantes. Cadê o corpo jurídico do clube para buscar algum acordo vantajoso?

  • Sylvio Montenegro

    Rogério, muito bom! Agora que o grupo que dirige o clube fez todas as cagadas possíveis em relação ao contrato com o Consórcio Maracanã precisamos de sugestões como as suas para tentar sair do buraco.

  • Sylvio Montenegro

    Boa análise Claudio. Será que as pessoas responsáveis pelo futebol do clube fazem esse tipo de reflexão?

    Que esse texto chegue até eles. Que chegue ao presidente e à Flusócio – será que ainda lêem aqui? – uma vez que cabe ao presidente fazer as mudanças de rumo necessárias para que tenhamos uma gestão competente do nosso futebol.

  • Mário RJ

    Daniel, você não precisa se desculpar para apresentar uma contestação a uma fala minha… Tranquilo quanto a isso…

    Mas acho que não compreendeu o ponto central: se começamos pensando em “era MB” ou não, estamos no círculo de ódio… Já deu merda…

    Não sei quem era… E não importa… Podia ser MB, X, Y, Celso, Flusócio… Não é esse o ponto: o fato é que são muitos… São tricolores (imagino que sejam)… E estão TODOS errados por buscarem afirmar uma posição de ‘estou certo’ com base em ódio…

    Quem joga o jogo da agressão (e pelo pouco que notei há ‘n’ grupos) está destruindo o Fluminense…

    São questões distintas: uma coisa é pessoas se agruparem em torno de objetivos e interesses comuns… Normal… Somos milhões de tricolores… Pode o clube sustentar ‘n’ correntes políticas com visões e projetos distintos… E diferentes grupos políticos com visões diferentes DEVEM debater e confrontar seus conceitos e ideias… Isso é ótimo…

    O que estou dizendo é que parte relevante destes grupos se confronta dia-e-noite, sem a menor intenção de chegar a consensos mínimos… Ninguém busca defender algo bom para o FLUMINENSE… Estão defendendo a destruição uns dos outros… E só… A diferença de ideias que poderia produzir algo construtivo torna-se apenas abismo… E há membros da Flusócio também…

    Quero que se foda o MB… Mas exijo da Flusócio que evite este círculo, porque acreditei e defendi ideias do grupo… E porque a Flusócio administra o clube hoje… Temos trabalho a rodo para fazer… E acredito que a Flusócio pode construir algo bom para o FLUMINENSE…

    O que não pode é a Flusócio ser administração e esquecer o blog… Amanhã, se perder as eleições, haverá posts semanais… Que porra é essa? Virão aqui atirar pedras na vidraça alheia mas não vêm se comunicar com o torcedor hoje???

    Correm pra cá para anunciar projetos e realizações administrativas e desaparecem quando as coisas não saem bem???

    Isso precisa mudar… Não tenho respeito por essa conduta…

    Qualquer que seja o grupo “vencedor” das próximas eleições, não será possível administrar mais nada… Vou repetir: no máximo cinco anos… Se perdurar o ambiente que vi, deixaremos de ser um gigante do futebol e seremos história e uma bela lembrança…

    Saudações Tricolores!!!

  • João Tricolor

    Anotei os públicos totais dos jogos do Fluminense no Rio pelo Campeonato Brasileiro de 2010, quando fomos campeões, não havia crise econômica e a violência estava menor. Os jogos estão em ordem cronológica:

    Maracanã:

    Flu x Atlético Go 1×0 Público: 9 839; Flu x Flamengo 2×1 [20 561]; Flu x Vitória 2 x 1 [ 21 220; Flu x Grêmio Prudente 1×1 [29 086]; Flu x Cruzeiro 1×0 [34 535] (assume liderança); Flu x Botafogo 1×1 [23 218]; Flu x Atlético PR 3×1 [40 005]; Flu x Internacional 3×0 [59 056]; Flu x Vasco 2×2 [80 000]; Flu x S Paulo 2×2 [32 804]; Flu x Palmeiras 1×1 [19 365]

    Engenhão (e um jogo em Volta Redonda)

    Flu x Ceara 3×1 [5 698]; Flu x Corinthians 1×2 [23 126]; Flu x Flamengo 3×3 [18 911]; Volta Redonda: Flu x Avaí 1×0 [11 533]; Flu x Santos 0x3 [14 385]; Flu x Botafogo 0x0 [17 833]; Flu x Grêmio 2×0 [15 397]; Flu x Vasco 1×0 [21 103]; Flu x Goiás 1×1 [40 905].

    Notar: progressivo aumento com as vitórias; forte queda no Engenhão, onde o público só passou dos 20 mil nas duas últimas rodadas (exceção para o jogo contra o Corínthians).

    Fonte: Alexandre Magno Barreto Berwanger for the Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation and RSSSF Brazil

  • Luiz Fernando De Oliveira Juni

    Que situação…estamos sendo achincalhados com notícias ruins de toda a parte! Duro convencer uma criança a ser tricolor hoje…

  • João Tricolor

    Parabéns. Texto substantivo, com os adjetivos devidamente sustentados. Não concordo com tudo, mas ele ajuda, em muito, a pensar. Acima de tudo, oferece o que mais fez falta este ano em campo, especialmente a partir de junho: inteligência.

  • felipe soares

    De Cezar Motta – Sempreflu

    Gil Carneiro De Mendonça 2 (25/11/2017)

    Os torcedores mais jovens não se lembram de Gil Carneiro de Mendonça. O segundo pior presidente da história do Fluminense, que nos levou ao primeiro rebaixamento e quase destruiu o clube.

    Gil renunciou em 14 de novembro de 1996, depois de pouco mais de 10 meses de mandato, quando o clube ia célere para o fundo do poço.

    Seu sucessor foi o pior de todos, Álvaro Barcelos.

    Barcelos, além de nos atirar na terceira divisão, roubou o clube. Perdeu em uma mesa de pôquer uma das cotas mensais de tevê do Fluminense, que estava na miséria e com vários meses de salário em atraso.

    Álvaro Barcelos desperdiçou uma boa ideia, o Fundo Oceânica de Seguros, e atirou no lixo uma negociação com o antigo Banco Bozzano Simonsen que poderia nos reerguer.

    Barcelos manchou definitivamente a história do clube ao comemorar com a abertura de uma cidra de má qualidade o não-rebaixamento no fim de 1996, diante de câmeras de tevê. Nosso clube nunca conseguiu se recuperar totalmente dessa maluquice. O vigarista renunciou e acabou expulso até do quadro social.

    Nosso atual presidente, ao contrário de Álvaro Barcelos, é um homem honesto e bem-intencionado, mas é um desastre como presidente. Lembra Gil Carneiro de Mendonça pela apatia, pela falta de energia, pelo desespero e sentimento de impotência que transmite ao torcedor que ouve suas entrevistas.

    A apatia, a falta de liderança e a ausência de imaginação e talento se irradiam por todo o clube e chegam ao time de futebol, principalmente porque abaixo do presidente está o Alexandre Torres, que parece morto em vida. Completa o quadro sinistro o atraso sistemático de salários.

    Tudo recai em cima do Abel, que está longe de ter capacidade para assumir isso. O pobre Abelão, errático e confuso, está completamente perdido.

    Pedro Abad entra firme na disputa com Gil Carneiro de Mendonça pela segunda colocação na lista de pior presidente da história do clube. Está embolado por enquanto com Roberto Horcades, Ângelo Chaves e Fábio Egito.

    Neste ano, escapamos do rebaixamento sabe-se lá como. No próximo ano, poderemos não ter tanta sorte. A técnica de gestão da atual diretoria é a seguinte: deixar os salários atrasarem até quase três meses e então vender quem tiver mercado.

    Com o dinheiro da venda, os salários são quase postos em dia, mas voltam a atrasar outros três meses; e se for possível vender alguém, que se venda, para garantir outro trimestre de atraso. Os resultados em campo simplesmente não interessam, o Fluminense virou um escritório de contabilidade mal gerido.

    Se analisarmos friamente o Fluminense a partir do orçamento que está em execução agora, em 2017, corremos o risco de concluir que o clube é inviável e está destinado a morrer em curto espaço de tempo. O déficit previsto era de R$ 75 milhões para o ano, e havia a esperança de venda de jogadores para cobrir o rombo.

    Com a venda de Richarlison, que desmontou nosso time, ficaram faltando outros R$ 35 ou 40 milhões, alguma coisa em torno disso. Como tudo indica que Wendel não será vendido, esse rombo será transferido para o orçamento do ano que vem.

    Como a diretoria não consegue novas fontes de receita, teremos a certeza de que 2018 será talvez até pior do que 2017, porque vamos iniciar o ano com um elenco pior. Teremos mais atrasos salariais, cotas de tevê estarão perdidas porque foram antecipadas, e novas humilhações nos esperam.

    Nesta marcha, em dois ou três anos estaremos na segunda divisão, inadimplentes e sem possibilidade de recuperação. Talvez com sérios problemas com a legislação esportiva e com a Procuradoria da Receita Federal, por atrasos no Profut e nos impostos correntes. O caminho da destruição.

    É estarrecedor como a pequena Chapecoense perdeu todo um time titular e de suplentes no acidente de avião e, em cima da hora, montou um time que chegou muito à nossa frente e que nos derrotou com requintes de humilhação.

    Inclusive com o Fluminense pagando boa parte do salário de um dos seus jogadores, Wellington Paulista. É por isso que minha sugestão continua sendo uma negociação interna no clube para uma renúncia e a posse por aclamação de um novo presidente que tenha um perfil empresarial e de liderança, que nos salve do desastre.

    Foi o que aconteceu quando saiu Álvaro Barcelos e chegou-se a um triunvirato, que acabou levando ao cargo David Fischel, que pegou o time na terceira divisão, trouxe Carlos Alberto Parreira e a Unimed e, dois anos depois era semifinalista do Brasileirão.

    É bem verdade que havia homens como Manoel Schwartz e Francisco Horta, que ajudaram a trazer a Unimed, o Parreira e até a ajuda substancial do Banco FonteCindam, que acabou quebrando em um escândalo de informação privilegiada durante a desvalorização do Real, em janeiro/fevereiro de 1999.

    De lá para cá, não tivemos mais lideranças, empresários, homens com trânsito no mercado para conseguir investimentos, com capacidade administrativa e credibilidade. A Flusócio é apenas um grupo de jovens de classe média com muita vontade, muita vaidade e teimosia.

    Eu gostaria da solução negociada, mas os egos, as vaidades, infelizmente, são maiores até do que a nossa torcida. Preferem continuar com o processo de destruição do clube por incompetência e inexperiência administrativa e de futebol.

    Sobre Abel Braga e o elenco, há jogadores que não podem mais sob nenhuma hipótese vestir a camisa tricolor: Lucas, Renato Chaves, Marlon Freitas, Orejuela etc. Wendel, Scarpa, Robert parecem ter desistido do futebol. Ou do Fluminense. Henrique poderia ficar, mas não pode ser titular, assim como Marlon.

    A péssima administração consegue ter mais de 10 jogadores, sei lá quantos, emprestados pelo país e pelo mundo afora. Alguns vão retornar, mas nenhum deveria ser aproveitado. Há uma outra ameaça pairando no ar: Abel quer indicar jogadores baratos!

    Vamos a uma breve lista de jogadores indicados e elogiados por Abel: Milton do Ó, Marco Aurélio Vera Verão, o zagueiro Anderson (“ele é tão bom que não sei até hoje se é canhoto ou destro”), Romarinho, Matheus Sales (é hoje o terceiro reserva no Bahia), Barcos (que vimos pela LDU se arrastando em campo, com pernas finas e barriga grande) e Wellington, fazendo vergonha no Vasco.

    O cenário é de terra arrasada, e tende a ser pior em 2018. O Fluminense está nos fazendo mal à saúde.

    • Fernando Ventura Jr.

      Acho injustiça comparar o Abad a esses nomes. A herança que ele recebeu do seu antecessor fez toda a diferença. Também citaria o Fischel, que apesar de ter feito o primeiro contato com a Unimed, que se mostrou uma face de dois gumes, mas permitiu a sobrevivência do clube. Lembro que em sua gestão, vendeu o Roger para manter os salários em dia e depois teve que pegar o jogador emprestado diversas vezes.

      • Sylvio Montenegro

        O problema Fernando é que esse deve ser o único caso no mundo de alguém que recebe uma herança de si próprio.

        Afinal, Abad foi o candidato do Peter, da situação, e, além disso, era o presidente do Conselho Fiscal na gestão passada.

        Desta forma, o discurso da herança do Peter não se aplica. É hora de trabalhar de forma séria e competente, para apresentar resultados e corrigir os problemas criados pelo próprio grupo.

        E o primeiro ano do mandato já não foi bom no que diz respeito ao futebol. Assim, todos esperam mudanças na gestão daquilo que é a razão de ser do clube.

  • Fernando Ventura Jr.

    Cadê o dinheiro da Viton? Da empresa canadense? Não tem como processar a Oderbrecht que não liberou o estádio para jogarmos ano passado, mas os amigos do Zico amarelão usaram o estádio?

  • Fernando Ventura Jr.

    Além do aluguel com o estádio, pagamos muitas outras despesas. Tinha que brigar com a FFERJ para diminuir algumas taxas, mas o Marcelo Penha não consegue nada lá e se mantém eleição após eleição.

    • COSTA

      Infelizmente eu que achava que o MALDITO PETER fazia uma boa gestão, depois descobri que ele era um grande mentiroso e um dos piores presidentes , HORCADES que era ruim tentou mas não rebaixou o FLU, e até isso ele conseguiu em 2013

  • Sylvio Montenegro

    Hoje às 18 horas tem Watford x Manchester United na ESPN. Oportunidade de assistir um bom jogo e ver como o Richarlison está se saindo na Premier League.

    • Alexandre Magno Barreto Berwan

      Tenho horror ao Manchester United, uma espécie de Coisa Ruim versão inglesa.
      Dá-lhe Richarlison!

      • Sylvio Montenegro

        Também detesto o United, Alexandre. Na Inglaterra tenho simpatia pelo City e pelo Tottenham. Ainda mais o United com o retranqueiro do Mourinho.

  • Sylvio Montenegro

    Infelizmente, o discurso de união é bonito, mas não é factível. Seria, se a intenção de todos fosse o bem do Fluminense, só que não é assim. Ou seja, teremos que conviver com isso e saber separar bem o joio do trigo.

  • Alexandre Said Delvaux

    Eu acho que o FLUMINENSE tem que se libertar de algumas situações. Futebol é negócio e não oferece mais espaço para intrigas, rame-rame ou disse-me-disse. É negócio e os problemas devem ocupar outro patamar. Fofocas de insatisfeitos porque perderam o cocho sempre existirão, a dimensão e o alcance delas é que devem ser delimitadas.
    Profissionalizem a gestão e vinculem a remuneração aos resultados, quebrem paradigmas e corram os riscos. Penso que deve ser esse o caminho.
    Mimimi, fofocas, reclamações são relativas. Hoje estão detonando a gestão e não poderia ser diferente, dada a mediocridade dos resultados, mas muitos que detonam hoje pediram a cabeça do Henrique Dourado, execraram o Richarlyson, falaram maravilhas do Orejuela, exaltaram o Sornoza, (apesar do verbo estar no na terceira pessoa, poderia estar na primeira do plural, afinal todos erramos e acertamos, alguns, no entanto, esquecem os seus erros de avaliação). A diversão predileta de alguns tem sido “malhar o judas”, vai ser assim até as coisas mudarem, aí o discurso vai mudar também.
    E se existia alguma possibilidade de o blog apresentar debates construtivos, isso vai se perdendo com a diversão preferida de alguns.
    Eu tenho uma única certeza: dias melhores virão!

    • Claudio Souza

      Pois é, administrar um negócio complexo como um clube de futebol requer muitas qualidades e habilidades.

      Não dá pra ficar perdendo tempo com fuxico de redes sociais.

      Concordo plenamente com você em relação à quebra-de paradigmas.

      ST

  • Rodrigo Baroni

    Fluminense teve PENA da Gigantesca e corrupta e trilionária Odebrecht, e fez repacto (do cão, pra gente) com os caras para que eles tivessem melhores números…

    Mais um crime cometido contra o FFC, por Peter e cia…

    O problema não foi a necessidade de haver possível aditivo… O problema é q o(s) aditivo(s) nos ferrou demais…

    Só por exemplo, o Cruzeiro não fez repacto, o Bahia também não, etc etc… Eles não levam os prejuízos q levamos nas Arenas públicas tb concedidas…

    E quem tem PENA do FFC ???????????

    Agora devemos ao Marcelo e ao Emílio…

    PQP PARECE PIADA…

  • Rodrigo Baroni

    Lucas continuar no Flu em 2018 só pode ser piada do Zorra total…

  • Raul Fernandes

    Esse Marcelo q alguns (poucos, ainda bem) aí embaixo indicam pra técnico do Flu como solução em 2018 é o mesmo q está à beira de levar o Coritiba pra Segundona no próximo domingo?

    Ou trata-se de um homônimo?

    • Claudio Souza

      O mesmo. Vai entender…

      ST

    • Fernando Ventura Jr.

      É o que levou o mesmo Coritiba a dois vice-campeonatos na Copa do Brasil e levou o Cruzeiro a um bicampeonato brasileiro da série A.

      Tem que ver como ele pegou o Coritiba. No Fluminense ele começaria o ano que vem. Era só uma opção. Nem sabia que estava empregado. Quando falamos em Fernando Diniz, Enderson Moreira, Marcelo Oliveira e Jorginho, imaginamos nomes disponíveis.

    • Flavio Chammas

      Os “scoutistas ” daqui são pândegos.

  • Fernando Ventura Jr.

    Poderiam colocar o Abel no lugar do Marcelo Penha como representante do clube da FERJ e na CBF. Ele seria mais útil.

  • Fernando Ventura Jr.

    Pior que isso. Vai brigar ele e o WS para ver quem vai ser o lateral direito titular.

  • Fernando Ventura Jr.

    Tem razão. Ele se omitiu. De qualquer forma, o que teria acontecido se as contas do Peter não fossem aceitas? O Peter arcaria com parte das dívidas ou poderia ser processado? Será que ainda não pode ocorrer isso?

    • andre fahr

      Com o Peter não sei, mas eu acho que a opinião de muitos sobre o Abad iria ser melhor, inclusive a minha. Uma parte da minha insatisfação com o Abad vem da postura dele antes e depois das eleições. Antes ele apresentava um Fluminense saneado financeiramente( inventaram até aquela sacanagem de estádio na Barra) e com potencial para ser protagonista no cenário sulamericano imediatamente, já depois nos deparamos com um clube praticamente sem recursos e com um distante horizonte de tempos melhores. E antes e depois das eleições o Abad continua fervorosamente elogiando o Peter, colocando-o entre os melhores presidentes da história do clube, o que é um absurdo.

  • Sylvio Montenegro

    O Bangu da Argentina chegou à final da Libertadores e tem estádio para 40 mil pessoas.

    O churrasqueiro foi campeão. Não dá nem pra dizer que ele apenas surfou na onda do Roger.

    Precisamos aumentar nossas receitas, mas, sobretudo, precisamos gerir melhor o futebol.

  • Rogério Barbieri

    Desnecessário. O momento de construção de estádio passou. Aconteceu no momento pré-Copa do mundo no Brasil. Perdemos o bonde da história.

    O clube precisa voltar a ter time muito forte, competitivo e potente na Federação Carioca e na Confederação Brasileira de Futebol para evitar a manipulação da arbitragem exigida pela Rede Globo.

    O Fluminense tem um estádio a disposição e tem que saber fazê-lo ser rentável.

    Temos em média um estádio com 65 mil lugares vazios por jogo em função de um time que não conseguiu se estabelecer por um conjunto de fatores e de uma política de preços não posicionada.

    A população de torcedores do Fluminense diminuiu e vai continuar diminuindo em relação aos nossos concorrentes diretos. Principalmente, se não fizemos nada para mudar.

    Se você não é um construtor ou um fornecedor de material de construção, esquece a ideia do Estado para o Fluminense. Pelo menos, nesse momento.

  • Rogério Barbieri

    Esse paradigma de que o Fluminense, Vasco e Botafogo não são clube para uma média de 40 mil torcedores é o mito que foi e que continua sendo construído para enfraquecer os principais concorrentes do Flamengo.

    Ao longo dos anos, quanto menos tricolores, vascaínos e botafoguenses, mais flamenguistas teremos.

    Já falei, o marketing do Fluminense tem que se orientar de forma oposta do Flamengo. Se houver alguma política a se assemelhar, ela tem que ser exceção.

    O Fluminense precisa pensar em tentar evitar a enorme depressão que irá ocorrer nas próximas décadas. Afinal, se compararmos a quantidade de tricolores que nasceram até a primeira metade da década de 80 com a quantidade de tricolores que nasceram após a a segunda metade da década de 80, constataremos uma diminuição enorme da nossa torcida pela frente. E isso acontecerá numa velocidade progressivamente mais rápida. Os nascidos na primeira condição irão morrer. E os diminuídos procriarão com famílias cada vez mais rubro-negras e vitoriosas.

    Ou seja, o Fluminense precisa trazer para dentro do estádio a massa de torcedores que ainda tem.

    O primeiro reforço que o Fluminense Football Club precisa contratar é a sua torcida. A presença constante e em massa da sua torcida trará os investidores que o Fluminense precisa. Os investidores que o Fluminense precisa trarão os grandes jogadores para reforçar o time. E assim seguiremos.

    O Fluminense tem que buscar a popularidade.

    Ah, se o processo já existe o processo de acessibilidade mensal, elaborem o processo de acessibilidade anual com uma condição comercial hiperatraente.

  • Rogério Barbieri

    Torcida do Fluminense com média > 43.000,00 torcedores no campeonato brasileiro, mesmo sem ter participado da final em 1976.

    Torcida do Fluminense com média de 44.027 pagantes por partida na Libertadores de 2008.

    Afirmar que é impossível? Com time fraco tudo é difícil, até vencer.

    Não quero acusar o time atual de fraco, pois honestamente, tive gosto de vê-lo por algumas vezes. Mas, tivemos uma estrutura fraca. Fraca porque acreditamos numa parceria com um inimigo que tem muito bem definido o que ele quer. Ele quer conquistar títulos. E o conquistará, seja como for (honestamente ou não).

    Perdemos o título carioca para este time porque fomos roubados escancaradamente e a imprensa nos fez calar quanto a falta cometida pelo Réver sobre o Henrique e comemorada pelo juiz.

    Eu pedi um mínimo de coerência da diretoria tamanha a fraqueza do Fluminense perante a arbitragem do futebol brasileiro.

    Eu pedi para que fizessem um levantamento de jogadas aonde esse time foi prejudicado pela arbitragem.

    Se a diretoria tivesse feito esse simples exercício, teria algo para argumentar nesse momento, pois antes de nos enfraquecermos moralmente e tecnicamente, o time foi escancaradamente prejudicado pela arbitragem por diversas vezes, o que acarretou na perda de diversos pontos.

    Não quero com isso, qualificar demais esse time de 2017, mas não quero desqualificá-lo demais.

    O Fluminense dá muita chance para o azar. Por isso, vive tendo azar. É uma questão de estatística.

    Ensino isso para o meu filho. Dê chance para a sorte. Pois, assim mesmo, ainda tem chance do azar acontecer. É menor, mas ainda assim pode acontecer. Por isso, faça o melhor possível.

    https://uploads.disquscdn.com/images/7610e42b6a8235a20dbbf7973f458ffdc0fbe674d8d6fe76362ffbd9e0f96321.jpg