A reunião do Conselho de 30/11/2015

CDelNa reunião do Conselho Deliberativo realizada ontem, 30/11/2015, houve a homologação da plenária para os Vice Presidentes Leonardo Lemos (Marketing) e Marcelo Fagundes (Social). Ambos já estavam trabalhando nas suas pastas desde a indicação do Presidente Peter Siemsen e agora estão legitimados institucionalmente, como manda o rito estatutário.

A Vice Presidência de Assuntos Legais, pasta que estava vaga desde a renúncia de Carlos Eduardo Cardoso (Cacá) há alguns meses, será agora ocupada por Bruno Curi, integrante da Flusócio, que topou assumir o desafio após o convite do Presidente Peter Siemsen. Em breve haverá votação no Conselho Deliberativo para homologar sua indicação à pasta.

Após as deliberações sobre as Vice Presidências, houve uma palestra do gestor do CTVL, Marcelo Teixeira, sobre o trabalho que vem sendo realizado em Xerém, algo que todo torcedor do Fluminense deveria conhecer para proteger quanto a possíveis retrocessos, principalmente às vésperas de um ano eleitoral.

Com números, foram apresentados os resultados da nossa fábrica de talentos, bem como os projetos que foram concluídos, aqueles que estão em andamento e outros que ainda precisam iniciar para atingirmos a excelência.

Foram apresentados também: a metodologia unificada para formação de atletas em todas as categorias, bem como os pilares estratégicos que norteiam as divisões de base do Fluminense e a total integração hoje existente com o futsal de Laranjeiras e o projeto de escolinhas (Guerreirinhos), elementos importantes na captação de talentos.

Segundo métricas expostas pelo palestrante, que se baseiam no número de atletas aproveitados no time profissional, convocações, conquistas, negociações de direitos econômicos e outros fatores de medição, o Fluminense hoje está posicionado entre os 3 melhores trabalhos de base do país.

Ao final, o coordenador pedagógico do CTVL, Ivan Proença, apresentou a forma como o Fluminense está cuidando de seus atletas de base, não apenas como esportistas de alto desempenho mas também como cidadãos e conhecedores da história do Clube.

A revitalização e evolução de Xerém é uma entrega importante da gestão Peter Siemsen, algo estratégico para a instituição. Acreditamos que a rotina de observação técnica e revelação constante de talentos é a chance maior do Fluminense equilibrar em competitividade e receitas com os Clubes de maior poderio financeiro.

80 Comentários em A reunião do Conselho de 30/11/2015

  1. Flavio Chammas
    1 de dezembro de 2015 at 15:13 (3 anos ago)

    sENHORES

    Seria interessante se pudéssemos ter acesso ao demonstrativo sobre Xerem(nossa salvação).

    Os parabéns aos novos diretores(acho que conheço o Bruno Curi).

    Repercutam também a entrevista do Mario(postei no outro e vou repetir aqui) sobre o ano, pois do modo que ela foi colocada (pela mídia e oposição) da ideia errada.

    Este é trabalho importantissimo para nosso soerguimento como instituição.

  2. Flavio Chammas
    1 de dezembro de 2015 at 15:14 (3 anos ago)

    SENHORES

    MAIS DA ENTREVISTA É BOM LEREM PARA DEPOIS CRITICAREM:

    Vice de futebol minimiza péssimo returno e justifica “ano positivo”
    “Lanterna da competição é o Joinville”, disse Mário Bittencourt

    Publicado em 1 de dezembro de 2015 às 13:11
    Último colocado do returno do Campeonato Brasileiro com 14 pontos, o Fluminense promete lutar para melhorar sua posição na competição. Mas não para tentar apagar a segunda parte do torneio. Mário Bittencourt minimizou a campanha, lembrando que o Nacional tem 38 rodadas, e aproveitou para se explicar após declarar à Rádio Brasil, em 7 de novembro, que 2015 havia sido um ano positivo.

    – Eu acho curiosa essa avaliação de se dividir o campeonato em duas partes para dizer que o Fluminense é o lanterna. Não, o Fluminense não é o lanterna da competição. O lanterna é o Joinville. O Fluminense, realmente, não fez um ano, desportivamente, como gostaríamos que fizesse. Fez um primeiro turno bom e um segundo muito ruim. Mas o campeonato é de pontos corridos, não se tem campeão de turno. Não tem premiação, nem troféu por isso. Hoje ele é o 13º, não o lanterna. Nos aflige o faço de não termos feito o ano que a gente queria fazer. Até aproveito a oportunidade, pois deu uma entrevista longa numa rádio uns 15, 20 dias atrás e falei durante 10 minutos sobre o que foi o ano do Fluminense e no final disse que dentro do que se esperava para o ano de 2015, em razão das dificuldades que tivemos na virada do ano passado para esse, tivemos até um ano positivo, pois disputamos a semifinal do Carioca e da Copa do Brasil, saindo, injustamente, com dois pênaltis que não existiram. E aí, alguns colegas de vocês, que não vou citar o nome, resolveram pegar só o final da minha frase depois de dez minutos falando sobre tudo o que sofremos e criaram um movimento de que teria dito que o ano do Fluminense foi positivo. Fui extremamente atacado, inclusive por pessoas dizendo que eu não sabia ou não tinha noção do tamanho do Fluminense, pois está em 13º e essa posição não condiz com o tamanho do clube. Eu sei muito bem o tamanho que o Fluminense tem, pois antes de ser vice de futebol e advogado do clube, sou torcedor, escolhi ser torcedor pelo tamanho que ele tem – argumentou Mário, que completou:

    – Tivemos um ano de enormes dificuldades. Vocês vão se lembrar que em 15 de dezembro mais ou menos fomos notificados pelo nosso antigo patrocinador da saída dele de maneira abrupta. Do dia 15 de dezembro até 6 de janeiro, quando começava a pré-temporada, com Natal e Ano Novo no meio, tive oito dias úteis para montar o elenco, que perdeu, no mínimo, 12 jogadores por término de contrato, entre eles vários campeões brasileiros de 2012. Buscamos apostas e meu discurso foi igual o ano inteiro, que montaríamos um elenco dividido em três: jogadores que ficaram, mesmo sem o patrocinador, apostas e os da base. Depois do Carioca, que entendemos que não foi bom, reforçamos para a disputa do Brasileiro, ter um time mais encorpado. Fizemos algumas contratações e não vamos discutir se deram certo ou errado, mas tentamos fazer com que o Fluminense tivesse um pouco mais de força na competição. Tivemos o mesmo número de vitórias que o Sport, mas eles conseguiram 14 empates e nós, cinco. Faltou, ao longo de uma parte da competição um pouco de maturidade, experiência ao nosso time. Se tivéssemos empatados mais uns quatro ou cinco jogos, estaríamos falando, talvez, de briga pelo G4. Não justifica no Brasileiro ruim, mas existe um motivo. A quantidade enorme de derrotas que tivemos fez com que não brigássemos na parte de cima, mas a boa quantidade de vitórias que tivemos, 14, fez com que não tivéssemos sufoco na parte de baixo. Não brigamos em nenhum momento contra o rebaixamento e preparamos uma excelente base para 2016. Esperamos que a gente possa vencer o Figueirense e terminar o ano com dignidade.”

  3. Alexandre Magno Barreto Berwan
    1 de dezembro de 2015 at 16:20 (3 anos ago)

    Alguns dos principais fomentadores da polêmica (?) envolvendo Vasco e Fluminense (?) na imprensa são framengistas.
    Coincidência.
    O mais habitual de todos, escreveu uma coluna (lixo) hoje naquele jornal, repetindo entre muita sujeira, mentira sobre 1996, uma história já esclarecida mil vezes pelo Fluminense, não apenas, mas também por jornalistas de verdade.
    Não tem ninguém sério naquela organização para dar um basta nisto?
    Ninguém que queira que seu jornal escreva para 100% do público, e não apenas para os dementes?

  4. GiseleFelix
    1 de dezembro de 2015 at 16:31 (3 anos ago)

    Se tem uma coisa que orgulha o torcedor é o trabalho feito em Xerém. Nosso futuro está lá. É a nossa redenção. E graças a esta administração que estamos conseguindo esse grande feito.

    Ontem vi dois garotinhos andando na rua com a camisa do Projeto Guerreirinhos em Vilar dos Teles, São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Foi uma alegria grande vê-los sorridentes, uniformizados com a nossa marca.

    Que esse projeto cresça ainda mais e que não falte verba para sua manutenção e ampliação. Que nossos diretores sejam responsáveis por conduzir estes pequenos atletas em um futuro promissor que, se não for no mundo do esporte, que seja na vida, levando o nome do Flu com carinho no coração.

  5. Alexandre Said Delvaux
    1 de dezembro de 2015 at 17:20 (3 anos ago)

    “Conselheiros convocam Peter a detalhar planejamento do futebol”. Se isto tivesse sido feito outras vezes, tragédias no futebol teriam sido evitadas, possivelmente. Antes tarde do que nunca.
    Espero que a platéia esteja preparada para arruir, sugerir e que os requisitantes tenham mais do que vontade de aparecer.

  6. Fabio DB
    1 de dezembro de 2015 at 17:26 (3 anos ago)

    Li o texto do RM Prado. Que coisa deprimente. Esse cara é um desqualificado mesmo.
    ST

  7. Alexandre Said Delvaux
    1 de dezembro de 2015 at 19:45 (3 anos ago)

    Entressafra: – Como aparecem tantos idiotas escrevendo asneiras por aí. E tem agregador de notícias que repercute! Não seria melhor adotar o título de “agregador de bobagens”?!

  8. Vitor Perez - Resende - RJ
    1 de dezembro de 2015 at 20:05 (3 anos ago)

    http://www.netflu.com.br/site-fla-pode-assumir-maracana-e-flu-seguir-como-inquilino/ nao sei da veracidade da notícia, mas acho que enquanto não tivermos a nossa CASA estaremos sujeito a qualquer coisa, a ser inquilino do governo, do consórcio, da prefeitura / botafogo, e agora até dos mulambos. A Arena para 30 mil pessoas no máximo tem que começar a ser debatido e projetada de maneira oficial.

  9. Marcelo Teixeira
    1 de dezembro de 2015 at 20:32 (3 anos ago)

    Parabéns por tudo do ctvl! Li acima que seria interessante todo torcedor ter conhecimento do que está sendo feito. Lembro que sócios torcedores votam. Hoje creio que sejam maioria. E sócios torcedores não tem acesso a conselho deliberativo e muito pouco ao clube. Portanto, divulguem esse trabalho. Aqui, por e-mail pra todos sócios, mandem pra imprensa, etc.

    3 coisas…parabéns ao Mario e aos responsáveis por proibirem as entrevistas essa semana. Fizeram muito bem. Postura de diretoria cascuda. Gostei.

    Segundo, parabéns ao Mario pela entrevista hoje. Se saiu muuiiiitoooo bem. Postura que se espera de um dirigente. Muito boa mesmo. Espero que o Mario avalie seus erros e se recupere. Muiiitoooooo tricolor. Acho que faltou apenas um pouco de humildade esse ano, ouvir mais e também experiência. Espero que reencontre o caminho pra 2016 já que vai ficar.

    Terceiro, que vá até o fim no babaca que ameaçou a filha de sequestro. Um babaca. Marginal! Seja de que torcida for.

    A polícia pega fácil esses crimes de internet. Vá até o fim Mario! E divulgue pra todos quando esse babaca for pego!

    St

  10. Mauro Carvalho - SP
    1 de dezembro de 2015 at 20:35 (3 anos ago)

    Sampaoli nos mulambos ??? Estratégia de votos da oposição por lá, a tal chapa verde anuncia que está tratado com ele, caso vençam…..

  11. Sergio BindaB
    1 de dezembro de 2015 at 20:54 (3 anos ago)

    Concordo com boa parte do que o Mario disse, especialmente sobre este destaque de sermos o lanterna do returno. Que porra e essa? Alguém se lembra dos lanternas de returnos dos campeonatos anteriores. E claro que não … Mas como este ano e o Flu vieram com esta história.

    Engraçado que boa parte da nossa torcida repercute esta notícia.

    Grande resposta do Mario… O lanterna e o Joenvile.

    ST

  12. Alexandre Magno Barreto Berwan
    1 de dezembro de 2015 at 20:58 (3 anos ago)

    Imagino que Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar parecerão na lista deles durante as férias, assim como o Fluminense vai vender Marcos de Mendonça, Preguinho e Romeu Pellicciari, todos informados por aquele conhecido jornalista framenguista ou algum de seus sobrinhos, pois os tem muitos.

  13. Alexandre Magno Barreto Berwan
    1 de dezembro de 2015 at 21:01 (3 anos ago)

    Eu só li porque estava aguardando a minha vez no barbeiro e o jornal estava jogado por lá.

  14. Thiago Resende
    1 de dezembro de 2015 at 22:42 (3 anos ago)

    Muito boa a entrevista do Mário hj! Ele não é torcedor, está ali como dirigente e o discurso deve ser este mesmo!

    Como disse um colega abaixo, também espero que Mário e Simone aprendam com os erros cometidos. Já que não teremos uma grande reformulação, que as contratações sejam feitas com critério razoável, minimizando o risco de erros! As apostas tem que ser de xerém, pois, precisamos de jogadores cascudos, de personalidade e que tenham ambição por títulos.

    Quanto ao jogo de domingo…só a gente manter a média do segundo turno!!Vamos parar de ser hipócritas tbem né? Não tem que correr p Vasco mesmo não… Perdemos na raça durante o campeonato todo, vão resolver correr agora p salvar um rival?menos né? ST

  15. Sylvio Montenegro
    1 de dezembro de 2015 at 23:03 (3 anos ago)

    Precisamos muito ter a nossa casa Vitor. Clube que quiser continuar a ser grande tem que ter o seu estádio. O Maracanã já era. Nem sequer é o mesmo estádio histórico de antes, virou um monstrengo caro e frio, administrado por um consórcio que quer fazer do futebol um entretenimento como qualquer outro, caro e voltado para a classe média/alta.

    Quando vejo as torcidas de Corinthians e Palmeiras lotando seu estádios, enchendo as laterais de faixas, assistindo o jogo de pertinho do campo, com a torcida visitante lá no cantinho do estádio, fico triste em ver que a “nossa casa” é o Maracanã.

  16. Jefferson Alvares
    1 de dezembro de 2015 at 23:27 (3 anos ago)

    Prezados,

    Parabéns aos grandes tricolores Leonardo Lemos e Buno Curi, que aceitaram este desafio em nome da nossa grande paixão!

    Tive a oportunidade de assistir uma boa parte da palestra do Marcelo Teixeira, e o trabalho que estão fazendo é realmente muito interessante, embasado, e guiado por métodos e muita dedicação.

    Os meus parabéns a toda equipe de base, que já vem colhendo frutos importantes desta bela iniciativa, que ainda vai nos dar muitas vitórias, felicidades e orgulho!

    St

  17. Ricardo Ferreira
    2 de dezembro de 2015 at 5:47 (3 anos ago)

    Muito boa Berwan!

    Sobrinhos…hahahahaha!!!

  18. Ricardo Ferreira
    2 de dezembro de 2015 at 5:49 (3 anos ago)

    Bela jornada!

    Grandes resultados.

    Tem gente na casa!

  19. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 6:16 (3 anos ago)

    DA SÉRIE : Os retardados, os esquizofrênicos e os mal intencionados da mídia não lembram.

    1- Se o Fluminense tivesse perdido para o Avaí, o Vasco já estaria rebaixado.

    2- O Vasco empatou uma e perdeu outra contra o Figueirense, 1 ponto; O Fluminense já ganhou 3 pontos do Figueira.

    3- O Fluminense ganhou os 6 pontos disputados contra o Goiás, se não o Vasco já estaria praticamente rebaixado, pois teria que tirar uma diferença de 15 gols para o Coritiba na última rodada.

  20. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 7:35 (3 anos ago)

    Unicamente considerando a polêmica criada pela frapress com más intenções evidentes de jogar o Fluminense contra o Vasco e vice versa, pois naturalmente não poderíamos sair perdendo para todo mundo…..

  21. Vitor Perez - Resende - RJ
    2 de dezembro de 2015 at 7:50 (3 anos ago)

    Pois é, eu sei o quanto deve ser difícil para viabilizar as laranjeiras, ou até mesmo contruir um estádio. Porém está mais do que na hora de ter um grupo de especialistas para realizar um estudo concreto e oficial.
    Todos os projetos que vejo são de torcedores apaixonados que contratam um esquitrório de engenharia e arquitetura para moldar alguma coisa.
    Tá na hora do clube fazer isso , e abertamente. Pensar em alguma hora em fazer alguma coisa. Mirar la na frente e seguir os objetivos. Não podemos ficar na mão do maracanã. Eu particularmente fui uma 4 vezes depois da reforma e não gostei.É confortável, moderno e tals, mas não me senti em casa.

  22. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 7:55 (3 anos ago)

    Se nos devolvessem os pontos tirados no apito então (por que a frapress não comentou isso em nenhum momento?), estaríamos no G-4…..

  23. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 9:26 (3 anos ago)

    Ano após ano de estorinhas, e a frapress não fica com vergonha……

    Mundo ESPN ‏@ESPNagora 19 h

    Há 19 horas

    Sampaoli nega acordo fechado com Flamengo: ‘impossível’ – http://es.pn/1ImA7DO

  24. Alexandre Said Delvaux
    2 de dezembro de 2015 at 9:50 (3 anos ago)

    Off 1. Se essa história do inter for verdadeira, merece cair.
    Off 2. Pediram a quebra de sigilo telefônico de integrantes da cbf, desfe 2007. Tem dirigente de clube popular sem dormir.

  25. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 10:36 (3 anos ago)

    Ha-ha-ha-ha…

  26. Alexandre Magno Barreto Berwan
    2 de dezembro de 2015 at 10:38 (3 anos ago)

    Sobre os eleitos: o Marcelo Fagundes é um cara legal demais!
    O Leonardo não tenho o prazer de conhecer, mas pela forma d se manifestar aqui, também parece.
    Sucesso aos dois, sempre!

  27. Marco Antonio Barroso
    2 de dezembro de 2015 at 10:51 (3 anos ago)

    Parabéns ao pessoal de Xerém, que um dia esse profissionalismo chegue o futebol profissional.

  28. Ana
    2 de dezembro de 2015 at 10:54 (3 anos ago)

    O Vasco não depende do Flu para permanecer na série A. Basta ganhar do Coritiba por 8 x 0. Se não ganhar, é porque estão fazendo corpo mole.

  29. Fabio DB
    2 de dezembro de 2015 at 12:35 (3 anos ago)

    É verdade Marco, o cara é um infeliz.
    ST

  30. Fábio Barbosa de Araújo
    2 de dezembro de 2015 at 12:41 (3 anos ago)

    O Fluminense precisa rebaixar o Eurico Miranda. Só digo isso.

  31. André Pereira
    2 de dezembro de 2015 at 13:00 (3 anos ago)

    Olá, Marco.
    Com cerca maluco ele não é, mas competente no que tange a gestão e planejamento de futebol, também não é.
    Nada contra a pessoa do Mário que tenho certeza ser um tricolor, mas seu trabalho é muito ruim e o prejuízo causado com suas péssimas escolhas/concordâncias é enorme.
    Não me atenho a esses pormenores políticos do que ele disse ou não disse. Isso é besteira e só alimenta a quem tem interesse político ali dentro.
    Minha visão nesse momento é sobre o futebol para o ano que vem. E nisso incluo sim a nossa saúde financeira extremamente deteriorada também pelo fraco trabalho dele.
    Com certeza não foi ele o responsável pelo nossa aperto financeiro atual, mas do pouco que sobrou após enorme luta para equacionar as dividas e termos uma previsão saudável e factível de gastos, ele deteriorou grande parte.
    Como já disse antes e posso estar muito errado sobre minha opinião, mas a continuidade dele a frente da pasta, pra mim, é uma complacência com o fracasso.
    Os erros foram i úmeros e crassos. Ele só não caiu por ser o virtual candidato da situação e terr de ser preservado. O problema é que isto está sendo feito não a favor, mas em detrimento ao Fluminense e com isso eu não posso concordar.
    Nunca apoiarei que projetos pessoais estejam acima da instituição.
    Essa é só a opinião do amigo aqui. Sem pretensão de convencer ou de ser dono da verdade.

  32. Marcos Rodrigues
    2 de dezembro de 2015 at 13:28 (3 anos ago)

    Perfeito seu comentário amigo!!!! E que o MB fala não condiz com o que ele realmente faz. Péssimas contratações e que oneraram e muito a folha de pagamenteo, nos fazendo até lembrar a diretoria do Horcades!

  33. Marcos Rodrigues
    2 de dezembro de 2015 at 13:30 (3 anos ago)

    Pessoal então falem aí como está a parte do ct onde fica o “Hotel Telê Santana”!!!! Se reformaram aquele belo campo que tem lá, a área que acho que se chama de Grêmio, o Hotel, qual os planos para ele, etc.
    Quem poderia responder isso?

  34. Flu Capixaba
    2 de dezembro de 2015 at 13:41 (3 anos ago)

    Vê-se claramente isso. Bruno Henrique mostra potencial e o zagueiro Fred é eficiente, sem ser grande jogador. Agora, eles vêm inventando esse Rodrigo e outros… sempre assim…

  35. Gustavo Marsan
    2 de dezembro de 2015 at 14:16 (3 anos ago)

    OFF:

    CUCA está sem contrato.

    O que estão esperando para contratá-lo?

    Ousadia faz parte de um time que quer ser campeão.

  36. Fernando Ventura Jr.
    2 de dezembro de 2015 at 15:02 (3 anos ago)

    Não acho que o time deva entrar para perder. O ideal seria ganharmos o nosso jogo, ficando empatado ou na frente do Flamengo, e o Vasco cair por suas próprias forças perdendo para o Coritiba ou com a derrota do Corinthians. O meu discurso está pronto caso salvemos o Vasco: – Agradeçam a gente por estarem na série A. Hahhhaha!

  37. Fernando Ventura Jr.
    2 de dezembro de 2015 at 15:04 (3 anos ago)

    Ele deve ser caro e mesmo que viesse, sem dinheiro não haveria contratações e não adiantaria nem Guardiola ou San Paoli. É capaz do Levir ser mais em conta e não ser tão diferente do Cuca.

    De qualquer forma, a se repetir os anos anteriores. vamos seguir com o Eduardo Batista e depois de perdermos o carioca e a minas-rio-sul(que parece que nem participaremos) ele sai e aí vamos contratar alguém.

  38. Alexandre Said Delvaux
    2 de dezembro de 2015 at 15:27 (3 anos ago)

    Nesse caso, com base na lei de acesso à informação, pode ser possível que as conversas se tornem públicas.

  39. Alexandre Said Delvaux
    2 de dezembro de 2015 at 15:28 (3 anos ago)

    Que isto se torne, então, uma rotina!

  40. Jefferson Alvares
    2 de dezembro de 2015 at 15:58 (3 anos ago)

    Prezado Fernando,

    O Cuca tem uma longa história de promover a base, inclusive aqui no Flu em 2009!

    Seria o técnico perfeito. Prefiro mil vezes gastar dinheiro com ele em um projeto de longo prazo trabalhando a base, do que gastar talvez até mais com estas barangas como MA, EP, Breno, Vitor, etc..,

    St

  41. Jefferson Alvares
    2 de dezembro de 2015 at 15:59 (3 anos ago)

    Abandonado.

    St

  42. Sergio BindaB
    2 de dezembro de 2015 at 18:51 (3 anos ago)

    Não é possível que a torcida queira entregar jogo. Foi só alguns torcedores incautos aparecerem com faixa para entregar o jogo que o globo.com já noticiou de maneira vínica e asquerosa.

    Depois vamos ter de correr atrás de defesa institucional de novo.

    St

  43. Fabio DB
    2 de dezembro de 2015 at 19:01 (3 anos ago)

    Nos últimos tempos não há nada espontâneo nem natural no FFC.

    Então, não acredito que sejam apenas 3 sinceros ou comuns torcedores .

    O que e quem está por trás disso?É o que sempre me vem a cabeça. Da mesma forma que acredito que as ameaças ao Mario e sua filha não foram do vascu. Lamentável.

    ST

  44. Fabio DB
    2 de dezembro de 2015 at 19:42 (3 anos ago)

    O circo armado pro vasco deu certo no carioca.

    Vamos ver se o circo da copa do Brasil ratifica o protegido Palmeiras.

    ST

  45. PEDRÃO
    2 de dezembro de 2015 at 20:52 (3 anos ago)

    Vou dar minha opinião sobre esse tema “entrega ” uma única vez : Se por algum momento tricolores de verdade concordam com a entrega no jogo contra o Figueirense , me desculpem mas terão meu total desprezo . Tirando a pilha de torcedor é inadmissível que algum tricolor de boa cepa aceite isso de verdade . Não é possível que não enxerguem a má intensão da mídia , principalmente a global , que não pára de jogar uma torcida contra a outra . É manipulação da mais barata e nojenta que poderá ter consequências das mais sérias e quem pagará o pato são os torcedores dos dois clubes . Galera até morte já aconteceu , e não foi só uma . Creio que aqui ninguém deseja que um filho seu seja linchado na rua . Pergunto aos camaradinhas que levaram faixas em laranjeiras onde estarão quando a porrada estancar . Moçada isso aqui é Fluminense , já temos problemas demais para criar mais um . Em tempo , sou um ex Young Flu anos setenta e oitenta e sei como se comportam torcidas organizadas pilhadas .

  46. Sergio BindaB
    2 de dezembro de 2015 at 20:59 (3 anos ago)

    Totalmente de acordo!!!

    ST

  47. José Carlos F. da Costa
    2 de dezembro de 2015 at 23:41 (3 anos ago)

    Não vi ninguém falar isso, mas uma eventual entrega do Flu não vai prejudicar só o Vasco, vai prejudicar também o Avaí e o Goiás que não têm nada a ver com nossas “brigas” particulares com o Vasco.

    O Flu tem que jogar – e vai, com certeza – jogar pra valer. Nada nos garante que não vamos precisar de resultados desses clubes no futuro e não podemos carregar nas costas o peso.de um corpo mole irresponsável.

    Além disso, duvido que o Vasco consiga fazer a parte dele.

  48. Jefferson Alvares
    2 de dezembro de 2015 at 23:42 (3 anos ago)

    Prezado Pedrao,

    Concordo totalmente!

    Além disso, estamos todo o tempo reclamando que somos o clube prejudicado pelo sistema, e queremos agora defender posturas indevidas…

    Se o Vasco cair, vou ficar feliz, mas que caiam por sua propria incompetência.

    St

  49. Jefferson Alvares
    2 de dezembro de 2015 at 23:45 (3 anos ago)

    De acordo!

    Vamos ganhar e o Vasco vai cair do mesmo jeito, e ai sim, ainda podemos zoar eles por termos ajudado.

    St

  50. Caique Maciel
    3 de dezembro de 2015 at 0:38 (3 anos ago)

    O Flu trem que jogar igual ao que jogou o segundo turno todo. Nem mais e nem menos. FODA-SE O VASCO

  51. Caique Maciel
    3 de dezembro de 2015 at 0:39 (3 anos ago)

    O Flu trem que jogar igual ao que jogou o segundo turno todo. Nem mais e nem menos. FODA-SE O VASCO.

  52. Jorge Coutinho
    3 de dezembro de 2015 at 0:40 (3 anos ago)

    Rebaixa o Vasco e serão menos 2 clássicos!

  53. Jorge Coutinho
    3 de dezembro de 2015 at 0:43 (3 anos ago)

    Foi premiado quem gastou mais.. Quem se preocupou em ter um estádio.. Quem se preocupou em ter tecnico.. Em quem se fortaleceu nos bastidores…

  54. Alexandre Sobral
    3 de dezembro de 2015 at 3:21 (3 anos ago)

    Taaaadim do Goias e do Avai !!!! Que peso horrível hercúleo carregaremos nas costas eternamente !!! A nação jamais voltará a dormir tranquila ! kkkkkkkkkkkkk Cada uma…

  55. Alexandre Sobral
    3 de dezembro de 2015 at 3:30 (3 anos ago)

    Desprezo o tricolor que é capaz de hipotecar os interesses do clube pro qual diz torcer em nome de uma lisura para não se prejudicar… TERCEIROS !! Ah vá !!! Está aí o campeão da Copa do Brasil, um campeão sujo, roubado. Os espertos ficam com os títulos e vibram, aos trouxas, nada. Mas tem gente que não liga, o importante é ser honestinho mesmo perdendo e ter a consciência limpa… Ah, vá !! Hipócritas. Investigue dez minutinhos da vida desses puristas e se achará um monte de podres e desvios éticos. Mas o Flu tem que ser honestinho. O bom tricolor é o que coloca os interesses do clube acima de tudo, não o fidalgo que abaixa a cabeça para os interesses dos outros.

  56. MARCO ANTONIO DA SILVA
    3 de dezembro de 2015 at 7:27 (3 anos ago)

    O FLU tem que jogar igual ao que jogou com America Natal VALENDO VAGA na copa do brasil.

    S.T.

  57. Carlos Eduardo
    3 de dezembro de 2015 at 7:41 (3 anos ago)

    NA MORAL, JÁ ESTÁ VIRANDO PALHAÇADA.

    http://www.netflu.com.br/comentarista-se-flu-jogar-muito-bem-contra-o-figueira-saberemos-porque/

    Essa imprensa escrota quer o que?
    Uns dizem que se o Flu entregar vai afundar o Asco, e consequentemente será o culpado pelo rebaixamento, outros dizem que se o Flu jogar bem e ganhar é porque recebeu mala branca.
    IMPRENSA ESCROTA.
    OFF: Parabéns aos porcos, que levaram a taça de maneira injusta, mas no futebol do 7 x 1 é assim mesmo.

  58. Alexandre Said Delvaux
    3 de dezembro de 2015 at 7:43 (3 anos ago)

    Off. Existe a possibilidade de uma administração conjunta do Maracanã. A minha sugestão (se a legislação permitir) é que cada um dos Clubes crie uma empresa para gerir o estádio. Seria um passo decisivo para a profissionalização.

  59. Feliciano Lins
    3 de dezembro de 2015 at 7:47 (3 anos ago)

    Isso seria ideal.

  60. Alexandre Said Delvaux
    3 de dezembro de 2015 at 8:03 (3 anos ago)

    Se considerarmos que teremos em 2016 o Coelho e a Chape….parece ser uma boa ideia…rs!

  61. Nerval Antonio Goulart
    3 de dezembro de 2015 at 8:27 (3 anos ago)

    .Espero que esses Conselheiros cumpram suas obrigações e exijam um verdadeiro planejamento apto a nos potencializar para conquistar títulos, em 2016.
    O planejamento que foi feito para o ano de 2015 foi pífio. O Fluminense é o seu futebol. Razão principal de sua existência.
    O Presidente Peter tem que ser cobrado para que no ano que vem não aconteça o que vem ocorrendo, nesse momento, com o Vasco. Situação humilhante que o Fluminense vem namorando desde 2013. Nós torcedores do clube que apoiamos o time nos estádios, estamos cansados de voltar dos jogos para casa, principalmente no Maracanã, com derrotas vergonhosas.
    Não é possível que se repitam as contratações de treinadores e jogadores de qualidades inferiores. Não se conquistam títulos com técnicos como Ricardo Drubski, Enderson Moreira e outros da mesma espécie, e jogadores dos níveis de WP, João Felipe, Breno Lopes e etc.
    Esperamos que no ano de 2016, último da gestão Peter, aja o Conselho com mais ímpeto e fiscalização no futebol do clube.
    Não podemos só confiar nos gestores atuais do futebol do Fluminense, que já deram sinais de amadorismo e incompetência na administração do setor, durante o ano que está findando.
    Espero voltar ao Maraca em 2016 e ver o nosso Fluminense e ver o nosso futebol se destacar como um dos melhores do Brasil, conquistando títulos.
    Espero que os Conselheiros contribuam para um bom, com vistas ao Futebol do Fluminense. Paixão iniciada por Oscar Cox, que espero que nunca morra!
    ST.

  62. Alexandre Said Delvaux
    3 de dezembro de 2015 at 8:54 (3 anos ago)

    Muito legal o evento em Santana do Deserto.

  63. Marco Antonio Barroso
    3 de dezembro de 2015 at 9:15 (3 anos ago)

    O Flu trem que jogar como jogou o todo o segundo turno em seus jogos fora de casa… se ganhar bem, se não ganhar amém.

  64. Flavio Chammas
    3 de dezembro de 2015 at 9:46 (3 anos ago)

    Senhores.

    Cenário ideal:

    Ganhamos nosso jogo e os padeiros perdem ou empatam.

    Ainda podemos tripudiar, dizendo que ajudamos e eles não tem competência mesmo.

    Porém não gosto de riscos, assim o que pedimos não é para entregar o jogo, mas sim não ganhar deles.

    Analisando friamente todos resultados normais, pelo nosso segundo turno.

    Já tem uns babacas da Fox paulista dizendo que se corrermos muito, é mala branca e ele acha indigno diante do que fizemos.

    O QUE MOSTRA CLARAMENTE , QUE COM QUALQUER RESULTADO, A MIDIA VAI NOS BATER.

    ENTÃO QUE BATA COM OS PADEIROS REBAIXADOS.

  65. José Carlos F. da Costa
    3 de dezembro de 2015 at 12:48 (3 anos ago)

    Seu comentário dá direito ao Barcelona, Real Madrid, PSG ou Bayern de nos sacanearem à vontade, afinal eles são muito maiores que nós…

    Devolvo: kkkkkkkkkkkkkkk, cada uma…

  66. René Galvão
    3 de dezembro de 2015 at 13:31 (3 anos ago)

    Para quem ousou na contratação do “ex” craque mundial Ronaldinho Gaúcho, por que não ousar na contratação do Cuca ??!!!

    O trabalho é muito árduo, eu sei, mas a diretoria tricolor teria que estar fazendo o possível e o impossível para trazer o Cuca novamente. Na vida às vezes temos que ir além dos nossos possíveis limites para alcançarmos algo maior e aparentemente improvável.

    Trazer o Cuca representaria muito para nosso clube. Nosso capitão gosta do Cuca, nossa torcida gosta do Cuca… o Fluminense gosta do Cuca e o Cuca gosta do Fluminense.

    Nós temos o Fred como um favorável para convencê-lo, temos um CT que será inaugurado ano que vem, temos uma base excelente sendo privilegiada (Cuca gosta da molecada), temos pessoas sérias trabalhando no clube. Temos muitos pontos fortes para tentarmos convencê-lo.

    O Gum vai sair ? Quanto ganha o Gum ?
    O Jean vai sair ? Quanto ganha o Jean ?
    O Henrique não termina o contrato no meio do ano ? Quanto ganha o Henrique ?
    Magno Alves, Wellington P., Antônio Carlos, será que não conseguimos rescindir com pelo menos um deles ?
    Será que não é melhor mantermos o Lucas Gomes ou então tentarmos uma aposta barata, e com isso negociarmos o Osvaldo que deve ter um alto salário ?

    Tenho certeza se conseguirmos realizar 70% das ações acima já conseguiríamos pagar o salário do Cuca. Cuca não é maluco, sabe que a situação do país está difícil e por isso tenho quase certeza que aceitaria um salário em torno de R$500 mil (que já é um excelente salário).

    O Atlético já fechou com um técnico. Dificilmente ele iria para o Cruzeiro nesse momento (pela rivalidade com o Galo). O Palmeiras, Corinthians, Santos, Inter e Grêmio já tem técnicos. Estaríamos brigando apenas com o Fla e o São Paulo (forte concorrente).

    E aí, Mário e Siemsen ??!!! Vocês estão em baixa com a torcida no quesito futebol (boas campanhas, títulos…) e ano que vem é ano de eleição, vão continuar com o Eduardo no comando e praticamente o mesmo elenco para o próximo ano ??!!!

    Mexam-se agora. Essa é a oportunidade de fazermos um ano muito melhor que os anteriores e mudar a visão sobre vocês com relação à capacidade esportiva. A oportunidade está aí, não deixem ela passar.

  67. René Galvão
    3 de dezembro de 2015 at 13:38 (3 anos ago)

    “Empresário conta que Fluminense solicitou retorno de Eduardo (meia que estava emprestado ao Bahia)”

    Boa peça de reposição para o elenco. Precisamos agora de um meia para ser titular.

    Tem muita gente boa no mercado sul americano… Abra o olho diretoria !!!

  68. Raul Fernandes
    3 de dezembro de 2015 at 13:46 (3 anos ago)

    Dúvida:

    Terá o Marcelo de Oliveira treinado batidas de pênaltis nas vésperas da decisão – q acabaram lhe trazendo o título?

    Ou ficou nas bolas paradas e no rachão?
    Como prefere o nosso “professor” atual.

  69. Raul Fernandes
    3 de dezembro de 2015 at 13:50 (3 anos ago)

    Nerval:

    Outra dúvida atroz:
    O “professor” atual é melhor do q o “prof.” Enderson?

    Qual dos dois perdeu mais?

  70. Vitor Perez - Resende - RJ
    3 de dezembro de 2015 at 14:01 (3 anos ago)

    19 de novembro de 2014. Após anos de obras, polêmicas administrativas – que persistem – e expectativa, o Palmeiras, enfim, inaugurava o Allianz Parque. A estreia foi com derrota (2×0 contra o Sport), mas os números de público e renda, e também de negócios que seriam gerados a partir da arena, já deixavam claro que as receitas comerciais alviverdes iriam mudar para muito melhor. Um ano depois e 35 jogos depois (o 36º acontecerá justamente hoje, contra o Cruzeiro), apresentamos um panorama dessa melhora.

    PÚBLICO. Logo na inauguração do Allianz Parque, contra o Sport, o Palmeiras registrou seu maior público no Brasileirão Chevrolet 2014: 35.939 espectadores. Até então, o Verdão – que mandava seus jogos no Pacaembu – tinha ultrapassado a marca de 30.000 torcedores apenas duas vezes (31.178 contra o Internacional; e 30.695, contra o Santos). O segundo maior público da temporada, 33.151 pessoas, contra o Atlético Paranaense, também “saiu” da arena, que, dessa forma, foi fundamental para elevar um pouco a média de público aliviverde para 19.755, a sétima melhor do torneio.

    A partir de 2015, evolução total, em todos os campeonatos. No Paulistão Chevrolet, o Palmeiras, assim como em 2014, registrou a segunda maior média de público, mas saltando de 14.489 torcedores, no Pacaembu, para 28.913 no Allianz Parque; foi nesse torneio, também, que o clube cravou seu recorde absoluto na arena: 39.479 pagantes no primeiro jogo da decisão, contra o Santos. Já na Copa Sadia do Brasil, onde é finalista, o Palmeiras saiu de uma média 9.340 em quatro jogos (2014) para 27.819 em, até agora, seis jogos (2015). E no Brasileirão Chevrolet, o Verdão foi para o topo do ranking de público: atualmente é o terceiro melhor, com 31.093 torcedores e 71% de ocupação. Ao todo, 1.057.323 já passaram pelas arquibancadas do Allianz

    RENDA. Observe as bilheterias do Palmeiras em 2014: R$ 5.659.073,00 no Paulistão Chevrolet, R$ 1.041.342,00 na Copa Sadia do Brasil e R$ 16.646.936,00 no Brasileirão Chevrolet. Agora, compare com as cifras de 2015: R$ 23.325.940,00 no Paulistão, R$ 8.609.589,00 na Copa do Brasil (sem contar a decisão) e R$ 33.843.164,00 no Brasileirão (em 17 dos 19 jogos, sendo que dois foram mandados no Pacaembu). Não tem comparação. Em apenas um ano no Allianz Parque, o aliveverde se tornou o campeão de renda do País, com um ticket médio que, consideradas as três competições, varia entre R$ 61,90 e R$ 80,68. No total, o Allianz Parque consolida: R$ 76,4 milhões em renda bruta; e R$ 52 milhões em renda líquida, com média de R$ 1,5 milhão por partida.

    NEGÓCIOS. O primeiro negócio gerado pelo Allianz Parque está, justamente, em seu nome: onaming rights da seguradora Allianz, que investirá um total de R$ 300 milhões por 20 anos de propriedade. Mas esse acordo é de 2013. Atualmente, a arena tem sido a principal vetor de crescimento do programa de sócios-torcedores Avanti. Apenas em novembro de 2014, mês da inauguração, o Palmeiras registrou 11.200 adesões – sua melhor performance na temporada, na qual foi o clube que mais somos associados. Já em 2015, o desejo de garantir ingressos para a nova fez com que a iniciativa experimentasse um crescimento vertiginoso no primeiro semestre, ultrapassando a marca de 100 mil sócios em março e de 120 mil em maio. Hoje, o Verdão gere 126.361 torcedores, marca que faz do Avanti o terceiro maior programa do Brasil e um dos maiores do mundo.

    Aliada à frequência, a localização do Allianz Parque também tem definido negócios para o Palmeiras. A construtora Tecnisa, por exemplo, vê na arena uma âncora importante para a comercialização do seu bairro planejado Parque das Perdizes, e está oferecendo dois anos de ingressos para cada comprador. Mais um caso: na hora de decidir pelo local da primeira unidade da Cantina Palestra, futura rede de alimentação palmeirense, a Sport Food optou pela Casa do Eletricista – um casarão tradicional, a poucos metros da arena.

    De fato, a única coisa que falta ao Allianz Parque é o seu primeiro grito de “É campeão”. No próximo dia 2 de dezembro, contra o Santos, pela final da Copa Sadia do Brasil, o clube terá essa oportunidade. Será?

  71. Vitor Perez - Resende - RJ
    3 de dezembro de 2015 at 14:02 (3 anos ago)

    essa parte diz tudo: “Palmeiras, assim como em 2014, registrou a segunda maior média de público, mas saltando de 14.489 torcedores, no Pacaembu, para 28.913 no Allianz Parque”

    Só lembrando, que o Palmeiras era um time falido até o ultimo presidente assumir.]
    Temos que pensar numa arena……..

  72. André Pereira
    3 de dezembro de 2015 at 16:30 (3 anos ago)

    Obrigado, Marco.
    A reciproca é verdadeira e concordo no ponto onde as pessoas precisam ser menos passionais.
    Ao comentar com muita passionalidade, as pessoas podem se perder no tom e por vezes entrar em caminhos de acusações sem qualquer base. Fora o ramo das ofensas….
    Concordar e discordar faz parte do jogo democrático e acredito que este espaço seja justamente para que possamos trocar idéias por um Flu melhor.
    Grande abraço!

  73. José Carlos F. da Costa
    3 de dezembro de 2015 at 17:28 (3 anos ago)

    O que tem a ver com o assunto os confrontos diretos do Flu contra os europeus citados?

    Desculpe, minha inteligência não alcançou a raciocínio assim, digamos, tão elaborado.

  74. Jefferson Alvares
    3 de dezembro de 2015 at 17:55 (3 anos ago)

    Concordo!

    St

  75. Alexandre Said Delvaux
    3 de dezembro de 2015 at 18:24 (3 anos ago)

    Continua falido….nas mãos de um nobre mecenas.

  76. Alexandre Said Delvaux
    3 de dezembro de 2015 at 19:54 (3 anos ago)

    Quem disse que é simples? Apenas apresentei uma sugestão. O resto compete a quem tem a caneta, que tem a responsabilidade de tomar a decisão correta.

  77. Fernando Ventura Jr.
    7 de dezembro de 2015 at 6:32 (3 anos ago)

    Você lembra que no ano seguinte, 2010, o Cuca foi muito mal no carioca.

Deixe um Comentário